>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno
Últimos assuntos

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[Fillers] Sachiko - 25/1/2020, 18:28


[Fillers] Sachiko V1vMFqt
-君を殺す-

HP: 1475/1475 - CH: 1525/1525 - ST: 00/05

Sachiko acordara de repente, com um suspiro seco de surpresa. "...Q-que?!" - Exclamou mentalmente. Estava ofegante, como se tivesse acabado de acordar de um pesadelo. Olhou ao redor, angustiada, mas não viu nada. E não nada no sentido comum da palavra: estava tudo escuro, literalmente, tudo o que seus olhos captavam era a cor preta, como se estivesse olhando para um muro negro que se estendia infinitamente para todas as direções. Por mais que tentasse, não conseguia distinguir forma alguma naquela escuridão, tanto que as vezes sequer sabia se estava de olhos fechados ou abertos.

Um pensamento surgiu em sua cabeça. Ela riu ao se lembrar... "...Ah, é verdade. Eu fui capturada de novo, não é?" - Pensou. "...Eu sou uma demente mesmo." - Ria. Ao tentar mexer os braços, teve a confirmação que procurava: estava amarrada, contida. Provavelmente este lugar era algum tipo de caverna, podia sentir o frio consumindo seus corpo. Pelo jeito que seus braços e pernas tremiam, provavelmente já estava ali há mais de um dia.

Uma voz ecoou pela sala: "...Acordou, finalmente." - Um timbre masculino. "Pensei que dessa vez você não iria acordar mais... A este ponto a maioria das pessoas já teriam morrido de hipotermia. Você realmente é um caso a parte." - Disse.

"Que porra são vocês? O que querem comigo?" - Exclamou a menina. "Eu já disse... Eu não sei nada sobre o alto escalão da Pedra. Eu nunca me envolvi com os assuntos militares. Sou uma assassina, nada mais. Mantida contra a minha vontade no cargo de Jounin. Não sei de porra nenhuma." - Acabou parando no meio da frase por causa das tosses. Seu pulmão provavelmente já estava nas últimas, se já não estivesse com alguma pneumonia avançada.

"Eu sei, você já disse isso. Já disse várias vezes, e eu acredito em você." - Disse o homem. "Mas se isso for realmente verdade, então eu não poderia me importar menos com a sua vida. Por isso, pelo seu próprio bem, não vou acreditar." - Continuou. "Você vai ficar aqui até que fale algo de útil para nós, ou até morrer. Se você não souber de nada, realmente é uma pena, mas não pretendo arriscar perder qualquer informação que seja." - Assim que o discurso acabou, Sachiko ouviu um som que já escutara várias vezes durante esse interrogatório. "...Ei, não precisa fazer isso de novo. Por... cof... favor..." - Sua voz saiu fraca. Já não tinha muito mais forças para retrucar. O homem sequer ouviu as súplicas da menina. E alguns segundos depois Sachiko sentiu mais uma vez: um jato de água fria preenchendo todo o seu corpo. Um abraço gélido do próprio deus da morte. Em uma caverna como aquela, um jato desses trazia muito mais do que frio. Era possível sentir até mesmo os ossos estalando. "...Arf, arf... Filho da..." - Tentou reunir forças para praguejar contra o seu captor, mas a este ponto ele já estava fora da sala.

[...]

Um bom tempo se passou. A menina já não sabia se foram dias, semanas... Perdera completamente a noção do tempo. Seus sentidos estavam todos turvos, não distinguia mais a realidade de seus próprios pensamentos. Não se lembrava da última vez que havia comido alguma coisa. Apenas se mantinha viva pois havia goteiras de água próximas a ela, que a permitiam, ainda que minimamente, se hidratar.

"...Então é assim que eu vou morrer?" - Perguntou a si mesma. "Que merda de morte... que merda de vida." - Sua consciência estava se esvaindo. A este ponto, Sachiko já havia aceitado seu destino. As lembranças de sua vida tomavam forma na escuridão da caverna como se estivesse assistindo a filme. Viu-se criança vivendo naquele orfanato falido. Lembrou-se de como passava quase todo o tempo retorcendo-se de dor na cama, sem que ninguém pudesse ajudá-la. Viu sua adolescência passando na frente de seus olhos, sua vida como uma ladra de rua, sem casa, sem objetivos. ...Ninguém havia contado para ela diretamente, mas ela sabia de suas origens. Sabia que não era para ter existido, que ela havia sido produto de um aborto.

