:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Sunagakure no Sato :: Centro da Vila
12 Anos Online
Atividades Recentes
Principais Novidades
Alvorecer
Arco 04
Ano 16 DG
Inverno
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 1udpIjj

Shion
Administrador
Shion
Vilarejo Atual
[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 1udpIjj

[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Publicado Seg 24 Ago 2020 - 12:02

Relembrando a primeira mensagem :


Cerco a Sunagakure
3:00


Hinka voltaria a falar quando todos foram surpreendidos, os ventos gélidos da folha atacou os garotos de Suna, por sortes eles conseguiram escapar, Ayako veio ao resgate de sua mãe, os garotos poderia notar dor e duvidas nos olhos do garoto, Hinka olhou fixamente para Ayako e soltou um comando. – Ayako pare agora... Não machuque esses garotos. – Ela ergue sua cabeça olhando para cima. – BAN, MIKAN! Se aproximem. – Sim ela convocou aqueles que a vigiava e mantinha sua guarda.

No momento que os três tivesse reunidos. – Vocês precisam saber algo... – Em meio a dor e angústia Hinka disse algo para os três. – Hattori Shion, ele está trabalhando com Suna, ele me atacou, a forma que ele falava era um pouco diferente do que ele foi há 2 anos, mas era ele sem dúvidas, a agressividade e força, era um Hattori. – Ela derramou lagrimas ainda com muita angústia. – Nós fomos enganados... Todo esse cerco é para nada. – Ela então olhou para os garotos. – O homem que tem o título de Kazekage, é por ele que estamos aqui, mas... Ele do lado do inimigo? Isso não é do perfil dele, esses 2 anos mudaram aquele homem. – Hinka fechava os olhos de cabeça baixa e derramava lagrimas.

Vocês descobriram que o Kazekage é Hattori Shion, para Suna isso já é algo comum, decidam o que fazer a partir de agora, vocês têm forças suficiente para derrubar todos os ninjas de Suna que escoltam Hinka, ou quem sabe uma outra estratégia.

Considerações:


_______________________

[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 Scre1755
[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 Ui7615FOlá, Convidado, eu sou o Shion.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Conheça o Guia Shinobi e aprenda um pouco mais sobre o RPG!
Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!

[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 LE7jCRx

Klee
Genin
Klee
Vilarejo Atual
[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 LE7jCRx

Re: [CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Publicado Sab 29 Ago 2020 - 0:31

 

HP: 900/900 × CH: 1.287/1.287 × ST: 00/07 × CN: 000/400
Ayako não fraquejou, mas naquele momento, aquela ação só alimentaria o ego de si mesmo, não o salvaria, muito menos os presentes ali. A atitude do Hattori poderia ter sido o motivo crucial para Shaka matar todos e fazer o que quisesse depois. Não fez qualquer movimento, o sentimento que Shaka trazia anteriormente a deixava fraca, a solidão só trazia seu amado em mente. Como queria Renji ao seu lado, o rapaz talvez lhe desse as forças que ela não tinha naquele momento. A seguir, houve mais uma demonstração do poder do ruivo, em frente a todos, alertando que o melhor a se fazer era apenas obedecer e largar qualquer orgulho que poderiam ter em seu âmago.

Mikan levantou-se quando pedido, ignorando completamente a figura e a tal “brincadeira”. A garota apenas agia como uma máquina programada para servir e fazer o que lhe pedissem. Sua única humanidade era a vontade de se reencontrar com Renji e - junto a ele - procurar a cachoeira de seus sonhos.

A Yamanaka colocou-se ao lado do maior e seguiria com ele, não tinha outra opção, só esperava que aquilo acabasse de uma vez e ela pudesse ver o Uzumaki de novo, nem que fosse para dizer adeus. Seu olhar havia se tornado frio e sem brilho, se perdendo nos olhos dos garotos de Suna. A loira tentava enxergar uma história em cada um, tudo que haviam passado até aquele momento, nada mais importava.

Eram apenas soldados em uma guerra.

