>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Aes Sedai
Genin
Aes Sedai
Vilarejo Atual
Ícone : https://data.whicdn.com/images/102481598/original.png

https://www.narutorpgakatsuki.net/t71201-ficha-suehisa-yuki#540771

[FILLER] SUEHISA YUKI - 4/4/2020, 23:42

"Suehisa despiu-se de todas as suas vestes. Lentamente mergulhou os pés na água, arrepiando-se levemente considerando o calor emanado por esta. Odiava banhos frios. Ponderou acerca de seus afazeres como kunoichi, entediada. Dedicada e aplicada, passava os dias estudando a teoria do Ninjutsu e as suas finalidade, único assunto que realmente despertava seu interesse diante dos seus professores. Caso fosse designada para ensinar crianças bobas, jogaria fora o seu protetor de testa. Não fazia falta para a rosada, que nunca havia sentido a sensação de ser uma Kunoichi da Nuvem em toda a sua plenitude. E tampouco haveria de sentir-se assim, mesmo quando fosse graduada uma Genin. Por que deveria fazê-lo? A única coisa que motivava os seus esforços eram os sonhos ingênuos e libertadores que permeavam sua mente, concretizando sorrisos e na esperança profunda que estava atrelada à sua personalidade.

Socou a água repetidamente. Irritou-se por qualquer coisa que fosse, sempre acontecia quando pensava por muito tempo em algo frustrante. Fez bico, quase permitindo que as lágrimas despencassem. Levantou-se repentinamente, supondo que, como imaginar é o ensaio da ação, poderia utilizar alguns dos seus aprendizados na academia para fazer algo diferenciado naquele banho. Desistiu. Retornou ao seu banho, ensaboando os cabelos vagarosamente, predominantemente insatisfeita. Algo incomodava Suehisa, mas ela não saberia responder do que tratava-se caso fosse indagada, retrucando com murmúrios e resmungos. Resmungou e proferiu murmúrios inaudíveis. Havia indagado a si própria nos devaneios. Estava perturbada mentalmente. Pensou alguns segundos, sempre pensava antes de fazer algo. E pensou, novamente, pois achava que números eram pouco convincentes quando estavam em menor número. Não pensou muito, haveria de concentrar-se mais naquele aspecto. Mais uma vez, falhou.

Impaciente, começou a abdicar dos pensamentos e permaneceu inerte. A água esfriava e o banho estava incompleto, cada centímetro de seu corpo úmido concebendo os primeiros sinais do resfriamento da temperatura. Olhou para as suas mãos, retomando aos poucos seus pensamentos. Pensou e pensou, antes de concluir. Havia esquecido de limpar as costas. Sempre esquecia de limpar as costas, mas jamais alcançava.

Por isso esqueço — supôs — Sempre esqueço das coisas que não consigo fazer.

Deveria fazer algo, Sue sabia que era o melhor a ser feito. Sabendo de suas limitações, pensou novamente. O que mais poderia fazer? Recentemente havia entrado em contato com os estudos básicos de chakra, tendo noção dos fundamentos que concretizam a parte primária do controle e equilíbrio deste. Nunca havia testemunhado em prática suas capacidades em controlar o seu fluxo. Não queria controlar o fluxo. Precisava encerrar o seu banho, era hora de encerrar. Ergueu-se, tomando em mãos sua toalha e, em seguida, utilizando-a para enxugar-se. Repousou o tecido em sua cabeça, desferindo passos razoavelmente úmidos por sua residência. Estava frio e a noite servia para assustar. Havia esquecido as roupas e estava com medo de caminhar naquele estado. Permaneceu em seu banheiro, odiando a si própria por temer algo que deveria ser a sua fortaleza. Estava paralisada, praticamente em pânico, quase em choros e gritos histéricos, implorando por auxílio. Mas não chorou. E nem gritou. Havia esquecido de buscar uma toalha que pudesse suprir totalmente as suas necessidades e o ato mais propício e maduro a ser feito estava em execução corrente. Assumiu suas falhas e ponderou acerca de uma forma de superar suas dificuldades.

Suehisa Yuki não encontrou uma forma de contornar suas dificuldades.

Ela permaneceu por extensas horas sentada no solo, encostando a cabeça na parede. Se estava chorando ou não naquele momento, jamais assumiria. Levantou-se confiante, observando a solução aquosa em sua banheira. Era apenas água, mas poderia ser mais do que isso, caso quisesse. Não quis que fosse, cogitando uma série de possibilidades adequadas para a sua situação. Até que o frio cessasse, necessitaria de algum passatempo. Sentia o calor subir o corpo, provavelmente havia amanhecido e passou tanto tempo remoendo seus medos que sequer percebeu que sucumbiu diante deles. Fingia que superou, mas ainda estava aprisionada em seus temores fúteis.

Emitiu um intenso fluxo de chakra em ambos pés, pousando com destreza ambos na água. Caso falhasse em controlar, cairia na água que, naquele momento, estava gélida após tanto tempo alí. Arrepiou-se profundamente ao sentir a temperatura dela, mesmo que estivesse ereta e inerte acima dela. Sentiu a concentração fraquejar após alguns momentos, como se fosse incapaz de concluir totalmente, mas prosseguiu. Estranhamente, estava correndo suficientemente bem. Saltou desajeitada, quase machucando a perna, quando percebeu que era capaz de controlar seu chakra bem. Cruzou os braços e abaixou a cabeça, reflexiva. Após refletir acerca dos Selos de Mão e a sua intrínseca relação com o manuseio de chakra e a utilização de Jutsu, refletiu. Caso realmente possua uma capacidade nítida em controlar seu chakra, talvez pudesse dominar o uso de tais fundamentos apenas com uma de suas mãos.

