:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
O Dia Mais Claro
Arco 02
Ano 13 DG
Verão
Com o fim da guerra em Oto, o mundo estava se reajustando uma vez mais. Embora se vendo como inimigas, as Cinco Grandes Nações se reergueram novamente, cada uma à sua maneira. Suna e Iwa ainda se mantinham sem Kages, e em cada uma um conselho de alto nível foi formado. Em Kumo, Kagaya focou em deixar seus ninjas mais poderosos e passou a exigir deles ainda mais comprometimento em batalha. Kaden, mesmo emocionado com a difícil vitória, levou novas esperanças à sua vila, Konoha, e, aliviado pela renúncia de Kamata ao posto de Senhor Feudal, via na nova Senhora do Fogo uma forma de deixar tudo que aconteceu em Oto enterrado em Oto, para que todos seguissem em frente, para o futuro. Em Kiri, Jyu apresentou um novo investimento, e, agora, a vila investia na área cientifica, trabalhando com engenharia genética e mecânica; um jovem engenheiro, Moira O'Deorain, lançava um produto que alavancaria Kiri e todo o mundo ninja, sua nova criação: “Vita”. Ao mesmo tempo, saindo das sombras, a organização privada HYDRA se apresentava ao mundo, investindo pesado em tecnologia e criações para torná-lo um lugar melhor.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Salvatore
Salvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234
Sr. L
Sr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[Filler de Status] Hatake Meni - Publicado 7/6/2021, 19:53

HATAKE
HP: 275 | 275CH: 275 | 275ST: 0 | 2

Era um final de tarde bonito em Uzioshio, o calor esse ano não tinha tomado conta da vila e faziam dias de calor ameno naquela região. Pequeno Meni estava em seu quarto sentado ao pé da cama segurando seu rosário na mão esquerda com a cabeça para baixo como se estivesse olhando para o chão de madeira, mas seus olhos estavam fechados, parecia que o mesmo fazia oração ou estaria conversando sozinho.

“Deus porque você me fez sem meus país, porque ao menos eles não estão ao meu lado, qual sentido desse sofrimento, dessa angustia, dessa raiva que você me gera...Deus...Me responde...cadê você quando eu preciso...me responde Deus, cadê você nessas horas! Deussssss!

Meni levantou a cabeça de repente assustado com a pupila dilata, parecia ter sido acordado de um sono profundo, mas começou a ouvir uma voz familiar ao fundo meio abafada e que foi se aproximando, tornando-se mais vivida. Era Senhor Nakamura que lhe chamava copiosamente.

-Garoto! Acorda garoto! Dormindo uma hora dessas! Levanta vamos treinar lá fora!

- Não estava dormindo...não sei se estou muito afim hoje!

-Deixa disso vamos! Não deixa essa tristeza te dominar, vamos tenho coisa para te ensinar hoje

Sem vontade alguma o jovem Gennin resolveu levantar e dar uma chance ao seu Velho, seguindo-o percebeu que senhor Nakamura estava com sua Shakujo, que eram quase como um cão guia para o velho cego, mas também a usava como uma arma muito poderosa, usava também roupas bem frescas e leves, aquilo chamou atenção do garoto, pois o Padre sempre estava cheio de roupas quentes e pesadas, raramente utilizava este tipo de vestuário.

“O que o Velho está planejando! Porque está vestido assim!

“Para com essa angustia toda, deixa as coisas acontecerem jovenzinho, amadureça você parece um animalzinho encurralado e indefeso, sempre com medo”

“Agora você aparece neh! Quando eu te chamava, te questionava você não teve a coragem de me responder

“Tudo em seu tempo garoto!”

Nitidamente zangado e inconformado com sua rápida conversa Meni andava acompanhado senhor Nakamura e ajeitava o terço em sua mão esquerda, como um tique, ele fazia e nem percebia mais, já tinha se tornado algo constante.

“Qual o sentido de um Velho Cego estar me guiando e não ao contrário!?”

Antes que o garoto pudesse terminar o pensamento e alterar a situação os dois haviam chegado no pequeno quintal da casa. Havia um grama, mais alta do que devia estar, com alguns apetrechos de treinamento e duas arvores mais ao fundo. Os últimos raios de sol estavam próximos de irem embora e escuridão da noite começava a tomar conta daquele céu sem nuvens.

