:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos 9zSthXZ

Makkokun
Chūnin
Makkokun
Vilarejo Atual
[Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos 9zSthXZ

[Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos - Publicado 5/10/2020, 02:17

Hatake Satoshi
HP 1000/1000; CH 1050/1050; ST 00/05;




Satoshi caminhava calmamente pelas ruas nebulosas da Aldeia do Redemoinho, como já era de costume, tanto seu, quanto da sua própria vila, que mesmo no verão ainda continuava com aquela famosa névoa, que em outrora já foi o nome de até mesmo outra vila ninja que existiu no País da Água.

Apesar da história do País da Água ser interessante, indagar sobre aquilo não era o motivo do garoto estar perambulando pela vila naquele momento, o jovem Hatake andava para tentar livrar sua cabeça de pensamentos e memórias ruins, que permeavam em sua mente desde o acontecido de alguns dias atrás, na última missão que fizera.

Cerca de quatro dias atrás, Satoshi fora mandado para fora da Aldeia do Redemoinho em uma missão ninja, a mais difícil que recebera desde que se formou um genin, teve de viajar até o País do Ferro, e na nação estrangeira, acabou encontrando inimigos com os quais teve que lutar contra, e foi graças aquela luta que desde então o garoto de cabelos brancos não tivera uma noite de sono calma, sempre tendo pesadelos com o acontecido.

Na batalha que aconteceu no País do Ferro, foi onde o genin da Aldeia do Redemoinho acabou tirando a vida de outra pessoa pela primeira vez. Sabia que mortes faziam parte da vida de um ninja, seu próprio pai morreu juntamente com a antiga Aldeia da Névoa, cumprindo os deveres de um ninja até seu último suspiro, todavia, ter matado alguém com suas próprias mãos, aquilo não era algo fácil de digerir, e por isso o garoto tentava reservar algum tempo para ficar a sós com seus pensamentos, afinal, com exceção de seu professor, não tinha ninguém com quem conversar sobre tais coisas, infelizmente todas as pessoas que conhecia acabavam se afastando de si uma hora ou outra, por mais que quisesse que elas continuassem falando consigo.

Após andar por mais alguns minutos, Satoshi chegou em um terreno vazio onde havia os restos de uma antiga construção, já havia visto aquele lugar algumas vezes, mas nunca se importara o suficiente para tentar explorar aquele local, contudo, atualmente não tinha nada a perder, poderia ser até mesmo interessante explorar aquela atngia construção, talvez até mesmo achasse algo de valioso perdido, pensava o garoto, adentrando o lugar.





Considerações:

Spoiler:
-



Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos - Publicado 6/10/2020, 00:10


Acima do Kaos

A névoa era algo comum à Uzushiogakure, tanto que a população mal se incomodava com sua presença. Keiji era um desses. Entretanto, nos últimos dias isso começou a incomodá-lo. Era verão, sua estação do ano preferida, mas, ele mal podia ver o sol na maioria dos dias. Tudo o que ele mais desejava era poder vê-lo com mais frequência. Até mesmo a lua e as estrelas. O Senju passou horas viajando nesses pensamentos.

“Que tédio!” — Bocejou. “Quem sabe ela não dê uma trégua.” — Levantou e caminhou até o quarto para pegar sua bolsa de armas. Talvez, um pouco de treino fizesse com que as horas passassem mais rapidamente.

Direcionou-se, então, até o lugar de sempre: aquele pacato terreno vazio com restos de uma antiga construção. O chunin sempre se perguntou que tipo de negócios mantinham ali ou como eram os moradores da casa. Essas eram respostas que, talvez, jamais encontraria. Entretanto, era curioso um terreno tão grande estar completamente abandonado nos dias atuais. Na verdade, Keiji pouco se importava com isso, afinal, conseguira um local perfeito para treinar sem ser incomodado. Até mesmo para momentos de lazer já o utilizou.

Foi inclusive ali que o Senju descobriu ter herdado a rara Kekkei Genkai de seu clã – Mokuton – a cerca de uma semana a trás, se não lhe falhasse a memória. Todavia, assim como todo bom iniciante, tinha um longo caminho a percorrer. Então, treinos e mais treinos eram necessários. Hoje, estava disposto a treinar uma técnica de defesa que leu sobre no mesmo pergaminho deixado por sua mãe. Sem perder tempo, amarrou a bandana vermelha à cabeça. O garoto calmo e sem sal, agora exalava energia e demonstrava uma personalidade forte.

