Acesso Rápido
10 anos onlineNaruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Estação: OutonoAno: 69DG
RemanescentesHanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência.
A AlvoradaUzushiogakure e Sunagakure estão reconstruídas, marcando uma nova era para as nações shinobi, que agora são cinco uma vez mais. Os Shodaime Kazekage e Mizukage comandam as novas gerações de seus vilarejos, iniciando uma série de planos governamentais para garantir que o mal não os assole como ocorreu no passado.
Últimos assuntos

[Filler] Corpo e Mente
  
Kenjiro
Chūnin
Kenjiro
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] Corpo e Mente 2SHaInw

https://www.narutorpgakatsuki.net/t71200-fp-kenjiro-otsuyia#540768 https://www.narutorpgakatsuki.net/t71209-g-f-kenjiro#542580

[Filler] Corpo e Mente - em Ter 31 Mar - 19:55

[Filler] Corpo e Mente 2b74dbae3404bd472f384e88f7e11056
“Remember no one can make you feel inferior without your consent.


Filler — Corpo e Mente
Kumo • Primavera
Vida: 375/375 - Chakra: 347/375 - Stamina: 01/04

Tudo era baseado em treinamento na vida de Kenjiro, chegou a um ponto que aquilo estava o sufocando, apenas só pensava em treinar e evoluir seu corpo e seu Ninjutsu, foi quando resolveu mudar um pouco a rotina, havia ganhado uma dispensa de sua vida como Shinobi, alguns dias de folga sempre fazem bem a qualquer pessoa. Era primavera, o jovem estava em casa relaxando, jogado ao sofá arremessava Kunais em um alvo que estava na parede, à uma altura de 2m, a maioria de seus tiros eram certeiros, era nítido o tamanho da angústia que ele se encontrava, estava cansado de ficar ali, sem fazer absolutamente nada de interessante. Ele lembrou de um presente que havia ganhando à vários anos atrás, uma professora o presenteou com um tabuleiro de xadrez, pois ela o achava bem inteligente mas extremamente tímido na época, talvez o jogo pudesse fazer com que Kenjiro arrumasse alguns amigos, mas a verdade é que o garoto nunca tocou naquilo, achava desnecessário, preferia treinar do que perder tempo com aquele tipo de coisa. Nem ele sabia ao certo por que acabava de lembrar do velho tabuleiro que estava guardado em um criado mudo do lado de sua cama, enfim, ele acabou por ignorar.

— Preciso fazer algo ... — Sussurrava o jovem, enquanto olhava para a janela de sua casa, onde corria um vento fresco de primavera.

Ele levantou do sofá e foi em direção ao seu quarto, um lugar razoavelmente pequeno, apenas uma cama, criado mudo e um guarda roupas, este guarda roupas feito de madeira, percebias-se que era um pouco mais velho que Kenjiro, talvez ele tivesse comprado em algum lugar com venda de móveis usados, ao chegar no guarda roupas pegou um par de sapatos um pouco diferente das sandálias que sempre usava quando Ninja, logo em seguida uma calça de moletom e uma camisa azul claro, com um gesto em seu rosto fez um sinal de confirmação que era quilo que queria, tirou sua roupa que estava em seu corpo no momento, e vestiu o que acabara de pegar. Suas vestes eram esportivas, bem frescas, certamente ótimas para praticar exercícios físicos. Ele caminhou em direção a sala novamente, pegou a chave da casa e saiu, trancou sua porta e parou ao lado de fora.

— Preciso de algum desafio.— Dizia enquanto coçava seu queixo, gesticulando gestos de dúvidas.
— Certo... Kage Bunshin no Jutsu! — Exclamava o garoto, em seguida um Bunshin se formou ao seu lado.
— Isso é uma corrida, trajeto é os muros da vila, quem chegar em casa primeiro, ganha. Vamos! — Dizia Kenjiro para o Bunshin, que concordava com o rosto.