Seguia Shaka até o gabinete, nenhuma palavra saia de seus lábios, apenas esperaria o clímax daquela invasão e que chegassem logo até Shion, por causa dele estavam ali e naquele momento ela não conseguia - mais do que nunca - sentir empatia por ele. Fosse realmente ele o Kazekage ou não, estivesse ele sendo usado em experimentos ou não. No gabinete, privou-se de qualquer atitude, Shaka sabia o que estava fazendo, sua orquestra seguia metodicamente a melodia proposta, esperava apenas que ele soubesse quais eram os acordes finais. Sentia-se em algo totalmente inverso ao proposto antes de entrarem em Sunagakure, como se as informações do acampamento tivessem sido apenas uma ilusão.

Limitou-se em apenas a continuar caminho ao lado de Shaka, com receio e medo do que poderia acontecer quando pai e filho estivessem cara a cara.


Considerações:


[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 RZlFJ4c

TK
Jōnin
TK
Vilarejo Atual
[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 RZlFJ4c

Re: [CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Publicado Sab 29 Ago 2020 - 8:32

HP: 750/750 (1300)
CH: 735/825 (1650)
ST: 01/05
Velocidade: 00ms/7ms (14m/s)
Força: 00/01 (02)
A coragem nem sempre ajuda. Diante de uma força quase divina, expor sua coragem e enfrentá-la, por exemplo, não é uma atitude inteligente. Ayako sabia disso quando fez aquilo; quando enfrentou Shaka. Hinka, assustada com sua petulância, gritou com o filho na tentativa de colocar um pouco de bom senso em sua cabeça — mas não importava mais. Shaka acertou-lhe um soco direto contra o rosto, a força foi suficiente para fazê-lo ver tudo rodar e algo estalar na sua estrutura óssea e na armação do óculos, agora arrebentada e voando pelos ares em migalhas vítreas. Quase foi a nocaute, mas Shaka havia medido a força para evitar isso, claro. O segundo soco no estômago retirou seu fôlego de imediato, forçando-o a cair de joelhos de olhos arregalados e um fio de saliva escorrendo por sua boca aberta, direto contra o chão. Ao ser erguido, ele mal tinha capacidade de visualizar mesmo com o Sharingan; tudo estava embaçado. Eu sou fraco, repetiu mentalmente e recebeu um terceiro golpe. Este foi mais duro, sentiu toda sua mandíbula deslocando e trincando antes de ele cair no chão como um rascunho de shinobi.

Viu o céu através da visão embaçada e do chakra flutuante na estação¹. Estava perdendo a consciência. Não tinha mais forças para se manter naquele plano. A dor latejante em sua cabeça denunciava várias fraturas. Hinka se aproximou e começou a canalizar o chakra esmeralda sobre ele, mas não dispensou o sermão. Quando ela tocou no nome de Angell, as lágrimas irromperam silenciosas. Eu sou patético, pegou-se pensando enquanto sentia os ossos voltando ao normal. Demorou poucos segundos para a cura ser efetiva, porém, na mente de Ayako, aquilo durara séculos. Pensara em todo risco que tinha colocado aquelas pessoas por mero orgulho — característica essa que ele nem lembrava mais que tinha depois daquela surra. Limpando as lágrimas, ele se levantou escorado no ombro de Hinka e avançou perseguindo Shaka com os demais. Chegou pouco depois, não teve como ouvir plenamente as coisas ditas aos demais.

Alcançaram um novo objetivo, mas alguma coisa soava estranha. Tinha essa sensação de que alguma coisa estava fora do lugar. Uma subordinada de Shaka se revelou carregando uma figura desconhecida para Ayako até então. Takura. Entregue nas mãos de seu irmão, feita de refém, Ayako viu nela um chakra atípico. Em uma cena digna de pena ela implorou pela vida tentando se safar. Ayako apertou os olhos, desviou seu olhar. Shaka estava fazendo tudo aquilo apenas pelo caos e ele não tinha nada para enfrentá-lo. Aqueles olhos sangrentos não tinham poder suficiente para enfrentá-lo. A vontade de chorar cresceu, mas piorou quando Takura implorou diretamente a ele. Referia-se ao pai, Hattori Shion, e então entendeu tudo. Era ela naquele momento, na casa de Angell. As lágrimas não vieram. A cólera começou a incendiá-lo. Tanto que ficava visível nas linhas de expressão de seu rosto, normalmente tão brando e angelical.

