>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Makkokun
Chūnin
Makkokun
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] Tatsumi Takeshi 9zSthXZ

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73226-fp-hatake-satoshi?nid=2#562635 https://www.narutorpgakatsuki.net/t73229-gf-hatake-satoshi#562646

[Filler] Tatsumi Takeshi - Qua 24 Jun 2020, 01:01



Takeshi
Genin

Takeshi agora se encontrava fora de Sunagakure, para ser mais exato, estava do outro lado do país, e não era por estar em alguma missão, mas sim em uma busca pessoal, alguns dias atrás ouviu rumores sobre acontecimentos nas partes mais longínquas do País do Vento, envolvendo um confronto entre shinobis de Suna e nukenins, não era algo incomum de acontecer, portanto normalmente algo assim não chamaria a atenção do garoto de olhos heterocromáticos, mas os relatos de um envolvido em especial foi o que despertou interesse suficiente em Takeshi para que o mesmo pedisse permissão para o Kazekage para viajar por poucos dias, não informou a ninguém qual seria o objetivo da viagem a não ser para o líder de Sunagakure, que apesar de receoso, permitiu a viagem, contanto que o genin não se envolvesse em nenhum tipo de confusão, e se passasse somente por um transeunte qualquer andando pela região, o garoto inclusive foi aconselhado a não utilizar sua bandana enquanto viajasse, conselho que aceitou, realmente se quisesse se passar por alguém qualquer, não poderia utilizar aparatos que dissessem para todos que era um shinobi.

O motivo para todas estas precauções, era que uma das testemunhas da batalha que houvera naquele local em outrora, dizia ter visto bem um dos nukenins, e a descrição dada era a de um homem jovem, na faixa dos vinte anos, com cabelos negros e uma espécie de sobretudo tampando suas roupas, nada fora do comum para um ninja renegado, entretanto a testemunha também viu os olhos daquele, eram de cores diferentes, um vermelho e um verde, as mesmas cores dos olhos de Takeshi, e o genin só conhecia uma pessoa no mundo todo que possuía os olhos iguais aos seus, seu irmão mais velho Tsuna, que o havia traído e abandonado anos atrás para justamente se unir a um bando de nukenins, eram coincidências muito grandes para deixar passar em branco.

Estava agora no vilarejo aonde aconteceram a maior parte das batalhas, haviam vários locais onde era possível ver marcas de lutas, que pareciam ter sido muito intensas, entretanto não era nisso que estava interessado, e sim em informações, portanto parou de se distrair e começou a fazer perguntas para os aldeões. Para não parecer suspeito, primeiro Takeshi começava uma conversa normal, e depois ia para o assunto de interesse aos poucos, perguntando primeira sobre o dia da batalha, e como ela começou, depois ia sendo mais incisivo nas questões, perguntando se sabiam quantos ninjas estavam envolvidos nas lutas, principalmente o número de renegados, até que chegava ao seu objetivo perguntando se tinham visto os olhos de alguns dos criminosos, mas a maioria das respostas era sempre não.

O genin passou boa parte da manhã andando pelos arredores e perguntando sobre o confronto, a maior prova disso é que não demoraria muito para a manhã chegar ao fim e o escaldante sol do meio dia chegar, além de que neste instante provavelmente vários aldeões já estavam até mesmo ficando desconfiados de si, portanto seria melhor sair daquela aldeia logo. Começou a se arrumar, juntando suas coisas que tinha deixado do seu lado enquanto descansava em uma sombra, até que escutou uma voz o chamando:

— Eu fiquei sabendo que você está perguntando sobre a batalha de ninjas que ocorreu aqui a alguns dias, garoto. – Após escutar a voz, Takeshi se virou bruscamente, pegando uma kunai com sua mão esquerda e apontando para quem estava falando, perguntando quem ele era e o que queria, mas em seguida viu que não havia necessidade para isso, pois era só um velho de bengala falando consigo, entretanto, ficou surpreso por ver que o velho nem se mexeu ao ser ameaçado, e na verdade, continuou falando. — Quem eu sou não importa rapaz, até porque creio eu que não nos veremos nunca mais, mas se você quer saber algo de útil daquela batalha, aconselho a ir falar com um dos sobreviventes dela, ele está em uma casa de repouso ao leste daqui se recuperando. – E após dizer isso, o velho saiu andando novamente, deixando um Takeshi confuso para trás.

