>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Verão

Note
Chūnin
Note
Vilarejo Atual

[One Post] Missões rank D de Kurime - em 26/3/2020, 18:02

— Aqui ocorrera todas as missões one post de Kurime Jantari —

_______________________

-
Note
Chūnin
Note
Vilarejo Atual

Re: [One Post] Missões rank D de Kurime - em 26/3/2020, 18:08

Balance
HP: ❲ 200 • 200 ❳ CH: ❲ 200 • 200 ❳ ST: ❲ 03 • 03 ❳

Missão:
Floricultura da Vila
Descrição: A garota que cuida da floricultura agora é uma Kunoichi (ninja) médica muito atarefada, sua missão é cuidar da Floricultura enquanto ela está fora! Se tem alergias a flores, use uma máscara!

Alguns dias haviam se passado desde que recebeu sua bandana e se tornou uma kunoichi da pedra. ”Estranho que ainda não fui colocada em um time, só queria conhecer pessoas novas”, concluía enquanto saia de casa com um pergaminho de missão em mãos. Por conta de sua memória que vivia lhe pregando peças fazia com que a jovem lesse o pergaminho enquanto caminhava em direção ao centro da vila. ”Muito bem, muito bem, a floricultura é no…” a jovem parava para pensar onde era a floricultura, ela sabia que ficava no centro da vila, mas não sabia com exatidão em que lugar.

Ela balançava a cabeça sem se chatear com isso e seguia para onde sabia que estaria o lugar, mesmo sem saber precisamente. Uma vez lá no centro da vila ela procuraria a primeira pessoa com alguma flor em mãos e se dirigiria a palavra — com licença senhora, você sabe onde fica a floricultura… estou meio perdida — soltava um sorriso descontraído para dar mais leveza a conversa. A senhora muito simpática acompanhava a jovem até a floricultura, na porta do estabelecimento ela agradecia a gentileza — muito obrigado senhora, espero poder repor o favor um dia.

Uma vez ali dentro ela procuraria pela caixa e ali mesmo perguntaria mostrando o pergaminho a moça — bom dia, tenho uma missão para ajudar aqui na loja hoje. A caixa feliz da vida pegava uma mochila e seguia para a saída, dizendo para a kunoichi — os afazeres estão em um papel grudado no balcão, boa sorte jovem.

Kuri perdida e sem muita segurança procurava pelo papel, assim que o encontrava lia a primeira tarefa de duas — regar as plantas da estufa — seguia para o centro da loja olhando para seus arredores, ”onde está o regador, como eu vou achar isso?, pensava um pouco triste sabendo que teria que constantemente se lembrar que tinha outra tarefa para se fazer. Após muito procurar e gastar sua mente para se lembrar que ainda havia outra tarefa, Kuri desistia e pegava um copo de água qualquer e começava a regar as plantas, foi algo mais demorado que deveria, mas a tarefa estava feita.

Com sua pernas cansadas ela se sentava atrás do caixa, com os braços apoiados no balcão. Bufava para e olhava para aquele lugar por um momento percebendo as diferentes cores, aromas e formas. Tinham pétalas mais finas, outras mais grossas, algumas eram até mesmo ásperas ou cheias de pelinhos. Por mais que pertencessem a um grupo, cada flor era única, ”queria ver minhas particularidades”.

Depois de se encantar com a flores ela percebia um papel grudado no balcão — putz, é mesmo, as tarefas — a jovem se aproximava para ler a segunda tarefa e percebia que já estava desempenhando ela, nada mais era do que ser caixa. Nenhum cliente aparecia naquele dia, assim o dia se passava até que as seis da tarde a moça chegava vendo Kuri sentada no balcão.

A kunoichi recebia a dona do estabelecimento — bem-vinda de volta — Kuri saia de detrás do balcão e esperava pela sua liberação que era concedida logo em seguida junto de um visto de missão completa em seu pergaminho da missão. — Minha primeira missão e foi concluída, que legal — dizia para a dona do estabelecimento, se retiraria logo em seguida para a casa de seus pais para contar sobre sua nova conquista.

Obs:
> 1 missão rank D
Words: -- + Vestimenta

_______________________

-
Note
Chūnin
Note
Vilarejo Atual

Re: [One Post] Missões rank D de Kurime - em 26/3/2020, 19:12

Balance
HP: ❲ 200 • 200 ❳ CH: ❲ 200 • 200 ❳ ST: ❲ 03 • 03 ❳

Missão:
Flor Púrpura
Descrição: O Esquadrão Médico de sua vila está desenvolvendo um novo remédio e precisa de uma flor rara só encontrada em uma montanha muito distante, sua missão é ir buscar essa flor para que a produção do novo medicamento seja iniciada.


