Não é o único, mas simplesmente o melhor!
Naruto RPG
Akatsuki
A doce melodia dos ventos atravessando o deserto não era mais querida por absolutamente ninguém. Ele sabia muito bem disso, por mais que odiasse o fato. Concordava que sua vila estava morta há muitos anos, entendia que seu povo sofrera, e, mesmo assim, não entendia como. Parecia um absurdo sem precedentes como uma vila tão renomada como Sunagakure no Sato, organizador do primeiro Chunin Shiken mundial desde a formação das novas nações, havia sido destruída, afundada nos seus próprios desertos, graças a uma única entidade chamada Okina. Mas isso aconteceu. Muitas pessoas inocentes morreram, muitas fugiram, e os vastos desertos dentro de Kaze no Kuni tornaram-se morada de aldeias e mercenários, todos tentando sobreviver na jornada. Muitos ficavam nos arredores com esperança do retorno da gloriosa Sunagakure no Sato, outros porque não eram aceitos em outros lugares e, alguns ainda não tentavam, pois tinham idosos e doentes consigo. Um verdadeiro caos. A economia despencou; começaram os gastos com população, poucos impostos recebidos e mais gastos com mercenários contra outros mercenários. Acreditava que a iniciativa destrutiva de Okina não visava aquelas consequências, mas eram reais e ele precisava enfrentá-las.
Arco Atual:
Reconstrução
A AlvoradaUzushiogakure e Sunagakure estão reconstruídas, marcando uma nova era para as nações shinobi, que agora são cinco uma vez mais. Os Shodaime Kazekage e Mizukage comandam as novas gerações de seus vilarejos, iniciando uma série de planos governamentais para garantir que o mal não os assole como ocorreu no passado.
RelíquiasAs facções caminham em direção à calamidade, e os líderes de cada grupo correm contra o tempo para adquirir novos seguidores. Da mesma forma, os mais ferrenhos seguidores se enfrentavam, e a ínfima possibilidade de relíquias do passado se revelarem ao mundo deu início a uma nova corrida por parte das facções.
Estação: InvernoAno: 66DG
Últimos assuntos


[Capítulo - Solo] The Only Real Angel

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 22/12/2019, 13:05


Yamanaka Yin
唯一の本当の天使

A relação familiar e militar era algo totalmente diferente. Mas a família de Yin conseguia quebrar esse tabu e estabelecer uma ótima relação entre esses dois tipos de relacionamentos. Até porque, o que ajudava o poderio militar de Yin e seus pais era exatamente o amor que sentiam um pelo outro. Yin nunca culpou seus pais por eles terem se envolvido com gente daquele tipo, e isso talvez foi o que mais motivou a Yin a ser uma shinobi. Naquele dia, estavam todos em casa, e a casa ficava localizada no meio do Vilarejo, entre os moradores comuns para evitar de serem encontrados facilmente pelos homens de Hayato, o mercenário mais temido das Vilas Renegadas.

Então quer dizer que eles estão indo para Amegakure? Porque diabos acham que moramos naquele lugar morto? Aliás, essa relação com Amegakure pode estar ligada com o atual "líder" de Otogakure, o que acham? — Dizia o pai de Yin para a família. Yin estava tomando seu café da manhã, sentada no sofá e logo, entrava no assunto. — Talvez sim, mas acho difícil. Eu estava mesmo querendo conhecer esse rapaz que fez de Oto uma colônia, algo que nunca precisamos desde que me entendo por gente. Fazer Otogakure ficar conhecida, pode comprometer nossa discrição. — Analisava o que sua filha dizia, e de certo modo aquilo fazia sentido. O homem se levantava, e dizia que ia ao mercado. Yin ficava a sós com sua mãe, que sentava no sofá para falar com a garota.

Yin-chan, eu acho que você é muito forte, de fato. Mas tem algo que eu preciso lhe ensinar. Quando sua avó morreu, todos acreditavam que ela iria para o céu, por ser alguém muito boa. Ela era totalmente contra a vida que eu e seu pai levava, e claro, ficaria preocupada em como isso te afetaria. Ela foi chamada de Anjo, por conta de uma habilidade, que agora, está em minhas mãos, e por isso eu quero ensinar você. Mas antes, pode fazer seu treino e meditação matinal. Não quero lhe atrapalhar. — A garota dava um beijo em sua mãe, e partia para o quintal de sua casa. A meditação ocorria sempre de manhã após o café, e isso era o que ajudava Yin a manter sua mente tão atenta e calma ao mesmo tempo. Ficava curiosa em relação ao que sua mãe iria lhe ensinar, mas não ficaria focando nisso para não se desesperar.

Considerações:
- Aparência: Elesis (Elsword), vestimenta exatamente assim. Samehada nas costas, em transversal, e Kokuto presa na bainha ao lado esquerdo da cintura. Bolsa de armas presa na cintura ao lado direito.
- Post: Shikigami no Mai + Perícia em Katon - 01/05, 402 palavras.
Kuchiyose: Cobras - 00/05
Armas:

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel 761653730
Samehada [ダ]
Rank: S
Descrição: Samehada (鲛肌; Literalmente significa "Pele de Tubarão") é uma grande espada senciente, comparável em tamanho ao Kubikiribōchō. Ela é descrita como "a mais terrível de todas as sete espadas da névoa" e até ganhou o título de "Grande Espada" (大刀, Daitō), acrescentando ainda mais fama em sua reputação temível.

