:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Sunagakure no Sato :: Gabinete do Kazekage
A Noite Mais Escura
Arco 03
Ano 14 DG
Outono
Diante da queda de Moira O'Deorain e a morte de Chisaki Overhaul, todos os olhos dos ninjas presentes em Kiri se voltaram para o Capuz Vermelho, que se revelou uma cópia exata do lendário Sarutobi Shion. Graças a Hyuuga Angell, o mercenário foi capturado, levando a prisão junto com Moira. Tudo aquilo favoreceu um entendimento entre as vilas que lutaram entre si em Oto, fazendo com que eles voltassem a neutralidade. Enquanto Iwa e Suna elegem novos Kages, em Konoha, Sarutobi Kaden se prepara para passar o seu cargo para um ninja mais jovem, ao mesmo tempo em que um novo Senhor Feudal assume em Kumo e o Daimyou de Kiri tenta impedir os ataques dos opositores de Jyu. Com a revelação de Chisaki Overhaul sobre a HYDRA, as ações da empresa acabam sofrendo uma grande queda, gerando indícios de uma enorme crise nas grandes nações. Diante do caos, diversos vilarejos pequenos são varridos do mapa quando uma onda de assassinatos em massa se inicia, ao mesmo tempo em que um grupo de fieis ao Jashinismo começa a se erguer, trazendo uma mensagem de esperança para os corações afligidos pelo sofrimento.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
XXXXX
Futuramente teremos.
Discord#1234
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 1udpIjj

Shion
Administrador
Shion
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 1udpIjj

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 28/8/2020, 18:42

Relembrando a primeira mensagem :


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 65f48e1494f1f049-neo-vongola-hitman-zone-bishonen-jellal-fernandes
Cerco a Sunagakure
Eu tenho seu coração


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 49d8f2b9a2c8c8c608aaadd34e811889
Com o passar dos anos Hinka e Shion se reencontraram, por muito tempo ele a estudou na esperança que ela fosse sua filha, o tempo e o comportamento dela demonstrou que não, ela tinha algumas coisas que assemelhava, mas a primeira decisão pessoal dela mudou tudo, Hinka mudou seu cabelo para negro, segundo ela combinava mais com seus olhos, fora que ela não tinha os traços e ambições dos Hattoris, todas as ambições dela não se passavam de coisas comuns. Com o passar do tempo Shion enfim criou coragem e contou para ela, ele se aproximou dela que treinava sozinha. – Hinka querida precisamos conversar. – Hinka veio feliz na direção dele o abraçando forte, ele retribuiu o abraço e disse em seguida. – Sente-se, por favor. – Ela se sentou ainda segurando as mãos dele, a forma que ela o olhava o brilho no olhar de admiração era grande, ela era apaixonada por aquele homem. – Desde que te conheci eu sabia que tinha algo especial em você, por muito tempo eu achei que você fosse a minha filha, a correspondente dela deste mundo, mas... Hoje eu tenho certeza, você não é ela. – A expressão de tristeza no rosto da garota conseguiu atingir o coração frio do Hattori, ela soltou a mão dele, e as retraiu contra seu próprio corpo e começou a chorar. - Mas..., mas... eu. – Ele a segurou pela bochecha a olhando nos olhos. – Não chore, você sempre será minha garotinha eu prometo. – Ela o abraçou forte. Anos se passaram e juntos cada vez trabalhando melhor, Shion sempre esteve presente infiltrado em nações descobrindo mais sobre Shaka, Hinka já estava uma garota mais velha, cerca de vinte e poucos anos, todo essa historia de pai ficou para trás, e ela entendeu a causa e o motivo do trabalho, embora ela tivesse suas próprias ambições, Shion prometeu um trono a ela. Esse trabalhou acabou fazendo ela enxergar o Hattori com outros olhos, esta do lado dele fazia ela querer mais, fazia ela desejar mais, ele por outro lado sempre foi um homem focado demais no trabalho o prazer da carne nunca foi algo que ele se importou muito. Ele começou a notar a forma que Hinka o olhava e acabou cedendo a ela, isso garantia um trabalho mais eficiente e claro lealdade, para Shion ter pessoas leais do seu lado valia qualquer preço. Em uma noite os dois estavam de tocaia em uma base, ouviram um boato que Shaka estaria neste local, enquanto apenas observavam o local dentro de um hotel, Shion estava sentado próximo a uma janela, ele observava uma casa a frente com um binoculo, Hinka estava deitada na cama olhando para o teto. – Cara que tédio. – Ele continuava focado. – Achei que já tinha se acostumado com isso. – Ela sorriu. – Eu sei, mas já faz três horas e não aconteceu nada. - - Paciência Hinka, as coisas podem acontecer a qualquer momento. – Ela se virou olhando para ele, com as pernas pra cima. – Shion posso te fazer uma pergunta pessoal? – Shion retirou o binoculo dos olhos um momento. – Claro pergunte. – Ela perguntou meio sem graça. – Sua mulher, como ela era? – Ele voltou com o binoculo nos olhos. – Bem Katsura era uma mulher interessante, mais poderosa que qualquer coisa e bastante gentil. – Ela sorriu e perguntou. – Era gostoso com ela? – Ele parou e respirou um momento. – Não lembro bem, faz muito tempo, mas era divertido. - - Entendo, deixa eu te mostrar algo que aprendi em uma revista. – Hinka se levantou foi ate a frente dele e retirou o binóculo e colocou sobre a mesa, ela se sentou nas coxas dele de frente para ele. – O que você está fazendo? – Ele perguntou confuso, ela colocou suas mãos no ombro dele e encostou seus lábios no dele, ele ficou imóvel por um momento tentando entender o que estava acontecendo mas acabou dando o que ela queria e retribui, aquela noite os dois se amaram, pela manha ainda acordados ela se virou para ele sorrindo. – O que achou? – Ele estava com o braço por trás da cabeça, sem camisa e olhando para o teto. – Divertido. – Ela colocou sua cabeça no peito dele sorrindo. – Bem melhor que a Katsura né? – Shion a retirou de cima dele. – Nunca... Nunca mais repita isso, não existirá mulher neste mundo que substituirá Katsura Grey, ela me ajudou onde ninguém mais me ajudou. – Hinka ficou completamente em silencio, Shion se levantou vestiu suas roupas e voltou para janela. – Me desculpe. – Ela disse e ficou em silencio, ele permaneceu ali observando. – Desculpe, não queria gritar com minha garotinha. – Palavras que que arrancaram um sorriso dela.

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 1aa10ce3daf2f92b-arthur-camdin-tower-in-the-sky-a-roleplay-on-rpg

Caminhando e acompanhados por Suna, Shaka arrastava Takura, na medida que se aproximava do gabinete mais guardas iam se aproximando o cercando. – Largue a Senhora Takura, Shaka. – Shaka sorria. – Avise o Kazekage que a noiva dele está comigo e olha... – Ele fez um pequeno corte na bochecha dela. – Eu posso acabar me irritando. – Takura chorava ainda mais de dor.

No gabinete, Shion brincava com um garotinho de 3 anos. – Veja só como meu garotão já está grande. – Ele brincava com ele no colo. – Meu pequeno conquistador, juntos vamos conquistar tudo, onde está a mamãe? Não a vejo tem um bom tempo. – Um homem abriu a porta do gabinete as pressas. – SENHOR KAZEKAGE! Desculpe minha invasão, mas Shaka está na frente do seu gabinete, está acompanhando de vários ninjas, senhor... ele mantem Takura de refém. – Shion parou um momento ouvindo aquilo. – Não ataquem Shaka, mantenha distância dele imediatamente, eu já estou indo. – Ele retirou Hope do seu colo, se levantou. – Venha, vamos salvar a mamãe, seu irmão idiota está causando alvoroço, é bom para você o conhecer. – Shion vestiu suas roupas de combate, e de mãos dadas a Hope ele foi andando ao encontro de Shaka.

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 D6fn20b-61138999-996d-4bec-a638-ca5215d356f9.gif?token=eyJ0eXAiOiJKV1QiLCJhbGciOiJIUzI1NiJ9.eyJzdWIiOiJ1cm46YXBwOiIsImlzcyI6InVybjphcHA6Iiwib2JqIjpbW3sicGF0aCI6IlwvZlwvMzQ4YjIzZGEtNDIxNi00MWI2LWFhYWQtNzk0ODQ1N2JkYTU4XC9kNmZuMjBiLTYxMTM4OTk5LTk5NmQtNGJlYy1hNjM4LWNhNTIxNWQzNTZmOS5naWYifV1dLCJhdWQiOlsidXJuOnNlcnZpY2U6ZmlsZS5kb3dubG9hZCJdfQ

Lá fora Shaka ficava entediado. – Tudo bem... ele não vem, quem sabe se eu arrancar o coração dela. – Sua mão ficou vermelha e mirou nas costas da mulher. – Morre logo. – Takura gritou, e em um instante as gotas da chuva pararam de cair, em passos lentos a presença divina do Kazekage veio andando, as pessoas ficaram admirado a água estava completamente parada no ar, ele caminhou próximo aos guardas. – Calma homens, abaixem as armas eu resolvo isso. – Ele deixou seu filho ao lado de um dos guardas. – Por favor cuide dele. – Shion se abaixou e abraçou seu garoto. – Não se preocupe eu salvo a mamãe. – O Kazekage caminhou sozinho a frente de todos em direção a Shaka, quando as chuvas enfim cairão no chão elas se tornaram flocos de gelo, ele parou a 10m de Shaka, que colocou Takura a sua frente. – Calma aí Pai, não vamos fazer movimentos bruscos ou a loirinha aqui vai ter o coração partido, literalmente. – Shaka, deu um beijo no rosto de Takura enquanto encarava Shion o provocando. Shion encarou Shaka enquanto em uma rápida olhada ele observava todos os presentes. – Shaka. Sua dissimulação não é nenhuma surpresa. Eu deveria ter trucidado você e seus irmãos deformados há muito tempo. – Shaka o respondeu com ironia. – Viemos acabar com seu reinado, Falso Shion. Eu e meus irmãos e todo o mundo ninja serão livres! – Shion abriu um sorriso sínico para ele. - Corajosamente dito. Mas contínuo... não acreditando. – Shaka elevou o tom de sua voz. – Chega de conversa, renda-se renuncie o posto de Kazekage e talvez eu não machuque sua Takura. – Ele continuava acariciando o cabelo dela, e encarava Shion o provocando, Shion olhou nos olhos de Takura que estavam vermelhos de tantas lagrimas. – Eu vou te salvar eu prometo. – Ela sorriu para ele, Shion levantou sua mão e criou um pequena lança de gelo e lançou na direção da mão de Shaka, que segura Takura, a mão de Shaka estava próximo aos seio direita dela, a lança atravessou o coração de Takura, que caiu com sua boca cheia de sangue nos braços de Shaka, a lança atravessou o peito de Shaka, que soltou a mulher e afastou para trás assustado. – Como? – ele disse com um olhar em choque, Takura caiu no chão de joelhos tentando conter o sangramento, ela tossia bastante sangue. – Amor, por quê? Você disse que me salvaria. – Ele sorriu para ela. – Acabei de te salvar amor, te garantir uma morte menos dolorosa. – Ele então se voltou para Shaka. – Deixa eu ver se entendi... Você pretendia me ameaçar com isso? E agora que esta sem a sua pequena “Vantagem”? O que vai fazer? – Shaka não tinha palavras para dizer, seu olhar assustado com o que acabou de acontecer, as pessoas de Suna tão assustadas quanto, o Kazekage acabou de matar a senhorita Takura? Os guardas não sabiam o que fazia, de um lado estava o homem mais procurado do mundo ninja, e do outro o Kazekage acaba de cometer um crime gravíssimo na frente de todos. Shion caminhou um pouco mais próximo de Takura, a agarrou pelos cabelos enquanto ela ainda respirava. – Me diga, eu sou real? – Ela mal conseguia falar. – É claro que você é real meu amor. – Ele pressionou o ferimento. – Me diga a verdade e te salvo agora. – Ela gemeu de dor. – Não... você foi uma cópia de Hattori Shion, eu o criei há dois anos com as memorias dele, tomei a liberdade de colocar algumas coisas do meu falecido marido, mas você acabou recebendo muitos traços de um Shion que há muito não existe mais. – Ele a abraçou forte. – Obrigado... obrigado por ser sincera comigo. – Ele então a beijou apaixonadamente, ela retribuiu o beijo mesmo sentindo muita dor, de repente ela sentiu algo em seu corpo congelando e se debatia tentando se soltar dele que continuava a beijando, seu corpo começava a ficar azul se congelando aos poucos ate ficar completamente congelado, ele soltou o corpo da mulher no chão, lançou uma pequena carga de chakra que despedaçou completamente, ele sorria um pouco olhava para os invasores, abria os braços em direção a eles. – E então qual é o plano agora? – Shaka ainda mantinha sua mão no ferimento o curando aos poucos, Hinka se aproximou dele. – Pelo visto precisamos de um novo plano. – Suna testemunhou seu líder matando a pessoa mais importante da vila, cabe a Suna agora decidir qual lado ficar.

Considerações:


_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Scre1755
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Ui7615FOlá, Convidado, eu sou o Shion.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 RZlFJ4c

TK
Jōnin
TK
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 RZlFJ4c

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 10/9/2020, 09:24


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 26jQj5l


Antes...

— Por isso você está me ajudando, pois é da cultura dos Hattoris? — Ayako questionou Hitsugi. O homem levou o yakisoba até a boca com seus hashis e o olhou sugando o macarrão. — É sim, nós protegemos nossos superiores, damos nossa vida por eles se for preciso. Um verdadeiro Hattori carrega essa honra no peito e luta sem medo. — ele lhe explicou como se fosse uma coisa óbvia. O garoto refletiu antes de tomar outra porção da massa coberta de shoyu. Pensou em sua irmã, ou melhor, na nova líder de seu clã, a nova Rainha. Franziu as sobrancelhas, ponderando sobre aquilo, até que deu de ombros e puxou um pouco de comida com a madeira. — Eu me sacrificaria por ela — disse-lhe como se não fosse nada. Hitsugi arregalou os olhos. Havia conhecido o garoto suficientemente bem para saber que ele não se jogaria na frente de ninguém, ele era ambicioso demais. — Por que ela é a Rainha? — Hitsugi indagou como se fosse óbvio. Ayako apertou os olhos sacudindo a cabeça para os lados. — Claro que não. Porque ela é minha irmã.

Agora...

Em conjunto de seu irmão, Angell também criara barreiras. Estas que, pela quantidade de chakra nelas, ele logo soube que seriam mais do que suficientes. Porém ela não se conteve apenas àquilo, tão incrível como era. Ergueu também uma barreira curativa usando poderes que ele só podia sonhar em um dia possuir, alcançando os ninjas próximos, incluindo ele mesmo, dentro dela. Sentiu-se revitalizado por um instante, poucos instantes antes do impacto alcançá-los. Ele manteve-se focado na defesa e proteção de Angell, o corpo a frente do dela como um verdadeiro escudo. Não deu atenção a quem chegasse para se defender juntamente deles. Só estava interessado em servir à Angell, sua irmã e Rainha. Quando a ofensiva do falso Shion acertou as defesas, ele conseguiu sentir a terra tremer e todas as estruturas absorvem ao máximo o impacto, quebrando alguns daqueles muros tão resistentes, demonstrando a imensidão dos poderes dele, apesar de ser apenas um clone.

Ayako chegou a abrir um sorriso confiante.

Um chakra tão opressor atingiu as barreiras que Ayako sentiu-se pressionado mesmo não estando mais ligado às técnicas. Com seus olhos escarlates ele conseguiu se preparar para o pior, enquanto ouvia ao discurso do clone. E ouvir aquela voz paternal determinando o fim de tudo foi mais doloroso do que ele imaginou que podia ser. Esse não é meu pai, foi tudo no que ele conseguiu pensar antes da força daquele homem explodir em ódio contra o resto das proteções. A explosão de chakra emitida conseguiu não apenas forçar aquelas barreiras como destruí-las empurrando-as com uma força monstruosa contra os shinobis. Através de seu Sharingan, Ayako conseguiu perceber muita coisa antes mesmo de acontecer, mas a surpresa lhe impediu de agir devidamente. Conseguiu apenas colocar os braços abertos formando uma defesa maior para o pequeno corpo de sua irmã, porém, isso não impediu de acontecer a tragédia.

Os destroços, especialmente do gelo, avançaram perfurando suas mãos como se estivesse sendo crucificado, mas o pior não fora aquilo. Se fosse simplesmente suas mãos sendo afetadas ele poderia continuar em pé lutando para proteger a todos, principalmente sua irmã. No entanto algo ainda maior o acertou. Um bloco pontiagudo acertou seu olho esquerdo com tamanha força e velocidade que seu corpo inteiro foi atirado para trás num giro, o sangue borrifando o chão e todos ao seu redor. A primeiro instante ele não sentiu a dor, apenas viu-se sendo lançado para trás, então a visão do lado esquerdo escureceu e o mundo inteiro ficou barulhento demais. Assim que seu corpo caiu no chão, por cima do braço direito. O sangue começou a escorrer do ferimento no olho esquerdo por cima de seu nariz e para o outro lado da face, escondendo as coisas ao seu redor ao tornar sua visão direita borrada. A dor finalmente surgiu assim que seus nervosos perceberam o que estava acontecendo, mas ele não gritou, apenas colocou a mão esquerda em cima da hemorragia, pressionando-a o mais forte que conseguia, encolhendo-se de dor no chão, a respiração entrecortada.

Angell... como ela está..., tentou abrir o olho direito, mas o sangue não lhe deixava enxergar nada. Shion começou a falar com alguém, como se estivesse irritado. "A Rainha Hattori", ela se autoproclamou outra pessoa. A "outra" ainda ameaçou Shion, dando a certeza de que as vilas estavam bem — a notícia teria levado alívio ao coração dele em outro momento. Angell..., ele apoiou-se na mão esquerda, mesmo ferida, mas o peso da dor lhe derrubou com o cotovelo no chão apoiando o corpo. O sangue vertia através do olho esquerdo, como se estivesse chorando gotas escarlates. O Sharingan no outro olho parecia ainda mais avermelhado graças à massa carmim manchada no rosto.

Passou o antebraço direito pelo olho direito, limpando-o. A poeira abaixou, fazendo-o ver perfeitamente o Kazekage. Estava transformado numa besta maligna. Definitivamente não era o mesmo Shion, nem perto de ser. Sentiu-se completamente derrotado, seu corpo cambaleou e então percebeu que outras lascas tinham feitos cortes menores nas laterais de seu tronco, assim como pernas e bochecha. Ofegante, ele tentou encontrar algum sinal de Angell, mas acabou voltando a visão para o Kazekage antes mesmo de vê-la, pois suas asas fecharam e o chakra acumulou; o Sharingan ainda tinha suas habilidades. O chão passou a tremer e foi suficiente para Ayako cair sobre um dos joelhos, a visão embaçada, mesmo com o Sharingan. Em reflexo seu chakra medicinal começou a produzir células avançadas na região do torso e cabeça, as mãos foram a frente do rosto desenhando um xis.

Estava a mercê da própria sorte naquele momento.

Hattori Ayako: HP: 965/1300 | CH: 1235/1650 | ST: 04/05 | V: 00ms/14ms | F: 00/02.

Consid.:
Jutsus Usados:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Q9DYRBI
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Dwqqy2b

Angell'
Lenda Ninja | Sannin
Angell'
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Dwqqy2b

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 10/9/2020, 16:32


Angell Hyuuga Hattori
[ HP: 3000/3000 | CH: 1065/7100 | CN: 50/400 | ST: 05/22 ]
[ Byakugou no In: 500/500 | Souzou Saisei: 00/08 ]
[ Hachibi: 5000/5000 ]


Mesmo em meio às dores e aos sofrimentos causados pela simples possibilidade de não se ter mais para onde voltar quando o cerco tivesse fim, cada um dos presentes suprimia – buscando esconder ou evitar sentir – os sentimentos pessoais para unir as esperanças de sobreviverem e proporcionarem sobrevivência. ...bem como a própria Angell sempre tentava fazer em seu caminho como kunoichi. Mas, frente à imensidão do poder do falso Shion, até os esforços conjuntos do grupo não só não eram o bastante, como também se voltavam contra todos os originadores.

– ANGELL! – o hachibi se alarmou na mente dela.

Porém, se ele conseguia ver, era só porque ela própria também via – e ao mesmo tempo que ele, senão milésimos antes ainda. O problema é que não havia tempo hábil para ela se defender ou mesmo esquivar propriamente daquela lasca de gelo que se projetava de uma das defesas de Ayako em direção à sua testa; tudo que poderia fazer naquele átimo se resumia a diminuir os danos iminentes que seu corpo sofreria, a partir do desvio leve – mas imprescindível para lhe assegurar a vida – de sua cabeça para o lado esquerdo da posição em que seu corpo todo se encontrava.

