>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 70DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera

BisKath-
Genin
BisKath-
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Utsuki Kurama DAb6jnZ

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73034-fp-utsuki-kurama#560351 https://www.narutorpgakatsuki.net/t73036-gestao-da-ficha-utsuki-kurama#560385

[Fillers] Utsuki Kurama - em 29/8/2020, 17:48

HP: 225/225
CH: 225/225
ST: 00/03
Palavras: 1.140
Utsuki Kurama
O Passado Que Me Assombra

Era noite, Utsuki estava deitada em sua cama, fitava o teto escuro em completo silêncio enquanto sentia o aroma doce do jantar que vinha da cozinha. Sua avó era ótima cozinheira então não era de se estranhar que a comida sempre cheirasse muito bem, porém mesmo assim isso não era o bastante para fazer o apetite de Utsuki abrir e ela se levantar da cama tão cedo. Sua mente estava em outro lugar, longe daquele escuro e pequeno — porém aconchegante — quarto. Sua mente estava vagando em outra época, quando ela era mais nova e seus pais ainda eram vivos, quando ainda era alguém extremamente inocente e até mesmo amigável. Sendo específico, uma semana antes de toda a catástrofe acontecer e Utsuki perder aqueles que lhe eram mais importantes…


---X---


A pequena Kurama estava sentadinha na aconchegante sala de seus avós, trajando uma blusinha cor de rosa com mangas longas. Ficava bem folgada na criança, inclusive uma das alças estava meia jogada para o lado, quase caindo do ombro. Na frente dela, havia uma pequena tigela cheia de manju, um doce cozido no vapor que é feito de uma massa de farinha de trigo, farinha de arroz e trigo sarraceno, e que geralmente são recheados com pasta de feijão. Sua avó sabia fazer doces como ninguém, então ela adorava quando seus pais a levavam até ali, mas sempre percebia que eles não gostavam muito do ambiente. Era como se eles ficassem tensos perto de seus avós, mas a mais nova nunca entendeu bem a razão daquilo. Até nos dias atuais ela não entendia a razão, mas também não se sentia no direito de questionar isso aos seus responsáveis.

Ela continuou sentada ali, devorando os doces, estranhando a ausência dos adultos, até seus pais e seus avós voltarem. O casal sorriu para a filha e estendeu a mão para que lhe acompanhassem. Ela estranhou mais ainda, afinal haviam chegado ali a mais ou menos uma hora, seus pais simplesmente se trancaram nos fundos com seus avós e a deixaram ali sozinha na sala. Normalmente eles se sentavam, almoçavam em família e o avô contava alguma história que a entretia e a enchia de curiosidade para com o mundo, mas não dessa vez. Dessa vez o clima estava mais estranho e pesado que o normal, mesmo para uma criança, era nítido como havia algo muito errado entre os adultos.

O casal levou Utsuki de volta para casa deles que ficava em cima do pequeno restaurante que pertencia a família. A garotinha correu direto para seu quarto, ansiosa para tomar um banho e depois pedir a mãe para ir até a praça que havia no centro da vila, afinal havia ganhado a tarde livre graças ao rompimento repentino da visita aos avós. Até criou expectativa de que talvez assim ela pudesse conhecer alguma outra criança e fazer amizades. Utsuki nunca teve uma amiga de infância, apesar de já ter interagido com algumas crianças na época e ter gostado disso — atualmente agradece muito por não ter formado laço algum com elas, ou a maioria delas, naquela época. Ela tomou um banho, penteou os cabelos e pôs um vestidinho branco com detalhes em rosa, tendo o símbolo do clã bordado nas costas deste.

Uma vez estando arrumada, Utsuki desceu as escadas e foi correndo até a cozinha, mas parou na porta semiaberta ao ouvir os pais conversando. Eles pareciam preocupados e era raro para a pequena Kurama ver eles assim. Ela estreitou os olhos violeta para a pequena abertura que havia ali e observou o diálogo, que por sinal não entendia muito bem, havia pego a conversa pelo fim, mas se lembrava de estarem falando sobre seus avós, sobre algo que eles queriam que fosse feito mas os pais não estavam de acordo. "Esse não é o caminho para o qual desejamos que nossa filha vá." era o que a mãe dela dizia enquanto o pai concordava. "Se ela seguir esse caminho, ela pode acabar despertando aquilo..." a mulher parou de falar, como se fosse algo que não quisesse mencionar, principalmente quando Utsuki passou pela porta, desejando saber se estava tudo bem.

