:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
O Dia Mais Claro
Arco 02
Ano 13 DG
Outono
Com o fim da guerra em Oto, o mundo estava se reajustando uma vez mais. Embora se vendo como inimigas, as Cinco Grandes Nações se reergueram novamente, cada uma à sua maneira. Suna e Iwa ainda se mantinham sem Kages, e em cada uma um conselho de alto nível foi formado. Em Kumo, Kagaya focou em deixar seus ninjas mais poderosos e passou a exigir deles ainda mais comprometimento em batalha. Kaden, mesmo emocionado com a difícil vitória, levou novas esperanças à sua vila, Konoha, e, aliviado pela renúncia de Kamata ao posto de Senhor Feudal, via na nova Senhora do Fogo uma forma de deixar tudo que aconteceu em Oto enterrado em Oto, para que todos seguissem em frente, para o futuro. Em Kiri, Jyu apresentou um novo investimento, e, agora, a vila investia na área cientifica, trabalhando com engenharia genética e mecânica; um jovem engenheiro, Moira O'Deorain, lançava um produto que alavancaria Kiri e todo o mundo ninja, sua nova criação: “Vita”. Ao mesmo tempo, saindo das sombras, a organização privada HYDRA se apresentava ao mundo, investindo pesado em tecnologia e criações para torná-lo um lugar melhor.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Salvatore
Salvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234
Sr. L
Sr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549

[Filler de Troca de Vilarejo] - Novos Ares 9zSthXZ

Makkokun
Chūnin
Makkokun
Vilarejo Atual
[Filler de Troca de Vilarejo] - Novos Ares 9zSthXZ

[Filler de Troca de Vilarejo] - Novos Ares - Publicado Qui 5 Nov - 19:10

Uchiha Satoshi
HP 1350/1350; CH 1600/1600; ST 00/05;



Era uma manhã gélida na Aldeia Oculta do Redemoinho, o outono que por si só já era uma estação fria, já estava quase em seu fim, sendo possível perceber a queda de temperatura que já estava ocorrendo por todo o País da Água, ainda não estavam no ponto de nevar, isso só acontecia no apogeu do inverno, todavia, o clima já estava quase de neve, e isso você percebia até mesmo pela maneira que as pessoas já estavam se vestindo, cachecóis, sobretudos, mais de uma blusa de frio ao mesmo tempo, coisas comuns para a época. Alguns até mesmo diziam que o frio fazia as pessoas se vestirem melhor, obviamente isso dependia do gosto de cada um, contudo, o jovem de cabelos brancos que estava sentado no alto de um pequeno monte, observando o movimento de toda sua vila, concordava bastante com isso, era um dos motivos que gostava tanto de frio, afinal, mas naquele momento, nem aquele tipo de coisa conseguia distrair o jovem Uchiha de seus pensamentos, pensamentos estes que sempre se voltavam ao mesmo acontecimento.

“ Esses olhos são mais uma maldição do que algo bom “ – O garoto de cabelos brancos repetia em sua mente as palavras que seu professor preferira, naquele fatídico dia na casa de sua mãe, onde aprendeu sobre suas verdadeiras origens. Naquele instante, o garoto não entendeu o que seu professor quis dizer, mas após o despertar de seus olhos e o estado em que sua vida ficou depois daquilo, ele compreendeu tudo o que Satou quis dizer. A cada dia que passava Satoshi se acostumava mais com a ideia de ser um membro de um clã tão importante para a história de seu próprio mundo, hoje até mesmo pensa em já se apresentar como um Uchiha e não com o sobrenome de seu pai, mas principalmente, o que mais estava mudando em si era sua própria força, o poder dos Uchihas era algo que nem ele entendia direito ainda, mas sentia ficar mais poderoso, quanto mais tempo passava mais ele via seus olhos melhorarem, ficarem mais poderosos, e isso lhe dizia que os problemas que já havia enfrentado por pertencer ao clã Uchiha, estavam só começando, ele tinha um grande pressentimento que ainda teria de enfrentar diversos desafios por causa daqueles olhos, pois eles realmente eram poderosos.