...sendo que Angell nem mesmo percebeu quando soltou aquele grito agudo e breve ou quando espalmou sua mão direita sobre seu olho respectivo; só conseguiu acompanhar, com seu coração de repente parecendo querer parar de bater, o comportamento de sua visão se desregulando: primeiro, a imagem do mundo ao seu redor se separou em duas metades que começaram a se distanciar cada vez mais uma da outra; depois, a da direita foi se avermelhando e escurecendo – ao mesmíssimo tempo – rápida e repentinamente, por mais que, naquela situação ainda inconcebível para a azulada, o tempo parecesse se demorar a passar – e de propósito, só para aumentar seu sofrimento –; até que, enfim, tudo simplesmente deixou de existir daquele lado. Em sua palma e em sua bochecha, a azulada sentia o calor e a viscosidade de seu próprio sangue, que escorria em uns filetes tímidos, mas bastante alongados, capazes de arrancarem de seu corpo, pelo buraco que, agora, se abrira naquela porção superior direita de seu rosto, junto da comodidade e da facilidade de suas estratégias mais costumeiras desde que se reconhecia por gente, e do orgulho do clã que, mesmo praticamente lhe renegando, como se sequer se importasse com seu cargo na Folha ou sua simples existência como pessoa, ainda chamava de “seu”, a coragem e a confiança para se colocar na linha de frente de todo o grupo presente e a esperança de conseguir concluir sua empreitada, levando Shion de volta para casa ainda naquela mesmíssima madrugada.

– O que você está fazendo?! – Gyuuki tornou. – Quer se matar?!

O coração da azulada voltou a bater com urgência. Uma única bombeada dele foi capaz de encher as veias dela de adrenalina mais uma vez. Ela olhou ao seu redor... e só então percebeu; quanto tempo perdeu mergulhada em seu desespero egoísta? Havia feridos – senão tanto quanto, ainda piores que ela própria – demais consigo, independentemente dos esforços conjuntos das tantas defesas proporcionadas pelo grupo. Seu corpo inteiro ardia enquanto sua armadura de terra e a armadura azul de seu pai caíam aos pedaços a seus pés, mas havia quem estivesse abatido, verdadeiramente incapacitado. ...enquanto ela própria ainda tinha seu olho esquerdo.

Ela ainda tinha outra chance.

E a voz de sua correspondente, seguida de algum tipo de aparição estranha dela mesma, se fez ouvir para indicar aos presentes que o restante do mundo também se encontrava nessa situação. ...infelizmente, de acordo com uma segunda projeção que surgia ali nas imediações do gabinete do kazekage, exceto por Otogakure. Mas, ainda assim, já era um alívio quase indescritível para Angell. E, se continuava havendo esperança, ela faria por onde se agarrar à mesma com sua força total. Retirando sua destra do mais novo buraco em seu rosto, mas mantendo suas pálpebras direitas fechadas, voltou a unir as palmas de suas mãos em frente a seu corpo e canalizou mais de seu chakra medicinal, a fim de, com ele, alcançar e recuperar aqueles tantos feridos ao seu redor, que permaneciam na área de atuação de sua barreira curativa mais poderosa. Voltou também a analisar tudo que conseguia captar pela extensão de sua visão privilegiada – por mais que estranhasse a inicial falta de nitidez do que enxergava com apenas seu olho esquerdo –, e o primeiro dos detalhes aos quais se atentou foi o estado efetivo de seus companheiros. Ela acabou mordendo seu próprio lábio inferior com alguma força.

– Não toquem uns nos outros! – mas vociferou. – Há muitos ossos quebrados por seus corpos, e ossos quebrados, se manuseados sem os devidos cuidados, podem matar na mesma hora. Deixem que eu cuido disso.

Logo em seguida, constatou Shaka e Hinka não apenas vivos, quase sãos, como também conversando em um tom mais ameno, que transitava assim facilmente entre o amistoso e o conformado, que revelava segredos e que... acusava espanto e descrença em relação à aparição e às palavras de Hanatarou. Mas a azulada não teria tempo para se preocupar com ninjas tão fortes quanto Shaka e Hinka – não quando o falso Shion, ainda mais forte que os dois juntos, se preparava para investir contra os presentes mais uma vez... ao que parecia, com ainda mais poder que pouco antes. Dizemos, mesmo se seus olhos comuns não percebessem a transformação e seu Byakugan não visse tanto chakra sendo puxado e acumulado de novo no corpo dele, seus pés sentiriam o perigo iminente no tremor da terra logo abaixo de si. E ela até pensou em liberar seu Byakugou no In para se beneficiar de seu Souzou Saisei para – quem sabe – assegurar sua sobrevivência... mas, se deixasse todos os outros morrerem sem sequer tentar amenizar – como as defesas conjuntas do grupo aparentemente tinham conseguido fazer – os danos do ataque do falso Shion aos corpos dos que o enfrentavam, de que adiantaria? Optou então por também sofrer uma transformação, enquanto ainda captava chakra natural para si mesma: deixou sua única íris alva e uma pequena área ao redor de seu olho esquerdo começarem a se pigmentar com uma cor diferente. Em seguida, expeliu seu chakra doton envolto em chakra natural para o solo abaixo de seus pés, a fim de erguer a mesma série de três fileiras de paredes grossas de terra entre Ayako e o kazekage.

– Quem puder, – e tornou a seus aliados. – me dê cobertura!

Angell precisava tentar se manter e manter todos – principalmente Ayako, que quase se matara em seu nome – vivos ao mesmo tempo.

– Irmãozinho... – ela murmurou. – vou proteger você.


“But it’s the only thing that I have.”


Informações:
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 100x100

Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 100x100

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 10/9/2020, 22:40


CANSADO

O sangue em suas mãos… ele está ficando pesado, não é garoto? - A voz fria e ambiciosa daquele homem ecoava pela mente do rapaz, como se ele estivesse ali pessoalmente. Em um momento de devaneio, seu olhar se soltou, suas sobrancelhas relaxaram, e a expressão fechada de sempre se abriu, ficando completamente neutra. Seus olhos correram pelo derredor, observando todos que estavam presentes; Shinobis de vários lugares do mundo, lutando com tudo que tinham contra uma ameaça. Mas quantos haviam caído naqueles campos de batalha que se iniciaram como uma missão de resgate? Quantos companheiros haviam caído de forma tão rápida e sucessiva? - Cansado de enterrar seus companheiros, Squall? - Novamente a voz daquele homem questionava em sua mente - Suas mãos estão manchadas demais para lutar por alguém, garoto - A voz finalizou, desaparecendo por completo da mente do Kage.

Como se em uma epifania, seu olhar voltou-se para a realidade à sua volta. Um som forte de rachaduras foi ouvido, e tudo pareceu perder velocidade, acontecendo em câmera lenta em sua volta; as paredes criadas por Angell foram as primeiras à se despedaçar, cedendo ao crescente poder que o Kazekage usara para reforçar seu ataque, antes defendido pelo grupo. Em seguida, o espelho de gelo, e então a parede do domo de terra, feita por Squall. Todas as tentativas de defesas se despedaçaram, uma após a outra. E, não obstante, elas haviam se tornando contra seus conjuradores; após serem vencidas, seus estilhaços foram projetados contra o grupo, causando sérios danos à todos, na medida que foram alcançados. O rapaz permaneceu parado, imóvel, vendo aquilo. Seus olhos se arregalaram um pouco, e em seguida, sentiu os primeiros efeitos; seu corpo sofreu cortes por conta dos diversos estilhaços que voaram em sua direção. E à frente ele viu o ápice; um estilhaço de gelo maior que os outros vinha em linha reta, em alta velocidade. Girando no ar, o objeto não demorou até perfurar em cheio o peito do rapaz, fazendo sua visão ficar turva. Uma dor aguda tomou conta de seu corpo, e quando começou a sentir um rápido formigamento crescer, uma voz falou em sua mente, novamente. - Tão cedo? Você sabe que ainda não pode ir… - A mesma voz de antes falou, fazendo o corpo do rapaz se enrijecer novamente, recobrando a visão e o controle sobre seu corpo aos poucos. De alguma forma, conseguiu sobreviver. Mesmo que estivesse pronto e quisesse ocontrário.

Claro que isso não ignorava o fato de uma estaca estar enfiada no peito do rapaz, e seu corpo todo estar em agonia de dor. Viu Angell proferir algumas palavras, e mais uma vez levantar defesas. Sentiu seu corpo recebendo algum tipo de alívio daquela dor, um refrigério que fazia as forças voltarem, mesmo que um pouco. Provavelmente, algum outro jutsu de sua antiga mestra, como fizera desde o começo da luta. Escondeu-se atrás das mesmas barreiras, ainda atormentado por tudo aquilo; em seguida, um forte chakra saiu de onde o Kazekage estava, e devastou tudo em volta, literalmente. Casa prédio visível, agora, não passava de escombros. Até onde aquele homem iria para simplesmente despejar sua raiva?

Squall levantou-se do chão lentamente, por causa das muitas dores em seu corpo ainda presentes, mesmo que já não sangrassem mais, graças à técnica curativa que sentiu tocar seu corpo antes. Por mais que em seu interior estivesse cansado, sabia que aquela luta precisava ser encerrada. Sabia que aquilo precisava ter um desfecho. Viu Angell, que estava 5 metros à frente, realizar uma transformação muito semelhante à que ele próprio já dominava, e com isso absorveu chakra natural para si próprio, realizando a mesma transformação, alterando a cor ao redor de seus olhos. Sentiu o chakra da Serpente Branca em seu interior fervendo, e o poder se destilando por seu corpo. Caminhou um pouco a frente, tentando se manter firme em meio a dor, e se colocou ao lado de Angell, ouvindo suas palavras finais. Sem falar nada, simplesmente acenou positivamente com a cabeça, e parou ao lado da mesma, com o poder Sábio correndo por seu corpo. Em seu interior, estava cada vez mais cansado, cansado de tudo. Mas, qualquer que fosse o desfecho, precisava lutar, e não deixaria alguém que estava pronta para fazer o mesmo, ir sozinha.

- Se vamos fazer isso, melhor fazer juntos. E se for para morrer, que seja ao lado de quem me mostrou que o caminho Shinobi não precisa ser um caminho solitário. - Falou, ainda com o olhar fixo na criatura verde à frente, enquanto começava a concentrar chakra em suas mãos.  



Informações:


Considerações:



HP: 2.125/2.125| CH: 5.575/5.575| CN: 300/400 | ST: 02/07
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr10

Indra
Hokage
Indra
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr10

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 11/9/2020, 03:37

(MAJ) KYUSEISHU NO INDRA, THE INVENTOR ── KOBAYASHI ICHIZOKU;  ROLEPLAY ─── OO/OO
CH ORIGINAL: 486/25OO ▵ CH CLONE 1: 486/25OO ▵ CH CLONE 2: 486/25OO ▵ CH CLONE 3: 486/25OO ▵  HP: 22OO/22OO ▵ FOR: OO/O4 ▵ VEL: O5/O5 ▵ ST: O2/O6 ▵ ARC: 125O/125O

   Ficava observando as barreiras defensivas levantadas pelos ninjas da Aliança, esperando que elas fossem capazes de conter o poder do nosso inimigo. Era possível ter esperança diante de todo aquele poder avassalador? Por um momento, achei que sim, porém todas as defesas erguidas acabaram se transformando em diversos estilhaços e vários pedaços de diversos tipos  diferentes, como pedra e gelo. De imediato, uns estilhaços de gelo vieram em minha direção, me obrigando a usar a minha armadura para ir para o alto, tentando ficar numa distância em que tudo aquilo não pegasse em mim, desviando das primeiras. Mas quando estava a cinco metros do chão, fui atingido por alguns pequenos blocos de pedra, e até alguns que não eram muito grandes, mas acabavam danificando, ainda que um pouco, a Black Ranger, por conta da força e velocidade. Uma delas, de uns 50cm, pegou em meu ombro, fazendo com que eu rodopiasse no ar. A segunda, um pouco menor, mas mais rápida, veio no lado direito da minha costela, e a outra pegou em minha barriga, me empurrando para trás. Outras pedras vieram e atingiram a minha armadura e a atingindo em várias direções, até que fui recuando para voltar ao solo, quando uma última pedra atingiu o meu peito, me jogando a dois metros do meu ponto inicial, rolando no chão. Não pude calcular quanto tempo durou aquela cena de horror, nem mesmo como os outros estavam. A força e velocidade das pedras eram tão fortes que acabou fazendo com que a minha armadura ficasse destruída e fosse se desmaterializando do meu corpo, só me restando as roupas que estavam comigo desde o hospital. Se não fosse a armadura, eu já estaria morto.

   - Inferno... – sussurrei, com as costas coladas no chão, não conseguindo enxergar muita coisa, por causa da poeira no local, mas que não durou muito tempo. De repente, um espetáculo estranhou aconteceu: acabei ouvindo uma voz feminina, que conversava com o clone de Shion. Logo depois, um grande meteoro vinha em direção de Suna, parecendo escrever o capítulo final daquela vila, mas na verdade, o único propósito daquele meteoro era destruir a barreira que envolvia o vilarejo. Não reconheci a voz feminina, mas ela tinha conseguido chamar a atenção do nosso inimigo. Logo uma espécie de holograma apareceu no cenário, e a fisionomia da moça que falava inicialmente era revelada, iniciando um diálogo e se apresentando a nós como Rainha Hattori e, junto com um outro rapaz que aparecia da mesma forma, informando que as vilas – exceto Otogakure – tinham sido salvas. Mesmo não sorrindo, me senti extremamente feliz e aliviado com a notícia, sentindo que havia alguma esperança. Konoha não tinha sido destruída e minha mãe não tinha perecido.

   Era o que eu precisava, afinal: um pingo de esperança. O medo não tinha passado, pelo contrário, mas havia um motivo para continuar tentando, algum motivo para continuar pensando, para continuar lutando. Queria voltar para a minha casa, dormir em minha cama, continuar criando minhas invenções, evoluindo como um shinobi e adquirir mais conhecimentos, para que batalhas como aquelas não venham ser tão difíceis.  - É isso… Sem foder com tudo dessa vez. – disse para mim mesmo, dando um salto e me aproximando – mais uma vez da Aliança – me movimentando para ficar perto o bastante de Ayako, Angell e Squall, sentindo que meu corpo estava sendo revitalizado, de alguma forma, como se meus antigos ferimentos estivessem sendo curados. - Se ela continuar fazendo isso, vai acabar morrendo. – pensei, imaginando que Angell continuava com o seu plano de curar a todos. Não cheguei a olhar diretamente para as pessoas ao meu redor, mais preocupado com o meu inimigo e imaginando que todos estavam bem, de alguma forma. Observei então a neve desaparecer momento depois do clone de Shion retirar a espada do solo e a cena grotesca da transformação dele. Confesso que vê-lo daquele jeito me deixou com medo, nunca tinha visto algo daquilo. Parecia um demônio encarnado, com as suas asas e chifres. - Vamos todos morrer aqui? NÃO! Eu não posso pensar nisso, sob hipótese nenhuma! Eu tenho que lutar… EU TENHO QUE LUTAR! – mentalizei, observando o Kazekage e sentindo o chão tremendo, olhando para baixo rapidamente com os olhos arregalados e de volta para o inimigo, cujas asas se abriram e os braços, liberando uma nova onda de chakra verde, que poderia destruir tudo.

   Angell rapidamente ergueu grossas paredes de terra, assim como na última vez. Ouvi então o chamado da Hokage pedindo por cobertura, assim rapidamente realizei selos manuais rápidos, criando assim três clones de sombras. Sem muito tempo a perder, nós quatro  realizamos selos manuais depressa, para assim criarmos barreiras feitas puramente de energia de cor laranja, que envolveriam a todos ali num ângulo de 360º e poderia servir para proteger a todos os que estavam a 10 metros de distância de mim, além dos muros de terra erguidos por Angell. Esperava que, naquela vez, pudesse ajudar a salvar a todos, de alguma forma.


Informações Gerais:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr_pl035uEflG1uocgm5o2_500

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

'Schrödinger
'Schrödinger
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 11/9/2020, 06:21










Erwin Schrödinger - The Scientist
“Demônios... São Criados.”





Erwin era uma besta, ninguém tinha ainda visto sua forma total, mas ele reconhecia o poder que agora, tinha criado a maior deficiência, que ele já tinha recebido em combate, ele nem sabia se ainda poderia considerar Shion como sendo parte da humanidade. Ele tinha sido capaz de virar as defesas contra eles, será que as chances de sobrevivência iriam aumentar? Erwin não demorou muito para notar o enorme vazio no seu lado direito, o choque não o deixava processar a dor por alguns momentos, e como alguém que estava sempre em batalhas, ele jovem, sentia que muito já estava sendo tirado dele, nada parecia ser o mesmo, naquele momento, Erwin queria sentir, mas sua memória muscular fez com que ele basicamente gritasse, enquanto sua mão esquerda dirigia-se contra a Samehada, tentando mover todo o chakra que estava armazenando nela, contra o seu corpo, não demorou muito, tentando fazer com que seus ossos começassem a reconstruir-se, sua carne a reformar-se, formando um novo membro, que encontrava-se com uma camada vermelha, como se tivesse sido queimado, uma enorme marca de batalha assim poderia dizer-se — Alguns morreram... Ainda, não... Ainda não é o fim! — Naquele momento, ninguém podia acabar sucumbindo a última esperança, cada pessoa, eles não estavam apenas lutando contra o fim, eles estavam lutando contra tudo que aquele mundo significava, quando o inimigo não era interno, o externo acabava tornando-se ainda mais poderoso e tóxico. Erwin naquele momento não poderia limitar-se mais, ele tinha sorrido no princípio, acreditando se alguém seria capaz de forçar ele a dar 100%, com palavras dirigidas a si mesmo, ele disse:


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 27d80eca9c8246357149c1315ed2fc25


Que os céus perdoem-me. — Kumo e outras vilas estavam vivas, exceção de Otogakure, era algo que eles podiam lidar depois, mas agora tinham de focar-se na batalha. Com basicamente todos em campo, marcados por grandes ferimentos, outra vez aquela família, provava-se ser um alto perigo contra o mundo ninja. Estavam ali, as últimas esperanças das aldeias ninjas, e com isso ninguém iria sair dali, sem nenhuma perca. Erwin conseguia ainda sentir a dor, mas a calmaria em sua mente, deixava sua mente ainda assim sã. Ele então retirou suas restrições, deixando o seu selo amaldiçoado consumir por inteiro seu corpo, sua pele mudava de pigmentação, uma cauda era forma, e logo uma enorme fonte vinda de seu corpo, fazia outra alteração, uma mutação, ele ativava também seu índice selvagem, que em vez de tornar ele em uma besta lupina, acabou criando uma total nova transformação, que cobria todo o seu corpo, adquirindo assim uma espécie de aparência de uma besta pré-histórica, sua coloração alterava-se para um comum de pele branca, seu cabelo crescia e no meio do seu peito era formando um simbolo preto. Essa era a forma mais poderosa, fisica que Erwin possuía, não dando-lhe só uma velocidade sobrenatural, assim como uma força sobrenatural e um poder absurdo de chakra também. Com o brandir dos seus dedos, sua espada que tinha sido empurrada para trás, devido a seu braço ser despedaçado, voltou para suas mãos, e olhando para a defesa da Hokage, que estava gastando chakra em enormes quantidades, ao brandir de sua espada, não só tentando movimentar areia ao redor deles, mas também uma parte que sua areia no jaleco combinada com a força da nova forma, aumentava a força na medida, que quando ele brandia a espada, ele manipulava de forma a sair abaixo do escudo de energia, e sobre sair sobre a frente da defesa, já criada pela Hogake, deixando para Erwin uma tentativa levantar uma enorme muralha com a forma de cinco paredes combinadas, a volta de todos que estava perto da Hokage, claro incluindo ela mesma:


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 C19a10cf16178999-anime-bleach-ichigo-gif-on-gifer-by-malardana


A única coisa que posso fazer agora é fornecer mais defesa a nossa volta. Usemos todos nossos recursos para sobreviver, somos a última linha de combate! — O cientista, tinha notado tudo, mas agora mais palavras, só iriam nublar o coração e a mente. Se fossem quebrados em apenas uma frase, era claro que ninguém iria conseguir sobreviver por muito mais tempo. Erwin ainda assim, sabia que não poderia atacar um ser com tanta magnitude com ele, ele já tinha um plano em mente, para caso isso fosse necessário, mas caso fosse virado contra eles, novamente, dessa vez não teria nenhuma solução. Erwin conseguia, sentir seu corpo sendo mais revigorado, a Hokage carregando o peso deles, enquanto que a suposta Raikage, não cruzava seus olhos, apenas um grito de sobrevivência dela foi ouvido. Seu coração, não estava acelerado e ele não estava super movimentado, o que ele realmente podia dizer de si mesmo, é que ele estava focado e preparado para lidar com o que fosse que iria acontecer. Naquele momento, Erwin também aparcebeu-se da versetálidade, que ele possuia e outros membros do que resta da Aliança, não tinha, seus limites eram demonstrados a flor da pele, e demonstravam muito bem, como ainda eles como um todo agora, ainda possuíam pontos cegos, exatamente por causa desses shinobis.

HP: 3300/3300 | CH: 5543/5650 | ST: 02/08 | Samehada: 500/500 | Colar De Hator: 250/250 | Clone: Inativo | Clone 2: Inativo | Clone 3: Inativo | Clone 4: Inativo | Índice Selvagem: Ativo

Minhas FalasFalas de Surtr.