-Prepare-se garoto! Você está pronto!? Vamos venha com tudo que tem!

Sem entender muito bem toda aquela situação, tinha sido muito abrupta para o garoto, ele não tinha aquecido o corpo e nem estava mentalmente preparado para aquilo, sem contar a sua falta de vontade anterior, mas resolveu fazer o que senhor Nakamura pediu e foi para cima com um soco, mas sua primeira tentativa foi repelida com o Shakujo do Velho, então o jovem se afasta com um salto para traz e com a perna direita levantada no movimento de chute do joelho para baixo tenta acertar a região lateral do corpo de Nakamura, mas seu golpe e rapidamente repelido e tem sua perna presa aos braços deste que em um golpe extremamente rápido se abaixa e passa sua perna rente ao chão na perna de apoio do garoto que imediatamente vai ao solo e sente um pouco sua costelas com o impacto e ao abrir os olhos tinha a Shakujo e sua ponta afiada apontada rente ao seu rosto.

- Quando você estiver em uma luta real, contra um adversário real, se você for com um pouco menos de vontade para cima dele pode ser seu fim. Aquele único golpe pode ser seu último da luta ou até da vida! Sempre vá para cima para resolver, quando for atacar ataque com vontade, com tudo que tem, como se sua vida dependesse daquele golpe, ou se não poderá terminar cego como eu, ou até mesmo sem vida. Agora levante-se! Vamos!

Se entender muito o porquê daquele sermão e o motivo daquele treinamento no início da noite o garoto se levantou sem gostar muito da situação, para piorar o Velho andava de um lado para outro com as guardas baixas e com leve sorriso no rosto. Meni achou muito irritante aquela atitude, começou a ajeitar seu terço na mão esquerda, que tinha sido toda desfeita a amarração com o golpe que tinha sofrido, desta vez prendeu com mais força e com raiva em seu pulso.

- Eu vou tirar esse sorrisinho do seu rosto!

Com seus olhos vermelhos em chama com raiva e ódio exalando de seu corpo o garoto foi novamente para cima, mas desta vez com toda vontade possível. Meni correu para cima do Velho e começou a golpeá-lo desferiu três socos em sequência, porém todos devidamente defendidos, sem parar tentou um chute na altura do rosto de Nakamura, na tentativa de pega-lo desprevenido, mas esse só tomou distancia com salto para traz e o chute acabou passando no vazio.

- É isso que você tem? Isso é tudo?

Meni já apresentava seus primeiros sinais de cansaço, mas entendeu a ideia do velho em te irritar para que o mesmo pudesse ir com mais raiva para cima dele. Meio ofegante, com a respiração mais pesada o garoto abriu um pequeno sorriso ao final da fala de Nakamura e dessa vez resolveu ir para cima com menos ódio, correu até seu adversário e tentou dar um chute em suas pernas, perto do joelho, mas foi devidamente bloqueado pela Shakujo, nesse momento com a perna bloqueada o garoto aproveitou para desferir um soco no rumo do estomago que finalmente foi desferido com sucesso. O golpe de fato tinha surtido efeito senhor Nakamura chegou a se afastar e fez algum sinal de dor, mas nada muito eficiente.

“Vou aproveitar que o Velho sentiu meu golpe e finalizar com essa luta”

Sem dar muito tempo para seu adversário retomar o jovem Gennin resolveu continuar com sua investida e correndo tentou atingi-lo com outro soco, mas dessa vez na região da cabeça, porém quando o garoto percebeu não só seu golpe tinha sido defendido como ele estava no chão com a Shakujo apontada para seu rosto novamente. A raiva e frustação tomava conta do coração e do rosto do Meni naquele momento.

- Garoto você sempre ataca! Pense antes de agir, analise seu adversário, veja seu estilo de luta como ele agi, não seja precipitado. Na maioria das ocasiões será sempre mais efetivo você contra-atacar, pois quando receber o ataque e defende-lo terá mais informação sobre o seu adversário do que ele sobre você! Agora levante-se!

