>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Outono

jjelly
Genin
jjelly
Vilarejo Atual
Ícone : RANK D, Kakeru Kaguya RUSIlxU

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73296-fp-kakeru-kaguya#563310

RANK D, Kakeru Kaguya - em 23/9/2020, 21:29

Floricultura da Vila - Descrição: A garota que cuida da floricultura agora é uma Kunoichi (ninja) médica muito atarefada, sua missão é cuidar da Floricultura enquanto ela está fora! Se tem alergias a flores, use uma máscara




Finalmente era chegada a hora de iniciar sua caminhada ninja. Os pensamentos do que o aguardava no futuro e tudo que passaria para para se tornar um ninja de elite finalmente iniciara e isso fez com que o garoto saltasse da cama, pusesse as primeiras roupas roupas que visse e saísse dos seus aposentos tão rápido quanto um raio. Não haviam muitas coisas que o deixassem tão empolgado na vida quanto isso. O jovem fez seu caminho em direção ao quadro de missões para que pudesse tomar a sua primeira e enfim iniciar sua carreia. Ao chegar no local, encontrou alguns outros genins discutindo sobre o quão ridículas as missões que geralmente eram indicadas a eles eram, porém, Kakeru sabia que para se chegar ao topo, deve se começar de baixo. Voltando sua atenção novamente para o quadro de missões, pegou a primeira em que bateu a vista. Ao abrir o pergaminho e ler a solicitação, fechou-o novamente e sem dizer uma única palavra, dirigiu-se para o local indicado, passando pelos outros ganins que discutiam, e estes ao sentir sua aura intimidadora, deram de costas. Estava acostumado a esse tipo de comportamento, então, seguiu seu caminho focando no pedido da missão.O pergaminho dizia que a garota que cuida da floricultura solicitava ajuda para cuidar do estabelecimento para que pudesse tratar de outros assuntos relacionados a sua vida como ninja. Ap;os alguns minutos de caminhada, o jovem chegou ao estabelecimento.

;
HP: 200/200 CH:200/200  ST:00/01

Ao entrar no estabelecimento, um local bem aconchegante, arejado e acolhedor, Kakeru notou em meio aquele pacifico lugar um pequeno ponto de caos.  A garota que havia solicitado a ajuda para cuidar da floricultura já estava quase de saída, apressada e meio desengonçada. Kakeru dirigiu-se a ela e apresentou-se de forma breve.

Olá, me chamo Kakeru Kaguya, estou aqui pela solicitação que fizeram. O jovem disse estendendo o pergaminho.

 A garota assustou-se e se virou rapidamente para dar de cara com o garoto com uma expressão fechada, como de costume, esperando sua resposta. Como estava apressada, não deu muita importância em avaliar que tipo de pessoa era Kakeru, então, rapidamente a garota respondeu.

Ótimo, Ótimo! Ainda bem que você veio. Ela disse, enxugando o suor da testa.— Muito bem, vejamos... Eu esto com muita pressa no momento, não há muito o que entender, só pegue um avental ali atrás do balcão e cuide da loja pra mim. Você pode fazer isso, certo? Perguntou ao jovem, mas antes que este respondesse, ela deixou o estabelecimento dizendo —Você é o cara! Te vejo mais tarde.

Com um olhar meio confuso e sem realmente entender nada, Kakeru suspirou olhando para o teto da loja e dizendo a sí mesmo em voz alta.

Realmente não havia nada para explicar?
O jovem então caminhou para trás do balcão, colocou seu avental e ficou a espera de clientes. Não demorou muito para que um cliente viesse. Um velho senhora entrou na loja, se aproximou do balcão e sorrindo para o garoto o cumprimentou.


Olá, meu jovem!

Olá senhor, como posso ajudá-la? Disse o jovem, ainda se questionando sobre seu papel ali.

Estou procurando algumas flores para o minha esposa. Disse o velho senhor, apontando para algumas rosas. —Você teria alguma recomendação?

O garoto, que não sabia nada sobre flores, disse ao velho senhor.

Desculpe senhor, não acho posso ajudá-lo com isso. Estou apenas cuidando da loja para dona, não conheço nada sobre flores.

Ora, vamos garoto, você deve saber como agradar uma garota, hein? Disse o velho rindo e se debruçando sobre um dos bracos no balcão.
]

Kakeru pensou que, se estava fazendo o trabalho, que fizesse bem feito. Afinal, não havia missão que não fosse cumprida pelo garoto. Perdido em seus pensamentos, ouviu o velho chamar sua atenção.

Ei, garoto! está tudo bem? e então, o que me recomenda?


—Só um segundo senhor, irei procurar algo do seu agrado.
Após passar alguma tempo caminhando pela loja a procura de algo que pudesse agradar aquele senhor, o jovem encontrou  alguns lírios do campo. Amarelos como o sol, e com um cheiro familiar, a lembrança do abraco de sua mãe, e diferente do usual, o garoto sorriu. Kakeru apresenta ao senhor um maravilhoso buquê de lírios do campo.


—Essas são perfeitas, a minha garota vai adorar. Disse o velho. —Esta tarde mesmo irei ao seu túmulo entregar o presente. Obrigado garoto.


