>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Outono

Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
Ícone : [Narrativa] Contos de Iwagakure, Ilusões e Ilusionistas. 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68749-ficha-takane-guang?highlight=Takane+Guang#513285 https://www.narutorpgakatsuki.net/t68767-m-f-takane-guang

[Narrativa] Contos de Iwagakure, Ilusões e Ilusionistas. - em 29/6/2020, 13:00

Iwagakure
Caos ou Ordem?



Gritos e mais gritos de desespero ecoavam sobre os grandes salões do castelo, nas masmorras um homem sem braço sofria de uma dor indescritível enquanto sua torturadora sentia um prazer tênue pulsar dentro do seu amago, a cada nova perfuração, a cada bisturi que lhe partia a pele era um novo grito que se mesclavam com os gritos de prazer da própria mulher, sim ela estava sentindo um prazer acima do carnal, era como se em tese isso a fizesse se lembrar de uma época distante, onde seu rosto e seu corpo não haviam sido desfigurados pelas chamas, era naquele momento se sentia viva.

---Sua regeneração é incrível.... olha isso só me do ainda mais tesão sabia. ---

--Escuta aqui sua múmia, nunca vou te contar nada sobre iwagakure, faça o que quiser comigo... eu ainda vou te matar, e vou voltar para Tsukihime.---

Houve uma gargalhada por parte da mulher enfaixada, sua bocarra se abriu em um sorriso que mais se lembrava a uma ferida aberta, havia guardado aquele momento para que ela pudesse injetar mais uma dose de um acido nas suas veias, que queimava as pessoas sem que de fato chegasse a morte.

--Tenho uma irmã mais velha que ela adora usar flores para fazer seus inimigos contarem tudo o que ela quer, na real, eu acho isso um desperdício... --- Suspirou ao sentir seus mamilos
enrijecidos pelo prazer estonteante. ---
Ela no momento esta em missão, e na real nem importa eu prefiro os métodos tradicionais de tortura. ---

Ela se aproximou da mesa de tortura onde repousava suas melhores ferramentas, cada uma delas com um intento diferente ao fazer com que as pessoas tivessem suas vontades curvadas e seus desejos destruídos, por sua vez a mesma pegou uma pesada marreta de ferro e o arrastou até o homem crucificado, acertando assim suas duas pernas e consequentemente esmagando a junta entre a perna e o pé, novos gritos ecoavam pelo castelo, o homem já estava quase se quebrando e ela podia sentir isso.

---Sabe, você anda tão relutante em aceitar sua nova família, que vou te dar uma informação importante, sabe aquela garota a... qual era o nome mesmo, ela tinha um nome muito pomposo, Tsukihira a rainha das dimensões, ela morreu, na real se tornou comida para cachorros se a Gula conseguiu fazer seu trabalho direito.---

Tomoya não conseguia acreditar no que a mulher estava falando, ou melhor não queria acreditar, sua amada não poderia estar morta, ela era a mulher mais habilidosa em Hiraishin no jutsu que ela conhecia, não morreria facilmente.

--Quando encontramos você ela estava soterrada nas pedras em cima do seu corpo... aquilo foi tão incrível... sabe ela ficou viva por um tempo. ---    

---VOCÊ ESTA MENTINDO SUA VADIA... E SE NÃO TIVER EU VOU TE MATAR... VOU MATAR TODOS VOCÊS... ela não pode ter morrido... ela.. .ela era o motivo para que eu vivesse.---

A bispo do amor se aproximou dele e então o beijou com sua boca queimada, naquele instante as memorias de sua vida passada seriam completamente apagadas de sua mente, a única coisa que ele de fato se lembraria era flashes de memorias do passado dos momentos em que esteve com a sua amada, e de repente a criatura a sua frente tomou a forma da mulher que ele mais amou, uma ilusão perpetua que misturava genjutsu com venenos introduzidos em suas veias sanguíneas até chegar ao cérebro, a saliva da mulher estava impregnada com um tipo de vírus que controlava seu hospedeiro fazendo com que ele acreditasse que ela era a pessoa que ele mais amava.

--Tsukihira... eu senti tanta sua falta...--- Disse Tomoya ja tomado e controlado pela ilusão.


--- Mas agora esta tudo bem meu amor... estamos juntos para sempre...---

Ela então soltou as amarras que o prendiam, acuado sem ao saber ao certo o que estava acontecendo o mesmo pegou no braço da falsa Tsukihira enquanto seus lábios se aproximavam dos lábios da criatura, em pouco mais de alguns segundos a bispo do amor e Tomoya estavam fazendo amor, ele ludibriado pelas ilusões e pela manipulação, ela apenas porque era divertido.



Longe dali uma menina que aparentava ter menos do que sete anos caminhava pelas alamedas dos esquecidos em iwagakure, com sorte ela havia sido beneficiaria do pagamento
monstruoso que iwagakure teve que pagar como indenização as vítimas, e com isso ela pode comprar uma casa naquele lugar, assim não levantava suspeitas desnecessárias, e o mais incrível se quer precisou passar por uma interrogação por parte da Anbu ou mesmo da própria tsuchikage o que revelava uma informação importante, aquele Jantari que ela conheceu não havia passado informações sobre ela, e assim agora ela poderia manipular as pessoas ao seu redor de forma com que ninguém se quer percebesse.

Seus passos a guiaram ainda mais profundamente nas alamedas dos esquecidos, descendo e passando pelas poças de lama e se encolhendo com o frio do inverno, até finalmente chegar em sua casa, um local simples, um único cômodo sem quaisquer divisão, ela fechou as portas e janelas mordiscou o dedo esquerdo e então bateu com força contra o solo.

---Kuchyose no Jutsu---

Um gigantesco espelho emoldurado de madeira surgiu a sua frente e ela logo passou o dedos cheio de sangue sobre a moldura, e começou a formular uma quantidade de dezenas de selos antes de tocar novamente no reflexo, de repente a figura do reflexo se distorceu até finalmente aparecer a imagem do líder dos quatorze bispos.

--Como era de se esperar de você Gula, conseguiu entrar em iwa sem problemas?--- Perguntou o homem.

---Sim achei que teria que passar por toda parte dos Anbus, mas nem precisou, havia entre eles um herdeiro do sangue amaldiçoado e ele era diferente de mim, tinha um coração bondoso, sem questionar ocultou minha presença,  mas foi difícil adquirir o sangue da Tsukihira para invocar o espelho das duas laminas...---
Os dois ficaram em silencio, e ela sorriu maliciosamente.

--O importante e que agora poderemos passar um verdadeiro exercito por ele já que funciona como um portal entre as dimensões... mas ante disso preciso subir alguns degraus na hierarquia para darmos fim as forças de iwagakure de dentro para fora... a começar pelos Anbus.---




by Honey

_______________________

[Narrativa] Contos de Iwagakure, Ilusões e Ilusionistas. Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
-


Layout com edições de Halloween feito por @Akeido Themes e Senko.