:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Fillers] Akimichi Chōko Z3Hx6f8

Karlsruhe
Genin
Karlsruhe
Vilarejo Atual
[Fillers] Akimichi Chōko Z3Hx6f8

[Fillers] Akimichi Chōko - Publicado Qua 12 Ago - 2:03


Akimichi!!! Chōko vs. Iwagakure no Sato
HP 225/225 | CH 225/225 | ST 00/03 | Grd: 300/300
— Vida de ninja é difícil...Chōko reclamava, do sol batendo em seu rosto.

Era mais um dia normal em Iwagakure no Sato, Akimichi Chōko acordou cedo como sempre: 12:45, com o sol batendo fortemente sobre seu rosto lindo, interrompendo seu sono de beleza. Você acha 12:45 tarde? Que nada, a gordelícia dorme sempre muito cedo, 05:30 já está na cama indo dormir, afinal Deus ajuda quem cedo madruga, não é mesmo?!

Então ela se levantou daquele colchão e olhou toda a vista que aquele terraço da Academia Ninja de Iwagakure no Sato dava, uma vista bem ampla por muitos cantos da vila. Ela bocejava, era estranho morar naquele prédio, mas não que ela fosse indigente, ela só morava de favor ali, com autorização do Estado, sem mencionar o Estado que estava morando ali. Esperava juntar um pouco mais de economias para um dia poder se mudar para um ambiente mais aconchegante, mas quem sabe ela não poderia simplesmente um dia ir para outro canto aconchegante? Quem sabe.

A jovem então ouvia com muita felicidade os irritantes gritos das crianças que era chatas pra porra, com tanto gosto que só faltava vomitar. Então arrumou seu colchão, guardou suas coisas em um pequenino baú, e retirou o necessário para o seu dia. Foi sorrateiramente até o bebedouro da Academia Ninja, e bebeu água, afinal, faz bem a saúde. E depois pegou comida emprestada do refeitório sem ser pedir, aquele era o seu almoço. Partiu para seu lar, e almoçou.


— Agradeço a Deus, por essa comida honesta que tenho em minha barriga.Acariciava seu bucho. — E agora... Vou trabalhar...

Após sua sagrada refeição, ponderou aonde seria um lugar aceitável para sua ilustre presença, tinha três opções Elizabeth Bar, Elizabeth Bar e Elizabeth Bar. Então ela escolhera ir para Elizabeth Bar, que ficava em Iwagakure no Sato, era um bom bar, mas existiam boatos que a Juusandaime Tsuchikage queria demolir aquele bar porque ele não estava nas conformidades, ou seja, não tinha nome japonês. Era estranho, porque Chōko não sabia o que diabos era Japão, porém, okay.

Sorrateiramente saiu da Academia Ninja, fora descendo pelos fundos e vualá, já estava na rua principal da sua cidade. Bom, ainda bem que aquele terraço era um canto abandonado por todos, então, ninguém se tocava que tinha alguém infiltrado naquele recinto, o ruim, era que um espaço aberto como aquele não tinha proteção nenhuma com a chuva, porém, ela se virava com o que tinha. Muitos se estivessem naquelas condições, chamariam de uma vida extremamente complicada, mas Chōko mesmo sem dinheiro, sem teto, sem nada, não se via nessa situação... Como que ela se via? Poderia ser, que ela era... Feliz?!

Andou alguns quarteirões, até chegar no tão famoso Elizabeth Bar, era um ótimo bar, com um vendedor que amava todos os clientes, demonstrando seu afeto jogando copos de vidro nas mãos dos clientes, e caso os clientes não pegassem, iriam pagar pelo copo. Além disso dizem que a comida é fria e a bebida é quente, só frequentava aquele bar consumidores fiéis.


— Chōko sua arrombada, a quanto tempo, vai querer o que? — Com toda simpatia, a gordelícia fora bem atendida pelo dono do bar.

— Lizliz, como que vai? Estou aqui no melhor bar de Iwagakure no Sato, quiçá do mundo, falei hoje mesmo com a Juusandaime Tsuchikage e ela falou que ama estar aqui, disse que viria em breve!Mentiu.

O bar estava quase vazio, afinal, quem frequentava um bar na tarde de um meio de semana, somente velhos bêbados e desempregados bêbados, além de pessoas com emprego, mas que bebiam. A mais gostosa daquele estabelecimento, então foi para a mesa dos velhos bêbados e pediu duas cervejas com álcool, mas recebeu duas cervejas sem álcool, era complicado essa vida de menor de idade.


— Fala jovem, o que fez hoje? — Um velho chamado de “É cilada Bino”, perguntou.

Favor não confundir “É cilada Bino” com o “Bino”. “É cilada Bino” é chamado assim, pois sempre fazia dupla com o “Bino”, e sempre que “Bino” entrava em enrascadas o “É cilada Bino” dizia é cilada bino. Enfim, a menina então cruzou as pernas e abriu o sorriso no rosto. “É cilada Bino” tinha dado munição para a Akimichi, e não era comida, era para sua lábia.


