:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Kumogakure no Sato :: Centro da vila
12 Anos Online
Alvorecer
Arco 04
Ano 16 DG
Inverno
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Bloodlad
Bloodlad
Vilarejo Atual
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. - Publicado Seg 17 Jan - 1:48


Narrador: STAZ BLOOD

FORNALHA DA CRIAÇÃO.

@luna




ㅤㅤ– Onde está a mulher? Ela não ficou de chegar às 9:00? – O ferreiro líder Gorgnus, gritava para seu assistente. Ambos, sujos de fuligem e suados, estavam atarefadíssimos naquela manhã, visto que e Kumogakure ainda continuava com ameaça de guerra. O Kage, estava fora por quase um mês, e as pessoas começavam a se preocupar. Um dos figurões do governo, tinha ido pessoalmente até ele, orienta-lo para que acelerasse a confecção de armas de combate. Gorgnus, tinha aversão a Kagaya, pois o considerava arrogante e prepotente, então não servia a Kumo de bom grado, pois sabia que seus serviços beneficiariam a gestão daquele, que ele considerava um verme incompetente.

ㅤㅤ– Aramir, vou até o primeiro andar, ver se a mulher está lá embaixo. Continue para mim, aqui. – Deixou seu serviço para o assistente. – E, quanto a vocês, mãos a obra, essas armas não ficarão prontas se vocês não as forjarem. – Lançou para as dezenas de operários à sua volta.

ㅤㅤDesceu as escadas, e observou mais dezenas de ferreiros, forjando espadas, armas, assando e resfriando o aço, moldando lâminas, dentre outras façanhas típicas daquela profissão. Quando foi até o portão, deparou-se com quem estava procurando. Bela, muitíssima bela. Usava roupas alinhadas e justas, causando um contraste com as vestes de Gorgnus e também com o local - que por mais avançado que fosse, era caracterizado por fumaça e suor.

ㅤㅤ– Você é a tal, Mei? Vamos, entre, não temos tempo a perder. – Ele não se deixou intimidar, sabia que seu conhecimento era muitíssimo quisto por Kumo. – Vamos lá em cima, para que eu comece a lhe ensinar algumas coisas. Não tenho o tempo todo, e não quero gastar mais do que o necessário para ajudar Kagaya Ubayashiki. – Terminou, ranzinza.



Considerações:
Objetivos:
Post 1/3
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 455

Luna
Jōnin
Luna
Vilarejo Atual
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 455

Re: [CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. - Publicado Seg 17 Jan - 2:53





[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 20210530-mei-mei

A família Ogosho tinha pouco renome dentro de Kumogakure, motivo pelo qual Mei se viu na obrigação de construir a própria fama. Desde o início de sua jornada como Genin até a recente ascensão a Jounin, aqueles que tinham contato com a mulher logo descobriram que a principal característica que a destacava de todos os demais era a mais pura e simples ganancia. Era desejava a fama, pois considerava esta como a maneira mais fácil de se conseguir dinheiro. E dinheiro sempre fora a palavra chave em sua vida.

Os meios usados pela kunoichi se baseavam inteiramente sobre dois pilares: sua inteligência, que sempre considerou acima da média, e seu talento para Ninjutsus. Por não ter uma habilidade inata que considerasse forte, como era o caso dos clãs de renome, ela se esforçou para fortalecer suas técnicas físicas e mentais, até alcançar níveis que se equiparassem aos demais. Assim, a garota vinda do subúrbio nunca se deu por satisfeita com o que tinha, lutando e batalhando todos os dias para se aperfeiçoar. Para Mei, a linha do aceitável jamais poderia estar abaixo do bom e do melhor que o Mundo Shinobi poderia oferecer.

Dito isto, uma oportunidade para crescer ainda mais seu status – e, potencialmente, fortuna – surgiu naquele dia, quando recebeu a convocatória do gabinete do Raikage. Já tendo demonstrado interesse na área, finalmente atenderam seu pedido e a escolheram para se aperfeiçoar nas artes da forjaria de Kumogakure.

