:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Fillers] - Simon M. Stilinski 100x100

Simon M. Stilinski
Genin
Simon M. Stilinski
Vilarejo Atual
[Fillers] - Simon M. Stilinski 100x100

[Fillers] - Simon M. Stilinski - Publicado 18/4/2020, 09:43





Aqui ficará os Fillers de @Simon M. Stilinski aproveitem e não se assustem(Embora eu ache que na maioria das vezes vocês vão).







[Fillers] - Simon M. Stilinski 100x100

Simon M. Stilinski
Genin
Simon M. Stilinski
Vilarejo Atual
[Fillers] - Simon M. Stilinski 100x100

Re: [Fillers] - Simon M. Stilinski - Publicado 18/4/2020, 09:54



A Casa Maldita – Parte 1


‘’Há alguns anos, logo que você nasceu, seu pai precisou de ajuda ele sabia que não ia ficar vivo até você crescer, então ele criou um local onde ele esconderia o segredo das habilidades dele. Ele criou um mecanismo onde só um Kurama e Stilinski pode sair, por isso eu não entrei para ver, você já tem a idade certa, um ninja, com jutsus poderosos, antes de seu pai morrer, viu o seu futuro e me disse como e quando falar com você, seu pai também disse que se chamaria a casa sem fim. Ela teria esse nome pois ninguém nunca alcançaria a saída final, mas ela teria nove cômodos no total. A casa estava localizada fora da aldeia ao lado da minha casa para que eu pudesse defende-la mas agora que estão atrás de você eu não tenho escolha, devo te levar até lá. ’’

A história foi contada por um homem que alegava ser amigo de meu pai, eu, com pouca idade, receava acreditar no homem, mas não custava tentar adentrar o local e examina-lo. Fomos até a casa, parecia abandonada, mas claro, ninguém havia entrado lá desde que eu nasci então sem esperar eu corro para a porta, ele havia gritado algo para mim como um ‘’não’’ mas eu não liguei e entrei diretamente meu coração desacelerou e soltei um suspiro aliviado assim que entrei. O cômodo parecia como uma entrada de um hotel normal decorada para o Halloween. Um sinal foi colocado no lugar onde deveria ter um funcionário. Se lia "Quarto 1 por aqui. Mais oito a seguir. Alcance o final e você vence!" Eu ri e fui para a primeira porta. Entrando na primeira porta minha visão começa a embaçar e tudo parece ter sigo sugado por um buraco negro, mas logo o cenário se estabiliza.

A primeira área era quase cômica. A decoração lembrava o corredor de Halloween de um Kmart, cheia de fantasmas de lençol e zumbis robóticos que soltavam um grunhido estático quando você passava. No outro lado tinha uma saída, a única porta além da qual eu entrei. Passei através das falsas teias de aranha e fui para o segundo quarto. Fui recebido por uma névoa assim que abri a porta do segundo quarto. O quarto definitivamente apostou alto nos termos de fumaça. Não havia apenas um local por onde saía a fumaça (jutsu? Talvez), mas morcegos pendurados pelo teto e girando em círculos. Assustador. Eles pareciam ter em algum lugar da sala, uma trilha sonora em loop de Halloween. Eu não vi de onde vinha mas imaginei que vinha de algum local escondido.

Eu pisei em cima de alguns ratos de brinquedo com rodinhas e andei com o peito inchado para a próxima área. Eu alcancei a maçaneta e meu coração parou. Eu não queria abrir essa porta. O sentimento de medo bateu tão forte que eu mal conseguia pensar. A lógica voltou depois de alguns momentos aterrorizantes, e eu abri a porta e entrei no próximo cômodo.

No quarto 3 foi quando as coisas começaram a mudar.