A mãe assentiu para a pequena albina e desfez o semblante preocupado. Sem demora o clima amenizou, mas não o bastante para que a garotinha esquecesse daquilo...


---X---


"Mesmo após tantos anos, eu não esqueci." a Kurama pensou enquanto se sentava na cama. "Do que exatamente eles estavam falando? Eles falavam de mim, mas que caminho eles queriam que eu não seguisse?" Ela foi tirada de seus devaneios pois ouviu passos no corredor seguido de batidas na porta, reconhecendo que era sua avó pelos passos e pelo cheiro da comida ter ficado mais forte. Ela havia trago o jantar para a neta, mesmo que Utsuki não se incomodasse de descer para comer. Ela levantou a passos lentos e abriu a porta, dando passagem para a mais velha entrar. Os olhos violetas, cansados pelo dia de treinamento, focaram na idosa que sorria enquanto a albina pegava a bandeja de suas mãos.

Muito obrigada, vovó. — a albina disse esboçando um leve sorriso. — Tenho certeza que está delicioso.

Não foi nada, minha querida. Está tudo bem? — indagou para a mais jovem que assentiu com um pequeno sorriso.

Eu só estava perdida em algumas lembranças, mas eu já ia descer para jantar. — afirmou e a mais velha afagou os fios longos e brancos da neta.

Está tudo bem, não precisa se preocupar. — a mais velha assegurou e foi se dirigindo para fora dali. — Sei que tem sido dias puxados.

Por um momento, Utsuki pensou em perguntar a avó o que havia acontecido aquele dia e por que razão seus pais foram embora daquela casa tão repentinamente, mas achou melhor não fazer isso. Deixou que a mais velha saísse e se sentou na cama de novo, olhando o céu através da janela e suspirando. Talvez não fosse a melhor das ideias reviver algo que tinha mais de 10 anos, importunar seus avós com um assunto e lembranças que provavelmente os deixariam tristes. "...Talvez eu possa procurar descobrir as coisas sem ter que perguntar diretamente para eles." pensou enquanto começava a comer o delicioso Sukiyaki que sua avó havia trago. Após comer, ela se deitaria para dormir pois o cansaço do dia corrido estava começando a lhe atingir, mas antes de enfim pegar no sono, sentiu sua mente ser invadida pela gama de possibilidades sobre as quais aquele assunto poderia ser. As memórias acabaram fazendo com que ela abrisse uma das gavetas do criado-mudo e pegasse uma das fotos de seus pais que guardava ali. Ela ficou encarando durante algum tempo, até suspirar e apertá-la contra o peito. "Eu vou descobrir os segredos que guardavam." pensou por fim e acabou pegando no sono com a foto junto a si.



— XXX —


Objetivo: +100 de Chakra


Considerações:

Aparência:

Visualização 1 & Visualização 2 — Não levar em conta as cores das visualizações.
Sua pele é clara e tem longos cabelos brancos que escorrem até o meio de suas costas. Seus olhos são violetas e suas vestes são uma reinvenção de trajes tradicionais, com um vestido branco coberto por um corpete violeta que fica um pouco mais solto na cintura, usando também um sobretudo preto que frequentemente está aberto. Possuí uma pequena tatuagem no peito; usa um par de brincos com pequenas pedras neles.
Qualidades & Defeitos:

Qualidades
+ Grande Controle de Chakra — Inato
Buff: Redução de todos os consumos de Chakra em 25%; arredonda-se em números quebrados para o maior valor. Não aplicável em jutsus que exijam a qualidade.
+ Comedor de Chakra — Inato
Buff: Capaz de desenvolver a Habilidade Secundária de Chakra Kyuin.
+ Habilidade em Genjutsu: — Inato
Buff: Acréscimo de 1 Ponto em Genjutsu & capacidade de criar ilusões através de objetos e o próprio corpo.

