:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Existe Luz na Escuridão? D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Skywalker
Nukenin A
Skywalker
Vilarejo Atual
Existe Luz na Escuridão? D08b07ef0bf98b6b11ca607569f49e1d839f756b

Existe Luz na Escuridão? - Publicado 23/12/2021, 21:44

Um Herói caído
HP: -x- | -x-
CH: -x- | -x-
ST: -x- | -x-

"Mentiras e Ego."


[...14 Anos Atrás]

Eu amava este mundo. A verdade é que nunca houve alguém tão altruísta como eu no passado. Eu me negava a enxergar a maldade nas pessoas e no mundo, sempre utilizando minhas armas para o bem. Houve uma época em que eu verdadeiramente repudiava a violência com tanta força que mesmo nos momentos decisivos de minha vida, optava pelo diálogo e por derramar de meu próprio sangue do que ferir o corpo do outro, por mais podre que fosse o indivíduo em minha frente. A Dívida com Kiryu não havia sido esquecida, e por mais que odiasse aceitar este fato: Compreendi, afinal, que este mundo não passa de um poço de escuridão e merda. Os meses se passavam, e eu via o corpo daquela que adotei como minha filha/irmã sendo consumido por uma praga maldita. Cada dia que se passava, a via em mais agonia, e eu nada podia fazer além de observar seu desespero e gritos de dor. Meus olhos se enchiam de lágrimas a cada vez que me aproximava de seu quarto, pois eu sabia que não havia salvação. Mas, como um resquício de meu antigo eu, continuava a acreditar que os frutos de meu esforço salvariam a vida daquela a qual acolhi com tanto afeto. A Escuridão  não consumia apenas o físico - Mas a mente e seu próprio espírito. Após algumas missões, havia juntado dinheiro suficiente para pagar parte de seu tratamento. Haviam sido dias difíceis, e minha mente estava pesada demais com tais preocupações. Chegando em casa, imediatamente me pus a alcançar o seu quarto. Abrindo-o, percebia que ela estava adormecida. Com um leve sorriso no rosto, me aproximei com um grande saco de dinheiro em mãos e dei um leve toque em seu braço direito.

— "Kiryu...Eu trouxe dinheiro. Eu consegui o dinheiro necessário para tratar essa doença...Finalmente, após tanto tempo...Vamos poder voltar a ser como antes! Não acha incrível....?" — Dei uma leve pausa, aguardando alguma resposta, mas nada. — "Ei....E-eu..." — Quando precebi, minhas mãos estavam tremendo.

Lágrimas escorriam intensamente de meu rosto, mas o sorriso permanecia. Eu não conseguia entender: Qual o motivo de tanta tensão? Ela estava bem ali. Eu havia conseguido arranjar uma solução. Por que eu me sentia tão impotente e pequeno? Agarrei o antebraço esquerdo de Kiryu, e percebi que estava gelado como a noite. Mas eu não percebia a situação. Naquele momento, minha mente se quebrou de tal forma em que eu não conseguia nem mesmo me recordar de quem eu era. Apenas continuava sorrindo, fixamente observando o rosto pálido da jovem.

— "Nós vamos voltar a ser como antes, não é...Kiryu?" — Ditei, antes de me recostar na parede.

Então, fechei os olhos. Meu psicológico havia sido destruído. Meus sentimentos apagados. Eu não sabia mais se valia a pena seguir em frente. Eu estava com uma faca em mãos, e antes que pudesse perceber, havia cortado meus pulsos dezenas de vezes. Marcas pelos braços. Até mesmo meu pescoço estava cortado. E ainda assim, eu continuava sorrindo. Cortei meu próprio cabelo e deixei a casa, com trapos, para viver como um mendigo. Em meio a insanidade, uma tristeza indescritível cobria meu espírito. Um manto de escuridão, um fardo o qual eu jamais poderia me livrar...A culpa de ter perdido todos aqueles que eu amava...De novo. Mais um tempo se passava, e eu me enxergava com uma alam perdida em meio a multidão. Havia, temporariamente, sido taxado como um louco incapaz, e por isso a vila decidiu me exilar da sociedade em um vilarejo menor nas proximidades, até que eu tivesse a capacidade de ficar junto aos cidadãos comuns novamente.

[...]

Existe Luz na Escuridão? Edef8cc93261b866260ef4bf788a79ed

Eu havia me tornado nada além de uma sombra do que fui no passado. Toda a minha luz e esperança se transformaram em ódio e desespero. Meu altruísmo foi substituído por uma personalidade agressiva e egoísta, que não tinha olhos para nada além de mim mesmo. Eu me esqueci até mesmo de meus sonhos, e quaisquer traços de bondade haviam sido completamente apagados de meu ser. Me isolei do mundo, e tentei ate mesmo fugir de minha própria sombra. Aquela existência miserável deveria ter um fim, mas, por algum motivo, eu não tinha a capacidade de me matar. Talvez fosse fraco até mesmo para por um fim a esta tragédia.