— Ah, foi meio chato o dia de hoje.Ela então começava a dar uns goles em sua cerveja. — Acordei com uma mensagem super urgente da Taka, sabe como é ela dizia “Fala Chow, estamos aqui querendo aumentar os microempreendedores de Iwagakure no Sato, sabe como que é, melhorar a renda, melhorar a economia, mas eu preciso de alguém com formação nisso.”.A menina falava fazendo um falsete fino, tentando imitar uma voz feminina fofa. — Aí eu disse... “Sabe Taka, deixa comigo, eu sou formada em Economia, com um curso de Coach, sabe que é isso? Se sim, é só hashtag confia.”. E ela confiou...

— Espera, Coach?!

— Sim, sabe o que é não? Ah, também não sabia, aí fui fazer um curso para saber o que era isso e acabei gostando e virando Coach. Então, eu peguei e disse: “Pra melhorar a economia a gente faz uma meta, se alcançar a meta a gente dobra a meta. Porque assim todo mundo sai ganhando, quem ganha, ganha, quem não ganha, ganha, todo mundo ganha, até mesmo quando não ganha, e quem ganha perde, e todo mundo perde, e quanto todo mundo perde, todo mundo ganha, manjou?”.Deu outra golada.Aí ela me disse: “Como que a gente faz mais empregos?”. E eu disse: “Criando novas profissões, tipo, o bebum no bar agora será empresário!”.

Então todos olharam admirados.

“Morador de rua não será mais morador de rua, será empresário das vias públicas.”. Eu disse, aí ela perguntou. “E como um empresário das vias públicas terá dinheiro se não tem dinheiro?”, e eu disse. “Você não precisa ter dinheiro, basta os outros pensarem que você tem dinheiro. Isso se chama, Meta fluxo 2000 D.C.”.Deu outra golada.Aí ela bateu palmas, queria que eu fosse ministra da economia, aí eu disse que não.

“Bino” e “É cilada Bino” ficaram perplexos com isso, como que alguém falaria tamanha asneira para a maior líder da vila.

— VOCÊ NÃO DISSE ISSO!

— DISSE! E COM TODAS AS LETRAS! SE EU TIVER MENTINDO NÃO SOU AKMICHI SENJU CHOKO! ME LEMBRO MUITO BEM DE TODOS OS DETALHES! ELA É KAGE, MAS NÃO É DOIDA! Neguei, queria não. Só foi falar isso, que ela parou tudo, e ficou doida. E sabe porquê eu disse isso?!Então a gorda começou a bater nas suas banhas. — PORQUE EU TENHO PEITO! SOU DOIDA, TENHO ATESTADO!

— ELA DEVE TER FICADO COM RAIVA!

— Nah, que nada! Ela olhou pra mim, com muito respeito, pediu pra eu ser assistente dela, mas eu lá vou ser assistente, quero não, aí eu disse. “Mano, não valeu!” e ela: “Vai lá, bora quero você”. Aí eu: “Quer não!” e ela “Quer sim”, e ficou nessa putaria até que eu dei uns tabefe na cara dela e me levantei.

— E ELA FALOU NADA?

— Taka? Ela ficou muito feliz, agradeceu, disse que adorava receber tabefe, até me ofereceu ser Kage, mas eu recusei, acho cansativo demais, e não quero intriga, Taka é boa demais, amo aquela garota, amo demais, oh bicha gata da porra... Enfim, aí ela ofereceu umas missões Rank – S, eu tava cansada, fui então pra umas Rank – D, mais simples sabe como é né, sou bem simples, como dizem os antigos, sou minimalista.

Os velhos ficaram incrédulos, não acreditando nisso, até que “Bino” começou a rir.

— Caralho, tu mente demais, já se viu isso, geral sabe que Takane não está aqui...

Relmente, “Bino” tinha razão, mas a gordelícia era esperta.

— FAKE NEWS! E você acredita nisso? Acredita em qualquer mentira que falam sem nem comprovar os fatos? O povo mente, eu tô falando a verdade, eu aqui humildemente dizendo isso. Olha, se ela não tá em Iwa, como que eu vi ela hoje? Só porque tu pensa que ela não tá, não quer dizer que ela não tá, ela pode não tá tando, sacou?

A confusão ia começar, até que deu a hora, a menina se levantou daquele recinto, e apontou ao banheiro.

— Vou no banheiro.Disse, mas certamente não ia, ela queria era capar o gato.

— Montada nele? — O dono do bar zoou.

— Certamente! Quando voltar pago a conta! Até!Mentiu.

Ela então entrou no banheiro e vazou pela janelinha, ninguém percebeu, mas a conta certamente não seria paga, ficou a cargo dos velhos pagarem. Ela naquela tarde, depois de contar seus causos, parou nos campos de treinamento, e refletiu.

Seria bom começar sua vida ninja, seria bom pegar algumas missões, talvez não fosse difícil. Estaria só? Não, ela tinha a companhia dela mesma, o que poderia ocorrer? Bom, o que ocorresse seria apenas mais histórias para ela contar. Chōko então partiu, rumo às missões, rumo à sua vida ninja!



Considerações:
( 〃▽〃)
-x-

Bahko
Chūnin
Bahko
Vilarejo Atual
-x-

Re: [Fillers] Akimichi Chōko - Publicado Dom 16 Ago - 2:38

Ok

_______________________

[Fillers] Akimichi Chōko Dcaa73310219fb06ecbf84af7785edc2e56f56af49f5b80f1431685fc6c8a7d8_1