>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Verão

Tsuki Murashida
Tokubetsu Jonin
Tsuki Murashida
Vilarejo Atual
Ícone : [Capítulo] Infiltração e Resgate. Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70007-fp-tsuki-murashida https://www.narutorpgakatsuki.net/f170-gestao-da-ficha

[Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 1/3/2020, 16:22



O som da fita adesiva sendo desenrolada parecia muito mais alto do que de costume dentro daquele cômodo vazio. Dei uma última olhada naquele padrão quadriculado de azul e preto, na camisa com o símbolo de paz. Fechei as laterais da caixa de papelão repleta de roupas e a coloquei sobre a mesa junto de várias outras semelhantes. -É acho que essa é a última Disse a mim mesmo. Um homem saía da minha cozinha carregando com ele outras duas caixas, uma embaixo de cada braço. -Essas são as últimas da cozinha. Disse ele enquanto cruzava a sala e saia. O homem era Kenta, dono de uma empresa de mudanças que eu havia contratado para me ajudar. Peguei algumas caixas equilibrando-as umas sobre as outras e cruzei a porta buscando ajudá-lo. O clima em Iwa estava quente e agradável e o sol tocou meu rosto quase como uma recepção. -Aqui, deixa eu te ajudar. Disse entregando as caixas a Kenta que estava em cima da carroça organizando o que já havia sido carregado. Ele agradeceu e pegou os pacotes da minha mão. Olhei para trás dando uma última olhada com uma certa nostalgia naquela casa que havia sido meu lar durante todo meu crescimento em Iwa.

Naquele momento um corvejo agudo me chamou a atenção. Pousado em uma das laterais da carroça um pequeno corvo mensageiro me aguardava, com um pequeno pergaminho preso a suas patas. -Quando você for me trazer missões de hoje em diante lembre-se que eu não moro mais nessa casa heim. Disse como piada enquanto acariciava o animal e removia o recado de suas patas. Eu não estava surpreso com a missão, afinal eu havia decidido me tornar um Jõnin e estava pronto para essa e todas as outras que viriam em seguida. O corvo aceitou minha carícia e logo alçou voo. Desenrolei o pergaminho de missão e vi que se tratava de uma missão de Rank B. Um homem poderoso havia sido sequestrado e os bandidos  buscavam um resgate razoável. Minha missão era resgatá-lo e trazê-lo com segurança para a vila, para que daqui ele pudesse seguir seu caminho. Memorizei os detalhes e guardei o pergaminho. -Kenta, provavelmente Benimaru Mu vai estar no endereço pra receber essa mudança, você pode acabar aqui sem mim e avisar a ele que eu sai em missão? Perguntei. -Claro, não precisa carregar as coisas, você me contratou pra isso e eu me sinto meio inútil. Disse ele com um sorriso.

Agradeci a ele pelo seu serviço, pagando-o adiantado antes de partir. Estava de posse de minhas armas e bolsas ninja e já havia me alimentado. Sem demoras eu parti, cruzando o portão da vila e adentrando a floresta. Minha viagem seria longa e eu precisava ser rápido. minha missão era resgatar um homem chamado Tetsumi de seus sequestradores e ela já havia começado.




HP – 1125/1125      CHA – 1125/1125       STA – 0/6


Considerações:


Número de palavras: 486
Post 1/10 Missão Rank B e Adquirindo Qualidade Centro de Energia Natural (3)

Jutsus Usados:


_______________________

[Capítulo] Infiltração e Resgate. Assinatura
-

Última edição por Tsuki Murashida em 2/3/2020, 16:54, editado 1 vez(es)
Tsuki Murashida
Tokubetsu Jonin
Tsuki Murashida
Vilarejo Atual
Ícone : [Capítulo] Infiltração e Resgate. Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70007-fp-tsuki-murashida https://www.narutorpgakatsuki.net/f170-gestao-da-ficha

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 1/3/2020, 19:32



Não demorou muito até que eu chegasse na vila indicado pelo pergaminho da missão. Diferente dos vilarejos onde minhas minhas antigas missões haviam acontecido, essa vila era bem maior. As edificações eram altas e caras e todos na vila pareciam seguir suas vidas normalmente.

Segui as indicações do pergaminho até me encontrar em frente a uma edificação de alguns andares e bem proeminente. Reconhecendo o símbolo de iwagakure em minha bandana presa as minhas roupas, uma mulher que varria o jardim em frente a casa acenou para mim me chamando de longe. -Olá! Ei rapaz! Entre, fique a vontade. Gritou ela fazendo um gesto com as mãos. Me aproximei cruzando o portão que separava a rua do jardim e me aproximei de maneira amistosa. - Você é a Kizuna? Perguntei. Kizuna era o nome da pessoa que havia emitido a missão. Ela se aproximou acenando com a cabeça. -Meu nome é Kizuna, eu sou a filha mais velha de Tetsumi. Me acompanhe por favor. Disse ela enquanto entrava em casa me convidando a segui-la. Ela trajava kimonos caros de uma seda fina e tinha um andar que claramente indicavam que ela fazia parte da nobreza.