Considere:


Shinobi de Kumogakure no Sato || Cientista || Rank Militar: Kinkaku Butai | ANBU

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 ?imw=512&imh=288&ima=fit&impolicy=Letterbox&imcolor=%23000000&letterbox=true
O sistema me usa e eu uso o sistema.
King Of The Dead - B.B
One Who Has Triumphed Over Adversity
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 11/9/2020, 12:08


Guerra!
Aliança contra ataca


U
m golpe avassalador e sem precedentes. A força imparável do Shinra Tensei jogou o Senju longe, frustrando suas ações por completo. Tatsumaru sentiu uma dor aguda que se estendeu de uma das pernas e irradiou por todo seu corpo, um sentimento incapacitante. O garoto se via jogado ao chão, paralisado pela dor, mas sabia bem que se ali ficasse, logo estaria a mercê de um outro ataque. A morte batia em sua porta, mas Tatsumaru não se daria por vencido sem antes esgotar as possibilidades.

A dor sentida e a inquietação pela situação iam se apaziguando por uma energia misteriosa que lhe acolhia. Sua habilidade sensorial delatava que a energia provinha da Hokage Angel. Sua constituição privilegiada também contribuía para que o garoto conseguisse reagir, e assim o fez.

- Mokuton Kumo-ryu! – Galhos de madeira brotavam em seu tronco, dando origem a pares de membros que tocavam o chão se assemelhando a pernas aracnídeas. Com o estilo Mokuton, Tatsumaru seria capaz de se mover sem pisar no solo, enquanto aos poucos seus ferimentos seguiam se fechando. Bônus:+1 Velocidade[/b] As pernas de aranha se movem como membros próprios, concedendo velocidade de movimentação sem a necessidade de usar a perna fraturada. Tatsumaru percebe a perna sendo restaurada, porém evita movimenta-la e confia na mobilidade extra do seu estilo para continuar se movendo

-- Não fique parado, pirralho, vamos nos afastar desse inferno e contra atacar quando der! – esbravejou a Vespa Mandarina. Segurando sua cartola, Mandarin acordou para o combate, mantendo-se fixo na roupa do Senju e arregalando os olhos com toda aquela situação.

Com seu estilo de luta ativo, o Senju não só conseguia se mover, como também podia se mover em maior velocidade. Assim, o jovem se apressou em afastar-se o máximo que podia, o que foi prudente, pois uma nova onda de energia emanava do, agora monstruoso, Kazekage. Um poder ainda maior. O chão estremecia cada vez mais, dificultando a movimentação, porém o senju seguia em velocidade para longe de Shion e para mais próximo de seus companheiros.

Em uma nova tentativa de contribuir com a defesa, Tatsumaru invoca seu jutsu predileto, dando origem à um enorme par de membros Mokujin em suas costas, estes que se esticam aumentando tanto em tamanho quanto em distância, posicionando as mãos agigantadas a frente de si e de seus companheiros. Os membros se esticam até 50m, num movimento de cima para baixo, aterrissando em 50m no seu tamanho máximo de 20m³ cada, com cuidado para não ferir companheiros caídos. As mãos permanecem abertas na formato de escudo. As Mokujin Arms são fortalecidas por chakra Otsutsuki e Senjutsu.Custo:50/50 (cada braço consome 25/25 de CH e CN, considerando perícia em Mokuton) Força: 1680 cada (Senjutsu, Chakra Otsutsuki, Mestre Elemental, Ninshu 10, Ninjutsu 6, Especialidade em Ninjutsu, Natureza Elemental defensiva)

Não obstante a ação defensiva, o Senju sabia muito bem que os ataques em larga escala não iriam cessar. A aliança precisava atacar. Era arriscado, mas não haviam muitas alternativas naquele cenário. Assim, numa tentativa de imobilização, Tatsumaru tentou atacar através de um ângulo inesperado.

- Senpo... Myojinmon! – Logo acima do Kazekage, o pequeno Tatsumaru invoca dos céus uma sequência de toris maciços na intenção de imobiliza-los ou pelo menos atrapalha-lo em ações futuras. Tento invocar os Toris empilhados um em cima do outro. Custo: 100 Força: 1380 (não sei se se aplica).

Por fim, Tatsumaru observa o caos da situação. Companheiros gravemente feridos, mortos e até mesmo Hinka e Shaka em difícil situação. O cenário pedia o potencial máximo da aliança, e por isso o Senju se prepara para dar o seu melhor, fazendo um único selo para a preparação do Mokijin no Jutsu. Preparação para Mokuton: Mokujin no Jutsu.





HP: 2500/2500; CH:4850/5000; CN: 350/400 (turno 3); ST: 02/08

AVANTE!

Equipamentos:

Pet:

Databook:

Jutsus:

Considerações:
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 2

Hawk
Chūnin
Hawk
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 2

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 11/9/2020, 17:40

Tatsuo Uchiha



HP: 1225/1475 • CH: 2310/3000 • CN: 000/400 • ST: 02/07

"O ódio só nasce para proteger o amor."




    ㅤA melhor defesa, realmente fora um ataque? Conforme conseguira a defesa contra o ataque inicialmente utilizado pelo Kazekage, viera a surpresa: os próprios cabelos foram empurrados contra si, e assim fizera com que seu olho direito, mesmo que de relance, fosse atingido minimamente, e logo desfazia completamente o jutsu, levando sua canhota ao olho atingido de leve, visando perceber se haviam alterações quanto a ele ou não, se o dano recebido naquele local havia sido desastroso ou não. Contudo, logo pôde concluir, ao retirar sua mão do olho que o dano fora mínimo, felizmente, mas sua visão não estivera cem por cento, estivera um tanto desfocada, o que o deixara em estado de choque em sua primeira apreciação, afinal, a sua arma mais poderosa estava justamente aos olhos. Afinal, eles ainda possuíam aquilo? O esquerdo continuara intacto, então acreditara que sim. Mas, era a hora? Ou melhor, se não fosse a hora, haveria uma outra oportunidade? As perguntas intrínsecas aos sentimentos mistos a mente do Uchiha, o tornavam um pensador em meio à guerra. Em meio aos seus devaneios, uma presença família tomava forma alguns metros de distância: a sua algoza, a algoz de seu vilarejo, estava ali, e com a melhor das notícias: as vilas haviam sido salvas, com exceção de uma. Kumogakure, a sua vila, estava sã e salva. Um breve sorriso tomara conta dos lábios do Uchiha, mesmo que não visível pelos membros da Aliança. Um dos pesos fora tirado de suas costas, por aquela que um dia derrubou às nuvens do céu. Mas, o local das nuvens sempre foi em meio à imensidão do globo terrestre. E sabendo que os seus estavam bem e vivos, era uma motivação ainda maior para que vencessem aquele embate e ele conseguisse retornar para casa.
 
    ㅤConforme pudera observar de soslaio, diversos membros da Aliança sofriam com os mais derivados ferimentos, e ele pudera perceber que, mesmo que com uma visão um tanto turva, talvez, ainda fora a pessoa com um dos menores problemas ali. E isso só deixara claro: era a hora. O fim se aproximava, e apenas um dos lados iria permanecer vivo. Sem a realização de todos os seus sonhos, o Uchiha jamais se permitiria cair ali. Quando pudera observar uma aproximação de alguns membros da Aliança, seguindo totalmente o que a Hokage ditaria, o Uchiha também perceberia que eles estavam enfatizando seus próprios feitos, todos crescendo nesse momento crucial, seja em habilidades ou meramente na persistência e motivação. Em meio aquele bolo de ninjas minimamente afastados de si, pudera observar até mesmo que o seu companheiro de vila, Erwinn, estivera se transformando e demonstrando motivação para confrontar aquele monstruoso Deus endemoniado em frente a tais, que tivera asas e chifres. O tremor ocorrera, e ele entendera que aquele era o prologo do fim. Sem tardar mais, ele seguiu o comando da própria Hokage, que dissera segundos antes, e saltara, utilizando de sua velocidade, para que ficasse cerca de três passos de distância a frente de onde estivera os membros da Aliança e os clones do Jounin de Konoha, podendo perceber todas as defesas impostas por alguns dos membros ali, ficando dentro de todas as defesas que seus companheiros já começavam a preparar.
 
    ㅤEm seus olhos, agora, já não era visível os três tomões de seu Sharingan. Os três tomões davam local para um símbolo atômico; como ele fora, um espelho de sua alma. Confusa, ligada e regada a emoções distintas, mas com uma força obscura e uma maldição que o acompanhara pelo resto de sua vida: a famosa e, na infância, motivo por discórdia por alguns outros ninjas de seu antigo vilarejo, maldição do ódio. Os seus olhos, agora que diferentes, também apresentavam um teor sombrio muito acima do que anteriormente demonstrara. Então, o seu chakra começara a se manifestar. As células de seu corpo começavam a se manifestar intensamente, a ponto de começar a causarem dores ao seu próprio corpo, mas ele resistira – já estivera acostumado com o uso de tal. A pressão imposta por seu chakra aos seus olhos, fizera com que ambos viessem a derramar sangue. Ao redor de seu corpo, emergindo e se transformando em um enorme avatar de chakra roxo, um ser cadavérico tomava forma: tórax, três braços e apenas ossos, com dois olhos amarelados iluminados em meio a toda aquela escuridão. E não era apenas isso. Aos poucos, o ser cadavérico recebera uma camada extra de “carne” e músculos, além de uma espécie de manta cobrindo seu corpo e fechando-o. Em uma de suas mãos destras, houvera uma flecha de chakra, enquanto na canhota um arco. Na mão secundária destra, ela estivera livre para eventuais movimentações. De relance, pudera observar uma imensidão esverdeada, que provavelmente iria ao encontro das defesas da aliança, antes de chegar diretamente no local em que eles estavam. Todavia, se eventualmente chegasse, haveria o Deus das Tempestades, Susano’o, para sua própria e proteção dos demais. Seguindo a indicação de sua antiga sensei, ele trataria de dar cobertura para ela, como os demais também estavam fazendo. Porém, isso não era tudo.
 
    ㅤEstando com seu Mangekyou ativo, e tendo reparado na movimentação imposta por Indra anteriormente, criando aquela barreira, o Uchiha pudera ter ideia de que fora criada justamente para protegê-los, e ele trataria de intensificar, ainda mais, aquela defesa que todos estavam fazendo, além do Susano’o que já estivera ativo e cobrira seu corpo, estando à sua bel vontade do seu consciente, mas antes precisara proferir algumas palavras, aproveitando sua posição brevemente a frente dos demais. De soslaio, fitara a face de sua antiga sensei, observando que ela não tivera um dos olhos atualmente. ──── Obrigado, Angell. ──── Seu tom de voz demonstrara breve gratidão, por circunstâncias de toda a cura imposta por ela, que basicamente inutilizava toda a dor que talvez poderia sentir com esse jutsu, se não fosse pela presença dela ali, afinal parecia que estará revitalizado, mesmo após tanta batalha. Novamente, de soslaio, observara seu antigo companheiro de equipe. ──── Não morreremos. Vocês se lembram? Quando nos conhecemos, eu indaguei a vocês: “e se pudesse alcançar paz total no mundo, vocês não fariam de tudo para isso alcançar?”. ──── Um breve momento e um sorriso tomara conta dos lábios deste, deixando com que o sangue que havia escorrido de seus olhos adentrasse aos seus lábios, manchando suavemente os seus dentes com o sangue. ──── Ao suposto fim de tudo, é conclusivo afirmar que a resposta seja “sim”. ──── O Uchiha concluía isso, vide tudo o que os dois estavam fazendo naquela batalha. Retornara o olhar a sua frente, com a mudança incisiva de feição: o ódio era evidente, mas, além de tal, a determinação, que o fizera superar cada perda, cada falha, até que chegasse ali. Não era mais uma questão de sobrevivência apenas por si, mas por Kumogakure. Ele não poderia abandonar a vila que o abrigou, e nem o faria. Antes de esperar pelo ataque, ele tratou de manipular chamas. Mas não qualquer manipulação, tampouco qualquer chama demonstrada até o momento. Se tratara de seu elemento próprio: o Enton. Tendo o ponto focalizado a sua frente, cerca de doze passos a frente da região em que ele estava, manipularia as chamas de Enton, fazendo com que uma quantia de chamas se instalasse no local e se levantasse, formando uma barreira extra.
 
    ㅤEste fora, por cima, o poder de um amaldiçoado e corrompido pelo ódio. A defesa absoluta emergia: Susano’o, o Deus das Tempestades entrava ao combate junto às chamas tão quentes quanto o sol. Atento por completo para que não ferisse em momento algum nenhum aliado, e por isso que havia resolvido ficar pouco a frente dos demais, para não haver tais riscos. As tentativas estavam postas em xeque. Como todos da Aliança, ele daria seu máximo para a proteção dos demais ali e, obviamente, de si mesmo.  

Considerações:
Jutsus Utilizados/Ativos:
Armamento Ninja:
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 73318106e2edc17140311913c4ae2bdb

Akihito
Tokubetsu Jonin
Akihito
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 73318106e2edc17140311913c4ae2bdb

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 11/9/2020, 22:51

[Cerco à Sunagakure] Kazekage vs Aliança

I'm a Survivor, I'm not Gonna Give Up!

Os esforços conjuntos de ninjas de todos os cantos do mundo era algo incrível de ser ver. Cada um, independente de seus ideias, independente de suas convicções e independente de seus objetivos pessoais, uniam força em prol de um objetivo maior: a sobrevivência do Mundo Shinobi! Sim, pois a sobrevivência do mundo — ou ao menos o que restara dele — parecia depender apenas daqueles que se encontravam na linha de frente, encarando a própria encarnação do mal. Escudos e mais escudos, barreiras e mais barreiras, todas levantadas em consonância... mas isso ainda parecia pouco. Quando o ataque do falso Shion foi freado pela união da aliança, uma ponta de esperança surgiu em meu coração, mas ela logo foi avassalada, pois, em um movimento surpreendente, o Hattori Impostor intensificou o poder de sua técnica, sobrepujando de forma estonteante os jutsus da Aliança Shinobi.

Ao perceber a reviravolta da situação, tentei empurrar cada vez mais o chakra de minha barreira contra o ataque de nosso inimigo, mas todo aquele poder pareceu apenas virar-se contra mim, pois ao fazê-lo, pude sentir a pressão do meu próprio chakra e a do nosso adversário se alastrando por todo meu braço. A força sentida foi tão intensa, que meu braço fez um movimento que parecia humanamente impossível, entortando-se completamente para trás, tornando-se tão maleável quanto uma folha de papel. Ao ouvir — e sentir — o quebrar de vários ossos do meu ombro direito até a ponta dos meus dedos do mesmo lado, fui lançado para trás, de tamanha que foi a intensidade do ataque.

A dor que eu sentia era excruciante! Eu até mesmo achei que havia perdido por completo o meu braço, e que esse tinha sido abruptamente amputado pelo poder do ataque do falso Shion, mas não parecia ser esse o caso. Deitado no chão e grunhindo de dor, ouvi uma voz até então desconhecida confrontar o nosso algoz. Era uma voz feminina, que trazia boas novas. "Não se preocupem, acabamos de deter todos os meteoros, seus lares estão salvos". Neste momento, a alegria tornou a preencher meu ferido coração, mas logo em seguida recebi, mais uma vez, aquele choque... "Infelizmente... chegamos tarde em Oto, sinto muito", disse uma segunda voz. O sorriso que involuntariamente eu havia esboçado agora se esvaia, e junto dele, qualquer fagulha de esperança que em mim restava. Toda felicidade logo se transformou em angústia, a dor que eu sentia em meu braço se quer se comparava a dor em meu peito. De minha boca não saia nada além de lágrimas e soluços, os quais eu tentava ocultar.

Lenta e calmamente, com os olhos fechados, fui me levantando do chão. Cambaleei um pouco de volta ao local que eu estava antes, até recuperar meu equilíbrio, conseguindo enfim manter-me firme sobre minhas pernas. Após um longo suspiro, abri meus olhos. Tudo ao meu redor parecia coberto de vermelho, banhado em sangue; mas eram apenas meus orbes que estavam inundados de lágrimas escarlates. Diante daquela situação, não consegui mais conter toda a dor que eu tentava suprimir dentro de mim, e com um grito de angústia, pus tudo pra fora.



Por mais que estivesse completamente abalado, eu continuava de pé. Em minha mente só conseguia pensar em todos que havia perdido, todos que, em um piscar de olhos, havia perdido para sempre. Mas era justamente por estar pensando neles que eu continuava lutando! Mesmo todo ferido, mesmo com um braço quebrado, mesmo com o coração partido, eu continuava de pé! Essa era a minha maneira de honrar a memória de todos aqueles que haviam partido: continuar lutando. Em um instante, aquele grito de angústia tornou-se em um grito de fúria!
A dor que eu sentia em meu braço definitivamente havia cessado. Embora eu ainda não conseguisse articulá-lo perfeitamente, eu já conseguia sentir a melhoria. Só uma pessoa dentre poderia fazer aquilo, para mim não restava dúvidas. Mas se levantar para enfrentar tudo aquilo era apenas o começo, pois nosso carrasco, agora transformado em um verdadeiro demônio, se preparava para um ataque ainda maior.

Por conta da dificuldade em articular meu braço hábil, realizar selos seria uma dificuldade; mas não seria impossível. Embora minha mão direita não respondesse aos comandos de meu cérebro, com a esquerda eu conseguia mover — com o máximo cuidado possível — os dedos da direita, podendo assim realizar os selos necessários para mais uma vez erguer a minha mais forte barreira. A velocidade com que eu fazia os selos, no entanto, nem se comparava à velocidade habitual, mas ao menos já era alguma coisa.
Mais uma vez ergui, uma Barreira Mística das Sete Cores Prismáticas ao nosso redor, mas sabendo que apenas uma não seria suficiente, reunindo todo esforço do mundo, tentei novamente executar mais selos de mão, para enfim erguer uma segunda barreira, com 1 metro cúbico a menos que a anterior, fazendo assim um reforço à primeira. Eu não sabia se conseguiria, tanto pela velocidade do ataque do inimigo, quanto pela minha debilidade — mas nada disso me impediria de tentar.


837 palavras
950/950 HP || 315/975 Chakra || 02/04Stamina
Considerações:
Informações:
Template by @wyalves

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 1udpIjj

Shion
Administrador
Shion
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 1udpIjj

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 12/9/2020, 22:00


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 P81B7m
Cerco a Sunagakure
Obrigado por me ensinar viver


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Naruto-sasuke-sakura-wallpaper
Herói
O que define um herói? Contados nas ficção como homens poderosos, que vem dos céus e fazem milagres, mas uma mãe que acorda cedo, cuida de sua casa, alimenta seus filhos, sai para trabalhar, volta no fim do dia, ajuda os filhos com a lição da escola e ainda consegui sorrir, essa mãe é uma verdadeira heroína. Ou uma mulher de coração tão bom que viu um homem completamente sujo na escuridão o abraçou forte e o chamou de amigo e lhe deu uma chance de provar que existe um mundo melhor, esta mesma mulher o ensinou sobre um caminho melhor, um caminho mais justo, uma mulher que mudou uma organização inteiro apenas com um simples abraço, esta mulher é uma verdadeira heroína. No mundo é lotado de pessoas fazendo atos tão heroicos sem nem perceber o quão grandiosas essas pessoas são, o quanto cada uma delas da um novo proposito a vida de muitas pessoas.

Aqui iremos conhecer três shinobis, Hattori Shion, Hikari Opus e Katsura Grey, em seus mundos eles foram vistos como heróis, fizeram coisas pelo mundo que poucas pessoas conseguiriam, vamos começar pelo Hattori.
Shion teve um início de sua vida complicado, ele foi levado a cometer uma serie de erros, manipulado e usado por pessoas de coração perverso, confuso e sem entender o que significava tudo aquilo, ele achava que fazia o trabalho de Deus, ele achava certo tudo aquilo que ele fazia, mas para toda escolha ruim a conta chegaria um dia, no fim Shion foi acusado de  matar um homem que ele lutou ate o ultimo suspiro para proteger. Shion recebeu a pior sentença dos Greys, sua alma seria arrancada de seu corpo, Katsura acreditava naquele garoto que ela salvou a vida há tantos anos, ela foi contra os Greys e o ajudou fugir, graças a ajuda de mais duas pessoas os quatro conseguiram derrubar os poderosos dos Greys. Shion esteve com a cabeça muito ferida das atrocidades que ele cometeu e resolveu aprender mais sobre a si mesmo e sobre o mundo, em sua viagem ele aprendeu sobre injustiça, sobre poderosos e sobre o quão sujo o sistema estava. Shion era um homem realista. Ele sabia que além de diplomacia, dos apertos de mão e da retórica...  para se construir um mundo melhor as vezes, é necessário destruir o anterior. E isso cria inimigos. Aqueles que tem chamam de sujo porque você tem coragem de enfiar as mãos na lama para tentar construir algo melhor. E pensar que essas pessoas estão felizes hoje, deixava Shion muito, muito irritado. Ele lançou seu nome na lama erguendo um império, derrubou corruptos e diversos homens que se beneficiava do sofrimento alheio. Ele sempre colocou a necessidade de outros acima das suas, isso lhe deu seguidores e pessoas que acreditavam nele, infelizmente o tipo de trabalho que ele fazia se fosse mal interpretado lhe daria ainda mais inimigos do que o planejado.

