Acesso Rápido
10 anos onlineNaruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Estação: OutonoAno: 69DG
RemanescentesHanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência.
A AlvoradaUzushiogakure e Sunagakure estão reconstruídas, marcando uma nova era para as nações shinobi, que agora são cinco uma vez mais. Os Shodaime Kazekage e Mizukage comandam as novas gerações de seus vilarejos, iniciando uma série de planos governamentais para garantir que o mal não os assole como ocorreu no passado.

[Mission - D] A primeira missão!
  
luaxlz
Genin
luaxlz
Vilarejo Atual
Ícone : [Mission - D] A primeira missão! BXD1IWu

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70694-ficha-de-personagem-nana-shitetsu#535401 https://www.narutorpgakatsuki.net/t70722-gestao-de-ficha-nana-shitetsu

[Mission - D] A primeira missão! - em 22/2/2020, 17:30



R A N K • D — Fazendas da vila


[Mission - D] A primeira missão! 81iRcPI
HP:900/900 - CH: 650/650 - ST: 00/05

Kumo • manhã • 08:36hrs
O sol já brilhava forte o suficiente para ultrapassar as nuvens densas do céu de kumo para alimentar a fauna. Nana odiava o verão, era quente, cheirava mal, suava em demasiado e sentia-se abafada, nesses momentos seus devaneios sobre Kiri e seu desejo de estar lá eram aflorados, a promessa feita pelos livros da academia sobre como a vila era sempre agradável e livre de raios de sol escaldantes chamavam-lhe a atenção nesses momentos de calor.
Acordada e bem disposta, Nana voltava do quadro de missões com seu pequeno pergaminho enrolado nas mãos, “Finalmente!” pensava ela sobre a sua primeira missão, alguns fazendeiros do vilarejo haviam reclamado sobre animais estarem destruindo suas plantações de arroz, um problema bem recorrente se você parar para pensar, “ porque não tomam medidas definitivas acerca desse tipo de problema?” pensava ela, mas logo lhe veio lições aprendidas na escola e se lembrou que problemas geográficos e da natureza são os mais complicados de se lidar quando afetam a sociedade.
tsc. — Murmurou ela mordendo os lábios percebendo que estava parecendo uma nerd nesse momento.
Ela caminhou pela vila atravessando locais movimentados e outros nem tanto, a paisagem logo mudou, de prédios altos e construções densas para campos abertos e plantações cercadas por fauna, algumas pessoas trabalhavam nos campos de arroz, outras consertavam cercas, nas casas mulheres e crianças cuidavam de suas próprias vidas.
“Onde será que tenho de ir?” Ela se perguntava enquanto o vento soprava um pouco mais forte ali, seus curtos fios negros balançavam no ar, pronta para desenrolar as instruções Nana avistou uma placa com os dizeres – Cuidado, animais selvagens – e bem ao centro a imagem de um javali selvagem, bem feioso por sinal.
Ei senhor. — Nana chamou a atenção de um velho que trabalhava no cercado de sua casa próximo à rua de chão batido.
Hm? — Resmungou ele.
Estou aqui para acabar com os animais que estão invadindo as plantações. — Nana posava como uma heroína nesse momento.
Ah é? Assim como os outros dez genins que vieram antes de você?
O velho irônico continuava a martelar a cerca enquanto que lentamente mascava uma planta que parecia com trigo.
Que gratuito em? Ó grande mestre da cerquinha, poderia por grande gentileza me informar do problema. — Nana resolveu combate ironia com mais ironia e deboche.
Eles geralmente veem das florestas ao norte, só seguir por aquele caminho ali. — O velho senhor apontou, mesmo que sem olhar, para uma densa floresta do ouro lado de sua pequena fazenda.
Valeu tio. — Disse ela colocando as mãos dentro dos bolsos da sua calça.
Mhm — Resmungou ele.