— VAMOS PORRA! VEM ME MATAR! — Gritava ao sacar suas kunais da bolsa de armas. Então, jogou-as para cima de modo que elas caíssem sobre a sua cabeça. Elas subiram, atingiram a altura máxima e começaram a cair. Keiji realizou uma rápida sequencia de selos e antes que as kunais o atingissem vários pilares de madeira começaram a surgir do chão e formaram uma cúpula que o protegeu por completo. — AINDA NÃO TÁ BOM, KEIJI! VOCÊ É MUITO LENTO! MAIS UMA VEZ, VAMOS! — Bradava. O jovem repetiu o movimento mais algumas vezes até se dar por satisfeito.

Após a última repetição, ele deixou a cúpula, bufando ferozmente. Inconscientemente, ele levou a mão até o queixo e estalou o pescoço. Nesse instante, a bandana, que não se encontrava muito bem amarrada, caiu e Keiji se acalmou voltando a sua característica expressão despreocupada. Logo a sua frente, notou que um garoto de cabelos brancos e altura muito parecida com a sua o observava.

— Hã? — Deixou escapar, curioso.

HP: 1900 | 1900
CH: 2313 | 2350
ST: 01 | 07


OPEN:
[Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos 9zSthXZ

Makkokun
Chūnin
Makkokun
Vilarejo Atual
[Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos 9zSthXZ

Re: [Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos - Publicado 6/10/2020, 01:45

Hatake Satoshi
HP 1000/1000; CH 1050/1050; ST 00/05;



Quando adentrou aquele terreno, Satoshi não havia percebido, mas existiam algumas coisas naquele local que se destoavam do resto da construção, no caso, eram árvores, e o que mais deixava o garoto intrigado, era que dias antes, da última vez em que ele passou ali perto, ele jurava que não tinha árvore alguma naquele local, até por não fazer muito sentido ter árvores em uma antiga construção abandonada.

— Que estranho, será que eu sou tão desatento assim? — Falava consigo mesmo, tentando de todas as maneiras resgatar as poucas memórias que possuída daquele lugar para ver se realmente estava ficando com algum tipo de amnésia, contudo, logo em seguida escutou uma voz muito próxima de si, de alguém gritando coisas desconexas, havia mais alguém naquela construção. ” Hoje é o dia que esse lugar pegou para me deixar confuso pelo visto. ” — Pensou, indo em direção a voz que escutara.

Se locomoveu com alguns passos, tomando cuidado por onde andava, tanto pelo terreno não ser dos melhores, como também para que quem estivesse perto de si não o percebesse. Ao se aproximar um pouco mais, Satoshi finalmente achou um pilar que daria visão a ele de quem quer que estivesse ali sem que ele ficasse totalmente exposto. ” Acho que aqui está bom o suficiente. ” - Pensou, começando a observar o que ocorria naquele terreno.

De começo, Satoshi não viu nada de mais, a não ser um garoto com uma bandana vermelha na testa parado sem fazer nada. Era um garoto branco de cabelos negros, e sua altura era muito parecida com a sua, talvez alguns centímetros mais alto. ” Até que esse garoto é meio bonito, mas o que ele está fazendo aqui gritando, ele é louco? ” - Indagava, continuando a observar o rapaz. Todavia, nem em um milhão de anos o jovem Hatake achou que veria algo como aquilo, ele não sabia como, mas aquele mesmo garoto, de alguma maneira, estava fazendo árvores crescerem em volta de si, enquanto realizava o selo da cobra com as mãos e ao mesmo tempo gritava igual a um maluco, querendo pegar kunais que ele jogava pra cima com aquela estranha técnica. Sem nem mesmo perceber, Satoshi acabou saindo de trás do pilar, de tão surpreso que estava, e aos poucos foi se aproximando para observar melhor, até que escutou somente um “hã”, com o garoto já sem a bandana olhando de maneira indagatória para sua direção.

— Hã? — Acabou respondendo a mesma coisa, entendendo somente depois que já não estava mais atrás do pilar, mas sim bem na frente daquele garoto. — Ah, merda! Eu sou muito tapado. — Falou consigo, batendo a palma da mão em sua testa logo em seguida, afinal, agora o estranho era ele e não o rapaz que criava árvores, pois apesar dele ter um poder maluco, ele não ficava stalkeando os outros, era Satoshi quem teria de se explicar agora. — Eeeh, bela madeira! — Falava, fazendo o sinal positivo com a mão esquerda. O Hatake não fazia a minima ideia do que estava fazendo ou falando, simplesmente falou a primeira coisa que veio à sua cabeça, tentando iniciar uma conversa, fazendo com que visse o que acabara de falar somente depois de ter falado. — Não! Quer dizer, essa técnica que você usou é legal, isso! — Dessa vez, o garoto de cabelos brancos falou mais confiante, mais como se estivesse falando para si que dessa vez ele estava certo, apesar de na realidade, estar somente extremamente confuso. — Ah, e eu não estava te observando, eu vim aqui por outros motivos e acabei observando você um pouco só. — Se confundia mais ainda com suas palavras, esperando que o garoto não criasse alguma árvore para matá-lo.