“ A maneira que aquele mascarado falava, ele parecia entender muito do Sharingan... me pergunto como que ele sabia, talvez ele já tenha conhecido algum Uchiha na vida dele? Ou então ele simplesmente tenha estudado e achou um par de olhos fáceis para ser tomado, acredito que eles sejam bem cobiçados em diversos lugares do mundo... “ – O garoto pensava, completamente perdido em suas indagações, de uma maneira ou de outra, ele sempre acabava voltando a pensar justamente naquilo, e quando isso acontecia, era impossível não ficar com raiva e também com sede de vingança, apesar de nem ao menos ser do seu feitio ter tantas emoções negativas, todavia, quando o assunto era aquele homem mascarado, ficava inevitável para o garoto.

— Vejo que você não seguiu meus conselhos e ainda continua aqui, nesse momento eu imaginava que você já estivesse muito longe desta vila, garoto. – Satoshi se assustou ao escutar repentinamente uma voz atrás de si, todavia, não era uma voz desconhecida, ele já havia a escutado anteriormente, e ao se virar de costas para ver quem falava consigo, o jovem genin de cabelos brancos sanou sua dúvida e viu que de fato, já conhecia aquela voz, era o mesmo o senhor de barba longa que encontrara no cemitério quando enterrou Satou. — Você é aquele velho de antes... você está me perseguindo por acaso? – Perguntava, desconfiado de ver mais alguém naquele lugar isolado, ainda mais alguém que já conhecia.

— Pode-se dizer que sim, mas não da maneira que pensa, acredite se quiser, mas é para seu próprio bem, garoto, a cada dia que passa ele está agindo mais e ficando cada vez mais perto de conseguir o que ele quer... ou seja, conseguir você. – O velho falava, novamente sendo enigmático, como da primeira vez que se conheceram, contudo, Satoshi sabia de quem ele falava. — Você é bem estranho, sabia disso? Inclusive nem sei se eu deveria confiar em você, mas... quando falo com você não sinto o mesmo calafrio de quando falei com ele, então creio que você não seja tão ruim assim. – Falava, se lembrando das vezes que encontrou o mascarado e a maneira que se sentiu. — E eu sei... desde aquele dia quando ele estava disfarçado eu venho tomando mais cuidado, inclusive, já acertei a minha saída do País da Água, minha mãe está me esperando onde provavelmente pegaremos um barco, contudo, não sabemos para onde ainda. – Satoshi somente sabia que estava na hora de deixar seu lar, ele sentia que estava cada vez mais em perigo, e isso talvez afetasse até mesmo sua mãe, que nem morava consigo, morava fora da Aldeia do Redemoinho, em uma pequena vila no meio da maior ilha do País da Água.

— Eu já lhe disse para onde você deve ir... busque abrigo no relâmpago, lá você não só estará mais a salvo do que aqui, como também irá poder descobrir mais de si mesmo, entretanto, não relaxe, pois até mesmo lá, ele ainda irá te achar, pode ter certeza disso, ele não irá descansar até ter o que quer. – O velho falava, passando sua mão direita por toda a extensão de sua barba, enquanto com a esquerda ele se equilibrava em uma bengala. Satoshi nem ao menos sabia o nome dele, todavia, ele parecia ser um inimigo do mascarado, e como dizia o velho ditado, o inimigo de meu inimigo, é meu amigo, portanto, isso já era suficiente para ele ter uma mínima confiança naquele senhor.

— Buscar abrigo no relâmpago... já é a segunda vez que você falha isso, velho, na primeira eu não entendi, mas agora eu vejo, é o País do Relâmpago, não é? – Falava, se levantando do chão onde ainda estava sentado até o momento, e indo em direção a saída da Aldeia do Redemoinho, já havia acertado toda a parte burocrática de sua saída, agora restava somente ir até a costa e pegar um barco juntamente. — Bom, eu ainda não sei o que vou encontrar por lá, mas eu sei que aqui eu não posso continuar, não com alguém esperando qualquer chance para me atacar, espero que o País do Relâmpago me dê um pouco mais de sorte, até algum dia, isso se nos encontrarmos novamente. – Falou, se despedindo do velho e partindo em direção a saída da Aldeia do Redemoinho rapidamente, não tinha nada que o ligasse aquele lugar mais, então nem ao menos se preocupou com despedidas.

— Sinto muito garoto, mas sorte não é algo que acompanha alguém do seu clã. – O mais velho falava somente para si, observando Satoshi já longe, a uma distância que ele obviamente não escutaria.

