>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Verão

Shishio
Genin
Shishio
Vilarejo Atual
Ícone : Criador, Criação, Criatura.

https://www.narutorpgakatsuki.net/t71508-fp-yamanaka-shishio#544040 https://www.narutorpgakatsuki.net/t71505-gf-yamanaka-shishio

[Filler] Consequências - em 26/4/2020, 13:35


[Filler] Consequências 3d6f906284b10037dece5bb217190d58

Shishio encara o pôr do sol de Sunagakure sobre um de seus prédios mais altos. Aproveitava para contemplar os últimos raios solares sendo refletidos nas estruturas de pedras preciosas que demarcavam a nova arquitetura da Vila. Não havia se acostumado com aquilo, era fato. Foram dois anos de mudanças marcantes, dois anos que serviram para transformar uma vila marginal naquilo que reluzia diante dos seus olhos. Shishio perdera toda essa transformação estrutural durante o treinamento com Omukade. Sua vontade de descobrir o que havia acontecido era incontrolável e clamava para que fosse atendida. Precisava daquilo e para isso, iria ter que utilizar uma habilidade desenvolvida em todo shinobi, a investigação.

Saltou do prédio e em poucos segundos seus pés encontraram o chão asfaltado. Duas senhoras que caminhavam na área se assustaram quando surpreendidas pelo shinobi. – Yoo, desculpem senhoras... – Disse, com seu tom amigável característico. – Sabe, já está ficando tarde e pelo que parece, hoje vai ser uma daquelas noites... – Shishio se referia as noites de tempestade de areia. – Filho... – Uma das senhoras lhe cortou. – Por que não cuida da sua vida? – Completou a segunda, com uma cara um tanto séria. “Nossa, que mal-educada...” – Pensou o Genin, enquanto seguia adiante, deixando as senhoras de lado.

Seus olhos fitavam as ruas movimentadas da vila e seus passos lhe deixavam gradativamente mais próximo do destino inicial. – Finalmente! – Uma placa iluminada se destacava naquela esquina: “Suna Dango”, a lanchonete de Suna especializada em bolinhos. Era um dos seus lugares favoritos na vila e além de fornecer lanches deliciosos, tinha como dono/cozinheiro um homem que parecia conhecer todos na vila. A lanchonete havia recebido melhorias com o passar dos dois anos. Além do balcão, algumas mesas com cadeiras eram dispostas em seu espaço que fora aparentemente triplicado de tamanho. Possuía quadros com moldes dourados e de temáticas que envolviam o deserto presos na parede, os desenhos iam desde tempestades de areia até uma pintura abstrata de algo que parecia ser o Shukaku. Além disso, pequenos cactos ornavam as mesas.  – Takashi-sama! Boa noite! Você não faz ideia de como sentir falta desse cheiro de bolinho, óleo e ataque cardíaco... – O genin largava uma risada alta, chamando atenção dos demais clientes no recinto. O cozinheiro veio em sua direção com um sorriso amigável. (Takashi, dono do Suna Dango) – Meu jovem... você finalmente está de volta? Me diga como foi a experiência com o patronato. – O senhor demonstrava grande interesse nas suas palavras. – Antes me diga como você soube que eu fui para o patronato... – Retrucou Shishio, com um sorriso malicioso. – Ahhh... você sabe... As pessoas falam muito na minha lanchonete. – O dono/cozinheiro gargalhou enquanto dava as costas e voltava a sua atenção ao fogão. – Deve ter se surpreendido com a vila, hein Shishio-Kun? – Perguntou Takashi, enquanto manuseava os ingredientes a sua frente com grande perícia. – Porra, você nem imagina o quanto! Me dá uma atualizada rápida dos acontecimentos... E antes que eu me esqueça, vou querer o de sempre... – O senhor acenou positivamente com a cabeça e quando parecia que iria começar falar, foi cortado por um indivíduo que tomava saquê, umas 3 cadeiras distante de Shishio.

- Você quer uma atualizada dos acontecimentos? – A voz do homem desconhecido soava embolada, como se ele estivesse alcoolizado. – Deixe-me lhe explicar. Temos uma liderança fraca, que preferiu abrir mão da nossa tradição para abraçar o “comum” estrangeiro. – A voz também transmitia uma certa revolta em cada sílaba proferida. – Essa tecnologia, que todo mundo tanto ama, vai nos tirar aquilo que nos é mais importante, nosso espírito de sobrevivência. Como nossos filhos estarão preparados sem saber o que é conviver com o deserto, com a seca, com as tempestades de areia?! Essa tecnologia vai nos matar por dentro, nos enfraquecer dia após dia, até quando chegarmos em um ponto em que a volta não é viável. Você deseja isso? Como é o seu nome mesmo? – O homem misterioso finalizava o seu monólogo no exato momento em que Takashi trazia a porção de bolinhos fritos. – Obrigado Takashi! – Agradeceu ao dono do restaurante e voltou em seguida a sua atenção para o homem desconhecido. - Meu nome é Shishio e eu discordo completamente de tudo o que você acabou de falar... – Respondeu com um tom indiferente, como se aquele homem não lhe chamasse a atenção. Voltou a sua atenção aos bolinhos e comeu um deles, mastigando-os lentamente e saboreando cada instante. “Nossa, como eu senti falta disso...” – O indivíduo misterioso pareceu aguentar o máximo de silêncio possível e voltou a falar, dessa vez com um tom agressivo e alto. – É por pessoas como você que Sunagakure perecerá novamente! Você cospe diante das nossas tradições! – A postura do homem chamava a atenção de todos no ambiente e apesar de Shishio continuar comendo os seus bolinhos lentamente, mantinha-se consciente da possibilidade de aquilo tudo escalonar para agressões. – Senhor por favor, se acalme... – Takashi tentava acalmar os ânimos de seu cliente que como reação apontou o seu indicador em direção ao cozinheiro. – ME ACALMAR? VOCÊ É MAIS UM DESSES PROGRESSISTAS?! – Gritava o homem, claramente descontrolado. – NÓS NÃO DEIXAREMOS SUNA SE PERDER! – O indivíduo se exaltava cada vez mais e Shishio, claramente incomodado, deixou de comer os seus bolinhos por um instante, levando suas mãos para as costas e fazendo um selo não ortodoxo. – Ei, irritadinho... Qual o seu nome mesmo? – O indivíduo virou-se para Shishio e pareceu se irritar ainda mais com a pergunta. – Me chamo Touzen, seu progressista de merda! – O homem parecia tentar dizer mais alguma coisa, mas a sua voz sumiu quase de imediato, gerando extremo desespero nele. Tentava gritar, falar e não conseguia. Nenhum som era emitido pela sua boca. – Bem melhor assim, né?! – Shishio dizia a Takashi, com um sorriso, enquanto Touzen saía correndo em desespero do local.

