>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera

saxopanda
Genin
saxopanda
Vilarejo Atual
Ícone : [Treinamento] Aprendendo a ser enganado. JoXvx7K

https://www.narutorpgakatsuki.net/t74013-ficha-katsushiro https://www.narutorpgakatsuki.net/t74025-gestao-de-ficha-katsushiro

[Treinamento] Aprendendo a ser enganado. - 29/11/2020, 15:48

Katsushiro nunca gostou de mentir, sempre tentou o máximo manter sua palavra, mesmo com os professores da academia sempre dizendo que o ninja honesto não vive muito. Ora, é claro, um ninja quer permanecer nas sombras, enganar o oponente, silenciosamente o superar e matá-lo pelas costas, sem riscos, sem revelar o seu rosto, pegar o oponente desprevenido e matá-lo sem sequer revelar toda sua capacidade. Essa eram as lições que o jovem Genin menos gostava nos seus tempos de academia ninja, agora estava graduado, e sabia que a respeito da arte do engano, de ilusões, de armadilhas existia uma lacuna em seus conhecimentos, muitas vezes caía em truques baixos quando praticava com seus amigos alguma técnica ninja que o superavam não por habilidade, mas por enganá-lo. Era por demais ingênuo, como todas as crianças que tiveram uma boa infância, agora o garoto se tornara um ninja formado, um Genin, ser enganado por uma ilusão, por trapaças astuciosas e outras técnicas da arte da enganação, significa a derrota e possivelmente a morte, tinha consciência disso, e tinha consciência também de ter que preencher essa lacuna, aprender também a enganar e não ser enganado, iludir e se desiludir.

Não sabia por onde começar, não tinha a coragem para abordar um dos seus velhos professores da academia ninja, era muita humilhação admitir para as pessoas que o consideraram pronto para se tornar um genin, que ele não estava pronto de verdade, só se sentiria pronto quando essas lacunas fossem superadas, e por isso decidiu só pegar alguma missão quando alcançasse essa meta, é claro, sua vida estaria em jogo em nome de Kumogakure, até mesmo as mais simples das missões possuem riscos, diziam os professores, mesmo que mínimo, e Katsushiro tinha medo da morte, mais que tudo, não tornou-se um ninja para jogar sua vida fora, sem propósito, e sim ajudar as pessoas, e a primeira pessoa que ele tinha que ajudar era a si mesmo, a não ser mais enganado e iludido, era hora de amadurecer e perder toda aquela ingenuidade infantil.

Decidiu ir para a biblioteca, lá, com certeza, encontraria algum pergaminho sobre o tema, ou alguma pista sobre como avançar nessa esfera específica. Estava nevando de leve quando saiu do orfanato em direção à aguardada e totalmente não enfadonha sessão de leitura, o dia estava frio mas Katsushiro estava até confortável debaixo dos pesados panos que trajava, não demorou muito para chegar na biblioteca e encontrar alguns títulos de pergaminhos que capturaram seu interesse. “A arte secreta da ilusão ninja”, “Domine os segredos e seus oponentes cairão aos seus pés”, “Técnicas básicas de Genjutsu”, “Estratégias para ninjas inteligentes.”, “Genjutsu 101: Princípios básicos”, “Psicologia Humana: artes secretas para compreender a psiché”, “Como enganar seus oponentes: um guia para idiotas”, “Os maiores e lendários ninjas enganadores”. Tinha dificuldade para carregar todos consigo e rapidamente encontrou uma mesa vazia para se sentar, não foi difícil, a maioria delas estava vazia, aparentemente poucas pessoas gostavam de ler e estudar, e além da recepcionista e um outro Genin limpando os livros e pergaminhos da biblioteca ele parecia ser o único ali. Não era uma criança acostumada a ler, ainda mais pergaminhos técnicos sobre Genjutsu, e a cada duas linhas sua mente começava a derivar e o levava pro mundo da lua, sua imaginação era bastante fértil, e cada exemplo que o pergaminhos davam, de situações práticas, por mais complicadas que eram escritas, entravam na sua cabeça e fazia experimentar aquela situação quase nitidamente dentro de sua cabeça. Perdeu a noção do tempo, tinha algo ali, naquelas histórias, mesmo que nem todas parecessem verdadeiras, em cada exemplo dado pelos pergaminhos atinava algo no garoto, os mestres da ilusão e suas histórias, pareciam tão incríveis como quanto os ninjas mais fortes que conhecia.