Eles tomaram suas posições e saíram correndo, era muito difícil competir com alguém que tenha suas mesmas capacidades físicas praticamente, aquilo podia ser um Bunshin, menos resistente, mas no quesito de velocidade, praticamente era comparado à Kenjiro, Kenjiro nunca foi bom em velocidade, então estava dando o máximo de si, quando ia ao seu limite de esforço sua velocidade alcançava no máximo 6 m/s, com o Bunshin não era diferente. Por volta do trajeto inteiro eles sempre ficaram empatados, nenhum à frente ou mais atrás, por alguns momentos alguns obstáculos atrapalhavam o trajeto de um ou outro, mas nada que fizesse tanta diferença na corrida. Kenjiro ja estava exausto, ele sentia que em alguns momentos se por ventura acabasse descuidando de seu Chakra, o Bunshin poderia ser desfeito, então além de focar na corrida, ele deveria canalizar o Chakra bem o suficiente para manter o Clone, a corrida continuou, em alguns locais da vila eles eram obrigados a saltar pelas casas, pois no chão estava muito movimentado, becos sem saídas e várias outras coisas. Depois de algumas horas correndo eles perceberam que o trajeto ja estava no final, ja avistava sua casa no horizonte, Kenjiro se esforçou mais um pouco para ficar à frente do Clone, mas não adiantava, suas velocidades e esforços combinavam sempre, até que chegaram na reta final, pularam o muro da casa, e logo quando um olhou para o outro perceberam que teve um empate, aquilo era quase que óbvio, os dois possuíam a mesma velocidade, com um sorriso no rosto Kenjiro desfez o Bunshin, suas vestes estavam repletas de suor, mas acabou por ser um bom treinamento, ele sentia que estava renovado, entrou para sua casa, deixou suas roupas em um lugar para lavar posteriormente e em seguida se preparou para descansar, amanhã era um novo dia.
O sol bateu no rosto do Shinobi, estava amanhecendo em Kumo, o clima de primavera pairava sob o ar naquela manhã, ele acordou, colocou suas vestes casuais, tomou seu café e saiu para as ruas da vila, precisava ir a feira comprar alguns alimentos para o dia a dia, enquanto passava por uma viela notou algo estranho, alguns homens mais velhos estavam se divertindo, mas o que lhe chamou atenção foi o motivo da diversão, eles estavam jogando xadrez, Kenjiro se perguntava como aquelas pessoas conseguiam se divertir tanto com um jogo tão fútil, ele continuou seu caminho para a feira, logo ao chegar comprou tudo que precisava, por incrível coube tudo em apenas uma sacola e assim voltou pelo mesmo caminho, quando passou novamente no local onde os homens se encontravam, ouviu alguém o chamando.

— Ei garoto! Vem aqui! Acha que consegue ganhar ? — Questionava o homem sorrindo para Kenjiro.

O jovem se aproximou calmamente daquelas pessoas, quando chegou perto notou que havia duas mesas de xadrez, uma estava ocupada e a outra  mesa se encontrava apenas uma pessoa, era o homem que acabara de lhe chamar para jogar, Kenjiro não aceitava uma derrota, então rapidamente aceitou o desafio, ele sentou-se em um pequeno banco de concreto que estava junto a mesa, nunca tinha jogado em sua vida aquele tipo de jogo, mesmo com um tabuleiro em casa. O homem começou a falar sobre as regras, funcionamento do jogo, xeque-mate, como as pessoas se movimentavam, Kenjiro tentou prestar atenção em absolutamente tudo, eram muitas coisas para se concentrar, mas enfim, ele queria jogar. Depois de alguns minutos de explicação, a partida começa, o homem mostrava-se experiente naquilo, todos seus movimentos eram rápidos, enquanto o garoto pensava alguns instantes antes de realizar suas jogadas, a partida continuou em andamento, por incrível que pareça, não durou mais que seis rodadas, quando Kenjiro percebeu ja havia perdido, seu rei estava ameaçado por duas peças. Aquilo era inconformante, ele não aceitava perder de forma alguma.

— Quero outra... — Com um sorriso irônico, falava para o homem.

