:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Kumogakure no Sato :: Centro da vila
12 Anos Online
Alvorecer
Arco 04
Ano 16 DG
Inverno
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

[Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 23/7/2021, 10:23

Hatake Stray

A maldição da terra

HP: 425/425| CH: 375/375| ST: 0/6

Quest Juinjutsu

C
aminhava despretensiosamente pelas ruas da vila com as mãos no bolso em caminho do campo de treinamento. Talvez inconscientemente, mas meus passos me fizeram seguir pelo caminho de uma missão que havia feito algum tempo atrás, e quando me dei conta, estava passando em frente à oficina de Amadou.

Olhando aquela oficina simples, com somente quatro vigas sustentando um teto, notei que ele estava lá, e trabalhando. Pensei um pouco se deveria entrar para falar algo. Bom, não estava com pressa para ir trabalhar, e assim sendo, pulei o pequeno portão que separava a oficina da rua e caminhei até ele.

Amadou estava operando uma serra, de modo que não me ouviu chegar.

- Ei.

Eu chamei, mas ele não escutou.

- EI! - Falei mais alto.

Dessa vez, Amadou elevou seu olhar até mim, deixando escapar um sorriso ao me ver.

- Garoto! O que faz aqui?
- Tava indo em direção ao gabinete e acabei passando aqui na frente. Vim dar um oi.
- Bom dia, garoto. Quer ver no que estou trabalhando?
- Hm... Pode ser... - Tentei parecer desinteressado.

Amadou então começou a me mostrar uma coleção vasta de kunais diferenciadas. Algumas possuíam um cabo diferenciado, outras tinham vários detalhes em suas lâminas, mas nenhuma delas era de algum tipo que eu já houvesse visto antes.

O homem me explicava sobre o processo e qual era a utilidade de cada uma e eu escutava atentamente. De fato, tão atentamente que nenhum de nós se deu conta de um grupo de pessoas que se aproximava de nós. Eram 3 pessoas, nenhuma delas parecia ser exatamente bem humorada. Todos trajavam casacos pretos longos com vários bolsos, capuzes levantados e olhares maliciosos no rosto. Mas claro, só nos demos conta disso quando o líder deles, um homem branco de olhos e cabelos vermelhos chamou nossa atenção.

- Eae! A... Ma... Dou! -


Aparência:
Bolsa de equipamentos:
Considerações:

1/10





_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 23/7/2021, 13:06

Hatake Stray

A maldição da terra

HP: 425/425| CH: 375/375| ST: 1/6

Quest Juinjutsu

A
madou e eu no viramos imediatamente e nos encaramos com as figuras. Os 3 pareciam ser delinquentes, não muito diferentes de mim. Não fui com a cara de nenhum deles, sua postura, e o jeito como olhavam para nós. Estavam procurando problema.

- Kenshi... Não esperava você aqui. - Amadou disse com um olhar sério, ajeitando o óculos em seu rosto.

- Era essa intenção, Idiota! - O homem de cabelos vermelhos, Kenshi, respondeu, animadamente.

Kenshi então levantou um pouco seu casaco e puxou um faca de um dos muitos bolsos que a compunham, seu olhar era assassino.

- Não tem pra onde fugir dessa vez. Velhote! - Ele exclamou antes de partir em velocidade impressionante em direção a Amadou.

Como ele estava um pouco longe, tive o tempo o suficiente de, no último momento, me jogar entre os dois, segurando a mão de Kenshi poucos segundos antes de sua faca atingir Amadou direto no peito.

- Ei... - Comecei a dizer com um olhar raivoso. - Quem você tá pensando que é? Desgraçado. -

Algo estava estranho. Mesmo tendo estado tão perto da morte, Amadou parecia muito calmo, sequer havia movido um músculo, além disso, seu olhar sério continuava o mesmo, era como se tudo aquilo tivesse sido irrelevante.

- HM?? Entendi... - Kenshi começou a dizer. - Achei que você era só um cliente aleatório, por isso planejava te deixar fora disso, mas se você é uma putinha do Amadou... Que seja! -

Com um movimento brusco, Kenshi puxou os braços para trá e apoiou o pé no meu peito, usando-o de impulso para se arremessar no ar voltar a sua posição inicial perto de seus dois capangas.

