>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Verão

Aelthas
Chūnin
Aelthas
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Hiroshi Yotsuba 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t71246-f-p-hiroshi-yotsuba https://www.narutorpgakatsuki.net/t71278-g-f-hiroshi-yotsuba

[Fillers] Hiroshi Yotsuba - em 28/3/2020, 22:02


HP: ❲ 275 • 275 ❳CH: ❲  275 • 275 ❳ST: ❲ 00 • 05 ❳


Estava caminhando fazia muito tempo, já não mais imaginava que horas seriam, mas a minha barriga já estava dando sinais de fome. Mesmo com a visão do Byakugan não conseguia ver nada que pudesse me alimentar e meus suprimentos tinham acabado ontem à noite. Não adiantou nada economizar. Chutei uma pedra frustrado com a situação.

Peguei a minha moeda de ouro e a joguei para o ar caindo a seguir na palma da minha mão. Cara eu vou para o Sul, Coroa vou para o Leste. Já não faria muita diferença para onde fosse se não tivesse comida. Coroa impôs a sua vontade. E para o Leste eu comecei a caminhar. Mais horas se passaram até eu começar a perceber uma leve transformação do terreno das montanhas de pedra, terra batida e quase sem flora para um mar de grama e uma cadeia de montanhas esverdeadas e úmidas. Vislumbrei aquela cena linda e que pouco conhecia, era um lugar totalmente novo. Contudo, mesmo com todo aquele verde não achava comida mesmo usando toda a extensão da minha visão.

“O que adianta ter toda essa beleza e ser infrutífera!” pensei comigo com raiva. “Vamos tem que ter comida em algum lugar!” gritei em alto. E todo aquele horizonte nem se compadeceu de meu pedido, nem uma só árvore ou planta era comestível.

“Não vou me dar por vencido, não ainda!” dizia em voz alta para manter a moral. Mas confesso para vocês que o medo estava começando a brotar dentro de mim. Talvez não sobrevivesse desta vez. As mortes dos meus pais foram em vão. Eles se sacrificaram para eu viver doze anos, e no túmulo colocar o ninja que morreu de fome. Tal ideia me fez rir com a situação. Cada passo estava ficando pesado, aliás, todo meu corpo estava pesado, o meu peito estava ainda mais pesado que o resto. Meus olhos estavam pesados e estava cansado e começando a ficar com sono.

Passaram horas ou eram minutos, não fazia ideia, meu andar estava aos tropeços e caí caído umas duas vezes. O terreno estava mais fechado. Tinha a impressão que as árvores não estavam querendo que eu prosseguisse com o rumo que eu estava tomando e se colocavam a minha frente de propósito.

“Saiam da frente árvores, minha moeda de ouro decidiu que eu iria para o Leste! E vou seguir por esse caminho!” falava baixo com as poucas forças que me restavam. Porém, elas não estavam nem ligando para o que eu estava fazendo ou falando, as anciãs da terra continuaram se impondo ao meu avanço. Agora ainda mais, pois parecem que abaixaram os seus braços fortes e o mais finos para fechar o caminho, pareciam que uma estava dando a mão para a outra, a fim de me deter.

“O que vocês querem para me deixar passar?” Falei alto. E com este esforço caí de joelho e caí de cara no chão comendo um pouco de terra antes dos meus olhos ficarem tão pesados que não conseguisse mais controlá-los. Uma piscada mais longa, a segunda mais longa ainda, a terceira eu tentei abri-los novamente, mas a força tinha me escapado. Fechei os olhos e vi a escuridão cara a cara. Comecei a não sentir mais o cansaço, a fome, e fui perdendo os sentidos até todos se apagarem.

“Onde estou?” falei olhando para a tremenda escuridão que estava ao meu redor, o que, por fim, não via nada. “Tem alguém aí?” falei ainda mais alto. A única coisa que aconteceu foi que além da escuridão a minha voz ecoava pelo nada. E nenhuma resposta vinha de lugar nenhum. “Assim que é a morte?” perguntei para o além. “Foi isso que os meus pais sentiram?” continuei.

