:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[Filler] Macarrão com queijo - Publicado Sab 8 Fev - 3:50




Menimienai kenshi
目に見えない剣士

O sol começava a nascer no horizonte, expulsando a escuridão da noite incrivelmente quente e o som do canto dos pássaros ecoava por toda Iwagakure.Acordei com a coberta caída pela metade da cama e uma de minhas pernas estava pendurada e quase encostando no chão, aquele era um dia de folga, porém o despertador havia tocado e como sempre após a ser acordado por ele, não conseguiria dormir novamete por conta de minha tremenda dificuldade em adormecer durante o dia. Eu estava em um sonho muito onde havia me tornado o ninja mais forte do mundo e com muitas gostosas em volta preparadas para me levar ao prazer.

Ao olhar para o relógio, assustei-me por já ter passado de meu horário habitual de levantar, ainda mais que aquele dia havia sido marcado um almoço com minha vó, então com certa pressa falei enquanto me vestia – Já estou indo – falei com uma voz ainda um pouco sonolenta enquanto escutava as batidas na porta. Ainda com os olhos pesados e grudentos, andei lentamente até a cozinha para ver se alguma coisa já sendo preparada, afinal, estava com muita fome. Chegando na cozinha, observei uma senhorinha baixa, com a pele enrugada, cabelos brancos e olhos verdes – Vovó, desculpe-me pela demora - falei portando meu costumeiro.

-Não tive muito tempo de comprar alimentos nessa semana, estava muito ocupado em missões e como o pai e a mãe também estavam de viagem, acabou que restaram poucas coisas comestíveis que não estão estragads - arrumei uma desculpa, pois na verdade não havia feito missão nenhuma, apenas estava comendo todos os dias fora, pois odiava cozinhar, mas sabia que minha vó trataria de inventar alguma receita doida com os alimentos que lá restavam.

“Que vergonha, Awashi! Você sabe que não consegue mentir para mim, tenho certeza que comeu porcarias na rua a semana inteira, pois estava com preguiça de cozinha” aquelas palavras de minha vó fizeram com que eu sorrisse e pensasse Essa velinha me conhece bem, até demais cheguei naquela conclusão depois de escutar aquelas palavras vindas dela.

Ainda com certa preguiça por conta de meu sono interrompido, sentei-me na cadeira da mesa de jantar e apoiei um de meus cotovelos na mesa para que pudesse segurar minha cabeça – O quê a senhora vai preparar? Estou morrendo de fome – eu sabia que ela nunca diria qual prato seria feito, pois ela adorava fazer surpresas quando o assunto era comida.

Aquele poderia ser um dia qualquer para uma pessoa comum, porém para mim, aquele seria um dos poucos dias de descanso que eu teria, mas o fator principal para ele se tornar importante era a presença de minha vó, afinal, ela me trazia uma enorme alegria, mesmo que fosse difícil de reconhecer isso em minha face, pois estava sempre com um sorriso nos lábios, não importava a situação que fosse. Eu sabia que ia sobrar alguma coisa para fazer, merda pensei enquanto pegava a tabua e os tomates que segundo minha vó deveriam ser cortados todos igualmente, talvez por conta do toque dela, as vezes é muito difícil entender uma velinha de oitenta anos.

Aquele trabalho não seria muito difícil, afinal, eu era um espadachim e minha especialidade eram os cortes extremamente cirúrgicos que faziam com que meus inimigos morressem sem nem mesmo poder ver o sangue ser esparramado, então pegando aquela faca de tamanho médio, segurei os tomates e comecei com os cortes – Puta que pariu – gritei e sem muita demora tomei um tapa de minha vó que também odiava palavras, mas gritei por conta de ter cortava um de meus dedos naquela tarefa Nunca pensei que seria tão difícil cortar tomates reclamei mentalmente enquanto olhava minha vó estancar o sangue de meu dedo com um curativo muito bem feito – Muito obrigado, vovó – agradeci a ela, porém fiquei mais feliz ainda por conta daquela acidente que acarretou em ela dizer que eu não precisava fazer mais nada, se não era capaz de que eu me suicidasse.

Observava aquela velinha preparando o almoço com um sorriso no rosto, aquela mulher tinha um enorme espaço em meu coração, a maioria das coisas que fiz em minha vida foi graças a ela, pois me deu a primeira espada, o primeiro livro sobre ninjutsu e também era a pessoa que mais acreditava que eu me tornaria um grande ninja no futuro Muito obrigado por sempre me incentivar a ser melhor, vovó, o dia que eu conquistar o mundo, irei dedica-lo a você pensei enquanto continuava a fitava os movimentos dela.

Pelo visto ela havia terminado todo trabalho com facas, colheres e panelas, pois a mesma havia se sentado em minha frente e começado a falar sobre como a vida dela andava parada e sem nenhuma ação, diferente de quando era uma ninja. A propósito, havia me esquecido de comentar uma coisa sobre aquela velinha... Minha vó havia sido uma ninja muito importante para Iwagakure durante guerras no passado, a mesma era uma ninja médica que havia ajudado muitos ninjas e feito com que muitos desses ninjas saíssem vivos dessa guerra.

Vários minutos se passaram durante uma conversa que estávamos tendo sobre algumas de minhas missões, porém o bate-papo fora interrompido pela mesma, pois segundo ela, o almoço estava pronto e seria bom se comêssemos ele enquanto estivesse quente.  Levantei-me segurando um prato que a mesma havia me alcançado a segundos atrás e ao abrir a panela tive uma surpresa – Vovó, você sabe que macarrão com queijo é minha comida favorita – comentei com um sorriso no rosto ao perceber a surpresa que ela tinha feito para mim.

Já estava sentado deliciando-me com meu prato de macarrão com queijo, fazendo até mesmo certo barulho ao mastigar para poder aproveitar totalmente o gosto daquele alimento – Eu amo isso –  falei ao mesmo tempo em que mastigava e já esperava ser recebido com um tapa por conta de minha falta de educação, coisa que minha vó sempre criticou.

[...]

Algumas horas depois, estava na hora de minha vó voltar a sua casa, pois segundo ela tinha muitas costuras para fazer para seus clientes Quem diria que uma famosa ninja estaria costurando para pagar sua casa, parece que todos dessa família não pensam no futuro pensei enquanto recebia um beijo na testa por parte dela – Tchau vovó – falei enquanto observava a mesma se distanciar.


Considerações:
Bolsa de Armas 20/20:
Armas:
Kayn; HP [1050] CK [1075]; ST [00|06]

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler] Macarrão com queijo - Publicado Sab 8 Fev - 14:55

Aprovo.

Resposta Rápida

Área para respostas curtas