O jovem ninja de cabelos negros não sabia se valeria a pena escutar o que aquele ancião havia lhe dito, ele parecia extremamente suspeito, isso sem contar da reação mais suspeita ainda ao ser ameaçado com uma kunai, mas tinha passado o dia todo naquela vila e ninguém conseguiu lhe dar alguma informação útil, então se naquela casa de repouso ao leste realmente havia um sobrevivente da luta, não machucaria pelo menos tentar ir até lá, por isso, guardou sua kunai novamente, e partiu rapidamente na direção que o idoso falou.

Takeshi corria o máximo que podia, não queria ficar no deserto aberto durante a tarde mais do que o necessário, até que após alguns quilômetros, finalmente chegou em uma casa de madeira grande e velha, mas bem cuidada, na frente da casa havia uma placa escrito que ali de fato era uma casa de repouso para idosos, então até o momento, aquele velho realmente não mentiu, mas ainda faltava ver se ali dentro realmente tinha alguém que o poderia ajudar, por isso deixou de perder tempo e bateu na porta, sendo atendido pouco depois por uma mulher, ao ser perguntado sobre o que fazia ali, Takeshi respondeu mencionando o velho que conversou consigo e que ele dissera para ir até a casa de repouso conversar com um dos sobreviventes da batalha, no começo a mulher estranhou, mas depois do genin descrever a aparência do velho, ela pareceu reconhece-lo e o deixou entrar, o levando até o quintal da casa, onde um homem com várias bandagens espalhadas pelo corpo se encontrava treinando com duas espadas, uma em cada mão, e Takeshi também pode notar a presença de outras armas ali, como um arco e flecha. Os ferimentos pareciam não impedi-lo de se movimentar de maneira brusca, portanto não seria problema conversar com ele, era o que e achava.

— É ele, nós aqui não sabemos nada sobre ele, eu simplesmente o ajudei e espero que ele vá embora logo, não queremos problemas aqui. – E após dizer a isso, a mulher saiu, deixando Takeshi sozinho com o homem, que no momento que o viu, parou seu treino, observando o genin, que tomou a iniciativa de falar com o homem:

— Eu soube que você esteve envolvido naquela batalha a alguns dias, estou aqui para lhe fazer algumas perguntas, mas não se preocupe, não tenho nada a ver com você, só quero saber sobre uma pessoa que talvez estivesse envolvido nela. – Disse, se aproximando aos poucos do outro, o homem a sua frente estava armado, e muito provavelmente era capaz de usar técnicas ninjas, portanto tinha que estar atento, mas de maneira surpreendente, o homem abaixou as espadas, se sentou e falou com Takeshi:

— Mesmo se você não me falasse isso, eu saberia dizer somente de olhar para os seus olhos garoto, são iguais aos dele... E antes que você comece a me encher de perguntas, não, eu não sei onde ele está, mas te garanto que ele realmente esteve naquela batalha. – Após escutar isso, Takeshi não conseguiu esconder sua cara de surpresa, então seu irmão realmente ainda estava no País do Vento, e também esteve envolvido naquela batalha, mas mesmo assim, pelo visto não saberia onde ele estava agora, mas ainda assim continuou a conversar com o homem:

— Você era aliado dele? Ou inimigo? E por que estavam lutando naquela aldeia? – Disse, dessa vez se aproximando ainda mais, ficando a menos de um metro do homem com quem conversava, que se levantou novamente, pegando uma de suas espadas, e começou a falar:

— Originalmente, eu não era nem um e nem outro, mas naquela luta em específico, fomos inimigos, hoje não sou um ninja de Sunagakure, apesar de já ter sido, mas atualmente eu tenho meus próprios negócios, e acabei me envolvendo com ele e com aquela luta, por isso que diferente dos outros dois grupos, vim parar aqui nessa casa de repouso, e não para uma cova ou um hospital. – Ao dizer isso, o homem pegou a outra das espadas que estava no chão, e voltou a falar. — Agora me diga você rapaz, apesar de obviamente ser parente dele, você é o que dele? Aliado ou inimigo? – Questionou, apontando uma das lâminas para Takeshi, ato este que deixou o genin em alerta.