Este reorganizou as peças, e novamente outra partida começou, Kenjiro não iria deixar ele realizar a mesma estratégia, ele lembrava dos seis movimentos que o homem tinha feito, dessa vez foi horrível, em apenas 4 turnos o homem novamente aplicou um xeque-mate no garoto, com uma risada ele se levantou e zombou do jovem. Foi uma sensação péssima, ele não acreditava que havia perdido, aquilo era inaceitável. O ninja se despediu dos homens e voltou para a casa, ele estava desabado por dentro, perder era algo que não estava no seu vocabulário. Logo quando chegou em casa, largou suas comprar e lembrou de sua mesa de xadrez que havia ganhado à muito tempo atras, ele foi em busca da mesma, lá estava ela, no mesmo local onde tinha largado e nunca mais pego, o tabuleiro estava empoeirado, as peças guardadas em um pequeno saco mofado, ele as limpou e em seguida tirou o pó do tabuleiro. Arrumou uma bancada em sua sala para colocar as peças e tudo, o jovem sabia que só iria descansar quando ganhasse daquele homem, foi naquele dia que seu treinamento começou. Toda sua folga como Shinobi ele acabou por apenas treinar jogadas, prever movimentos, como movimentar as peças, foram alguns dias assim, e sempre quando podia passava em alguns locais, por exemplo as praças da Vila onde sempre havia alguém praticando. Isso durou vários dias, ele só pensava no homem que havia o humilhado.
Aquilo tudo era estranho, ele notou que seu raciocínio com o tempo começou a ficar mais rápido, pensava em coisas lógicas com um espaço de tempo menor do que antes, isso o ajudou em várias questões, até mesmo em suas missões, em alguns treinamentos com o tabuleiro ele até mesmo tentava canalizar seu Chakra em sua mente e pensamentos para tentar expandir a capacidade de sua memória em jogadas. Alguns meses de treinamento e foco se passaram, até que Kenjiro sentiu que estava pronto para jogar novamente com aquele homem, ele ja tinha em sua mente vários tipos de estratégias e jogadas, estava considerando um ás no xadrez, foi então que resolveu se dirigir novamente para aquele grupo de pessoas que jogavam Xadrez. Logo ao chegar ja notou a presença do cara que tinha humilhado o jovem no passado, ele apontou o dedo para o homem e totalmente confiante bradou.

— Lembra de mim? Eu quero minha revanche! —

O homem soltou gargalhadas e aceitou, os outros pararam de jogar e todos foram ver o duelo entre eles, Kenjiro sentou, respirou fundo e começou a ficar concentrado no jogo, novamente o homem realizava movimentos rápidos, certamente seria para tentar confundir o jovem, Kenjiro ja tinha em mente a estratégia que iria realizar, aquilo era incrível, talvez por ter treinado tanto, sua memória estava ótima, ele lembrava até mesmo de jogadas desnecessárias naquele momento, foi então que com alguns movimentos de seu adversário, ele logo percebeu a estratégia que ele estava tentando realizar, era um jogada que ja havia pensando antes, sabendo da forma que o homem iria movimentar suas peças, Kenjiro começou a posicionar as suas para um contra-ataque certeiro, onde neste haveria um xeque-mate, rodadas depois o homem deu um sorriso e movimentou seu cavalo, ele não esperava que a torre do jovem estava aberta o suficiente para dar um xeque em seu rei, assim o homem não conseguia mais movimentar novamente o cavalo e ao tentar se defender com um peão, Kenjiro movimentou seu bispo.

— Xeque-mate! —

Aquilo o encheu de orgulho, ele conseguiu realizar o que vinha pensando à muitas semanas, parecia ser exagerado a forma como ele encarou tudo, excesso de competitividade, mas o garoto era assim, não havia como mudar sua natureza, o mais incrível é que ele notava claramente a evolução mental que ocorreu naquele espaço de tempo, sua memória estava perfeita, ele sentia que conseguiria aprender muito mais coisas...