Kakeru engole seco após a fala do velho, mas mantém a compostura. Recebe o pagamento e agradece ao senhor, que sai da loja murmurando algumas palavras inaudíveis.

O restante do dia foi bastante monótono, alguns clientes vinham e logo saíam. Ao fim do expediente, a garota que incumbiu Kakeru da tarefa de cuidar da loja retorna e agradece pelo serviço e aparentando cansada, se debruça sobre o balcão e cochila.
—Tenho certeza que houve algo positivo a se retirar dessa experiência.




Observações:
bolsa de armas:

kunai (10)
kemuridama (05)
shurikens (05)
jutsus utilizados:
-

.
-
Skywalker
Genin
Skywalker
Vilarejo Atual
Ícone : RANK D, Kakeru Kaguya Tumblr_p2vxr6gnZq1vfwlq1o3_r1_400

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73039-fp-daishkan-kamuy#560425

Re: RANK D, Kakeru Kaguya - em 24/9/2020, 15:06


_______________________

RANK D, Kakeru Kaguya 1CDDAC2FEAAD0B9EC7A16EB29F279FEA1F7F4E9D
"O que não nos mata nos deixa mais estranhos"
Ficha | CJ | Banco | GF
-
jjelly
Genin
jjelly
Vilarejo Atual
Ícone : RANK D, Kakeru Kaguya RUSIlxU

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73296-fp-kakeru-kaguya#563310

Re: RANK D, Kakeru Kaguya - em 28/9/2020, 14:41

Reformas da Vila - Descrição: Desde o último ataque, a vila está sendo reconstruída, e você como um jovem ninja deve colaborar! Sua missão é pintar muros e cercas por toda a vila!




Após um descanso revitalizador e merecido depois de um treino cansativo, o jovem acordou na manhã seguinte, fez seus preparativos e partiu em busca de sua segunda missão. Sentia que a cada passo que dava estava mais próximo de finalmente alcançar seu objetivo principal de ser um ninja de elite, mas, deveria dar um passo de cada vez até e organicamente se tornaria mais forte. Indo em direção ao quadro de missões, notou que o lugar estava pouco movimentado pois havia chegado muito cedo, sem demora pegou um dos pergaminho e leu com bastante atenção. Parece que a vila está precisando de uns retoques na pintura desde a última vez que foi atacada e prejudicada. O jovem pensou consigo mesmo.   —Pelo menos não vou ter que ficar parado como na última missão. Fechou os olhos, deu um longo suspiro, guardou o pergaminho e se dirigiu ao local indicado.






HP: 200/200 CH:225/225  ST:00/01






Ao chegar no local indicado, notou que haviam alguns chunins conversando. Ao se aproximar deles, mostrou o pergaminho e disse. —Estou aqui para ajudar na restauração da pintura dos muros e cercas da vila. 

Ao notar a sua presença,, um dos chunins apontou para trás dele e disse. —Aqui está o material que você vai precisar. Você pode começar pelas cercas primeiro se quiser, depois, seguir para os muros.

Sem dizer nenhuma palavra, Kakeru pegou um balde de tinta e um pincel e começou a pintar as cercas. Apesar de ser um trabalho fácil, Kakeru nunca havia pintado uma simples porta, não sabia se deveria pintar tudo no mesmo sentido ou se isso não importava, de qualquer forma, pintar tudo na mesma direção fazia mais sentido. Começou a pintar as cercas e conforme pintava entendia melhor como pintar e ficava mais confiante pra usar toda sua agilidade habitual de fazer as coisas. Durante parte da manhã pintou todas as cercas da parte sul da vila, ao voltar para buscar mais tinta, notou que alguns outros genins haviam chegado para ajudar, então resolveu passar para os muros. Pegou um rolo de pintura pois esse parecia ser mais eficiente para pintar as paredes devido ao alcance. Kakeru sempre foi, naturalmente, muito ágil, não havia muita dificuldade em alcançar os lugares mais altos do vila. Antes do meio dia pintou boa parte dos muros da parte sul com a ajuda de outros genins e durante o restante do dia restaurou a parte norte. No fim do dia, todos os genins estavam exaustos, inclusive o jovem Kakeru, mas esse tentou manter as aparências enquanto os outros estavam largados deitados ou sentados no chão, todos sujos de tinta.
 
—Vocês parecem exaustos hahaha! Disse um dos chunins que estavam encarregados de supervisionar essa missão. 



Em seguida o outro aparece e diz —Parece que está tudo em ordem. Muito bem!


O jovem Kakeru então, agradeceu os cumprimentos apenas inclinando-se para frente e sentou-se no chão olhando para o céu contente por finalizar mais uma missão


Observações:

486 palavras (total) 388 palavras (missão)
bolsa de armas:

kunai (10)
kemuridama (05)
shurikens (05)
jutsus utilizados:
-

_______________________



RANK D, Kakeru Kaguya FsbhzrY


-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: RANK D, Kakeru Kaguya -

-


Layout com edições de Halloween feito por @Akeido Themes e Senko.