— Diria que nenhum dos dois exatamente, mas se for para escolher somente um, então com certeza não seria amigo, por quê? – Perguntou, levando sua mão esquerda para sua kunai de maneira discreta, a tensão daquela conversa estava aumentando.

— Se você respondesse aliado eu te cortaria ao meio aqui mesmo, mas como fez a escolha certa, irei fazer algo diferente... Eu já percebi que você é um shinobi, você tem que aprender a esconder melhor o seu chakra, mas já te digo, não chega nem perto de ser forte o suficiente para enfrentar ele, devia agradecer por não tê-lo achado, já eu, vou me recuperar e procurar por ele também. – Disse tomando novamente posição de treino que estava usando antes.

Takeshi estava pensativo, enquanto observava o homem voltar a treinar, pensava em como seu irmão estava hoje, e o que ele estava fazendo naquela batalha, e principalmente, pensava se a diferença entre eles era realmente tão grande, se realmente fosse, não era de se espantar, afinal Takeshi só retornou a treinar de maneira séria anos depois do incidente com sua família, diferentemente de seu irmão que nunca parou, por isso, teve uma ideia, arriscada diria, ainda mais considerando que o homem confessou que iria ataca-lo se a sua resposta tivesse sido outra, entretanto, mesmo assim, arriscou a pergunta:

— A diferença entre eu e meu irmão não me surpreende, ele sempre foi melhor mesmo, entretanto, você poderia me ajudar a diminuir isso, talvez no futuro poderemos ser aliados contra ele se o destino quiser que nos encontremos novamente, seria bom que eu estivesse mais forte se isso acontece, não acha? Eu sempre tive uma grande inaptidão utilizando armas, e você parece ser muito bom nisso, o que acha de me ajudar nisso? – Perguntou, sabia que era um pedido inesperado, mas se conseguisse uma resposta positiva, seria de muita utilidade.

O homem, após escutar o pedido de Takeshi, parou novamente seu treinamento, observando o garoto que estava a sua frente, seus olhos o irritavam pois o lembravam do nukenin havia feito aquilo em seu corpo, mas conseguia ver que seus espíritos eram diferentes, e também conseguiu ver sentido no raciocínio de Takeshi, portanto concordou:

— Você tem coragem de pedir isso, admito, mas de qualquer jeito, você também não está errado, eu consigo ver que existem várias diferenças entre vocês, e realmente não me faria mal preparar um possível aliado. – Falou, entregando uma das espadas para Takeshi.

Após terem conversado e o homem ter aceito seu pedido, Takeshi começou a ser treinado pelo mesmo a se familiarizar mais com armas, a espada era uma das armas que o genin mais tinha ineficiência, sempre que tentava treinar com ela não conseguia ver resultado algum, somente conseguia usar armas menores, como kunais ou shurikens, de maneira um pouco mais eficiente, mas ainda abaixo do normal para outros genins, e outra arma que também possuía uma grande ineficiência, era o arco, não conseguia acertar um alvo mês que estivesse a dois metros de si, era realmente um de seus maiores, se não seu maior defeito.

Passara a tarde toda e boa parte da noite sendo ensinado e treinando arduamente com lâminas e arco e flecha, não fazia a mínima ideia de quem era seu professor, ambos não haviam dito seus nomes um para o outro, mas ele com certeza era muito habilidoso, e a lição que aprendera naquele dia, havia surtido efeito, primeiro o homem ensinou Takeshi a se familiarizar com as lâminas, a senti-las como se fossem uma extensão de seus braços, e não algo separado, ficou horas fazendo isso, até que em seguida, começou a finalmente treinar lutas com espadas, não havia muito tempo para eles, por isso, após Takeshi aprender o básico do uso das lâminas, o treinamento passou a ser com arco e flecha, este foi mais difícil, todo o tempo restante foi gasto nele, ao ponto de que os dedos do genin já estavam quase em carne viva, mas pelo menos agora, conseguia acertar alguns alvos com a arma.