“Estas não são as respostas que você veio buscar! Não é mesmo Hiroshi-kun.” Dizia uma voz masculina e bem profunda, que, aliás, ecoou pela escuridão. “Como eu saio daqui?” perguntei impaciente ainda olhando a escuridão.

“Olhe ao seu redor garoto, veja a saída. Ou nem mesmo um dos Grandes Doujutsus consegue ver uma saída disso aqui... Você deve enxergar menos do que um cego” dizia a voz masculina. “Onde está à saída Hiroshi?”.

“Não sei!” dizia resignado. Meus olhos começaram a formar rios de lágrimas.

“Agora começa a entender não é mesmo. Feche os olhos e você verá!” dizia a profunda voz. E segui o conselho da voz masculina ao fechar os meus olhos. Ainda tudo estava escuro e mais lágrimas surgiam. A dor no peito ainda estava presente.

“Agora abra os seus olhos!” comandou a voz.

Ao abrir os meus olhos percebi que estava deitado ao lado do tronco de uma enorme árvore. E vinha luz do Sol por entre as folhagens, o céu estava azul e sem nuvens. Passei a mão no rosto para apagar o fluxo do rio que estava sobre a minha pele.

“Aceite o que aconteceu e saia do seu luto, Yotsuba Hiroshi!” dizia a voz masculina que ao me virar para ela vi o autor da profunda voz. Uma esperança era ver o meu pai, mas ao invés disso, vi o meu tutor Erik. “Na vida em que vivemos temos que aceitar a morte. Aliás, a morte é só mais uma aventura a ser vivida. Não permita viver uma vida de luto, aproveite os momentos que passou com as pessoas, ou os sacrifícios que no caso os seus pais fizeram e deixe que eles partam”. Dizia Erik ainda com uma voz profunda.

 Levantei o meu tronco e vi um rio que passava próximo à enorme árvore. A cena era linda e imaginei que poderia compartilhar a vista com os meus pais. Uma imagem espectral apareceu dos dois sorrindo para mim à luz do Sol. Uma imagem a se guardar até o fim dos meus dias.

“Eles fazem parte das suas raízes, sua estrutura e aceitaram esse fato! Você é esta árvore Hiroshi-kun. Persistente e forte, bem viva e profunda” falava o meu tutor.  E enquanto ele falava a árvore florescia para, de repente, das flores brotaram grandes frutos em toda a árvore. E dos grandes frutos da árvore comecei a ver cenas passando em cada uma delas. Coisas que eu ainda nem tinha passado. Em um me via mais velho com uma mulher e crianças pulando em mim, felizes. Em outro me via sozinho liberando grandes poderes com um chakra negro. Outro via meu túmulo junto aos dos meus pais. E tinha tantos frutos com diferentes circunstancias que não conseguia contar.

“Para de olhar o seu passado garoto!” falava apontando para as raízes. “E olhe para qual futuro você pretende seguir, esse é o mais importante”. Ao entender o que o Erik de voz profunda queria me dizer o peso em meu peito começou a sumir e uma alegria começou a brotar no lugar de tamanha tristeza. Fechei os olhos novamente.

 Meus olhos estavam pesados e mais lágrimas escapavam deles.

“Hiroshi... Hiroshi... Hiroshi!!!! Acorda garoto!” aquela voz mais conhecida e bem menos profunda. Senti meu corpo sendo chacoalhado.

 Então abri os meus pesados olhos e vi meu quarto e Erik me balançado. E ao focar nele percebi que estava com um chapéu pontudo.

“Feliz aniversário, Hiroshi-kun!” falava alto junto com uma voz feminina que eu amava ouvir, Ayako. “Treze anos, hein!” o meu tutor dizia todo feliz.

Num salto pulei no pescoço dos dois, feliz da vida. Erik tinha me dado um presente que nem ele mesmo tinha noção. Depois, claro, vieram mais presentes e uma festa. Mas essa história vai ficar para outra hora.