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Latest?cb=20150109205309&path-prefix=pt-br
Kokutō
Rank: A
Descrição: O Kokutō (黒 刀, Literalmente significado: Black Blade) é uma espada única exercida por Raidō Namiashi. Esta katana tem uma superfície escurecida e não reflexiva e está fortemente revestida de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou isso em conjunto com Aoba Yamashiro's Scattering Thousand Crows Technique para ocultar-se e a lâmina e defender com sucesso Akatsuki membro Kakuzu.
Bolsa Ninja:
[10] Kunai (10)
[10] Shuriken (10)

HP: 3550 • 3550 | CH: 3550 • 3550 | ST: 00 • 06

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HideousInsidiousGreatwhiteshark-size_restricted
— The Winter, is coming..."
Winter
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HP63kWQ

Winter
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69738-f-takashi-kori-no-kotei https://www.narutorpgakatsuki.net/t69179-gestao-de-ficha-touka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 22/12/2019, 22:44


Yamanaka Yin
唯一の本当の天使

A meditação de Yin consistia em um tempo sozinha, tentando esvaziar sua mente de tudo aquilo que pudesse a corromper ou atrapalhar seus objetivos. Naquele dia, não tinha nenhuma preocupação a mais do que o normal, e por isso, estava mais tranquila. Foi então que após meditar, sua mãe chegou, e logo relembrou do que ela tinha dito, sobre ensinar algo a garota. — Mãe, antes de qualquer coisa, queria te dizer que eu estou preparada para o que vier. Eu quero apenas que a gente viva em paz, como vocês sonharam. E vamos, juntos, dar um fim a todos esses filhos da puta. — Sua mãe sorria, e abraçava Yin com força, demonstrando profundo amor pela sua filha. — Mesmo com esses palavrões, eu tenho orgulho de você. Você é a ninja mais forte que eu já vi, e sei que vai realizar muitos feitos enormes. Agora, eu preciso te explicar mais sobre a técnica. Mas antes, aquele nosso duelo padrão precisa ser feito. — Rapidamente Yin se levantava, sorrindo, e com uma kunai em mãos. Fazia um avanço rápido na direção de sua mãe, que a confrontava com uma pequena espada. — Você está bem mais rápida. — Dizia a mãe de Yin, preparando alguns selos de mão. Yin rapidamente preparava outros selos manuais, e conjurava uma pequena bola de fogo para confrontar o vendaval de sua mãe, que apagava em milésimos o fogo criado por Yin.

Nossa, seu domínio elemental não está tão bom. O que acha de melhorarmos isso? — Yin ficava um pouco irritada, mas logo cedia, pois jamais recusava a ajuda de seus pais. A mãe de Yin dominava todos os cinco elementos, embora tivesse maestria apenas no estilo vento. Então, tinha praticidade em usar técnicas elementais, e por esse motivo queria ajudar Yin com isso. — Pois bem. O que precisa saber inicialmente sobre o fogo. Fogo é forte contra vento porque o ar alimenta as chamas, mas é fraco contra água porque ela naturalmente o esfria e apaga-o, isso é mais que óbvio. Fogo pode ser usado em conjunto com relâmpago para aumentá-lo, usando o fogo para alterar condições climáticas com uma técnica suficientemente poderosa. Além disso, pode ser usado com vento para aumentar a força de uma técnica de fogo e até mesmo prevalecer sobre uma técnica de água. Ou seja, ao meu ver, a natureza mais forte entre as cinco, embora não seja muito o meu estilo, e você sabe.

Considerações:
- Aparência: Elesis (Elsword), vestimenta exatamente assim. Samehada nas costas, em transversal, e Kokuto presa na bainha ao lado esquerdo da cintura. Bolsa de armas presa na cintura ao lado direito.
- Post: Shikigami no Mai + Perícia em Katon - 02/05, 402 palavras.
Kuchiyose: Cobras - 00/05
Armas:

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel 761653730
Samehada [ダ]
Rank: S
Descrição: Samehada (鲛肌; Literalmente significa "Pele de Tubarão") é uma grande espada senciente, comparável em tamanho ao Kubikiribōchō. Ela é descrita como "a mais terrível de todas as sete espadas da névoa" e até ganhou o título de "Grande Espada" (大刀, Daitō), acrescentando ainda mais fama em sua reputação temível.

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Latest?cb=20150109205309&path-prefix=pt-br
Kokutō
Rank: A
Descrição: O Kokutō (黒 刀, Literalmente significado: Black Blade) é uma espada única exercida por Raidō Namiashi. Esta katana tem uma superfície escurecida e não reflexiva e está fortemente revestida de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou isso em conjunto com Aoba Yamashiro's Scattering Thousand Crows Technique para ocultar-se e a lâmina e defender com sucesso Akatsuki membro Kakuzu.
Bolsa Ninja:
[10] Kunai (10)
[10] Shuriken (10)

HP: 3550 • 3550 | CH: 3550 • 3550 | ST: 00 • 06

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HideousInsidiousGreatwhiteshark-size_restricted
— The Winter, is coming..."
Winter
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HP63kWQ

Winter
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69738-f-takashi-kori-no-kotei https://www.narutorpgakatsuki.net/t69179-gestao-de-ficha-touka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 28/12/2019, 01:17


Yamanaka Yin
唯一の本当の天使

Sua mãe começava a liberar uma quantidade de chakra. Ela não sabia ao certo, mais quanto mais forte ficava, mais poder ainda queria. Ela estava quase passando pelo portão da vila quando se depara com um corvo branco mas quando ele chega mais perto ele vê que este mesmo pássaro era feito de papel. O corvo tomava um caminho muito estranho e por grande curiosidade o ninja decidia segui-lo para ver onde ele iria. Sua mãe desaparecia em folhas, enquanto o corvo a guiaria.

Elegantemente, o curioso corvo se movia por cima das pequenas formações rochosas e terrenos acidentados. Vez ou outra, o animal parava para brincar com alguma coisa, mas nunca demorava mais de cinco minutos e sempre seguia em uma direção, como se soubesse para onde estava indo. Não só um corvo permanecia, um cachorro, um pássaro e uma cobra também foram moldados a partir daquele mesmo corpo, retornando à sua forma primária ao final de uma floresta.

Yin logo via que o corvo de papel levantava seu voo mas antes mesmo do ninja perde-lo de vista ele vai até o ninja que tomava conta do portão mostrando os papeis de permissão para sair da vila.

O corvo voava em uma altura que ainda era fácil de se vê-lo, o ambiente que a ninja passava era muito pacato mas por motivos não conhecidos, Yin decide olha-lo com mais atenção, pois ele estava bem entediado no momento. Logo após o grande portão da vila Yin olhava para o ambiente e tudo que via era uma estrada de pedra com outras pequenas pedras jogadas pela estrada com alguns arvores espalhadas a sua volta, era um ambiente normal e repetitivo para Yin pois ele não aguentava mais ver pedras com pedras e mais pedras em sua visão castigada pelo cansaço.

