>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler - Troca de clã] Alguém do passado  100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70499-f-p-squall-sarutobi#532365 https://www.narutorpgakatsuki.net/t69839p30-gestao-de-ficha-squall-saruhatake

[Filler - Troca de clã] Alguém do passado - 1/6/2020, 19:37


A chuva caia forte, assolando a vila do Redemoinho. Cada uma de suas ruas estava vazia. Não era um dia de alegrias e comemorações; era um dia em que a vila sofrera uma grande perda; o antigo mizukage havia simplesmente desaparecido, sem deixar traços. Todos na vila sentiam-se perdidos, sem um norte, pois acabaram de perder seu líder, o responsável por manter a paz e o equilíbrio, bem como apontar o caminho para seus liderados. E uma mudança de liderança assim, tão súbita, era uma grande porta para o caos. Ainda mais se tratando de alguém tão inexperiente com liderança, como o rapaz. Seu rosto baixou por um momento, olhando para baixo. Estava sentado no terraço do gabinete, com as pernas para fora do parapeito do prédio. Seu novo chapéu de Kage estava escorado na parede ao seu lado. A chuva escorria por suas mechas de cabelo, que agora estavam caídas sob seu rosto, cobrindo parcialmente sua visão.

Não fui capaz de ser forte o bastante para proteger as pessoas à minha volta no passado, sequer fui capaz de cumprir minha promessa. Como vou ser capaz de cuidar de uma vila inteira? Daquela vez, ter que assistir tudo aquilo…” - Pensou, relembrando os dias de recém formado na academia ninja da Folha.

Nos seus primeiros dias como um Shinobi, acabou tendo que presenciar uma cena horrenda; uma invasão interna à sua vila. Ninjas da própria Folha se voltaram contra ela, atacando e matando várias pessoas no processo. A desolação que sobrou daquilo foi inesquecível. E a dor de se sentir incapaz de proteger as pessoas era maior. Essa mesma dor se repetiu por outras vezes; em especial, durante o Chunnin Shiken. Assistir um colega de prova ser morto ao seu lado, sem poder fazer nada, e logo em seguida o examinador de prova precisar literalmente se suicidar em uma tentativa de livrar os genins da época da ameaça, Koha, a invasora do evento. Só de lembrar seu nome e da luta que ocorreu naquele dia, a frustração era grande. A maneira que ela chegou anunciando a morte de Shion, aos berros, acompanhados de gargalhadas, exalando prazer naquilo, era odioso. Com a mera lembrança, o rapaz cerrou seus punhos, quase ao ponto de ranger os dentes. Quantas vezes sua fraqueza havia custado a vida de seus aliados?

Eu não quero a vida dessas pessoas dependendo de mim de novo...  e se eu cometer um erro? Droga Shion… porque eu?” - Pensava, ainda confuso sobre tudo que ocorrera nos últimos dias.

De cima do prédio do gabinete, ele avistou uma estranha aglomeração se formando no portão da vila. Mesmo debaixo de chuva, os guardas deixaram seus postos e era visível eles se juntando lá, embora o motivo ainda não fosse claro. De trás de si, um dos conselheiros da vila subiu ao terraço e chamou por Squall, indicando que a situação precisava de sua atenção imediata. Levantou seu rosto, deixando as gotas contínuas de chuva escorrem por seu rosto. Pegou seu chapéu e vestiu-o sob a cabeça, e saltou diretamente do topo do prédio para fora, saltando de edifício em edifício para se locomover em direção à entrada da vila. Não muito distante de lá, ainda em pleno ar no salto, percebeu os guardas rodeando uma pessoa de mais ou menos seu mesmo tamanho, cabelos longos espetados, loiros. Atrás de si carregava uma grande espada, presa às suas costas. Ao aterrissar, o Terceiro Mizukage se aproximou vagarosamente do grande grupo, passando em meio aos guardas, que barravam a passagem no indivíduo logo na entrada dos portões, e ao se aproximar do centro e ganhar uma visão mais clara, fitou o sujeito nos olhos; ele possuía olhos azuis, iguais aos seus. Iguais, e também muito familiares.  Levantou a ponta de seu chapéu com a mão de modo que apenas seus olhos ficassem visíveis, com seu rosto escondido atrás dele, e questionou o visitante.

- Deseja algo aqui?
- Então, Squall
- Respondeu o homem, com tom de voz calmo e direto - Não se lembra de mim?

O kage permaneceu parado, observando o homem, estudando-o, tentando entender do que estava falando. Realmente o conhecia? Se sim, de onde? Foi ali, açoitado pela chuva e pelo vento, que seus olhos se arregalaram por um momento, recobrando algumas memórias muito antigas que esclareceram as coisas ali. Em seu passado, no orfanato, lembrou daquele rosto. Foi um rapaz que cresceu junto com Squall no orfanato daquele homem, no País do Fogo. Seu nome era…

-... Cloud? - Disse, após um breve momento em silêncio. O homem de cabelos loiros acenou positivamente com a cabeça, encarando Squall com seu típico semblante sério.
- Está tudo bem - Disse para os guardas, que o olhavam de soslaio, ainda não acostumados com um novo Kage gerindo a vila - Ele é meu convidado. Retornem aos seus posts, e obrigado pelo bom serviço prestado à vila - Disse, despedindo os guardas que apontavam espadas para o homem de cabelos loiros.

