>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 70DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera

Ban
Jōnin
Ban
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler de Timeskyp] Expansão 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t64566-ficha-ban#465913 https://www.narutorpgakatsuki.net/t64614p150-mod-ficha-ban

[Filler de Timeskyp] Expansão - em Ter 28 Jan 2020 - 19:23


Em busca do conhecimento
Planejando o futuro




HP: 2275/2275
CH: 3125/3125
ST: 00/07

Aquele ano tinha sido frutífero para Ban. Isso porque o loiro conseguiu diversas evoluções e até mesmo novas amizades e conquistas, além de novos conhecimentos, ao qual o ninja mais busca. Desde a época ao qual Iwa foi invadida, ainda no mandato de Noah, antigo Sensei e Tsuchikage de Iwa, o loiro sentiu que seu jeito de pensar e agir precisava ser remodelado. Isso porque, até então, o atual Jonin e antigo Chunin - pelo menos na época de mandato de Noah - era um ninja cumpridor de regras. Fazia sempre de tudo pela sua vila, sem questionar, e sempre obedecendo as ordens de qualquer ninjas que tivesse uma patente maior que a sua. Assim sendo, tudo começou durante a invasão tecnológica em Iwa. Aquela foi a época ao qual Iwagakure sofreu com uma invasão de ninjas que estavam cobertos por tecnologias nunca antes vistas por Ban ou por ninjas de Iwa. O loiro, junto de sua equipe e Sensei teve de agir em prol da defesa do vilarejo. Assim, partiu em direção à linha de frente, e ali ficou por um tempo combatendo os inimigos que, por incrível que pareça, conseguiam atacar numa distância tão longa que nem a incrível habilidade sensora de Ban, tão bem vista por todos que o conhecem, foi útil para localizar os inimigos.

O vilarejo estava sendo abatido e Noah preservando a vida de seus ninjas, ordenou que a equipe Ban-Asami-Obi se retirasse do centro do vilarejo - local onde ocorria a invasão - e seguissem sem questionar em direção ao portão da vila, garantindo a segurança daquele local. No entanto, era evidente que o real motivo do líder de Iwa mandar o trio para aquele local isolado era justamente para mantê-los em segurança, visto que ali não estava ocorrendo nenhuma ameaça à iwa, como ocorria no centro comercial. Ainda assim, como um bom cumpridor de regras e atual líder da equipe o loiro resolveu acatar o pedido de seu Sensei e Tsuchikage, e assim seguiu em direção do portão junto de Asami e Obi. Foi a partir dai que a ideologia de Ban começou a mudar. Iwa venceu aquela invasão, mas muitos tiveram que ser mortos. No entanto, menos teriam sido, se o trio pudesse participar da defesa do vilarejo. No entanto, devido à sua fraqueza de ser cumpridor de regras, o loiro seguiu fielmente seu líder e simplesmente fugiu, levando seus dois companheiros contigo. Companheiros estes que dias após o ocorrido, sumiram, sem deixar pistas sequer, mas deixando suspeitas para Ban daquilo. Provavelmente, assim como ele, não aceitaram o que suas ausências na invasão fez contra Iwa. Ban naquela época tinha até mesmo pensado em se matar, fugir de Iwa, ou qualquer coisa que pudesse penalizar a ele mesmo pelo ocorrido em Iwa, mas o melhor que o loiro pode fazer foi o que sua fraqueza pedia: cumprir regras.

Foi nisso que Noah também sumiu. Seu Sensei, líder de Iwa e até então único amigo próximo que ainda estava vivo, sumiu de Iwa passando seu cargo à frente. Takeo, como alguns chamavam, mas para Ban, Haise. O novo líder entrou no comando de Iwa e não mostrou nenhuma confiança no vilarejo. Poucos o aceitavam, e suas ações iam de mal a pior. Foi nisso que Ban acordou e resolveu deixar de seguir a um líder, mas sim, seguir ao vilarejo. Ban quebrou a fraqueza que o impedia de agir por vontade própria e passou a seguir seus próprios ideais, sempre em prol do vilarejo, nunca do líder. Mas para variar, uma nova invasão ocorreu em Iwa. Aquilo estava frustando o loiro, que notou o qual fraco estavam as defesas do seu lar. Aquela nova invasão ordenada pelo Clã Kira conseguiu destruir grande parte do vilarejo, mas diferente de antes que tinha um líder para minimizar os danos, desta vez o líder tinha sumido. Aumentando ainda mais o desejo de Ban em proteger Iwa usando seus próprios ideais, jamais os de um líder que a qualquer momento pode ser trocado.

O loiro partiu em direção da defesa de sua vila, mesmo que qualquer um negasse, o que, por sorte, não ocorreu. Os inimigos fugiram e Ban logo em seguida foi recrutado em uma equipe de busca e assassinato, ao qual tinham como objetivo encontrar os inimigos e destruí-los. Ban o fez, e foi a partir dai que uma nova amizade surgiu, Ban com Akira, Ryujin e Hakken. Com o término da missão Hakken voltou para seu vilarejo em Iwa, e Ryujin, assim como seu antigo Sensei e amigos, sumiu. Aquilo estava ficando muito estranho, mas Ban resolveu ignorar. Sua falta de socialismo o impedia de sentir algo profundo com todos, e foi o mesmo para com Ryujin. Já dentro de Iwa o ninja descobriu que uma nova invasão tinha ocorrido, e desta vez os invasores tomaram posse de Iwa. Como de se esperar o loiro partiu em direção do gabinete. Os alvos: os invasores. Entretanto, após conversas com aquele novo líder o loiro notou que ele tinha algo diferente do antigo líder fracassado e fraco. Assim, resolveu botar um pouco de esperança naquele homem. Aliás, mesmo que ele saísse da liderança, quem iria assumir o posto? Se fosse para colocar qualquer um, então que fosse aquele homem. Conhecido por alguns como Tirano, mas para Ban como, apenas King, o novo líder de Iwa.

