:: Mundo Ninja :: Outras Regiões :: País das Fontes Termais
Alvorecer
Arco 04
Ano 16 DG
Inverno
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Zeitgeist
Zeitgeist
Vilarejo Atual
[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

[Cena - Solo] A Tempestade III - Publicado 16/3/2020, 12:49

Responsáveis por um mundo perdido em trevas, a humanidade parecia caminha rumo ao abismo eminente da perdição. Propriamente dizendo, como se o prazer de viver daquele modo fosse algo impregnado na alma humana. A natureza animal e seus perjúrios de sangue e mortes, carregados como fardos de um passado distante. Implodindo no peito, a dor interminável da imperfeição dos propósitos de vida. Ciclos e mais ciclos de pretensão e egoísmo, engolidas com positivismos e aclamadas pelos pessimistas. Realmente, era algo que havia balanceado em minha mente. A balança do bem e do mal que, a muito tempo era usada para justificar fins e meios, havia sido palco de um julgamento precoce da natureza desconhecida. Reverenciados tal como heróis e vilões, a determinação humana de ter seu nome gravado na história. Um sonho utópico, porém, entendível. Ainda que a indiferença tomasse minha face como de costume, empaticamente fui me tornando algo que as pessoas não imaginavam; e que, provavelmente, ainda não imaginam. Capaz de adentrar os âmagos da alma, eu havia aberto minha própria mente para o mundo e esta foi despedaçada junto às suas esperanças. Mais uma vez, uma visão pessimista. Provável que, o erro tenha sido o alicerce de minhas próprias motivações egoístas. Ainda que, eu justificasse todas minhas ações com a compreensão de um bem-maior utópico e ideológico, dificilmente seria "perdoado" por defensores da justiça e da ordem. Entretanto, não era isso que eu buscava. Afinal, alguém deveria aceitar o fardo dos problemas do mundo e, logicamente, ainda que eles devessem pesar sobre todos, nem todos admitiam seu próprio papel naquele cenário teatral. A politica colocando homens à frente do mundo como imagem à ser adorada ou odiada, dando ao povo o pequeno prazer de se absterem de decisões impossíveis de serem consideradas humanitárias. Os princípios das guerras e da fome; a dor de viver fardado às margens da solidão que assolava o mundo como um filhote escondendo-se da caça. Natural ou não, já não faria diferença diante à situação. Aonde meus passos me levassem, diluindo o veneno espalhado pelo mundo, era provável que aquilo me envenenasse ainda mais. Essa era a questão, talvez, a provação que eu buscava. Algo que carreguei comigo até aquele pequeno vilarejo que encontrei pelo caminho.

[...]
1625 HP
1850 CH

ST: 00/05

Considerações:

OUTROS:

Bolsa de armas 20/70:

_______________________

[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Zeitgeist
Zeitgeist
Vilarejo Atual
[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Re: [Cena - Solo] A Tempestade III - Publicado 16/3/2020, 14:05

Ainda sim, condenado pelos meus atos, caminhei pelas imediações daquele pequeno lugar escondido dentre o fim do mundo. Onde o olho da minha mente podia analisar, o vilarejo não se estendia mais do que um quilometro. Feito de casas de alvenaria e de população pequena, me pareceu um bom lugar para encontrar uma estalagem temporária. Nenhuma energia ali apresentava caráter ameaçador e dado minha aparição fantasmagórica, provável que, ninguém me perseguiria até ali; evitando assim, o envolvimento daquele pacato povo com as crônicas que envolviam minha presença.

Caminhei em passos curtos por entre as estreitas ruas que se estendiam pela vilela. O número de casas era proporcional ao número de comércios, o que indicava o nível econômico e populacional daquele lugar. Entre os locais que pude ler pela extensão de minha consciência expandida, um bar a alguns metros de onde estava parecia ter algumas pessoas naquele horário. O sol a pico já afagava minhas vestes negras capazes de absorver uma quantidade considerável de calor, o que me levou à taverna próxima.