Enquanto observava o jovem de cabelos brancos sumir no horizonte, um ninja da Aldeia do Redemoinho apareceu ao seu lado, como se tivesse se teletransportado para ali. — Quanta audácia sua sair das sombras e aparecer justamente na minha frente. – O velho falava com o ninja, que momentos depois, mudou completamente sua aparência para um homem usando um uniforme negro uma máscara com um círculo vermelho na testa.— Você não vai conseguir proteger ele para sempre, sabe disso, não é? Não importa para que país ele vá, eu vou achar ele, só quis deixar isso claro para você, pois seus esforços são inúteis. – O mascarado falou, de maneira ríspida, desaparecendo novamente, deixando o velho sozinho no alto daquele monte, observando a Aldeia do Redemoinho.

—X—

Satoshi agora já estava na costa do País da Água, acompanhado de sua mãe, que ainda não entendia muito bem o que estava acontecendo, afinal fora tudo muito repentino, contudo, a mulher sentia que algo estava acontecendo, ainda mais depois da morte brutal de Satou, portanto, ela não questionou seu filho sobre aquela repentina decisão, pelo menos não por agora, mas no futuro, ela ainda teria que conversar muito mais com ele.

— Ali está o barco que iremos pegar até o País do Relâmpago, mãe, sei que foi tudo muito rápido, mas prometo que depois que chegarmos e nos acomodarmos, irei explicar direito para a senhora o que está acontecendo. – Falava com sua progenitora, sabia que a mulher estava preocupada, portanto tentava acalmar um pouco ela enquanto adentravam ao barco.

Depois de mais alguns minutos, o barco finalmente deu partida, aos poucos deixando a costa do País da Água, indo em direção ao oeste, tomando o caminho pelas margens do continente principal. A viagem fora longa, ainda mais considerando a lentidão do barco, que apesar de não ser a vela, era movido manualmente também, contudo, após alguns dias no mar, Satoshi e Mira haviam chegado à costa do País do Relâmpago.

— Finalmente estamos aqui, agora nos resta somente a viagem até a vila. – Falava com a mais velha enquanto saíam do barco. A partir daquele momento, Satoshi juntamente com sua mãe atravessou uma pequena parte do País do Relâmpago, atravessando principalmente as grandiosas montanhas do país, para chegar até o seu destino final, a Aldeia Oculta da Nuvem, sua nova casa.






Considerações:

Spoiler:

Objetivos/Resumo:

— 1535 Palavras;
— Filler de Troca de Vilarejo para Kumogakure (Primeira troca, então são somente 1500 palavras mínimas);
— Link da ativação do item: https://www.narutorpgakatsuki.net/t72408p30-mod-ag-makkokun#568588
Atributos:
♦ [05*] Ninjutsu
♦ [00] Taijutsu
♦ [02] Genjutsu
♦ [03] Inteligência
♦ [01] Força
♦ [02] Velocidade
♦ [03] Stamina
♦ [02] Selos

♦ [06] Regeneração
♦ [00] Recuperação
♦ [00] Sensoriamento
♦ [00] Shurikenjutsu
♦ [00] Cura
♦ [00] Absorção
♦ [00] Ninshu
♦ [00] Combate
♦ [00] Ilusão

♦ [24] Totais
♦ [00] Extras
♦ [15] Adquiridos
Qualidades e Defeitos:
QUALIDADES
— Grandes Reservas de Chakra (00)                          
— Habilidade em Ninjutsu (02)
— Grande Controle de Chakra (02)

DEFEITOS
— Código de Honra: Derrota (02)
— Maldição do Ódio (01)
— Amnésia Dissociativa (01) (Anulado com o despertar do Sharingan)
— Ironia (01)
— Falta de Habilidade Social (01) (Superado)
Invocações:
Jutsus Usados:
Jutsus Preparados:
Armas:
+Hitai-Ate - Braço esquerdo (00)
+Kemuridama x5 (05)
+Hikaridama x3 (03)
+Kunai x5 (05)
+Kibaku Fuda x4 (01)
+Shuriken x4 (04)
+Fios de Aço 20m (02)
-



-x-

Bahko
Shodaime Tsuchikage | Heroína
Bahko
Vilarejo Atual
-x-

Re: [Filler de Troca de Vilarejo] - Novos Ares - Publicado Qui 5 Nov - 21:26

Ok

_______________________

[Filler de Troca de Vilarejo] - Novos Ares 363d9efe6164d517e2bff7a891188d58

Resposta Rápida

Área para respostas curtas