A conversa com seus pais sobre sua primeira missão ia até tarde da noite, os bocejos mais frequentes de Kuri demonstravam isso. Os pais da menina a aconselharam a ir dormir e assim a garota seguia para seu quarto. Com seu pijama já trajado ela ia deitar na cama, sua barriga roncava ”nossa, é verdade, eu não comi nada o dia todo”. Seu corpo fraco era a clara demonstração do feito, se levantava da sua posição perfeita para dormir e seguia para a cozinha pegar algo para comer. Após comer um sanduíche recheado com um patê de pepino e um belo copo de suco de melão fazia seu estômago ficar cheio. Sua respiração pesada deixava seu corpo ainda mais calmo, escovava os dentes e seguia para dormir.

Logo pela manhã a mãe de Kuri batia na porta e entrava acordando a kunoichi. A mãe da menina deixava o pergaminho na cabeceira e se retirava, após enrolar um pouco mais na cama a ninja acordava. Com seus cabelos bagunçados ela estendia a mão e alcançava o pergaminho, após ler ele e ver que se tratava de flores retrucava — só porque sou uma menina, eu só vou para missões que são sobre flores. Após se arrumar e pegar uma maçã como café da manhã, a jovem se dirigia ao portão da vila para encontrar seu guia.

— Como eu vou achar ou saber quem é esse guia?

Se questionava enquanto ficava parada na frente do portão da vila, o vento seco fazia seus cabelos parcialmente presos dançam no vento. Um jovem um pouco mais velho que Kurime se apresentava com uma mochila bem grande e pesada que carregava nas costas:

— Olá, você é a kunoichi da missão de pegar a flor na montanha?

Kuri sorria como se o cumprimentasse e lia rapidamente seu pergaminho confirmando a pergunta do mesmo logo em seguida. Ela dava algumas passadas para fora da vila e dizia um pouco sem graça:

— Vamos logo antes que eu me esqueça do que estamos para fazer.

A montanha não era muito distante da vila, era por volta de 2 Km a leste do portão, nada que uma caminhada não resolvesse. Com todo aquele tempo livre e aparentemente sem perigos deixava os dois prontos para uma conversa ou um silêncio desconfortável que iria durar toda a trilha e escalada. Kuri chamava a atenção aquecendo a garganta para falar ”cof cof”:

— Er… você é um guia certo, o que te fez virar um?

O menino com um sorriso e olhos brilhando falava sem sequer tomar um tempo para pensar, era como se a resposta estivesse na ponta de sua língua:

— Eu sou pobre e queria conhecer o mundo, esse me pareceu o melhor caminho. Eu posso falar sobre os lugares que conheci, o que acha?

Kuri acenava com a cabeça concordando. Aquele trilha que era para ser longa e demorada acabava passando rápidamente na cabeça da jovem, o menino teve que ate mesmo se cortar para voltar a focar na missão:

— Chegamos, eu preciso que você suba por essa parede. Ela é muito rígida e íngreme para usar equipamentos de escalada. Tome essa pá, preciso que você cave envolta da flor junto de suas raízes e traga de volta para mim e assim devolveremos a flor aos médicos.

Após a explicação e instruções, a menina se esforçava a lembrar de tudo. Concentrava o chakra em seus pés e começava a subir a parede sem problema algum. Agora em um solo horizontal a fazia procurar pela tal flor, ”tá, a flor era azul com manchas brancas, isso não deve ser difícil de achar”, pensava a menina.

Após alguns minutos procurando ela encontrava a bendita flor — te achei, finalmente — diria enquanto começava a cavar em volta da flor para extraí-la junto de suas raízes. Caminhava de volta ao seu companheiro de missão e guia com mais uma missão quase completa, mas que para ela já havia se pago por ter conhecido alguém.

Agora só falta a ambos voltaram a vila, coisa que não ocorreu problema nenhum. Após a entrega da flor Kuri foi convidada a tomar um café com o guia, como não tinha mais nenhum afazer aceitou o convite do menino.