Naquele momento, ele pensou que, talvez, Shaka não tivesse mentido sobre tudo e por isso mesmo o acompanhou.

Consid.:
Jutsus Usados:

_______________________

[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 Q9DYRBI
[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 Xoj9u7k

Senko'
Godaime Mizukage
Senko'
Vilarejo Atual
[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 Xoj9u7k

Re: [CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Publicado Sab 29 Ago 2020 - 12:15

Sádico
HP: 1100 | 1100CH: 1000 | 1000ST: 0 | 5

Senko caminhava junto do grupo liderado por Shaka. O garoto estava visivelmente perturbado com a situação de sua vila. Todos aqueles mortos, dezenas, centenas de famílias destruídas em poucas horas. Até quando? Até quando aquilo tudo iria durar? Sua pequenez aumentava a cada passo que dava, vendo que até então ele não tinha nada de especial para oferecer e não servia de ajuda para ninguém.

O que mais lhe perturbava era frieza de Shaka. Ele parecia alegre. Um sádico. Um semi-deus ou um próprio deus, o garoto não sabia dizer, mas com certeza sádico. Como tolerar alguém assim? Se Ayako estava certo e a culpa disso tudo é de Shaka, Senko queria vê-lo morto. Pela primeira vez, o Genin sentiu ódio por alguém. Não era um sentimento de raiva efêmero, era uma vontade louca de ver aquele desgraçado se foder.

Mas... ele, mais do que ninguém, sabia que não tinha os meios necessários para sequer tocar um dedo naquele ser.

Pararam na frente de uma casa. Shaka bateu a porta e uma mulher atendeu. De algum jeito, Takura estava ali, presa e rendida. O garoto engoliu seco e cerrou os punhos. Takura era muito importante para ele e para toda a vila, inclusive até o ajudou numa situação difícil que o jovem Matsuda vivenciou. Ela implorava por ajuda. Senko sentiu-se inútil. “Senhora Takura... eu quero te ajudar, mas eu não posso!” lutava contra si mesmo, deixando-se vencer pelo medo sentia.

Shaka logo revelou que queria chantagear o Hattori Shion tendo Takura como refém. “Kazekage-sama, eu sei que o senhor vai vencer essa batalha e restaurar a paz! Eu confio em você, você é o nosso herói! A verdade nos libertará!” contraía o maxilar tentando conter suas emoções. A dor de cabeça, a dor nos olhos e o ódio por Shaka cresciam ao vê-lo arrastar a Senhora Takura pelas ruas de Suna em direção ao gabinete do líder da vila. Senko continuou seguindo-o.

Considerações:
(c)
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Publicado Sab 29 Ago 2020 - 13:39