Depois de um bom tempo de perseguição incessante quando Yin estava quase para desistir ela vê algo que ela não se vê todo dia alem de um corvo feito de papel. O corvo se dobrava sozinho e virava um cachorro muito bonito e elegante feito de papel mais intrigado ainda com o que via o ninja agora estava realmente decidido em seguir o animal até os confins da terra. O ambiente rochoso começava a sumir com uma planície tomando conta do local, a estrada de terra batida continuava a mesma mas agora o ambiente começava a ter uma visão mais bucólica com alguns pastos ao longe junto de seus pastores com o um campo belo que poderia ser admirado por horas mas o ninja não podia se distrair pois o animal dava algumas pausas o que dava tempo da garota olhar o local onde estava. Yin se perdia na visão calma que o local lhe dava e por pouco ele não perde o cachorro de papel que parecia andar mais rápido do que antes quando era um corvo esplendoroso.

Caminhada incessante da menina parecia não ter fim o sentimento bucólico era deixado para trás pois o que antes are um cachorro de papel agora era um pequeno pássaro que adentrava pela densa floresta que não tinha mais caminho o ambiente era pesado, úmido e sombrio. Yin não sentia paz em seu coração, ele não entendia se era medo ou falta de preparo para estar ali porem como ele já estava ele dizia algumas palavras em tom baixo e ao que parecia ser ele falava com alguma cobra imaginaria. Depois de algumas palavras a garota se acalma e continua seu caminho, quando a garota via que o pássaro parava no que parecia ser o coração da floresta ele via que o pássaro parava em cima de uma estatua bem velha e destruída pelo tempo. O garoto queria sempre lembrar da visão bela que via no momento e pensava " mesmo coisas sombrias podem ser belas...". O pássaro parecia que ia se transformar outra vez mas ele virava um simples papel que a garota ia pegar para checar se tinha dado algum tipo de problema.

Considerações:
- Aparência: Elesis (Elsword), vestimenta exatamente assim. Samehada nas costas, em transversal, e Kokuto presa na bainha ao lado esquerdo da cintura. Bolsa de armas presa na cintura ao lado direito.
- Post: Shikigami no Mai + Perícia em Katon - 03/05, 663 palavras.
Kuchiyose: Cobras - 00/05
Armas:

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel 761653730
Samehada [ダ]
Rank: S
Descrição: Samehada (鲛肌; Literalmente significa "Pele de Tubarão") é uma grande espada senciente, comparável em tamanho ao Kubikiribōchō. Ela é descrita como "a mais terrível de todas as sete espadas da névoa" e até ganhou o título de "Grande Espada" (大刀, Daitō), acrescentando ainda mais fama em sua reputação temível.

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Latest?cb=20150109205309&path-prefix=pt-br
Kokutō
Rank: A
Descrição: O Kokutō (黒 刀, Literalmente significado: Black Blade) é uma espada única exercida por Raidō Namiashi. Esta katana tem uma superfície escurecida e não reflexiva e está fortemente revestida de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou isso em conjunto com Aoba Yamashiro's Scattering Thousand Crows Technique para ocultar-se e a lâmina e defender com sucesso Akatsuki membro Kakuzu.
Bolsa Ninja:
[10] Kunai (10)
[10] Shuriken (10)

HP: 3550 • 3550 | CH: 3550 • 3550 | ST: 00 • 06

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HideousInsidiousGreatwhiteshark-size_restricted
— The Winter, is coming..."
Winter
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HP63kWQ

Winter
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69738-f-takashi-kori-no-kotei https://www.narutorpgakatsuki.net/t69179-gestao-de-ficha-touka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 3/1/2020, 14:46


Yamanaka Yin
唯一の本当の天使

Do pé de uma montanha um tanto que peculiar, olhos atentos poderiam enxergar pequenas folhas de papel que voavam de dentro do terreno. O animal havia desaparecido; agora, restavam apenas a menina e a paisagem.

Yin via aquela menina com a paisagem e o papel no chão, ele a olha e analisa tudo a sua volta pois ele tinha quase certeza de que aquilo are algum tipo de ilusão. Alguns minutos silenciosos se passaram com o ninja vendo a garota, a curiosidade estava o matando pois ele queria saber porque aquele papel seguiu todo aquele caminho para chegar nela. Ela sai de trás das arvores e caminha em direção a ela sem a intenção de parecer hostil ou assusta-la, Yin pegava o papel do chão e fazia uma pequena dobradura que não estava muito boa mas era possível entender que aquilo era a dobradura do rosto de um gato. Após a dobradura ficar feita ele entregava para ela na esperança dela aceitar e conversar com o ninja. A timidez só foi superada pela sua curiosidade de entender tudo que acontecia e ele falava com a voz meio falha e rouca. — Ola me chamo Yin . Eu queria entender como você fez isso? — Ela sorria para ela na esperança de parecer confiável e ser respondido.

É isto? — Indagou a mulher de cabelos prateados, irritada. — Dei-lhe tudo o que precisava; o pergaminho instruiu-lhe do que fazer e você ainda falha? Patético. Refaça tudo, do início, utilize do seu chakra para manipular os papéis e dar-lhes a forma que outrora tinham. Não falhe comigo, ou morrerá. — Finalizou, manipulando shurikens de papel na ponta dos dedos. Se o garoto falhasse, ela cortaria sua garganta e o mataria no ato.

Yin logo via que o corvo de papel levantava seu voo mas antes mesmo do ninja perde-lo de vista ele vai até o ninja que tomava conta do portão mostrando os papeis de permissão para sair da vila.

O corvo voava em uma altura que ainda era fácil de se vê-lo, o ambiente que o ninja passava era muito pacato mas por motivos não conhecidos Yin decide olha-lo com mais atenção pois ele estava bem entediado no momento. Logo após o grande portão da vila Yin olhava para o ambiente e tudo que via era uma estrada de pedra com outras pequenas pedras jogadas pela estrada com alguns arvores espalhadas a sua volta, era um ambiente normal e repetitivo para Yin pois ele não aguentava mais ver pedras com pedras e mais pedras em sua visão castigada pelo cansaço.