O que uma mulher tão fina, elegante e refinada, que usava as roupas mais caras que o dinheiro podia comprar, que só aceitava morar nos melhores apartamentos, estava pensando em aderir a ideia de se tornar uma forjadora? De trabalhar em meio ao calor e fuligem?
Bom, deem uma olhada em por quanto se pode vender uma espada de boa qualidade.

[...]

Naquele dia a Jounin estava usando roupas casuais, que se consistiam em um vestido curto, bastante justo ao corpo, porém flexível,  de maneira que não atrapalhava seus movimentos. De cor roxo-escuro, destacava o prata-azulado de seus cabelos, que refletiam as cores das lamparinas e fornalhas do prédio. Quando chegou ali, não encontrou de imediato a pessoa com quem deveria se encontrar, o que a fez suspirar de desgosto.

Céus, onde está a recepcionista?  — Indagou-se, falando sozinha. Olhava para os lados a procura de alguém com quem pudesse iniciar um diálogo, obter informações, talvez até conseguir formar uma curta relação proveitosa que mais tarde poderia explorar para obter vantagens por ali, mas não conseguia ver ninguém.

Os sons de martelos e os ruídos emanados pelas caldeiras denunciavam a presença de trabalhadores, único motivo pelo qual ela sabia estar no local correto. Quando estava cogitando a ideia de simplesmente invadir o local – uma tarefa que se mostraria totalmente simples para ela – ouviu passos pesados vindos do andar de cima, e em poucos instantes uma figura corpulenta, suja e fedendo, se fez surgir diante dela. Julgando pelas características físicas, só poderia ser uma pessoa:

Gorgnus, eu presumo — ela disse, com um meio sorriso nos lábios. Ou talvez tenha sido um sorriso completo? Não era fácil dizer, quando a  trança cobria toda a metade de seu rosto. As falas do homem eram de alguém que obviamente não estava feliz com a tarefa que fora lhe designada, e, por algum motivo, parecia ainda menos contente em se ver trabalhando para o atual Raikage. Pessoalmente, Mei compartilhava da opinião do público em geral quanto a este assunto, razão da qual a levou a colocar um segundo sorriso no rosto enquanto acompanhava o homem até o andar superior.

Estou ansiosa, senhor Gorgnus. Ouvi falar muito bem do senhor, como já deve saber. Pois bem, o que tem para me ensinar hoje?


---------•---------

HP: 950/950 | CH: 3.400/3.500 | ST 00/07
Samehada: 100/500

Informações:

SUGAR
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Bloodlad
Bloodlad
Vilarejo Atual
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Re: [CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. - Publicado Seg 17 Jan - 3:30


Narrador: STAZ BLOOD

FORNALHA DA CRIAÇÃO.

@luna




ㅤㅤ– Ouviu? Agradeço. Trabalhei muito para ter este reconhecimento. – Disse, indo afrente dela pelas escadas. – O segundo andar tem um lugar mais propício para lhe ensinar. Venha comigo. – Iria leva-la para sua sala, onde ele confeccionava os itens mais raros e valiosos que Kumo possuía. Abriu a porta, e fez sinal para que ela entrasse. – Eu crio meus maiores itens aqui, e conserto também. À três meses, a espada Kusanagi passou pelas minhas mãos, não sei se era a original, mas se não fosse, era ainda muitíssimo parecida. Aço bom, firme, quase inquebrável. Nas mãos de um ferreiro qualquer, o aço dela se deformaria, perderia o fio e a capacidade do corte. – Apanhou uma lâmina e colocou dentro do forno, para que o aço fosse fervido. – Primeiro passo para se forjar um item raro: um bom controle do seu chakra. – Pareceria estranho a primeira vista, mas logo se tornaria óbvio. Fazer uma arma de chakra, só poderia ser feita por alguém com um bom controle do mesmo. – A infusão do seu próprio chakra, junto a movimentos sincronizados no aço ou no ferro em questão, farão toda a diferença. – Tirou a lâmina, agora incandescente, da forja e a mergulhou num balde de água. Um som característico, assim como uma fumaça branca saiu da arma. Segurou um martelo com a direita. – Note, cada vez que eu bater o martelo no aço, eu emitirei uma quantidade de chakra, infundindo meu próprio chakra na arma, reforçando seu material e sua firmeza. Com esse método é possível controlar a propriedade da arma, embutindo chakra nela, melhorando sua resistência, sua força, ou seu corte. Dá até para torna-la condutora ou emissora de chakra. – Era um método incrível, que chocaria qualquer um que estivesse observando aquela explicação. – Quer tentar? Veja se tem a aptidão para realizar a forja. – Ele ofereceu o martelo a ela.