O terceiro Mizukage não falou uma palavra a mais sequer, apenas virou-se e sinalizou com a mão para que o outro o seguisse dali. Durante o trajeto dali até o prédio do Gabinete, nenhum dos dois ousou soltar uma única palavra. Apenas seguiram pelo seu caminho silenciosamente, lembrando das situações de suas infâncias, compartilhadas no mesmo lugar. Ao chegarem, o primeiro à  entrar foi Squall, guiando o caminho para o outro lhe seguir escadaria acima. Entraram na sala do Gabinete e fecharam a porta atrás de si, onde o Kage tratou de deixar seu chapéu pendurado próximo de sua mesa. Voltou seu olhar para trás, e viu Cloud sentado sob uma das poltronas, olhando para Squall, aguardando uma resposta sobre aquilo tudo.  O rapaz apenas suspirou, sabendo que uma longa conversa vinha por aí, sentou-se atrás de sua mesa, e fitou o outro nos olhos novamente, sabendo que precisava se manifestar sobre aquilo.

- Como veio parar aqui? - Questionou o Kage, não querendo ser grosso nem nada.
- Estive procurando pelo dono do orfanato, Oromoro - A resposta arrancou um olhar mais fechado de Squall, que compartilhava do mesmo objetivo.
- Aqui? - Questionou, curioso.
- Seguindo algumas pistas que encontrei por ai, acabei no país da água, onde ouvi sobre o novo Mizukage, poucos dias atrás. Quando ouvi o nome deste novo Kage, me soou familiar demais para ignorar.

- Sobre Oromoro… o que sabe sobre ele ? - Foi direto ao ponto, visto o quanto aquele assunto o interessava também.
- Não muito. Só que tem procurado por seguidores em todos os países, e que tem influência em diversas organizações ao redor do mundo. E… parece que algumas pessoas do orfanato estão com ele.

O olhar de Squall correu do rapaz para o chão, até que se virou e olhou para fora da janela, observando a imensidão da vila. alguns instantes em silêncio depois, voltou-se novamente para o rapaz, que continuava sentado acanhado em um canto da sala.

- Seifer e Rinoa estão com ele - Disse recordando aquela noite.
- Rinoa? O que ela está fazendo com alguém como ele? -
Questionou, levantando-se da cadeira.
-... Não sei. Mas em um encontro com ele, tempos atrás, ele me disse saber do paradeiro dela, então ainda não tenho certeza de nada. - Disse, com um olhar intrigado para o rapaz que parecia ter levado como algo pessoal o nome de Rinoa estar envolvido.
- Minha… irmã… - Resmungou baixo, enquanto roubava um olhar muito surpreso de Squall.
- Vocês são irmãos?
- Sim… Squall, por favor… me ajude a encontrá-la. Desde que nos separamos, nunca mais tive notícias… e eu sei o quanto ela é importante para você também.
- Eu VOU encontrá-la
- Assegurou-se de colocar um pouco de ênfase na palavra dita em tom mais alto - Se quiser, fique na vila e me ajude - Disse, lembrando que precisava de alguém para o assessorar no gabinete.
- Se prometer que vai encontrá-la… eu fico e ajudo - Disse, se aproximando da mesa.
- Eu irei.
- Sobre o orfanato… suponho que você não lembre muito, não é?
- Não, apenas de quando fui deixado por meus pais, de Konoha, e….
- Konoha?
- Questionou, interrompendo o Kage - Você foi para lá na sua primeira adoção.

Por um breve instante, tudo que Squall pôde fazer foi ficar em silêncio, olhando para o nada. As palavras contadas À ele por um dos antigos Hokage, que asseguraram-no de que seus pais eram aqueles mesmos, de Konoha, ambos de família nobre, o clã Sarutobi. Mas se isso que cloud dizia era verdade…

- Você nasceu no antigo vilarejo de Uzushio, uma pequena vila com ninjas, conhecida como vilarejo do Redemoinho, o precedente desta aldeia ninja. Estava tudo nos relatórios do orfanato que encontrei lá, muitos anos atrás, pouco depois de ser abandonado. Sua mãe era Ohina Uzumaki, e seu pai Orenara Uzumaki, ambos da vila. Como você foi parar naquele orfanato, entretanto, não faço ideia. Eu e minha irmã éramos da Folha, e por conta de guerras, ficamos órfãos e acabamos lá. Sinto muito… achei que soubesse disso - Reiterou, vendo o efeito daquilo no Kage.
- Tudo bem… só preciso de um tempo. Você pode assumir como meu assistente direto, aqui no gabinete. Quando voltar, lhe atualizo sobre tudo. Preciso sair - Disse, antes de subir ao terraço e disparar, ainda em meio à chuva, para longe.

Descobrir que sua história de vida, mesmo que em partes, era uma mentira, era algo difícil de lidar. Especialmente se tratando de ser a segunda vez.

Considerações:

- Não postei status e afins por ser só um filler de troca.

1.562 palavras, sendo que regra pede 1.500;

-
Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler - Troca de clã] Alguém do passado  9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68749-ficha-takane-guang?highlight=Takane+Guang#513285 https://www.narutorpgakatsuki.net/t68767-m-f-takane-guang

Re: [Filler - Troca de clã] Alguém do passado - 1/6/2020, 19:51

@

_______________________

[Filler - Troca de clã] Alguém do passado  Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.