:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Filler] Efeito Coriolis Xoj9u7k

Senko'
Godaime Mizukage
Senko'
Vilarejo Atual
[Filler] Efeito Coriolis Xoj9u7k

[Filler] Efeito Coriolis - Publicado 16/11/2020, 18:11

Efeito Coriolis
HP: 1950 | 1950CH: 2850 | 2850 • ST: 0 | 5

O jovem Matsuda, em sua inocência e simplicidade, andava com as roupas rasgadas. Inúmeras missões por semana, sempre à serviço dos interesses do gabinete da Hokage. Chegou na casa dos seus avós mais uma vez cansado depois de um longo dia de tarefas shinobi e, sem nem mesmo falar com ninguém, foi tomar um quente e relaxante banho. Esse momento era um ritual importante para o garoto, era ótimo para deixar qualquer stress do dia ser levado pelas águas, um momento para exercer a vaidade e se encher de coisas boas, descansar e encarar o resto da noite. Ligou o chuveiro e cantarolou umas duas músicas, sentindo o vapor subir e embaçar o vidro do box, o espelho… enfim, as gotículas de água tomavam conta do banheiro, era uma verdadeira névoa.

Ao sair do banho, alcançou o creme dental e começou a escovar seus dentes. O menino brincava com a água que restava na cuba. Senko tinha o costume de deixar o ralo tampado e encher a pia até o limite para, no fim, brincar com o redemoinho que se formava com a água indo embora pelo cano. A felicidade vem em coisas tão simples... tão simples quanto um redemoinho numa pia de banheiro.

Saindo do banho, foi direto para seu quarto vestindo sua toalha na cintura, mas... suas roupas já não estavam no armário, muito menos em cima da cama. O garoto estranhou porque sua avó nunca havia deixado uma roupa sequer fora do lugar. — Ô vó! Você viu a minha roupa?!

Makie foi até o quarto e trouxe consigo uma caixa de madeira simples. — Aqui, meu filho. — Ela colocou a caixa em cima da cama e saiu rapidamente. — Estamos te esperando na sala.

Senko franziu a testa e abriu a caixa com cuidado. Lá havia uma roupa semelhante ao que o garoto usava, mas de cores bem diferentes. Uma camiseta preta com colete azul – um azul da mesma cor das vestes de Hidenori – e de material muito superior ao material que Senko estava acostumado a vestir.

O jovem Matsuda vestiu-se com prontidão e foi até a sala de estar. Todos os membros da família estavam reunidos, algo bem atípico para o cotidiano daquele agregado familiar. — Er... o que aconteceu? — indagou, confuso.

— Bom... na noite de ontem recebi uma carta de um mensageiro de outra vila. — Hidenori começou a falar com uma voz bem séria. — Um Jōnin de Uzushiogakure no Sato veio até aqui e fez questão de entregá-la pessoalmente, dizendo que era uma informação super importante.

O avô de Senko fez um gesto com a mão para que o garoto se sentasse para ouvir as notícias. — Bem... nessa semana, a Mizukage veio a falecer. — disse. Todos permaneceram em silêncio, mas com um semblante de preocupação. — Uzushiogakure precisa de um novo líder, mas na vila não há um ninja que satisfaça as exigências do conselho e do Daimyō.  E... por já ter tido relações amistosas com o Daimyō do País da Água, fui convocado para a reunião que será realizada na noite de amanhã.

— Vovô... o Senhor vai ser Mizukage? — perguntou Senko.

— Não! Acha? Vou fazer parte do conselho que indicará o novo líder. Sendo assim, todos vocês irão comigo. Arrumem suas malas, vamos partir em 30 minutos.

Makie olhou para Senko e deu um discreto sorriso e apontou para o canto da sala. A mala de Senko já estava pronta. Curioso, o menino foi até os fundos da casa e abriu a lata do lixo. Lá estavam todas as roupas velhas do Senko. Sendo assim, deduziu que dentro daquela mala só estavam roupas novas como a que ele usava nesse momento. “Estranho...”

E, quando se passaram exatos 30 minutos, a família partiu. Hidenori e sua esposa, Harumi e seus filhos e Yumi. Foram até o caís de Konoha à leste e entraram num barco bem moderno com alguns símbolos do País do Redemoinho. Era uma viagem que duraria um dia inteiro. Bom, pelo menos dessa vez eles não iriam mudar de País a pé, já era um bom início. Depois de umas duas horas, Senko começou a comer no deck do barco observando o oceano. “Essas férias vão ser boas pra relaxar um pouco. Hm... mas...”

— Vô, quando nós vamos voltar pra casa? — berrou para o avô que estava logo atrás lendo alguma coisa.

— Hm? Quem disse em voltar? Essa viagem é só de ida.

— QUE?! COMO ASSIM?! TÁ MALUCO?! E-eu tenho obrigações na vila da Folha, não! — ele começava a pular e gritar para o comandante — PAREM O BARCO! Tem algum engano!

— Ei, ei, EEEEI! — Hidenori dá um gritão e puxa Senko pelo braço, obrigando-o a sentar. — Aquieta aí, moleque. Você já vai entender.

Senko mal dormiu naquela noite. Tinha acabado de conhecer outros ninjas da vila, parecia que nunca conseguia se estabilizar em um só lugar. Viveria nômade para sempre? Queria ter raízes em algum lugar ou voltar para sua terra natal de uma vez por todas. Nesses poucos meses que esteve em Konoha sentiu-se tão bem, era um ambiente que ele gostava de estar. Era dolorido ter que destruir o princípio de amizade que estava criando com alguns ninjas. Tudo isso para seguir as obrigações do velho rabugento numa vila que o garoto nunca tinha visitado.

Depois de tanto pensar e lamentar a sua saída, capotou. Quando acordou, já estava fora do barco sendo carregado nos ombros do irmão. Fingiu ainda estar dormindo, aliás, já fazia algum tempo que não era carregado assim. Foram para uma pousada e lá esperaram a reunião que aconteceria à noite.

Quando a noite chegou, só Senko e Hidenori saíram do hotel. Senko não entendia ainda o porquê de estar indo para a reunião junto com seu avô, ainda mais para algo tão confidencial. Após uma caminhada de mais ou menos 25 minutos, chegaram até uma construção no centro da vila. Hidenori e seu neto entraram no edifício e foram subindo as escadas daquele prédio.

Chegaram numa sala ampla com uma mesa no centro, rodeada por vários outros adultos e, na ponta, o Daimyō.

— Finalmente chegaram. Sejam bem-vindos, vamos começar. — disse o Daimyō, com um grande sorriso no rosto. — O novo Mizukage é um pouco menor do que eu pensei, mas acredito na sua capacidade de escolha, Hidenori.

Senko gelou por completo, boquiaberto.

Leia as considerações:
(c)
[Filler] Efeito Coriolis CjdvaXH

Doroy
Genin
Doroy
Vilarejo Atual
[Filler] Efeito Coriolis CjdvaXH

Re: [Filler] Efeito Coriolis - Publicado 16/11/2020, 22:47

@

_______________________

Ficha - Banco - G.F - C.H