Opus nosso segundo entrou para o exército logo cedo, ele acreditava no sistema, ele seguia ordens, um soldado honrado que sempre fez o que lhe foi pedido, condecorado e logo se tornou major. Opus cumpriu tantas incursões em nome de sua vila, Kumo, que seu nome era o principal para se tornar Raikage, ele recusou o cargo diversas vezes, ele sempre acreditava que faria um trabalho melhor por Kumo diretamente no campo de batalha, ele conheceu os Hattoris e Greys logo jovem, inclusive parte da depressão de Shion foi ele que ajudou a curar, ele recrutou Shion que serviu no exercito por 1 ano. Opus sempre foi contra as ideologias de Shion, e isso colocou os dois um contra o outro várias e várias vezes.

E por último a herdeira dos Greys, Rainha Katsura, alguém com o coração mais puro que o mundo já viu, Katsura encontrava bondade onde ninguém mais via. Hoje Shion é um homem melhor graças a uma mulher, esta mulher o tirou de um inferno que sua família o colocou, o abraçou forte e o chamou de amor, Shion em agradecimento deu dois presentes para Katsura, Hattori Shaka e Hattori Angell.

Os três tinham ideologias e pensamentos diferentes, vieram de mundos diferentes, mas ambos tinham a mesma visão, alguém precisava fazer algo pelo mundo, só não sabiam como ou por onde. Shion com seus guerreiros tentou modificando o sistema, Opus acreditava na ordem e justiça, Katsura sempre pregou o amor. Os Greys tinham um pequeno projeto que era santuário, a premissa era um mundo “justo” para os que não tinham para onde ir, no entanto a rainha estava formando um pequeno exercito pessoal para conquistar mundos, em sua queda o santuário ficou largado, Shion teve uma visão diferente, e se eles fizessem o santuário cumprir o objetivo que ele foi criado, um lugar para pessoas que não tem para onde ir, um lugar justo, um lugar onde não existe desigualdade, foi o que os três fizeram, Shion tinha os recursos financeiros ganhos em seus “negócios”, Opus trouxe homens disposto a ajudar e Katsura o ensinamento sobre amor ao próximo, o santuário enfim cresceu com a premissa que foi criada. Os três naquele ano foram indicados a ganhar um prêmio pela paz, Shion recusou, ele dizia “a paz não era uma conquista, ela era uma responsabilidade”.

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 God-Serena

Fenda
Caminhando para sair da fenda, Shaka sentiu uma voz em sua cabeça. – Por quê? – ele caiu de joelhos sentindo dores, Hinka se aproximou perguntando o que foi. – Vai na frente, minha amiga aqui dentro ta querendo conversar. – Hinka, olhou para Hanataro. – Cuide dele, eu vou na frente. – Ela se retirou do local e foi ao campo de batalha.

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 BRjiwachVIU5_J5lGRO1NAZaNKhuofEoM78uBrmby6XigXE1o8KRT6HzUuKiL3G2CzySrnDlr_4P9H6k9wXLkqufkSUGa71qrWOC
Campo de Batalha
Hinka retornou a Suna, aos seus pés tocarem em Suna ela teve seu primeiro espanto, Suna não existia mais, no campo de batalha sobraram apenas Ayako e Angell, que foram revertidos por um gelo de cores roxa, atrás deles não havia sobrado nenhum aliado, nos olhos que sobraram de Angell e Ayako um novo doujutsu, era a evolução do Sharingan, o Eien no Mangekyou Sharingan, um chakra se abaixava dos dois liberando o corpo de ambos, Ayako e Angell estavam um próximo do outro, Shion estava rindo pela vitória. – HAHAAHAHAH, EU SOU O MAIS PODEROSO! HAHAHAHA – O homem parecia não ligar para a presença dos demais, ele não parava de admirar seu trabalho. Os olhos de Hinka tremiam com o que via, suna foi apagado do mapa, ela sentia todo o chakra que sobrou e apenas sentia mais dois além dos de Angell, Ayako e Shion. Hinka se transportava a frente dos dois jovens Hattoris. – Angell... Ayako... Vou pedir algo para vocês... – Hinka a frente dos dois garotos começava a concentrar chakra em suas mãos. – Quando vocês derrotarem esse desgraçado e encontrarem o pai de vocês eu quero que diga algo para eles. – Ela olhou para os rostos dos dois, um sorriso alegre no rosto dela. – Diga e ele, obrigado por me ensinar a viver. – Hinka bateu as duas mãos no chão, o Rinengan brilhava em seus olhos. – Angell, quando você se tornar rainha lembre-se de algo, mantenha seus irmãos na linha, eles são burros demais para deixarem soltos por aí e o principal, tenha paciência com seu pai, ele vai precisar de você. – Ela então direcionou a fala para Ayako. – Filho, não tivemos tempo para nos conhecer melhor, mas quero que saiba de algo. – Hinka olhou para Ayako uma última vez e ele viu lagrimas no rosto dela.
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 3426a79a8cd66e5b37ed4bf7577171a68fec2e90_hq


- Ayako... Não seja teimoso. Seu alimente direito e cresça forte. Tome banho todo dia e se mantenha aquecido. E não fique acordado até tarde. Você precisa dormir bem. E faça amigos. Não precisa ter muitos. Apenas alguns... aqueles quem que você possa realmente confiar.
Estude bastante e pratique ao máximo seus Jutsus. Lembre-se que todos têm qualidades e defeitos, então não fique chateado se não conseguir fazer alguma coisa direito. Respeite seus professores e seus colegas mais velhos. Ah, e outra coisa importante... Sobre as Três Proibições para um ninja. Tome muito cuidado quando pedir e emprestar dinheiro. Guarde o dinheiro das missões em sua poupança. E nada de beber antes de fazer 20 anos. Beber demais pode acabar com a sua saúde, então nada de exageros. Outra proibição são as mulheres. Sou mulher e por isso sei bem o que falo, tudo que você precisa lembrar é que este mundo é feito de homens e mulheres. Então é natural ficar interessado por meninas. Mas não vá se interessar por meninas ruins. Encontre alguém melhor do que eu. Alguém parecido com sua irmã talvez. Angell e Ayako, de agora em diante vocês vão passar por muita dor e sofrimento. Sejam verdadeiros com vocês mesmo. Continuem seguindo seus sonhos. Tem tanta coisa, tanta coisa que eu queria contar para vocês. Eu queria tanto poder ficar mais um pouco com vocês. Mas por favor, mesmo que o pai de vocês pareça frio, pareça distante, só de tempo a ele, ele vai sofrer muito após tudo isso, mas ele ama vocês mais do que tudo nesse mundo, nunca deixe de lembrar ele disso.
– Hinka bateu suas duas mãos no chão uma aura azul saiu de seu corpo. – A minha vida... é amaldiçoada. Eu engano as pessoas, rio delas e roubo suas vidas. Mas Shion... Você... Você me deu a chance de viver como uma pessoa. O trabalho que eu fiz deveria ser para eu me redimir dos meus pecados. Para eu me eximir deles. Eu não mudei nada. Ainda sou uma pessoa que logo pensa em matar os outros. Eu... Eu não tenho o direito de viver. – Hinka se perdia em seus pensamentos enquanto continuava crescendo ainda mais seu chakra. – Mas agora... eu desejo. Caso a minha vida seja capaz de fazer o mundo voltar a ser como era... Eu... ofereço esta vida. – Hinka abriu os olhos. – Arco do Tempo: Last Aegis! – Um chakra ainda mais poderoso começava a emanar do corpo da mulher, chakra crescente a cada instante, Shion olhava para aquilo confuso, mas não queria se arriscar de tocar, ele estava bastante cansado da técnica lançada. Hinka começava a gritar com o crescente aumento do chakra, sua pele começava aparecer veias grandes. – Aguente! – Ela gritava em bastante dor. – A dor de todas as pessoas que eu fiz sofrer é muito maior do que esta agonia. – Seu corpo ainda mais tomado por essas veias crescente com mais força. – Todas as minhas células... Cada uma delas... A dor está percorrendo o meu corpo... Isto que é sacrificar o próprio tempo? Sacrificar a própria vida? A minha vida está fluindo. O meu tempo está se esvaindo! A minha vida, o meu futuro...  – Hinka gritava ainda mais alto de dor, o chakra consumia toda Suna. – Foi uma vida manchada de perversidade e pecados, mas pensando bem... Ao meu redor... Sempre havia alguém comigo. Shion... Shaka... Korra... Uma pessoa como eu... esteve sempre repleta de felicidade. Mesmo assim, sem que eu me desse conta dela, desperdicei minha vida com coisas tolas. Mas ainda não é tarde demais. Pelas pessoas que são importantes para mim, eu vou sacrificar todo o meu tempo restante! – Mais uma vez pensamentos de lamentos e despedidas de Hinka, a técnica enfim era ativada, uma técnica poderosa e antiga. – Por favor, faça o mundo voltar! Ao menos para antes de toda essa desgraça acontecer. Volte o tempo equivalente à minha vida! – Diante de Angell e Ayako os acontecimentos do passado começaram a ser passados novamente, Shion liberou sua técnica, ao fazer isso, em um outro local o verdadeiro Shion abriu seus olhos com seu Mangekyou, ele fechou seus punhos, o tubo que o lacrava começou a rachar e pequenas gotas d’água começaram a cair no chão do laboratório, ao lado de Angell seus aliados ergueram barreiras, doujutsus e ate mesmo tentaram contar com os próprios Deuses para se protegerem, não foi o suficiente para deter tamanho poder, Angell e Ayako foram salvos graças a vontade de seu pai de os proteger, Ayako foi lançado para trás ao encostar seu corpo no de Angell os dois doujutsus juntos despertaram o poderoso Susano’o de Shion, mas tal força não foi suficiente para conter o ataque de Shion o Clone, apenas o gelo Hattori conteve tamanho poder. O tempo retornou, retornou no ponto onde o Clone começava a preparar a técnica, Hinka olhava em seu pulso no relógio, seu corpo começava a se petrificar ao ver a hora ela teve um espanto. – O tempo... O tempo... Voltou...? Alguns segundos? A minha vida... vale... só alguns segundos? Não pode ser... Eu... não consegui salvar ninguém. – O corpo da mulher se tornava pedra, este era o fim da serpente das trevas, para ela seu sacrifício não serviu de nada, mas para aqueles que tiveram uma segunda chance se viram de volta, Angell terminava de curar seus aliados, Squall teve seu peito perfurado por uma lança, e todos os presentes tiveram uma visão do futuro, eles viram o que aconteceria a seguir, eles sabiam o que o ataque de Shion faria, agora eles têm uma segunda chance de tentarem novamente, uma segunda chance de derrotar o inimigo, o pensamento que estava diante de todos agora seria, “Alguém nos avisou?”



[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Ec9dbe3f9c9c38027870d3642c3ff87a
Segunda Chance
Ele sentiu o que aconteceu, sua aliada e amiga Hinka se sacrificou por todos, algo que ele jamais imaginou que aconteceria, Shion preso naquele tubo foi capaz de falar. – Hinka... Minha garotinha! – Um chakra azul tão poderoso saiu do subsolo de suna esse chakra foi de encontro ao corpo de todos os aliados, uma força antiga tomava controle do corpo de vocês, o clone parecia não se importar, ele teve a mesma visão que vocês mas ele era ignorante o suficiente para arriscar a mesma coisa, ele sabia que venceria, do outro lado os aliados receberam uma força tão poderosa que seria capaz de fazer milagres, mas ele fez algo diferente, com seu rinengan ele trocou Ayako de lugar com o Erwin, afastando os Hattoris.



Esclarecimento
Hinka deu sua vida para salvar a todos, ela retornou o tempo alguns segundos trazendo todos de volta a vida no momento que Angell os curou, vocês viram o que aconteceu no futuro, agora vocês tem a visão do que aconteceu para preparar uma nova estratégia, essa é a ultima chance de vocês, agora as coisas são seria e não se trata de plot, usem tudo que vocês tem para segurar o ataque do monstro, o mundo está confiando em vocês.

A cura de Angell curou todos menos o Squall devido o ferimento dele.
DEFEITOS
Ayako: Cegueira (2) - olho esquerdo
Angell: Cegueira (2) - olho direito
Tatsuo: Visão Prejudicada (1) - olho direito

MORTES
Allen e Gabz

PUXÕES DE ORELHA
Squall: quebra total de cronologia a partir do terceiro parágrafo (Auto-Hit e invalidação das ações subsequentes) - incapacitado até a remoção da lasca de gelo do peito E a cura do rombo no peito, infelizmente fora dessa rodada.
Schro: narrou e especificou nas considerações a recuperação do braço perdido a partir da Samehada, mas não descontou os pontos de chakra para isso (Auto-Hit e invalidação da ação) - continua sem o braço (apesar de o ferimento principal e o HP perdido terem sido recuperados pela narração da Angell) até a realização correta da ação
Akihito: tentou fazer selos de mãos com um braço quebrado (segundo a própria narração, com VÁRIOS ossos "do ombro direito até a ponta dos dedos" partidos) - não é um erro de acordo com as regras de batalha, mas a janela de tempo entre o ataque do narrador e a defesa do player ficaria incompatível e as ações seriam anuladas
Ninguem esta morrendo(Apesar dos Auto-hits acumulados) apenas foram pelo plot.



OUTROS
Lollipoppy e Senko: podem voltar a postar, acordando do desmaio com os ferimentos totalmente recuperados

Volta no Tempo
Este é o ponto que vocês voltaram no tempo
Para ele não importava se estavam cansados o feridos, ele iria atacar novamente suas asas se fecharam ao redor de seu corpo, suas mãos em seu peito formato de X com suas laminas em suas mãos, o jutsu que viria a seguir puxou um chakra tão poderoso que todo o chão de Suna começava a tremer. – Este é o fim desse mundo!
Tudo que veio depois vai se revertido(Uso de chakra, transformação, stamina, uso de jutsu, preparações etc)

TODO PLAYER QUE MORREU NESSE POST ESTA VIVO!!!


Considerações:


_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Scre1755
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Ui7615FOlá, Convidado, eu sou o Shion.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Kp7JWtE

Shaka
Game Master
Shaka
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Kp7JWtE

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 13/9/2020, 09:02




DEUSES ENTRE HOMENS
Okina


A criatura que Shaka absorveu não parecia gostar muito do sangue que ele introduziu em seu corpo. – Shaka... por que você busca esse poder? Você só precisa de mim. – Shaka começava a tossir sangue, Hanataro olhava com aquele espanto. – Shaka o que é isso? O sangue dos Greys esta lhe fazendo mal? – Ele limpava o sangue que caia em suas mãos. – Não é nada disso, eu só... esquece vamos. – Okina não estava nem um pouco satisfeita.

Considerações:


_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Scre1755
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 WmXxHD8Olá, eu sou o Shaka.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Dwqqy2b

Angell'
Lenda Ninja | Sannin
Angell'
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Dwqqy2b

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 13/9/2020, 16:21


Angell Hyuuga Hattori
[ HP: 3000/3000 | CH: 1430/7100 | CN: 50/400 | ST: 06/22 ]
[ Byakugou no In: 500/500 | Souzou Saisei: 00/08 ]
[ Hachibi: 5000/5000 ]


Era como se a azulada estivesse tendo o mesmo pesadelo por várias noites seguidas; de novo os presentes tentavam unir forças para se salvarem e salvarem uns aos outros, mas continuavam sendo completamente subjugados pelo poder do falso Shion. Em uma nova explosão de chakra, além de as defesas dos aliados serem todas estraçalhadas, Ayako foi lançado para cima de Angell, e, no encontrão entre ambos os corpos, ela sentiu algo em seu olho esquerdo, assemelhando-se a um formigamento. Porém, antes que pudesse se desesperar por possivelmente estar perdendo o olho que lhe restara – sua outra chance –, sentiu também o acúmulo e a liberação de chakra – sem nem conseguir discernir em um primeiro momento se era o seu próprio, o de seu irmãozinho ou algum outro ainda – no mesmo, e, logo em seguida, viu a mesma técnica de Tatsuo surgir ao seu redor. ...mas nem mesmo isso foi suficiente; ambos os guerreiros – aquilo eram guerreiros, não? – de chakra também foram despedaçados pela magnitude do poder do falso Shion. Tudo que fez algum efeito e salvou Angell e Ayako foi a manifestação de um gelo roxo, que, claro, ela reconheceu no mesmo instante. Ainda se apoiando em seu Byakugan ativo, procurou mais uma vez por seu pai no subsolo... e então se deparou com o doujutsu mudado dele próprio e com os punhos fechados e pressionados, além de algumas rachaduras no tubo que o encarcerava. Ele sabia dos apuros em que os filhos se encontravam e arranjava lá suas forças para socorrê-los, mesmo naquele estado.

...enquanto o falso Shion ria compulsivamente com a vitória iminente que tinha sobre os presentes e o restante da Areia. Porém, em meio àquela loucura dele, Hinka ressurgiu de uma de suas fendas, primeiro, ficando tão desolada quanto a própria azulada quanto ao que não havia restado do cenário, depois, parecendo se preparar para tomar partido em relação àquilo. Ela concentrava chakra e dizia várias e várias palavras sentimentais – que, diga-se de passagem, Angell sequer sabia que podiam ser reais –, como se... estivesse se preparando para um sacrifício. E, nos poucos instantes em que a azulada não conseguiu julgar se devia deixá-la prosseguir ou tentar pará-la – até porque não sabia como o faria nem se haveria mesmo alguma forma – e acreditar que era mesmo a única opção agora – uma vez que, além de também não saber o que ela tinha em mente, não fazia ideia de o que mais tentar contra o kazekage, enquanto ela parecia ter certeza do que planejava –, pôde apenas ouvir as oscilações entre o barulho e o silêncio dela e visualizar a conclusão de sabe-se lá que técnica era aquela que ela usava. ...até, enfim, em um piscar de olhos, ver todo o ocorrido rebobinando ao seu redor. Surpreendeu-se, mesmo que não tivesse tempo para se prender e procurar por detalhes e alguma explicação decente para o que se desenrolava. Sentiu um novo formigamento, agora em seu corpo inteiro, e se lembrou da manifestação do chakra de seu pai.

– Não, Hinka, – ela murmurou. – você salvou a todos aqui. E todos aqui salvarão Shion, e Shion salvará todo o restante do mundo.

Naquele momento, Angell estava mais uma vez com suas palmas unidas em frente a seu corpo, parada atrás de Ayako, observando diretamente as movimentações do kazekage... que eram quase as mesmas de antes: as asas se fechavam, os braços formavam um “X” na altura do peito e o chakra começava a ser sugado; mas de novo a técnica da troca de corpos de lugar foi utilizada, agora, entre Ayako e Erwin. Então poderia se supor que ele também sabia o que aconteceria a seguir, mas julgava que o resultado não mudaria em qualquer hipótese?, ou apenas se o guerreiro de chakra dos irmãos Hattori não surgisse? ...como se tivesse sido o dito cujo que os salvou do extermínio que acometeu os demais presentes e o restante da Areia, e ele não quisesse deixar rastro nenhum. Mas aquilo ou era muita ingenuidade ou era muita arrogância. Nunca as palavras da correspondente da azulada tinham feito tanto sentido para ela. Dizemos, o kazekage estava mesmo usando o nome da família de ambas daquela forma toda imprudente, mas não passava de uma criança mimada que descobriu ter poder. O verdadeiro Shion era um estrategista; o falso Shion simplesmente concentrava seu chakra limitado e disparava seus ataques copiados sem quaisquer controle, consciência ou plano de ação. E seria isso que a azulada teria de usar contra ele para não só impedir a destruição completa da Areia e dos presentes, mas também causar a ruína dos falsos reinado e poder dele.

Ela captou mais chakra natural para seu corpo e voltou a se transformar: deixou sua íris já não tão alva e uma pequena área ao redor de seu olho esquerdo se pigmentarem com uma cor diferente. Permitiu-se de novo sentir – e só para ter plena certeza do que estava fazendo –, agora através de seu Senjutsu, o chakra de seu pai, vindo do subsolo para lhe fortalecer. Esperou pelo abrir da boca do kazekage... e, ouvindo a primeiríssima palavra dita por ele, constatando que realmente tudo só se repetia, voltou a mandar seu chakra doton envolto em chakra natural para o solo abaixo de seus pés, mas, agora, para erguer três grupos de paredes grossas de terra rentes ao corpo dele, a fim tanto de encarcerá-lo em um cubículo fechado até mesmo por cima quanto de impedir o simples movimentar das asas e dos braços dele, que, segundo ela se lembrava, tinha acompanhado o ataque anterior. Não sabia até que ponto conseguiria contê-lo – não sabia nem se efetivamente poderia fazê-lo –, então continuou a observá-lo com seu único olho restante. Caso ainda notasse alguma reação às suas investidas, concentraria mais chakra doton desde o interior de seu corpo e o mandaria para o solo para invocar maiss duas paredes pesadas de terra, que se moveriam uma em direção à outra a fim de prensá-lo bem no meio do caminho. Enquanto isso, mantendo suas mãos unidas até aquele momento, continuaria enviando chakra medicinal para seus aliados.

– Squall, – ela chamou, – desde quando não confia em sua sensei? Retire essa lasca de gelo de seu peito e deixe o restante comigo. – antes de se voltar a seu outro ex-aluno: – Tatsuo, proteja-nos de novo, só por precaução. – e, por fim, aos demais presentes outra vez: – Unam-se; esta é nossa última chance!