Após terem passado a tarde e boa parte da noite inteira treinando, Takeshi se despediu do homem e tomou o caminho para poder voltar a Sunagakure, não havia descoberto nada de útil sobre seu irmão a não ser que ele lutou naquele local, mas pelo menos sabia que ele ainda estava no País do Vento, e também, conseguiu melhorar sua aptidão com armas.


Considerações:


Objetivo do Filler = +100 de Status e superar o defeito Inabilidade Armamentista (1)

Armas:

+ Kunai (08)
+ Kibaku Fuuda (12 un)
+ Fios de Aço (10 m)
+ Kemuridama (5)

Tatsumi Takeshi; HP 550/550; CH 800/800; ST 00/05;
-
Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] Tatsumi Takeshi 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68749-ficha-takane-guang?highlight=Takane+Guang#513285 https://www.narutorpgakatsuki.net/t68767-m-f-takane-guang

Re: [Filler] Tatsumi Takeshi - Sex 26 Jun 2020, 12:42

@
takeshi procure ampliar a área do template atualmente fica complicado de ler para quem está pelo celular

_______________________

[Filler] Tatsumi Takeshi Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
-
Makkokun
Chūnin
Makkokun
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] Tatsumi Takeshi 9zSthXZ

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73226-fp-hatake-satoshi?nid=2#562635 https://www.narutorpgakatsuki.net/t73229-gf-hatake-satoshi#562646

Re: [Filler] Tatsumi Takeshi - Qua 22 Jul 2020, 01:57



Tatsumi Takeshi
Sunagakure Chuunin

A vida de Takeshi havia mudado muito nos últimos meses, desde quando virou um ninja de Sunagakure, havia feito várias missões, conhecido novas pessoas e enfrentado vários perigos, inclusive alguns incrivelmente bizarros, que desafiavam a própria lógica do mundo como quando enfrentou um homem que era literalmente imortal, a cena da cabeça daquele ser decepada no chão, ainda falando, aterrorizou os sonhos do garoto de olhos heterocromáticos por semanas, mas aquele acontecimento serviu para mostrar ao jovem ninja que existiam muitas coisas naquele mundo que ele não fazia a mínima ideia de como funcionavam, e ao mesmo tempo que isso o deixava ansioso pelo futuro, também o deixava com medo, mesmo que não quisesse admitir.

“ O quanto será que ainda não conheço? O que ainda vai vir pela frente? Ou melhor, será que eu serei capaz de aguentar o que está por vir? ”. Eram pensamentos que permeavam na cabeça de Takeshi, ainda mais agora que estava subindo no mundo ninja e provavelmente veria coisas mais complexas e tenebrosas ainda, havia se tornando o mais novo chuunin de Sunagakure, ficou bastante surpreso com a promoção, afinal não havia feito nenhum tipo de Exame Chuunin, foi simplesmente uma missão que fizeram, que é claro, foi muito mais difícil do que as que um genin normal fazia, provavelmente por isso tinham decidido promove-lo, contudo, obviamente não negou a promoção, na verdade, apesar da surpresa ficou muito feliz, afinal isso mostrava que sua vila estava reconhecendo tanto seu esforço em completar suas missões, como sua evolução, e isso era algo que o alegrava e portanto merecia algum tipo de comemoração, mesmo que não tivesse ninguém com quem pudesse compartilhar essa felicidade, decidiu que iria lhe dar um presente pela conquista, até porque, não era muito comum ele ficar feliz com algo daquela maneira.

Para comemorar, mesmo que somente consigo mesmo, Takeshi resolveu ir para um restaurante que tinha no subúrbio de Sunagakure, não era um lugar de classe alta, na verdade, nem chegava perto disso, mas era um lugar aconchegante, que fazia uma boa comida, e para um adolescente vivendo sozinho, comer uma boa comida era algo raro, ainda mais quando a maior parte de seu tempo era gasto em treinos e missões. “ Espero que lá não esteja muito cheio hoje, seria bem decepcionante se não tiver lugares disponíveis. “. Pensava o garoto enquanto tomava o caminho em direção ao seu destino.

