>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno
Últimos assuntos

Matusalém
Matusalém
Vilarejo Atual
Ícone : [RANK C] Kaizen Aburame. Mastercard-100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70322-fp-kaizen https://www.narutorpgakatsuki.net/t70331-g-f-kaizen#530997

[RANK C] Kaizen Aburame. - em 18/2/2020, 16:22

2 missões rank C - Após se graduar como ninja médico você recebe dois pergaminhos na sua casa, ambos referentes a missões de rank C. Dessa forma, a primeira missão pedirá que avance até uma base militar de Konoha onde alguns homens sofreram danos com as ultimas missões de reconhecimento sobre um grupo de renegados e precisa do seu auxilio medico. Dessa forma, após tratar dos feridos, a segunda missão acontecerá nessa mesma base militar onde deve retornar escoltando uma importante diplomata para Konoha, defendendo-a caso bandidos venham a aparecer.

Revivendo o esquadrão Shoboshi.



Era noite quando ouvi a sineta da porta tocar, como de costume já havia retirado minhas roupas usuais e estava usando meu pijama natural de Kikaichus. Desci as escadas rapidamente para não atrasar quem estivesse ali, suspeitei que fosse algum chamado médico já que havia me formado iryou e ganhava destaque conforme concluía missões e adquiria experiências; abri a primeira porta que leva ao pequeno aposento para proteção contra o frio, então abri a segunda porta me deparando com uma imagem já conhecida.

Boa noite Kaizen! – o garoto de cabelos ruivos sorria e balançava a mão direita que segurava dois pergaminhos – Pensei que nossos caminhos não cruzariam novamente... que é isso?! – apontou para os insetos recobrindo meu corpo

Daiko! – abri um sorriso rápido logo após sentir a estranheza de vê-lo novamente – O que você faz aqui? Entre por favor! – passei rápido para dentro e fiz um sinal com a mão para que entrasse – Isso é minha roupa de dormir, na verdade meus Kikaichus, mas entre!

Não... Eu não posso demorar aqui, tenho outros afazeres, eu vim te entregar esses dois pergaminhos – apontou a mão em minha direção – Estou trabalhando na inteligência agora e assim que vi seu nome nos pergaminhos quis vir entregar pessoalmente

Isso foi gentil, mas parece que você só arranjou uma desculpa para me ver – fitei o garoto que mudou de branco para rosa assim que falei isso – tudo bem! Eu também queria te ver, senti falta do Shobo-shi academy.

Ah... falta da Shobo-shi... claro eu senti também – sua coloração voltava lentamente ao normal – Bom, aqui estão os pergaminhos! – Entregou-me e deu um passo para trás – Boa noite Kaizen! Boas missões.

Muito obrigada Daiko – senti-me um pouco constrangida pelo convite de entrada ter sido negado, porém travei o pensamento na reação de Daiko ao receber minha resposta – Boa noite.

Corri para o quarto e me joguei na cama, o pensamento de que eu deveria ter demonstrado a falta de Daiko pesava na cabeça, mas logo o substituí pelas informações contidas nos pergaminhos. Eram duas missões, ambas de rank C e interligadas; o primeiro e segundo, respectivamente, me mantiveram a par de qual era meu objetivo.

Pergaminho 1 – Requisitamos na Shobo-shi academy um ninja médico para a base de Polka mas não encontramos alguém além da diretora do estabelecimento, a mesma nos informou que todos estão de férias e que solicitássemos uma Shinobi de Konoha chamada Kaizen, do clã Aburame. Dessa forma, solicitamos o apoio de Kaizen Aburame na base Polka.

Pergaminho 2 – Requisitamos a Kaizen Aburame, anteriormente convocada para a base Polka, que após o término de seus trabalhos com os feridos, realize escolta até Konoha para um de nossos diplomatas presente na base. Se necessário convoque um time para ajudar-lhe, aqueles convocados serão analisados e caso seja possível, serão dispensados dos atuais serviços.

Puta que pariu... – observei o segundo pedido com um aperto no estômago – Eu tenho que escoltar alguém? Eu que preciso de escolta... – desci os olhos até a assinatura na base do pergaminho – A assinatura do Hokage... – joguei a cabeça para trás e acertei o travesseiro – to fodida.