Defeitos:
Insegurança (02) —
Efeito: Quando deparados com dilemas (mesmo os mais simples), desencadeiam níveis elevados de ansiedade e ficam paralisados por um turno e tendem a fugir no seguinte.
Código de Honra: Derrota (02) —
Efeito: Nunca aceita uma derrota.
Atributos:

Ninjutsu: 02
× Avançado
× Velocidade dos Jutsus: 12m/s
Genjutsu: 02*
× Avançado
Taijutsu: 00
× Inapta
Inteligência: 02
× Armadilhas (Colocadas): 1 a cada três turnos.
× Armadilhas (Detectadas): 1 a cada três turnos.
Força: 01
× Itens Carregados: 30 Espaços.
× Precisão/Alcance: 8m & 8m/s.
× Danos Adicionais: +10HP
× Danos Reduzidos: -00HP
Velocidade: 00
× 2m/s
Stamina: 01
× 3 Turnos
Selos de Mão: 00
× 1s/s
Totais Primários: 07 (1 Extra)

Regeneração: 00
Recuperação: 00
Sensoriamento: 00
Shurikenjutsu 00
Cura: 00
Absorção: 00
Ninshu: 00
Combate: 00
Ilusão: 00
Totais Secundários: 00
Técnicas Usadas:

Ativos (00/--):

Técnicas ativadas em um determinado turno e que continuam ativas nos turnos posteriores.
Ofensivos (00/02):

Qualquer Técnica com o intuito de atacar.
Defensivos (00/03):

Qualquer Técnica com o intuito de defender.
Invocação (00/01):

Técnicas de conjuração, ou seja, usadas para invocar.
Acadêmicos (00/--):

Nenhuma técnica básica entra na contagem, exceto o Shunshin no Jutsu, que faz parte dos Passivos.
Curinga (00/01):

Técnicas usadas como Armadilha.
Em Preparo (00/01):

Técnicas ainda em preparação e não usadas. Conta-se sempre a partir do momento em que o preparo se iniciou, e só se zera o contador quando a técnica em questão é usada ou descartada.
Passivos (00/02):

Técnicas que servem apenas para conceder bônus aos personagens ou auxiliá-los em suas estratégias.
Armas:

Bolsa de Armas (20/20)
— .x10 Kunai (10 espaços)
— .x5 Shurikens (05 espaços)
— .x4 Kibaku Fuuda (01 espaço)
— .x2 Kimuridama (02 espaços)
— .x2 Hikaridama (02 espaços)

Emme



_______________________

-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Fillers] Utsuki Kurama - em 29/8/2020, 18:53

-
BisKath-
Genin
BisKath-
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Utsuki Kurama DAb6jnZ

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73034-fp-utsuki-kurama#560351 https://www.narutorpgakatsuki.net/t73036-gestao-da-ficha-utsuki-kurama#560385

Re: [Fillers] Utsuki Kurama - em 10/10/2020, 16:16

HP: 600/600
CH: 875/875
ST: 00/05
Palavras: 1100
Utsuki Kurama
Perdendo um pouco de tempo

A Kurama havia tido dias bem monótonos desde que adquiriu a marca amaldiçoada que agora manchava a pele em suas costas; enquanto a investigação acontecia ela poderia ficar em segurança em sua residência e tentar descobrir o que era aquilo e como manifestar já que a única vez que aconteceu foi quando escapou dos laboratórios. Por conta de seu maior isolamento desde o ocorrido, os avós começaram a se preocupar já que ela não comentava sobre, então acabaram pedindo ajuda a única outra pessoa com quem a Kurama teve um contato maior. Em um início de noite, a visita inesperada de Trevor aconteceu enquanto a genin estava enfurnada no quarto. Ele foi recebido pelos avós dela que indicaram para ele onde ficava o quarto.

A garota estava enfiada no quarto escuro e observava as construções de Iwagakure pela janela. As longas madeixas brancas escorriam por seu rosto, escondendo parte dele e deixando visível apenas a parte que estava voltada para a janela. Os olhos violetas pareciam entretidos com a vida e a movimentação do que acontecia pelo outro lado do vidro, estava tranquila e com os pensamentos longe; só foi tirada disso quando ocorreram batidas na porta fechada do quarto. Ela observou por algum tempo, se perguntando se o jantar já estava pronta e sua avó estava lhe chamando por isso; estranhou não sentir cheiro de comida. Levantou-se calmamente e se dirigiu até a entrada do quarto, abrindo-a e dando de cara com o albino que já lhe era conhecido. Ela arqueou uma sobrancelha antes de murmurar um "Boa noite" e dar passagem para ele entrar.

— Atrapalho? — indagou ele, mas não parecia se importar realmente se atrapalhava ou não. A Kurama negou com a cabeça. — Eu quis saber se aceita dar uma volta. Respirar um ar puro… algo assim.