Depois de ter sido arremessado para trás e conseguir me estabilizar novamente, saquei uma kunai do bolso e o ameacei.

- Eu não sou... Putinha de ninguém... Desgraçado... -

- Kenshi! - A voz de Amadou ecoou pelo lugar fortemente, chamando a atenção de todos. - Você disse mais cedo que não havia pra onde correr. Mas ninguém disse nada sobre correr. - Ele disse antes de assumir uma pose de batalha.

- Se quer resolver isso aqui... Que seja! - Amadou concluiu.

Estava perplexo e confuso com aquilo, Amadou sabia lutar? E quem eram eles?.

- Stray-kun... Eu sei que disse que não o envolveria mais nos meus assuntos, mas eu sou só um senhor de idade. Poderia me ajudar com isso? -

Ainda confuso, demorei alguns segundos para lembrar-me de respondê-lo. Olhando de um lado para o outro no campo de batalha, engoli em seco e lhe respondi:

- Claro... - Assumi também posição de batalha. - Vamos acabar com a raça deles! -


Aparência:
Bolsa de equipamentos:
Considerações:

2/10





_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 23/7/2021, 15:36

Hatake Stray

A maldição da terra

HP: 425/425| CH: 375/375| ST: 0/6

Quest Juinjutsu

K
enshi olhou para a esquerda e a direita, fitando cada um de seus capangas com um sorriso malicioso e os ordenou.

- Fiquem com o moleque, podem deixar que eu mato o velhote de uma vez por todas! -

Olhei para Amadou levemente preocupado e lhe indaguei.

- Ei, velhote... Tudo bem mesmo? Eles estão em maior número e não parecem ser fracos... Além disso, você... -

- Garoto, preste atenção! - Amadou exclamou, e quando olhei para a frente, vi que os três já vinham em nossa direção.

Assim como Kenshi havia instruído, os outros dois vieram na minha direção enquanto o próprio Kenshi ia atrás de Amadou. Meu plano era me manter perto do velhote para protegê-lo, mas antes que eu pudesse fazer algo, ele tomou a dianteira e correu para cima de seu inimigo, me deixando sozinho contra os dois.

Preocupado em como me sairia em um combate duplo, tentei rapidamente fazer uma análise de meus inimigos antes que eles chegassem até mim. Ambos eram maiores e mais largos que eu. Um era bem gordo, o outro era musculoso, isso se podia ver mesmo por debaixo de seus casacos.

Pensei que provavelmente suas habilidades seriam mais físicas, tanto pela sua estrutura corporal quanto pelo fato de partirem para cima de mim. Além disso, não consegui pensar em mais nada, pois um deles, o mais musculoso, havia me alcançado.


Aparência:
Bolsa de equipamentos:
Considerações:

3/10





_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 24/7/2021, 12:41

Hatake Stray

A maldição da terra

HP: 425/425| CH: 375/375| ST:1/6

Quest Juinjutsu

E
le começou tentando me atingir com um soco, sua velocidade era grande, de modo que não consegui desviar, somente coloquei o braço na frente para tentar diminuir o impacto.

Mesmo assim, seu ataque foi poderoso, poderoso o suficiente para me arremessar 4 metros para trás. Antes de encostar no chão, girei meu corpo afim de estabilizá-lo e arremessei uma shuriken com 5 metros de fio de aço nele, utilizado de meu Sōshuriken no Jutsu.

Contudo, antes que a arma o acertasse, o homem conseguiu sacar uma kunai e defletir o projétil na direção diagonal direita.

Achando que o tinha pego, fiz um leve movimento com o dedo, rearranjando a trajetória da shuriken em direção a face do homem.

Percebendo o truque de última hora, o capanga de Kenshi jogou o rosto para trás, escapando de minha shuriken por milímetros.

- Hmmm?Parece que temos um espertinho aqui, Chouja! - Ele disse.

Ao citar o nome de me outro oponente, me lembrei dele. Onde estava? Então, assim que pousei os pés no chão mais uma vez, senti um vulto ao meu lado. O oponente mais gordo, Chouja, havia se esgueirado para minha lateral esquerda, e já estava com o punho levantado, pronto para atacar.