Contagem: 1.250 palavras
Recompensa: 100 de status - 2x mês do up

Clã Hyuuga:

Byakugan
Requerimentos: Ser Hyuuga.
Descrição: O Byakugan (白眼; Literalmente significa "branco do olho") é o dōjutsu kekkei genkai do clã Hyuga. É um dos Três Grandes Dōjutsu (大三 瞳 术, Daisan Dōjutsu), juntamente com o Sharingan e o Rinnegan. Aqueles que herdam o sangue deste clã quase inexpressivo, tem olhos brancos. Quando o Byakugan é ativado, as pupilas do usuário se tornam mais distintas, e as veias se elevam perto dos olhos. Parece também que ao contrário dos outros dois grandes dōjutsu, todos os membros do clã possuem e podem usar a kekkei genkai desde o nascimento, em oposição à necessidade de despertar ou mais, não herdá-lo em tudo.

As Habilidades do Byakugan deixa-o muito cobiçado por outras aldeias, como evidenciado por Kumogakure que tentou roubá-lo, um evento que levou até o que é conhecido como a "Questão dos Hyūga". Ao de Kirigakure foi capaz de obter um único Byakugan de um Hyūga que ele derrotou, e utiliza grandes forças para protegê-lo. Ao mesmo tempo, Danzō Shimura tentou igualmente recuperar ou destruí-lo. Ao contrário de um Sharingan transplantado, um Byakugan transplantado pode ser ativado e desativado a vontade.

Jūken
Requerimentos: Ser Hyuuga.
Descrição: O Punho Gentil (柔拳, Jūken) ou Arte do Punho Suave (柔拳法, Jūkenpō) é uma forma de combate à palma da mão usado por membros do Clã Hyūga. Ele provoca danos internos através do ataque ao Sistema de Circulação de Chakra do corpo, posteriormente, ferindo os órgãos que estão intimamente ligados com a área da rede que tenha sido atingido. Para fazer isso, o usuário cirurgicamente injeta certa quantidade de seu próprio chakra no oponente via sistema de chakra, causando danos aos órgãos adjacentes, devido à sua proximidade com o sistema circulatório de chakra. Mesmo o menor toque pode causar danos internos graves, daí o nome do punho "suave". Fechando o tenketsu, o usuário do punho suave pode controlar o fluxo de chakra, criando uma confusão na rede de chakra do adversário. Esses pontos especiais, 361 no total, são interceptações na rede circulatória do chakra, assim, pode-se, à força, abri-los ou fechá-los da maneira que o usuário do Punho Suave quiser, assim, é uma poderosa opção tática para ter. O usuário pode aumentar o fluxo de chakra no corpo do oponente, ou interrompê-lo por completo, impedindo-os de usar técnicas, como visto na luta de Neji com Hinata durante os Exames Chūnin, e durante seu combate com Kidōmaru. Neji Hyūga observou que qualquer substância feita de chakra pode ser destruída por esta técnica. Como visto em sua luta com Kidōmaru, é feito por vazamento de chakra a partir das aberturas de chakra nas mãos e moldando-o em uma forma de agulha para cortar através do chakra. No entanto não se sabe se esta técnica pode ser feito por qualquer usuário Punho Suave ou apenas aqueles que podem ver o tenketsu. Como o sistema de circulação do chakra é invisível a olho nu, o Byakugan é necessário para este estilo ser utilizado de forma eficaz. Desde que o Byakugan é exclusivo para o Clã Hyūga, ele se tornou o seu estilo de assinatura de combate. A capacidade de infligir traumas internos é grave, com força externa mínima, combinada com a manipulação da rede de chakra, faz com que o Punho Suave seja o estilo de Taijutsu mais respeitável e temível conhecido em Konohagakure. Em contraste com isto, a técnica também pode ser usada para fins complementares, tais como ajudar companheiros no campo de batalha. Isso foi exibido por Hinata durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi, quando ela usou a técnica para corrigir a articulação do ombro deslocado de Naruto.

armas:


  • 5 Kunais (5)
  • 5 Shurikens (5)
  • 10 Senbons (5)
  • 5m de Fios (1)
  • 8 Kibaku Fuda (2)
  • 2 Kemuridama (2)



_______________________

-
Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Hiroshi Yotsuba 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70499-f-p-squall-sarutobi#532365 https://www.narutorpgakatsuki.net/t69839p30-gestao-de-ficha-squall-saruhatake

Re: [Fillers] Hiroshi Yotsuba - em 29/3/2020, 11:27

@
-
Aelthas
Chūnin
Aelthas
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Hiroshi Yotsuba 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t71246-f-p-hiroshi-yotsuba https://www.narutorpgakatsuki.net/t71278-g-f-hiroshi-yotsuba

Re: [Fillers] Hiroshi Yotsuba - em 2/5/2020, 23:42

@Aelthas escreveu:
HP: ❲ 625 • 625 ❳CH: ❲  825 • 825 ❳ST: ❲ 00 • 05 ❳


O Despertar

Erik, meu tutor, me levantou para um passeio num local chamado de Os Cinco Picos Antigos de Rozan que fica alguns quilômetros de distancia ao Sul da Vila Oculta da Pedra. Naquela época eu estava com seis anos recém-completados e o passeio a esses picos era uma comemoração do meu aniversário. Nós fomos preparados para acampar e curtir um momento nosso já que o Erik quase não saia por causa das suas obrigações como shinobi.

Conforme curtíamos o passeio ele me mostrava às formas básicas de sobrevivência no ambiente e clima do País da Terra. Só que como eu cresci em Iwagakure no Sato meu corpo estava mais acostumado com o clima do que o Erik, desta forma, ele precisava se hidratar mais vezes do que eu durante todo o percurso. O caminho não mudava muito, com montanhas e montes de pedra, terreno arenoso e pouca flora. Tivemos que ultrapassar penhascos, caminhar em trilhas bem complicadas na montanha e passar por umas duas ou três pontes bem compridas. Nas pontes eu confesso que morri de medo, pois as pontes balançavam conforme você andava e era impossível ver o fundo do penhasco que estávamos atravessando.

Levamos quatro dias para chegar aos arredores dos Cinco Picos Antigos de Rozan. Os cinco picos eram enormes e se destacavam na cadeia de montanhas da região. Mas ao contrário das demais regiões ela era mais úmida, uma região com muitas cachoeiras e uma flora mais expansiva, consequentemente um fauna mais presente também, o que exigia mais cuidados.

- Nossa Erik, como os cinco picos é lindo! Muito diferente dos outros lugares de Iwa. – Dizia estupefato pela beleza do lugar.

- Você ainda não viu nada, garoto! Onde pretendo te levar é quase no topo daquele pico. Lá tem uma enorme cachoeira, com águas límpidas que formam um enorme lago e tem uma pedra que forma um ótimo mirante para apreciar a vista lá de cima. – Dizia todo animado.

- Só quero ver se é tudo isso! – Respondia tentando irritá-lo. Mas ele só riu e continuamos a caminhada.

Neste ponto do trajeto ele sempre ativava o seu Byakugan para ver como estava o caminho a cima e ao redor. Ele era muito cuidadoso comigo, por causa da nossa história e de como fomos parar em Iwa. E desde o ano anterior ele começou a me treinar para usar os jutsus básicos e a base dos movimentos do estilo Jyuken para a minha própria defesa.
Levamos mais meio dia para ultrapassarmos montes, elevados de pedra, escalamos uma boa parte do caminho e foi um pequeno treinamento para usar a técnica básica para nos segurarmos em paredes. Eu escorreguei várias vezes para irritação do meu tutor, que por fim, decidiu me colocar em suas costas para terminarmos o trajeto. Depois de todo o nosso esforço, nós finalmente chegamos ao platô que ele tinha falado e estava começando a anoitecer, então vimos o por do Sol no mirante que o Erik tinha falado.