Apesar da entrada simplória e silenciosa, minha presença pareceu alarmar a maioria das pessoas. Não apresentaram qualquer emoção negativa, apesar da curiosidade em seus olhos e espirito serem nítidas numa leitura breve. Andei até o balcão, onde pude me sentar frente à prateleira que dispunha as bebidas. Não demorou muito para que as pessoas voltassem a conversar normalmente, ainda que, fingissem não estarem incomodadas com minha presença. Provável que, não recebessem muitos visitantes no decorrer de suas rotinas e, um homem como eu, fardado à figura nebulosa e cheia de mistérios, só podia causar uma reação tal como a desconfiança e a curiosidade.

[...]

1625 HP
1850 CH

ST: 00/05

Considerações:

OUTROS:

Bolsa de armas 20/70:

_______________________

[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Zeitgeist
Zeitgeist
Vilarejo Atual
[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Re: [Cena - Solo] A Tempestade III - Publicado 16/3/2020, 15:47

Confesso que a balbúrdia daquele lugar podia ser vista como grande incômodo para aqueles acostumados com um silêncio ensurdecedor. O tempo em que caminhava pela terra com a companhia de um jovem falcao, havia me ensinado o valor da solidão, assim como o da companhia. Ainda sim, o barulho das vozes não chegou a transpassar a tranquilidade que mantinha meu cerne de consciência. Uma caneca de cerveja e um prato de carne, vinham acompanhados como banquete do dia. Luxo da qual não desfrutava desde muito tempo atrás. Ao fundo, nós limites das vozes que variavam entre si, ouvi um comentário que se destacou pelo conteúdo. Meus sentidos partiram em direção àquela mesa, vislumbrando a presença de dois homens. Um deles se pronunciava em sussurros sobre acontecimentos recentes em Kumogakure. Rumores sobre a presença de uma chamada Karma no alto escalão do vilarejo. Isso significaria que Arthuria havia mudado as peças de lugar ou, no pior das hipóteses, estava morta. Realmente, era algo a ser investigado. Levei um pedaço de carne à boca e um gole da cerveja para ajudar a descer. Ao gravar a face daqueles homens, só me restava esperar o momento certo para interroga-los. Podia ser apenas rumores, entretanto, era necessário que eu fosse à fundo no assunto. Se algo se revelasse, a tempestade realmente já estava a caminho e, aquilo que eu ouvia, era o anúncio dos trovões chicoteado sob as nuvens negras.
[...]

1625 HP
1850 CH

ST: 00/05

Considerações:

OUTROS:

Bolsa de armas 20/70:

_______________________

[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Zeitgeist
Zeitgeist
Vilarejo Atual
[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Re: [Cena - Solo] A Tempestade III - Publicado 16/3/2020, 17:19

[...]

Aos passos lentos do tempo, a noite caiu sob o vilarejo antes mesmo dos homens saírem daquele lugar. Os goles na cerveja se tornaram cada vez mais frequentes enquanto esperava e, quando percebi, ela já começava a fazer um leve efeito. Dado um histórico antigo, era fácil manter a sensatez mesmo diante a embriaguez que, por sinal, nem mesmo trazia qualquer dificuldade de analise ou percepção. Com paciência e perspicácia, analisei os homens e sua saída, deixando-os partir sozinhos antes de mim. Ainda que longe, pude observa-los e, no momento certo, recolhi minha presença na direção em que estavam. A escuridão da noite cobria meus rastros como cúmplice; e minha própria presença riscava olhos como vultos imaginários. Improvável seria algo obstante realização de meus objetivos.

De aproximação sorrateira, tomei o alto de uma casa como posto de caça. Cambaleantes, onde os pés se trocavam em passadas desiguais, os homens rumavam para algum lugar distante. Agora, numa conversa desinteressante, não passavam de presa fácil para interrogatório. Um piscar de olhos; foi o necessário. Correndo pelos becos, revelei minha presença assim que se aproximaram o suficiente. Silenciosa, a noite deveria manter sua integridade e, para isso, era necessário que avisos fossem dados antes de tudo.