HP 400/ CH 600 / STM (0/3)
informações:

Kikaichū
Graduação Mínima: Genin.
Os Kikaichū podem absorver chakra das vítimas que tenham contato, limitando-se a 50 pontos a cada turno, conseguindo aglomerar um montante máximo de duzentos pontos de chakra. Quando alcançam o limite de chakra absorvido, eles podem transferir este chakra para outro personagem, inclusive o seu dono. Os Kikaichū são imunes a venenos e Genjutsus e duram, no máximo, três turnos. Os Kikaichū podem ficarem imunes até dois elementos de chakra diferentes desde que haja contato direto (um turno) com a natureza de chakra em questão, sendo emitida por inimigos, e sobre parte da prole; os elementos de imunidade são suportados até rank-A, maiores que isso vencem os insetos.

Link das missões: https://www.narutorpgakatsuki.net/t69136p360-02-solicitacoes-de-solos
Daiko:
[RANK C] Kaizen Aburame. J02dHAjD_400x400
Itens
Kibaku Fuda 32
Kunai 5
Arame/fio de aço 10m
Kemuridama 5
-
Matusalém
Matusalém
Vilarejo Atual
Ícone : [RANK C] Kaizen Aburame. Mastercard-100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70322-fp-kaizen https://www.narutorpgakatsuki.net/t70331-g-f-kaizen#530997

Re: [RANK C] Kaizen Aburame. - em 19/2/2020, 14:55




Amanheci com a sensação de uma noite mal dormida, meus Kikaichus haviam retornado para dentro do meu corpo. Levantei da cama desejando ter dormido cinco dias, segui para minhas necessidades básicas e preparo dos pertences, beirando a hora do almoço encaminhei-me para convocar a única pessoa, após uma avaliação minuciosa sobre as possibilidades, que eu gostaria de contar com a ajuda.

Bom dia senhora, em que podemos ajudá-la? - uma mulher gorda e baixa com um vestido roxo e verde se posicionava com dificuldade atrás de uma mesinha num extenso corredor da sede da inteligência - Você trouxe um formulário ?

Ah, não! Não um formulário, estou aqui para ver Daiko... mas não sei o sobrenome - puxei o pergaminho com a convocação de time - como pode ver os pergaminhos possuem a assinatura do Hokage.

Ahn… o Daikinho sendo convocado para uma missão dessas? – a senhora gorda saboreava o pergaminho e a cada palavra o sorriso da mulher se alargava - Kaizen Aburame… - ela então expressou olhos de descoberta e cautela na voz - você é a Kaizen Aburame da shoboshi-academy?

Não pude responder antes da chegada de Daiko, pelo fundo do corredor, segurava muitos papéis e falava alto com a mulher, percebendo-me momentos depois de sua chegada.

Mamãe, Tokai convocou uma reunião de última hora com a equipe de gestão de ruas, se a senhora puder por favor ir lá ag- o garoto levou um susto ao me perceber, sua tentativa de fingir costume era desmascarada pela coloração vívida de sua pele - Ka- Kaizen! Bom dia, o que faz aqui?

Daiko! Bom dia - apertei o pergaminho na mão e mostrei para ele - Temos uma missão! Na verdade, eu tenho, aquelas que você me entregou ontem, numa delas eu poderia convocar um time se achasse necessário.
 
Um time? Mas necessário para que? - o garoto estava com o cenho franzido ao máximo

Uma missão de escolta após meus serviços com a base Polka - guardei o pergaminho no bolso e completei - precisamos trazer um diplomata para Konoha.

Certo… - Daiko pensou por alguns segundos - e você me escolheu porquê…?

Por que nós formamos um bom time - respondi prontamente.

Passei momentos divertidos vendo Daiko corar como um pimentão e sua mãe ajudá-lo a se recompor, não houve muita conversa para que o convite fosse aceito e ele estivesse tão preparado quanto eu para partir naquela tarde. Almoçamos juntos num restaurante novo chamado "o grito de guerra", lá experimentei pela primeira vez feto de porco frito.

A base Polka, assim como a shoboshi-academy, se localiza ao sul de Konoha, cerca de 60 km. Não demoramos para alcançar o muro externo de Polka, nos posicionando de fronte a um pequeno portão esverdeado.