A primeira vista, parecia como um quarto normal. Havia uma cadeira no meio do quarto com piso de madeira. Uma lâmpada no canto fazia o péssimo trabalho de iluminar a área, e lançava algumas sombras sobre o chão e as paredes. Esse era o problema. Sombras. Plural. Com a exceção da cadeira, havia outras. Eu mal tinha entrado e já estava apavorado. Foi naquele momento que eu soube que algo não estava certo. Eu nem sequer pensava quando automaticamente tentei abrir a porta de qual eu vim. Estava trancada pelo outro lado.

Isso me deixou atormentado. Alguém estava trancando as portas conforme eu progredia? Não havia como. Eu teria ouvido. Seria um jutsu de selamento que fechava automaticamente? Talvez. Mas eu estava muito assustado para pensar e nem conseguia quebrar selos ainda. Eu me voltei para o quarto e as sombras tinham sumido. A sombra da cadeira permaneceu, mas as outras se foram. Comecei a andar lentamente. Eu costumava alucinar quando era criança, então conclui que as sombras eram um produto da minha imaginação. Comecei a me sentir melhor assim que fui para o meio da sala. Olhei para baixo enquanto andava, e foi aí que eu vi. A minha sombra não estava lá. Eu não tive tempo para gritar. Corri o mais rápido que pude para a outra porta e me atirei sem pensar no próximo quarto.

O quarto cômodo foi possivelmente o mais perturbador. Assim que eu fechei a porta, toda a luz pareceu ser sugada para fora e colocada no quarto anterior. Eu fiquei ali, rodeado pela escuridão, e não conseguia me mexer. Não tenho medo do escuro, e nunca tive, mas eu estava absolutamente aterrorizado. Toda a minha visão tinha me deixado. Eu ergui minha mão na frente do meu rosto e se eu não soubesse que tinha feito isso, nunca seria capaz de contar. Não conseguia ouvir nada. Estava um silêncio mortal. Quando você está em uma sala à prova de som, ainda é capaz de se ouvir respirar. Você consegue ouvir a si mesmo estar vivo. Eu não podia. Comecei a tropeçar depois de alguns momentos, a única coisa que eu podia sentir era meu coração batendo rapidamente.

Não havia nenhuma porta à vista. Eu não tinha nem sequer certeza se havia uma porta mesmo. O silêncio foi quebrado por um zumbido baixo. Eu estava apavorado eu não me assustava fácil, mas esta casa havia sido projetada a base de chakra, jutsus... e se algum jutsu proibido estivesse colocado aqui? Então sem demora comecei a prestar atenção. Senti algo atrás de mim. Virei-me bruscamente, mas mal conseguia ver meu nariz. Mas eu sabia que era lá. Independentemente do quão escuro estava, eu sabia que tinha algo lá. O zumbido ficou mais alto, mais perto. Parecia me cercar, mas eu sabia que o que quer que estivesse causando o barulho, estava na minha frente, se aproximando. Dei um passo para trás, eu nunca tinha sentido esse tipo de medo. Eu realmente não consigo descrever o verdadeiro medo.

Não estava nem com medo de morrer, mas sim do modo que isso ia acontecer. Tinha medo do que a coisa reservara para mim. Então as luzes piscaram por menos de um segundo e eu vi. Nada. Eu não vi nada e eu sei que eu não vi nada lá. O quarto estava novamente mergulhado na escuridão, e o zumbido era agora um guincho selvagem. Eu gritei em protesto, não conseguiria ouvir o barulho por mais um maldito minuto. Eu corri para trás, longe do barulho, e comecei a procurar pela maçaneta. Virei-me e cai dentro do quarto 5, a porta ao invés de na parede, era no chão.

*Continua...






[Fillers] - Simon M. Stilinski Tumblr10

Kaden
Jōnin
Kaden
Vilarejo Atual
[Fillers] - Simon M. Stilinski Tumblr10

Re: [Fillers] - Simon M. Stilinski - Publicado 19/4/2020, 03:39


_______________________

[Fillers] - Simon M. Stilinski Tumblr_pl035uEflG1uocgm5o2_500

Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Fillers] - Simon M. Stilinski - Publicado