Considerações:
Objetivos:
Post 2/3
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 455

Luna
Jōnin
Luna
Vilarejo Atual
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 455

Re: [CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. - Publicado Seg 17 Jan - 4:11





[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 20210530-mei-mei

Durante a subida, os olhos afiados da jounin esquadriavam o ambiente, decodificando e memorizando cada aspecto daquela biosfera. Se quisesse mesmo seguir adiante com aquele objetivo, precisava se acostumar a passar horas do dia, talvez até dias inteiros, em um local como aquele. Bom, talvez a sua forja seria um pouco diferente, a começar por mais cores em tons roxos.

Enquanto ouvia a explicação do homem, fazia anotações mentais sobre tudo que era dito por ele, para depois transcrever e assim poder consultar sempre que precisasse. Mei tentou, mas foi incapaz de conter o sorriso que tomava conta de seus lábios joviais, o que a levou a disfarçar levando a mão esquerda até eles. Dado seu conhecimento sobre a arte do Ninjutsu, a Jounin era capaz de compreender o paralelo que o ferreiro havia feito, ainda que talvez inconscientemente, entre forjar uma arma canalizar chakra para um jutsu. Em ambos os casos, pelo que parecia segundo sua explicação, era necessário que o artesão tivesse controle sobre seu chakra, para que pudesse manipulá-lo e o infundir no metal que estava moldando.

Assim sendo, Mei pensou, cada martelada poderia se traduzir em um selo de mão, que ao ser executado o shinobi estaria modelando o chakra de seu corpo. Era um paralelo interessante, olhando do ponto de vista de uma usuária de Ninjutsu. E se a questão chave ali era o controle, ela estava em vantagem.

Talvez ainda demore um pouco até que eu chegue em seu nível, mestre Gorgnus — a mulher lisonjeou, como se reconhecesse o nível daquele que lhe ensinava e aprovasse sua técnica. — Mas creio ter entendido o básico. Controle de Chakra sempre foi uma das minhas melhores qualidades, além da determinação e empenho. Ah, e é claro, eu adoria experimentar.

Ogosho arregaçou as mangas, revelando os braços finos e brancos, antes de calçar as luvas e voltar a cobrir sua pele. Ainda que a vida de uma shinobi fosse repleta de escoriações, ela odiaria manchar seu corpo com marcas de queimadura. Imagine ter que privar o mundo daquela maravilhosa visão? Certamente seria uma catástrofe de nível mundial.

Ela aceitou então o martelo, segurando-o com a mão direita, da qual tinha melhor perícia. Precisava aproveitar enquanto o metal ainda estava quente, portanto dedicou apenas um rápido olhar para o objeto, antes de acessar sua rede interna de chakra e, através de uma rápida, mas cirurgicamente precisa, modelagem de sua energia, se baseando nos conceitos da Keitai Henka, Mei aplicou a infusão no martelo como se usasse Nagashi, mas em níveis muito reduzidos – afinal, seu objetivo era transmitir o chakra, e não reforçar o objeto que tinha em mãos.