SOMOS OS SHINOBIS MÉDICOS ENVIADOS DE KONOHA, SOU KAIZEN ABURAME E ESSE É - fui interrompida

EU SOU DAIKO - disse com agilidade - TEMOS OS PERGAMINHOS EM MÃOS.

Um barulho conhecido começou a tomar conta do ambiente, enquanto o portão verde rangia lentamente uma voz áspera gritava do outro lado

MAS SÃO UNS INCOMPETENTES MESMO NÉ, NÃO SABEM NEM SE IDENTIFICAR - Daya havia colocado a cabeça para fora do portão - tá cheio de gente doente aqui, eu vou voltar pra shoboshi-academy.

Daya! Espera, quanto tempo! - falava rapidamente enquanto a velha passava por nós - você já os curou? - Indaguei

Eu não curei ninguém, não é o meu serviço, você é a convocada sua incompetente - Daya passou os olhos rapidamente sobre Daiko - e você trouxe ele contigo?? Dois incompetentes. Foi bom vê-los, passem qualquer dia na shoboshi - e saiu disparada.

Uma figura alta e oponente apareceu no portão, era um homem barbudo e carrancudo, carregava nas costas um homem menor e magro.

Entre por favor - disse sem rodeios - vocês tem trabalho para fazer.


HP [400/400] | CH [600/600] | ST [0/3]

Considerações:
Equipamentos:

Kibaku Fuda 32
Kunai 5
Arame/fio de aço 10m
Kemuridama 5
Descrições:

Daya
Homem

-
Matusalém
Matusalém
Vilarejo Atual
Ícone : [RANK C] Kaizen Aburame. Mastercard-100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70322-fp-kaizen https://www.narutorpgakatsuki.net/t70331-g-f-kaizen#530997

Re: [RANK C] Kaizen Aburame. - em 20/2/2020, 18:23




Adentramos a base, completamente limpa e organizada, um corredor extenso conectava a entrada com um pátio circular cheiro de saidas, pegamos a primeira à esquerda e seguimos por alguns instantes, enquanto isso nos conhecemos, o homem se chamava Devo e era o encarregado principal.

Aqui é a enfermaria - Devo jogou o homem sobre uma maca e apontou para uma porta preta com o símbolo iryou de Konoha - seu trabalho se dará aqui Kaizen, por favor já pode iniciar.

Sim senhor Devo - encaminhei-me para a porta até ser parada por Daiko

Mas e eu ? - o garoto ruivo questionou

Bom…Você não foi convocado para esse trabalho, mas também não vai ficar aqui sem fazer nada - ele pensou um pouco batendo o dedo numa das têmporas - você vai pro trabalho braçal, faltam homens para fortificar as estruturas - apontou para o final do corredor onde dois construtores carregavam sacos

Ahn… eu também sou um iryou-nin sabe… se eu puder ficar aqui… - o jovem observava os construtores de canto de olho - acho que serei mais eficiente

Então tá decidido, ajude-a e eu recomendarei que seja pago igualmente - empurrou a porta da enfermaria - agora, por favor, entrem.

A enfermaria era branca e bem cuidada, assim como o exterior, as paredes ostentavam pôsteres explicativos sobre ferimentos e como tratar coisas simples; as camas ficavam dispostas rente às janelas, a luz do sol penetrava vacilante pelo cômodo transformando-se numa claridade preguiçosa, no total eram 7 beliches, todos cheios.

Andei na direção do centro do cômodo, a cada passo mantinha a cautela de não fazer barulho, muitos dos feriados estavam deitados em silêncio, aproximei-me de uma maca onde uma ninja estava deitada, aparentemente dormia, aproximei o rosto de uma faixa em seu braço, um líquido escuro escorria pelo tecido.

Muito bem… - disse ao retornar para o lado dos dois - podemos começar ?  

Sim, no armário temos equipamentos médicos - o homem andou até uma porta no canto da sala e a abriu - aqui dentro encontrarão microscópios, lupas e equipamentos médicos em geral - fechou a porta e caminhou até a entrada - tem mais uns baús com itens por ai, bom trabalho para vocês - então o homem saiu pela porta.