Considerações:
- Aparência: Elesis (Elsword), vestimenta exatamente assim. Samehada nas costas, em transversal, e Kokuto presa na bainha ao lado esquerdo da cintura. Bolsa de armas presa na cintura ao lado direito.
- Post: Shikigami no Mai + Perícia em Katon - 04/05, 423 palavras.
Kuchiyose: Cobras - 00/05
Armas:

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel 761653730
Samehada [ダ]
Rank: S
Descrição: Samehada (鲛肌; Literalmente significa "Pele de Tubarão") é uma grande espada senciente, comparável em tamanho ao Kubikiribōchō. Ela é descrita como "a mais terrível de todas as sete espadas da névoa" e até ganhou o título de "Grande Espada" (大刀, Daitō), acrescentando ainda mais fama em sua reputação temível.

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Latest?cb=20150109205309&path-prefix=pt-br
Kokutō
Rank: A
Descrição: O Kokutō (黒 刀, Literalmente significado: Black Blade) é uma espada única exercida por Raidō Namiashi. Esta katana tem uma superfície escurecida e não reflexiva e está fortemente revestida de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou isso em conjunto com Aoba Yamashiro's Scattering Thousand Crows Technique para ocultar-se e a lâmina e defender com sucesso Akatsuki membro Kakuzu.
Bolsa Ninja:
[10] Kunai (10)
[10] Shuriken (10)

HP: 3550 • 3550 | CH: 3550 • 3550 | ST: 00 • 06

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HideousInsidiousGreatwhiteshark-size_restricted
— The Winter, is coming..."
Winter
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HP63kWQ

Winter
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69738-f-takashi-kori-no-kotei https://www.narutorpgakatsuki.net/t69179-gestao-de-ficha-touka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 3/1/2020, 21:22


Yamanaka Yin
唯一の本当の天使

Depois de um bom tempo de perseguição incessante quando Yin estava quase para desistir ele vê algo que ele não se vê todo dia alem de um corvo feito de papel. O corvo se dobrava sozinho e virava um cachorro muito bonito e elegante feito de papel mais intrigado ainda com o que via o ninja agora estava realmente decidido em seguir o animal até os confins da terra. O ambiente rochoso começava a sumir com uma planície tomando conta do local, a estrada de terra batida continuava a mesma mas agora o ambiente começava a ter uma visão mais bucólica com alguns pastos ao longe junto de seus pastores com o um campo belo que poderia ser admirado por horas mas o ninja não podia se distrair pois o animal dava algumas pausas o que dava tempo do garoto olhar o local onde estava. Yin se perdia na visão calma que o local lhe dava e por pouco ele não perde o cachorro de papel que parecia andar mais rápido do que antes quando era um corvo esplendoroso.

Caminhada incessante do menino parecia não ter fim o sentimento bucólico era deixado para trás pois o que antes are um cachorro de papel agora era um pequeno pássaro que adentrava pela densa floresta que não tinha mais caminho o ambiente era pesado, úmido e sombrio. Yin não sentia paz em seu coração, ele não entendia se era medo ou falta de preparo para estar ali porem como ele já estava ele dizia algumas palavras em tom baixo e ao que parecia ser ele falava com alguma cobra imaginaria. Depois de algumas palavras o garoto se acalma e continua seu caminho, quando o garoto via que o pássaro parava no que parecia ser o coração da floresta ele via que o pássaro parava em cima de uma estatua bem velha e destruída pelo tempo. O garoto queria sempre lembrar da visão bela que via no momento e pensava " mesmo coisas sombrias podem ser belas...". O pássaro parecia que ia se transformar outra vez mas ele virava um simples papel que o garoto ia pegar para checar se tinha dado algum tipo de problema.

"Como é?" proferiu Sankarea, fitando o rapaz. Os animais que se voltaram contra ela foram dispersos com um simples balançar de mãos. Agora, o rapaz estava completamente desprotegido e indefeso.

Não pense que porque dominou minha técnica tem o direito de usá-la contra mim, infante. — esbravejou, dando um soco na cara do rapaz - soco este que o fez viajar dez metros e chocar-se com uma pedra. Sankarea já não poderia ser mais avistada, momentos após o murro no rosto do garoto, ela se desfez em papéis e sumiu por entre as nuvens.

Considerações:
- Aparência: Elesis (Elsword), vestimenta exatamente assim. Samehada nas costas, em transversal, e Kokuto presa na bainha ao lado esquerdo da cintura. Bolsa de armas presa na cintura ao lado direito.
- Post: Shikigami no Mai + Perícia em Katon - 05/05, 457 palavras.
Kuchiyose: Cobras - 00/05
Armas:

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel 761653730
Samehada [ダ]
Rank: S
Descrição: Samehada (鲛肌; Literalmente significa "Pele de Tubarão") é uma grande espada senciente, comparável em tamanho ao Kubikiribōchō. Ela é descrita como "a mais terrível de todas as sete espadas da névoa" e até ganhou o título de "Grande Espada" (大刀, Daitō), acrescentando ainda mais fama em sua reputação temível.

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Latest?cb=20150109205309&path-prefix=pt-br
Kokutō
Rank: A
Descrição: O Kokutō (黒 刀, Literalmente significado: Black Blade) é uma espada única exercida por Raidō Namiashi. Esta katana tem uma superfície escurecida e não reflexiva e está fortemente revestida de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou isso em conjunto com Aoba Yamashiro's Scattering Thousand Crows Technique para ocultar-se e a lâmina e defender com sucesso Akatsuki membro Kakuzu.
Bolsa Ninja:
[10] Kunai (10)
[10] Shuriken (10)

HP: 3550 • 3550 | CH: 3550 • 3550 | ST: 00 • 06

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HideousInsidiousGreatwhiteshark-size_restricted
— The Winter, is coming..."
Winter
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HP63kWQ

Winter
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69738-f-takashi-kori-no-kotei https://www.narutorpgakatsuki.net/t69179-gestao-de-ficha-touka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 4/1/2020, 00:30


Yamanaka Yin
唯一の本当の天使

Sem dúvida, Yin era uma jovem completamente destemida e cheia de ambições. Sua determinação em manter a paz pela sua família, era necessária. Além disso, para conseguir tal feito, sabia que seria necessário mais poder. O tempo que passou em Oto fez ela despertar alguns interesses, mas quando retornava para a Vila, mais problemas era passado para ela. Algumas cobras, estavam aterrorizando pessoas nos arredores de seu Vilarejo, logo, partia para uma casa que havia relatado o ocorrido. Chegava na porta, e dava duas breves batidas, onde colocava suas mãos pra trás em seguida, e aguardaria alguém atendê-la. Era claro sua empolgação para aprender e fazer algo novo, e iria mostrar toda força de vontade para seu Vilarejo, para aprender o máximo possível.