- Tempos loucos esse... Progresso virou uma palavra temida... – Dizia Shishio, enquanto finalizava os seus bolinhos. – Ele não é um caso isolado... – Takashi iniciou. – Sabe... Tudo aconteceu muito rápido em Suna e você sabe como esses extremistas são... – O homem falava com um tom de voz meio preocupado. – Muitos deles ainda não conseguem superar o fato de não termos mais o Shukaku em nosso domínio e isso faz quantos anos? Agora com essas mudanças... Bem, está tudo meio esquisito... – O homem pausava por um instante para recuperar o fôlego e então retomava o raciocínio. – Esses casos de revolta estão cada vez mais comuns. Começou com umas manifestações pequenas com uns 4 ou 5 velhos e ninguém dava atenção... Atualmente tenho ouvido relatos até mesmo de casos de agressão, mas até hoje, nunca tinha visto nenhum desses retrógrados descontrolados até esse ponto... – Aquelas palavras lhe despertavam uma grande curiosidade e certa preocupação. Shishio sabia o quanto extremos eram perigosos e grupos extremistas eram sempre parasitas entre eles mesmo, um se alimentando do ódio do outro.

- Entendi... – Respondeu Shishio enquanto se levantava e pagava a sua refeição. – Bem, vou dar um passeio pela vila, tenho muita coisa a colocar em dia. – Dizia sorrindo. – Até mais, Senhor Takashi! – O Genin saiu do recinto mas seu objetivo era outro. Precisava ir mais a fundo dessa questão, sua curiosidade havia despertado. Utilizando de seu Kanchi, Shishio buscava a assinatura de chakra de Touzen, o homem misterioso que havia o incomodado no jantar e que provavelmente ainda estava sem conseguir falar em algum lugar da vila.

Buscava aquela assinatura de Chakra com atenção, percorrendo a vila pelos altos edifícios que haviam sido construídos. Sabia que pela grande quantidade de pessoas na vila, não seria uma atividade fácil de ser realizada, exigindo que ele se esforçasse mais do que tinha costume.

Fechou os olhos e manteve o foco enquanto caminhava, buscando excluir as outras incontáveis assinaturas quer permeavam a vila. Seja por sorte do destino ou por habilidade, o Genin finalmente havia encontrado quem procurava. Touzen parecia estar com mais 4 homens em uma espécie de armazém na periferia da vila, a 450m de distância dele.

Shishio sorria e tinha um bom pressentimento do que o esperava nas próximas horas. Aquela noite prometia ser muito interessante...

375 • 375 & 760 • 775 & 01 • 05


Jutsus Utilizados:

Kanchi (500m)
Requerimentos: Sensor & Quest: Sensitivos.
Descrição: A Técnica Sensorial, usada pelos shinobi tipo sensor, permite ao usuário detectar chakra. Isso permite que eles detectem e localizem alvos através de suas assinaturas de chakra. O alcance dessa técnica varia entre os sensores.

Kuchi no In no Jutsu
Rank: C
Requerimentos: Habilidade em Ninjutsu & Fuinjutsu Rank-C.
Descrição: Quando essa técnica é usada, ela faz com que o alvo fique mudo até que a técnica seja dissipada pelo usuário. O usuário então formará o selo específico da técnica e, aparentemente, como parte do ritual necessário para a técnica, fará uma pergunta ao alvo. Se o oponente responder, a técnica é imediatamente invocada, fazendo com que a pessoa perca o uso de sua voz.

Chakra Ōtsutsuki (AG Princesa)
Todos os personagens com essa bênção recobram 50HP e 75CH no início de cada turno automaticamente, acumulando esses valores com os dos atributos secundários "regeneração" e "recuperação" de suas fichas. Podem desenvolver o Ōdachinagi de acordo com as regras. O item tem duração de 30 dias a partir do momento da entrega do pacote.
Armamentos:

x 10 kunais
x 10 Shurikens
Observações e Considerações:

1338 palavras
Filler faz parte de uma RP em off que será realizada por mim como forma de situar o personagem na vila pós Time-Skip.

Itens AG Usados – Boost de Status e Filler Dobrado (Parte 2 será postada em breve)

+200 pontos de Status (Com o Boost)

Roupas de Shishio no momento: Aqui

Kanchi passivamente ativo o tempo inteiro.  
-
Kenjiro
Chūnin
Kenjiro
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] Consequências 2SHaInw

https://www.narutorpgakatsuki.net/t71200-fp-kenjiro-otsuyia#540768 https://www.narutorpgakatsuki.net/t71209-g-f-kenjiro#542580

Re: [Filler] Consequências - em 26/4/2020, 15:43

@.

_______________________

-


Edição de Natal por Loola e Senko.