Nana seguiu seu caminho na direção que o senhor havia apontado, ainda dentro da fazendo ela percebeu algumas marcas no chão, bem semelhantes a pegadas de javali, haviam bastante delas por todos os lados, “nossa, esses bichos estão fazendo a festa” pensou ela enquanto caminhava. Já na entrada da floresta podia-se notar vários indícios de que os javalis vinham dali, gralho quebrados por todos os lugares, marcas das patas e arvores com os troncos aranhados “é, eles realmente passaram por aqui” pensou ela, antes de completar seu raciocínio um alto e agudo grito de javali acordou a fauna próxima o animal saiu das sombras em um estouro, um ataque direto à genin que estava agachada analisando os rastros, graças à seus ótimos reflexos Nana conseguiu esquivar do ataque jogando seu corpo para o lado, caindo sobre galhos e folhas secas, o javali passou batido derrapando na grama molhada com as quatro patas quando tentou frear, Nana rapidamente levantou em um pulo apenas para perceber um segundo animal correndo em sua direção e em um pensamento rápido a ninja chutou um galho seco para o ar e agarrou-o com as mãos, como um rebatedor de beisebol estourou o galho na lateral da cabeça do javali com um gero de tórax quase que perfeito, fazendo o mesmo rolar alguns metros para o lado, rapidamente voltou suas atenções ao primeiro javali que já se preparava para uma segunda investida, Nana se aproximou do animal em um piscar de olhos já no ar como quem havia acabado de inicia um salto, ela fazia muito bom uso do Shunshin no jutsu encurtando a distância de 16 metros, sua incrível velocidade dava a ilusão de teleporte para quem visse, aparecendo ao lado do javali a alguns centímetros do chão a ninja desferiu um chute arqueado de baixo para cima, atingindo em cheio o meio do copo do animal atirando-o para longe dentro da floresta, Nana tinha um sorriso no rosto e podia sentir seus músculos coçarem ansiando por mais, no meio das sombras alguns olhos brilhantes, bufantes os javalis a encaram sem medo, sua pelugem cinza com marrom os escondia bem no meio dos galhos e folhagens, suas grandes presas afiadas estavam prontas para causar alguns estragos.
Heh, parece que encontrei a família feliz. — Disse nada enquanto alongava os ombros.
Rapidamente o bando partiu enfurecidamente para cima da genin, eram cinco ao todo e o maior deles liderava o ataque, Nana rapidamente fez os selos do Bunshin no jutsu enquanto investia contra seus inimigos, duas copias exatas de si surgiram ao seu lado confundindo completamente os animais, cada um dos seus clones foram atacados por dois javalis enquanto que Nana investiu contra o maior deles, enquanto girava o corpo em sentido anti-horário para escapar da investida do animal ela o agarrou pela presa com a mão direta erguendo-o alto em seu giro, com a mão esquerda ela agarrou pela orelha outro javali que havia investido contra o seu clone que passava correndo ao seu lado, terminou o giro de 360° jogando o javali em sua mão direita contra o chão com toda sua força, Nana ria do prazer que aquela adrenalina lhe dava, como estava girando e seu braço direito estava o mais alto possível dentro do giro a força centrifuga impulsionou o seu golpe, que foi tão forte a ponto de fazer o animal quicar na grama macia.
Arqueando o braço esquerdo Nana usou o animal que ainda estava em sua mão como um bastão fazendo-o chocar com o seu camarada javali que se levantava de um tombo devido a sua corrida desconcertante, arremessando o animal atingido poucos metros no pasto, rapidamente a garota levou a mão direta na presa do animal que já segurava, puxando os braços para trás ela pegou impulso para um arremesso poderoso, atingindo os últimos dois javalis que ainda estavam ali.
Ufa! — Disse ela com a respiração um pouco mais acelerada que o normal, suor escorria pelos seus bíceps e pescoço.
Tranquilamente ela agarrou um dos javalis ali caídos e os jogou nos ombros, fazendo novamente o caminho de volta à vila, suas vestes estavam um pouco sujas e ela precisava de um bom banho, assim como planejava. Tranquilamente ela deixou um dos javalis cair ao lado do velho de antes, que a essa altura já estava no final da cerca.
Boa janta tio! — disse ela rindo enquanto continuava a caminhar, dando as costas para o senhor que a olhava surpreso e meio confuso.
Mas eu nem gosto de javali! — Exclamou ele com um sorriso no rosto.
Considerações:

[size=32]Palavras: 1187
Missão rank D - Fazendas da vila[/size]

Jutsus utilizados:

Shunshin no Jutsu
Rank: D
Descrição: O Shumshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade, permitindo que um ninja possa se mover de curta para longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ele aparece como se o usuário tiver teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo para se mover em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, esta técnica não é teletransporte e sim apenas um movimento extremamente rápido.


Bunshin no Jutsu
Rank: E
Selos: Carneiro, Cobra e Tigre.
Descrição: Um ninjutsu que cria uma cópia intangível de seu próprio corpo, sem qualquer substância. Uma vez que o clone em si não tem a capacidade de ataque, e, assim, só pode ser usado para confundir o inimigo, que é usado principalmente em combinação com outros ninjutsu. É uma técnica básica, mas dependendo de uma engenho, ela pode ser utilizada de forma eficaz. Os clones se dissiparm quando entram em contato com algo.

_______________________



[Mission - D] A primeira missão! 0tSsuGo


Ficha — Visual do personagem
-
luaxlz
Genin
luaxlz
Vilarejo Atual
Ícone : [Mission - D] A primeira missão! BXD1IWu

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70694-ficha-de-personagem-nana-shitetsu#535401 https://www.narutorpgakatsuki.net/t70722-gestao-de-ficha-nana-shitetsu

Re: [Mission - D] A primeira missão! - em 26/2/2020, 12:33



R A N K • D — Acampamento Médico


[Mission - D] A primeira missão! 8Ke1tm7
HP:900/900 - CH: 650/650 - ST: 00/05


Kumo • Tarde • 13:18hrs
O sol estava a pico, nossa como aquilo a fazia explodir de raiva, caminhava pelas ruas com os punhos cerrados como se estivesse se segurando para não estourar a primeira pessoa que lhe dirigisse a palavra, seus passos eram largos e pesados, “Vamos logo com isso para eu voltar ao conforto do meu ventilador” pensava ela enquanto cortava aquele mar de pessoas em uma das ruas mais movimentadas de Kumo.
O pergaminho de sua missão encontrava-se em um dos bolsos escondidos dentro de sua calça cargo, havia retirado o sobretudo, impossível usar esse tipo de roupa em um dia como esse, usava uma calça tipo cargo com muitos bolsos branca e a sua regata azul como de costume, ela já suava pela lateral do rosto e nos contornos de seus músculos, Deus como ela odiava aquilo.
Preciso ir até o acampamento médico tio! — A Genin exclamou enquanto jogava o pergaminho com a autorização de sua missão para um dos Jounins que guardava os portões de saída da vila.
O Jounin encontrava-se pouco mais de dez metros longe da garota, estava escorado ao lado de uma guarita feita em madeira muito bem cuidada, outro ninja encontrava-se dentro da mesma lendo algum tipo de revisa ou jornal, um grande portão ornamentado em meio às montanhas era a única entrada ou saída da vila, ou ao menos era a única da qual a Genin tinha conhecimento.
Eu sou poucos anos mais velho que você pirralha. — Resmungou ele enquanto abria o pergaminho, rapidamente lendo o conteúdo.
Depois de jogar o pergaminho de volta ele simplesmente acionou algum dispositivo dentro da guarita através da janela que fez com que o portão se abrisse.
Boa sorte em sua missão. — Disse ele voltando a mascar seu galho de trigo.
Qual é dessa gente com esses galhinhos(sic) de trigo? — Disse ela para si mesma enquanto atravessava o portão rumo ao desconhecido.
Ela já caminhava a pouco mais de uma hora, a paisagem havia se tornado monótona, sempre arvores grandes com um emaranhado de cipós e arbustos para todos os lados, o pequeno caminho de terra era seu único guia naquele momento, o vento soprava calmamente dentre os galhos e folhas “mais um dia entediante” pensava ela enquanto caminhava pisando nas folhas recém caídas com ambas as mãos atrás da cabeça.
Subitamente um pequeno barulho dentre as folhagens a sua direita chamou sua atenção e em um movimento de puro reflexo a ninja que caminhava tranquilamente puxou os ombros e cabeça para trás observando uma kunai passar a milímetros de seu nariz, a ninja acompanhou a trajetória da kunai e logo em seguida voltou suas atenções ao ponto de origem, novamente um ataque rápido de um homem saltando dos galhos acertando um soco na lateral de sua face, a garota rolou alguns metros chocando-se contra uma árvore, seu rosto imediatamente começou a sangrar na altura da maçã do rosto, corte proveniente da corrente que o mercenário tinha enrolada em seu punho esquerdo.
A poeira começava a se assentar novamente naquele chão batido, o corpo da garota permanecia debruçado sobre a terra aparentemente sem vida, Com uma uma risada baixa e grave o homem caminhava na direção da garota, aparentava já ter uma idade avançada, com vestes bem batidas e postura amadora e desleixada ele deixava claro que ter o poder no nível de um chunin era um sonho distante. Já próximo do corpo da Genin estendeu o seu braço para virar o seu corpo, certamente a procura de algo de valor, pouco antes de seus dedos tocaram o tecido de suas vestes Nana agarrou-o pelo braço e voou com as pernas por trás de seu corpo, aplicando-o um armlock com o seu inimigo ainda e pé, seu salto veloz e poderoso o fez perder o equilíbrio e cair para trás, aproveitando a inércia a ninja apenas arqueou o corpo forçando o ombro do mercenário para fora e seu cotovelo para cima, antes de seu corpo atingir o chão batido seu braço direito já estava quebrado em dois lugares. A Genin o soltou e rapidamente se colocou em pé, adotando uma postura de taijutsu bem agressiva com a guarda alta protegendo o rosto.