Daiko… - falei baixo para o garoto - tem algo errado aqui - apontei para o corrimento escuro da ninja - olha a coloração e sinta o cheiro

Tem cheiro de… - aproximou o rosto e puxou o ar com gosto - carne podre…? - arregalou os olhos - você acha que é veneno ?

Sim, isso que pensei - peguei uma prancheta e comecei a andar pela sala, nesse ponto comecei a falar mais alto - esse daqui - apontei para um homem - o ferimento dele está igual… - olhei para o lado - e esse aqui.. -apontei para outro - igualzinho.

Puxei Daiko para um canto, afim de conversar quase inaudível com ele.

Daiko - olhei para os lados e não vi ninguém observando, - eles parecem todos envenenados, isso explica a condição física, uns cortes desses não deveriam inutilizar um Shinobi e nem causar necrose em tão pouco tempo.

Então precisamos do antídoto - Daiko puxou um livreto chamado "todos os venenos e seus antídotos" que nos foi disponibilizado na shobo-shi academy - ele deve estar aqui.

Não… eu já pensei nisso, tenho esse livro na ponta da língua e não existe uma página que fale sobre um veneno com essas características - puxei a prancheta que estava escrevendo e comecei a ler - manchas verdes próximas ao corte; necrose e cheiro de carne podre; corrimento escuro e viscoso… - toquei e pressionei a ferida de uma ninja deitada - ausência de dor? – andei até a sala do laboratório e abri a porta – Daiko – nesse momento gritei – Será que você pode coletar umas amostrar pra mim? Aqui tem lâminas e coletores.

Ele atendeu prontamente meu pedido, trazendo lâminas diversas das feridas dos pacientes; usei o microscópio para a observação, encontrando algo que não deveria estar ali.

Da uma olhada nisso – usei a força do meu corpo para me empurrar na cadeira.

Isso... – observou mais atentamente – isso são... o que é isso?

Acho que são protozoários – corri até uma estante de livros do outro lado do laboratório, peguei todos os exemplares que categorizavam protozoários e dispus sobre a mesa – Faça um favor para mim Daiko, preciso que você procure por todos os protozoários que se parecem com esses, atente-se às características morfológicas, para facilitar, procure somente os monoflagelados, aqueles que possuem um flagelo de locomoção. A julgar pela quantidade diria que eles estão causando a necrose no tecido – peguei uma maleta e um bisturi – e se forem mesmo protozoários causando necrose... – pensei um pouco.

Provável que sejam parasitas! Os protozoários não fazem o próprio alimento – o olhar de Daiko era distante.

Boa, então procure por protozoários parasitas monoflagelados! – fui em direção à porta – vou coletar amostra de todos os shinobis, veremos se todos eles possuem o mesmo parasita.

Fui para sala e finalmente me apresentei, contei sobre a situação e pedi compreensão, pois estávamos fazendo o melhor que podíamos, sendo assim, pedi colaboração na coleta. Os ninjas mal tinham forças para mover a cabeça, reclamavam que tudo girava e falavam palavras confusas. Voltei para o laboratório com as lâminas na mão, sentei ao microscópio e comecei a observar.

Então, achou algo? – perguntei para Daiko

Sim, achei a mesma espécie repetida em dois livros – puxou os livros selecionados – aqui e aqui – apontou – ela se parece muito com nosso exemplar e causa necrose tecidual.

Ótimo – parei de observar e me levantei – você pode analisar o restante das lâminas enquanto eu leio sobre esse protozoário? – trocamos de lugar sem que houvesse resposta, então comecei a ler.

A espécie em questão chamava-se Trypano gunkei, foi identificada há muito tempo por uma equipe médica da vila do som; segundo a literatura disponível sobre o espécime, que não tolera baixas temperaturas, para alimentar-se o mesmo expele um composto químico que deteriora as células da epiderme, dessa forma, causa necrose no tecido agravando o ferimento, além disso, os resquícios do composto químico migram para o encéfalo, pela corrente sanguínea, causando um distúrbio químico do cerebelo, assim, causa desequilíbrio e problemas na movimentação.

Terminei Kaizen, todos apresentam os mesmos indivíduos – pegou uma prancheta que estava usando e entregou-me – aqui, todos.