Após a estabilidade da segurança e economia de Iwa o loiro resolveu evoluir a si mesmo. Por conta disso se tornou de Chunnin a Jonin, pulando praticamente a patente de Tokubetsu, e como Jonin se tornou um usuário das artes medicinais. IryoNinjutsu. E ainda como Jonin foi que o loiro se tornou um mestre na sua Kekkei Genkai, Jinton, assim como um perito na arte do Doton, elemento base de sua vila. E como mérito de suas forças e apoio à vila, Ban ganhou o direito de ser um dos usuários de uma técnica rara, ao qual, segundo os anciões do vilarejo, seus país detinham. O Reika no Jutsu. Com esta habilidade única em seu arsenal, além de outras habilidades ao qual tornavam Ban um ninja em potencial, além de seus feitos por Iwa, King, atual líder de Iwa, deu a ele junto de Akira a missão de reconhecer toda a área de Kusagakure, um vilarejo localizado dentro do País da Grama, e após isso o líder de Iwa pediu para que o loiro junto de Akira invadissem e colonizassem Kusagakure em nome de Iwa. O mérito e reconhecimento dos feitos de Ban foram tantos que o Tsuchikage até mesmo o indicou para ser o líder do vilarejo do País da Grama, no entanto, o loiro já sabendo que não tinha a vocação para liderar um vilarejo, independente do seu tamanho, negou, indicando Akira ao cargo, ao qual foi gentilmente aceito.

Tudo naquele ano estava ocorrendo muito depressa. As mudanças na liderança de Iwa, aumento na economia, poder militar principalmente de defesa e ataque voltado para a segurança do vilarejo, evolução da patente de Ban, assim como evolução de suas habilidades físicas e mentais, tal como diversos novos ganhos no quesito arsenal de técnicas, assim como todo seu reconhecimento dentro e fora do vilarejo. Tudo aquilo fez com que Ban diminuísse muito uma de suas fraquezas... o anti-socialismo. O loiro era muito anti social, e isso era com todos. Foi por conta disso que o loiro quase sempre era muito rígido, não demonstrava felicidade com nada. Estava sempre sério e focado, não entendia os sentimentos de ninguém e nem mesmo entendia o que os outros diziam. Porque ele estava focado em apenas uma coisa: proteger se vilarejo. E isso era independente dos meios. No entanto, aquele ano estava sendo um ano de grandes bençãos para com o Jonin de apenas quatorze anos. Tudo o que ele passou, além dos amigos e conhecimentos que fez, assim como diversas tomadas de decisões que precisou fazer, tal como decidir se deveria ou não tentar uma retalhação contra o atual líder de Iwa, se deveria ir atrás de seus amigos e abandonar Iwa, a proximidade com Akira e até mesmo com King, o que ele nunca pensaria que teria, o fez amolecer seus pensamentos, permitindo a ele, aos poucos, compreender os pensamentos dos outros, assim como suas emoções e motivos de tomadas de decisões.

E agora, tendo seu amigo Akira como atual líder Kusagakure, e tendo Ban como encarregado por cuidar da segurança militar e econômica daquele vilarejo junto do seu amigo, foi que o Jonin Ban perdeu sua fraqueza que o impedia de ter novos amigos e de aceitar qualquer tipo de ações banais. O loiro tinha perdido a fraqueza do anti-socialismo, e notava que já tinha grande facilidade em conversar com os outros, e de entender seus sentimentos. Isso vulgo as ações que ele junto de Akira fizeram. E o que ele achou que nunca iria acontecer, a amizade com seu companheiro de missões, e agora, companheiro de liderança de um novo vilarejo: Kusa. O loiro foi praticamente obrigado a retirar aquele defeito, até porque seu anti-socialismo estava o impedindo de, por exemplo, tomar decisões burocráticas. Sem isso o loiro se sentia livre para cumprir seu papel para com Iwa. Proteger sua terra natal e ajudar seu amigo Akira na liderança de Kusa, comandando as defesas e poder econômico de Kusa, garantindo o máximo de apoio de Iwa.

Nesse ano o loiro enfrentou seus próprios problemas, além de, dentro da floresta de Kusa, encontrar algumas feras ao qual acabou realizando um pacto que jamais pensaria que teria. O ano virou, chegou o verão, e com isso seu aniversário. Ban completou quinze anos enquanto pensava que até um ano atrás ele era apenas um Chunin cumpridor de regras e sem amigos devido sua anti-socialidade, mas que agora era um Jonin de grande respeito, e com grande responsabilidade, tendo como objetivo apenas proteger seu vilarejo, independente dos meios, e sem estar preso às fraquezas que antes tinha.




OBSERVAÇÕES:


OBSERVAÇÕES
- RESUMO: Texto bem explicativo;
- Palavras feitas: +1628 / 1000
- Objetivos:
* Realizar o timeskyp proposto neste link, me permitindo passar os seis meses, entrando agora no verão;
* E como agora será verão, já mudar minha idade de 14 para 15 anos;
* E como bonificação do filler de timeskyp, obter a invocação Pansa;
- Tudo foi tentativa.



Habilidade (desativada):

Kanchi no Jutsu
Descrição: A técnica de detecção permite que o sensor tipo shinobi para detectar e rastrear alvos através de suas assinaturas de chakra. A gama de esta técnica varia entre os sensores.
Nota: 1675 de alcance
Jutsu usado:


Template do Kaay
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler de Timeskyp] Expansão - em Qua 29 Jan 2020 - 21:24

@
-


Edição de Natal por Loola e Senko.