A sessão de estudos do garoto é interrompido por uma pessoa que senta na mesma mesa que ele, sem falar nada. Era uma mulher mais velha, bonita, traços finos e cabelos longos e negros, corpo voluptuoso, usava um vestido colado no corpo carmesim, carregava um pergaminho e começou a ler sem hesitação, deu pouca importância à Katsushiro. Estranho, a biblioteca estava toda vazia, e ela veio sentar logo na mesma mesa que ele, o que quer aquela dona? Estes pensamentos passam brevemente pela mente do garoto antes que ele retorna à sua leitura. Mais algum tempo passa, e quando o Katsushiro toma consciência de si, os livros que ele estava lendo não falavam mais de Genjutsu, e sim se tratavam de literatura infantil, com fábulas e grandes figurinhas de animais antropomórficos. Assustado levanta o olhar e se vê face à face com a risada daquela dona que sentou perto, ela estava rindo muito.

- Ei! O que você fez? - pergunta o garoto, sussurrando claro, estavam ainda na biblioteca, a recepcionista e o Genin que limpava os livros estavam quietos, nada fora do normal, além do fato de que os pergaminhos sobre Genjutsu e estratégias que estava lendo tinha acabado de se transformar em pergaminhos para entreter crianças.

- Hohohoh – Ela possuía uma risada peculiar, mas uma voz doce e encorpada – Ora, você não estava lendo, ““Psicologia Humana: artes secretas para compreender a psiché”, é um livro muito bom, que ninjas normalmente leem para melhor a prática com Genjutsus. Você é um estudante da academia? Não está tarde pra você ficar sozinho na biblioteca? - Termina sua fala num tom jocoso.

-Não...não – responde ela ainda sussurrando – Eu já sou um Genin! Estou estudando para melhorar – A mulher continua rindo dele.

- Você ainda não percebeu o que eu fiz? Só utilizei os princípios básicos do Genjutsu para enganar o seu sentido, induzi sua visão a substituir as palavras difíceis dos livros técnicos por uma história infantil, acho que seu cérebro me agradeceu por isso, Hohoho – Ela ri e continua sua fala. - Olha só, você consegue reverter isso, você deve ter lido aí nos livros. Primeiro você tem que identificar que está num Genjutsu… depois disso, já que seu cérebro está cheio de meu chakra criando ilusões em você, você tem identificar como estou fazendo isso, e impedir isso, o modo mais fácil é utilizando o Genjutsu: Kai, para impedir a circulação de chakra nele num curto período de tempo, assim você vai conseguir voltar a estudar, tente garotinho. -

Katsushiro escuta a mulher com atenção, a voz doce dela o seduzia com cada palavra, quase que hipnotisava-o, tentava seguir o que ela falava, ficou em silêncio de olhos fechados por um bom tempo, canalizando seu chakra e tentando utilizar o Kai, técnica já tinha aprendido na academia ninja, era o básico do básico, ele conseguiria se ver livre das rédeas dela em breve, mas ele tinha dificuldade de aplicar o que tinha acabado de estudar, de fazer um autoexame dos seus sentidos, ver o que batia o que não batia. Não foi fácil, passou um bom tempo ali, concentrado dentro de si, até que conseguiu desvencilhar-se.

-Kai! - Sua voz irrompe eliminando todo o silêncio naquela biblioteca, assustando tanto o outro Gennin que limpava e a recepcionista. Quando abre os olhos, os pergaminhos voltaram ao normal, era de fato, tudo uma ilusão, até mesmo a mulher, que não estava mais lá, Katsushiro agora não sabia se era delírios sonolentos por passar longas horas sentados ali, ou se estavam pregando uma peça nele. Fez das visitas àquela biblioteca um hábito, com o intuito de resolver esse mistério, e aprimorar suas habilidades ninjas, no que diz respeito especificamente aos genjutsus, e sua habilidade de fazer armadilhas e enganar os oponentes, fazendo-os acreditar naquilo que não está lá, assim como o próprio garoto acreditou naquela mulher, uma ilusão por trás de outra.