Info:
Considerações:
Objetivo: +100(+100 Mês do UP) Status - Qualidade: Mente Implacável (1)
Palavras: 1729
Vestimentas: Traje esportivo com calças de moletom, sapatos de corrida e camisa azul / Trajes casuais, camisa branca simples, calças que vão até as sandálias.
Velocidade usada: 01 (6 m/s)
Força usada: ~
Mente Implacável:
Mente Implacável (1)
Tipo: Treinável
Descrição: Algumas pessoas conseguem treinar a mente para absorver e fixar uma maior quantia de conhecimento e processos, expandindo seus limites.
Bonificação: Permite mais dez jutsus* no limite de técnicas da ficha.

*Abrange apenas jutsus de rank-E a rank-A.
Qualidades e Buffs:
Grande Controle de Chakra
Tipo: Inato.
Descrição: Alguns personagens demonstram uma capacidade inata de gerar o chakra sem gastá-lo exageradamente, eles apresentam isto desde a academia e muitos associam isto a inteligência de uma pessoa, mas não tem, necessariamente, uma ligação.
Bonificações¹: Redução de todos os consumos de Chakra em 25%; arredonda-se em números quebrados para o maior valor.
-
Habilidade em Ninjutsu
Tipo: Inato.
Descrição: Diversos personagens apresentam desde o começo de suas atividades shinobis uma enorme facilidade em um determinado estilo, estes por sua vez aprendem com mais facilidade e também desenvolvem seus poderes mais rapidamente.
Bonificações: Acréscimo de 1 Ponto em Ninjutsu & redução de dez pontos de chakra em qualquer ninjutsu que utilize chakra puro (exclui-se então elementais).
-
Excelente Senso de Direção
Tipo: Inato.
Descrição: Quando estão a deriva do mundo, alguns personagens demonstram uma capacidade inata de achar todos os caminhos por diversos motivos como direção do vento e outros.
Bonificações: Permite encontrar qualquer localidade com facilidade.
Jutsus Usados:

[Filler] Corpo e Mente Kage_Bunshin_no_Jutsu
Kage Bunshin no Jutsu
Rank: B
Requerimentos: —
Descrição: Este jutsu permite ao usuário criar uma ou mais cópias de si mesmo. O chakra do usuário é dividido entre si e seus clones: criar um clone dará metade do chakra do usuário, criar dois clones dará a cada um um terço do chakra do usuário e assim por diante. Dependendo de quanto chakra o usuário possui e quantos clones ele faz, esse rápido esgotamento de suas reservas pode ser perigoso. Por causa disso, geralmente apenas aqueles de pelo menos nível jōnin podem usar com segurança a técnica padrão Kage Bunshin. Tajū Kage Bunshin no Jutsu - que cria centenas de clones para as dezenas da versão padrão - é insegura a ponto de ser proibida. Naruto Uzumaki é uma exceção a essa regra; porque ele tem acesso ao chakra do Nove-Caudas, ele pode criar centenas de clones sem se preocupar. Ao contrário do Bunshin no Jutsu, os clones das sombras são fisicamente reais. Eles possuem as mesmas roupas, danos e transformações que o usuário no momento de sua criação. A maioria das ferramentas e armas são copiadas quando os clones de sombra são criados, mas a tecnologia complicada não será duplicada. Por serem visualmente idênticos e possuírem o mesmo chakra que o usuário, os clones das sombras são indistinguíveis de seu original, nem mesmo por dōjutsu; Madara Uchiha pode identificar clones das sombras usando seu Rinnegan.
Jutsus Preparados:
Bolsa de Armas
Peso: 20 / 20:
- Kunai (07) -
- Shuriken (05) -
- Fios (25m) -
- Kibaku Fuda (12) -

_______________________

-
Takane
Juusandaime Tsuchikage
Takane
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] Corpo e Mente 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68749-ficha-takane-guang?highlight=Takane+Guang#513285 https://www.narutorpgakatsuki.net/t68767-m-f-takane-guang

Re: [Filler] Corpo e Mente - em Qua 1 Abr - 0:07

@

_______________________

[Filler] Corpo e Mente 7fb70ec165bedcc9bea788123a67dfad
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
-


  
 
Ir para Primeira Mensagem

Layout desenvolvido por Akeido, Dorian e Naru
Naruto RPG Akatsuki (2010 - 2020)
Hospedado por Criar um fórum grátis - FORUMEIROS.com
.