:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Filler de Status] Uma patrulha qualquer. 9wBM3vd

Liev
Chūnin
Liev
Vilarejo Atual
[Filler de Status] Uma patrulha qualquer. 9wBM3vd

[Filler de Status] Uma patrulha qualquer. - Publicado Qua 9 Jun - 10:41:37



Tudo começa em uma manhã ensolarada, em uma terra longíqua no país da água, afastada da maior potência militar que pudera existir naquelas terras: a vila oculta do redemoinho. Avalon, um rapaz loiro de olhos carmesins, que trilhava uma longa caminhada em direção à sua ascenção celestial — como ele batizava — estava sentado sobre uma rocha qualquer, contemplando os céus.

Sua mente era um emaranhado de confusões e questionamentos, todos sem respostas. "Por quê me sinto tão... vazio?" ele se perguntava, retoricamente, também pudera, não existiria uma resposta que o satisfaria naquele momento.

Seus lábios estavam ressecados por estar a tanto tempo ali, parado, enquanto a luz refletia em sua pele branca, e seus cabelos moviam-se conforme cada lufada de vento o encontrava. Uma mão estava sobre um joelho flexionado, enquanto a outra tocava o chão como apoio, conforme a perna oposta estava estendida no chão.

— Ficar aqui não me levará a lugar algum.

Alcançando essa conclusão, o Uzumaki por fim resolvera se levantar do seu momento de introspecção, e assim procurou por um cantil de água que havia levado consigo. Destampando-o, deu alguns goles no recipiente e sentiu a água percorrer todo o caminho até resfriar seu estômago, saciando-o por ora.

Recolocou a tampa no cantil e o jogou no bolso direito, apontando seu corpo para uma direção conhecida e iniciando uma pequena caminhada. Havia um pouco de solitude no semblante do rapaz, anseiando por alguma companhia que o livrasse de todo aquele tédio que era conviver cercado por criaturas inferiores — como ele as chamava. Embora houvesse escolhido o caminho de tornar-se um ninja, não o fizera por anseio de méritos ou honrarias, apenas achou ser o caminho mais sensato para alcançar seu objetivo: adquirir um poder único, que o pusesse na posição que desejava, reverenciado por outros.

— Mas cada um desses infelizes só pensa em brincar de ninja.

Sua voz trazia um pingo de irritação nessa hora, balançando a cabeça e dando uma pequena bufada. Seus olhos detectaram uma paisagem que já esperava, uma pequena aldeia, onde não haviam ninjas. Isso por que todos os ninjas do país se encontravam na vila do redemoinho, que servia como capital militar do país, e provavelmente capital política também.

Com as mãos nos bolsos, Avalon adentrou o perímetro, atraindo alguns olhares dos aldeões que provavelmente se questionavam quem era aquele forasteiro.

"Hmpft. Quem lhes deu a permissão de olhar para mim?!"

Arrogante como sempre, o loiro semicerrou os olhos de irritação, mas não olhou diretamente para nenhum dos civis. Estava apenas de passeio, e não pretendia ficar muito tempo ali, pois havia recebido permissão especial para sair do vilarejo e fazer uma caminhada sobre o pretexto de realizar uma patrulha. "Patrulha... tsc." Odiava como aquilo fazia parecer que era um soldadinho, como se fosse inferior.

Seus pensamentos egocêntricos foram interrompidos por um grito cortante, que roubou a atenção dos civis, e inclusive a sua própria. Era uma voz feminina, vinha do outro lado do vilarejo.

"Hm?"

Ele, no entanto, não apressou o passo, continuando sua caminhada ao traçar o curso em direção ao grito. Pendeu a cabeça para o lado, imaginando o que poderia encontrar adiante. E como previra, encontrou um homem apertando o punho enquanto uma mulher caída desesperadamente tentava se afastar dele. Era provavelmente um caso de agressão doméstica.

O loiro observou com desgosto, mas seu olhar trazia certa indiferença, como se fosse alheio àquelas questões. Certamente, trazia certo desconforto observar a situação, por tamanha covardia. "Esses vermes insignificantes, tudo que fazem é se debaterem..." soltou um suspiro, decepcionado.