Pela primeira vez durante aquela conversa violenta, ou seja lá o que estava acontecendo no quintal daquela casa, o garoto tinha prestado atenção e demonstrado interesse na fala e ensinamentos do senhor Nakamura, aquilo tinha batido e ecoado dentro do menino, que desta vez ficou parado esperando o Velho tomar a iniciativa. Após alguns segundos de encaradas o Cego Nakamura resolveu atacar com sua Shakujo empunhada a frente avançou com alta velocidade para cima do garoto que extremamente focado conseguiu se esgueirar para direita e girando rapidamente todo seu corpo de uma só vez pode ficar de frente com seu adversário que ainda se ajeitava do golpe que acabará de tentar desferir, sem tempo para respirar o jovem Gennin acertou um soco com toda sua força na região do tórax do Velho que após vários passos para traz conseguiu se equilibrar para não cair ao chão e com sorriso no rosto se voltou para Meni.

-Tá vendo, agora sim parecia um Hatake lutando!

Aquela frase ecoou forte dentro de Meni, ao mesmo tempo que velho Nakamura perceberá o que acabara de dizer e fechou se semblante rapidamente. O garoto estava desnorteado com aquela fala que ainda se repetia incessantemente e mexia com seu corpo todo, suas mãos suadas estavam fortemente apertadas o terço na mão esquerda estava sendo esmagado involuntariamente, com uma cara de desentendimento e muita raiva ele levantou seu rosto e rispidamente se dirigiu ao Cego Nakamura.

-Como assim um Hatake?

O velho nunca havia lhe contado sobre sua família, pelo contrário, tinha dito ao jovem que não tinha família e assim o mesmo cresceu toda sua vida achando, sem imaginar que pudesse ter qualquer ideia de quem seriam seus pais ou ao menos de algum parente, mas aquela fala tinha caído como uma bomba. Mesmo sem poder enxergar Nakamura percebeu toda a situação e o clima que tinha ficado, então se locomóvel até o garoto e colocando as mãos em seu ombro lhe disse.

-Sim, um Hatake! É isso que você é e sempre foi, eu sei porque sou seu avó, não espero que entenda agora e sei que vai me odiar por muito tempo ainda, mas tenho meus motivos para não ter te contado, espero que um dia entenda!

Sem que o Velho tenha tido chance de terminar aquela frase o garoto já tinha tirado a mão de seu ombro e se afastado, olhou com os olhos completamente marejados, mas com ódio e uma decepção que não precisava nem de falar ou se quer enxergar para se sentir. Depois saiu apressadamente rumo ao seu quarto sem falar qualquer palavra. Naquele momento Nakamura sabia que tinha mudado completamente rumo de sua relação com o menino, bem como o garoto não seria o mesmo depois daquela conversa.


Considerações:

Objetivo: +100 Pontos em Status
Regeneração: --
Recuperação: --

Jutsus Utilizados:

Databook:

• Ninjutsu: 2 - Avançado
• Genjutsu: 1 – Iniciante
• Taijutsu: 4 – Especialista
• Inteligência: 1 - Normal
• Força: 2 - Forte
+ 12m de Precisão/Alcance & 12m/s Velocidade das Armas.
+ Dano adicional: 20HP.
+ Dano Reduzido: -10HP
+ 45 Espaços.
• Velocidade: 4 - 18m/s
• Stamina: 2 - 4 Posts.
• Selos de Mão: 0 - 1 selos/s.
Totais Primários: 16

Regeneração:
Recuperação:
Sensoriamento:
Shurikenjutsu:
Cura:
Absorção:
Ninshu:
Combate:
Ilusão:
Totais Secundários: 0
Qualidades e Defeitos:

Qualidades
-Grande Determinação
-Agilidade Aguçada
-Versátil & Hábil
-Habilidade em Taijutsu

Defeitos
-Esquizofrenia
-Tique
-Fobia – Claustrofobia
Bolsas de Armas :


+5 Kunai [5]
+5 Shuriken [5]
+5m ‎Fio de aço - 1 de [1]
+8 Kibaku Fuuda - 2 de [2]
+5 Kemuridama [5]
+2 ‎‎Hikaridama [2]

(c)

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler de Status] Hatake Meni - Publicado 7/6/2021, 21:55

O tempo do início do tópico não condiz com a abertura do tópico. "Era de tarde", só acontece se você posta antes das 18h30. Relevando isso, em prol das palavras de sobra e considerando que não afetou o RP, tá aprovado.
Na próxima eu vou reprovar.

Resposta Rápida

Área para respostas curtas