Ao chegar no restaurante, o chuunin adentrou o local, observando o estado atual do recinto, não era grande nem pequeno, e o movimento também estava normal para uma noite no meio da semana, ao se sentar no banco em frente ao balcão, pegou o cardápio e começou a ler o que estavam servindo aquela noite, em seguida pediu o prato do dia, não queria nada muito diferente. “ No fim, não ter ninguém para compartilhar esse tipo de momento é realmente meio melancólico. “. Era o que se passava pela cabeça de Takeshi naquele momento, estava esperando seu prato vir para finalmente poder jantar, mas o sentimento de incerteza somado a melancolia de uma vida solitária o fez ficar um pouco depressivo mesmo tendo dito que hoje comemoraria a sua promoção, e este sentimento, inconscientemente, o fez ficar com um pouco de raiva também, fazendo com que o jovem ninja mais uma vez começasse a fazer o seu velho tique, coçando seu pescoço.

Depois de anos tendo aquela mania, o pescoço de Takeshi já possuía uma marca bem profunda, que estava perto de se tornar uma cicatriz já, era algo que não sabia como tinha adquirido, mas que com o passar dos anos se tornou recorrente, e muitas vezes fazia até mesmo sem perceber, o que irritava Takeshi. — Eu consigo vencer um ser imortal, mas não consigo deixar de fazer isso, incrível. – Falou de maneira irônica para si mesmo, olhando sua mão que momentos antes maltratava seu pescoço. Contudo, o rapaz de olhos heterocromáticos não contava que uma outra pessoa dentro do restaurante o observava com certa curiosidade no rosto.

Após alguns instantes, o prato de Takeshi finalmente chegou, junto com um copo de água que também havia pedido, e sem perder tempo, se pôs a comer, afinal, apesar de solitária, ainda era uma comemoração aquele jantar, pelo menos, era o que o recém promovido chuunin achava, mas pouco depois de começar a comer, viu que uma pessoa havia se sentado ao seu lado, não era nada demais, afinal, estava em um restaurante, mas logo em seguida escutou a voz de outrem, direcionada a si.

— Essas suas marcas no seu pescoço, rapaz, o que fez elas? – Questionou tal homem, fitando o pescoço do recém promovido ninja e apontando discretamente com seu dedo para a marca. Aquilo fora totalmente invasivo, pois aquele que questionava era alguém que Takeshi nunca vira na vida, mas aquela pergunta fora como tocar em uma ferida, fazendo o jovem começar a coçar e responder sem ditar nenhuma palavra a resposta. — Você não consegue controlar e si mesmo, isso está bastante óbvio, mas acho que não é algo eterno.

Takeshi inicialmente olhou com um pouco de raiva, afinal aquilo era uma invasão completa de sua privacidade, sendo ainda em um jantar que era para ser uma comemoração, mas quando fora abrir a boca para soltar uma ironia, acabou que a resposta do homem trouxe um pouco de curiosidade, mas era algo curioso. “ Porque esse homem está falando isso? O que ele ganharia com isso? Eu nem o conheço, e ele já fala algo assim, estranho ”.

Entretanto, mesmo com esse questionamento o rapaz vira que não tinha nada a perder com aquilo. — Já que fala isso, creio eu que você sabe como resolver minha situação, não é? – Ele falou querendo instigar o homem a dar a resposta, e o homem começara a rir da situação.

— O que faz você coçar o pescoço? É claro que talvez não saiba o motivo atualmente, mas se parar para pensar em quando começou com isso, as primeiras vezes, poderá saber o motivo. – O homem começara a falar, dera uma pequena pausa para dar uma golada e retomara. — Após saber o motivo, então fica fácil, pois só basta a você parar. Quando perceber que está coçando ou indo coçar, apenas respire fundo e pense em algo calmo, tente pensar no nada, apenas siga sua respiração, controlando sua mente e seu corpo. Será assim que você consegue parar com isso, e com qualquer vício.