A mulher caminhou comigo através de um longo corredor e parou por alguns segundos em frente a uma das fotos de família presas a parede. -Esse é Tetsumi, meu pai Disse apontando para a foto. Na foto eu via um senhor de aproximadamente uns quarenta anos. Ao seu lado estava a moça que me recebera. Na foto haviam também uma jovem que aparentava ter a idade próxima a minha e também uma criança de aproximadamente dez anos. Todas tinham o mesmo tom de verde em seus cabelos. Minha dedução dizia que claramente eram todas irmãs. Por um segundo pensei em perguntar sobre a mãe dela, mas uma breve olhada ao redor revelava que ela havia deixado de aparecer nas fotos a algum tempo, logo decidi não tocar no assunto.

-Você faz ideia de que tipo de inimigos seu pai podia ter? E suas irmãs como elas estão? perguntei tentando conhecer mais sobre a minha missão. Minhas irmãs estão bem, Kiby, a pequena está na escola e Yuhara foi fazer compras. Meu pai tinha muitos inimigos, mas não por ser uma pessoa ruim. É justamente o contrário, ele tem usado seu dinheiro para melhorar a cidade e torná-la cada vez mais seguras e todos aqui gostam dele, porém seu dinheiro chamou a atenção de um grupo de Ninjas renegados que passou pela cidade a pouco tempo. Meu pai disse que se eles deixassem a vila em paz os pagaria bem e que eles podiam levá-lo como garantia. Ela explicou.

Eu já conhecia aquele tipo de história bem demais. -Vocês mandaram o dinheiro e eles decidiram pedir um segundo resgate já que viram que poderiam chantagear vocês mais um pouco certo? Perguntei. Ela acenou que sim com a cabeça e conversamos por mais um tempo. Recebi os dados sobre o local do sequestro e decidi me dirigir até lá. No caminho confirmei com várias pessoas a história e os rumores sobre a bondade de Tetsumi. Não havia mentira ali, somente um grupo de pessoas achando que poderia usar a força pra se aproveitar do bom coração de alguem.  Minha mente se lembrou das mentiras de Kibuki e de como ele levou meu altruísmo até o limite antes de quebrá-lo em pedaços. Talvez essa missão se revelasse mais pessoal para mim do que eu pensara a princípio.






HP – 1125/1125      CHA – 1125/1125       STA – 0/6



Considerações:


Número de palavras: 592
Post  2/10  Missão Rank B e Adquirindo Qualidade Centro de Energia Natural (3)


Jutsus Usados:


_______________________

[Capítulo] Infiltração e Resgate. Assinatura
-

Última edição por Tsuki Murashida em 3/3/2020, 20:55, editado 2 vez(es)
Tsuki Murashida
Tokubetsu Jonin
Tsuki Murashida
Vilarejo Atual
Ícone : [Capítulo] Infiltração e Resgate. Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70007-fp-tsuki-murashida https://www.narutorpgakatsuki.net/f170-gestao-da-ficha

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 2/3/2020, 01:49



O sol agora tomara uma cor alaranjada, enquanto buscava a proteção do horizonte para se esconder e repousar. No portão que marcava a saída da vila eu buscava por pistas da direção dos bandidos. Apesar de Tetsumi ter ido com os ninjas sem oferecer resistência para proteger a vila, eu sabia que um grupo de ninjas por mais habilidosos que fossem não poderiam esconder seus rastros se movendo em um grupo tão grande  e acompanhados de alguém que não possuía habilidades ninja. Todas as informações que eu havia coletado indicavam que o noroeste era a direção na qual o grupo havia seguido. Eu não pretendia chegar com o pé na porta, a vida de um homem com três filhas estava em jogo e além de tudo Tetsume era um homem bom, o que tornava toda a missão muito mais especial.

Os rastros surgiam de maneira espaçada conforme eu me movimentava na direção das pistas. Observei o chão, os galhos e a copa das árvores. Eu tentava deduzir o número de inimigos e também quantos deles eram capazes de utilizar qualquer tipo de Ninjutsu. Minha busca seguia não muito rápida, porém assertiva. Eu não me preocupava muito com o tempo, visto que ao cair da noite eu com certeza teria vantagem em minha invasão.

As pistas me guiaram por dentro da floresta por algum tempo e já era noite quando finalmente me levaram até o lugar que eu buscava. Em uma clareira formada na floresta, um grupo de homens conversava no que antes parecia ser uma fazenda. Os donos daquele local queimavam em uma grande fogueira no centro da propriedade. O cheiro de ossos e carne queimados não pareciam incomodar os homens que continuavam sua conversa  sentados em bancos espalhados.Alguns comiam, outros bebiam e alguns até dormiam. Eu com certeza não podia ver todos os homens que estavam alí e a aquela distância também não era possível descobrir onde era o cativeiro de Tetsume.

Avaliando a fazenda eu buscava por pontos onde a Luz da grande fogueira chegava com dificuldade. Algumas copas das árvores próximas aos homens pareciam ser um bom ponto de vantagem para que eu pudesse descobrir mais.  As  árvores não estavam a mais do que quinze metros de distância , logo meu plano já estava bolado. De maneira calma e ordenada, todas as partes do meu corpo foram se tornando brancas e se desfazendo em papel. Em grupos diferentes tomando os caminhos mais furtivos , todas as folhas se moveram pelas sombras e se concentraram novamente em meio as folhas das árvores. Meu corpo tomou parcialmente sua forma original, salvo por minhas pernas que continuavam ausentes o que me mantinha flutuando no ar e escondido.

Não havia muito a se absorver da conversa dos bandidos, mas eu me mantive paciente até o momento onde um deles casualmente comentou em qual das casas na fazendo Tetsume se encontrava. Novamente meu corpo se desfez em papel e dispersou-se, materializando-se atrás de uma das casas em uma posição segura. Eu agora já sabia onde ir.





