:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

filler: UNIDADE, por INDRA. Tumblr10

Kaden
Jōnin
Kaden
Vilarejo Atual
filler: UNIDADE, por INDRA. Tumblr10

filler: UNIDADE, por INDRA. - Publicado Qui 30 Abr - 21:14


A primeira reunião com os alunos de Indra foi um desastre. Ele não sabia como lidar com conflitos, e usou da pior maneira para resolvê-lo. Não tinha como resolver aquilo, e talvez aquele time nem ao menos fosse para frente. - Talvez seja melhor eu desistir dessa ideia de ser um Sensei. Eu não sou bom para lidar com esse tipo de coisa. – pensou consigo, sentado no sofá da sua casa, olhando para o horizonte. Não gostava de pensar que havia fracassado, pois isso o tornava um ninja incompleto. Tinha orgulho de ter sido bem sucedido em quase tudo o que se propôs a fazer. Tinha vontade de acender um cigarro para relaxar, mas resolveu que primeiro iria ler um livro, pois tinha um tipo de conhecimento que gostaria de aprender.

Como Investigador de Konoha, Indra deveria estar preparado para fazer missões em que teria que infiltrar-se em algum local, seja um território, uma vila ou até mesmo o QG de um grupo rival, e passar desapercebido. Não poderia dar chance para o azar, por isso passou a estudar, primeiramente na teoria, como tornar-se um Fantasma. Ele preferia estudar em casa, no conforto do seu escritório, através de um livro obtido na Polícia de Konoha, que aqueles que conseguiam dominar tal habilidade eram capazes de parecerem invisíveis em alguns momentos, encobrindo os seus rastros e fazendo aparecer que ele nunca esteve no local. Era o tipo de coisa que Indra desejava aprender, afinal esperava muito da sua carreira. Descobriu como desfazer pegadas, limpar digitais, como se misturar no meio da multidão para que não fosse detectado por nenhuma pessoa e simplesmente parecer uma pessoa comum, entre outras coisas que um “Fantasma” faria. Com a sua grande inteligência, Indra era capaz de imaginar-se fazendo todas as coisas que lia, sabendo que um dia poderia colocar tudo aquilo em prática.

- Uma maneira útil de encobrir os seus rastros é utilizando-se nomes falsos ao se registrar em lugares, até mesmo usando pequenos disfarces que façam com que você se transforme em outra pessoa. Perucas, lentes, mudar o tom de voz, até mesmo o uso do Henge no Jutsu pode ser útil quando se quer desaparecer. – leu uma parte do livro, virando a página lentamente. - Um fantasma parece ser capaz de descobrir diversas maneiras de simplesmente desaparecer, dificultando a capacidade de alguns rastreadores de encontrá-lo. – sussurrou sozinho, quando alguém ouviu a porta abrir. Ele se levantou do sofá e percebeu que a sua mãe entrava na sua casa, ficando surpreso com aquilo. - Mãe… Pensei que estivesse em Uzushiogakure. Por que não avisou que viria? Poderia lhe buscar nos portões. – perguntou curioso, guardando o livro.

- Peguei uma folga de 7 dias, então resolvi ver o meu filhote. Hoje em dia está muito mais fácil transitar de uma vila a outra. Como você está, hm? – perguntou curiosa, tentando esquecer as coisas que aconteceram tempos atrás, quando ela descobriu que Kobayashi Seizen estava morto. Ela foi entrando na casa e Indra, ao perceber que as malas dela estavam na porta, foi ajudá-la, levando as coisas dela para o seu quarto. Quando desceu as escadas para a cozinha, viu que ela pegava algumas coisas para comer, e logo viu alguns papéis que Indra havia deixado na mesa. - O que é isso, Indra? Você se tornou um sensei? Que orgulho! Aí, que lindo! Agora você vai poder mostrar tudo o que você sabe para esses garotos. As moças sempre gostam quando um homem tem alunos. Logo logo você vai arranjar uma esposa decente para se casar. – Disse a mãe, determinada a fazer o filho ter uma esposa, que para ela era muito mais importante do que Indra ser um ótimo ninja.

- Nem me fale nisso… A minha primeira tentativa de ser um bom sensei foi um desastre. Um deles, o Taiyou, virou a mesa e derrubou tudo que eu comprei, e eu acabei explodindo com os três e saí andando. A verdade… É que eu não sei lidar com pessoas, mãe. – disse se sentando na cadeira, colocando os cotovelos em cima da mesa e apoiando o rosto sobre as mãos. - Claramente, eu não sirvo para ensinar as pessoas. – fechou os olhos, tentando não pensar no assunto, mas quando Haru perguntou o que tinha acontecido, Indra contou tudo para ela, desde as particularidades dos alunos, a rixa entre Taiyou e Renji. A mãe então se sentou na frente dele, encarando-o. - Isso não é verdade, Indra. – as palavras da mãe fizeram com que ele abrisse os olhos. - Você é muito inteligente, e é um dos melhores ninjas da sua geração, ou então não seria chamado de O Salvador. Você não sabe, mas muitas pessoas respeitam, e até mesmo admiram você. Só que você tem um péssimo defeito: não consegue compreender muito bem as pessoas, nem as convenções sociais. Só que isso não quer dizer que você não possa ensinar esses garotos. E vou além, meu filho… Você não pode só ensiná-los, mas aprender com eles também. – revelou a mãe, sorrindo para ele. Indra arregalou levemente os olhos, pensando naquilo. - Aprender com eles? – coçou a cabeça, não sabendo muito bem o que aqueles garotos poderiam lhe ensinar.