Sua vadia! — O homem gritou expulsando todo o ar em seus pulmões para ofende-la.
Cai dentro tiuzão(sic). — Disse a garota enquanto fazia sinal com as mãos chamando-o para o combate.
O homem enfurecido levantou soltando a corrente eu seu braço esquerdo agarrando-a na ponta com todo o ódio e dor que sentia, em um movimento de força bruta arqueou seu braço totalmente para trás sobre a cabeça puxando a corrente consigo, o mesmo movimento que o pescador faz quando vai jogar o anzol na água. A corrente então foi arremessada na direção da garota que simplesmente colocou o antebraço direito entre o objeto e seu rosto, no contato a corrente se enrolou em seu antebraço prendendo-se firme. Soltando um leve sorriso o homem puxou com força porém seus esforço era em vão, com uma expressão de surpresa no rosto o homem olhou para a garota que segurava a corrente com a mãos a qual ela estava enrolada, em um movimento de força e poder a Genin o puxou levando o seu punho esquerdo de encontro com o seu rosto enrugado, uma combinação fatal de velocidade e força, tamanho foi o golpe que fez o corpo do homem jogar-se ao ar, um leve ‘crack’ pode ser ouvido de seu pescoço e o corpo flácido do homem caiu sobre o chão batido levantando um pouco mais de poeira. A garota ofegava enquanto removia aquela corrente de seu braço um pouco escoriado, passou o antebraço no rosto removendo a linha de sangue deixando agora apenas um borrão.
De longe pode se ver a figura de uma pessoa caminhando na direção do acampamento, alguns ninjas médicos trabalhavam em suas tentas no preparo de alguns remédios, ouros travam alguns feridos, havia uma certa movimentação de pessoas no acampamento, a figura de uma garota arrastando algo sobre os ombros ficava cada vez mais clara. A garota segurava a corrente sobre o ombro direito com as duas mãos, na outra ponta amarrado pelo tronco estava o corpo flácido do mercenários, havia alguns postes improvisados na entrada do acampamento e um mural alto com algumas colunas feitas com tronco de árvores, ela então lançou a corrente sobre uma dessas colunas e içou o corpo do mercenário alto na entrada, uma bela mensagem para qualquer um que passasse por ali. Todos agora no acampamento a olhavam estarrecidos e surpresos, algumas mulheres mais velhas levavam as mãos à boca de surpresa, outras pessoas riam da situação.
Ouvi dizer que vocês têm bastante problema com ataques por aqui. — Disse Nana jogando o pergaminho para a ninja médica que ela julgava ser a responsável daquele acampamento.
Sim... As vezes eles tentam um ou dois ataques... — Ela dizia dividindo sua atenção entre o pergaminho com os detalhes da missão e da garota. — De volta ao trabalho pessoal! — Gritou a ninja médica ainda sem tirar sua atenção do pergaminho.
Todos voltaram gradativamente aos seus afazeres e aquele acampamento voltou ao seu movimento usual.
Vou precisar da sua assinatura neste pergaminho senhora. — Disse a garota tirando algumas folhas e pequenos gravetos de suas vestes, batendo a poeira com as palmas da mão.
Assim parece...
A mulher puxou um carimbo de sua bolsa e pressionou com força o pergaminho, marcando-o como aceito e concluído, jogando o novamente para a jovem da mesma maneira que lhe foi entregue. A garota estendeu-lhe a mão direita na intenção de cumprimenta-la, a Yrio-nin devolveu-lhe o gesto apertando a mão da garota, dando um leve sorriso.
E qual é o seu nome menina? — Perguntou a ninja médica agora encarando a garota à sua frente.
Nana. — Respondeu ela.
Muito obrigado Nana, esperamos contar com a sua ajuda outras vezes.
A garota simplesmente concordou com um aceno de cabeça, dando as costas para o acampamento partindo pelo mesmo caminho que havia chegado.
Recomendo deixar o corpo à mostra, pelo menos por alguns dias, é uma bela mensagem. — Disse a menina colocando as mãos nos bolsos da calça.
A Ninja médica apenas esboçou uma risada enquanto dividia sua atenção entre a Genin que partia rumo a vila e o corpo que ela havia deixado pendurado na entrada de seu acampamento.
Kumo • Tarde • 17:04hrs

Considerações:

Palavras: 1355
Missão rank D - Acampamento Médico

Jutsus utilizados:

Nenhum

_______________________



[Mission - D] A primeira missão! 0tSsuGo


Ficha — Visual do personagem
-
Hideki'
Genin
Hideki'
Vilarejo Atual
Ícone : [Mission - D] A primeira missão! S-l300

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68066-fp-laxus-romanov#505340

Re: [Mission - D] A primeira missão! - em 26/2/2020, 22:16

@

_______________________

[Mission - D] A primeira missão! Thumb-1920-713053
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Mission - D] A primeira missão! -

-


  
 
Ir para Primeira Mensagem

Layout desenvolvido por Akeido, Dorian e Naru
Naruto RPG Akatsuki (2010 - 2020)
Hospedado por Criar um fórum grátis - FORUMEIROS.com
.