"...Parando para pensar, em toda a minha vida... eu realmente fiquei sozinha. Ninguém nunca me ajudou... ninguém nunca pôde me ajudar." -  Pensou. "...Mas... ainda assim. Eu não morri. Até hoje, eu não morri. Ainda que estivesse sozinha... é como se alguma coisa estivesse me mantendo viva. Alguma coisa que me impedisse de sucumbir." - Por alguns segundos, um flash passou na mente dela. Lembrou-se do incidente da floresta, daquele grupo... de um nome: Jashin. "...Ja... shin? Eu me lembro desse nome. Era uma espécie de entidade, não é? Tinha um grupo de lunáticos que o veneravam..." - Sachiko, que já não tinha mais nada a perder, acabou fazendo a última coisa que pensou que faria em sua vida: rezar.  

"Eu não sei como fazer essas coisas direito... mas acho que você vai estar me escutando, se é que você existe. ...Eu sei que eu te negligenciei... mas também sei que seu objetivo... é o mesmo que o meu. Eu posso ajudar você a difundir esse ideal, a espalhar o caos. ...Se você me tirar dessa... eu juro que vou devotar o resto da minha vida ao teu nome." - Concluiu, sem muitas esperanças.

No entanto, como um milagre, assim que fechou novamente os olhos, ela viu alguma coisa...! Ainda que estivesse de olhos fechados, ela viu. Era um tipo diferente de visão, era como se estivesse vendo... chakra. Não sabia se era apenas ilusões provocadas pela sua falta de sanidade, ou se foi realmente um milagre divino, mas pela primeira vez em semanas estava vendo novamente. Podia ver claramente a silhueta dos seus captores, caminhando em cômodos adjacentes. Com essa nova luz, um caminho havia sido aberto. Agora havia um jeito. ...Havia um jeito de escapar.

Algum tempo depois pode ver um dos homens entrando na sala. Desta vez, tinha total noção da sua localização. Assim que o mesmo passou perto o suficiente dela, não tardou em morder seu pescoço com os dentes. "..Ah...! ...Ghhh..." - Sequer conseguiu ar suficiente para alertar os outros. "...Se quer viver, abra as algemas." - Alertou, seca, sem soltar seu pescoço. O homem, desesperado, pegou, trêmulo, uma chave do bolso e libertou a menina. "...Muito bem." - Congratulou. Mas logo em seguida arrancou um pedaço do pescoço do rapaz com os dentes, fazendo-o cair no chão espirrando sangue para todos os lados.

A garota estalou o pescoço, os pulsos e as costas. Enfim podia movimentar os músculos novamente. Com um pisão, esmagou o crânio do homem, garantindo a sua morte. E então olhou para cima: "...Obrigado, Jashin." -  Disse, começando a caminhar. No entanto, após alguns passos parou abruptamente, retomando sua fala. "Sama." - Completou. Não demorou muito para escapar dali depois disso, deixando uma pilha de corpos pelo caminho. Após um tempo desumano presa em seus próprios pensamentos, submetida a uma tortura interminável, finalmente estava prestes a ver a luz do dia novamente.


Coisas:
Consideracoes:
pegando sensor ai por causa do evento
Equipamentos:
- Garrafa de Habushu amarrada nas costas
- Kunai x5
- Shuriken x5
- Senbon x10
- Hikaridama x5
Jutsus Utilizados:

Buffs:

Agilidade Aguçada: Capacidade de desviar por reflexo de movimentos com até dois pontos superiores, porém não é capaz de enxerga-los.

Especialista em Deslocamentos: Permite usar o Shunshin sem custos adicionais por metro e aumenta a velocidade produzida por Shunshin (e semelhantes) em um ponto, tornando assim a bonificação anterior de um para dois pontos durante o momento de uso.

Ficha
-
Luishturella999
Jōnin
Luishturella999
Vilarejo Atual
Ícone : [Fillers] Sachiko 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t70499-f-p-squall-sarutobi#532365 https://www.narutorpgakatsuki.net/t69839p30-gestao-de-ficha-squall-saruhatake

Re: [Fillers] Sachiko - 26/1/2020, 11:48

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.