Tô vendo... eu acho que é essa espécie que você encontrou mesmo – observei a lâmina novamente para garantia, depois virei o microscópio e me atentei ao livro – aqueles Shinobis mal conseguem ficar de pé, alguns nem de joelho, esse é um dos sintomas – levei o dedo ao nariz – e o cheiro, o cheiro de podre vem da inflamação e necrose decorrentes da deterioração dos tecidos – peguei novas lâminas no baú e retornei para a sala – precisamos fazer testes de congelamento com essas coisinhas, se conseguirmos mata-las com o frio poderemos congelar a parte afetada e cortá-la, depois regeneramos a pele com iryou, o que acha?

Acho incrível! Você é muito inteligente – disse sorridente.

Você que achou a espécie – sorri de volta – agora tem o problema de como iremos congelar isso.

Problema não é, aquele cara da entrada, Devo, também é conhecido como Devo amaldiçoado... – Daiko diminuiu o tom da voz – Você já ouviu histórias sobre o clã Yuki? Eram conhecidos como o clã amaldiçoado do País da água, essa é uma história longa que não temos tempo pra contar, o importante é, eles possuíam Kekkei genkai que permitia realizar jutsus de gelo, esse Devo foi resgatado da floresta num inverno rigoroso e segundo as análises médicas da época ele foi submetido à experimentos por seus pais – Daiko começou a coletar os livros e leva-los à estante – Ele consegue fazer a mesma coisa que as pessoas do clã Yuki.

Caralho, como você sabe disso? – soltei sem me preocupar com o palavrão.

Eu sou da inteligência, Kaizen, mesmo sendo um iniciante escuto informações e vejo papeis – corou – mas não conta isso para ninguém, em teoria eu não deveria ver esses papeis.

Pode confiar em mim. Irei pedir a ajuda dele, direi que ouvi sobre isso na Shobo-shi – Então disparei para o corredor.


HP [400/400] | CH [600/600] | ST [0/3]

Considerações:

A edição está OK pela Angell.
As características de Devo e do protozoários são para fins de RP.
Equipamentos:

Kibaku Fuda 32
Kunai 5
Arame/fio de aço 10m
Kemuridama 5
Descrições:

Protozoário
------
Iryou-nin : É uma habilidade focada no suporte a si mesmo ou a outros personagens, permitindo a cura de ferimentos dos mais variados tipos. As técnicas utilizadas através desta habilidade recuperam Vitalidade ao curar os ferimentos, sendo o valor recuperado equivalente ao Chakra consumido no momento da utilização da técnica – ou seja, uma técnica de rank A que consumir apenas os 100CH mínimos para a sua conjuração recuperará somente 100HP, mas, se uma técnica de rank A consumir, por exemplo, 500CH ao ser conjurada, recuperará 500 HP.

Há também limitações para a recuperação de ferimentos de acordo com os níveis das técnicas utilizadas, além de variações de tempo (em turnos) para que as curas sejam completamente terminadas:
Grau de Ferimento por Rank:
D & C: Hematomas e escoriações, cortes superficiais/pequenos, queimaduras de primeiro grau, torções/estiramentos, contusões, fraturas incompletas ou estáveis, fraturas de cartilagens; danos baixos em geral.
B: Cortes medianos, queimaduras de segundo grau, fraturas instáveis, por estresse ou cominutas, hemorragias externas; danos medianos em geral.
A: Cortes profundos/grandes, queimaduras de terceiro grau, luxações, fraturas expostas, perfurações, hemorragias internas, membros perdidos; danos altos em geral.
S: Todos os tipos de lesões, exceto fatais.
-
Matusalém
Matusalém
Vilarejo Atual
Ícone : [RANK C] Kaizen Aburame. Mastercard-100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70322-fp-kaizen https://www.narutorpgakatsuki.net/t70331-g-f-kaizen#530997

Re: [RANK C] Kaizen Aburame. - em 22/2/2020, 19:59




Andei pelos corredores orientando-me pela memória, liberei bandos de kikaichus para que encontrassem o alvo com maior facilidade, não demorou para que um deles enviasse o alerta e eu o seguisse. Voltei ao pátio circular e virei à esquerda, andei por alguns metros e escutei Devo conversar com alguém, ambos mantinham o tom alto e claro, talvez não esperassem que alguém fosse ao encontro.