Aparência:
Bolsa de equipamentos:
Considerações:
Jutsus usados:

4/10





_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 25/7/2021, 09:32

Hatake Stray

A maldição da terra

HP: 425/425| CH: 375/375| ST:2/6

Quest Juinjutsu

D
e algum modo, consegui me abaixar de última hora, desviando de seu ataque. Em seguida, movimentei a mão ligada à shuriken mais uma vez, fazendo-a vir em nossa direção em uma trajetória circular, rodando em volta de Chouja e o amarrando no fio. Ao mesmo tempo em que isso acontecia, pulava sobre a cabeça do homem, aterrisando em suas costas e banhando minha perna direita em uma corrente de raios.

- Kizetsu! - Exclamei antes de acertá-lo nas costas com um poderoso chute.

Chouja então começava a rodar na corda, de modo semelhante um carretel, no fim, a shuriken presa na ponta passou rasgando em seu peito, de modo que ele caiu ao chão.

- Ahhh! - Ele exclamou. - Ryuza! Eu... não consigo me mexer! -

Vendo nisso uma oportunidade de parar aquela loucura, puxei a shuriken com o fio para minha mão e os guardei na bolsa, me dirigindo em direção a Chouja com uma kunai na mão, colocando-a em seu pescoço.

- Ei, acabou! - Gritei observando Ryuza que estava parado me olhando.

Olhei então pela primeira vez em direção à Amadou, afim de ver como ele estava. A luta parecia quase acirrada, mas bastava observar por alguns momentos para notar que Kenshi tinha a vantagem.

Ao ouvir-me gritar, todos voltaram seus olhares para mim, observando minha kunai no pescoço do homem.

- Se mais alguém se mexer, eu mato ele!



Aparência:
Bolsa de equipamentos:
Considerações:
Jutsus usados:

5/10





_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 25/7/2021, 16:24

Hatake Stray

A maldição da terra

HP: 425/425| CH: 315/375| ST:3/6

Quest Juinjutsu

K
enshi em especial não parecia estar temeroso para com a vida de seu colega. Um sorriso malígno brotou em sua face enquanto ele me dizia debochadamente:

- Ah não! Ele pegou o Chouja!... Hahaha! Ei, Chouja! Você realmente conseguiu ser pego por esse moleque? -

Kenshi pontou sua frase desferindo um chute com altíssimo poder e velocidade em Amadou, que o fez voar por vários metros e atingir sua mesa de trabalho, derrubando montes e montes de ferramentas pelo chão.

- Pois bem garoto. Acho que você merece um pouco de atenção. -

Engoli em seco ao ver o quão facilmente ele se livrou de Amadou. Ele estava só brincando com a gente?

No próximo segundo, Kenshi avançava em minha direção como um vulto de tão rápido. Somente tive tempo de utilizar toda minha força para tentar empurrar Chouja em sua direção, afim de retardá-lo.

Mesmo assim, Kenshi praticmente ignorou a existência de Chouja, somente saltando no ar e aproveitando para desferir um soco em mim ao pousar.

Saltei no ar instintivamente para me desviar de seu ataque, que atingiu o chão quebrando o piso e levantando uma grande nuvem de poeira no ar.

Deduzindo que sua investida não acabaria por aí. Usei meu Ninpou: Obujekuto kōkan para arremessar uma kunai ainda mais para cima no ar e trocar de lugar com ela discretamente.

Por fim, minha conclusão estava certa: Kenshi apareceu como um relâmpago em frente ao meu falso corpo, desferindo um soco impiedoso em meu falso corpo e o arremessando em velocidade absurda em direção ao teto de uma casa próxima. O corpo atravessou o teto do estabelecimento, criando um grande buraco nele.

A luta estava ficando bastante alarmante, esperava que as pessoas próximas já houvessem se dado conta do que estava acontecendo e chamado as autoridades. Mas como não podia sair de lá no momento, o máximo que podia fazer era aguentar firme e continuar minha luta.