- Você sabe como que eu consegui um cargo alto na empresa? Com muita luta, meu filho. Mas principalmente, aprendendo com a minha equipe. Eu comecei como supervisora, e passei a tentar entender os meus ajudantes, enxergando-os além de meros subordinados. Você precisa enxergar cada pessoa como alguém singular, que pode guiá-lo a fazer grandes coisas. É a mesma coisa com a relação entre aluno e mestre: muitos ninjas, principalmente os mais graduados como você, acreditam que tem muito a ensinar aos mais jovens, e pouco para aprender. Mas é exatemente ao contrário, Indra: numa equipe, um aprende com o outro, e assim formam uma unidade. – revelou, deixando Indra surpreso com aquelas coisas. Ele sabia bem sobre cooperação, trabalho em equipe, mas nunca sobre unidade. - Com licença, mãe… Preciso ir em uns lugares.

E assim, ele se levantou da cadeira, caminhando em direção ao seu quarto, arrumando-se rapidamente para que pudesse sair de casa. Antes disso, acabou escrevendo mais uma carta padrão para os três, não sabendo muito bem o que escrever. Foi por isso que ele enviou o esboço para a mãe ler, e ao ver a carta, ela acabou rindo bastante. - Você ainda tem muito o que aprender, meu filho. Mas está começando bem. Espere, deixa eu sugerir algumas mudanças. – Assim que Haru disse isso, Indra pegou outras folhas, para que assim ele pudesse escrever uma carta padrão para os três.

Assim que terminou, com a ajuda da mãe, Indra invocou a sua armadura e saiu de sua casa, sobrevoando Konoha e indo na direção do lar de Shigaraki Renji, Yamanaka Mikan e Taiyou. Usando tudo aquilo que aprendeu, ele entrou na casa de todos buscando não ser notado, encobrindo os seus rastros e deixando uma carta em cima da cama de cada um, assim como a sua mãe sugeriu, descobrindo que o filho estava treinando para aprender a se tornar um Fantasma. Começou a entrega da carta na casa do aluno que julgava mais problemático: Taiyou. Depois disso, ele foi até o lugar onde Renji morava, deixando a carta em cima do seu local de dormir, e por fim, foi até a casa de Mikan, repetindo o processo. Entrou na casa dos três e saiu como um fantasma, sempre usando a mesma estratégia de entrar pela janela de seus quartos, caso houvesse, ou simplesmente por algum ponto mais acessível, tomando cuidado para não perturbar os seus possíveis parentes. Depois que terminou de fazer tudo isso, Indra foi para a sua casa ficar com a sua mãe, esperando que os seus alunos se entendessem e buscassem aceitá-lo como mestre.

A carta era mais simplória, porém verdadeira, e não tinha só uma mensagem ali, mas o nome dele e o seu endereço.

Caro membro do Time Kobayashi,

Sei que a nossa reunião não foi muito boa, mas sei que a culpa disso tudo pode ter sido minha. Lidar com pessoas nunca foi o meu forte, e eu estou aprendendo a fazer isso através de livros, o que não é muito fácil, por isso quando tudo aquilo aconteceu, a minha reação foi um pouco exagerada. Peço perdão por ter deixado vocês sozinho no restaurante, mas não esperava uma situação tão intensa como aquela. Espero que tenham conseguido chegar a um consenso enquanto estive fora, pois não tenho certeza se conseguiria fazê-los chegar a um.

Por quase toda a minha carreira, eu fui um ninja solitário, completando as minhas missões sem a ajuda de terceiros. Mas ser um shinobi muitas vezes quer dizer que iremos lidar com outras pessoas, e parece que a hora de aprender a fazer isso chegou. Por isso, peço que me aceitem como sensei de vocês. Ouvi dizer que relações duradouras são formadas com o tempo, e mesmo com as nossas diferenças e limitações, eu espero que possamos aprender uns com os outros e alcancemos o objetivo de sermos uma boa equipe… Que possamos formar uma unidade. Na carta, eu deixei o meu endereço, caso queiram conversar comigo, mesmo que eu não seja a melhor pessoa do mundo.

Atenciosamente,
Kobayashi Indra.



Chakra: 2100/2100 ▵ HP: 1950/1950 ▵ FOR: 00/04 ▵ VEL: 00/05 ▵ ST: 00/06 ▵ ARC: 1050/1050
(Roleplay) ▵ (OO/OO)

Considerações:
Equipamentos:
Jutsus/Equipamentos Usados:

_______________________

filler: UNIDADE, por INDRA. Tumblr_pl035uEflG1uocgm5o2_500

filler: UNIDADE, por INDRA. 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
filler: UNIDADE, por INDRA. 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

Re: filler: UNIDADE, por INDRA. - Publicado Qui 30 Abr - 22:50

Aprovado

(Indra ta ficando de coração mole) Oh Really

_______________________

filler: UNIDADE, por INDRA. Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template