— ...Meus avós te pediram para vir aqui, não é? — murmurou com pouco interesse na proposta. Trevor estreitou os olhos e deu de ombros.

— Isso não faz diferença, mesmo que tenha sido, eu não faço nada que eu não queira realmente fazer. — sibilou e esperou pela resposta dela.

A Kurama ficou em silêncio por um tempo, até que decidiu acenar positivamente. Trevor voltou para a sala e deu privacidade para que ela se aprontasse; ela não ia demorar muito nisso. Aquilo definitivamente não era um encontro e ela não tinha a pretensão de ficar bonita para o homem. Escovou os cabelos brevemente e ajeitou as próprias roupas, não demorando a ir se encontrar com ele na entrada da casa. Os avós da garota estavam sentados na pequena sala, ambos em um dos sofás enquanto Trevor esperava no jardim; estava do lado de fora para poder fumar com tranquilidade. Os idosos bebericavam um pouco chá quando a neta apareceu, o que acabou arrancando um sorriso dos dois. "Divirta-se" foram as palavras dos dois. "Eu espero que não pensem que algo além de uma caminhada vai resultar disso." a Kurama pensou, mas apenas agradeceu aos avós e foi encontrar o homem ali fora.

— Já jantou? — ele indagou apagando o cigarro enquanto começavam a caminhar.

— Estou sem fome. — retrucou. Os braços estavam cruzados e ela se distraía com os movimentos das pessoas que transitavam por Iwa, mas estava atenta a cada palavra dele. — ...E não precisa deixar de fumar por minha causa. Eu não ligo pro cheiro.

— Isso é um alívio. — respondeu e soltou um riso curto. Ele cutucou a bochecha dela com o indicador e parou de andar, pousando os olhos rubros sobre a mesma. — Hm… não pode deixar de se alimentar. Vamos a um lugar aqui perto.

A Kurama estreitou os olhos violetas de modo descontente e estava prestes a dizer "não" quando ele voltou a andar sem ela, fazendo-a torcer a boca e acompanhá-lo ainda a contragosto. Trevor a conduziu até uma churrascaria, onde ele entrou e pegou uma mesa para os dois. A albina estava em silêncio desde que voltaram a andar e assim continuou quando chegaram, deixando que ele fizesse os pedidos e começando a se perguntar qual era a finalidade de tudo aquilo. Ela nunca demonstrou simpatia o suficiente por Trevor para que ele desenvolvesse interesse nela; tampouco achava que isso havia acontecido. Sua intuição ainda lhe dizia que era coisa de seus avós, não entendia a necessidade de seus avós de tentarem ajudá-la e fazer coisas escondidas como se ela não fosse descobrir.

— Eles estão preocupados. Você fala pouco sobre o que aconteceu. — Trevor se manifestou após algum tempo, abocanhando um pedaço de carne que já havia sido servida. — Eles não me pediram para perguntar nada, antes que pense nisso.

— Eu não tenho nada a dizer. — a Kurama respondeu começando a comer também. — Eu fui feita de cobaia e consegui fugir, foi só isso. — ela ficou alguns segundos em silêncio, observando o homem diante de si nos olhos. Por fim um riso de escárnio foi solto e ela revirou os olhos. — Eu tenho certeza que eles te mandaram aqui.

— Não. — Trevor retrucou e deu outra garfada na carne. — Eles me comentaram sobre suas aflições, estou aqui por minha conta e se me contar algo e não quiser que eu conte pra eles, eu não conto.

A albina não respondeu e continuou comendo e bebericando do vinho que havia pedido; estava em completo silêncio e não sabia ao certo se deveria contar algo para ele ou não. Não se abrir fazia parte dos seus meios de pôr as pessoas longe de si, mas honestamente, não tinha ideia do que aquela marca em suas costaa podia causar a si ou aos seus avós; e se ela se tornasse um perigo? Precisava aprender a lidar com aquilo, então precisava contar a alguém para começar. Por fim suspirou e o encarou, seu semblante era uma incógnita para o homem, a sobrancelha levemente arqueada lhe fazia deduzir que ela não diria; não foi o que aconteceu.