Aparência:
Bolsa de equipamentos:
Considerações:
Jutsus usados:

5/10





_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 25/7/2021, 21:03

Hatake Stray

A maldição da terra

HP: 375/425| CH: 315/375| ST:4/6

Quest Juinjutsu

A
kunai que eu havia laçado no ar se destransformou, revelando meu corpo. Como estava nas costas de Kenshi, ele não havia percebido meu truque, o que me deu a oportunidade de disparar duas kunais em suas costas, cada uma acompanhada de uma Kibaku Fuuda. Cada kunai estava mirada em uma lateral de suas costas. Se o golpe acertasse, seria impossível que ele sobrevivesse, afinal, a explosão deveria pelo menos destruir a parte superior de seu corpo.

Nos momentos entre meu lançamento e a chegada das kunais no alvo, lancei um olhar rápido para Amadou, que agora estava se levantando com dificuldade, cercado pelos outros dois. Estava preocupado com ele, mas aquele Kenshi parecia ser a ameaça maior, e assim, senti que precisava neutralizá-lo primeiro.

Me senti aliviado ao ver que ambas as kunais haviam acertado o alvo sem lhe dar oportunidade de reagir. Quando ele virou o olhar para trás, vi em seu rosto irritação e surpresa ao mesmo tempo, enquanto os papéis bomba começavam a brilhar, prontos para explodir.

"Adeus", foi o que pensei na hora.

Antes mesmo que Kenshi pudesse fazer algo, duas grandes explosões tomaram conta do cenário enquanto eu pousava no chão. Alguns segundos depois, um massa ocultada pela poeira, que eu presumi ser os restos de Kenshi, também pousaram no chão.

- Velhote! Estou indo! - Exclamei para Amadou enquanto começava a correr em sua direção.

Estava quase chegando quando senti um gigantesco impacto nas minhas costas. Na hora eu não entendi o que era, e sequer tive tempo para raciocinar antes de ser arremessado dezenas de metros para longe, atravessando a rua e somente parando ao atravessar a parede de uma casa do outro lado da estrada.

Entre os gritos confusos e assustados dos moradores do local, tentei, por mais difícil que fosse, me reerguer dos escombros.

Olhei para o lado e vi uma mulher, um homem, e duas crianças. Dando meu melhor para conseguir falar depois de tamanho ataque, disse com a voz fraca:

- Chamem alguém... P-precisamos de reforço...

Quando a poeira baixou, minhas suspeitas foram confirmadas. Kenshi ainda não havia morrido, de fato, estava parado bem no lugar onde eu estava antes de ser atingido.


Aparência:
Bolsa de equipamentos:
Considerações:
Jutsus usados:

7/10





_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 26/7/2021, 12:36

Hatake Stray

A maldição da terra

HP: 325/425| CH: 265/375| ST:4/6

Quest Juinjutsu

N
ão só isso, mas ele estava com a aparência completamente modificada, sequer parecia um humano. Sua pele havia assumido um tom quase cinza, Marcas pretas haviam aparecido ao redor de seus olhos, seus lábios se tornaram roxos, suas unhas agora estavam bem maiores e afiadas, e não só isso, mas uma grande cauda havia brotado de seu corpo.

- Então... - Comecei, com a voz ainda fraca. - Você é mesmo um monstro, né? -

- Hahahaha! E você é mesmo um espertinho! Mas sua cabecinha não vai adiantar de nada contra esse poder. - Seu olhar malicioso, de algum modo, se tornou ainda mais malígno ao terminar sua frase. - Existem coisas que simplesmente não dá para superar, agora morra, desgraçado. -

Escutando o modo como ele falava, sabia que estava prestes a atacar, e julgando pelo meu estado, bem como pelo novo poder que ele alcançara, não tinha certeza se conseguiria parar sua investida como da última vez.

Sendo assim, tentei pegar algum pedaço de tijolo proveniente da destruição de parede para tentar trocar de lugar. Mesmo assim, quando levantei o braço direito, notei pela primeira vez que eu não conseguia, ele estava quebrado.

Meu corpo estava tão dolorido em tantos lugares diferentes que sequer pude destinguir o estado de meu braço. Aquilo era ruim, eu não conseguiria lutar ou me proteger daquele jeito.