Até que, algumas cobras apareciam na porta de onde estava, e claro, a garota se assustava e logo, sacava uma kunai lançando a mesma na direção da cabeça da cobra. O bicho se desfazia em uma gosma branca e nojenta, e ia para debaixo da porta. Quando Yin ouvia um barulho da porta, a figura era surpreendente. — Yamamoto? Eu não acredito. — Yamamoto era um dos mestres shinobis do Vilarejo.

[...]

O velho a atendia. Era um enorme prazer receber uma antiga aluna da academia ali, para poder ensinar algo a mais. Atravessou a porta de sua morada, deixando que as botas metálicas se amortecessem no solo saibroso da Vila da Pedra. Sua visão foi ofuscada pelo astro solar, que se postava no céu de forma ilustre, enlaçando a rotina de todos os moradores da aldeia. Por um momento, cega pelos lampejos da esfera flamejante, a kunoichi pensou em passear pelo local. Mesmo que ainda tivesse um dever à cumprir, o ninja se sentia no dever de repousar, o que certamente seria usado como um catalisador de suas habilidades. Dessa forma, ergueu a palma acima do rosto e tratou de iniciar suas passadas, dirigindo-se calmamente ao portão do vilarejo.

Transpassou de forma bonançosa os amontoados de transeuntes, os quais se aglomeravam entre as ruelas de centro da vila. Em um curto período de tempo, alcançou o sul do vilarejo, deparando-se com o grande portão. Contudo, além disso, uma presença esmagadora açoitou sua mente, e o ninja não pôde crer no que assistia - ali, defronte sua face. —— Uma Cobra Gigante? — retrucou, olhando sério para o colosso de pele arroxada. O Rei das Cobras havia descido até Otogakure. O que ele fazia ali? Yin não sabia, mas queria descobrir o mais rápido possível, antes que sua efígie monstruosa alarmasse toda a Vila da Nuvem. Um breve susto, deixava a garota perplexa, tentando entender aquela situação, o que tinha acontecido com o mestre.

Considerações:
- Aparência: Elesis (Elsword), vestimenta exatamente assim. Samehada nas costas, em transversal, e Kokuto presa na bainha ao lado esquerdo da cintura. Bolsa de armas presa na cintura ao lado direito.
- Post: Shikigami no Mai + Perícia em Katon - 05/05.
Kuchiyose: Cobras - 01/05, 444 palavras.
Armas:

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel 761653730
Samehada [ダ]
Rank: S
Descrição: Samehada (鲛肌; Literalmente significa "Pele de Tubarão") é uma grande espada senciente, comparável em tamanho ao Kubikiribōchō. Ela é descrita como "a mais terrível de todas as sete espadas da névoa" e até ganhou o título de "Grande Espada" (大刀, Daitō), acrescentando ainda mais fama em sua reputação temível.

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Latest?cb=20150109205309&path-prefix=pt-br
Kokutō
Rank: A
Descrição: O Kokutō (黒 刀, Literalmente significado: Black Blade) é uma espada única exercida por Raidō Namiashi. Esta katana tem uma superfície escurecida e não reflexiva e está fortemente revestida de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou isso em conjunto com Aoba Yamashiro's Scattering Thousand Crows Technique para ocultar-se e a lâmina e defender com sucesso Akatsuki membro Kakuzu.
Bolsa Ninja:
[10] Kunai (10)
[10] Shuriken (10)

HP: 3550 • 3550 | CH: 3550 • 3550 | ST: 00 • 06

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HideousInsidiousGreatwhiteshark-size_restricted
— The Winter, is coming..."
Winter
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HP63kWQ

Winter
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69738-f-takashi-kori-no-kotei https://www.narutorpgakatsuki.net/t69179-gestao-de-ficha-touka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 4/1/2020, 23:45


Yamanaka Yin
唯一の本当の天使

Naquele átimo, o esplendor solar já alcançara o cume da gloriosa abóbada celeste, irradiando seus tremeluzentes raios avermelhados pelo globo. O crepúsculo, como sempre, de tempos em tempos era coberto por uma cortina delgada de nuvens e névoa, atrapalhando a contínua passagem das luzes que despencavam em direção ao mundo. No outro canto do zênite, ainda era possível ver, ao fundo, a silhueta de um pequeno disco de cores multifárias; ora branca, ora azul como o céu vespertino. A lua, como referido pelos humanos, mostrava-se inerte perante seu irmão, esperando ansiosamente o momento para substituí-lo e fazer valer sua potestade em todo o território mundano.

Fora de sua morada, Yin abrandou os passos para que pudesse acompanhar a movimentação das nuvens no firmamento. Bucólico, esperou, sentindo-se agraciado pela energia que penetrava em sua carne e em sua alma. Belo. Pensou simplesmente, e em seguida guiou a marcha pelas alamedas do vilarejo, sendo acompanhado de perto pelos olhares curiosos dos transeuntes que corriam para casa – provavelmente em busca de uma refeição. Por sinal, ainda era perceptível um aroma puro ser soprado pelos ventos às lufadas, cheiros característicos de temperos e outros condimentos alimentícios. Seguiu, incerto do verdadeiro caminho que iria tomar.

[...]

O galgar findou nos confins de uma cordilheira, uma área com uma flora quase extinta, e cavernas e pântanos incrivelmente exóticos. Entre as centenas de árvores mortas que uniam suas copas em uma grande mata em derredor da base montanhosa, haviam seres que insistiam em gorjear louvores à natureza, fomentando uma antítese entre o caos e a melodia. Sobre o conforto do solo, a majestade dourada olhava para os céus, ainda notando o aglomerado de nuvens que se posicionavam no cume da grande e misteriosa montanha. Suspirou depois de um tempo, continuando o andar em direção ao cerne da montanha após passar por uma estreita passagem.