Topazu Kirameki


HP:800/800 | CH:625/650 | ST: 0/5 | Velocidade: 14m/s

Topazu não esperava que sua primeira experiencia protegendo Suna acabaria com ele como um traidor, se aliando ao inimigo para matar o próprio Kazekage. Não que o jovem fosse completamente leal a vila, pois sua verdadeira lealdade era com sua família e com os Protetores, mas nunca pensara que seu próprio lar seria o centro de tantos conflitos e desavenças. Desde um bom tempo atrás, com o ataque de Okina e a destruição da vila, o jovem realmente esperava que as pessoas entenderiam o horror que a guerra traz consigo, e que Suna se reconstruiria com o propósito de nunca mais deixar isso acontecer, mas estava enganado. “As pessoas não mudam.”
Quanto mais chegavam perto do centro da vila a arma de destruição parecia ficar maior, e junto dela um sentimento de vergonha em brandir o símbolo de Suna em sua bandana. O fato de ter sido obrigado a se juntar com um ser desprezível como Shaka não melhorava a situação, mas tentava aceitar que aquela seria a única maneira de acabar de vez com tudo de errado que acontecia em sua vila, mesmo que os moradores não entendessem e protestassem contra o grupo de jovens escoltando a pseudo divindade.
Até que, no meio do caminho, eles pararam em uma casa, sem que Shaka deixasse claro o motivo. Lá dentro o jovem se surpreenderia com a presença de uma pessoa: Takura. A cientista, que muitos aclamavam como salvadora da vila, agora estava amarrada clamando por piedade. “Então eles conseguiram pega-la...”. Topazu, diferente dos seus companheiros, não se sentia mal pelo destino da mulher, a quem já antagonizava desde antes do aparecimento da arma e do comunicado do Kazekage. “Eu respeito a ciência e acho justa a evolução dessa área, mas os espíritos nunca aceitaram a manipulação da natureza que acontecia em Suna, pois não cabe ao ser humano corromper sua criação.”. O País do Vento nasceu abençoado com um ambiente único e, segundo os espíritos, deveria continuar assim.
O plano a partir dali estava bem claro, mas o jovem não tinha total fé em suas consequências. “Será mesmo que o Kazekage vai se render e nenhum outro conflito vai estourar?”. O jovem não era o único do grupo a ficar calado diante a situação, e isso apenas o deixava mais ansioso sobre o que ia acontecer, principalmente agora que Shaka estava no meio disso. “E se ele realmente conseguir pegar o Kazekage, o que será das pessoas daqui? Ele nos deixará mesmo em paz, ou teremos que testemunhar sua ‘punição divina’?”.
Por um momento cogitou sair dali, buscar sua tia e fugir para bem longe, onde tentariam uma nova vida longe de toda aquela maluquice. Mas já era tarde demais, e sabia que nada disso se tornaria verdade depois do que aconteceu nessas últimas horas. “Não importa quanto tentarmos nos distanciar das injustiças desse mundo, alguma hora seremos pegos e teremos de enfrentar a realidade.”. Aquela seria sua chance de mudar as coisas, de se tornar o que os Protetores esperavam dele, mesmo que perdesse sua vida no caminho. Seguiria com todos ali o caminho até o gabinete do Kazekage, e estaria pronto para descobrir a verdade.



Considerações:

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Publicado Sab 29 Ago 2020 - 15:56


Monogatari Series: Kaguya Aelin  
palavras: 208
Em meio ao caminho de corpos e sua fatídica sensação de angústia quanto a tudo que estava acontecendo, Shaka chegava até a cantarolar tamanha a felicidade que transbordara. Aelin serrou os punhos, sua vontade era dar um soco – e bem dado – naquele homem, mas isso, certamente, significaria o seu fim. Momentos depois pararam em frente à uma casa e, mais uma surpresa, de alguma forma eles conseguiram pegar a amada e idolatrada Takura. O desespero da mulher era visível e, mais uma vez, nada que a chuunin pudesse fazer para ajudá-la. “Desculpe Senhorita Takura, não consigo te ajudar agora.” — A frustração de se sentir impotente à situação era evidente e a única coisa que a jovem seria capaz de fazer era seguir Shaka e torcer para que o Kazekage resolvesse tudo. Sim, com certeza, ele iria. Era no que ela confiava. Afinal, ninguém ganha tal título à toa. Além disso, a cada passado, mais e mais gente via a situação e gritava ao grupo, pedido pela liberdade da loira. Era vergonhoso fazer parte daquilo. “Nós não temos escolha” — Pensava, querendo avisar àquelas pessoas. Levantou o rosto. Olhou para Takeshi. Olhou para Ayumu. Contudo, dessa vez a situação era diferente. Eles não seriam capazes de resolver por si só.

HP 950/950 | CH 1275/1275 | ST 00/06

Informações:
[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 AKatsuki2

ShinkaFubuki
Genin
ShinkaFubuki
Vilarejo Atual
[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 AKatsuki2

Re: [CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Publicado Sab 29 Ago 2020 - 22:14


Pressão

288 palavras



Shinka continuava a caminhar junto ao seu grupo, indo em direção do gabinete, ele não conseguia tirar os olhos dos corpos no caminho, começando a suar, seu nervosismo tomava conta de seu corpo enquanto continuava a andar naquele corredor da morte, sua velocidade e vontade de continuar a caminhar diminuia, ficando mais para trás no grupo inteiro, estava claramente mal, porém ainda conseguia continuar seu rumo, caso alguém lhe perguntasse algo sobre seu bem estar, apenas responderia um fraco 'Estou bem', seu peito começa a doer, enfim, Shaka para na frente de uma casa, os sons de desespero que viam de lá dentro mexiam com o garoto, o fazendo se sentir mal, e o que estáva lá apenas piorava a situação mental da criança