Ficamos vários minutos sentados observando o por do Sol e o meu cansaço foi cobrando o seu preço e quando finalmente o dia escureceu, e eu tinha dormido no ombro do meu tutor. No dia seguinte eu acordei, bem vesgo de sono, mas a minha visão estava bem embaçada e se mexia muito. E às vezes eu via a tenda que o Erik tinha feito durante a noite e no momento seguinte eu via uma parede a minha frente.

- AAAAAHHHHHHHHHH!!!! – Gritava por não conseguir controlar o que estava vendo, e assim, eu não conseguia me levantar. Toda vez que eu tentava eu caia para o lado. – Erik me ajuda! Não estou conseguindo ver nada e ao mesmo tempo ver tudo! – Continuava gritando para o meu protetor.

- Calma Hiroshi! Eu estou aqui. – Falava abrindo a porta de lona. – Qual foi o probleeemm.... – Ele não terminou de falar. Mas quando virei a minha cabeça para ele. Eu via a cara de espanto e depois via um monte de correntes pelo corpo dele com pequenos pontos. No momento seguinte estava vendo a montanha atrás dele. Então resolvi fechar os olhos e passei as mãos nos olhos. Foi quando eu senti as veias ao redor dos olhos bem dilatados. Foi aí que eu percebi o que estava acontecendo.

- Eu ativei o Byakugan, Erik!!! – Dizia pulando todo feliz e vendo um monte de coisa ao mesmo tempo. E aquilo me enjoou muito. Saí da tenda rapidamente e vomitei. Erik foi lá me socorrer e falou para eu ficar na tenda mais um pouco e com os olhos fechados para não sujar tudo lá dentro. Ele foi preparar o café da manhã para depois levar para a tenda. Tivemos nosso café da manhã tranquilo, mas eu ainda com os olhos fechados. Até que eu queria que parasse com aquilo tudo e sem querer eu desativei o Byakugan.

- Você conseguiu desativar o doujutsu, Hiroshi. Pode abrir os olhos. – Disse tranquilo. E assim, terminamos no café.

- Caramba, eu via tudo e mais um pouco e quando você apareceu eu via minhocas azuis com pontos dentro de você. Via-te e depois via a montanha atrás de você. E tudo junto e misturado. – Dizia sem respirar direito passando toda a minha sensação de quem estava bem confuso.

- Calma garoto, vou te ajudar a controlar o Byakugan. Tenho muitas coisas para te ensinar sobre ele. – Dizia com um sorriso idiota na cara, pois ele não estava esperando que eu fosse despertar o doujutsu tão cedo. – Mas antes vamos lá fora para você ver a beleza do lugar em que estamos. – Finalizou levantando a porta de lona para eu sair.

Quando cheguei lá fora o lugar é realmente lindo. Um pequeno pedaço do paraíso no País da Terra. Cadeia de montanha ao nosso redor, com muito verde e azul no horizonte e podia ver várias cachoeiras deslizando pelas montanhas. E no platô em que estávamos tinha uma larga cachoeira e um lago azul e ao chegar perto vi que a água era cristalina. E ao querer ver mais detalhes forcei o meu olhar para dentro da água, foi quando o meu Byakugan ativou de novo. E tentei controlar desta vez, respirei para me acalmar, me virei para a cadeia de montanhas e detectei quatro pontos brilhantes a uns duzentos metros.

- Erik, estou vendo quatro pontos a uma distancia daqui! – Gritei para ele. E ao me ouvir ele ativou o seu doujutsu.

- Hiroshi, pega as suas coisas, precisamos nos esconder! – Disse com tom de urgência.

Continua...




Contagem: 1.087 palavras
Recompensa: 100 de status

Clã Hyuuga:

Byakugan
Requerimentos: Ser Hyuuga.
Descrição: O Byakugan (白眼; Literalmente significa "branco do olho") é o dōjutsu kekkei genkai do clã Hyuga. É um dos Três Grandes Dōjutsu (大三 瞳 术, Daisan Dōjutsu), juntamente com o Sharingan e o Rinnegan. Aqueles que herdam o sangue deste clã quase inexpressivo, tem olhos brancos. Quando o Byakugan é ativado, as pupilas do usuário se tornam mais distintas, e as veias se elevam perto dos olhos. Parece também que ao contrário dos outros dois grandes dōjutsu, todos os membros do clã possuem e podem usar a kekkei genkai desde o nascimento, em oposição à necessidade de despertar ou mais, não herdá-lo em tudo.