“But it’s the only thing that I have.”


Informações:
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 RZlFJ4c

TK
Jōnin
TK
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 RZlFJ4c

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 13/9/2020, 17:39


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr_nd8od4v8J51u0y5cto9_500


過去

Os registros contam que, há quinze anos, um menino nasceu em Mizu no Kuni, em pleno inverno. Consta também que, em circunstâncias extraordinárias, ele veio ao mundo entre um casal de camponeses se escondendo, receosos, dos males que no passado fizeram aos detentores de linhagens sanguíneas. Nessa mesma época o primeiro evento mundial, cujo fim trouxe segredos da existência das bestas de caudas, havia ocorrido e provocado um novo barulho no mundo. Mas a verdade nunca foi essa. Embora os documentos digam isso, e o casal realmente exista, não foi assim. Ayako não sabia de nada disso e assim devia ficar... sem saber.

A neblina ocultava boa parte do país, a neve cobria outra porção. Em meio a imensidão branca e fria, uma silhueta esguia coberta de escuridão andava no meio do horizonte. Buscava abrigo para realizar uma operação que não podia ser de conhecimento do mundo. Manter vivo o bastardo do clã Hattori, uma criança que não deveria ter acontecido. Ela não podia deixar a única parte de Shion deixada nela desaparecer, por isso escolhera tê-la. E, mesmo assim, não podia correr o risco de deixá-la próxima dela ou mesmo de Hattori Shion. O irmão daquele bebê estava ficando cada vez mais forte, produzindo cada vez mais sombras no mundo, embora ele só fosse aparecer anos mais tarde. Hinka sabia muito bem como fazer aquilo, mas não sabia se tinha a coragem. Precisava encontrar pessoas boas, alguém que se importasse o suficiente para proteger o bebê. Precisava também ficar de olho, claro, pois não podia deixá-lo viver apenas com a sorte de não ser encontrado; ela precisava de uma certeza.

Por isso foi até uma aldeia bastante afastada de onde se levantava Kirigakure no Sato naquela época. Conhecia uma pessoa. Alguém confiável, forte, capaz de defender a criança se necessário. De ensiná-la algumas coisas se preciso. Viu a casa deles no meio da nevasca, feita de madeira humilde. Ali morava Yuki Fujimoto e sua esposa, Yuki Shiro. Ela não tinha a mesma potência genética dele, não dominava o gelo, mas vivendo como um casal fugiram juntos depois de alguns problemas, trinta anos antes, quando ainda eram adolescentes; agora viviam perto dos cinquenta anos cada um. Hinka havia lutado com ele antes, ao seu lado, durante uma missão enviada por Shion a fim de conhecer mais das linhagens que usassem o mesmo elemento dos Hattori, buscando explicações sobre aquele mundo. Ele não era dos mais simpáticos, provavelmente o garoto cresceria um pouco arrogante e marrento, mas cresceria. Estaria vivo.

Era tudo que importava para Hinka.

Parada no meio da nevasca ela abriu o manto revelando algo enrolado em mantas térmicas. Preso de um lado, um papel com algo escrito. Ela o pacote na frente da porta do casal exilado após duas batidas na porta. Quando a primeira tranca estalou a sombra de Hinka desapareceu, ficando há vários metros de distância apenas observando. A enorme porta de madeira se abriu. Um homem de cabelos brancos, óculos e um antigo casaco militar apareceu e ouviu um choro em seus pés. Abaixou-se e levantou aquele montinho onde uma criança havia sido deixada e, no papel deixado na lateral, apenas uma frase se destacava no verso: "de sua velha amiga... Hinka."

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 LyxSiCU

未来

Ayako estava muito longe de ser um herói — e ele mesmo sabia disso. Quando o sangue derramou a partir do seu globo ocular, ele sabia que não tinha mais grande serventia em combate. Cansado e ferido, só lhe restava aceitar a derrota. Tinha feito seu melhor; essa frase ecoava em sua cabeça como se estivesse na frente de um precipício. Angell, por outro lado, era uma heroína — e ele sabia perfeitamente disso. Soube muito tempo antes, ainda não tendo ciência da relação sanguínea deles. A alcunha de Sobrevivente não foi dada a ela apenas pela batalha vencida, mas pela sobrevivência de outros. Assim que ele imaginava. Uma ninja médica que vive e até afasta os invasores não era apenas uma kunoichi qualquer; era uma verdadeira heroína. A pessoa que ele nunca seria, mas gostaria de ser. Por mais que fosse arrogante demais para assumir seu anseio em ser um herói. Mas ela era uma heroína, a única que ele conhecia no mundo todo. Um exemplo de verdade que se tornou o caminho de seus passos; o motivo de se tornar um ninja médico e um alvo para ficar mais forte.

Quando o chakra dela começou a curar seus ferimentos menores e estancar o maior, ele apenas conseguiu perceber mais claramente a magnitude do heroísmo dela. Podia ter se entregado exatamente como ele estava decidido a fazer. Cansada e igualmente ferida, sem um dos olhos tal como ele, Angell poderia muito bem ter se entregado ao fim, abraçado a falha. Porém, ela não era assim e, diante dele, a moça, não, a mulher, apenas ficou ainda mais firme. Resistente como uma rocha imparável, como o seu elemento mais usado — naquele momento ele entendeu a ironia da vida: ela era mestre no doton e se tornara uma rocha sólida de esperança, ele usava o gelo e começava a degelar ao menor sinal do fogo do perigo. Barreiras foram erguidas, novamente usando de sua natureza dura. E, de algum modo, ele sabia que não seria suficiente. Aquela réplica de seu pai nunca seria parado assim. Tinha aceitado isso, como uma criança medrosa.

O ataque impiedoso daquela figura demoníaca veio em cheio. O Sharingan recebido de seu pai havia previsto. Por isso ele sabia que nada adiantaria, iriam acabar sendo tragados naquela explosão de chakra. Mesmo cheio de medo, em respeito a figura protetiva de sua irmã, que declarava que o protegeria, ele não fechou o olho. O impacto começou a acontecer, mas o corpo dele ressonou ao dela assim que se tocaram ao primeiro sinal da força da técnica inimiga. Em seu olho uma transformação ocorreu, ele conseguiu sentir o chakra fluir de modo extraordinário, refletindo numa forma ainda mais incrível dos olhos de seu pai; o poder eterno do Sharingan. Um chakra ainda mais incrível os cercou, algo que aquele novo poder enxergou muito bem, ganhando a forma de uma técnica úncia que, por mais forte que fosse, não resistira, fazendo com que apenas outro pudesse protegê-los: o gelo numa cor roxa que os abraçou como se fosse um pai.

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 LrZ7iMK

O Kazekage se deleitava com o resultado de seu poder. Muitos corpos espalhados, destruição completa na vila. Ele não parecia mais dar qualquer importância àquele lugar. O chakra que antes protegera os dois irmãos começava a se dispersar, abandonando-os num último suspiro. Ayako fez questão de encarar a irmã, maravilhado com as coisas que estavam acontecendo, embora ainda um pouco assustado. Ele acabava se sentindo deslocado; uma formiga no meio de um jogo de deuses. Aquela figura demoníaca a sua frente capaz de desolar uma aldeia inteira não teria nenhuma piedade contra ele — e Ayako não teria nenhuma chance de fazê-lo sofrer. Não com os poderes comuns dentro de si. Então uma nova figura apareceu diante deles. Uma pessoa que Ayako não esperava ver naquela situação, ao ponto de fazê-lo arregalar o único olho restante: Hinka.

A mãe biológica dele. A mulher que seu pai mandara salvar, mas também aquela que fizera-lhe despertar os verdadeiros poderes dois anos antes. Hinka era seu começo, tanto na vida como na verdade de sua linhagem. Quando ela surgiu diante deles, pensou se não veria também seu irmão, Shaka, e quanto tempo sua ajuda duraria baseado na última tentativa. No entanto, ele não viria. Não, daquela vez seria apenas Hinka. Apenas sua mãe. E ele entendeu aquilo no momento em que Hinka fez um pedido simples aos dois irmãos: mandar um recado à Shion.

Hinka se virou para os dois com um sorriso de entrega. Ayako não soube se fora pelo novo olho despertado ou se simplesmente pela conexão maternal entre os dois, ele apenas soube perfeitamente que aquele sorriso estava carregado de mentiras e sacrifícios. Ele não teve nenhuma reação de imediato. Seu coração estava tão assustado com todas as coisas que paralisara suas emoções para que não enlouquecesse completamente. Às vezes é preciso ficar insano para manter-se são. Hinka tocou as duas mãos no chão com o Rinnegan iluminando seus olhos. Através daquele novo Sharingan ele viu um chakra diferente se formando.

A mulher então falou diretamente com sua irmã de forma melancólica. Ayako ainda estava atônito, apenas observava. Contudo isso durou apenas até o momento em que ela dirigiu-se diretamente a ele. "Filho", ela soou como uma fada esquecida nos bosques. O rosto da mulher ficou manchado de lágrimas, uma fraqueza humana que não combinava com a dimensão divina daqueles olhos. Ayako sentiu o corpo inteiro ressonar àquela voz, àquelas palavras. O sangue ainda estava impresso do lado esquerdo, entretanto, o que escorregava pelo seu olho direito era muito mais imaculado; era toda a tristeza de um filho vendo o fim de sua mãe.

Salgadas, as lágrimas tocavam em seus lábios à medida em que ela pedia que não fosse teimoso; que comesse direito; que crescesse forte. Forte era algo que ele não sabia se poderia ser depois de tudo aquilo. O chakra continuou crescendo e ela, falando. Mandando-o tomar banho; se manter aquecido; não ficar acordado até tarde; dormir bem. Uma fungada foi necessária, seu corpo não podia se sustentar, ficou totalmente entregue de joelhos assistindo. A dor corroía seu olho esquerdo, mas ela não chegava aos pés do aperto no coração do menino. "Faça amigos", ela pediu, "não precisa ser muitos...", e ele não sabia como prometê-la, mas queria responder que daria tudo de si. O chakra aumentava. Hinka continuava, tocando cada pedaço de sentimento restante dentro do coração dele. Mas ele não desviava os olhos, nem por causa das lágrimas. Devia isso a ela que falava coisas engraçadas e o fazia sorrir apesar da dor; "encontre alguém melhor que eu", ela falava, mas como ele poderia encontrar uma pessoa disposta a tantos sacrifícios?

As palavras voltaram a alcançar mais que apenas o filho, tocava sua irmã também. Novas ordens e pedidos de uma pessoa prestes a ser erguida em uma cruz. "Ele ama vocês mais do que tudo nesse mundo", fora a mensagem dela sobre o verdadeiro Hattori Shion. Mais uma vez ela bateu as mãos, agora fazendo todo aquele chakra acumulado de forma perigosa se erguer, azul e brilhante, cheio de esperança e possibilidades. Hinka se confessou. "Eu não tenho o direito de viver", ela disse, mas Ayako não pensava aquilo. Não mais. Quando a conheceu, ainda pensando nela como inimiga até concordaria, mas agora sabia muito mais do que antes. Sabia que ela lutava, desde sempre, a favor de Shion e, principalmente, dele. Sabia que seu sangue corria nas veias dele. Ela continuava falando e o chakra passava de um limite; o Sharingan via o perigo daquilo.

"Arco do Tempo: Last Aegis!", com aquelas palavras todo aquele chakra se expandiu de uma forma feroz. Até mesmo o falso Shion percebera o tamanho do problema levado por Hinka para o campo de batalha. Hinka gritou e, sem perceber, Ayako acabou gritando junto: — Não! — as veias passaram na pele dela como se estivessem prestes a romper. Ayako tentou esticar a mão, mas o chakra não o deixava se aproximar. Balançou a cabeça para os lados, repetindo mentalmente Não, não, não, não, não..., o grito dela se ergueu ainda mais doloroso. A contemplação dela frente a própria existência caiu como facas na alma do filho. Ouvindo-a sofrer depois de tantos anos, carregando tantos arrependimentos. "Volte o tempo equivalente à minha vida!" foi o que ela anunciou e tudo que Ayako conseguiu responder em um grito momentâneo foi: — Mãe!

今日

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tenor

Os eventos à frente deles começaram a voltar. Pedras se sobrepondo, vidas se reerguendo, até a menor partícula de poeira retornava para onde estava antes da destruição fatal promovida pelo falso Shion. Agora ficava mais claro que a proteção vinha de um chakra diferente do notado antes. O gelo não parecia apenas abraçá-los, ele estava fazendo como um pai protegendo os filhos com o próprio corpo. Então as coisas pararam de se mexer em retrocesso, fato que espantara a visão de Ayako. Voltara exatamente ao ponto onde as asas daquele demônio se fechavam ao seu redor, pronto para lançar a exterminação de Sunagakure e de tantas vidas. Hinka começou a se lamentar, o que fez o filho voltar sua atenção a ela. Seu corpo se petrificou antes mesmo de ele, agora um pouco menos cansado, se mexer na sua direção para um último abraço.

As vidas de todos tinham voltado, mas a dela se partira para sempre.

Cambaleando, o menino tentou tocar o corpo petrificado da própria mãe, mas no mesmo instante teve seu corpo trocado de lugar através de uma técnica especial. Jikukan, contemplou apertando seu olho direito. Sentia-se levemente revigorado através da técnica suprema de sua mãe. Uma carga de chakra subiu pelo solo alcançando-o para deixá-lo ainda menos cansado.

— Você salvou a todos, mãe — Ayako disse, ainda chorando, e olhando para sua irmã que, como bem via seu Sharingan, estava ficando encantada com novos poderes. Engatilhou uma técnica coringa para ser utilizada caso houvesse necessidade; uma forma de tentar aprisioná-lo de vez ou matá-lo com estacas de gelo. Mas, além disto, acompanhou a estratégia de Angell assim que notou o chakra pelo solo sendo usado contra o falso Shion. Chega desse ser desfigurado usar o nome do meu pai, refletiu colocando a mão esquerda sobre o ferimento do olho esquerdo cicatrizado pelo poder de Angell, Chega de continuar ameaçando minha família, seus pensamentos estavam focados em acabar com aquele monstro. Assim que Angell usasse a técnica para tentar aprisioná-lo dentro de uma prisão de terra, seu próprio chakra frio, controlado através de seu exímio domínio elemental, seria enviado através do solo e ergueria-se por debaixo dele para aprisioná-lo dentro de um esquife de gelo.


Hattori Ayako: HP: 965/1300 | CH: 1210/1650 | ST: 03/07 | V: 00ms/22ms | F: 00/04.

Consid.:
Jutsus Usados:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Q9DYRBI
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 100x100

Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 100x100

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 14/9/2020, 00:01


SIGA EM FRENTE, MEU FILHO BASTARDO

O coração do rapaz batia cada vez mais rápido, bombeando uma mistura de sangue e adrenalina pelo corpo. Presenciou não só sua, como a morte de outros que, agora, jaziam largados ali no campo de batalha. Os olhos do rapaz se desfocaram de tudo à frente por um momento, e em sua mente, estava pronto. Tentou relaxar o corpo, e deixar o peso puxá-lo para trás, encerrando tudo de uma vez. Mas, como se o destino não o quisesse, seu coração lançou mais um fluxo de adrenalina que alcançou cada centímetro de seu corpo, fazendo-o (querendo ou não), levantar-se e ficar apoia em um dos joelhos, enquanto o outro estava no chão, para suporte. Em sua cabeça, uma música rodava, como se alguém a sussurrar no ouvido.

“Carry on my wayward son. There will be peace when you are done. Lay your weary head to rest, and don’t you cry no more”

Com todas as dificuldades que poderia ter, se manteve naquela posição, observando os arredores. Perto de si, viu seu antigo colega de time irromper com uma técnica de proporções e poder imensuráveis. Camadas começaram a se formar em sua volta, e uma criatura surgiu acima dele. O que quer que fosse aquilo, era de um nível diferente. E assim conseguiu atestar o quanto estava atrasado. Seu colega de time, que treinou consigo e foi ao mesmo Torneio Chunin havia alcançado um poder daquele patamar. E ele mesmo? O que havia concluído? Quão forte ele se considerava? Se realmente fosse forte, quem sabe, não estaria ali no chão, daquele jeito. Suspirou, cansado, e em seguida, teve sua atenção chamada de volta à realidade. Um último ataque devastou tudo, deixando todos no chão. Seu corpo amorteceu, e tudo parecia ter acabado…
finalmente, uma parte de si pensou enquanto fechava lentamente os olhos.

Mas, por outra vez, o destino havia outros planos para ele. Seus olhos abriram e seu corpo sofreu um espasmo, puxado ar para dentro com muita força, como se não tivesse o feito por algum tempo. Olhou em volta, e tudo ainda estava intacto. Logo à frente, a criatura de asas verdes preparava o que parecia ser o exato mesmo ataque que havia o matado instantes antes. Tudo estava exatamente igual; como se fosse algum tipo de visão do futuro, ou algo do tipo. Se colocou sobre um dos joelhos, enquanto se apoiava com o braço no outro, e levou a destra até o peito, onde tratou de arrancar a estaca que havia deixado o perfurar antes. Jogou-a ao chão e levou a mão por cima do ferimento, por conta da forte dor que tomou seu peito. Em conjunto, a aliança se preparava para começar um ataque coordenado contra o clone. O rapaz ouviu sua mestra, e por mais que quisesse, sabia que seria completamente inútil naquele estado. Sentia seu corpo aos poucos recebendo força e vigor, provavelmente mais uma técnica curativa, mas também sabia que ainda estava longe de conseguir fazer qualquer coisa que fosse relevante.

- Esse poder... - Falou em voz baixa, lembrando da criatura que viu em volta de seu antigo colega de time, na suposta visão.



Informações:


Considerações:



HP: 2.125/2.125| CH: 5.575/5.575| CN: 300/400 | ST: 02/07

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr10

Indra
Hokage
Indra
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr10

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 14/9/2020, 03:31

(MAJ) KYUSEISHU NO INDRA, THE INVENTOR ── KOBAYASHI ICHIZOKU;  ROLEPLAY ─── OO/OO
CH: 1228/25OO ▵ CH CLONE: 1O53/25OO ▵ HP: 2O9O/22OO ▵ FOR: O9/O9 ▵ VEL: 1O/1O ▵ ST: O3/O6 ▵ ARC: 125O/125O

   Minutos antes daquele ataque poderoso do Kazekage, havia dito para aqueles que estavam próximos de mim que a única maneira de deter o nosso inimigo era incapacitando-o, tirando as suas forças e tendo a chance de finalizar aquela luta da melhor forma, ou seja, arrancando seus olhos e os seus braços. Mas o que acontecia era exatamente o contrário: era o clone de Shion que estava nos destabilizando, nos deixando fracos. Todos nós batalhávamos incessantemente para nos proteger e impedir o fim da Aliança. Erguíamos barreiras que pareciam ser poderosas, mas o poder do clone de Shion nos oprimia, destruindo todas as nossas esperanças. Quando menos percebi, meus escudos se transformaram em um bando de borboletas, enquanto meus clones se explodiam um por um. Durante um breve momento, senti que era o meu fim, mas quando estava diante da face da morte, eu não choraminguei ou reclamei. Um sorriso apareceu em meu rosto, e uma lágrima solitária correu. - Aqui jaz o Salvador... – e então...

   … Abri os meus olhos, piscando várias vezes, ficando bastante confuso. Olhava para os lados, e via que algo estranho acontecia, não sabendo muito bem como explicar aquilo, mas quando vi que o clone de Shion preparava-se para atacar, senti como se tivesse visto aquela cena antes. Senti que algo acontecera, e todos os pensamentos que eu tive antes de criar Kage Bunshins e erguer quatro barreiras usando o Senshi no Tate já não faziam mais sentido, pois se fizéssemos isso, seria o nosso fim. - Será que recebemos um aviso? Uma profecia? – Tal pergunta era incerta, e parecia ser tão absurda que nem dava para respondê-la. Foi quando um chakra azul tomou conta do meu corpo, me assustando no primeiro momento, mas depois foi como se estivéssemos evoluído. Minha mente parecia ter expandido de uma maneira tão absurda que poderia perceber as coisas com mais clareza. - Que poder é esse? Me sinto mais forte fisicamente, mais poderoso… Mas posso conseguir mais poder. Chegou a hora de usar aquilo. – percebi rapidamente que tinha pouco tempo para agir, mas em poucos segundos concentrava chakra do lado direito do meu pescoço, permitindo que o Selo Amaldiçoado se rompesse pela primeira vez desde que a dominei, no primeiro nível. Era como se minha mente raciocinasse ainda mais rápido, me permitindo chegar a aquela conclusão em fração de segundos. Meu corpo foi tomado por listras negras que pintavam o meu rosto, meu tronco e meus braços, até mesmo as minhas mãos.

   Era a nossa última chance.

   Realizei selos velozmente e criei um clone de sombra que era invocado ao meu lado direito, ao mesmo tempo em que olhava para os meus aliados e observava duas paredes de terra - semelhantes a que Angell invocou - buscarem prender o Kazekage, tentando impedi-lo de completar o seu ataque mortal. Ayako parecia se movimentar também, então eu precisava ser muito rápido para não atrapalhá-los ou até mesmo acabar com o plano deles. Não me arriscaria a ficar na linha de frente e ficar preso de alguma forma, ou ser atingido por fogo amigo, mas precisava tentar impedir que o Kazekage trocasse de lutar com alguém outra vez. Meu clone realizou uma sequência de selos manuais numa velocidade absurda, conjurando um fuuinjutsu na palma da sua mão esquerda, utilizando a mão direita para realizar um único In, utilizando-se do Shunshin no Jutsu para aumentar ainda mais a sua velocidade, buscando chegar próximo do Kazekage e procurando uma brecha para conseguir tocar o seu corpo com a mão esquerda, tentando selá-lo com o Denryuu.