Iniciou, então, o processo martelar o metal à sua frente, e em cada nova batida ela usava de seu grande controle de chakra para enviar a quantidade certa de energia para o metal. Mei sabia estar longe de conseguir forjar um item Raro, mas, como em tudo na sua vida até então, a mulher não aceitaria nada menos que a perfeição. Mesmo se estivesse forjando um garfo e uma faca para Gorgnus usar na janta dele essa noite, ela o faria como se quisesse replicar uma das armas lendárias que carregava consigo.

---------•---------

HP: 950/950 | CH: 3.400/3.500 | ST 00/07
Samehada: 200/500

Informações:

SUGAR
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Bloodlad
Bloodlad
Vilarejo Atual
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Re: [CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. - Publicado Seg 17 Jan - 5:07


Narrador: STAZ BLOOD

FORNALHA DA CRIAÇÃO.

@luna




ㅤㅤ– Você é boa... Tem um controle de Chakra excelente, agora entendo porque lhe escolheram para cá. – Gorgnus, se sentiu bastante satisfeito ao vê-la manusear tão bem o martelo e a forja. As emissões de Chakra eram precisas, ainda que cruas, e precisaria de mais um tempo até que ela conseguisse concluir sua primeira arma rara. – Com treino, você vai conseguir realizar o bater do martelo e a emissão de chakra no mesmo instante. Isso, fará com que o aço, no momento em que endureça, segure o chakra com ele. Dessa forma, a arma não perde o chakra, mesmo depois de feita. O segredo está aqui, na forja. Se infundir chakra durante a modelagem, ou seja, antes da arma resfriar completamente, o que você introduziu nela ou emitiu, ficará lá, armazenado, podendo ser acessado, se assim você quiser. – Era extraordinário o método de Gorgnus, e aquilo não era metade de seu conhecimento. – Quando se trata de itens elementais, a emissão terá que ser um pouco mais específica. Nesse caso, o ferreiro terá que ter conhecimento ou afinidade com o elemento desejado, e infundir, com movimentos precisos, os golpes na arma, embutindo o chakra elemental. Nisso, muitos efeitos podem surgir, como por exemplo, armas que conseguem reagir ao elemento, ou que sirvam de condutor para ele. – Ele apanhou uma katana, e com um movimento, fez com que uma chama da fornalha fosse controlada pela espada. Aquela era uma de suas criações. – Vê...? Note como é a arma que faz o controle, eu só a conduzo e direciono o elemento. – Era de se imaginar que Mei, fosse ficar bastante impressionada. – Qual sua afinidade elemental? Gostaria de tentar? Digo para você... se conseguir pegar pelo menos o básico dessas duas técnicas, as forjas mais simples você tirará de letra.


Considerações:
Objetivos:
Post 3/3
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 455

Luna
Jōnin
Luna
Vilarejo Atual
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 455

Re: [CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. - Publicado Seg 17 Jan - 5:42





[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 20210530-mei-mei

Novamente, a jounin se mostrava atenta a cada palavra que saia do homem. O ar de sua boca, por mais que não tivesse o melhor dos odores, era carregado com o mais puro e límpido conhecimento – algo que uma mulher como ela não poderia jamais ignorar. Ela agradeceu aos elogios dele com um aceno de cabeço e um sorriso, com uma face que sugeria estar lisonjeada, embora fosse difícil determinar se era real ou não.

Dizem que Inteligência e Conhecimento se diferem – e não estão totalmente errados. Mas Inteligência se traduz na capacidade de usar seu conhecimento. Saber que cogumelos venenosos existem é inútil, se não tiver a inteligência de processar essa informação e não sair comendo qualquer coisa que encontrar pela floresta quando estiver com fome. De igual forma, ter o conhecimento sobre as técnicas de forja serve tanto quanto uma espada sem empunhadura, caso não saiba como aplicar tais técnicas da maneira correta, sendo criativa e fugindo do convencional.