Aquelas palavras fizeram o jovem refletir um pouco, e de fato poderiam fazer bastante sentido. Takeshi respeitosamente agradeceu e começou a tentar se lembrar desde quando começou com essa mania, e infelizmente as lembranças de seu irmão vieram à tona. O que deveria ser uma comemoração estava tendo um gosto amargo, mas ele sabia que era algo que deveria a se enfrentar, o passado fica no passado. O jovem tentou esvaziar sua mente, assim como o homem próximo falara. E acabara notando que ficando mais calmo, era mais fácil de ter um autocontrole, mas ainda não tinha conseguido parar a vontade. Ele respirou fundo novamente, e então conseguiu ter aquele desejo de anos saciado. O problema não era que tinha algo coçando, seria um trauma psicológico, seria ansiedade. Querendo ou não, sabendo ou não, aquele homem teria percebido isso, coisa que Takeshi em anos ainda não tinha percebido.

O homem se levantou, já terminando sua refeição, mas Takeshi ainda estava lá em sua solitária comemoração. Ele viu o homem indo embora, mas não poderia deixar aquele que o ajudou sem dar um agradecimento formal. O menino se levantou e se dirigiu rapidamente para o senhor e falou. — Seu conselho foi algo bem útil, eu não tinha notado isso, muito obrigado. – As palavras sinceras e gentis do menino alegraram o bom moço, que apenas ficara um pouco com vergonha e agradecera pela gentileza. — Eu queria agradecer formalmente, posso saber seu nome?

Fora então que o homem deu um sorriso gentil e misteriosamente respondeu. — Sou apenas um bom amigo, que ajudou alguém que estava necessitado. – E com isso ele se fora. Era curioso o fato da ajuda sem motivos e nem dizer o nome, mas o menino aos poucos começava a notar que aquele autocontrole tinha acabado de vez com sua ansiedade.

Ele então apenas voltou para sua mesa com um olhar estranho, tentando saber quem era esse bom amigo, e se um dia o veria novamente. Pegou os talheres e voltou para sua comemoração.



Considerações:


Objetivos:

— Filler para obter 100 de Status e superar o defeito Tique – 1406 palavras;

Atributos:

♦ [06*] Ninjutsu
♦ [01] Taijutsu
♦ [00] Genjutsu
♦ [05*] Inteligência
♦ [00] Força
♦ [02] Velocidade
♦ [02] Stamina
♦ [03] Selos

♦ [00] Regeneração
♦ [00] Recuperação
♦ [00] Sensoriamento
♦ [00] Shurikenjutsu
♦ [00] Cura
♦ [00] Absorção
♦ [01] Ninshu
♦ [00] Combate
♦ [00] Ilusão

♦ [01*] Rastreamento
♦ [01*] Encobrimento

♦ [22] Totais
♦ [05] Extras
♦ [10] Adquiridos
Qualidades e Defeitos:

QUALIDADES
— Perito Elemental: Ranton (0)                          
— Grande Durabilidade (1)
— Resistência Toxicológica (1)
— Habilidade em Ninjutsu (2)
— Inteligência Avançada (3) (Treinada)

DEFEITOS
— Tique (1) - Constantemente coça o pescoço, principalmente quando está nervoso
— Paranoia (2)
— Inabilidade Armamentista (1) (Superada)
Jutsus:


Armas:

+ Kunai (10)
+ Kibaku Fuuda (12 un)
+ Fios de Aço (10 m)
+ Kemuridama (4)
+ Mecanismo de Kunai Oculta (braço esquerdo)
+ Colar de Hathor (50 contas vermelhas e amarelas, com 5 de CH armazenado em cada uma)

Tatsumi Takeshi; HP 800/800; CH 1100/1100; ST 00/05;
-
Lollipoppy
Chūnin
Lollipoppy
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] Tatsumi Takeshi URkFDZ9

https://www.narutorpgakatsuki.net/t73424-ficha-yuki-kana https://www.narutorpgakatsuki.net/t72312-gf-oshiro-ayumu

Re: [Filler] Tatsumi Takeshi - Qua 22 Jul 2020, 02:27

@Makkokun Aprovado!

Só achei feio que você, que foi salvo pela anã mais forte de Sunagakure no Sato, não entregar para ela o resto do jantar! Ela invadiu um castelo para te salvar, e você faz isso! Ela é indigente, mora na rua, merece comida! Muito bom o plot, a calma sempre ganha da ansidade!
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Filler] Tatsumi Takeshi -

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.