A missão de reconhecimento foi um fracasso, eles estavam preparados – Devo pigarreava entre uma palavra e outra, parecia ter algo preso na garganta – vazaram informações privadas sobre minhas habilidades, sei que estão atrás de mim.

Acalme-se, Devo – uma voz doce e tranquila respondeu – Não permitiremos que o levem daqui, muito menos de Konoha, você é uma peça importante para os planos futuros da vila.

Tudo bem – ele respondeu de forma seca.

Dei alguns passos para trás, não queria ser descoberta ali, agradeci o momento de descontração que me impedia ser notada. As informações sobre o clã eram secretas, se eu revelasse que havia escutado por ai provavelmente seria desacreditada, corri de volta para a enfermaria e encontrei Daiko sendo puxado pela perna por um Shinobi Caído no chão.

Tá tudo rodando... – o Shinobi fez barulhos de enjoo.

Calminha senhor Momo, nós já iremos ajudá-lo – puxou a perna com delicadeza para não derrubar o ninja – KAIZEN! Conseguiu??

Não, depois falamos sobre isso, agora precisamos encontrar outra maneira de realizar o procedimento – procurei com desânimo por algo na sala.

Na verdade, eu já achei! Olha lá – apontou para um cilindro azul – Nitrogênio líquido! Encontrei quando esse cara puxou meu pé e me derrubou – apontou para o homem no chão - estava em baixo de uma das camas.

Perfeito! Vamos iniciar um teste – corri para a sala laboratorial – pega uma amostra grande e fresca de tecido, por favor!

Preparamos a sala e a amostra, realizamos o primeiro teste, positivo, então partimos para o segundo que também deu positivo, era possível destruir os parasitos com temperatura baixa extrema. Após nossa confirmação limpamos a sala laboratorial para o início do tratamento, orientamos os pacientes sobre o procedimento, alguns responderam positivo enquanto outros responderam nada.

Um por um aplicamos a anestesia local apesar da ausência de dor, por garantia cortamos a pele entorno dos ferimentos e nos revezamos para curar as feridas. De maneira ágil e sincronizada seguimos a linha de aplicar anestesia, aplicar nitrogênio até o congelamento necessário, retirada da necrose e um pouco da pele entorno, regeneramos um tanto da pele, depois fechamos o ferimento com pontos para facilitar a próxima etapa de cura e poupar nosso Chakra.

Levamos toda a tarde e noite para cura dos feridos, pela madrugada eu e Daiko acabávamos o atendimento, estávamos exaustos, já não possuíamos mais Chakra.

É isso, esse foi o último – falei para meu companheiro – Nós conseguimos e ainda sobrou um pouco de nitrogênio – olhei cansada e sorridente para Daiko – se tiver fruta aqui dá pra fazer sorvete.

Eu amo sorvete! – Daiko sorriu triste – mas estou muito cansado.

Eu também... – bocejei e estiquei os braços – acho melhor irmos dormir – levantei-me e comecei a andar ao lado de Daiko em direção ao alojamento – nós deveríamos ter nos conhecido antes, talvez postos no mesmo time – bocejei novamente – teria sido legal – chegamos em frente à porta do alojamento – mas assim também é bom – entramos e deitamos em camas separadas – Boa noite Kaizen!

Ahn? Por que você deu boa noite a si mesma? – Daiko riu baixo.

Eu errei, tô muito cansada, boa noite Daiko – virei de lado e adormeci.


HP [400/400] | CH [0/600] | ST [0/3]

Considerações:

Equipamentos:

Kibaku Fuda 32
Kunai 5
Arame/fio de aço 10m
Kemuridama 5
Descrições:

Iryou-nin : É uma habilidade focada no suporte a si mesmo ou a outros personagens, permitindo a cura de ferimentos dos mais variados tipos. As técnicas utilizadas através desta habilidade recuperam Vitalidade ao curar os ferimentos, sendo o valor recuperado equivalente ao Chakra consumido no momento da utilização da técnica – ou seja, uma técnica de rank A que consumir apenas os 100CH mínimos para a sua conjuração recuperará somente 100HP, mas, se uma técnica de rank A consumir, por exemplo, 500CH ao ser conjurada, recuperará 500 HP.