Conforme me afundei na escuridão, me vi passando por diversos pontos. Eu caí em um mundo de drogas e bebidas. Eu já não mais nutria de sentimentos positivos, e tudo o que me fazia sentir vivo era o doce sabor do sangue daqueles que eu matava. Me tornei um bandido, assassinando inocentes sem piedade e motivos - Apenas para afirmar a minha existência. Será que eu era mesmo um ser vivo? Eu existia? Eu não sabia. Me esqueci do meu próprio nome. O vício em drogas corroeu meu físico. Eu estava subnutrido. Os lábios secos e pele pálida contrastavam com meus trajados sempre elegantes, roubados daqueles que eram minhas vítimas. Um cigarro sempre em mãos. Injetei todo tipo de coisa em meu corpo. Talvez eu me visse como nada além de uma casca sem propósito. Foi quando, em uma noite gélida e escura, escondido em uma sarjeta imunda - Mas com um terno negro e recostado de madeira nobre ao lado de uma pequena fogueira improvisada, uma visita me alcançava.

— "Ubayashiki...Você é aquele garoto, não é? Veja só o seu estado. Magricelo, mal tem forças para levantar uma espada sem tremular os seus braços. Mesmo assim, você se porta como se fosse parte da nobreza ou algo do tipo. És realmente miserável, foi consumido por algo que nem emsmo eu consigo descrever. Seu corpo já passou por tudo o que há de pior, não é?" — A figura dizia.

— "Heh, depende do que você entende como ruim. Se não fosse por isso, não poderia garantir que ainda estou vivo. Da próxima vez, vou abrir minha barriga e tocar nos órgãos internos. Quero saber qual é a sensação." — Ditei, seguido de um sorriso.

Existe Luz na Escuridão? HYELmiFW7niA01SKTuxFIHtkMyFBzKJX5tp3YlAYtNcINUN8Z0ttcwYg_vBmSLBbePDMi-1nVYQ0ZYBgVVyF3IFiugeipvAve1W-lhKYLMiqR4NXeEQ_7Zw3jGm1ta9I-W5gGxrLbavV2RR3Vh97NA

— "Mesmo assim, você ainda continua seguindo em frente. Mesmo que não perceba, você é incapaz de tirar sua própria vida...Talvez ainda haja um propósito em sua vida." — Em seguida, após uma leve pausa, apontou seu dedo indicador direito a mim. — "Tu nasceste de um cadáver e emergistes da lama, tu é aquele que se principiou do fim. És o mais próximo da morte e por isso mesmo possuis habilidades para dela mesmo escapar. A Coragem é a única arma daqueles que lutam contra o destino. Levantais de teu túmulo putrefato, mesmo com punhos destruídos e espada partida ao meio. Resista. Lute." — Finalizou.

E então, a figura desapareceu tão rápido quanto surgiu. Aquelas palavras me fizeram ficar completamente paralisado. Me levantei de onde estava imediatamente, e deixei até mesmo o cigarro cair de minha boca. Estava embasbacado, e para falar a verdade, aquilo mexeu comigo. Então, naquela mesma noite, fugi do vilarejo de contenção para perseguir o homem. onde quer que estivesse...Naquele momento, eu mesmo me questionava: "O Que estou fazendo?". Eu não sabia, mas um instinto primordial continuava me empurrando para frente. Essa era a minha arma para contrariar o destino. Meu único poder...Era enxergar a luz...Mesmo na mais terrível escuridão.

[Continua... || Prólogo de Kagaya Ubayashiki]

Informações:


Palavras: 1257






_______________________

Existe Luz na Escuridão? E61d9053d0ce1422ba25de28b0cd7fa2464294b3
"I Just live to Fall."

FP | R.D. | CJ | Banco | GF
| MOD AG | Inventário AG || [História] — Blood Moon
Existe Luz na Escuridão? Eru143

staz blood
Nukenin A
staz blood
Vilarejo Atual
Existe Luz na Escuridão? Eru143

Re: Existe Luz na Escuridão? - Publicado 24/12/2021, 00:29


Situação: Aprovado
Considerações: Legal conhecer mais do Kagaya neste flashback.
Recompensa: -x-

_______________________



Existe Luz na Escuridão? Eru43

I hate to let you go, but if I don't
Then we both know
I'll bury us both, fed to the night
As ghosts