   O objetivo do meu clone de sombra era carregar um selamento na palma da mão esquerda e conseguir tocar o corpo do Kazekage assim, selando-o com uma técnica que eu mesmo inventei no passado, baseada na técnica Shishi Heiko, mas que não precisava de algum objeto selado para isso. Diferente daquela técnica, o Denryuu não necessitava daquilo, mas era tão poderoso quanto. Ele precisava ser rápido, pois o clone de Shion poderia desviar da técnica trocando de corpo com alguém, mas caso meu clone conseguisse tocar o corpo do Kazekage, no lugar que fosse, provavelmente o corpo do inimigo seria selado em um poderoso fuuinjutsu, com marcas que cobririam o seu corpo inteiro, com o objetivo de bloquear a sua rede de chakra. Se conseguisse fazer isso, o nosso inimigo não conseguiria mais utilizar jutsus, principalmente aquele que lhe permitia trocar de lugar com alguém, sob o risco de sofrer uma grande descarga elétrica que atingiria unicamente o seu corpo (não danificando os outros ataques por se tratar de um fuuinjutsu), podendo paralisá-lo por um tempo, tempo o suficiente para tornar a estratégia da Aliança correta.

   Enquanto isso, ficaria próximo dos meus aliados, no mesmo lugar de antes, aguardando o desfecho final daquele embate, pensando em novas estratégias para derrotar o nosso inimigo, mas esperando que aquela fosse o nosso último movimento.


Informações Gerais:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr_pl035uEflG1uocgm5o2_500

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

'Schrödinger
'Schrödinger
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 14/9/2020, 14:42










Erwin Schrödinger - The Scientist
“Demônios... São Criados.”





Não importava o quanto defendessem, parecia que sempre iriam acabar sendo subjugados pelo o poder, do "Falso" Shion. Ninguém queria parar, eles queriam salvar as suas terras, até mesmo aqueles que já as tinham perdido. Erwin meio que se encontrava alienado do que estava passando-se, mas as palavras de Angell que estava perto dela e de seu irmão, parecia que a Raikage, tinha sacrificado a sua vida, para recuar o tempo até ao limite de sua vida. A defesa etérea de chakra, fornecida por Tatsuo e os dois irmãos, prova algumas teorias de Erwin, mas naquele momento, Erwin apenas focou-se no evento, não no momento. Outra vez, Erwin tinha experienciado a morte, apesar de seu sangue estar fervilhando de ódio contra aquele poder gigante, ele simplesmente não iria descontrolar-se e executar um ataque suicida, aquilo aumentava mais o poder mortífero, que era já absurdamente alto.  Erwin tinha sentindo o seu cortex cerebral a receber as mesmas informações de novo, nisso foi simples o que ele decidira fazer, ele colocou sua mão esquerda sobre a Samehada, dessa vez tentando deixar ela fornecer chakra, tentando fazer com o seu braço e a parte que ela ligassem, voltasse a ser estruturada, algo que ele só podia fazer uma vez, a carne, pele, os ossos, tudo voltou a reconstruir-se, deixando uma marca vermelha, sobre a epiderme, recém curada  — Uma última chance. — Dessa vez, a aliança não estava apenas focada em defender, mas também contra-atacar e imobilizar o falso Shion de uma vez por todas. Com palavras em honra a Raikage que sacrificou-se, não só pela sua criança, mas pelo mundo ninja, Erwin percebeu algo e liberou para si mesmo:


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Original


Ações salvam mais, do que palavras. — Erwin dessa vez, não iria limitar-se e puxar todo o seu poder de uma única vez, liberando uma turbulência de chakra. Ele então retirou suas restrições, deixando o seu selo amaldiçoado consumir por inteiro seu corpo, sua pele mudava de pigmentação, uma cauda era forma, e logo uma enorme fonte vinda de seu corpo, fazia outra alteração, uma mutação, ele ativava também seu índice selvagem, que em vez de tornar ele em uma besta lupina, acabou criando uma total nova transformação, que cobria todo o seu corpo, adquirindo assim uma espécie de aparência de uma besta pré-histórica, sua coloração alterava-se para um comum de pele branca, seu cabelo crescia e no meio do seu peito era formando um simbolo preto. Demonstrando novamente a forma mais poderosa, que Erwin possuía. Com o brandir dos seus dedos, sua espada que tinha sido empurrada para trás, devido a seu braço ser despedaçado, voltou para suas mãos, e olhando para a rentenção da Hokage, que estava gastando chakra em enormes quantidades, ele colocou sua espada na cintura, não só tentando movimentar areia ao redor deles, mas também uma parte que sua areia no jaleco combinada com a força da nova forma de juinjutsu, aumentava a força, a ser adicionada a caixa de rentação, já criada pela Hogake, deixando para Erwin uma tentativa, de impedir com que as paredes de terra da Hokage fossem quebradas:


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 4Q3Y


Não vou deixar nenhum furo passar por nós.Erwin então cruzou ambos os dedos de cada mão, formando uma cruz e tentando invocar quatro clones. Como o plano formulado em sua mente, tinha sido feito antes da invocação dos clones, eles numa velocidade incrível, movimentaram-se para posições específicas, dois tentaram movimentar-se para posição do Mizukage, que tinha recebido um dano extremo, ajudando a cura de Hokage, os dois clones de Erwin também colocar suas palmas leve a menos de 10mm da posição da mesma, assim tentaram começar a fornecer o chakra para cura para o Mizukage, já que todos precisava estar em suas melhores condições para o que viesse. Os outros dois clones então tentaram movimentaram para 25m do lado direito e esquerdo, do falso Shion, e então colocaram as palmas viradas para o mesmo, tentando manipular uma quantidade absurda de areia, e logo dividiram essa quantidade de areia em 50 cobras de areia, essa ideia, era para qualquer posição ou até ponto cego que pudesse se visto de ambas as posições. Assim as cobras movimentaram em alta velocidade, ficando a 2m, então cobrir uma area de 360 graus, caso tentasse libertar. Com o poder da marca da maldição, o poder de selamento era muito maior, para além de Erwin saber, que era literalmente impossível, liberasse de um jutsu de selamento de chakra, mas contra aquela besta, até Erwin tinha dúvidas.

HP: 3300/3300 | CH: 1100/5650 | ST: 02/08 | Samehada: 000/500 | Colar De Hator: 250/250 | Clone: 850/1100 | Clone 2: 850/1100 | Clone 3: 1000/1100 | Clone 4: 1000/1100 | Índice Selvagem: Ativo

Minhas FalasFalas de Surtr.


Considere:


Shinobi de Kumogakure no Sato || Cientista || Rank Militar: Kinkaku Butai | ANBU

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 ?imw=512&imh=288&ima=fit&impolicy=Letterbox&imcolor=%23000000&letterbox=true
O sistema me usa e eu uso o sistema.
King Of The Dead - B.B
One Who Has Triumphed Over Adversity
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 14/9/2020, 20:27


Guerra!
Aliança contra ataca


A
cabou. Aquela criatura inumana era dotada de poderes além da imaginação, ostentando tamanha força que parecia impossível de superar por meios comuns. A explosão de Chakra era tão poderosa que simplesmente varreu a aliança e suna do mapa, ignorando todas as defesas e esforços aliados em máximo potencial. Talvez aquele fosse mesmo o fim deste mundo. Quando a onda de chakra começou a se expandir e cada defesa foi ruindo, Tatsumaru teve um vislumbre do fim, pois sabia bem como aquilo terminaria.

- Droga... – murmurou.

E logo tudo ficou branco e silencioso. . .

De forma inexplicável, um filme do ocorrido passou em sua mente, fora da linha temporal e de modo profético. Confuso, Tatsumaru acordou na mesma posição de instantes atrás, ainda com sua perna em recuperação e tendo em vista a preparação daquele ataque devastador do clone. Como visto naquela espécie de sonho, o sacrifício de Hinka deu-lhes uma segunda chance. A última chance. Junto ao “reset", um poder desconhecido preenchia-lhe o espírito e aumentava suas capacidades.

- Maldito! O que... Hinka ... Não pode ser... – Lamentou, confuso. Ainda sentindo a perna avariada, o estilo Mokuton Kumo-Ryu da origem à pernas aracnídeas em suas costelas e o auxilia a ficar de pé.
Estilo de luta ativo, concedendo +1 de velocidade e permitindo uma movimentação mais ágil e independente das pernas.

A morte de Hinka não seria em vão.

Tatsumaru começa a ligar os pontos em sua linha de raciocínio, percebendo que apenas erguer barreiras não mudaria a trajetória do combate. Sentindo-se aos poucos renovado, tanto pela cura de Angel, quanto por um poder misterioso que lhe dava forças, o jovem decidiu que seria a hora de atacar. Em confirmação com o que pensou, a experiente Hokage já se adiantava em trancafiar o clone em uma prisão de terra. Astuta, Angel aproveitou-se da força extra que abraçava a aliança e deu origem à uma prisão mais justa e também mais poderosa, na intenção de restringir o inimigo. Tatsumaru seguiria aquela linha de combate e auxiliaria a Hokage naquela investida.

-- Mokuton: Kajukai Korin! – Com um único selo, Tatsumaru tenta invocar uma densa floresta ao redor da prisão de Angel, entrelaçando arvores e raízes grossas na formação de uma cúpula que abraçava o jutsu da Hokage sem danifica-lo. Com extrema cautela, o jutsu é feito para cobrir o campo com enorme vastidão de elementos naturais, porém com muito cuidado para não restringir ou ferir aliados. Ao lado da prisão nasceria uma rosa especial, exalando para o ar um pólen perfumado que cobria uma área considerável, tendo como epicentro a localização do inimigo. Tal pólen possuía o poder de adormecer o inimigo, mas se iria funcionar ou não, ai já é outra historia.
Jutsu usado defensivamente junto com Chakra Natural, concedendo 1680 de defesa e custando 50 de Chakra e 50 de Chakra Natural.

Utilizando os elementos do seu próprio Jutsu, Tatsumaru reforça ainda mais a defesa, manipulando raizes galhos e arvores inteiras para compor a prisão.
Duas manipulações Mokuton, movendo os elementos em uma redoma para reforçar a defesa previamente utilizada. Feito com Chakra Natural e Otsutsuki, custando 25 de Chakra e 25 de Chakra Natural cada manipulação, com poder de 1680 cada.

Mandarin voava aos céus e se preparava para agir caso necessario, afastando-se 50m para cima e mantendo os olhos fixos na batalha. Enquanto isso, Tatsumaru juntava as mãos em um único selo para a preparação de uma nova técnica.
Preparação para Mokuton Mokujin no Jutsu.













HP: 2500/2500; CH:4900/5000; CN: 300/400 (turno 3); ST: 02/08

AVANTE!

Equipamentos:

Pet:

Databook:

Jutsus:

Considerações:
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 73318106e2edc17140311913c4ae2bdb

Akihito
Tokubetsu Jonin
Akihito
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 73318106e2edc17140311913c4ae2bdb

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 15/9/2020, 09:44

[Cerco à Sunagakure] Kazekage vs Aliança

O Outro Lado

This is the end... Hold your breath and count to ten!
Era o fim; todos os esforços da Aliança pareciam vãos. Uma a uma, cada barreira ia caindo por terrra, e da mesma forma, os seus conjuradores.
Quando percebi que estava em meu último segundo de vida, pensei: — Enfim terei paz com aqueles que... — e já não se havia mais rastro da minha existência.

Abri meus olhos, desnorteado, sem entender onde eu estava. Será que eu estava no céu? Ou aquilo era o... Minha voz então sumiu quando avistei ao longe uma figura familiar expressando pra mim um tenro sorriso. Minhas mãos tremeram, minhas pernas fraquejaram, uma vez mais meus olhos encheram-se de lágrimas. Corri ao encontro daquela pessoa e simplesmente a abracei.
— Mãe! — era tudo o que eu conseguia dizer em meio aos meus soluços. Então era isso que havia no pós-morte?
Após abraçá-la por um longo momento, eu então falei: — Mãe, me desculpe... Eu não fui forte como prometi que seria, eu não consegui proteger aqueles que jurei proteger. Eu... eu... eu não consegui dar continuidade ao seu legado! E agora, por minha culpa, todos estão... — o nó na garganta não me deixou continuar.

Gentilmente pondo a mão em meu rosto e olhando para mim carinhosamente, ela disse:
— Akkey, meu filho, você está enganado. A minha vontade, mais do que nunca, vive em você. Não se culpe por isso, muito pelo contrário, todos nós estamos intercedendo por você agora. Você não falhou em perpetuar o meu legado, pois você é a continução do meu legado! Não se prenda ao meu desejo, viva a sua vida!

Foi então que percebi que não só minha mãe estava ali, mas todos os meus ente queridos. Kiseki-chan, Diyoza-kun, Athros-sensei, Lawliet-sama, todos estavam lá. E também estava...
— Papai! Perdão por não estar em Oto para te proteger... — disse, já o abraçando.
— Não se preocupe com isso, meu filho! Não viva preso ao seu luto, viva apegado aos seus ideais, com a certeza de que todos nós desse lado estaremos sempre torcendo por você! Você é a nossa herança que ainda vive na terra!
— Não, mas eu não quero voltar! Além disso... eu estou morto, não estou?!
— Não, Akkey, sua missão ainda não acabou! Um dia nos veremos novamente. Até lá, tenho certeza que você terá se tornado o grande ninja que sempre soubemos que você seria! Nós te amamos, Akihito!

Com um último beijo no rosto de meus pais e um aceno de despedida aos demais, virei minhas costas para todos, fechei meus olhos e quando os abri... sim, lá estava eu, novamente no campo de batalha. Desta vez, porém, eu havia sido abençoado com algum tipo de premonição, pois eu sabia muito bem o que ocorreria a seguir. Pelo sacrifício de alguém, eu acabei ganhando muito mais que uma segunda chance.
— Será que tudo isso foi real? — me perguntava, mas eu também não me importava com a resposta.

Astutamente compreendendo tudo que havia ocorrido — pois era como se até mesmo minhas capacidades cognitivas tivessem aumentado drasticamente —, quando notei o primeiro esboço de movimento por parte do falso Shion, proclamei com determinação: — Não, dessa vez não! Eu então movi minha mão esquerda em direção à minha direita — quase recuperada, cujo braço não me causava mais dor alguma, por conta da cura da Angell, embora ainda estivesse com movimentos restritos — e fiz um único selo, em forma de cruz. De imediato, uma ser idêntico a mim surgiu ao meu lado. Juntos, saltamos para pouco mais de 2 metros à frente da Hokage.
Eu conseguia sentir uma diferença extraordinária em meus movimentos, eu sentia um grande poder e uma enorme força de vontade fluindo em mim. Até mesmo a minha velocidade e habilidade na execução de selos de mão parecia estar além do habitual; e foi por isso que ousei o movimento seguinte.




Por conta do meu braço direito debilitado, não conseguiria executar jutsus em tempo hábil, mas assim como usar um clone das sombras lhe permite olhar para dois lados distintos "simultaneamente", assim também é possível ampliar suas capacidades de movimentos. Usando o meu braço ainda intacto — o esquerdo — com o braço intacto do clone, realizei os selos necessários, como se usasse a mão dele como a minha própria — e de certo modo, ela era, bem como a rede de chakra por nós compartilhada era a mesma. Desta forma, consegui erguer, mais uma vez, a minha barreira de cor azulada, que desta vez não seria usada para auto proteção, mas sim para contenção, agindo como um auxílio às técnicas usadas pelos demais.
— Mais uma vez! — disse, olhando para o meu clone. E novamente, repetindo o mesmo movimento, ergui uma segunda barreira, reforçando a primeira, o que parecia ser o máximo que meu chakra — e o do clone — permitia.
— Isso tem que funcionar...



805 palavras
938/950 HP  || 138/487 (Eu) Chakra || 138/487 (Clone) Chakra || 02/04Stamina
Considerações:
Informações:
Template by @wyalves
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Xoj9u7k

Senko'
Godaime Mizukage
Senko'
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Xoj9u7k

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 15/9/2020, 16:38

A última chance
HP: 1100 | 1100CH: 1000 | 1000ST: 0 | 5


O que o garoto temia aconteceu. Não, os esforços não foram suficientes. O genin estava paralisado pela figura assustadora que o Kazekage havia se tornado. No abrir de suas asas, uma onda de chakra extremamente poderosa dizimou a proteção que os ninjas haviam feito. Senko conseguiu ver uma pedra vindo em sua direção, mas seu corpo estava imóvel. Foi atingido na testa e apagou no mesmo instante.

"Então, acabou?" sozinho na escuridão do seu sono profundo. Num primeiro momento, ainda era capaz de sonhar, mas… Apagou. Era tudo preto e ele já nem tinha consciência. Era, de fato, seu fim. A morte era um pouco mais aborrecida do que tinha imaginado. E importa o que ela é ou deixa de ser? Tanto faz como a morte é, ele não estava vivo para se importar. Contudo… Ele era tão novo…

E, como se tivesse acordando de um grande pesadelo, voltou a ter consciência. Abriu os olhos vermelhos que brilhavam na intensidade do seu ódio. Assustado, suspirou como se os seus pulmões se enchessem com o fôlego da vida e deu uma rápida olhada em seu redor. Era como se tudo que tivesse acontecido fosse uma mera ilusão ou algo do gênero. “Era um genjutsu?” pensou “Ou… uma premonição?!” arregalou os olhos. Pôde perceber que tudo era igual ao que tinha acabado de vivenciar, mas não sabia dizer se estava apenas delirando pela mistura de sentimentos negativos acumulados dentro de si. Preferiu acreditar que era apenas uma alucinação, produto do seu próprio medo.

Em seguida, todos os ninjas começaram a agir duma forma ligeiramente diferente do que ele tinha acabado de sonhar. No seu pesadelo, aparentemente tudo tinha dado errado, então seria bom tentar fazer as coisas de outro jeito. Naquela confusão toda, ainda estava maravilhado com o poder desses ninjas. E tinha mais alguma coisa bem diferente. O jovem Matsuda se sentia mais forte, com mais fôlego, até com os pensamentos mais claros. Ele não sabia, mas a vontade do verdadeiro Hattori estava fortalecendo-o. Ganhou confiança, mas tentou não transformar essa coragem em imprudência.

Ao ouvir as ordens da ninja médica, deslocou-se com prontidão para o lado direito de quem ela chamou de Tatsuo, mantendo uma distância de um metro e meio do ninja. — Pode contar comigo! — olhou para ele e puxou mais ar para o peito, exclamando para os outros ninjas — VAMÔOOO, SEGUUUUUURA!

Sua ajuda era puramente motivacional, não tinha nada a oferecer. Aquilo o entristecia, mas tinha que se mostrar minimamente forte para incentivar aqueles que lutavam ao seu lado. Com a sua kunai ainda em punhos, manteve-se ligeiramente arqueado contra o foco da luta, onde se formavam barreiras, florestas, selamentos, tudo para contê-lo... e fez um xis com os braços de modo a se proteger caso o Kazekage conseguisse sair dali. Inútil? Bem provável, mas era o que ele tinha.

Considerações:
(c)
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 URkFDZ9

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 15/9/2020, 18:14


MONOGATARI SHOUJO AYUMU☆MAGICA
HP 800/800 | CH 569/900 | ST 03/04 | Sakin 2800/3000
Palavras: 357.
Era de fato um nível bastante acima da anã. Ela sabia disso, mas em momento nenhum poderia ter simplesmente recuado, não poderia ter desistido, e esse não poderia acabou tendo um preço muito alto. Realmente Hattori Shion era bastante poderoso ele dera um golpe devastador, possuindo asas e chifres, era o capiroto em pessoa, e a anã nem chegaria aos seus pés, o nível era absurdo. Fez com que sua tentativa de defesa acabasse caindo como um ataque contra si. A menina fora esmagada, apagando.

Esse era o fim, não somente de Oshiro Ayumu, mas de todo o mundo. Aquele pequenino ser que sempre correra atrás de um grande herói, acabara tendo o mesmo destino de quem lhe passara aquelas areias douradas. Contudo, mesmo com sua morte o chamado daquele item ainda continuaria. Sua mente já não era consciente, e não sabia quanto tempo se passou até o momento em que seus olhos abriram.

Seu corpo estranhamente estava bem, sem nenhum problema, só com um pouco de cansaço. Não entendia, estava morta?! Não sabia responder, mas todos estavam ali, ela se levantou e apenas via que deveria ser aquela mulher de cabelos azulados que tinha ajudado, mas... Um chakra azul saia do subsolo, e ia em direção ao povo presente. Ele ia em também para a pequenina, e ela sentia que tinha algo de diferente, mas não saberia explicar, era uma força especial?

O homem endiabrado ainda estava ali vivo com suas asas, ele pretendia fazer o mesmo ataque novamente? A mulher dizia que era a última chance. O que Ayumu faria? Ela não tinha forças para combater aquilo, não tinha como deter aquilo, a única coisa que tinha para fazer seria ajudar seus aliados. Ela correria em direção aquele menino que anteriormente tinha feito uma defesa estranha de cubo.