HP – 1125/1125      CHA – 1100/1125       STA – 0/6



Considerações:



Número de palavras: 503
Post 3/10 Missão Rank B e Adquirindo Qualidade Centro de Energia Natural (3)


Jutsus Usados:

Manipulação de Shikigami no Mai rank C

_______________________

[Capítulo] Infiltração e Resgate. Assinatura
-

Última edição por Tsuki Murashida em 2/3/2020, 16:55, editado 2 vez(es)
Tsuki Murashida
Tokubetsu Jonin
Tsuki Murashida
Vilarejo Atual
Ícone : [Capítulo] Infiltração e Resgate. Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70007-fp-tsuki-murashida https://www.narutorpgakatsuki.net/f170-gestao-da-ficha

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 2/3/2020, 16:51



A fazendo não era de um tamanho exagerado, porém ainda possuía uma quantidade razoável de edifícios que eram usados para depósito, celeiro e estábulos. Eu poderia perder horas em busca de tetsumi, mas graças às pistas que eu havia adquirido eu sabia onde encontrá-lo. Me afastei novamente para a floresta que cercava o local para que pudesse contornar a área sem ser visto. Não tinha porque começar uma briga ali colocando a vida do refém em perigo. Depois de me mover silenciosamente ao redor da fazenda eu me coloquei em uma posição de vantagem , onde apesar de escondido entre as árvores, eu conseguia avistar a casa dos donos das terras, onde eu havia descoberto ser o ponto do cativeiro de Tetsume.

Ao avaliar a situação de longe pude perceber que a entrada era guardada por dois homens e que algumas luzes no primeiro andar estavam acesas. As janelas da parte frontal até onde eu podia ver estavam barradas com tábuas de madeiras que foram pregadas pelo lado de dentro. Apesar de estarem pedindo um resgate eles haviam tomados todas as medidas necessárias para se proteger de um resgate, isso mostrava que não eram amadores, mas para o azar deles eu também não era.

Buscando encontrar um ponto de acesso, fechei meu olho esquerdo e realizei os selos de mão necessários para o meu jutsu. Um olho de areia se formou em minha frente substituindo a minha visão do olho fechado. Me aproveitando das sombras e do tamanho do objeto criado por mim eu o movimentei ao redor da casa para que pudesse fazer um reconhecimento detalhado. Eu não conseguia ver o que acontecia dentro da casa, mas pude ver que tanto a chaminé, quanto a porta dos fundos e todas as janelas ao redor estavam barradas.

Aproximei o meu olho da janela do segundo andar, onde eu buscava encontrar meu alvo. Ao me aproximar percebi que existia um pequeno distanciamento entre uma tábua e outra que barrava a janela, algo não maior que um centímetro entre uma tábua e outra. Também consegui perceber que um total de três homens patrulhavam as ruas e dois guardavam a porta. Pelo pequeno espaçamento também vi apenas uma silhueta ajoelhada sozinha no quarto. -Bingo Pensei comigo mesmo abrindo meus olhos e desfazendo o olho de areia. A casa estava bem selada, mas aquele pequeno espaçamento entre as tábuas era tudo que eu precisava.

Lentamente meu corpo começou a novamente se desfazer em papel enquanto por direções diferentes eles se moviam pelas sombras e passavam pela pequena fresta. Eu havia observado bem as defesas e utilizando do timing correto eu consegui me materializar dentro do quarto. A primeira vista percebi um homem amarrado no chão com um saco preto de pano sobre sua cabeça. A sua frente estava uma bandeja vazia de comida e nada mais. O còmodo em si era claramente o antigo quarto dos donos da casa. A foto de um casal de idosos na mesa de cabeceira encheu meu coração de tristeza e de um grande desprezo por aqueles bandidos. Eu precisava primeiro tirar Tetsumi daqui antes de punir a cada um deles pelo mal que fizeram.

-Não se assuste, meu nome é Tsuki Murashida e eu sou um Shinobi enviado pra te resgatar, eu vou tirar suas amarras mas você precisa fazer silêncio.





HP – 1125/1125      CHA – 1060/1125       STA – 0/6


Considerações:


Número de palavras: 474
Post  4/10  Missão Rank B e Adquirindo Qualidade Centro de Energia Natural (3)

Jutsus Usados:

Daisan no Me
Rank: D
Requerimentos: Jiton — Forma: Suna.
Descrição: Com chakra, o usuário conecta um olho feito de areia ou pó de ouro ao seu nervo óptico, o que lhe permite saber o que acontece no campo de visão do olho artificial, este é realmente um terceiro olho para o usuário. O usuário pode controlar o tamanho do olho, dependendo da sua utilização. Seu principal objetivo é espionagem, uma vez que pode se formar e se dispersar em qualquer local. Gaara também pode usá-lo quando ele envolve-se completamente com seu Escudo de Areia para que ele possa ver o que está acontecendo fora da cúpula protetora. Para utilizá-lo no entanto o usuário tem de manter um de seus olhos fechado para a duração da técnica

Manipulação de Shikigami no Mai rank C

_______________________

[Capítulo] Infiltração e Resgate. Assinatura
-

Última edição por Tsuki Murashida em 2/3/2020, 21:52, editado 2 vez(es)
Tsuki Murashida
Tokubetsu Jonin
Tsuki Murashida
Vilarejo Atual
Ícone : [Capítulo] Infiltração e Resgate. Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70007-fp-tsuki-murashida https://www.narutorpgakatsuki.net/f170-gestao-da-ficha