A demonstração feita por Gorgnus fez com que os olhos de Mei faiscassem de empolgação, enquanto a mulher pensava por quantas centenas de milhares de ryos ela poderia vender uma espada que manipula fogo. Com certeza, só uma daquelas poderia pagar por dez, talvez vinte castelos inteiros, onde ela poderia guardas parte de suas roupas.

Minha afinidade é com a Liberação de Ventos — ela disse, aceitando de imediato tentar. Usando seu controle sobre o chakra, Mei tentaria aplicar agora os conceitos da Seishitsu Henka, transformando seu chakra na natureza elemental da qual tinha domínio.

Após algumas tentativas martelando, porém, a própria Mei percebia não estar chegando a lugar algum. Esforço, obviamente, não faltou. Mas algumas barreiras não eram facilmente vencidas, e o limitador natural dos seres vivos mais uma vez se fazia presente. Por mais que se dedicasse, Mei, naquele momento, não detinha a técnica, conhecimento e experiência necessários para criar uma arma que carregasse propriedades elementais.

Para explicar este limitador, ela poderia usar as armas que carregava consigo. Havia a Raijin no Ken, que se consistia em um punho sem lâmina conectada, mas que ao receber o chakra do usuário criava um corte de pura eletricidade capaz de dividir técnicas ao meio. Mei sabia usar a espada, a dominando perfeitamente, mas não fazia ideia de como replicar seu funcionamento em uma criação própria. E temos Samehada, que a jounin sequer se daria ao trabalho de tentar entender por enquanto. Aquilo era um peixe? Sério, quem teve a ideia de enfiar uma empunhadura no orifício anal de um peixe e chamar de espada?
O pior é que funcionou.

Mei finalmente pousou o martelo, assoprando, em um gesto leve e discreto, a mecha de cabelos de volta para a posição devida, a tirando do centro do rosto. Removendo suas luvas virou-se para encarar Gorgnus, enquanto estralava as juntas dos braços em gestos aeróbicos.

Bom, eu sei reconhecer meus limites, mestre Gorgnus — ela disse, mas sem soar derrotada. Pelo contrário, tanto o tom de sua voz quanto seu sorriso esbanjavam empolgação. — Dito isso, estou ansiosa para aprender mais com o senhor. Pude tirar uma boa base de sua técnica, e, com todo respeito, acredito que com o tempo me tornarei capaz de replicá-la. Talvez não com a sua perfeição — lisonjeou, com uma modéstia que só talvez fosse legítima —, mas não irei parar até conseguir forjar essa espada. Sabe, eu tenho um projeto, e para isso preciso alcançar a máxima perfeição, e espero poder contar com sua ajuda em outras ocasiões.


---------•---------

HP: 950/950 | CH: 3.400/3.500 | ST 00/07
Samehada: 300/500

Informações:

SUGAR
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Bloodlad
Bloodlad
Vilarejo Atual
[CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. 1d0d924d9f269a11ade0a55a3ad7fdd9

Re: [CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. - Publicado Seg 17 Jan - 5:58


Narrador: STAZ BLOOD

FORNALHA DA CRIAÇÃO.

@luna




ㅤㅤ– Não se sinta assim, esta é uma técnica que precisa de treino. Treino constante e progressivo. Por hoje é só, com este treinamento básico você já poder criar suas próprias armas, por mais que as mais complexas, bom... é melhor treinar mais. Diga ao gabinete, que cumpri com minha tarefa. Não quero mais receber falcões mensageiros, e já estou cheio de ter que parar meus trabalhos, para atender um ou outro ninja imbecil, que não tem capacidade nenhuma na forja, mas jura que vai ser um grande ferreiro. – Despediu-se da mulher, e voltou a seu ofício, afinal era aquilo que ele sabia fazer.



Situação: Aprovada.
Considerações: Vê lá o que vai construir hein.
Recompensa: Profissão - Ferreiro & Qualidade - Inteligência Avançada (3)

Considerações:
Objetivos:
Post FINAL
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [CENA] FORNALHA DA CRIAÇÃO. - Publicado