Considerações:

Spoiler:
-



Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos - Publicado 6/10/2020, 11:51


Acima do Kaos

O hábito de estalar o pescoço era corriqueiro na vida de Keiji que sequer conseguia se lembrar de quando ou de quem o adquiriu. Não era de todo ruim, afinal, o ato de estalar o pescoço era relaxante e prazeroso. Contudo, o problema residia no fato do Senju perder a concentração sempre que fazia isso. Um outro dia, não a muito tempo, ele quase morreu enquanto treinava com um antigo colega da academia. Eles estavam arremessando kunais na direção do outro afim de conseguir interceptá-las, no entanto, o jovem decidiu estalar o pescoço em meio a isso e por sorte não teve a kunai cravada em sua testa.

Por conta disso, também, o seu treinamento foi interrompido. Na verdade, não só por isso. Havia alguém ali, alguém que ele sequer tinha visto antes pela vila, coisa que, talvez, fosse bem difícil de acontecer. Era um garoto de cabelos brancos e olhos vermelhos, assim como os seus. Meio estranho. Muito estranho, pode-se dizer. Suas falas eram desconexas e, na visão de Keiji, bem confusas. Sem contar que ele mesmo se contradizia.

Em situações normais, o Senju simplesmente daria apenas um “oi” e voltaria a focar em seus afazeres. Contudo, ele precisava de ajuda. Não com o treinamento, mas talvez uma ou outra dica para tentar controlar a vontade de estalar o pescoço ou, pelo menos, encontrar uma forma de não perder a concentração quando fazia isso. “Ele parece ser meio maluco, então deve ter alguma ideia de como eu posso fazer isso.” — Pensou.

— Obrigado, eu acho. — Começou agradecendo. Apesar de não ser comum ao chunin dizer tantas palavras a alguém desconhecido, ele não tinha problemas ao falar. Seu tom de voz era molenga e esbanjava preguiça, porém, as palavras saíam pela sua boca de maneira bem fluída. — Decida-se, ou estava ou não estava observando. Não tem como ser os dois ao mesmo tempo. — Brincou. — Enfim, você é? Não me lembro de ter lhe visto pela vila nenhuma vez. Posso estar enganado, claro. — Keiji passou o braço pela testa para enxugar o pouco de suor presente e balançou a cabeça para ajeitar o cabelo. Enquanto aguardava por respostas do garoto, sentou-se sobre os escombros e amarrou, cuidadosamente, a bandana vermelha ao pulso. — Deixa eu te perguntar, você tem alguma ideia de como eu posso parar com essa mania de estalar o pescoço que eu tenho? Eu sempre me desconcentro quando faço isso. — Perguntou.

“Talvez eu não devesse ser tão descuidado assim, afinal, não o conheço. Mas duvido que um inimigo seja capaz de entrar na vila tão facilmente sem que sejamos alertados.” — Pensava, observando-o.


HP: 1900 | 1900
CH: 2313 | 2350
ST: 00 | 07


OPEN:
[Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos 9zSthXZ

Makkokun
Chūnin
Makkokun
Vilarejo Atual
[Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos 9zSthXZ

Re: [Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos - Publicado 6/10/2020, 15:38

Hatake Satoshi
HP 1000/1000; CH 1050/1050; ST 00/05;



Era nítido que Satoshi não havia causado a melhor das primeiras impressões, todavia, isso já não era surpresa alguma para o garoto de cabelos brancos, que sempre agia de maneira estranha quando tentava se comunicar com outras pessoas, principalmente desconhecidas, era naquele tipo de situação que a ineficiência social do garoto atingia seu ápice, contudo, para sua sorte, aquele outro garoto de cabelos negros, apesar de ter ficado um pouco desconfortável, não tentou lhe matar e nem ao menos o ignorou, aquilo já era uma vitória, mesmo que agora ele chamasse a atenção de Satoshi por não fazer sentido algum com as palavras.