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 2/3/2020, 20:22



O respiro de Tetsumi ao poder respirar livremente sem aquele saco na cabeça e sem a mordaça foi longo e lento. -Obrigado por vir, quem te mandou? Perguntou ele. -Sua filha Kizuna fez uma solicitação de missão para Iwagakure, ela disse que temia que os nukenin não o soltassem depois do pagamento do resgate. Respondi em um voz baixa. -Minha Kizuna é esperta, ela puxou a mãe. Eu tenho certeza que eles não vão me soltar. Veja bem, os malditos descobriram que recentemente minha empresa tem feito investimentos nas pesquisas relacionadas a energia natural e as suas aplicações nas melhorias da vila. A frase dele me trazia uma ponta de tristeza, visto que antes de Kibuki experimentar com meu corpo eu era capaz de sentir essa energia. -Você consegue sentir energia natural? Perguntei surpreso ao homem que não me parecia ser um shinobi. -Sim, mas não sou nenhuma espécie de ninja. Quando minha empresa começou a pesquisar tal energia eu decidi buscar especialistas. Passei um tempo viajando em busca de respostas e nessas viagens eu me encontrei com um homem que me ensinou uma forma de me conectar  com a natureza. Disse Tetsume.-Eu costumava conseguir me conectar também, mas experiências científicas feitas em meu corpo me tomaram essa habilidade. Mas, isso é um assunto pra outra hora, tenho que te tirar daqui. Disse a ele. Com certeza, eu não consigo ficar mais nem um minuto aqui, mas continuaremos essa conversa ao sairmos daqui, de acordo com as pesquisas acho improvável que você não possa mais acessar essa habilidade. Me disse o sábio empresário.

Eu provavelmente conseguiria sair dali sem dificuldade, mas para levar o homem comigo um plano precisava entrar em ação. Dentro do quarto do casal onde estávamos pedi que ele se escondesse dentro do armário e esperasse meu sinal para sair. Tetsumi havia me dito os horários para sua alimentação e hidratação e eu sabia que em breve teríamos companhia nesse lugar. Me posicionei onde o empresário estava anteriormente e me coloquei na mesma posição que ele. Fechei um dos olhos e com os selos criei um novo olho de areia, que posicionei em uma das quinas do teto. Com o olho ainda fechado executei um Henge para tomar a forma de Tetsumi e assumir o seu lugar. Cobri minha cabeça com o capuz e me pus a aguardar por um dos sequestradores.

Se tudo corresse como o planejado eu poderia tirar Tetsumi daqui sem causar nenhum tipo de alarde com os bandidos. Eu sabia que alguns deles era Nukenin e preferia não entrar em uma batalha de Ninjutsu enquanto o refém ainda estivesse ao meu lado para evitar colocá-lo em risco.

A minha visão do quarto era ampla e com a armadilha preparada bastava apenas esperar.





HP – 1125/1125      CHA – 1050/1125       STA – 0/6


Considerações:


Número de palavras: 474
Post  5/10  Missão Rank B e Adquirindo Qualidade Centro de Energia Natural (3)

Jutsus Usados:

Daisan no Me
Rank: D
Requerimentos: Jiton — Forma: Suna.
Descrição: Com chakra, o usuário conecta um olho feito de areia ou pó de ouro ao seu nervo óptico, o que lhe permite saber o que acontece no campo de visão do olho artificial, este é realmente um terceiro olho para o usuário. O usuário pode controlar o tamanho do olho, dependendo da sua utilização. Seu principal objetivo é espionagem, uma vez que pode se formar e se dispersar em qualquer local. Gaara também pode usá-lo quando ele envolve-se completamente com seu Escudo de Areia para que ele possa ver o que está acontecendo fora da cúpula protetora. Para utilizá-lo no entanto o usuário tem de manter um de seus olhos fechado para a duração da técnica

_______________________

[Capítulo] Infiltração e Resgate. Assinatura
-
Tsuki Murashida
Tokubetsu Jonin
Tsuki Murashida
Vilarejo Atual
Ícone : [Capítulo] Infiltração e Resgate. Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70007-fp-tsuki-murashida https://www.narutorpgakatsuki.net/f170-gestao-da-ficha

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 3/3/2020, 01:02



Nada além de silêncio. Por em torno de uma hora era tudo que havia ali. Eu buscava uma forma furtiva de sair dali e estava mais do que claro que paciência seria vital. Com um dos meus olhos ainda fechados eu observava a sala por fora de meu capuz preto. Foi então que minha espera foi recompensada. O som de passos surgiu do outro lado da porta e em questão de segundos um homem de cabelos curtos e loiros entrou na sala com uma bandeja de comida e a jogou no chão. -Hora de comer velho maldito. Não queremos que você morra de fome sem antes nos ensinar sobre a energia natural. Disse ele tirando o saco preto que cobria meu rosto que se mantinha com a aparência de Tetsumi. Nesse momento abri meus olhos desfazendo meu olho de areia.