O ar abafado maltratou suas narinas, afinal, concentrava poeira e finos filetes de areia que flutuavam a favor de frescas ventanias que soavam na passagem. Em um ato perspicaz, a kunoichi aproximou o nariz do cachecol negro que vestia, protegendo-o da atmosfera sufocante e do miasma pétreo impregnado por entre as rochas e no próprio solo. De tempos em tempos, a Sombra precisava abaixar a cabeça para ultrapassar passagens mais apertadas, e às vezes precisava saltar alguns poucos metros para alcançar a outra extremidade de seu destino. Tudo isto porque seu senso de aventura forçava-a a persistir no caminho. Não era conhecido por sua determinação a toa. Sabia que seus objetivos exigiam isso, e esperaria ser completamente recompensada por conta disso. O mestre, não tinha falado uma palavra se quer por agora. Então, ela também mantinha o silêncio, e aguardaria o velho falar algo.

Considerações:
- Aparência: Elesis (Elsword), vestimenta exatamente assim. Samehada nas costas, em transversal, e Kokuto presa na bainha ao lado esquerdo da cintura. Bolsa de armas presa na cintura ao lado direito.
- Post: Shikigami no Mai + Perícia em Katon - 05/05.
Kuchiyose: Cobras - 02/05, 453 palavras.
Armas:

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel 761653730
Samehada [ダ]
Rank: S
Descrição: Samehada (鲛肌; Literalmente significa "Pele de Tubarão") é uma grande espada senciente, comparável em tamanho ao Kubikiribōchō. Ela é descrita como "a mais terrível de todas as sete espadas da névoa" e até ganhou o título de "Grande Espada" (大刀, Daitō), acrescentando ainda mais fama em sua reputação temível.

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Latest?cb=20150109205309&path-prefix=pt-br
Kokutō
Rank: A
Descrição: O Kokutō (黒 刀, Literalmente significado: Black Blade) é uma espada única exercida por Raidō Namiashi. Esta katana tem uma superfície escurecida e não reflexiva e está fortemente revestida de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou isso em conjunto com Aoba Yamashiro's Scattering Thousand Crows Technique para ocultar-se e a lâmina e defender com sucesso Akatsuki membro Kakuzu.
Bolsa Ninja:
[10] Kunai (10)
[10] Shuriken (10)

HP: 3550 • 3550 | CH: 3550 • 3550 | ST: 00 • 06

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HideousInsidiousGreatwhiteshark-size_restricted
— The Winter, is coming..."
Winter
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HP63kWQ

Winter
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69738-f-takashi-kori-no-kotei https://www.narutorpgakatsuki.net/t69179-gestao-de-ficha-touka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 5/1/2020, 01:54


Yamanaka Yin
唯一の本当の天使

Vencendo becos e passagens estreitas com o contrair do corpo, Yin avançava para o cerne daquela montanha de forma vagarosa. A curiosidade martelava a mente e o espírito da kunoichi, a qual aproveitava a aventura para testar ainda mais os seus limites físicos. Saltava, agachava, se esgueirava. Tudo isso para adentrar no âmago de um lugar insólito, desconhecido, incógnito para seus pensamentos. Enquanto andava, variava os olhares em piscadelas para se acostumar com o breu cavernoso, ao passo que respirava de maneira abafante através das tiras da echarpe negra, outrora pertencentes às vestes de um certo herói lendário.

Após ultrapassar um corredor apertado e saltar por uma pequena plataforma pedrosa, a Jonnin encontrou-se no verdadeiro paraíso. Decorreu os olhos verdes brilhosos pelo âmbito, acostumando-se aos poucos com claridade que adentrava por inúmeras frestas no topo rochoso. Era, de fato, o nirvana. O lugar mágico mostrava-se como um verdadeiro oásis em meio à selvageria montanhosa, exibindo uma vegetação morta que se alongava por todo o passo e um refrescante aroma floral que aos poucos era tragado pelas narinas da princesa. Ainda assim, no centro situava-se um pequeno lago cristalino, com a superfície cintilando na nuança de belas pedras de crisoprásio.

Acima do lago havia uma pequena ponte de pedra, garantindo o acesso para algo aos fundos do espaço.

[...]

Acautelando o andar, a paladina atravessou a mata excêntrica morosamente, sentindo o solo saibroso ressoar por debaixo das botinas e o verde acúmulo de gramíneas escorar nas canelas protegidas por uma calça negra de seda e uma saia azulada de mesmo material. Com as mãos, a Yamanaka criava uma trilha até a ponte, afastando a vegetação latifoliada que insistia em atrapalhar a travessia e, inclusive, a visão. Ademais, o bálsamo das folhas continuava a impregnar o ambiente pedroso, aos poucos tornando-se enjoativo para os sentidos olfativos da kunoichi de expressão caída.

Enfim, alcançou a ponte sem pressa, vislumbrando a singela passagem feita puramente de rochas, as quais pareciam ter sido lapidadas às pressas por mãos humanas. Pouco se incomodou, confiando no esforço dos antigos homens que haviam a construído. Deu o primeiro passo, o segundo e o terceiro. E prosseguiu, notando que uma delgada e incomodante cortina nebulosa cobria seu corpo, provinda do lago de águas cristalinas abaixo da ponte. Atingido o outro lado, Yin moveu-se em direção à pequena passagem que levava para as trevas, encarando o extenso corredor iluminado apenas pelo brilho verde que escapava dos amendoados olhos da nona sombra da pedra

Um tesouro? — disse a ninja de maneira súbita, serpeando a visão por aquele salão. Era um espaço grande, com aproximadamente quinze metros quadrados, possuindo uma iluminação baseada em insólitas luzes presas nos vértices superiores da sala; esferas luminosas presas em marcas de selamento, provavelmente um fuinjutsu de contenção residual. No centro havia uma espécie de altar coberto de trepadeiras e musgo, tendo acima dele um pequeno pergaminho amarelo, também selado através de traços negros que o cobriam por inteiro. Yin cruzou o salão, achegando-se do altar e levando a mão destra até o pergaminho. Sem pestanejar ele puxou o rolo, tomando-o para si em um movimento rápido, quase cirúrgico.