Há também limitações para a recuperação de ferimentos de acordo com os níveis das técnicas utilizadas, além de variações de tempo (em turnos) para que as curas sejam completamente terminadas:
Grau de Ferimento por Rank:
D & C: Hematomas e escoriações, cortes superficiais/pequenos, queimaduras de primeiro grau, torções/estiramentos, contusões, fraturas incompletas ou estáveis, fraturas de cartilagens; danos baixos em geral.
B: Cortes medianos, queimaduras de segundo grau, fraturas instáveis, por estresse ou cominutas, hemorragias externas; danos medianos em geral.
A: Cortes profundos/grandes, queimaduras de terceiro grau, luxações, fraturas expostas, perfurações, hemorragias internas, membros perdidos; danos altos em geral.
S: Todos os tipos de lesões, exceto fatais.
-
Matusalém
Matusalém
Vilarejo Atual
Ícone : [RANK C] Kaizen Aburame. Mastercard-100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70322-fp-kaizen https://www.narutorpgakatsuki.net/t70331-g-f-kaizen#530997

Re: [RANK C] Kaizen Aburame. - em 29/2/2020, 21:46




Acordei com muitos barulhos, beirando o horário do almoço, levantei-me depressa e corri para encontrar Daiko em sua cama, sem sucesso, segui para o pátio circular. A cada passa o barulho ficava cada vez mais alto, em certa distância pude entender palavras e risadas, as pessoas conversavam sobre o tempo e a as aventuras antigas. Aproximei-me o suficiente para ser vista pela ninja que outrora estava deitada na cama da enfermaria.

KAIZEN ABURAME! - sorriu como se fossemos queridas - Muito obrigada pela ajuda! Foi um bom trabalho!

Muito obrigada - respondi um pouco tímida, então retornei falando alto - mas eu não fiz sozinha, aliás, você viu o outro médico? Daiko.

Já agradecemos ao Shinobi Daiko, ele acompanhou Devo em algum assunto, disse para avisarmos que eles estarão prontos para a próxima missão no horário do almoço - olhou para cima - acho que deve ser jajá então - voltou a olhar pra mim e apontou para o lado - é a saída ao norte.

Muito obrigada! - Comecei a andar e lembrei de algo - Deixamos um relatório elaborado pelo Daiko na enfermaria, leiam e conheçam as habilidades dos inimigos - pensei um pouco - mas posso adiantar que o mesmo utiliza parasitas, talvez em algum líquido passado nas lâminas, o importante é que vocês fiquem ligados, se forem cortados pelos mesmo inimigos sigam as instruções deixadas no relatório e chamem algum iryou-nin, ele saberá como proceder.

MUITO OBRIGADO! NÓS AGRADECEMOS - foi dito em couro pelas pessoas no pátio.

Caminhei até a saída/entrada, encontrando Daiko, acompanhado de Devo e uma garota de cabelo raspado com tatuagens no rosto, sua pele era morena e seu olhos amarelos vívidos, segurava uma bolsa de couro pequena e expressava tristeza no olhar.

Parece que todos se recuperaram bem - falei ao alcançar o grupo - por um momento pensei q- fui interrompida.

Kaizen, precisamos sair agora, nós não podemos demorar nem mais um segundo - disse Daiko - as coisas complicaram-se.

Depois vocês conversam - interrompeu Devo - sua próxima missão está prestes a começar - puxou um pergaminho dourado e apontou para mim - Daiko te atualizará no caminho, ficarei aqui e garantirei que consigam chegar - parou de falar e suspirou alto - protejam Denna, se necessário deem suas vidas pela causa. Ela precisa chegar em Konoha - apontou para frente e ordenou - vão vão vão !



HP [400/400] | CH [600/600] | ST [0/3]

Considerações:

A garota tem a aparência que remete ao país do relâmpago.
Equipamentos:

Kibaku Fuda 32
Kunai 5
Arame/fio de aço 10m
Kemuridama 5
Descrições:

Denna é baixa, cerca de um metro e meio de altura, seu rosto possui tatuagens pretas que lembram as ondas do mar; tem seios pequenos e corpo miúdo.
------

-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [RANK C] Kaizen Aburame. -

-


Layout com edições de Halloween feito por @Akeido Themes e Senko.