O homem me olhava fixamente esperando algum tipo de reação. Diferente de Tetsume eu possuía olhos mais frios. Mantive meus olhos fixos nos seus, encarando-o -Que merda de cara é essa seu maluco? Você tá querendo apanhar de novo? Disse ele me levantando pelo pescoço e colocando meu rosto próximo ao seu. Em um piscar de olhos do meu próprio rosto, na região da boca uma folha de papel se descascou da minha pele se movendo rapidamente e selando completamente a boca e também o nariz do meu inimigo. Incapaz de fazer sons e de respirar ele rapidamente me soltou e tentou mover suas mãos em direção a boca para remover o bloqueio, porém antes que elas chegassem onde deviam dois tentáculos de areia os mantiveram imóveis. O olhar de desespero do homem se cruzou com o meu e por um breve momento a empatia em mim quis que eu apenas o desacordasse. Mas, logo em seguida uma visão da falsa bondade de Kibuki e também do massacre no restaurante do vilarejo passaram como um filme. Nesse momento eu podia sentir como se espécie de armadura de areia começasse a crescer em meu coração. De relance olhei novamente para a foto do casal na mesa de cabeceira e me lembrei da fogueira queimando com seus corpos colacados lá por esses homens. Dessa vez não, dessa vez cada um deles pagaria e eu livraria o mundo de seres que eram piores que lixo.

Movi minha mão e a areia silenciosamente pressionou o homem contra a parede. Ao mesmo tempo que seu pulmão deixava de receber ar, suas costelas o perfuravam cedendo a imensa pressão causada pelo corpo de areia. Segundos se passaram até que as tentativas de se debater cessassem e com elas os batimentos cardíacos do ninja. Silenciosamente coloquei seu corpo no chão. Enquanto a areia retornava calmamente para o jarro eu abria a porta do armário tranquilizando Tetsumi. -Agora eu preciso que você fique aqui e depois faça exatamente o que eu disser nessa próxima parte do plano ok? Disse com um sorriso amigável executava o selo do Henge, me transformando no ninja que eu havia acabado de abater.



HP – 1125/1125      CHA – 1000/1125       STA – 0/6


Considerações:


Número de palavras: 504
Post  6/10  Missão Rank B e Adquirindo Qualidade Centro de Energia Natural (3)

Jutsus Usados:

Manipulação rank C Suna
Manipulação rank C Shikigami no Mai

_______________________

[Capítulo] Infiltração e Resgate. Assinatura
-
Tsuki Murashida
Tokubetsu Jonin
Tsuki Murashida
Vilarejo Atual
Ícone : [Capítulo] Infiltração e Resgate. Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70007-fp-tsuki-murashida https://www.narutorpgakatsuki.net/f170-gestao-da-ficha

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 3/3/2020, 11:38



Tetsumi estava ciente de que devia esperar até a hora certa. No primeiro momento ele ficou no quarto, enquanto em uma nuvem de papel eu me desfazia me movendo pelo corredor. O objetivo era ser rápido e silencioso. Primeiramente meus papéis voaram pelo andar superior, adentrando todos os cômodos daquele local. Como eu não havia conseguido verificar a posição ou a quantidade de todos os inimigos dentro do prédio eu decidi meu Shikigami no Mai para neutralizá-los o mais rápido possível. O primeiro cômodo onde eu encontrei alguém foi no banheiro do andar superior. Um homem lavava suas mãos provavelmente depois de fazer suas necessidades. Assim como com o inimigo anterior eu fui rápido e o primeiro dos papéis tampou a sua boca e nariz. as outras folhas seguiram aderindo ao seu corpo em todas as partes, fazendo com que ele logo se tornasse uma mûmia, imóvel no chão. Era questão de tempo até que seu ar acabasse e ele também morresse.

A andar superior estava seguro. eu podia ouvir sons vindo de baixo então comecei a descer as escadas. As folhas de papel saiam do meu corpo e cruzavam o ar rapidamente. Duas foram o suficiente para silenciar os dois homens que estavam ali. Assim que perceberam que algo bloqueava suas bocas os homens se assustaram e olharam em minha direção. Eu me aproximava caminhando sem muitas preocupações já que sabia que eles não poderiam alertar os outros. Antes de tentarem liberar suas bocas os homens atiraram Kunais e shurikens na minha direção. Minha areia rapidamente as bloqueou enquanto eu movia meus braços. A onda de areia que havia bloqueado os projéteis girou no ar e se transformou em duas lanças, que cruzaram o céu atravessando o peito de cada um dos inimigos. Eu tinha em minha memória a posição dos dois guardas que vigiavam a entrada. Ainda em frente a escada, fiz com que a minha areia se movesse próxima ao chão até chegar a porta de entrada. Sem que os inimigos pudessem ver eu os prendi cada um deles pelos pés. Quando olharam alarmado para baixo, um disparo de alta velocidade surgir da areia atingindo-os no rosto e fechando suas bocas. Rapidamente a areia os arrastou pra dentro da casa e os envolveu completamente como uma cobra constritora faria. -Pode descer agora. Disse em um tom moderado para que Tetsumi me ouvisse e se aproximasse. Ele desceu rapidamente olhando ao redor. -Você matou todos eles? Perguntou ele. [/b] Sim, agora venha comigo e  se prepare.

Ao me aproximar da porta verifiquei que nenhuma das patrulhas estava em frente a ela. A fogueira que iluminava todo o local estava a direita da casa e ao redor dela os mesmos homens de antes se aglomeravam. Com tetsumi ao meu lado fiz os selos necessários e a areia do meu frasco formou uma nuvem ao redor de nossos pés. Antes de decolar e tentar nos tirar dali eu fiz um movimento com as mãos me concentrando nas partículas de areia do solo ao redor da fogueira. Rapidamente a areia retirado do ambiente cobriu a fogueira extinguindo com isso toda a iluminação daquele lugar.  Me aproveitando da escuridão total eu e Tetsumi decolamos e nos afastamos dali rapidamente.