[...]
1625 HP
1850 CH

ST: 00/05

Considerações:

OUTROS:

Bolsa de armas 20/70:

_______________________

[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Zeitgeist
Zeitgeist
Vilarejo Atual
[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Re: [Cena - Solo] A Tempestade III - Publicado 16/3/2020, 19:07


[...]

A conversa entre ambos era feita com voz murmurosa, baixa e sorrateira, diferente da maioria das pessoas que se embebedavam. O fato de viverem em uma vila tão pequena deve tê-los ensinado alguns modos quanto ao incomodo que a bebida podia trazer aos vizinhos; mais propriamente, o incomodo que os bêbados traziam. Ainda que eu tivesse me relevado, eles pareceram demorar alguns instantes para sentir minha presença e reagir à ela. Típicos homens do campo, não demonstraram medo, mas também, não demonstraram bravura. A pergunta seguinte quase foi feita em voz alta, mas o sakki fora suficiente para cala-los. Antes que pudessem questionar ou mesmo causar alvoroço, devia intervir. Tentei ser misericordioso, evitando leva-los a loucura com uma simples visão da morte. Tudo que mostrei à eles foi a força que eu poderia usar contra seus corpos. Logo, a visão se dissipou de suas mentes por minha própria vontade.

Um passo a frente, todos em silencio, interroguei numa única questão. Dessa vez, sentiam medo. —— Não quero ser rude, então, digam-me o que sabem sobre os acontecimentos em Kumogakure. Fiquem tranquilos, ninguém saberá quem são. —— Tentei transparecer a tranquilidade que sentia naquela situação. Evitei um tom ameaçador pelo fato de serem simples homens e, se tentassem algo, seria obrigado a mata-los. Não era algo que eu queria ou tinha em mente como prazeroso. Batalhas só são batalhas se feitas entre pessoas do mesmo nível, caso contrário, são simples atos de covardia.

[...]
1625 HP
1850 CH

ST: 00/05

Considerações:

OUTROS:

Bolsa de armas 20/70:
[/quote]

_______________________

[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Zeitgeist
Zeitgeist
Vilarejo Atual
[Cena - Solo] A Tempestade III 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Re: [Cena - Solo] A Tempestade III - Publicado 16/3/2020, 20:17


[...]

Diante o ininterrupto silêncio que se precedeu, a resposta foi dada com dificuldade. Confundidos pela bebida e pelo medo, suas vozes sussurraram tão falhas quanto uma flauta rachada. —— N-não sabemos muita coisa, só ouvimos rumores. —— A fala de um deles transpareceu o medo de ambos. —— Não serão julgados pelo saber, mas sim pela honestidade. —— E foi o que respondi, esperando que isso os ajudasse à falar de forma mais aberta. Um erro um tanto quanto infantil, diante aquela situação, afinal, o medo havia tomado suas mentes. —— Só ficamos sabendo que Kumogakure foi tomada por uma tal Karma. Nada além disso, eu juro. —— Uma resposta simplória que, apesar disso, era de suma importância.

[...]

Aceitos por sua honestidade, os homens foram deixados à mercê da lua. Desapareci diante a escuridão tal como um fantasma, sem deixar rastros eminentes. A partir dali, estava disposto à buscar precedentes dos acontecimentos mundiais. A guerra estava mais próxima que nunca e, pelo que havia entendido, eu havia pisado no olho do furacão, ainda sem entender que o lado externo estava um caos tempestuoso. De fato, não parecia a melhor das situações, entretanto, era tudo que eu podia fazer para àqueles que dependiam da paz para viver. Os próximos passos seriam rumo à um futuro incerto, cercado de desgraça e ódio e, por isso, era importante que eu criasse um alicerce capaz de sustentar a própria realidade; independente da própria guerra ou da própria paz.

1625 HP
1850 CH

ST: 00/05

Considerações:

OUTROS:

Bolsa de armas 20/70:
[/quote]
[/quote]

_______________________

[Cena - Solo] A Tempestade III 100x100

Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
[Cena - Solo] A Tempestade III 100x100

Re: [Cena - Solo] A Tempestade III - Publicado 17/3/2020, 12:40

@
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Cena - Solo] A Tempestade III - Publicado