Se o seu golem não funcionaria, ela utilizaria de seu sakin. Duas manipulações, essa era sua ideia, colocando a sua frente, na distância de um metro, ela criaria duas pequenas barricadas de pó de ouro, possuindo um metro de altura e um metro de comprimento. Ela endureceria, para deixar mais firme. Faria isso, para dar alguma segurança.

Considerações:
( 〃▽〃)
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 2

Hawk
Chūnin
Hawk
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 2

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 15/9/2020, 20:43

Tatsuo Uchiha



HP: 1475/1475 • CH: 2510/3000 • CN: 000/400 • ST: 02/07

"O ódio só nasce para proteger o amor."




    ㅤA esperança existia. Suas maiores e melhores defesas estavam apostas à mesa. Mas, seria necessário? O Uchiha já havia presenciado o poder de um Deus, sendo quase algo impossível de sequer ver, como fora o caso de Angell, a atacante à Kumogakure. Contudo, agora, mais forte, será que ele seria capaz de, em conjunto aos seus companheiros, vencer um Deus? Não sabia, mas aguardara e descobriria em segundos. O ataque veio e, consigo, um feixe tomou conta de seu olhar. Não era como se algum vulto passasse, pelo contrário. Era como se ele havia literalmente sido exterminado daquele plano, e de fato ocorrera. As defesas não haviam obtido êxito, e ele, novamente, havia se encontrado com a morte. A falha. Novamente, a tão miserável e odiosa falha. Afinal, do que fora feito os seus sonhos, sendo dissipados junto ao seu corpo como um copo estilhaçado ao chão? Dentro deste momento, um sentimento de ódio tomara seu corpo, mas não ódio do atacante, e sim, de si mesmo, por, novamente, ter falhado. E era isso? Todos os esforços até aquele momento, para que fossem totalmente exterminados daquela forma? Talvez, sim.
 
    ㅤAtravés de um breve instante, onde pôde fechar seus olhos para “enfim descansar” neste novo plano, o Uchiha “acordara” do transe. Afinal, o que fora aquilo? Novamente, alguém havia feito com que ele retornasse a vida. Mas, quem? Quem fora o seu salvador, desta vez? Aquela sensação de saber como cada coisa se desenrolaria, mesmo que de um momento tão breve, fora incrível, pois ele acreditara que poderiam explorar isso. A morte não o quis, mais uma vez. Talvez, parafraseando o suposto esquadrão sobrevivente ao ataque em Kumogakure, cujo foram designados como Cavaleiros do Apocalipse, o Uchiha fosse nada mais, nada menos, que o representante à Morte. Em meio aos devaneios, pudera observar que todos estavam agindo, e que seu corpo estivera mais potente do que anteriormente. Como? Ele não soubera, mas agradecera, mentalmente, seja lá quem que estivesse realizando tal ato para eles. Desta maneira, o Uchiha observou as movimentações principalmente de Angell, que reproduzira o seu ataque, porém, em um ponto diferente, e enquanto o ataque fora reproduzido, aos seus olhos, um brilho carmesim diferente, os desenhos em tom atômico, representando toda confusão que existira nesta alma: o Mangekyou estivera ativo naquele momento, e ele sentia como se pudesse fitar movimentos muito além do que anteriormente.
 
    ㅤAtravés de um breve sorriso, pôde observar todas as maneiras de travá-lo sendo feitas, e ainda havia um pedido imposto por sua antiga sensei, cujo ele deveria defendê-los. E nada melhor, do que com a defesa absoluta. O Uchiha estivera próximo aos demais, na mesma posição que anteriormente, um pouco a frente. Contudo, para este movimento, ele recuou alguns passos e ficou na mesma linha de todos os demais. Inclusive, de soslaio, pudera fitar uma criança se aproximando à sua direita. Não reconhecera seu nome, mas pelas feições e, principalmente, seus olhos em seu estado mínimo, distinguia que fora um membro de seu próprio clã. Calmamente, ainda que fitando-o, os olhos do Uchiha começavam a derramar sangue e a vibração ao olho aparentara que ele poderia explodir a qualquer momento, tudo isso imposto pela pressão da liberação desta técnica. Não era a hora para interagir com o pequeno rapaz, embora que conhecera sua linhagem; era a hora de proteger, não somente a ele, como a todos ali, em um eventual contra-ataque do Kazekage. O chakra em tom roxo emanava por seu corpo, transformando-se em um avatar cadavérico, que logo tomava forma com “carne” e uma veste, além de uma flecha em sua canhota e um arco em sua destra principal, enquanto a terceira, que viera logo abaixo, apenas preparava-se para eventuais interações. Este chakra, diferente do que ocorrera anteriormente, agora cobrira todos os membros que estavam ali apostos. Novamente de soslaio, fitara o corpo de seu antigo colega de equipe, Squall, e acentuava para ele com a cabeça – como fizera desde a primeira vez em que o viu há anos, na formação de seu time. Era como uma marca da dupla, de fato. E isso significara, agora, que ele confiara na recuperação de Squall em conjunto às habilidades da antiga sensei deles, Angell. As mãos do Susano’o tratavam de deslizar próximo ao solo, como forma de abrir uma área maior de proteção para com todos que ali estivessem.
 
    ㅤA defesa estava ali, não somente para ele, como para toda Aliança. Ele precisava sobreviver. Eles precisavam. Kages, Jounins, Chunins, Genins, o que quer que fossem; todos possuíam sonhos e ambições. E jamais poderiam ser jogados fora. Kumogakure dependia dele, afinal, encontrara um lar lá, e um lar precisa de cuidados extremos. Com seu olhar completamente focado às maneiras de prensar o ataque, o Uchiha flexionava suas sobrancelhas, enquanto o sangue de seus olhos banhava a alva pele do rapaz. Caso houvesse uma movimentação suspeita do Kazekage, o Uchiha visara segui-lo com seu olhar, e era este o motivo que observara tão fortemente em relação à estratégia imposta sobre ele.

Considerações:
Jutsus Utilizados/Ativos:
Armamento Ninja:
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 1udpIjj

Shion
Administrador
Shion
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 1udpIjj

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 16/9/2020, 13:45


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Fairy-Tail-S2-14-21
Cerco a Sunagakure
Sentem esse cheiro? É medo...


[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr_lx1ygm4nop1qm9b8do1_500
Quando somos pequenos aprendemos a diferença entre o vilão e o herói. O bem e o mal. Um salvador e uma causa perdida. Mas e se a única diferença for quem está contando a história?

Futuro

Meu nome é Hattori U. Shion, tenho pouco mais de dois séculos de idade, já nem me recordo mais, venho contar essa historia para quem quer que esteja lendo por um único motivo, quero esclarecer algo para você para que minha próxima ação tenha uma justificativa e quem sabe um futuro melhor seja trilhado a partir de você.

Pouco mais de dois anos eu cometi um erro, meu filho mais velho Hattori G. Shaka invadiu e atacou Uzushiogakure, eu acabei travando uma batalha lendária com ele, batalha esta que respingou em Uzushio, diante de tanta destruição eu me contive... Eu não tive coragem de matar meu filho, fui covarde e tal covardia me puniu por anos. Em uma tentativa de afastamento eu fugir por uma fenda e acabei caindo no meio do deserto, fui resgatado por uma dupla de cientistas, Hanataro e Takura, devido a meus vários machucados eu não fui reconhecido logo de cara, mas pela manhã eles enfim descobriram meu rosto, a escolha inicial era avisar meus familiares, minha filha Hattori H. Angell e meu caçula Hattori Y. Ayako, mas um segundo erro ou quem sabe acidente fez Takura tomar uma decisão diferente. Minha mente ainda estava em meio a batalha, algo ou alguém tocou em mim e meu corpo se defendeu, o filho de Takura foi morto devido a meu poder descontrolado, Takura como vingança me usou para diversos experimentos, usou meu chakra, meus órgãos, minha carne, criou criaturas, rasgou o próprio inferno trazendo criaturas que a muito estava perdido apenas para satisfazer sua raiva contra mim. Graças ao que ela descobriu em minha cabeça eles evoluiram Suna a algo que assemelha muito a meu mundo, porem poder utilizado de forma tão imprudente só traz mais desgraça, Shaka utilizou de uma fraqueza de espirito da minha filha Angell, a manipulou por meses para conseguir o que ele queria, ele extraia parte do meu chakra do corpo dela sem ela perceber, com isso ele ganhou novos poderes, alguns foram o suficiente para confirmar uma teoria de Angell, eu estava vivo. Minha filha nunca desacreditou nunca por um momento ela deixou de crer que eu estava vivo, embora chamada de louca, ela herdou algo de mim, a vontade de nunca desistir dos seus sonhos e objetivos. Por meses tentei enviar parte do meu chakra para falar com ela, uma vez ate conseguir tocar o seu ombro, mas... foi fraco demais para que ela percebesse que era eu, foi Shaka que enfim me encontrou, ele descobriu o que foi feito por mim e tomou uma decisão que jamais imaginei que ele tomaria, ele junto a meus filhos reuniu os guerreiros mais poderosos dessa era e foram em um cerco em busca de me resgatar, embora seus próprios objetivos, Shaka guiou todos eles para dentro de Suna, ao entrar na vila as coisas mudaram, pessoas venderam a alma para Shaka e o erro lhe puniu com a morte. Os mistérios por traz de Suna foram crescendo ainda mais quando um Kazekage que se assemelhava a mim foi descoberto, embora excêntrico seus poderes se assemelhava aos meus, a luta contra este homem revelou vários mistérios sobre Suna, no fim liderados pela minha filha que atingiu um poder que superava os de um kage, eles derrotaram o monstro e me salvaram.
Estou contando isso para você não por algo que eu fiz, mas sim algo que vou fazer, Shaka cometeu seu último erro, estou indo para Kumo nesse momento, vou matá-lo com minhas próprias mãos.

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 B2a365998c35087b9f8318e7e0b72ab4

Fenda
A mutação do sangue dos Greys mexeu bastante com Shaka, seus olhos estavam puros como os de Katsura, ele sentia algo diferente, era a vontade de lutar e ajudar. – Estou indo mamãe, eu vou salvá-lo. – Shaka enfim saiu da Fenda

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Latest?cb=20170711170323&path-prefix=pt-br
Campo de Batalha
Prezo, e subjugado o monstro de Suna arriscou liberar todo o seu poder, ele cometeu seu segundo erro, o primeiro foi desafiar a aliança mais poderosa do mundo ninja, enquanto ela a muralha de folha estiver de pé, nenhum homem irá se ferir, Angell protegeu todos incansavelmente de todos os machucados, o nível de cura e batalha daquela menina superava qualquer outro kage na história, no campo de batalha homens leais e corajosos que nem quando a morte esteve diante de seus olhos eles chegaram a fraquejar. Shion então liberou todo o ataque, as defesas contiveram o dano somente a ele, as barreiras tremeram e caíram diante daquele ataque, embora a aliança teve apenas um simplesmente empurrão do impacto, Shion recebeu todo o dano da técnica. Quando a poeira baixou a imagem do homem completamente destruído e de joelhos no chão, suas asas completamente rasgadas, suas armas não existiam mais, seu peito a mostra  mostrando toda a fonte da experiencia, no seu peito existia o rosto de quatro homens, eles eram de clãs cujo o controle de chakra era gigante, apenas isso era capaz de segurar tamanho poder. Shion continuava de joelhos olhando para aliança.

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tenor


Esperança


A força não vem de chakra, ela vem de nossos corações, enquanto você tiver algo pelo que lutar você poderá fazer qualquer coisa. Caído pouco mais de 15m de todos, Shion olhava para um dos membros da aliança, nos rostos de cada um o orgulho pelo excelente trabalho. Em Angell o chakra brilhou como nunca, alguém assumia o controle do corpo dela por um tempo, para aqueles que o conhecia foi uma presença amigável e ate reconfortante. – E aí pessoal, já faz um tempo. Sou eu Shion! – Palavras saíram da boca de Angell, mas a voz não era da Hokage e sim de alguém pelo qual todos lutaram tanto, este era Hattori Shion o primeiro e único. – Squall quanto tempo, você cresceu bastante. Indra sei que sofreu por Uzushio, não foi culpa sua, você protegeu aquilo que eu mais amava até o fim, obrigado. Ayako meu filho logo vamos ter aquela conversa que tanto lhe prometi. Tatsuo... Bem... se foi isso que seu coração desejou a escolha foi sua. Tatsumaru foi uma honra ter conhecido você na floresta. Aos demais me desculpem não reconhecer vocês. – Enquanto falava Angell olhava para cada um dos presentes, seu pai tomou controle de seu corpo por um momento, ele queria dizer algo para o falso Shion. – Hey, eu quero que você saiba o porquê perdeu, não perdeu porque lhe falta força, perdeu porque você não pode matar a esperança. Nos rostos desses jovens existem algo que você jamais vai compreender, a vontade de proteger a todos. – Angell sacou a katana retirando da bainha, a arma brilhava como nunca. – Eu a avisei, eu avisei a todos vocês, avisei o que meus filhos e filhas fariam com vocês, e agora... – Angell abriu os braços e sobre os muros de Suna sons de uivos de lobos foram ouvidos, atrás da aliança, cerca de 5m estava Angell G. Hattori, Hattori Ayako, um olhar de confiança no rosto deles encarando o falso Shion, aos olhos dele  toda a aliança eram vistas como lobos selvagens e famintos, as pernas dele tremia. – Sentem esse cheiro? É medo... – Angell apontou a Katana em direção a ele. – ACABEM COM ELE! – Shion então saiu do corpo de Angell deixando uma última mensagem a todos seus filhos. – Estou esperando vocês.  - Erguendo seu dedo mostrando o símbolo de antes. Angell Grey e Ayako apenas observaria. – Acabem com ele, essa luta é de vocês e a vitória também. -


Esclarecimento
Shion está completamente derrotado, esta é a chance de vocês, acabe com ele, destruam o monstro. Está permitido narrar ter ouvido os uivos dos lobos, e sentir a presença intimidadora que emanava de Angell, e para aqueles que já viram o verdadeiro Shion, podem narrar ter sentido ele nela. Essa vitória é de vocês por isso Angell Grey e Ayako Hattori(NPC) apenas vão observar, honra de guerreiros.
DEFEITOS
Squall: Grande Cicatriz (1) Peito

MORTES
'Schrödinger

PUXÕES DE ORELHA
Seigen e Akihito: Ambos tiveram seus ossos quebrado novamente, Angell já havia concertado no inicio do post e vocês os considerou quebrado novamente, então toma mais uma rodada com ossos lascados ai e vão ver considerações.




Considerações:


_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Scre1755
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Ui7615FOlá, Convidado, eu sou o Shion.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Dwqqy2b

Angell'
Lenda Ninja | Sannin
Angell'
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Dwqqy2b

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 16/9/2020, 16:41


Angell Hyuuga Hattori
[ HP: 3000/3000 | CH: 1446/7100 | CN: 75/400 | ST: 07/26 ]
[ Byakugou no In: 500/500 | Souzou Saisei: 00/08 ]
[ Hachibi: 5000/5000 ]


O único olho restante da azulada se arregalou no momento da explosão; graças aos dois doujutsus que o agraciavam até aquele momento, ela pôde acompanhar com exatidão o que acontecia dentro do cubículo que havia criado – e viu ser reforçado por mais tantos dos presentes – para encarcerar o falso Shion. Realmente... ele ou era muito ingênuo ou era muito arrogante, enquanto a aliança ganhava cada vez mais força através da simples esperança tanto de sobrevivência mútua quanto de salvação do mundo todo – fosse isso desde os próprios feitos quanto à proteção da Areia já naquele instante ou só a partir do efetivo resgate do verdadeiro Shion.

Logo após receber o empurrãozinho das lufadas de ar – que chegavam até seu corpo, ao que parecia, amenizadas pelo mais novo guerreiro de chakra conjurado por Tatsuo – que resultavam do estrago que a técnica do kazekage fez – desta vez, apenas a ele próprio –, a azulada notou o mesmíssimo chakra que lhe fortalecia o corpo até aquele momento se intensificar ainda mais, até que seu pai tomasse o controle. ...mesmo ainda lhe deixando sã e completamente consciente para ouvir, ver, sentir e ponderar sobre cada atitude que ele tomava quanto ao kazekage.

Um pequeno sorriso cheio de determinação se abriu nos lábios da forma subconsciente dela. Lá fora, os tambores ecoavam, mas, ali dentro, ela ainda ouvia apenas os sussurros de uma conversa silenciosa. Ela estava chegando sob a luz da lua, que refletia as estrelas que lhe guiariam rumo à salvação. E o velho homem acabara de ser parado bem no meio do caminho. ...enquanto os cães selvagens uivavam pela noite, avançando sem qualquer descanso, ansiando por alguma companhia solitária. E ela sabia que deveria fazer o que era certo; seu pai continuava lhe esperando.

Com sua barreira curativa desativada desde o saque do verdadeiro Shion à espada dele próprio da bainha ainda em sua posse, Angell focou primeiro no kazekage. Captou ainda mais chakra natural para dentro de si, concentrou e misturou de novo seu chakra doton com essa energia natural desde o interior de seu corpo e, enquanto disparava na direção de seu oponente, mandou essa mistura para o solo debaixo de seus pés e a conduziu até o ponto em que o kazekage se encontrava, a fim de erguer duas paredes pesadas de terra, que se moveriam uma em direção à outra para prensarem-no entre si, deixando apenas uma abertura, pela qual, se dependesse da azulada, ele nem pensaria em tentar escapar para frente. ...até porque era essa mesma a direção pela qual ela – e talvez o restante da aliança também, seguindo-a – se aproximava correndo, ao passo que já canalizava uma boa quantidade de seu chakra puro, novamente misturado a um tanto de chakra natural, na palma direita, para, ao se ver a 10 metros dele, disparar uma rajada de vácuo.

Caso o kazekage fosse atingido e escapasse daquele Doton: Sando no Jutsu por trás, pela pressão da investida frontal, ela trataria de desfazer ambas as paredes de terra, para dar mais espaço para seus aliados também atacarem. Porém, nem deixaria o oponente livre nem se manteria entre ele e os demais presentes; criaria mais uma série de paredes de terra, agora, amontoadas, a 10 metros das costas dele, enquanto já puxava a essência da terra para refazer aquela boa e velha armadura resistente para seu próprio corpo, e, por fim, diminuiria drasticamente seu peso para alçar voo, parando de novo apenas quando estivesse a 20 metros do solo, deixando o caminho de todo livre.

No ar, Angell tornaria a analisar minuciosamente aquele campo de batalha improvisado. Por algum motivo, sua barreira curativa não tinha surtido efeito em dois de seus aliados, apesar de ter recuperado completamente um sunense que, antes, tinha quebrado todos os ossos do corpo. Chegou a imaginar que poderia ser mais uma manifestação do efeito da falta de confiança de alguns em sua competência – algo de que, diga-se de passagem, ela tinha acabado de reclamar para Squall, que, agora, graças a uma ligeira mudança de atitude, parecia renovado. De qualquer forma, porém, ela não poderia desamparar seus aliados; outra vez concentrando e misturando seu chakra doton e seu chakra medicinal desde seu estômago, expeliu duas esferas de lama curativa, que, no caminho até o braço direito de Akihito e a perna esquerda de Tatsumaru, foram cada qual tomando as formas dos mesmos esquilos voadores de minutos antes.

– Estou tentando ajudar vocês. – ela sentenciou apenas.

...enquanto voltava a analisar o campo de batalha improvisado como um todo, apesar de ainda manter o kazekage como seu foco principal.


“But it’s the only thing that I have.”


Informações:
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 RZlFJ4c

TK
Jōnin
TK
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 RZlFJ4c

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 16/9/2020, 18:08





Graças a oportunidade dada pela sua mãe, Hinka, os ninjas puderam fazer mais que simplesmente sofrer a destruição. Ayako observou enquanto os ninjas se uniam, aliados às estratégias da sua irmã. A Rainha do clã Hattori, a Sobrevivente..., uma ninja acima de qualquer outro. Um sorriso brincou no rosto dele. Mais inconsciente do que podia dizer. Brihou como uma criança assistindo seus heróis salvando o dia. Então o clone malfeito de seu pai libertou aqueles poderes caóticos, ainda esperançoso, e acabou afetando apenas a si mesmo — embora certo impacto acertou-o fazendo cambalear para trás. A visão a seguir mostrou toda a força da Aliança quando liderada por Angell; um demônio completamente derrotado, danificado, entregue à mercê da humanidade. O brilho vermelho no olho restante de Ayako capturou o momento exato em que uma quantidade diferente de chakra estendeu-se através de Angell, como se a dominasse. E, no entanto, ele não temeu. Não, ele reconheceu aquele chakra, sentiu-se abraçado por ele. A voz que escapou pelos lábios dela em seguida foi ainda mais tocante: a voz de Hattori Shion.