Vou deixar você em um lugar segura e volto em breve para terminarmos nossa conversa sobre energia natural certo? Disse com um sorriso. Você vai voltar lá? Perguntou ele curioso. Eu não vou deixar esses malditos soltos pra continuar fazendo o mal. Eu vou punir um por um. Disse olhando em volta e buscando um lugar para pousar.




HP – 1125/1125      CHA – 915/1125       STA – 0/6



Considerações:


Número de palavras: 605
Post  7/10  Missão Rank B e Adquirindo Qualidade Centro de Energia Natural (3)


Jutsus Usados:

3 Manipulação rank C Suna

3 Manipulação rank C Shikigami no Mai

Sand Pillar
Rank: C
Requerimentos: Jiton — Forma: Suna.
Descrição: Gaara envolve a metade inferior de seu corpo na areia e manipula a areia para suspende-lo e manobrar-se no ar em altas velocidades. A areia mantém o contato com o solo, criando assim uma formação semelhante à um pilar.

_______________________

[Capítulo] Infiltração e Resgate. Assinatura
-

Última edição por Tsuki Murashida em 3/3/2020, 20:54, editado 1 vez(es)
Tsuki Murashida
Tokubetsu Jonin
Tsuki Murashida
Vilarejo Atual
Ícone : [Capítulo] Infiltração e Resgate. Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70007-fp-tsuki-murashida https://www.narutorpgakatsuki.net/f170-gestao-da-ficha

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 3/3/2020, 14:42



-Você parece estar sentindo muita raiva não é Murashida? Perguntou Tetsume enquanto descia da minha plataforma de areia. -Eu sei bem disso, eu sei que não é certo, mas tanto aconteceu recentemente que eu não ando conseguindo tirar esse sentimento do meu coração. Contei a ele ciente de que desde meus dias do laboratório a minha fé no meu heroísmo diminuía cada vez mais. -Isso que está te impedindo de sentir a energia natural. Disse ele com um olhar sábio. Estar sentindo raiva era o que me impedia de sentir a energia natural? Faria sentido afinal eu havia mudado drasticamente depois daquele dia. Perguntei a ele se quando minha raiva diminuísse se talvez eu pudesse resgatar essa habilidade. -Você entendeu errado, o problema não é a raiva. O mar calmo também pode se tornar raivoso em um momento. A brisa do vento agradável pode se enfurecer e se tornar um tornado. Mas, quando o vento deseja se tornar um tufão desistido ele não resiste. A lição aqui não sobre reprimir seus sentimentos e sim sobre compreendê los e aplicá los da melhor forma possível. Disse o senhor. Suas palavras faziam todo o sentido e me acompanhariam em meu voo de volta a vila onde os bandidos agora acendiam novamente a fogueiro sem a menor ideia de que seu prisioneiro já não estava mais cativo. Alguns deles faziam piadas enquanto sem retirar os corpos torrados dali atiçavam a nova fogueira fazendo piadas.

Sem cerimônias saltei de cima de plataforma de areia buscando me aproximar da fogueira e dos homens que a contornavam. Ao me aproximar coloquei minha mão direita para frente formando um rasengan. Ao me aproximar mais meu chakra se expandiu aumento o tamanho daquela esfera drasticamente. -Odama Rasengan Gritei enquanto meu golpe atingia ao mesmo tempo os dois homens em volta da fogueira. Uma nuvem de fumaça surgiu com um grande estrondo chamando a atenção de todos os bandidos que estavam lá. Rapidamente executei os selos de mão e comecei comprimir as rochas do solo tornando-as areia. Um tremor aconteceu e um enorme escudo começou a surgir ao redor da fazenda. Muralhas altas de areia se erguiam impedindo qualquer pessoas que estivesse ali de escapar.

-Você é maluco?Nós vamos matar o refém e você junto. Um homem alto e forte com os cabelos longos e negros gritava enquanto saía de uma das edificações. Rapidamente outros dois shinobi surgiram ao seu lado. Juntos os três realizaram o mesmo jutsu e lançaram três jatos poderosos de água em minha direção. O jato atingiu minha testa e a atravessou. Nenhum sangue surgiu visto que meu corpo havia se tornado intangível graças a meu Shikigami no Mai. Utilizando da minha manipulação fiz um escudo de areia em volta do corpo dos senhores que jaziam queimados nas estacas. -Vocês não passam de monstros sem coração e essa mesma fazenda que vocês tão agressivamente tomaram vai servir perfeitamente como o tûmulo de vocês. Com os selos corretos executados toda a areia que formava o muro começou e a se mover e junto com ela mais brotava do solo. Os inimigos todos olhavam assustados enquanto uma tsunami de areia se formava. O ohar de medo nos olhos dos assassinos e o sentimento de que finalmente os donos daquele local poderiam descansar em paz sabendo que haviam sido vingados me trouxe uma paz como se eu finalmente tivesse feito algo certo e por um breve momento um flash de energia natural pode ser sentido por mim, mas passou tão rápido quanto veio.