Ciente de que estava em uma condição positiva para retornar ao seu quarto, naquele dia Suehisa Yuki vestiu-se animada para a Academia Ninja. Assistiu as inúmeras aulas atenciosamente, contendo os bocejos e a língua afiada para as suas rotineiras interrupções. Comeu alguns morangos, desferiu breves palavras cordiais aos seus colegas e, sem pouco tardar, como se as horas estudando passassem rápido, estava novamente em seu lar. Retornou ao banheiro, seu centro operacional de idéias. Particularmente, gostava de analisar os fatos imersa em água. E assim o fez, ainda vestida, atirando-se na banheira cuja água recém-aquecida revigorou as energias gastas no dia. Emergiu após poucos segundos, completamente encharcada.

Quando saiu da banheira, havia abandonado as vestes na área, adiando momentaneamente a necessidade de dar alguma finalidade para elas. Realizou rápidos selos de mão com ambas as mãos, substituindo sua posição atual pela sua toalha em um truque de completa perspicácia. Refez o processo inúmeras vezes, tanto utilizando ambas as mãos quanto tencionando utilizar com apenas uma delas. E continuou prosseguindo, treinando a independência de ambas serem mutualmente utilizadas. Precisou passar bastante tempo testando o controle do chakra referido nesse contexto, desafiando suas capacidades arduamente. Repetições foram feitas, falhas ocorridas e superadas, mas as suas reflexões e a relação nítida entre manusear, concentrar e utilizar facilitaram o tempo transposto para a sua conclusão.

Quando obteve os primeiros sinais de progresso utilizando os selos em apenas uma das mãos, notou um gasto considerável em comparação com o método comum, notando que haviam imprecisões. Caso quisesse uma finalização precisa, necessitaria de mais tempo, portanto, encerrou os treinos naquele momento e dirigiu-se para o seu quarto. Foram necessários quatro dias de constantes treinamentos para que desenvolvesse sinais claros de aptidão. Era apenas uma estudante da academia, os mistérios do Ninjutsu ainda estavam sendo desvendados e, portanto, estava aprendendo sua nova capacidade com certa letargia. Seu propósito era ter uma capacidade utilitária para o seu futuro como Kunoichi, antecipando alguns treinamentos vindouros. Portanto, focou-se. Quando notou que havia pouca distinção entre realizar os selos sem o apoio da segunda mão, deu-se por satisfeita. Havia concluído seus treinamentos na respectiva área, fazendo-o praticamente por conta própria, apenas por ter focado em aprender sobre Ninjutsu.

Iniciou-se o polimento da habilidade recém-adquirida, começando a padronizar maior parte das suas técnicas aprendidas na academia desta forma. Os seus colegas frequentemente indagavam sobre a sua perícia nessa estranha habilidade, meramente retrucando com um sorriso zombeteiro. Guardou os conhecimentos obtidos para si, ignorando os frequentes pedidos para que auxiliasse em compartilhar a didática. Aprimorou constantemente sua nova qualidade, de tal modo que pudesse utilizar dela sem falhas quando fosse necessária. Como poderia errar os selos caso estivesse ociosa no uso da referida particularidade, preferiu adequar ela na rotina, conjuntamente com o método tradicional. Cuidadosa e pragmática, preferia permanecer afiada do que permitir que alguns empecilhos atrapalhassem em seu desenvolvimento.

Pode-se notar, mesmo nos dias atuais, marcas dessa passagem no cotidiano de Suehisa. Graduada como Genin, sua habilidade em selos seria um benefício crucial em sua jornada. A rotina baseada em treinamentos no banheiro entraram em determinado desuso, seus focos eram plenamente distintos após o amadurecimento. Contudo, ainda passava alguns momentos reflexiva em sua banheira, submergindo o corpo com idéias frequentemente ousadas. Algumas, simplistas, outras, peculiares e interessantes. De qualquer modo, não haveria como englobar todas em um único momento. Será acrescentado eventualmente, demarcando uma trajetória que ainda há muito o que ser exposto. Conclui-se, no limiar das circunstâncias, que é preferível trazer consigo toalhas que sirvam para os seus propósitos. E, principalmente, jamais banhar o corpo em determinados horários excessivamente noturnos. O frio não compensa, banhos quentinhos são muito melhores."

Não gostei. Algum dia eu reescrevo — arrancou a folha de seu caderninho e disparou contra a parede, abandonando a escrivaninha, furiosa.

Dados:

Os Jutsu utilizados foram: Suimen Hokō no Gyō e Kawarimi no Jutsu.
A qualidade mencionada envendo controle de chakra está vigente na ficha, trata-se do Grande Controle de Chakra (02), uma qualidade inata.
Obteve uma qualidade de um ponto, denominada Hábil em Selos (01), permitindo que a usuária realize selos sem necessariamente utilizar ambas as mãos, necessitando de apenas uma.
-
Kenjiro
Chūnin
Kenjiro
Vilarejo Atual
Ícone : [FILLER] SUEHISA YUKI 2SHaInw

https://www.narutorpgakatsuki.net/t71200-fp-kenjiro-otsuyia#540768 https://www.narutorpgakatsuki.net/t71209-g-f-kenjiro#542580

Re: [FILLER] SUEHISA YUKI - 9/4/2020, 19:45

@

_______________________

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.