Obs:
> 1 missão rank D
Jutsus usados:
Ki Nobori no Shugyō
Rank: E
Descrição: Ki Nobori no Shugyō é um método de treinamento utilizado para obter mais habilidades com controle de chakra. Esta formação envolve focalizar uma quantia fixa de chakra para o fundo do seus pés, e usar isso para subir em uma árvore sem utilizar as mãos. Se o fluxo de chakra é muito fraco, o usuário perderá sua posição na árvore e cair. Se ele for muito forte, o utilizador irá ser empurrada para longe da árvore, fazendo com que a árvore se quebre em torno do ponto de contacto com o utilizador.
Words: -- + Vestimenta

_______________________

-
Zeitgeist
Shodai Otokage
Zeitgeist
Vilarejo Atual
Ícone : [One Post] Missões rank D de Kurime GM22dSN

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68386-fp-lawliet-hawk-scarlet#509119

Re: [One Post] Missões rank D de Kurime - em 26/3/2020, 23:12

@

_______________________

-
Note
Chūnin
Note
Vilarejo Atual

Re: [One Post] Missões rank D de Kurime - em 27/3/2020, 19:42

Balance
HP: ❲ 325 • 325 ❳ CH: ❲ 325 • 325 ❳ ST: ❲ 03 • 03 ❳

Missão:
Reformas da Vila
Descrição: Desde o último ataque, a vila está sendo reconstruída, e você como um jovem ninja deve colaborar! Sua missão é pintar muros e cercas por toda a vila!

Finalmente uma nova missão chegava na porta de sua casa, alguns dias se passavam e a esperança da garota estava quase se extinguindo. Já devidamente trajada para sair em missão, Kuri pegava o pergaminho após o café da manhã e uma noite bem dormida e saia em disparada para rua.

Ao abrir seu pergaminho ela notava que seu trabalho seria mais braçal do que o esperado, ”será que eu reclamei com alguem sobre as missões que estava tendo e por isso fiquei um tempo sem receber nada?”
Sua cabeça doía na tentativa de lembrar das coisas com muitos detalhes, apenas sabia que suas missões envolviam flores, uma envolvia médicos e a outra uma floricultura. Focando mais no pergaminho a sua frente ela lia sobre a missão vendo que teria que pintar cercas e isso pode ser exaustivo, ainda mais sobre o sol nada suave de iwagakure.

Kuri chegava no local designado sem muitas dificuldades por conta da comoção de pessoas se mobilizando para arrumar a vila. Ela se aproximava do aparente chefe do local e o questionava:

— Com licença, eu tenho uma missão aqui e…

Era cortada imediatamente pelo homem que já dizia:

— Genin, cuidar da pintura das placas com os outros genins ali, chunins mover e quebrar destroços.

Kuri sem se importar apenas ia para o local designado, pois queria fazer essa missão sem muitos problemas para assim conseguir melhores missões. ”Não vamos causar problemas não, né Kuri, se questionava já em tom afirmativo. Pegando um pincel cheio de tinta branca e um balde para pegar mais tinta, a kunoichi seguia para a cerca mais próxima que ainda não tinha sido pintada e ali começava seu trabalho.

Pincelada a pincelada, a madeira velha e podre da cara para uma madeira branca e com aspecto de nova. Assim no mesmo movimento repetitivo a jovem continuava pintando até que todos paravam para descansar, como não era boba nem nada ela seguia os outros para descanso. Felizmente o chefe liberava todos genins que estavam ali em missão por conta do horário que era.

Kuri voltava para casa toda manchada de tinta e ia direto para o banho, infelizmente ela simplesmente não conseguia tirar toda a tinta de seu corpo. ”Como que isso não sai com água e sabão?. Trajava seu pijama de panda e ia dormir tranquila sabendo que tinha feito mais uma missão da vila da pedra.


Obs:
> 1 missão rank D
Jutsus usados:
---
Words: 411

_______________________

-
Takane
Juusandaime Tsuchikage
Takane
Vilarejo Atual
Ícone : [One Post] Missões rank D de Kurime 9cf60763dc0395bb6231cfada13244c8

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68749-ficha-takane-guang?highlight=Takane+Guang#513285 https://www.narutorpgakatsuki.net/t68767-m-f-takane-guang

Re: [One Post] Missões rank D de Kurime - em 28/3/2020, 17:42

@

_______________________

[One Post] Missões rank D de Kurime Untitled-2
Que se inicie o caos pois a rocha continuara firme!
Template
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [One Post] Missões rank D de Kurime -

-


Layout por @Akeido Themes, @Loola Resources e Naru.