'É-É a...!' Exclama dentro de sua mente, enquanto olhava Takura, desesperada e assustada, estando capturada pelos inimigos, o que faz o genin dar passos para trás, a heroi da vila capturada, a qual implora por sua vida para as pessoas por perto, começando a chorar ao ser arrastada por Shaka, com varias pessoas da vila assistindo, a mais importante pessoa da areia sendo humilhada e levada embora como se fosse nada, o genin começa hiperventilar sob pressão, ele começa a se sentir tonto, fraco enquanto a dor em seu peito aumentava ao ver está cena horrorosa

'E-Eu não consigo!' Exclama o genin colocando as mãos na cabeça, tendo um ataque com a pressão que tendo causava, não aguentando e indo embora para longe, simplesmente fugindo de seus problemas enquanto lágrimas caem de seus olhos, indo na direção oposta do gabinete, apenas querendo fugir o mais rapido possivel do que está o matando por dentro, mesmo que seja impossivel na realidade  

Perdemo.


HP: 200 / 200 | CHA: 200 / 200  | ST: 00 / 02
Considerações:
[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 URkFDZ9

Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
[CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Página 2 URkFDZ9

Re: [CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Publicado Sab 29 Ago 2020 - 22:57


MONOGATARI SHOUJO AYUMU☆MAGICA
HP 800/800 | CH 877/900 | ST 00/04 | Sakin 2970/3000
Palavras: 368.
Música

Em pequenos passos fora de ritmo o pequenino ser acompanhava aquela multidão. Seus tristonhos olhos cheios de vida não brilhavam, e apático estavam próximos a felicidade e a cantoria alheia. Até que o alto homem alegre subiu as escadas, e os olhos apáticos acabaram se tornando abatidos quando vislumbraram de relance a desesperada figura que aparecia.

Uma nova figura, porém, diferente daqueles outros recentes em sua companhia, a bochechuda reconhecia as feições, e o nome: Takura, aquela mulher que sempre ajudava os mais necessitados, fazendo caridades com próteses. Uma pessoa boa, enquanto o feliz homem estava a tomando. Ela pedia ajuda, mas como que o pequenino ser ajudaria? Não tinha o que fazer, apenas olhar. O homem falava sobre uma pequena vantagem, e começou a arrastar a mulher que chorava.

De partir o coração e desesperador tudo. Era tudo mesmo necessário? A menininha não sabia tal resposta, levar uma figura tão importante para a vila, daquela maneira. Tratar ela daquela forma...

O pequenino ser pensava em um jeito de conseguir resolver tudo, mas a resposta não vinha nos seus pensamentos. Já a população gritava, chamando Shaka de monstro, e ele sorria e acenava. Era difícil acompanhar todos ali, levando uma mulher daquele porte, contra os olhos de sua própria vila. Quem era o grande vilão? Seria esse povo da invasão? Seria esse tal Shaka? Seria o Kazekage?... Ou seria Oshiro Ayumu, que acompanhava tudo aquilo sem nem lutar?

Só saberia a resposta se continuasse.

O martelo nas pequeninas mãos daquele cabeçudo ser seguia Shaka, rumo ao gabinete. Os dedinhos seguravam firmemente, com bastante medo do que poderia vir. Naquele tempo desesperador, um herói era necessário, a devota sabia, só que também sabia que era tal arma que poderia dar a resposta. O martelo que iria julgar e dizer quem é de fato o herói. Sua busca de anos não tinha fim, mas naquela noite, com aquelas pessoas estranhas, a heroína Takura, Shaka, Kazekage, tantas coisas... Tudo desandando, o herói de Kaze no Kuni precisaria ascender.

E era com essa fé, que naquela madrugada em Sunagakure no Sato, acompanhando uma multidão, um pequenino ser segurando um gigante martelo estava caminhando até o gabinete do líder de sua própria vila.

Considerações:
( 〃▽〃)
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [CERCO A SUNAGAKURE] 03:00 Delegacia - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas

Página 2 de 2 Anterior  1, 2