O tsunami de areia cobriu completamente aquela fazenda, destruindo casas e soterrando todos que lá estavam, menos a mim e aos corpos que eu havia protegido que agora brotávamos juntos da areia. Um pequeno deserto havia sido criado dentro daquela região da fazenda e nesse mesmo deserto eu fiz o túmulo para aqueles senhores que haviam morrido aqui.





HP – 1125/1125      CHA – 615/1125       STA – 2/6



Considerações:


Número de palavras: 658
Post 8/10  Missão Rank B e Adquirindo Qualidade Centro de Energia Natural (3)


Jutsus Usados:

Kūsa Bōheki
Rank: A
Requerimentos: Jiton — Forma: Suna.
Descrição: Esta técnica de defesa aérea cria um escudo gigante, suspenso no ar. Ao reunir areia o mais rica em minerais quanto, a dureza do escudo é considerado muito elevada. Além disso, a areia tem a sua força defensiva aumentada pelo chakra fluindo através dela. Ele era forte o suficiente para proteger Sunagakure do C3 de Deidara.

Ryūsa Bakuryū
Rank: A
Requerimentos: Jiton — Forma: Suna.
Descrição: Esta técnica cria uma enorme quantidade de areia na forma de uma onda, cobrindo e "afogando" o adversário em um oceano de areia. A partir da areia que Gaara carrega em sua cabaça, ele mói as rochas e os minerais do subsolo, em um grande mar de areia e manipula-o como um tsunami que engolfa absolutamente todas as coisas em sua linha de visão. Este mar revolto causa uma série de danos por si só, mas pode-se ainda aproveitar a areia para um segundo e um terceiro ataque consecutivo. Gaara pode controlar a areia, o que lhe permite atacar seu adversário, enquanto eles tentam fugir da onda. Esta técnica tem o efeito adicional de poder mudar a paisagem. Ele é geralmente usado em conjunto com o Sabaku Taisō para matar o adversário preso.

Ōdama Rasengan
Rank: A
Requerimentos: Rasengan
Descrição: Ōdama Rasengan é uma versão mais poderosa do Rasengan. No anime, Naruto criou o Ōdama Rasengan durante seus dois anos e meio de treinamento com Jiraiya. Enquanto treinava para sair do genjutsu, Naruto acidentalmente liberou seu chakra e criou um enorme Rasengan. Ele usa o mesmo conceito de comprimir o chakra giratório na palma da mão do Rasengan original, aumentando apenas a quantidade de chakra envolvida. Como há ainda mais chakra sendo comprimido para uma densidade mais alta, a bola libera sua energia imediatamente em contato, aumentando assim seu poder destrutivo para além de um Rasengan genérico.


_______________________

[Capítulo] Infiltração e Resgate. Assinatura
-
Tsuki Murashida
Tokubetsu Jonin
Tsuki Murashida
Vilarejo Atual
Ícone : [Capítulo] Infiltração e Resgate. Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70007-fp-tsuki-murashida https://www.narutorpgakatsuki.net/f170-gestao-da-ficha

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 3/3/2020, 17:53


-Desculpe te fazer esperar tanto tempo Disse a Tetsume enquanto me aproximava dele novamente depois de terminar a minha vingança contra os nukenin. [b -Tudo bem rapaz, eu fiquei aqui admirando a natureza/ [/b] Disse-me ele com uma voz serena. Fiz um gesto para que ele me seguisse e continuamos andando rumo a sua vila. -Então? Como se sente? Conseguiu acabar com todos eles? De qualquer forma tenho que dizer que você tem minha gratidão eterna por tudo que fez. Disse ele com um sorriso fitando-me. Expliquei a ele tudo que havia acontecido e como me sentia. Não podia negar que me sentida induvidavelmente bem. A sensação era de que eu podia respirar mais leve sabendo que aqueles homens jamais fariam mal a nenhuma outra pessoa. A raiva agora havia sido substituída por uma certa alegria em ver Tetsumi bem e de saber que eu havia vingado os senhores donos da fazenda. Por mais que aquele massacre não me parecesse nada heróico, heroísmo não me parecia ser mais o sentimento que me movia.

-Estou feliz que tenha entendido o lugar dos seus sentimentos em seu coração, esse é o primeiro passo para recuperar suas habilidades com a energia natural. Disse me tetsumi. Lembrei-me do lampejo que tive durante a batalha, enquanto eu seguia meu coração e pude novamente sentir a natureza ao meu redor. Contei isso a Tetsumi que pareceu surpreso. -Isso é excelente jovem Murashida, quer dizer a habilidade está menos esquecida do que imagina. Venha segure a minha mão. Disse ele se movimentando para frente e segurando a minha mão nas suas. -Feche os olhos e tente sincronizar a sua respiração a minha. Esqueça-se de todo resto e foque-se somente na sua inspiração e respiração. Eu obedecia o homem e tentava esvaziar minha mente e sentir a minha respiração. Você está no caminho certo, mas eu consigo sentir que você busca o mesmo sentimento que sentiu no passado. Aquele não é mais você e pelo que me contou seu chakra mudou por completo. Esqueça-se do que sentiu anteriormente e busque uma sensação nova. A natureza ainda é completamente capaz de falar com você, mas o idioma mudou. A voz de Tetsumi parecia me guiar no exercício de concentração e surpreendentemente começava a surtir efeito. Diferente de antes eu não sentia a energia fluir como água em meu corpo, era diferente. Meu corpo formigava como se eu estivesse em pé dentro de uma tempestade de areia, porém esse formigamento começou a parar de ser um incômodo e tornou-se algo confortante. O sentimento era outro, mas eu sabia que aquilo era a energia natural fluindo em mim. Meus olhos inevitavelmente se encheram de água devido a emoção de me reconectar novamente a aquilo que eu achei que havia perdido.