Considerações:
- Aparência: Elesis (Elsword), vestimenta exatamente assim. Samehada nas costas, em transversal, e Kokuto presa na bainha ao lado esquerdo da cintura. Bolsa de armas presa na cintura ao lado direito.
- Post: Shikigami no Mai + Perícia em Katon - 05/05.
Kuchiyose: Cobras - 03/05, 523 palavras.
Armas:

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel 761653730
Samehada [ダ]
Rank: S
Descrição: Samehada (鲛肌; Literalmente significa "Pele de Tubarão") é uma grande espada senciente, comparável em tamanho ao Kubikiribōchō. Ela é descrita como "a mais terrível de todas as sete espadas da névoa" e até ganhou o título de "Grande Espada" (大刀, Daitō), acrescentando ainda mais fama em sua reputação temível.

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Latest?cb=20150109205309&path-prefix=pt-br
Kokutō
Rank: A
Descrição: O Kokutō (黒 刀, Literalmente significado: Black Blade) é uma espada única exercida por Raidō Namiashi. Esta katana tem uma superfície escurecida e não reflexiva e está fortemente revestida de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou isso em conjunto com Aoba Yamashiro's Scattering Thousand Crows Technique para ocultar-se e a lâmina e defender com sucesso Akatsuki membro Kakuzu.
Bolsa Ninja:
[10] Kunai (10)
[10] Shuriken (10)

HP: 3550 • 3550 | CH: 3550 • 3550 | ST: 00 • 06

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HideousInsidiousGreatwhiteshark-size_restricted
— The Winter, is coming..."
Winter
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HP63kWQ

Winter
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69738-f-takashi-kori-no-kotei https://www.narutorpgakatsuki.net/t69179-gestao-de-ficha-touka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 6/1/2020, 01:13


Yamanaka Yin
唯一の本当の天使

Um ruído soou pelo salão e, quase no mesmo instante, transmutou-se para um poderoso estrondo. Rebimbou, balançando toda a estrutura da montanha e lançando poeira e pedriscos aos ares. Yin, por sua vez, arregalou os grandes olhos cor-de-esmeralda, fitando o ambiente ao seu redor. Por sorte, ela notou. Repentinamente, em um átimo, as paredes do espaço foram preenchidas por marcas negras de selamento. Saturadas, as epígrafes tomaram conta de todo o salão, deixando-o integralmente negro. Uma armadilha. Pensou a kunoichi, vidrada no derredor enquanto esperava pela vinda do mal.

Preparada, viu uma sombra negra se formar em cada parede, tomando um formato cilíndrico com uma única abertura em seu centro. As quatro sombras tremeluziram ressoantes, e depois de um ápice de fagulha e pólvora, liberaram pelos orifícios grandes esferas de aço ao encontro da transgressora de cabelos dourados. Para sua felicidade, a Yamanaka já estava pronto. Utilizando de suas aptidões místicas, o jovem lançou-se ao vazio, sentindo a pressão do ar se intensificar e o breu dimensional apaziguar o espírito. Naquele salto, Yin encontrou-se presa em uma não-dimensão, uma zona complexa localizada no vazio entre duas dimensões diferentes, onde nem mesmo o tempo podia governar. Ali, um ano era equivalente a nada; ou quase nada.

Contudo, o líder da pedra logo retornou, permanecendo no mesmo lugar que antes estava. Feito o ligeiro retorno, ouviu as esferas que antes iam ao seu encontro chocarem-se contra as paredes opostas, formalizando a esquiva da garota, ativando seu Shunshin no Jutsu. Então, o rapaz deixou um sorriso se formar entre os lábios, apertando firme o pergaminho que havia conseguido tomar. — Vejamos. — falou em solilóquio, andando para fora da montanha enquanto apalpava-o e percebia que estava ileso, intocado pelo passar dos anos. Também notou um brilhante símbolo vermelho localizado na capa, uma espécie de marca de invocação. Estranho. Conjecturou, abrindo o material.

[...]

Feito o caminho reverso, a Sombra agora se encontrava fora da grande montanha. Próximo das árvores, sentou-se em uma pedra e continuou a ler as inscrições antigas do pergaminho, aos poucos compreendendo que ele instruía o controle de uma habilidade ancestral, uma técnica assinatura de um pacto com animais, mais especificamente falando dos gatos. Após muito tempo de leitura e aprendizado, Yin deixou o exemplar de lado e levantou-se para tentar aplicar o que aprendeu. Antes, limpou o pulmão com um demorado suspiro que serviu para acalmar os ânimos.

Fechou os olhos, concomitante a que queimava seu chakra e intensificava-o para o ambiente externo. Uma energia dourada tomou o contorno do ninja, protegendo-a dos ventos frios do inverno, enquanto rasgava seu dedo com uma kunai, fazendo sua inscrita no pergaminho. — Kuchiyose no Jutsu! — bradou o nome do jutsu, ao mesmo tempo que uma enorme fumaça vinha em campo.

Considerações:
- Aparência: Elesis (Elsword), vestimenta exatamente assim. Samehada nas costas, em transversal, e Kokuto presa na bainha ao lado esquerdo da cintura. Bolsa de armas presa na cintura ao lado direito.
- Post: Shikigami no Mai + Perícia em Katon - 05/05.
Kuchiyose: Cobras - 04/05, 457 palavras.
Armas:

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel 761653730
Samehada [ダ]
Rank: S
Descrição: Samehada (鲛肌; Literalmente significa "Pele de Tubarão") é uma grande espada senciente, comparável em tamanho ao Kubikiribōchō. Ela é descrita como "a mais terrível de todas as sete espadas da névoa" e até ganhou o título de "Grande Espada" (大刀, Daitō), acrescentando ainda mais fama em sua reputação temível.