— É, eu sei que eu não faço muito sentido, mas eu só percebo isso depois de falar, infelizmente sou assim hahaha. — Falava de maneira descontraída, rindo de si mesmo. — Ah, e meu nome é Hatake Satoshi, não apareço muito pela vila mesmo, somente quando faço missões, talvez seja por isso que você nunca me viu, ou talvez por você não prestar atenção ao seu redor, isso seria uma alternativa também. — Satoshi tentava ao máximo conversar normalmente, sem falar alguma besteira, e até o momento, estava conseguindo, por incrível que pareça ainda não havia sido irônico ou feito alguma piada desagradável, mas isso poderia mudar a qualquer hora.

Depois de ter respondido seu nome, Satoshi ficou um pouco confuso com a pergunta que o garoto de cabelos pretos lhe fez, ele estava esperando de tudo, menos que ele lhe perguntasse como parar de estalar o pescoço. — Bom, uma alternativa seria você quebrar o pescoço, não? Assim acho que ficaria difícil de estalar ele. — Respondia normalmente à pergunta do garoto de cabelos pretos, até que somente depois, percebeu o que falou, mais uma vez. — Foi mal, acho que isso acabaria te matando, então é melhor não, mas talvez você poderia arranjar alguma maneira de te punir quando você faz isso? Dizem que uma das melhores maneiras de fazer com que o corpo inconscientemente tenha medo fazer algo, é fazer com que ele saiba que aquilo lhe causará dor. — Satoshi não era nenhum especialista no assunto, por isso, acabou optando por utilizar os próprios instintos para ajudar o garoto, mesmo que a ideia parecesse um pouco absurda. — E você não me disse seu nome até agora, eu preciso saber do nome de pessoas que eu ajudo.






Considerações:

Spoiler:
-



Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos - Publicado 6/10/2020, 23:29


Acima do Kaos

Hatake Satoshi, era seu nome. A falta de habilidade social do garoto de cabelos cor de neve era nítida. Entretanto, Keiji não estranhava, afinal, não era tão diferente dele. Por esse motivo falava tão pouco ou, às vezes, nem falava com pessoas que ele não conhecia ou acabara de conhecer. Mas ele tinha razão, mesmo que tivesse dito em tons de brincadeira.  O Senju não costumava prestar muito bem a atenção em seus arredores. Mais uma vez, sentiu uma enorme vontade de estalar o pescoço e, indo contra o que acabara de dizer, não se conteve. Estalou de um lado, estalou do outro lado e respirou fundo, satisfeito.

— Merda! — Deixou escapar quando percebeu o que acabara de fazer. Foi então que o recém conhecido lhe deu alternativas para controlar o incomodo tique. A primeira alternativa, embora ele tenha dito com um tom de voz normal, Keiji se recusava a pensar que não foi brincadeira. Quanto a segunda, talvez, realmente fosse viável. — Punição... — O chunin colocou a mão no queixo enquanto deixava sua mente viajar.

A imagem que se formou em sua mente foi do jovem cortando um dos próprios dedos a cada vez que ele estalasse o pescoço. “Não, essa não é uma alternativa.” — Pensou. A próxima, foi do jovem tendo que andando nu pelo vilarejo a cada falha. “Definitivamente... Não!” — Desistiu de pensar na terceira tentativa, quando a imagem que se formou foi de seus livros favoritos sendo jogados em uma fogueira. Não queria se desfazer deles, visto que foram presentes de sua mãe. Contudo, a resposta era mais simples do que ele pensava e não tardou a aparecer. Keiji só precisava de um desafio: o desafio de não estalar mais o pescoço. O medo de falhar nesse desafio certamente o levaria a se dedicar e superar esse vício, pode-se dizer.

Desafio feito e satisfeito, o Senju se levantou batendo em suas roupas para eliminar qualquer resquício de poeira. Encarou o jovem Hatake com os cantos dos olhos.

— Pode me chamar por Keiji. Sei que nos veremos novamente, então por hora é só. Ah! Antes que eu me esqueça. Obrigado pela ajuda, creio que foi suficiente. — Não foram palavras vazias. No fundo, o chunin sabia que reencontraria aquele garoto cedo ou tarde. Começou a caminhar à passos lentos em direção a sua casa, com as mãos nos bolsos e sem dizer nenhuma outra palavra. Aliás, nem prestando atenção ao seu redor ele estava.

HP: 1900 | 1900
CH: 2313 | 2350
ST: 00 | 07


OPEN:
[Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos URkFDZ9

Re: [Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos - Publicado 7/10/2020, 00:34

@Gabz @Makkokun Filler aprovado!
- +100 Status;+ Superação de defeito tique para Gabz
- +100 Status para Makkokun

RP tranquilo, tudo certinho, e espero que isso seja o início de uma grande amizade! Já a superação de defeito está nas regras e foi bem abordado.
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Filler em Dupla] - Posso pressentir o perigo e o Kaos - Publicado