As Habilidades do Byakugan deixa-o muito cobiçado por outras aldeias, como evidenciado por Kumogakure que tentou roubá-lo, um evento que levou até o que é conhecido como a "Questão dos Hyūga". Ao de Kirigakure foi capaz de obter um único Byakugan de um Hyūga que ele derrotou, e utiliza grandes forças para protegê-lo. Ao mesmo tempo, Danzō Shimura tentou igualmente recuperar ou destruí-lo. Ao contrário de um Sharingan transplantado, um Byakugan transplantado pode ser ativado e desativado a vontade.

Jūken
Requerimentos: Ser Hyuuga.
Descrição: O Punho Gentil (柔拳, Jūken) ou Arte do Punho Suave (柔拳法, Jūkenpō) é uma forma de combate à palma da mão usado por membros do Clã Hyūga. Ele provoca danos internos através do ataque ao Sistema de Circulação de Chakra do corpo, posteriormente, ferindo os órgãos que estão intimamente ligados com a área da rede que tenha sido atingido. Para fazer isso, o usuário cirurgicamente injeta certa quantidade de seu próprio chakra no oponente via sistema de chakra, causando danos aos órgãos adjacentes, devido à sua proximidade com o sistema circulatório de chakra. Mesmo o menor toque pode causar danos internos graves, daí o nome do punho "suave". Fechando o tenketsu, o usuário do punho suave pode controlar o fluxo de chakra, criando uma confusão na rede de chakra do adversário. Esses pontos especiais, 361 no total, são interceptações na rede circulatória do chakra, assim, pode-se, à força, abri-los ou fechá-los da maneira que o usuário do Punho Suave quiser, assim, é uma poderosa opção tática para ter. O usuário pode aumentar o fluxo de chakra no corpo do oponente, ou interrompê-lo por completo, impedindo-os de usar técnicas, como visto na luta de Neji com Hinata durante os Exames Chūnin, e durante seu combate com Kidōmaru. Neji Hyūga observou que qualquer substância feita de chakra pode ser destruída por esta técnica. Como visto em sua luta com Kidōmaru, é feito por vazamento de chakra a partir das aberturas de chakra nas mãos e moldando-o em uma forma de agulha para cortar através do chakra. No entanto não se sabe se esta técnica pode ser feito por qualquer usuário Punho Suave ou apenas aqueles que podem ver o tenketsu. Como o sistema de circulação do chakra é invisível a olho nu, o Byakugan é necessário para este estilo ser utilizado de forma eficaz. Desde que o Byakugan é exclusivo para o Clã Hyūga, ele se tornou o seu estilo de assinatura de combate. A capacidade de infligir traumas internos é grave, com força externa mínima, combinada com a manipulação da rede de chakra, faz com que o Punho Suave seja o estilo de Taijutsu mais respeitável e temível conhecido em Konohagakure. Em contraste com isto, a técnica também pode ser usada para fins complementares, tais como ajudar companheiros no campo de batalha. Isso foi exibido por Hinata durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi, quando ela usou a técnica para corrigir a articulação do ombro deslocado de Naruto.


_______________________

-
Takane
Jōnin
Takane
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Hiroshi Yotsuba 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68749-ficha-takane-guang?highlight=Takane+Guang#513285 https://www.narutorpgakatsuki.net/t68767-m-f-takane-guang

Re: [Fillers] Hiroshi Yotsuba - em 3/5/2020, 14:17

@

_______________________

[Fillers] Hiroshi Yotsuba Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Fillers] Hiroshi Yotsuba -

-


Edição de Natal por Loola e Senko.