A mulher trazia uma vermelhidão na bochecha, e quando o homem preparava-se para aplicar-lhe outro golpe, Avalon interviu com sua voz.

— Ei.

Chamou-o, fazendo com que se virasse de imediatado.

— Hã? O que foi, forasteiro? CUIDE DA SUA VIDA!

Avalon suspirou pela segunda vez, mas seu semblante parecia ainda mais irritado do que da primeira. — Como ousa se referir a mim dessa forma, vira-lata! vociferou, indignado. O aldeão, atônito, não acreditou nas palavras que ouvira. Ele era alto e robusto, e Avalon parecia franzino na sua frente, havia uma clara desvantagem aparentemente.

— Como é, seu moleque?!

Seu alvo mudou instanteamente, ele girou seu corpo na direção de Avalon e começou a caminhar na sua direção. Avalon suspirou pela terceira vez, sinalizando que sua paciência havia se esgotado, o que era muito comum. — Oh? Quer lutar? Abriu um sorriso confiante, que irritou ainda mais o aldeão. Parado, o loiro aguardou a primeira ofensiva do seu "oponente".

Com um balanço incrível e inábil, demonstrando claro despreparo de combate, o homem tentou golpear o Uzumaki com um cruzado no rosto, mas o rapaz habilmente inclinou o corpo para trás e fez o golpe passar em vão, acrescentando um saltinho para tomar certa distância. — O que é isso, você bate como uma mulher! Avalon provocava, queria irritar ainda mais o homem.

Ele novamente avançou, dessa vez correndo, e tentou outro cruzado da mesma forma. Avalon realizou a mesma esquiva de outrora, e parecia que o homem havia aprendido com aquilo, então conectou outro golpe vindo com a mão oposta, outro cruzado. "Hm? Parece que ele tem algum cérebro, afinal" Superando-o em velocidade ao ponto de conseguir ver seu corpo se preparando para o golpe, Avalon abaixou seu centro de gravidade e, com as mãos ainda nos bolsos, deu um passo em diagonal para frente, passando pela lateral do corpo do cidadão e parando em suas costas enquanto ele desequilibrava-se com o balanço grande do último golpe.

— Nem vermes maltratam seus cônjuges. Então você é pior do que um verme.

Ainda que ao seu modo grosseiro, Avalon desmontrava certo apreço à honra masculina, mas principalmente pela diferença de força que havia ali. — Deveria se envergonhar, descontando sua frustração nessa mulher. Ou melhor, eu o farei se envergonhar. Concretizando alguns selos manuais, Avalon canalizou um fluxo de eletricidade pelo seu braço direito que rapidamente tomou a forma de uma serpente.

— Essa é sua punição.

Empurrando a palma da mão para frente, na direção do homem, a serpente elétrica deu seu bote e avançou contra o aldeão, ondulando no ar como uma verdadeira cobra até atingir seu alvo e fazer todo o fluxo elétrico percorrer seu corpo, paralisando-o enquanto gritava de dor. — Ajoelhe-se!

Atônito, o homem caiu de joelhos, não por atender ao pedido de Avalon, mas por ser obrigado pelos músculos paralisados. O loiro deu as costas ao inimigo que havia sido derrotado naquele instante, e aproximou-se da mulher, que agora implorava para que não matasse seu marido. "Tsc. Assim eu pareço o vilão." Voltou as mãos aos bolsos e deu de ombros.

— Não aceite mais os abusos desse homem. Hoje eu o perdoarei por tamanha barbárie, mas não haverá uma segunda vez, caso eu retorne... Parou sua fala para encará-lo. — Tudo que lhe aguardará é o túmulo.
Utilidades:
-x-

Bahko
Chūnin
Bahko
Vilarejo Atual
-x-

Re: [Filler de Status] Uma patrulha qualquer. - Publicado Qua 9 Jun - 17:39:55

Ok

_______________________

[Filler de Status] Uma patrulha qualquer. Dcaa73310219fb06ecbf84af7785edc2e56f56af49f5b80f1431685fc6c8a7d8_1