A Kurama continuou o jantar ao lado dele, contando sobre a experiência no laboratório e as marcas estranhas que haviam aparecido pela metade de seu corpo, além de ter agora uma tatuagem estranha nas costas, sempre cobertas pelas vestes. O homem ficou um pouco surpreso, talvez não fosse exatamente isso que ele esperava ter acontecido e a Kurama percebeu isso, a fazendo estreitar os olhos e desconfiar. "Ele sabe de algo que eu não sei." constatou mentalmente mas não tocou no assunto. Preferiu acabar o jantar e voltar para casa, sua rotina ninja logo voltaria ao normal e ela precisava estar bem disposta a partir dali. Ao menos Trevor conseguiu conduzir o assunto do jantar para outra direção, o que acabou distraindo a Kurama e até arrancando alguns risos dela. "Até que não foi uma total perda do meu tempo."



Considerações:
Objetivo:
+100 de HP
Aparência:
Visualização 1 & Visualização 2
Sua pele é clara e tem longos cabelos brancos que escorrem até o meio de suas costas. Seus olhos são violetas e suas vestes são uma reinvenção de trajes tradicionais, com um vestido branco coberto por um corpete violeta que fica um pouco mais solto na cintura, usando também um sobretudo preto que frequentemente está aberto. Possui uma pequena tatuagem no peito; usa um par de brincos com pequenas pedras neles.
Qualidades & Defeitos:
Qualidades
+ Grande Controle de Chakra — Inato
Buff: Redução de todos os consumos de Chakra em 25%; arredonda-se em números quebrados para o maior valor. Não aplicável em jutsus que exijam a qualidade.
+ Comedor de Chakra — Inato
Buff: Capaz de desenvolver a Habilidade Secundária de Chakra Kyuin.
+ Habilidade em Genjutsu: — Inato
Buff: Acréscimo de 1 Ponto em Genjutsu & capacidade de criar ilusões através de objetos e o próprio corpo.

Defeitos:
Código de Honra: Derrota (02) —
Efeito: Nunca aceita uma derrota.
Atributos:
Ninjutsu: 02
× Avançado
× Velocidade dos Jutsus: 12m/s
Genjutsu: 05*
× Mestre
Taijutsu: 01
× Iniciada
Inteligência: 05
× Armadilhas (Colocadas): 3 a cada três turnos.
× Armadilhas (Detectadas): 3 a cada três turnos.
Força: 01
× Itens Carregados: 30 Espaços.
× Precisão/Alcance: 8m & 8m/s.
× Danos Adicionais: +10HP
× Danos Reduzidos: -00HP
Velocidade: 00
× 2m/s
Stamina: 03
× 5 Turnos
Selos de Mão: 01
× 2s/s
Totais Primários: 18 (1 Extra)

Regeneração: 00
Recuperação: 00
Sensoriamento: 00
Shurikenjutsu 00
Cura: 00
Absorção: 00
Ninshu: 00
Combate: 00
Ilusão: 00
Totais Secundários: 00
Técnicas Usadas:
Ativos (00/--):
Técnicas ativadas em um determinado turno e que continuam ativas nos turnos posteriores.
Ofensivos (00/02):
Qualquer Técnica com o intuito de atacar.
Defensivos (00/03):
Qualquer Técnica com o intuito de defender.
Invocação (00/01):
Técnicas de conjuração, ou seja, usadas para invocar.
Acadêmicos (00/--):
Nenhuma técnica básica entra na contagem, exceto o Shunshin no Jutsu, que faz parte dos Passivos.
Curinga (00/01):
Técnicas usadas como Armadilha.
Em Preparo (00/01):
Técnicas ainda em preparação e não usadas. Conta-se sempre a partir do momento em que o preparo se iniciou, e só se zera o contador quando a técnica em questão é usada ou descartada.
Passivos (00/02):
Técnicas que servem apenas para conceder bônus aos personagens ou auxiliá-los em suas estratégias.
Armas:
Bolsa de Armas (20/20)
— .x10 Kunai (10 espaços)
— .x5 Shurikens (05 espaços)
— .x4 Kibaku Fuuda (01 espaço)
— .x2 Kimuridama (02 espaços)
— .x2 Hikaridama (02 espaços)

Emme



_______________________

-
Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Utsuki Kurama 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68749-ficha-takane-guang?highlight=Takane+Guang#513285 https://www.narutorpgakatsuki.net/t68767-m-f-takane-guang

Re: [Fillers] Utsuki Kurama - em 11/10/2020, 00:46

ok

_______________________

[Fillers] Utsuki Kurama Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Fillers] Utsuki Kurama -

-


Edição de Natal por Loola e Senko.