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Latest?cb=20150109205309&path-prefix=pt-br
Kokutō
Rank: A
Descrição: O Kokutō (黒 刀, Literalmente significado: Black Blade) é uma espada única exercida por Raidō Namiashi. Esta katana tem uma superfície escurecida e não reflexiva e está fortemente revestida de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou isso em conjunto com Aoba Yamashiro's Scattering Thousand Crows Technique para ocultar-se e a lâmina e defender com sucesso Akatsuki membro Kakuzu.
Bolsa Ninja:
[10] Kunai (10)
[10] Shuriken (10)

HP: 3550 • 3550 | CH: 3550 • 3550 | ST: 00 • 06

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HideousInsidiousGreatwhiteshark-size_restricted
— The Winter, is coming..."
Winter
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HP63kWQ

Winter
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69738-f-takashi-kori-no-kotei https://www.narutorpgakatsuki.net/t69179-gestao-de-ficha-touka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 6/1/2020, 20:39


Yamanaka Yin
唯一の本当の天使

Imagino agora se não sou o que sou por monções além de minha alçada, ações irreparáveis daqueles que me cercavam e me moldaram. Sou o que sou. E como tal, tenho um almejo.

Irrompo — embora exista calma nos meus passos — através do arvoredo, despedaçando os arbustos e galhos que se curvam em minha passagem. Olho meu entorno, agacho-me e sinto o cheiro do solo, da natureza. Pegadas sobre a terra úmida, galhos partidos. Sei bem o que persigo. Estou próximo, muito próximo. Sigo adiante, ouvidos sempre atentos nos ruídos que se destacam para além do canto uniforme dos pássaros, anunciando o raiar do dia. Neste momento, minhas narinas passam a captar um odor forte, como se me chamasse ao seu encontro. Ao passar por um aglomerado de árvores, antes me obstruindo gravemente a visão do terreno a frente, finalmente posso ver a grande forma que projeta sua sombra contra mim. A criatura de cor roxa apenas me olha, posso perceber em seu olhar que existe compreensão do que está para acontecer; conformação com sua sina. A mão direita, que antes me servia apenas para abrir caminho através da mata densa, desliza e encontra o cabo simples, sem adornos, de minha lâmina. Deslizo-a para fora de sua bainha, o metal se revelando quase em completo silêncio. Em resposta o animal da um passo lateral, antes me encarando apenas com sua visão agora seu corpo também aponta contra mim. Vai me atacar? Vai fugir? A atitude predatório parece-me mais lógica, de modo que espaço um pouco minhas pernas e aguardo o arremate. O aço polido brilha na mesma intensidade que os olhos da besta e dessa distância posso sentir a energia que emana de seu corpo; inspiro-a para mim ao perceber isto, sequer sendo mais necessária a minha espada. A fera cai desacordada no solo. Eu venço.

[...]

Embora tendo escapado sem ser notado era com urgência que buscava por aquele que fizera o contrato. Dadas as circunstâncias não poderia perder tempo com com manifestações de pacificidade, sequer anunciaria sua chegada ou chamaria formalmente a quem procurava; não, apenas irrompeu através dos portões, as patadas sulcando o solo rochoso devido a força nelas contida, impulsionando com espantosa velocidade a criatura para seu destino.

Atravessou a porta de sua morada, deixando que as botas metálicas se amortecessem no solo saibroso da Vila da Pedra. Sua visão foi ofuscada pelo astro solar, que se postava no céu de forma ilustre, enlaçando a rotina de todos os moradores da aldeia. Por um momento, cega pelos lampejos da esfera flamejante, a kunoichi pensou em passear pelo local. Mesmo que ainda tivesse um dever à cumprir, a ninja se sentia no dever de repousar, o que certamente seria usado como um catalisador de suas habilidades. Dessa forma, ergueu a palma acima do rosto e tratou de iniciar suas passadas, dirigindo-se calmamente ao portão do vilarejo.

Transpassou de forma bonançosa os amontoados de transeuntes, os quais se aglomeravam entre as ruelas de centro da vila. Em um curto período de tempo, alcançou o sul do vilarejo, deparando-se com o grande portão. Contudo, além disso, uma presença esmagadora açoitou sua mente, e a ninja não pôde crer no que assistia - ali, defronte sua face. —— Manda? — retrucou, olhando séria para o colosso de pelagem azulada. O Rei do Reino das Cobras havia descido até Otogakure. O que ele fazia ali? Yin não sabia, mas queria descobrir o mais rápido possível, antes que sua efígie monstruosa alarmasse toda a Vila do Som. O Pacto estava formado, e a garota estaria pronta para realizar a habilidade, resolvendo o problema das cobras. Hora de partir.

Considerações:
- Aparência: Elesis (Elsword), vestimenta exatamente assim. Samehada nas costas, em transversal, e Kokuto presa na bainha ao lado esquerdo da cintura. Bolsa de armas presa na cintura ao lado direito.
- Post: Shikigami no Mai + Perícia em Katon - 05/05.
Kuchiyose: Cobras - 05/05, 604 palavras.
Armas:

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel 761653730
Samehada [ダ]
Rank: S
Descrição: Samehada (鲛肌; Literalmente significa "Pele de Tubarão") é uma grande espada senciente, comparável em tamanho ao Kubikiribōchō. Ela é descrita como "a mais terrível de todas as sete espadas da névoa" e até ganhou o título de "Grande Espada" (大刀, Daitō), acrescentando ainda mais fama em sua reputação temível.

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Latest?cb=20150109205309&path-prefix=pt-br
Kokutō
Rank: A
Descrição: O Kokutō (黒 刀, Literalmente significado: Black Blade) é uma espada única exercida por Raidō Namiashi. Esta katana tem uma superfície escurecida e não reflexiva e está fortemente revestida de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou isso em conjunto com Aoba Yamashiro's Scattering Thousand Crows Technique para ocultar-se e a lâmina e defender com sucesso Akatsuki membro Kakuzu.
Bolsa Ninja:
[10] Kunai (10)
[10] Shuriken (10)

HP: 3550 • 3550 | CH: 3550 • 3550 | ST: 00 • 06

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HideousInsidiousGreatwhiteshark-size_restricted
— The Winter, is coming..."
Winter
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel HP63kWQ

Winter
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69738-f-takashi-kori-no-kotei https://www.narutorpgakatsuki.net/t69179-gestao-de-ficha-touka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel em 7/1/2020, 16:10

@

_______________________

[Capítulo - Solo] The Only Real Angel SC371ZL
Zekken
[Capítulo - Solo] The Only Real Angel Thumb2-miyamoto-musashi-4k-kimono-manga-fate-grand-order

Zekken
Jōnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69594-huntar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Capítulo - Solo] The Only Real Angel

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo



Você não pode responder aos tópicos neste fórum