>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Verão

Menestrel
Tokubetsu Jonin | ANBU
Menestrel
Vilarejo Atual
Ícone : [Treino] Até o limite; Shin2

https://www.narutorpgakatsuki.net/t69919-fp-benimaru-mu https://www.narutorpgakatsuki.net/t69946-gf-muun#526429

[Treino] Até o limite; - em 4/1/2020, 21:07

...


         Corria, incansável por entre as árvores dos arredores da montanhosa Iwagakure. O cenário outrora avermelhado pela terra hoje estava coberta por uma neve fina que formava uma espécie de tapete sujo mal colocado. Apesar do cenário, o jovem Genin conseguia se sentir extremamente confortável quando estava ali. Recentemente havia feito uma missão no País do Arroz, onde a grama floresce e as árvores possuem um verde vívido da primavera, mas não trocaria seu vilarejo onde as pessoas eram tão duras quanto as pedras que as cercam.

Nessa noite fria, com a respiração ofegante e o moletom suado sobre o corpo, Benimaru Mu só pensava em se tornar mais apto como ninja, afinal sua profissão cobrava dedicação e empenho. Tudo fora isso significaria a morte. Entendendo o recado, percebeu que não mais faria missões simples como peassar com cachorros ou fazer entregas de comida. Pelo contrário, quanto mais forte se tornava, mais sentia a necessidade de se tornar ainda mais forte. Sendo assim, para aguentar o fôlego que era requerido para utilizar técnicas mais desenvolvidas durante uma maior parte de tempo, reparou que era de extrema importância que aumentasse sua estamina. Graças a isso, o jovem de cabelos prateados e olhos de íris amarela não poderia parar, ainda que se sentisse exausto.

Sentiu seu Chakra fluir por dentro de seus pontos. Sua veia era sangue quente. Tudo nele precisava trabalhar em harmonia, afinal não é possível aumentar sua vitalidade e chakra sem passar por provas comprobatórias. Dessa forma, parou próximo à algumas árvores e começou a chutá-las, não como um medidor de força, não para quebrá-las, mas para cansar a si mesmo. Executou selos e moldou seu Chakra, utilizando-se da grande capacidade de controle que exercia sobre ele. Acessou suas perícias e aptidões elementais, que não eram poucas: Água, fogo, terra e poeira. Sentiu cada elemento trabalhando consigo na natureza. Afinal, o que havia na natureza que não existia dentro de si? Conseguiu sentir até mesmo a poeira que flutuava, invisível no dia a dia, mas sempre presente. Aquele era o seu elemento.

Até onde aguentaria? Saltou durante, no mínimo, duas horas. Quando sua pele minava suor, brilhante à luz do frio luar, quando sentiu que não conseguiria mais: Daí então pôs-se a correr novamente, ainda que cada músculo de suas pernas queimassem e suas células pedissem para que ele parasse: Não pararia. Não poderia parar. Precisava se tornar mais forte, para ser um ninja melhor e poder cumprir com seus objetivos. Não morreria pelo caminho. Talvez mais 10 passos que desse num treinamento fosse o suficiente para que adquirisse um segundo a mais de resistência que poderia mantê-lo vivo para escapar de algum ataque inimigo. Se ele seria um ninja, então precisava ser o melhor.

Em dado momento, suas pernas falharam e ele despencou no chão de terra e neve fofa. Não era tão ruim quanto havia pensado, mas sentia uma dor aguda em seu queixo. Rolou e colocou a barriga para cima, antes de levantar-se e falhar em tentar se colocar de pé. - Merda. Minhas pernas não respondem mais. - Estava realmente cansado, o que dizia que seu treinamento de estamina terminaria ali. O que não queria dizer que o treino precisava parar ali: Ainda sentado, começou a fazer selos com a mão e moldar o seu próprio chakra. - Então eu treinarei o meu Ninshu!

Focado, começou a executar alguns Jutsus simples de rank D, mas já estava cansado de praticar Henge e afins. Já sentia que em breve estaria apto a se tornar um Genin, então era hora de deixar aquelas técnicas para trás. Era especialista naquela arte, então elevou a dificuldade e pôs-se a aplicar Jutsus de rank A, invocando sem demora o Katon: Onidōrō, que fazia que com que fantasmas de fogo o rodeassem, a espera apenas de um comando para ir em direção ao alvo. Com o selo de mão, madou os fantasmas para o alto, dissipando-os em fumaça e cinzas junto à neve que começava a cair. Mu não se importou e continuou a treinar. Repetiu o feito mais uma vez, invocando seu Katon e lançando-o para cima. Se sentiu extremamente cansado, ofegante novamente por utilizar consecutivamente técnicas avançadas para o seu corpo.

Descansou por mais alguns segundos com as mãos sobre os joelhos e respinrou fundo. "Mais uma vez", pensou consigo mesmo antes de começar a executar o Katon: Onidōrō, mirando-os mais uma vez para o alto. Aquele havia sido seu limite. Sua visão ficou turva e embaçada, e tudo que sentiu foi o frio da neve em suas costas. Havia caído? Ao que parecia, estava realmente muito fraco. Precisou de um tempo imóvel para consegui recuperar novamente suas forças, até sentir-se disposto e poder finalmente sair dali.

Entre seus pensamentos e devaneios, um sorriso involuntário de "dever cumprido" brotou em seu rosto. Apesar de colocar-se em seu limite e pagar o preço por isso, ao menos sentia que seus treinos estavam valendo a pena e cada vez mais e em breve poderia ajudar sua avó. Afinal, ninjas incríveis recebem missões incríveis, certo? E se ele pudesse curá-la? Deixou para lá esse tipo de expectativa, sentindo-se cansado demais para pensar até nisso. Seu corpo queimava a cada passo, mas não poderia passar a noite no relento de inverno, então não parou sua caminhada rumo a sua casa.

Não demorou até que pudesse finalmente deitar em sua cama e aproveitar o bom regozijo de quem sabia estar, ao menos tentanto, cumprir o seu papel.

...


HP: 550/550  |  CH: 700/1000  |  Sta: 0/3

Considerações:


912 palavras segundo o app Q10
Treino de x1 Stamina e x1 Ninshu, contabilizando +2 pelo mês do up
(contabilizei que fiquei com 3/3 de stamina, mas no fim do post está 0/3 porque ele acabou descansando até o fim do mesmo. grato)

Utilizados:



[Treino] Até o limite; Katon

Katon: Onidōrō
Rank: A
Requerimentos: Nenhum.
Descrição: Essa técnica libera muitas bolas de fogo flutuantes ao redor do usuário, que assumem a forma de fantasmas no estágio final da técnica. Depois de executar o selo de mão exigido, eles atacam o oponente em enxames. Cada bola de fogo cria uma enorme chama no momento do impacto.



[+] Grande Controle de Chakra (Inato)
[+] Hab. em Ninjutsu (Inato)
[+] 6. Ninjutsu
[+] Afinidade e Perícia elemental: Doton, Katon, Fuuton e Jinton (Poeira)




-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treino] Até o limite; - em 6/1/2020, 11:40

ok.
-


Layout com edições de Halloween feito por @Akeido Themes e Senko.