Sendo assim, quando vi que ele se preparava para uma corrida, só tive tempo de jogar o lado esquerdo de meu corpo para a frente antes de ser atingido por mais um golpe esmagador, me fazendo atravessar a segunda parede da casa e ir parar somente no teto da casa que ficava atrás dessa.

- Maldito! Meu... Braço... -

Parecia o fim, ele havia também quebrado meu braço esquerdo. Sem poder usar nenhum de meus braços, comecei a ficar nervoso, eu não poderia mais lutar, teria que arrumar algum outro jeito de acabar com aquela situação.

Contudo, antes mesmo que eu pudesse pensar, uma sombra brotava sobre mim, Kenshi havia saltado no ar e agora me atacava com sua cauda. Como ele pulou um pouco alto demais, tive tempo de usar meu Kizetsu para eletrificar minha cabeça, respondendo ao seu ataque com uma cabeçada.


Aparência:
Bolsa de equipamentos:
Considerações:
Jutsus usados:

8/10





_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 27/7/2021, 11:04

Hatake Stray

A maldição da terra

HP: 325/425| CH: 265/375| ST:4/6

Quest Juinjutsu

C
omo resultado de nosso ataque, o telhado não aguentou o impacto e ruiu, derrubando nós dois de lá de cima.

Eu havia caído de barriga no chão e Kenshi havia pousado em cima de mim, com a cabeça sobre as minhas costas.

Como ele estava em cima de mim e meus braços estavam quebrados, não conseguia me levantar, e Kenshi, como foi atingido por meu Kizetsu, também não conseguia se mexer.

- Desgraçado! O que fez? Eu não consigo me mover... - - Kenshi disse nervoso.

Cansado e totalmente enfraquecido, dei um sorriso dolorido e falei com a voz fraca:

- Você não vai conseguir se mover por um tempo. Esse é o efeito da minha técnica... Hehe ... -

- Haha! Você é um molequezinho esperto mesmo, mas acabou. Não tem nenhuma condição de você ainda conseguir lutar. Assim que essa paralisia acabar, você vai morrer. -

Ele estava certo, não tinha como eu continuar lutando em meu estado, o que eu fiz somente fora capaz de o atrasar um pouco, mas assim que o efeito passasse ele acabaria com a luta de uma vez.

Tentava rapidamente pensar em algum jeito de sair daquela situação quando o ouvi dizer:

- Mas só para garantir que você não vai tentar puxar mais nenhum truquezinho da manga... -

Em seguida, aproveitando que sua cabeça estava sobre minhas costas, Kenshi abriu a boca e me mordeu bem abaixo da parte de trás de minha nuca.

A mordida em si já doeu bastante, mas não era só aquilo. Mesmo após a mordida, um outro tipo de dor tomava conta de meu corpo. Sentia uma dor interna imensa se espalhar pelo meu corpo vinda de onde ele me mordeu.

- AHHH! - Gritei. - O que fez comigo?! -

Kenshi não respondeu, somente deu uma risadinha de leve e comentou.

- Acabou, fedelho. -

Pensando ter sido envenenado, minha vista foi escurecendo, e eu logo perdia a consciência.

E meus últimos segundos lúcido, somente pude ouvir uma voz distante, parecia-se com Amadou falando:

- Stray! Straaay!! -


Aparência:
Bolsa de equipamentos:
Considerações:
Jutsus usados:

9/10





_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra CjdvaXH

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 28/7/2021, 09:16

Hatake Stray

A maldição da terra

HP: 425/425| CH: 375/375| ST:0/6

Quest Juinjutsu

D
epois que tudo se apagou, foi como se estviesse em um sono profundo, por um tempo esqueci até mesmo que eu existia. E aí, quando a minha consciência foi recobrada, abri os olhos assustado, me deparando com uma brusca mudança de cenário.

Eu estava em um quarto branco, deitado em uma maca. Meus braços estavam enfaixados e podia-se ouvir o som de uma máquina monitorando meu ritmo cardíaco.

No momento em que acordei, Amadou, que estava sentado em uma cadeira ao lado, se levantou rapidamente e aproximou-se de mim.