Tetsumi soltou minha mão e rapidamente eu voltei ao normal. -Vamos até a minha casa jovem Murashida, hoje será meu convidado para o jantar e meu hóspede durante a noite. amanhã poderá seguir seu caminho. É o mínimo que posso fazer pra agradecer. Disse ele começando a andar gesticulando para que eu o acompanhasse.






HP – 1125/1125      CHA – 615/1125       STA – 2/6



Considerações:


Número de palavras: 527
Post 9/10  Missão Rank B e Adquirindo Qualidade Centro de Energia Natural (3)


Jutsus Usados:




_______________________

[Capítulo] Infiltração e Resgate. Assinatura
-
Tsuki Murashida
Tokubetsu Jonin
Tsuki Murashida
Vilarejo Atual
Ícone : [Capítulo] Infiltração e Resgate. Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70007-fp-tsuki-murashida https://www.narutorpgakatsuki.net/f170-gestao-da-ficha

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 3/3/2020, 20:54


O cheiro do jantar recém colocado a mesa preenchia rapidamente o ambiente. Tetsumi não havia feito economias com aquele jantar. Pratos dos mais diversos estavam servidos esbanjando cores e odores. Sentada ao meu lado Kizuna fez a gentileza de me servir um generoso prato com um pouco de cada coisa e eu agradeci com um sorriso. Eu já havia conhecido a moça quando visitei a casa anteriormente. Do outro lado da mesa estavam as duas pessoas que eu ainda não conhecia. Kiby, a menor das irmãs era amigável e sorridente. Sentava-se a mesa com uma pequena boneca em em seu colo com a qual parecia ter um grande apego. Ao seu lado estava Yuhara, a filha do meio. Eu estaria mentindo se dissesse que sua beleza não chamava claramente a minha atenção. Seus cabelos verdes e roupas em fina seda eram somente um adendo para sua beleza que por si só já era exacerbada. Talvez pela proximidade em nossas idades e  por eu já ser um shinobi ela parecia impressionada e de tempo em tempo eu a pegava me observando. Claro que ela jamais me deixaria perceber isso e desde de que eu cheguei me tratava com uma aspereza cômica.  -Coma bem Jovem Murashida, eu devo minha vida a você e faço questão de retribuir da melhor forma possível. Disse Tetsume que sentava na ponta da mesa.

Todos comemos e eu ajudei Yuhara com as louças seguindo a sugestão de seu pai. Lá a jovem lentamente baixou sua guarda e claramente demonstrou sua curiosidade sobre minhas habilidades. Ao final das atividades de limpeza na cozinha já estávamos confortáveis na conversa e por um breve momento algo próximo de um flerte pareceu acontecer. -Se por um acaso visitar Iwagakure me visite e eu retribuo o jantar. Disse a ela escrevendo meu novo endereço em um pedaço de papel que encontrei por ali. A menina corou e concordou com um sorriso e pouco depois nos despedimos.

Depois que todos foram dormir eu me sentei em uma pedra no belo quintal de Tetsume, em frente a um pequeno riacho que cruzava a propriedade. Daquele local eu tentei novamente sentir a energia natural como havia feito com tetsume e para a minha surpresa, dessa vez eu percebi que havia recuperado o total controle sobre ela. -Eu disse que você ia conseguir rapidamente. Disse o senhor que surgia do pátio de sua casa. -Eu realmente gostei de você rapaz e gostaria de pedir um favor. Disse ele. Claro, como posso ajudá-lo? também tenho uma dívida com você por todos os ensinamentos. Respondi amigavelmente.

O pedido de Tetsume era simples, ele iria visitar Iwa a negócios em alguns dias e disse que precisava levar algo pesado e que talvez isso atrasaria sua viagem e me perguntou se eu poderia levar comigo e guardar até em minha casa até que ele me visitasse. O item era simples, um grande pergaminho pesado que  tinha pouco mais da metade do homem. Concordei com ele e disse que pela manhã levaria sua carga comigo em segurança e que ele poderia pegar comigo novamente em Iwa. Ele agradeceu e logo fomos todos dormir.

No dia seguinte pela manhã Yuhara havia feito um grande café para todos e ela negou veemente que aquilo era para mim depois que sua irmã perguntou porque o café parecia tão mais especial que nos outros dias. Todos comemos e fomos juntos até a porta da propriedade onde com o pergaminho nas costas me despedi de todos com um sorriso e segui meu caminho de volta a Iwagakure.






HP – 1125/1125      CHA – 1125/1125       STA – 0/6



Considerações:


Número de palavras: 601
Post 10/10  Missão Rank B e Adquirindo Qualidade Centro de Energia Natural (3)


Jutsus Usados:




_______________________

[Capítulo] Infiltração e Resgate. Assinatura
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. - em 3/3/2020, 23:50

Okay pra quest masss ta faltando coisas no seu posts. Detalhes, importantes até, então se atente a eles. Caso não saiba do que to falando pode vir falar comigo no pm do discord, também sou usuário de Jiton ^^
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Capítulo] Infiltração e Resgate. -

-


Layout com edições de Halloween feito por @Akeido Themes e Senko.