Considerações:

1275 /900 palavras
HP: 200/200 CH: 200/200 ST: 0/2
Objetivo: Treinamento de Genjutsu e Inteligência (+2 cada), considerando a possibilidade de fazer 2 treinos em 1 post de 900 palavras.
Resumo/Detalhes:  Considerando o bônus do Mês do UP.

Jutsus utilizados e ativos:

Genjutsu: Kai
Rank: Variável
Descrição: O Genjutsu: Kai é utilizado para libertar a si ou à outras pessoas de um genjutsu. Ao cair em um genjutsu, o chakra no cérebro do alvo passa a ficar sob o controle do seu inimigo. Interrompendo a circulação do chakra por um curto período de tempo, é possível quebrar a ilusão. Caso esse método falhe, ainda é possível escapar do genjutsu com auxílio externo, com um companheiro tocando-lhe e emitindo chakra para descontrolar a circulação do chakra no seu corpo. Um jinchūriki que formou uma boa relação com a sua besta com cauda pode usufruir desse último método sempre que precisar.

Databook:


2 Ninjutsu
2 Taijutsu
1 Genjutsu
2 Inteligência
1 Armadilha e 1 Percepção de Armadilha a cada três turnos
1 Força
 8m & 8m/s. E +10 de Danos Adicionais
1 Velocidade
6m/s de velocidade de movimentação
0 Stamina
2 Posts de limite de cansaço
0 Selos
1s/s.

Qualidades, bonificações e defeitos

Instintos Anormais (3)
Tipo: Inato.
Descrição: Alguns personagem parecem poder predizer o que virá a seguir, eles literalmente antecipam-se seja através de uma análise psicológica ou até mesmo do ambiente, conseguindo assim escapar de situações adversas com maior facilidade.
Bonificações: Podem uma vez a cada dois turnos antecipar alguma ação sem receber punições, porém deve-se ainda assim explicar de modo plausível como antecipou.

Agilidade Aguçada (2)
Tipo: Inato.
Descrição: Muitos personagens nascem ou adquirem ao longo de suas vidas uma agilidade anormal perante outros, eles conseguem se esquivar com mais facilidade, bem como criar ataques e movimentações mais ligeiras em contraparte aos demais shinobis.
Bonificações: Acréscimo de 1 Ponto em Velocidade & capacidade de desviar por reflexo de movimentos com até dois pontos superiores, porém não é capaz de enxerga-los.

Molenga (1)
Tipo: Superável.
Descrição: Muitos personagens são considerados por muitos como molengas, pois diferente da maioria dos shinobis, eles não conseguem induzir sofrimento às pessoas, mesmo inimigas, sempre buscando um modo pacífico de enfrentar os problemas.
Influências: Não é capaz de faz mal a ninguém, mesmo inimigos, exceto se eles o fizerem primeiro.

Inabilidade Elemental (3)
Tipo: Fixo.
Descrição: Alguns personagens não conseguem de modo algum desenvolver habilidades elementais com seu chakra.
Influências: Incapazes de aprender e usar naturezas elementais.
-
Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Ícone : [Treinamento] Aprendendo a ser enganado. URkFDZ9

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu

Re: [Treinamento] Aprendendo a ser enganado. - 29/11/2020, 17:30

@Saxopanda Treino de Genjutsu 1 Ponto e Inteligência 1 Ponto Aprovados! (Como é mês do UP, acaba dobrando isso!)

Sim, é possível sim fazer em One Post, desde que tenha o mínimo de 450 palavras para cada temática, e tudo está nos conformes. Também é bom lembrar que o limite semanal é de 2 treinos, e esse One Post com 2 treinos atinge o seu limite semanal!
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.