- Garoto... Me desculpe por te meter nisso... -

- Velhote?... O que aconteceu? -

Amadou me olhava no fundo dos olhos com uma profunda preocupação. Foi nesse momento que percebi que, por mais estranho que fosse se sentir assim para mim, Amadou parecia realmente se preocupar comigo.

- Garoto... Acho que... Não posso mais esconder essas coisas de você... Você merece ao menos uma explicação.

Não falei nada, apenas encarei Amadou com o olhar um pouco perplexo enquanto ele começava a falar.

- Eu carrego algo de muito valor, algo que aquelas pessoas que nos atacaram querem. Eu estou aqui na vila me escondendo delas, e parece que aqueles caras conseguiram me encontrar.

- Onde eles estão?! - Exclamei por algum motivo.

Eles obviamente não estavam atrás de mim, Amadou acabara de me dizer. Eu também não me importava com a vila. Mas o que poderia ser? Era Amadou. Eu me importava com aquele velho, que mesmo que pareça besteira, mostrou se importar comigo, e me fez ter dias em que eu não fui me deitar sentindo como se algo faltasse em mim.

- Morreram. Eu consegui acabar com os dois que você deixou comigo, Kenshi foi cercado por um grupo de ninjas enquanto você o paralisou e se suicidou pra impedir que vazasse informações.

Inclinei meu corpo um pouco mais para a frente e o perguntei com o olhar preocupado:

- Qual o plano? O que vamos fazer?

- Você não vai fazer nada. Kenshi nem era do alto escalão da organização por trás disso e olha o que aconteceu com você. Você definitivamente não vai mais se envolver nisso.

Fiquei com a cara emburrada por um segundo, mas Amadou continuou:

- Temos que conversar sobre uma coisa. Você foi mordido no fim da batalha por aquele nojento do Kenshi. Provavelmente não dá pra notar porque suas costas já são cheias de tatuagens, mas agora há um selo lá, ou melhor, uma marca da maldição.

- Marca da... Maldição? - Indaguei.

- Sim... Se trata de um selo que vai se ativar em seus momentos mais críticos e lhe dar poder em troca de sua vitalidade, até que você aprenda a controlá-lo. Não vou mentir: É perigoso e vai ser uma verdadeira chatice até que você o domine, mas... Eu vou estar aqui para te ajudar com isso. Afinal, é minha culpa.

- É isso que aquele Kenshi estava usando?

- Sim... Quando dominar o selo, poderá obter os mesmos poderes que ele, mas não se engane. Kenshi era muito forte e habilidoso, e mesmo assim ele teve que chegar quase perto da morte para dominar esse poder. Não quero te assustar mas...

- ARGH! - Eu gritei enquanto sentia uma dor absurda crescer de minhas costas.

- O selo está se ativando! - Amadou disse.

Não podia enxergar meus braços pois ambos estavam enfaixados, mas ao olhar para o lado esquerdo, observei um padrão de marcações pretas se expandindo pelo meu ombro.

- O que é isso?!

- É o selo se manifestando! Stray, você precisa ser forte agora. Vou chamar uma enfermeira. - Amadou disse antes de sair da sala para chamar algum profissional.

No fim, eu acabei desmaiando, mas quando acordei, a marca da maldição já não estava mais ativa. Amadou também não se fazia mais presente no local.

Depois de um tempo, recebi alta e fui para casa. As enfermeiras me recomendaram não me esforçar muito, não só por causa de meus braços, mas também por causa do selo amaldiçoado. Eu ainda não entendia direito como aquilo me influenciaria, mas sabia que estava prestes a descobrir.


Aparência:
Bolsa de equipamentos:
Considerações:
Jutsus usados:

10/10





_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H
[Cena-Solo] A Maldição da Terra 20f36534d9a5a98770641103766a9261

sinhorelli
Hokage
sinhorelli
Vilarejo Atual
[Cena-Solo] A Maldição da Terra 20f36534d9a5a98770641103766a9261

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado 28/7/2021, 11:59

Situação: Aprovado
Considerações: Não esquece de solicitar a vaga nas respectiva organização.
Bonificações: Selo amaldiçoado: Chi no juin

_______________________

Ficha | GF | Banco | CJ | CH | EV | RD | Mod AG
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Cena-Solo] A Maldição da Terra - Publicado