Ayako ficou atento ao discurso dado pelo pai através da irmã. Um sorriso singelo desprendeu no canto de seu rosto, as lágrimas inundaram seu rosto, manchando em estradas suas bochechas pálidas. Quando o pai citou a conversa que teriam, Ayako imediatamente assentiu em silêncio, enxugando as lágrimas com o antebraço. Virou-se então para o corpo da mãe, ainda petrificado, e se aproximou tocando a mão direita sobre a estrutura rochosa, com cuidado e medo. O Sharingan, infelizmente, não via nenhum sinal de chakra. Ele apertou os olhos enquanto seu pai discursava. Estava doendo mais do que podia imaginar que doeria. Mesmo não tendo proximidade com ela — e com quem ele realmente possuía? — vê-la se entregando à morte por ele, pelo mundo... ele queria se transformar em alguém forte assim. Em silêncio, dentro de si, Ayako prometeu que daria sua vida por Angell se fosse preciso. Que seria útil e forte como sua mãe.

Lobos uivaram distantes deles, retomando-o para o momento. Ayako encarou os visitantes, inclusive um que em muito se parecia com ele, anos mais velho, ostentando os cabelos azuis da família e a outra... como Angell? Ele estranhou, vincou as sobrancelhas, mas não importava. A única coisa que importava era terminar a missão. Exterminar aquele falso Shion. Encarou o Kazekage, determinado a ajudar naquele fim.

Levantou a mão direita, apontando para o homem e usou a concentração ensinada por Hitsugi em suas viagens. Assim, somado ao poder de precisão de seu Sharingan, ele analisou o momento ideal de aplicar sua combinação com a ofensiva de Angell, a qual ele podia ter uma ligeira previsão através do mesmo poder ocular. Portanto, quando ela estivesse pronta para emitir seu golpe de vácuo, ele estaria para enviar estacas de gelo, vindas um pouco acima do golpe dela em linha reta, para acertá-lo ao mesmo tempo, visando acertá-lo pela frente. Ainda focado no corpo, e nos demais ataques, ele manteria a precisão do Sharingan como uma aliada e, caso o falso Shion se movimentasse para outra direção, ele usaria novas estacas de gelo para tentar cercá-lo e perfurá-lo.


Hattori Ayako: HP: 1300/1300 | CH: 1160/1650 | ST: 04/07 | V: 00ms/22ms | F: 00/04.

Consid.:
Jutsus Usados:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Q9DYRBI
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 100x100

Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 100x100

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 16/9/2020, 21:57


O FIM

Em dado momento, o rapaz sentiu em torno de si uma força o envolver, cobrir, como uma defesa. Demorou um pouco, mas logo percebeu; era o mesmo poder que viu seu ex-colega de time user na visão futura. O mesmo o olhou de canto, e fez um gesto já conhecido entre ambos, que costumava ser a melhor forma de comunicação entre os dois. Deu alguns passos à frente, observando aquela massa de chakra à volta protegendo-os, quase como se fosse algo vivo. Em seguida, seu olhar voltou-se para frente, para o inimigo. Este estava restringido, e em dado momento, aparentemente tentou se libertar com um ataque impensado, mas foi exatamente esse ataque se voltou contra ele - tal qual as barreiras haviam feito anteriormente. Os ferimentos causados por seu próprio poder o abalaram e deixaram o Kazekage incapaz de fazer qualquer outra coisa. Ao que tudo indicava, o ser estava acabado. Antes, porém, de qualquer coisa ser feita, uma energia forte pode ser sentida no ar. Uma força e uma presença um tanto familiar. O rapaz voltou seu olhar para a Hokage, que parecia estar tomada por aquele poder.

“...Shion?” - Pensou, observando que o poder que emanava do corpo não era mais o de Angell.

Permaneceu quieto, ouvindo as palavras de Shion, que se referenciam a si e à outros presentes. A recordação foi inevitável, e ao fim das palavras dele, tratou de retirar o poder que residia no corpo de Angell, deixando a menina de cabelos azuis voltar ao seu normal. Seu olhar voltou-se para a derrotada criatura, ajoelhada ao fundo. Passou a mão por seu peito, e sentiu a cicatriz formada ali, e as forças recobradas para voltar à lutar, graças às técnicas curativas da Sombra da Folha. Deitou a cabeça para o lado, estalando o pescoço, e preparou-se para o fim daquela luta. No peito do homem, agora que o rapaz observava mais de perto, havia quatro figuras que pareciam rostos. Em silêncio, lembrou-se do que ouvira no hospital, sobre a necessidade de usarem poderes de pessoas de outros clãs para conter todo o poder dentro do clone. Fechou seu punho, irritado, e então observou Angell disparar em uma investida contra o ser, acompanhada por seu irmão Ayako, e por fim, alçar vôo com alguma técnica desconhecida para o rapaz. O caminho estava livre, e sem pestanejar, coletou mais um pouco de energia natural à volta, armazenando-a em seu corpo, e já usando parte para impulsionar seus movimentos, transformando-se no Modo Sábio da serpente. Ou como fora chamado na caverna Ryuchi; o Falso Dragão. Disparou em toda sua velocidade na direção onde o corpo estava, vendo que uma parede havia se formado atrás dele. Enquanto corria, em seu punho, feixes elétricos surgiram, dando um tom meio sombrio ao ambiente em volta, que fora iluminado pela eletricidade agora cercando toda a mão e punho destro de Squall. Jogou o antebraço para trás, e assim que se aproximou do Kazekage, empurrou o punho para frente, carregado pelo Raikiri, que tratou de mirar no centro do peito daquele homem, onde haviam os quatro rostos, procurando atravessá-lo com a técnica. Terminada a ofensiva, tivesse ou não perfurado o peito daquela coisa, retiraria seu braço para fora, e saltaria para trás algumas vezes, até ficar à 15 metros do corpo, desativando sua transformação e deixando o caminho aberto para os demais ataques que pudessem vir.

- Então… acabou.. - Falou em voz baixa, levantando seu rosto, de olhos fechados.



Informações:


Considerações:



HP: 2.125/2.125| CH: 5.575/5.575| CN: 300/400 | ST: 02/07

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr10

Indra
Hokage
Indra
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr10

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 17/9/2020, 06:19

(MAJ) KYUSEISHU NO INDRA, THE INVENTOR ── KOBAYASHI ICHIZOKU;  ROLEPLAY ─── OO/OO
CH: 2413/25OO ▵ HP: 2O9O/22OO ▵ FOR: OO/O9 ▵ VEL: OO/1O ▵ ST: O4/O6 ▵ ARC: 125O/125O

   Quando tudo parecia perdido, uma força oculta despertou em todos nós, aumentando a nossa força e a nossa vontade de vencer aquela batalha contra aquele inimigo que, durante um momento, parecia invencível. Porém, com os nossos ataques e armadilhas combinados, o Kazekage acabou sucumbindo em seu próprio ataque, acabando por destruir o meu clone também. Quando o poder do Kazekage impactou contra as barreiras, elas foram derrubadas, mas ao contrário do que houve na última vez, nós não fomos atingidos, quer dizer, apenas um leve baque que me fez dar uns três passos para trás, mas não me feri completamente. A poeira foi se abaixando aos poucos, e foi ali que tivemos a conclusão: o líder de Suna estava ferido, sem muito o que fazer. Um silêncio incomum se instaurou no ambiente, até que senti uma força estranha vinda de Angell, mas não sabia como explicar, só que não parecia a Hokage que estava ali. Logo, chegou o aviso, através dos lábios da Hattori, que Shion falava através dela.

   Aquilo tudo era muito estranho, mas de alguma forma, saber que o verdadeiro Hattori Shion estava vivo era uma grande injeção de ânimo e esperança. Virei o meu rosto na direção de Angell e escutei as palavras do antigo Hokage. Ele parecia orgulhoso, saudoso e até mesmo compreensível. Quando falou comigo, parecia que ele sabia o que tinha acontecido há dois anos, e mesmo que, na teoria, eu e Takane tivéssemos falhado em nossa missão de proteger o Hokage da época, ele parecia não pensar daquele jeito, me agradecendo “por proteger o que ele mais amava até o fim”, ou seja, Angell. - Logo o resgataremos, Shion. – sussurrei, lembrando quando ele disse, uns dois anos atrás, que eu poderia chamá-lo daquele jeito. Foi a primeira vez que o conheci, quando fui relatar sobre as descobertas sobre a morte de Uthred Pendragon e o fim do Terror da Invasão.

   De repente, o corpo da Hokage se virou na direção do Kazekage, e após algumas palavras instigantes, ela/ele sacou a espada e a mesma brilhava de uma forma impressionante. - Será que? – sussurrei para mim, tentando confirmar uma teoria que tinha dito a Angell em relação a espada, de que ela tinha o poder que poderia derrotar o Kazekage. De repente, ouvi uivos de lobos por toda a parte, me lembrando imediatamente dos Hattoris, por conta da simbologia. Olhei para trás e vi duas figuras a uma certa distância, nos observando, enquanto os ninjas da Aliança partiam ao ataque. Tinham rostos estranhos, uma delas iguais ao holograma que apareceu diante de nós minutos atrás, mas não era a hora de analisar a fisionomia deles. Não atacaria daquela vez, por medo de ser atingido por alguma das técnicas ou até mesmo acertar um oponente, e já tinha sido demasiadamente arriscado ter criado um clone para tal coisa. Ao invés disso, preferi focar em outras questões.

   - Aliança, prestem atenção. – diria para o que estava próximos. Tentei não parecer tomar a autoridade de ninguém, apenas mantendo todos focados. - Ainda não acabou! Enquanto não encontrarmos Shion e sairmos de Suna, a batalha ainda não acabou! Não sabemos o que o inimigo preparou para nós, então não percam o foco e vamos buscar descobrir onde Shion está preso! – tentava avisar a todos. Era uma coisa óbvia? Sim, mas estávamos em território inimigo, e não poderíamos prever o que os ninjas de Suna tinham preparado para nós. Precisávamos cumprir com o nosso objetivo, e enquanto ele não tivesse cumprido, todo cuidado era pouco.


Informações Gerais:

_______________________

[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Tumblr_pl035uEflG1uocgm5o2_500

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 17/9/2020, 12:47


Guerra!
Aliança contra ataca


A
batalha finalmente teve seu fim, uma vez que o conjunto de barreiras e defesas da aliança foi suficiente para fazer o feitiço virar contra o feiticeiro, literalmente. O clone derrotado agora representava uma figura patética e enfraquecida, prostrado de joelhos a espera de um golpe de misericórdia.

A voz familiar de Shion pôde ser ouvida através da Hokage, uma voz e um chakra que Tatsumaru reconheceu de primeiro momento. A aliança nunca esteve sozinha, e o amparo do verdadeiro Hattori lhes trazia confiança para continuar.

- Shion... a honra foi minha! – murmurou.

Após o comando, os membros da aliança partiram em ofensiva para acabar com o monstro de uma vez por todas. Tatsumaru em sem íntimo queria o sangue dele em suas mãos, queria ver a vida se esvaindo de seus olhos em agonia. Porém, alguém era mais merecedor daquela honra do que todos ali presentes. Hinka.

- Que assim seja... Kuchiyose no Jutsu! – disse ele, rasgando o seu polegar direito e tocando o chão.

O jutsu de invocação deu origem a um presente de Hinka para esquadrão de infiltração. Uma enorme e sedenta serpente, com as presas à mostra e um olhar frio característico de um predador impiedoso. Logo a sua frente estaria o prato principal.

- Aquele sujeito é o responsável pela morte de Hinka, sua mestra. Acabe com ele, por Hinka! – disse o Senju.

A serpente arregalou os olhos rubros e abriu a enorme boca em direção ao inimigo. Ela aguardou os ataques dos companheiros pacientemente, se deleitando com o sofrimento daquele que causou o fim de sua mestra. No momento oportuno ela procurou investir em um bote certeiro na intenção de cravar as suas presas em um dos braços do inimigo derrotado, arrancando-o em seguida. O sangue pútrido jorrado seria o seu deleite. A serpente repetiria o processo no que sobrasse do corpo daquele monstro, despedaçando-o dolorosamente.

O ferimento de Tatsumaru seguia se curando com a ajuda da Hokage. Agora sentado ao chão e descansando, o jovem assistia tudo aquilo acontecer, imaginando o que mais a aliança passaria até o resgate de Hattori Shion.













HP: 2500/2500; CH:4985/5000; CN: 400/400 (turno 4); ST: 02/08

AVANTE!

Equipamentos:

Pet:

Databook:

Jutsus:

Considerações:
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 73318106e2edc17140311913c4ae2bdb

Akihito
Tokubetsu Jonin
Akihito
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 73318106e2edc17140311913c4ae2bdb

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 17/9/2020, 23:42

[Cerco à Sunagakure] Kazekage vs Aliança

"You Took Everything From Me!"

Era surpreendente! A união dos esforços da coalizão formada por ninjas de todas as grandes vilas enfim parecia ter funcionado, talvez por que diferente da "tentativa" anterior — se é que assim podia ser chamada, uma vez que me parecia mais um delírio do que um momento do passado —, agora éramos alimentados por uma misteriosa, mas extraordinária, Força de Vontade, elevando ainda mais nossas capacidades. O nosso adversário, afogado em sua arrogância, tentou executar o mesmo movimento uma outra vez, mas este já não foi mais efetivo; muito pelo contrário, apenas voltou-se contra ele mesmo.
Após ser levemente empurrado para trás por conta da pressão do ataque, pude ver, assim que a poeira baixou, a figura de uma homem... não, de uma criatura derrotada, caindo aos frangalhos. Sua aparência grotesca tornou-se para mim ainda mais repugnante quando vi em seu peito o rosto de quatro pessoas, era algo simplesmente asqueroso.

Meus olhos, fixos naqueles rostos, logo foram atraídos por outra coisa. O chakra da Hokage parecia ainda mais intenso, de forma que seu brilho até mesmo ofuscava meus olhos. Isso, porém, não foi nada comparado ao que se seguiu. A aparência era daquela conhecida como A Sobrevivente, mas a voz... sim, era a mesma voz do Kazekage, era a mesma voz daquele que encontrei no Laboratório, era a voz de Shion. Desta vez, aparentemente, tratava-se do verdadeiro. O Hattori prestou cumprimentos a cada um que ali se encontrava, inclusive a mim, que para ele era um completo estranho. Apenas respondi respeitosamente com um sorriso e um leve aceno de cabeça.

Shion então dirigiu sua fala para aquela réplica defeituosa de si mesmo, pregando para ele um forte discurso que pareceu incentivar ainda mais os ânimos e confiança de todos. Quando ele — ou a própria Hokage — apontou a katana para aquela figura patética, uivos de lobo puderam ser ouvidos. Mesmo sem olhar pra trás, mesmo sem ter nenhuma habilidade sensorial, pude sentir a enorme pressão e mudança no ambiente que uma extraordinária massa de chakra estava causando. Olhei para trás lentamente e vi duas figuras ainda desconhecidas por mim, mas que logo identifiquei como os donos das vozes que momentos atrás trouxeram a notícia sobre o livramento das grandes vilas — e sobre a fatídica queda de Otogakure. Eu não sabia o porque, mas aquela mulher... A sua simples presença causava-me mais intimidação do que em qualquer momento pude sentir do Kazekage. Felizmente ela parecia estar do nosso lado.
Quando ela nos deu a ordem para finalizar de vez aquele bastardo, não pestanejei, virei novamente meus olhos para fitar a criatura, apenas a tempo de ver meus aliados já partindo para suas investidas. Embora meu braço já não doesse mais, eu sentia que ainda não conseguiria usá-lo. Além disso, o clone que eu havia criado a momentos atrás já havia se desfeito, talvez pelo meu excessivo uso de chakra. Mas chakra não era a minha única arma!




Só de olhar para aquele rosto patético e acabado e lembrar tudo que ele havia feito, tudo que ele havia me causado, o furor voltava a fluir intensamente dentro de mim, apenas não mais intenso do que o meu próprio sangue, que agora pulsava forte em minhas veias, ao ponto de punçar por debaixo de minha derme, abrindo cortes nesta, por meio dos quais o sangue escapava. O sangue então se misturava a minha aura de chakra, dando-lhe uma aparência carmesim. Encarando com olhos literalmente sanguinários aquele que havia me inflingindo tanta dor, disse:
— Você tirou tudo de mim!

Inconscientemente — provavelmente em resposta às fortes emoções que eu sentia —, a pressão do sangue que me cercava, aliado ao controle que eu tinha sobre cada miligrama de ferro concentrado em meu próprio sangue, me fizeram levantar alguns centímetros no ar[1]. Eu então estendi meu braço esquerdo na direção do infeliz que estava poucos metros à minha frente; meu sangue respondeu ao comando. Acompanhando a cobra invocada por Tatsumaru, um forte fluxo de sangue infuso em chakra avançou na direção daquele ser deplorável. O sangue então entrou por sua boca, nariz, ouvidos, pelo buraco em seu peito, aberto pelo Mizukage; por meio de qualquer buraco [( ͡° ͜ʖ ͡°)] ou ferida exposta, o meu sangue entraria, infiltrando-se em sua corrente sanguínea, assimilando esta ao meu próprio chakra, permitindo-me também manipulá-la.




Uma vez feito isso, eu então o estrangularia de dentro para fora, forçando a parada do seu fluxo sanguíneo, e consequentemente, órgãos vitais[2]. De cima, eu o olharia uma última vez, com olhar de altivez, apenas para poder sentir o gosto da vingança por tudo que aquele infeliz havia me causado. Eu nunca havia sentido aquela sensação antes; e era bom... Eu estava praticamente em um transe, mas logo fui despertado ao sentir algo tocar meu ombro. Surpreso, exclamei: — ESQUILO!
Assim que comecei a sentir a recuperação do meu braço, entendi que se tratava de mais um dos incríveis jutsus medicinais da Hokage.

Já em solo, respirei aliviado, certo de que tudo já estava rumando ao fim.



836 palavras
950/950 HP  || 376/975 Chakra || 01/06Stamina
Considerações:
Informações:
Template by @wyalves
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Xoj9u7k

Senko'
Godaime Mizukage
Senko'
Vilarejo Atual
[Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Página 3 Xoj9u7k

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado 18/9/2020, 03:15

Queime
HP: 1100 | 1100CH: 945 | 1000ST: 0 | 5

Enquanto falava com Tatsuo, logo depois dos gritos motivacionais, o sunense espantou-se com o sangue que escorria dos olhos daquele ninja. Ele não chegou a responder o genin, mas um chakra roxo começou a se espalhar, envolvendo o menino e outros ninjas ao lado. Senko arregalou os olhos, maravilhado com aquele poder, até deixou sua kunai cair no chão. Nunca tinha visto nada assim antes. Voltou seus olhos para a barreira, torcendo para que aquele dejà vu não tivesse o mesmo fim trágico da outra vez.

E assim como no "sonho", aquele monstro resolveu atacar a barreira, mas dessa vez tudo foi diferente. As barreiras pararam o ataque do falso Hattori Shion, fazendo tudo estremecer. Senko deu um ou dois passos para trás, empurrado pela onda gerada pelo impacto, e fitou a poeira ansioso.
A poeira abaixou. "Conseguimos!" Ver que todos os esforços foram capazes de conter o grandioso poder do Kazekage preencheu seu ser com entusiasmo. O clone estava completamente rendido.

A feição de felicidade do jovem genin foi mudando para desgosto à medida que lembrava que estava no meio de um combate contra um traidor, um assassino, um covarde. Um covarde que um dia admirou, que um dia teve como inspiração.

Senko se surpreendeu com uma voz nova no campo de batalha. Olhou para o lado e viu que aquela voz saía da boca da ninja médica de cabelo azulados. "Uou! Então esse é o verdadeiro Shion!" prestou atenção nas palavras que disse, mas eram comentários dirigidos a cada um individualmente. "Cumprimentou" a voz curvando seu corpo na direção de Angell, reagindo às desculpas de Shion e demonstrando muito respeito àquele momento mais emocional. A lição de moral que veio depois, deixou seus pequenos pelos do braço arrepiados. A ninja médica sacou a katana e lobos uivaram do nada. O genin tremeu um pouco na base, mas engolia seco tentando disfarçar pra manter a postura de combate.

Os ninjas não hesitaram. Um a um, tentaram acabar com a raça daquele desgraçado.
O garoto por um momento hesitou. Nunca imaginou que pudesse atacar o próprio líder da sua vila, mas lembrou dos companheiros que havia perdido nessa batalha. "Topazu... Aelin... e todos os inúmeros ninjas nas ruas de Suna. Essa é pra vocês!" pensou. O genin cerrou os punhos olhando de uma maneira fria e determinada para o kazekage. Ele tomou sua decisão.

Mas ele sabia suas limitações e preferiu esperar. O ataque que tinha em mente poderia acabar machucando alguém além daquele miserável. Então, depois que todas as investidas fossem feitas, ele esperaria para ter uma linha segura entre ele e o kazekage. O genin saltaria, projetando seu corpo no ar, estufando o peito e realizando os selos Cobra, Carneiro, Macaco, Javali, Cavalo e Tigre. "Katon... Gōkakyū no Jutsu!". Com o auxílio do seu Sharingan iria mirar nele, criando uma esfera de 3m de diâmetro que viajaria até o corpo do Kazekage¹ numa diagonal de cima para baixo para tentar envolver seu corpo inteiro nas chamas. "Aproveite a sua estadia no inferno!" . Por fim, o genin manteria-se afastado, a 15 metros de distância.

Considerações:
(c)
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Cerco a Sunagakure] Kazekage Vs Aliança - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte