:: Mundo Ninja :: Área de Juízes
12 Anos Online
O Nascer do Sol
Arco 01
Ano 12 DG
Inverno
Após a cisão que uniu o mundo, a separação de espólios pós-guerra pareceu muito promissora, mas mais para uns do que para outros. Kumo tomou como parte de seu território uma terra pequena que para muitos não tinha nada, mas, após uma investigação minuciosa feita por ninjas enviados pelo próprio Daimyou do Fogo, foi descoberta a vantagem que Kumo tinha em mãos: estavam em posse, ainda com vitalidade, do corpo de Hashirama Senju, este que foi considerado o maior shinobi em sua época. O Fogo começou uma campanha pessoal para descobrir mais sobre isso, o que acabou culminando em uma grande reunião entre os Senhores Feudais. Mas, no fim, sem nenhum acordo que fosse bom para todos os lados, uma declaração de Guerra Mundial foi feita, e o campo de batalha escolhido foi Otogakure. Forças do mundo inteiro estão agora marchando para Oto para travar aquela batalha que pode destruir toda a paz que foi conquistada há 10 anos.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Oblivion
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Salvatore
Salvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234
Sr. L
Sr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

O que é que você tá olhando?

Ichigo
Genin
Ichigo
Vilarejo Atual
O que é que você tá olhando?

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 6/12/2019, 04:09

Link da Batalha: https://www.narutorpgakatsuki.net/t69677-invasao-fake-gods-and-angels
Jogadores Envolvidos: @Montesquieu @Avocado @Ouki
Motivos do Chamado:

Olá! Sim, estou oficialmente declarando aberta a temporada de chamados da Invasão de Konoha, infelizmente. O motivo da abertura desse tópico se deve à necessidade de colocar em cheque alguns possíveis erros cometidos pelo time de invasores, erros estes que influenciam diretamente na forma como os defensores se posicionarão e agirão em relação à chegada no combate. Portanto, vamos por partes.

— Montesquieu

O personagem de Montesquieu, Konai Nara, possui incoerências e erros em sua ficha de jogador (encontrada aqui). Primeiramente, o mesmo porta consigo dois atributos de databook com 6 pontos distribuídos (Ninjutsu e Inteligência), o que é previsto em regra como proibido:

Regra de Databook escreveu:“Em ambos os casos, o usuário poderá ultrapassar os valores normais usando de Qualidades³, no entanto, só poderá contar com dois pontos extras para ultrapassar os limites normais. Estes pontos extras, no entanto, não permitirá que haja mais de Um atributo com 6 pontos investidos.”

Além disso, o personagem em questão também é portador do defeito Molenga (1) não superado, que, segundo sua própria descrição, faz com que o personagem “Não seja capaz de fazer mal a ninguém, mesmo inimigos, exceto se eles o fizerem primeiro.” Com isso em mente, Konai não seria capaz de invocar bestas advindas do Choju Giga para destruírem a vila e matarem pessoas inocentes, conforme narrado por ele mesmo em seu post.

Narração de Montesquieu escreveu:“Um pouco irônico, mas o quê acha de aumentar essa família? - ri levemente enquanto puxava o pergaminho de minhas costas e desenhava perfeitamente os irmãos Agyō e Ungyō que naturalmente saiam do pergaminho e ficavam juntos das invocações de Jyuu - Acredito que voces iram se dar muito bem, Agyō e Ungyō sigam eles e nunca os percam de vista.... Aliás, se divirtam com eles! - ordenei a eles deixando a entender que queria que eles tambem causassem o caos na aldeia, destruindo casas e até mesmo pessoas”

— Avocado

Jyuu (o personagem de Avocado), separou-se em dois clones e fez com que cada um utilizasse um genjutsu sonoro em sua área de ação, tentando fazer com que ambos surtam efeito nos alvos simultaneamente, caso adentrem a área de efeito.  No entanto, sem a técnica específica para auxiliar na tentativa de colocar uma ilusão dentro de outra ilusão (em anexo logo abaixo), creio que a ação seja inválida. Com o genjutsu sendo a perturbação do chakra na cabeça de um indivíduo, lançar outra técnica sobreposta a essa simplesmente causaria outra perturbação, desfazendo o primeiro genjutsu no processo.

Magen: Nijū Kokoni Arazu no Jutsu
Rank: B
Requerimentos: —
Descrição: Essa técnica coloca outra ilusão dentro de outra ilusão criada pelo usuário. Quando o alvo dissipa a primeira ilusão, eles não perceberão que uma segunda está no lugar.

— Kami no Shisha no Jutsu (Ouki)

A famosa técnica da Konan, ao meu ver, parece ter sido utilizada de uma forma incompatível com a apresentada no anime. Conforme dito na própria descrição da técnica, “A fim de aumentar a letalidade do ataque e limitar possíveis formas de retaliação, Konan mistura em um grande número de etiquetas preparadas com selos explosivos com o papel normal dela, o que pode ser dirigido para o alvo, quando eles caem”.

Partindo da descrição da técnica, é possível compreender que Konan recheou o oceano com incontáveis números de papéis do próprio corpo com uma quantia suficiente para que ela consiga abrir uma enorme fenda. Em meio a esses papéis, então, ela anexou diversas tarjas explosivas, permitindo que ela também fosse capaz de controlar o movimento das kibaku fuuda.

Ouki, no entanto, não utilizou nenhuma kibaku fuuda durante o processo de preparação da técnica (feito nesse outro tópico, o que também me levanta a estranheza de preparar um jutsu em outra área do fórum, impedindo que os defensores vejam a técnica e possam apresentar uma defesa, tanto neste quanto em qualquer outro tópico que não esteja dentro da mesma área na qual o jutsu foi implantado), apenas utilizando dos próprios papéis corporais do Shikigami no Mai para criar explosivos a partir do seu próprio corpo (sem nenhuma perícia em Kayakujutsu ou algo semelhante) o que de acordo com as evidências aqui apresentadas, não seria possível.

Considerações de Ouki escreveu:No momento estou plantando os papeis bomba produzidos pela técnica [em máxima escala talvez na casa dos bilhões] dentro dos esgotos de Konoha. A intenção é espalha-los para cobrir a maior área possível.

Além disso, é citado pela própria Konan, em sua luta contra Tobi, que ela mesmo juntou as 600 bilhões de tarjas explosivas (um número obviamente impossível para os padrões do RPG) para criar todo o efeito da explosão que duraria mais de 10 minutos.

Shikigami no Mai consiste na manipulação dos papéis que compõem o próprio corpo (conforme a própria citação da wiki logo abaixo), não sendo capaz de criar tarjas explosivas a partir do nada simplesmente por também serem pedaços de papel. O principal ponto é a falta de regragem para essa técnica esquisita, e creio que deva ser revista pela administração o quanto antes.

Descrição do Shikigami no Mai na Narutopedia escreveu:By converting her chakra into paper, Konan transforms her body (and clothing) into numerous sheets of paper; the initial creation and dispersal of the paper can mesmerise opponents

— Momento citado, em que Konan diz que ela própria juntou 600 bilhões de tarjas explosivas (3:38): https://www.youtube.com/watch?v=Pumv8S-ywzw
Página do mangá do mesmo momento citado acima:
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Naruto-1490021

Além de toda a questão do Kami no Shisha, gostaria de levantar também outra questão. Em suas considerações, Ouki escreve:

Considerações de Ouki escreveu:A aldeia de Konoha se encontra em caos, assim como seus civis, eu diria que é um cenário caótico onde muitas vidas estão sendo tiradas e existe um tumulto simultâneo. O caos nas ruas serve como obstrução a qualquer um indisposto a cortar caminho matando civis ou voando.

O caos realmente pode estar sendo convocado em campo devido as ações do time de invasores, no entanto, ser necessária a morte de civis para que seja possível chegar até o local de combate em pouco tempo me parece um tanto quanto exagerado (se não configurar também uma manipulação da situação a favor da invasão, assumindo um único tipo de cenário possível de ser narrado pelos outros jogadores, caso estes queiram mesmo alcançá-los).

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Nbf0RTh

"Eles são capazes de trapacear, roubar, bater na esposa, deixar morrer de fome a velha vovozinha ou matar a machadadas uma raposa pega numa armadilha. Por isso aos homens agrada inventar monstros e monstruosidades: sentem-se menos monstruosos.”
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 6/12/2019, 10:40

Bom dia, boa tarde ou boa noite.

Primeiramente, Kai, não houve utilização de dois clones e sim de apenas um deles, só para esclarecer e não deixar nenhum desentendimento. Bom indo direto ao ponto onde sou citado no chamado. Eu deixei bem claro ‘’a minha viria em harmonia’’. Trata-se de duas técnicas originais, não presentes no animangá tocadas em perfeita harmonia, com alcances iguais e portadores do mesmo chakra. Pense em uma música onde suas melodias diferentes vão se unir para formar uma única música, este é o meu caso neste tópico. São dois Genjutsus Sonoros em conjunto harmonioso (com requerimentos e especificações de altíssimo nível que o meu personagem possui para Genjutsus), onde o meu chakra não anula o outro, uma por ser o meu próprio chakra em harmonia e não o chakra externo de terceiros, e segundo pela própria harmonia já citada entre meus chakras e minhas melodias, causando o efeito dos dois Genjutsus de uma única vez, não há a necessidade de esconder um no outro, uma vez que eles não estão escondidos. A técnica que foi citada por você camufla um Genjutsu no outro, o meu por ser sonoro está em conjunto e não camuflado, a percepção das técnicas é ao mesmo tempo (caso utilizar a narração apropriada e possuas os requisitos para liberar a técnica). Você é capaz de ouvir duas coisas ao mesmo tempo, não é? Tayuya durante a obra foi capaz de alterar os selos (notas) de suas técnicas para confundir seus inimigos com o mesmo jutsu. Meu personagem utilizar duas técnicas em conjunto, não camufladas, com efeitos que não se anulam e ainda por cima originadas do mesmo chakra que, apenas reforçando pela milésima vez, está em harmonia é algo bastante simples e de fácil entendimento.

Aguardo a resposta dos meus colegas para finalização deste chamado, espero que tudo ocorra da maneira mais saudável possível para ambos os lados. Bom dia, boa tarde ou boa noite a todos. Qualquer dúvida podem me procurar no discord que ficarei feliz em responder: gustavo.#3426
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 6/12/2019, 12:17

Kai escreveu:

— Kami no Shisha no Jutsu (Ouki)

A famosa técnica da Konan, ao meu ver, parece ter sido utilizada de uma forma incompatível com a apresentada no anime. Conforme dito na própria descrição da técnica, “A fim de aumentar a letalidade do ataque e limitar possíveis formas de retaliação, Konan mistura em um grande número de etiquetas preparadas com selos explosivos com o papel normal dela, o que pode ser dirigido para o alvo, quando eles caem”.

Partindo da descrição da técnica, é possível compreender que Konan recheou o oceano com incontáveis números de papéis do próprio corpo com uma quantia suficiente para que ela consiga abrir uma enorme fenda. Em meio a esses papéis, então, ela anexou diversas tarjas explosivas, permitindo que ela também fosse capaz de controlar o movimento das kibaku fuuda.

Ouki, no entanto, não utilizou nenhuma kibaku fuuda durante o processo de preparação da técnica (feito nesse outro tópico)


Não é segredo para ninguém que Shikigami no Mai é capaz de produzir junto a seus papeis também selos bomba, e nesse caso específico, um jutsu utilizado no anime/manga cujo alicerce da utilização é a explosão dos papeis bomba faz com que seja óbvio que eles sejam produzidos pela técnica por sí só.

Kai escreveu:o que também me levanta a estranheza de preparar um jutsu em outra área do fórum, impedindo que os defensores vejam a técnica e possam apresentar uma defesa, tanto neste quanto em qualquer outro tópico que não esteja dentro da mesma área na qual o jutsu foi implantado), apenas utilizando dos próprios papéis corporais do Shikigami no Mai para criar explosivos a partir do seu próprio corpo (sem nenhuma perícia em Kayakujutsu ou algo semelhante) o que de acordo com as evidências aqui apresentadas, não seria possível.
Considerações de Ouki escreveu:No momento estou plantando os papeis bomba produzidos pela técnica [em máxima escala talvez na casa dos bilhões] dentro dos esgotos de Konoha. A intenção é espalha-los para cobrir a maior área possível.

Além disso, é citado pela própria Konan, em sua luta contra Tobi, que ela mesmo juntou as 600 bilhões de tarjas explosivas (um número obviamente impossível para os padrões do RPG) para criar todo o efeito da explosão que duraria mais de 10 minutos.

Aqui abaixo você quota minha frase plantando os papeis bomba através do Jutsu, contradizendo logo de cara sua primeira afirmação. Você não se defende da preparação do jutsu, você se defende do jutsu. Se eu preparar um kirin, quando ele cair você terá de lidar com ele. A preparação do jutsu nesse caso esta sendo feita à dois posts. Nesse primeiro plantei ela no formato armadilha, assim como foi feita por Konan setando a situação para enfrentar Obito.  No post da invasão, o segundo, sendo um homem mal intencionado eu poderia apenas detona-los uma vez que já os havia preparado, mas não o fiz. Optei por um SEGUNDO turno de preparação cujo requerimento sequer é previsto em regras, apenas para detona-los de forma que todos tenham chances justas de defende=lo... Fiz mais do que o necessário para a preparação de uma técnica que originalmente segundo regras apenas necessita de um turno de preparação para ser utilizada.

Você menciona uma necessidade de perícia em Kayakujutsu inventada. Não há nada nas regras do jutsu, nas regras de Shikigami no mai ou mesmo nas regras de Kayakujutsu que justifiquem essa necessidade uma vez que é parte do jutsu em sí criar selos bomba. Posso afirmar com tranquilidade que você está inventando necessidades da sua cabeça e não citando algo previsto em regras... Você aponta que criar 600 milhões de tarjas explosivas é um numero 'impossível para o padrão do RPG' e eu discordo. Existem diversos jutsus cuja preparação serve como nivelamento para seus alcances e poder, esse não é diferente. O jutsu é uma técnica de destruição em massa, com função de destruir uma grande área, tudo que estou fazendo é utilizar a técnica como ela é no anime/manga e como ela é prevista em regras, não tem segredo nisto. Você tem um buda gigante de centenas de braços, que é muito mais broken e 'esquisito' que essa técnica por sinal. Uma vez utilizado eu não posso considerar que ele possuía apenas dois braços, ou posso? Além de que no final, todo o dano dos papeis bomba é convertido no dano de um jutsu mortal uma vez que os papeis bomba fazem parte da técnica.


Kai escreveu:Shikigami no Mai consiste na manipulação dos papéis que compõem o próprio corpo (conforme a própria citação da wiki logo abaixo), não sendo capaz de criar tarjas explosivas a partir do nada simplesmente por também serem pedaços de papel. O principal ponto é a falta de regragem para essa técnica esquisita, e creio que deva ser revista pela administração o quanto antes.

Descrição do Shikigami no Mai na Narutopedia escreveu:By converting her chakra into paper, Konan transforms her body (and clothing) into numerous sheets of paper; the initial creation and dispersal of the paper can mesmerise opponents

— Momento citado, em que Konan diz que ela própria juntou 600 bilhões de tarjas explosivas (3:38): https://www.youtube.com/watch?v=Pumv8S-ywzw
Página do mangá do mesmo momento citado acima:
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Naruto-1490021

Shikigami no Mai:


Shikigami no Mai
Rank: B
Requerimentos: Habilidade em Ninjutsu ou Grande/Bom Controle de Chakra, 4 Ninjutsu, 3 Inteligência, Genin & Quest: Chuva de Origamis.
Descrição: Usando o seu origami e altas habilidades em ninjutsu, Konan pode transformar seu corpo e roupas em muitas folhas de papel. Ela pode controlar e remodelar até mesmo partes de seu corpo com folhas à vontade, fazendo formas tais como armas de ataque, borboletas para espiar, aviões, papel para o transporte rápido, ou simplesmente cobrindo seu inimigo em folhas de papel, restringir e asfixiar-o. Ela também é capaz de pairar enquanto em sua forma de papel. Este artigo é aparentemente descartável, incluindo partes de seu corpo convertidas em papel, o quanto de papel que ela pode gastar ou criar, varia com a sua reserva de chakra. Ela também pode ocultar selos explosivos entre os seus papéis para adicionar uma surpresa mortal para seus ataques. Nesta forma, no entanto, ela é fraca para técnicas de óleo, o que provoca com que o papel fure. Ela não é, fraca contra água, na mesma medida, como pode ser visto quando o Pein lavou o óleo dela com o Suiton: Hōmatsu Rappa, seu uso de papel em sua aldeia de Amegakure onde sempre chove, e mais tarde em sua batalha contra Tobi onde ela dividiu um lago com seu papel. Isso é mostrado mais tarde no anime, como Konan usa a água para sua vantagem, absorvendo seu corpo de papel na água assim fazendo que as chamas e o calor não a queimem.

Acima citando a própria descrição do Shikigami no mai na database do forum... Confirma a capacidade de criar papeis bomba, ainda que irrelevante, afinal a preparação é feita a partir do próprio jutsu que está sendo preparado.

Kami no Shisha no Jutsu:

Kami no Shisha no Jutsu
Rank: S
Requerimentos: Shikigami no Mai.
Descrição: Esta é uma técnica definitiva Konan, onde, usando uma quantidade inumerável de pequenas folhas de papel, ela faz com que o lago em Amegakure seja dividido ao meio, resultando na criação rápida de um grande abismo abaixo do alvo. Devido à súbita falta de qualquer ponto de apoio disponível, o alvo inevitavelmente desce cada vez mais profundo nas profundezas do abismo. A fim de aumentar a letalidade do ataque e limitar possíveis formas de retaliação, Konan mistura em um grande número de etiquetas preparadas com selos explosivos com o papel normal dela, o que pode ser dirigido para o alvo, quando eles caem. Konan usa seiscentos mil milhões de selos explosivos, o suficiente para dez minutos de explosões contínuas, especificamente para combater os cinco minutos da intangibilidade de Tobi. O ataque foi tão intenso que ele teve de recorrer ao uso do Izanagi para sobreviver ao assalto.

Aqui a própria descrição do jutsu retirada da maneira que é no anime/manga apenas descrevendo como a técnica realmente é... E bem, ela não é esquisita. As regras dela estão lá, e ela também tem seus contras, e entendo uma vez que é sempre chato estar diante de um jutsu mortal, mas novamente, como podem seus argumentos serem refutados apenas pela descrição dos jutsus? Concluo aqui sobre essa questão deixando claro que nenhum argumento apresentado por você é válido ou previsto em regras e que se realmente quer continuar nessa tecla que me mostre algum argumento baseado em regras e não achismo. Além de que o fato de chamar a técnica de esquisita por sí só já demonstra sua falta de conhecimento e entendimento a cerca dessa.


Kai escreveu: Além de toda a questão do Kami no Shisha, gostaria de levantar também outra questão. Em suas considerações, Ouki escreve:

Considerações de Ouki escreveu:A aldeia de Konoha se encontra em caos, assim como seus civis, eu diria que é um cenário caótico onde muitas vidas estão sendo tiradas e existe um tumulto simultâneo. O caos nas ruas serve como obstrução a qualquer um indisposto a cortar caminho matando civis ou voando.

O caos realmente pode estar sendo convocado em campo devido as ações do time de invasores, no entanto, ser necessária a morte de civis para que seja possível chegar até o local de combate em pouco tempo me parece um tanto quanto exagerado (se não configurar também uma manipulação da situação a favor da invasão, assumindo um único tipo de cenário possível de ser narrado pelos outros jogadores, caso estes queiram mesmo alcançá-los).

Eu jogo esse jogo a muitos anos, e os melhores utilizam do cenário a seu favor, eu estou lhe descrevendo a situação uma vez que estamos em uma invasão. Konoha é uma aldeia populosa, e assim que sofresse um ataque dessa forma as ruas iriam tornar-se caóticas automaticamente, isso não é segredo. Do mais para mim é irrelevante, tudo que estava tentando fazer era lhe dar uma aplicação para seus chunnin/tokubetsu, uma vez que poderia pedir para que eles postassem dispersando as multidões e salvando vidas. Mas se insiste, não me faz diferença isso ser desconsiderado.
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 6/12/2019, 12:35

Indo direto ao meu ponto também, primeiramente peço desculpas pelo erro no Databook, mas como podem ver neste print https://i.imgur.com/q2s08wX.png minhas modificações na ficha, a mudança foi aprovada pela Staff, ou seja, o erro foi deles também ao não questionar aonde seriam depositados os pontos e acredito que se fosse algo tão prejudicial ao jogo, eles teriam visto minha ficha nas outras diversas modificações solicitadas e feito com que eu arrumasse. Quanto ao defeito citado, acredito que foi sim um erro da minha parte atacar antes de ser atacado, não me defendendo nesta questão
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels GQgddnh

Mako
Game Master
Mako
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels GQgddnh

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 6/12/2019, 22:42

Olá.

Irei avaliar o chamado de acordo com os pontos citados e no fim resumirei o veredito. Adianto que não ficarei usando muitas bases para argumentar e caso queiram reaval, bem, é pela conta em risco de vocês no quesito tempo gasto. Estarei colocando uma explicação básica para cada decisão tomada, qualquer dúvida, a maioria tem meu WPP para me incomodar, só catarem. Não respondo Discord. É isto.

Ponto 1: Montesquieu

Sim, a Staff deu um OK indevido, porém, vale-se do jogador realizar as modificações corretas. O Staff só deu OK a sua menção de ter +5 pontos, em nenhum momento ele aprovou quaisquer adições aos atributos, apenas aos seus "pontos ganhos". Sim, isso é prejudicial. Sua ficha está, atualmente, invalidada. Darei 48HRs para consertar, passível de perder vagas e afins se não ajeitar neste período. Sendo assim, o personagem não poderia estar na invasão (não anularei demais fatos realizados, apenas a entrada na invasão, pois é o que se está discutindo aqui). Aliás, sobre o defeito, Montesquieu também está errado. A ação seria invalidada, mas sua própria existência no tópico está.

Ponto 2: Avocado

Em nenhum momento vi, neste tópico ou no da luta, alguma citação clara dessa "harmonia" entre as técnicas. Sendo assim, eles não estão sincronizados. No entanto, são duas técnicas sonoras, elas não se anulam totalmente e uma ilusão não anulará as outras, até mesmo pelas normas de quebra de Genjutsu, porém, elas estão vibrando em tons diferentes e não será difícil a percepção disso.

Ponto 3: Ouki

Vi em duas Wikias, li a descrição no fórum, e em nenhum lugar cita que o Shikigami no Mai crie papeis explosivos, sempre descreve, e o próprio Ouki mostrou, coisas como "pode ocultar" "pode misturar", nunca "pode transformar seus papeis em selos explosivos" ou semelhantes. A técnica requer preparo, um que deve ser realizado dentro do tópico, não sei de onde tiraram essa ideia de preparar fora dele, mas enfim... O preparo da técnica está errado de qualquer modo, então a técnica é automaticamente invalidada de acordo com o solicitado no chamado. Sendo uma ação errônea, estarei aplicando 1 Auto-Hit e anulação da ação da técnica e preparo da mesma.

Resumo:
Montesquieu está com a ficha invalidada e sua entrada na invasão, também. Avocado não cometeu nenhum erro no uso das técnicas, no entanto, elas não estão harmonizadas. Ouki teve um AH aplicado e anulação da preparação de sua técnica Kami no Shisha por erros quanto a sua preparação (por fazer noutro tópico nem pesou tanto, pois poderia ter sido feito, mas foi feito de forma errada em ambos, aplicando conceitos que não condizem com a técnica, pensei em dar um GM, entretanto, não achei que levasse tanto peso assim).

Segue-se a luta.

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Scre1755
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels QF79TeWOlá, eu sou o Mako.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Dwqqy2b

Angell'
Lenda Ninja | Sannin
Angell'
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Dwqqy2b

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 7/12/2019, 00:23

Link da Batalha:
https://www.narutorpgakatsuki.net/t69677-invasao-fake-gods-and-angels

Jogadores Envolvidos:
@Chwan

Motivos do Chamado:
Bom, ainda estando dentro do prazo de 36 horas para solicitar um juiz (e porque eu também quero saber o que posso ou não considerar na hora de entrar no tópico da invasão), gostaria de colocar em xeque algumas coisas além das já apresentadas acima pelo player @Kai.

— Chwan
1) Ao que tudo indica, o personagem de Chwan (Koga), ultrapassou o limite máximo de invocações por turno, tendo invocado Paw e Maw (que, sim, por regra, contam como uma única técnica de invocação) e, logo em seguida, tendo feito com que Maw invocasse três outros sapos, conforme visto abaixo:
Chwan escreveu escreveu:O fumo era passageiro e com ele dois seres de estatura mínima devidamente incomodados com a perturbação criada pelo canibal apareciam. — Qual o motivo de nos convocar, fedelho? — O sapo esverdeado com uma crista cinzenta se direcionava ao canibal demonstrando o descontentamento. — Desculpe Paw, mas preciso da ajuda dos dois. Estou prestes a começar meu plano suicida contra a Folha e as suas experiências em batalhas junta das da Maw serão de grande valia. — Koga destrinchava o plano de forma rápida, suficiente para que os dois sapos gesticulassem com a cabeça afirmando que ajudariam seu invocador sem ao menos hesitar. — Certo. Maw, preciso que você invoque os gigantes, por gentileza. E depois disso vou pedir pros dois se moverem até as imediações do portão principal da vila. Lá, os outros participantes dessa missão estarão prontos pra guerra. Vou lidar com alguns defensores que tentem defender os danos que os Grandes causarão aqui para depois encontrá-los. —  As ordens eram devidamente explicadas e os sapos, por sua vez, concordavam com tudo.

Maw mimicava os movimentos de Koga antes de tê-la invocada, realizando a mesma técnica de seu conjurador assim como ele tinha pedido. O estrondo era ensurdecedor causado danos ao centro comercial por conta do corpo volumoso dos três sapos recém invocados.
Contudo, mesmo se tratando de outra criatura realizando a técnica de invocação, o limite de técnicas por turno se aplica à conta do jogador, não ao personagem (caso contrário, seria possível criar diversos clones e cada um deles poderia conjurar 2 técnicas ofensivas, por exemplo).

2) Além disso, Chwan também cometeu um deslize ao interpretar de maneira errônea a Especialidade em Kenjutsu, considerando que a mesma concede +1 ponto em velocidade ao usuário que portar consigo uma espada em mãos:
Afins escreveu escreveu:Conforme os sapos criavam a distração, meu personagem ativou a Kakuja Completa junto da primeira transformação do Juin. É importante frisar que com as transformações e a especialidade em Kenjutsu, meu personagem nesse momento possui onze pontos em velocidade e oito em força.
Mas, conforme informado na própria descrição da especialidade: “Enquanto empunham a arma, os especialistas recebem +1 ponto de velocidade nos movimentos desta.”. Ou seja, da mesma forma que os Hyuuga, ao utilizarem o Juuken Ryuu, recebem +1 ponto de velocidade somente nos movimentos das mãos, o personagem de Chwan receberia +1 ponto de velocidade somente nos movimentos de sua espada, não em todos os movimentos feitos por ele.
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 7/12/2019, 00:51

Não tenho nada a declarar sobre as invocações. Só gostaria de uma regra aonde cita exatamente que uma invocação feita por outra invocação entra no mesmo limite de invocações por turno do personagem. Caso contrário, fica a cargo do Juiz regrar isso pro decorrer da invasão. E sim, perguntei aos ADM’s se eu poderia invocar os três sapos gigantes com a Maw no valor de um e o Adm Tama confirmou que poderia ser feito. Não que isso tenha ligação com a acusação, mas gostaria de deixar claro.

Sobre a velocidade utilizando espec, não muda absolutamente nada no meu post. O trecho retirado é das considerações, aonde por erro acreditei que somente segurando a espada já ganharia a bonificação. É um erro que não compromete em absolutamente nada o post. Só pra esclarecer, em momento algum na narração utilizei um bônus na velocidade por simplesmente segurar a espada. A única bonificação narrada foi na ativação da Kakuja Completa + Juin.

Ps: desculpe o post sem template ou qualquer erro, fiz pelo celular. Enfim, só quero jogar.
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 7/12/2019, 02:18

@Mako escreveu:

Ponto 3: Ouki

Vi em duas Wikias, li a descrição no fórum, e em nenhum lugar cita que o Shikigami no Mai crie papeis explosivos, sempre descreve, e o próprio Ouki mostrou, coisas como "pode ocultar" "pode misturar", nunca "pode transformar seus papeis em selos explosivos" ou semelhantes. A técnica requer preparo, um que deve ser realizado dentro do tópico, não sei de onde tiraram essa ideia de preparar fora dele, mas enfim... O preparo da técnica está errado de qualquer modo, então a técnica é automaticamente invalidada de acordo com o solicitado no chamado. Sendo uma ação errônea, estarei aplicando 1 Auto-Hit e anulação da ação da técnica e preparo da mesma.

Peço segunda avaliação de um segundo juiz neutro, [@Tenzou] que não está envolvido com invasores ou defensores. Vou quotar as regras:

Preparação de Jutsus:

Estas técnicas devem ser preparadas com um (ou mais) turno de antecedência sempre em meio a narração (mesmo que seja ao fim do turno) devendo constar sua descrição na lista de técnicas usadas. Técnicas não usadas imediatamente ao fim do tempo de espera precisam ser preparadas novamente para serem utilizadas. O usuário só poderá usar uma técnica de preparação por post. Os gastos referentes a técnica preparada (chakra & stamina) devem ser descontados somente no turno de uso, podendo repor caso não venha a utilizar.
LISTA DE JUTSUS COM PREPARAÇÃO:
• Kawarimi no Jutsu.
• Fūton: Rasenshuriken (exceto com Senjutsu).
• Mokuton: Mokujin no Jutsu.
• Senpō Mokuton: Shin Sūsenju
• Hokage-Shiki Jijun Jutsu — Kakuan Nitten Suishu
• Shin: Jukai Kōtan (2 Posts)
• Sawarabi no Mai.
• Magen: Gama Rinshō.
• Bijūdama
• Renzoku Bijūdam
• Bijū Rasengan
• Hidding in Surface Technique
• Kirin (criar nuvens de chuva)
• C0
• C4
• Memory Erasing Technique
• Ura Shishō Fūin
Shikigami no Mai:
É um Ninjutsu usado por Konan para se transformar, criar e manipular papeis como origamis. A técnica possui consumo de ativação equivalente ao seu nível original (B) com duração de acordo com a Stamina do personagem, as manipulações seguem as regras específicas da técnica. A técnica Kami no Shisha no Jutsu necessita de um turno de preparação consumindo trezentos (300) pontos de chakra e tornando inviável o uso do Shikigami no Mai por dois turnos. A velocidade dos papeis equivalem aos pontos de ninjutsu do usuário.

São ambas as regras no forum que determinam se minha ação é possível ou não. Ja dei argumentos suficientes quanto a utilização dos papeis bomba no Shikigami no Mai. Não acho que Konan foi numa loja e pediu os papeis bomba pra técnica, tão pouco penso que deveria comprar  600 bilhões de papel bomba na loja da aldeia e chamo de louco quem acha que isso é maneira de se preparar uma técnica assim.

Ter meu jutsu anulado por algo não previsto em regra alguma.. Se previsto em alguma que me passou despercebido, gostaria de ser informado, pois até então estou sendo prejudicado com base em nada e ainda não foi me apontada nenhuma dessas 'regras' de utilização do jutsu, e para invalidar minha utilização é no mínimo necessário algum embasamento em alguma, certo? Penso que é no mínimo de meu direito que o jutsu seja validado, e se querem usar como experiência que regrem ele a partir disso, pois no momento em que usei o fiz de maneira mais que correta. A técnica não diz nada em suas regras, e quando eu uso eu tomo AH... Se ela tem um processo de preparação tão específico este deve ser no mínimo mencionado, fora que tive respaldo da staff confirmando ainda em uma situação anterior... Se 'não tem regra' e o raspaldo da staff não vale fica complicado.


Spoiler:
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels 4b20b610


Última edição por Ouki em 7/12/2019, 12:08, editado 2 vez(es)
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels 563f17735ad7f238db882f65d11a5af244b272bf

Gwynbleidd
Genin
Gwynbleidd
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels 563f17735ad7f238db882f65d11a5af244b272bf

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 7/12/2019, 02:50

Como meu nome foi citado e eu pretendo entrar na invasão, estou respondendo apenas para justificar onde eu supostamente afirmei que os sapos poderiam ser invocados em conjunto, apenas para que não haja reclamações subsequentes dizendo que eu induzi um eventual oponente ao erro. Na verdade, apenas disse que Maw poderia invocar os sapos, mas nada sobre invocação conjunta, como segue o print do discord: https://i.imgur.com/EjJzAvh.png.

Já que tive de vir aqui, gostaria de complementar o chamado da Angell: Chwan não possui os requisitos pra usar uma invocação Rank S, como se vê no link: https://www.narutorpgakatsuki.net/t68105-f. Desta forma, creio que se configura um GM ou AH, e anulação das ações dos sapos.

_______________________


[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Mirio-Togata-Arte-oficial-de-My-Hero-Academia-do-autor-do-mang%C3%A1-Artwork-Topo

"As flores nascem e depois murcham... As estrelas brilham, mas em alguns dias se extinguem... comparado com isso, a vida do homem não é nada mais do que um simples piscar de olhos, um breve momento.”
聖闘士星矢

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 7/12/2019, 10:07

Bom, pelos fatos apresentados pelo nosso querido player, estou aceitando o GM + anulação dos sapos. Se isso ajudar na avaliação e faça com que ela seja mais rápida, ficaria grato.

Se tiver que considerar como floods, que seja. Só quero continuar com a invasão, se for possível.
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels GQgddnh

Mako
Game Master
Mako
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels GQgddnh

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 7/12/2019, 10:22

Chwan escreveu:Bom, pelos fatos apresentados pelo nosso querido player, estou aceitando o GM + anulação dos sapos. Se isso ajudar na avaliação e faça com que ela seja mais rápida, ficaria grato.

Se tiver que considerar como floods, que seja. Só quero continuar com a invasão, se for possível.

Assim feito, então. Como foi entrado de acordo, tudo certo. Agora resta esperar a reavaliação do pedido feito pelo Ouki, embora eu nem envolvido esteja e seja literalmente o mais neutro possível no caso.

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Scre1755
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels QF79TeWOlá, eu sou o Mako.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 7/12/2019, 12:18

@Mako escreveu:
Chwan escreveu:Bom, pelos fatos apresentados pelo nosso querido player, estou aceitando o GM + anulação dos sapos. Se isso ajudar na avaliação e faça com que ela seja mais rápida, ficaria grato.

Se tiver que considerar como floods, que seja. Só quero continuar com a invasão, se for possível.

Assim feito, então. Como foi entrado de acordo, tudo certo. Agora resta esperar a reavaliação do pedido feito pelo Ouki, embora eu nem envolvido esteja e seja literalmente o mais neutro possível no caso.

Eu sei e entendo que não está envolvido, não quis dizer que não era neutro. E agradeço a avaliação. Obrigado. Do mais editei o post de pedido de segundo juiz para adição de print.
Ultrapasse seus limites. Bem aqui. Agora mesmo.

Tenzou
Genin
Tenzou
Vilarejo Atual
Ultrapasse seus limites. Bem aqui. Agora mesmo.

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 7/12/2019, 12:52


Avaliação

Pontos e considerações.

A descrição da técnica é clara.

"...Konan mistura em um grande número de etiquetas preparadas com selos explosivos com o papel normal dela,..."

Ou seja, a Konan não é capaz de dar origem a papéis bombas, assim, vide que Ouki não possui em sua Bolsa de Armas nenhum papel explosivo, não é possível fazer uso essa técnica.

"Ela também pode ocultar selos explosivos entre os seus papéis para adicionar uma surpresa mortal para seus ataques."

O trecho citado, para corroborar a ideia de que a habilidade torna o usuário capaz de criar papeis explosivos está equivocada.

Ocultar é sinônimo de esconder e não de originar.

Assim, segue a aplicação de Auto-Hit e anulação da ação da técnica e preparo da mesma.

—— x ——

Adendo adicional

Ouki escreveu:Se 'não tem regra' e o raspaldo da staff não vale fica complicado.

Pessoas se enganam e é possível abrir uma sugestão para resolver a situação onde parece não haver "regra".

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 8/12/2019, 19:12

Link da Batalha: Fake Gods and Angels
Jogadores Envolvidos: @Luxure & @Kai
Motivos do Chamado:

Luxure

Primeiramente vou enunciar alguns pontos que tornam as defesas de Luxure inválidas uma vez que ignorou as ações estabelecidas por Ouki como ataques a quem se aproximasse do golem, em especial o arremesso de rochas considerado pelo próprio Kai em sua defesa [que foi uma defesa correta a ação]

@Luxure escreveu:Saltando de prédio em prédio, de casa em casa, seu chakra preenche seu corpo com seu estilo de luta característico, sua força bruta ressaltada mas nem próximo do máximo que poderia chegar. Ela chamaria atenção no ataque então era melhor guardar seus truques na manga se a retaliação viesse antes da ajuda para si. Seus olhos estariam sempre atentos, mesmo sendo uma criatura não completamente racional, de certa distância poderia notar que ela atacava os que atacavam os que aproximavam-se ali. Seu foco estava no solo, mas os prédios com que trombava também ia ao chão. Circundando a certa distância pelos prédios não muito próximos para ser notada cedo de mais, encontraria uma brecha quando este passasse em direção a algum mais alto, usaria os civis de distração sem se preocupar tanto com isso, já que de nada adiantaria pensar em tentar salvá-los enquanto aquela coisa ainda ficasse de pé.

@Luxure escreveu:Seria no momento certo, usando de seus punhos adamantinos e de sua kg que saltaria de um edifício não muito antes de a criatura destruí-lo pairando por cima deste.

Ouki escreveu:- O jutsu foi usado para criar um grande golem de rocha [35m altura] que seguiria seu próprio trajeto afim de atacar defensores derrubando essas construções em cima deles, pisando e principalmente: resvalando a mão no solo e arremessando grandes quantidades de concreto em qualquer um que avistasse, exceto as invocações já em campo no momento de seu nascimento. Ao final do post ele se encontra a 300m ao lado de Gamabunta seguindo seu próprio rastro de destruição.

Luxure enuncia que se aproxima do golem utilizando prédios e casas como caminho, justamente construções que o golem visaria destruir em seu ataque como mencionado no post de Ouki.
Quem atacava a criatura? Ao meu ver civis correriam dela e não iriam em sua direção retalhar. Esse é um ponto importante uma vez que também fora enunciado 'afim de atacar DEFENSORES'.  
Nunca foi enunciado que o golem manteria foco no solo ou em outro ponto.
Uma vez indo na direção do golem através de construção na altura do mesmo é notável que sua presença seria percebida facilmente a distancia, e uma vez que fosse o modus operantis seria atacar a distância com pedaços do solo como enunciado no post de Ouki.
A velocidade de luxure é de 22m/s contra 21m/s do golem [segundo regra de velocidade de jutsus]. Tendo a vantagem de alcance acredito que ele não só atacaria primeiro, como mesmo os destroços gerados pelo ataque pulando do prédio afetariam Luxure em sua ação.
A ordem cronológica do post de Kai é posterior ao de Luxure logo os acontecimentos se dariam antes do mesmo neutralizar o golem uma vez que o alcance da técnica utilizada pela mesma é de apenas 10m, indicando que a mesma teria que chegar a essa distância do ser humanoide.


KAI


Kai narrou usando informação de algo que não ocorreu, tanto na postagem de saída quanto no próprio tópico, vide;


Kai escreveu:‘’Atento às informações que seriam repassadas por Angell e com o auxílio de suas capacidades sensitivas, o Hokage tomaria ciência sobre a localização dos possíveis responsáveis pelos ataques, assim como seria notificado pela aprendiz sobre uma enorme área coberta por chakra ao redor da localização dos invasores.’’[/b]


Kai escreveu:’Se tudo desse certo, os civis não precisariam mais se preocupar com telhados despencando em suas cabeças. O corpo original deslocou-se para a retaguarda, junto de Angell e Sayuri, enquanto os três bunshins prosseguirem seu caminho.’’

Kai escreveu:’O primeiro clone cessaria seu movimento ainda longe da "zona de perigo" informada por Angell.’’

Kai escreveu: ‘’Angell nos informou que essa área estava repleta de chakra, e assim que chegamos nela, começamos a ouvir esse negócio.’’

Kai escreveu:- ‘’Durante o início do avanço, Angell repassou as informações sobre os invasores e a área de efeito dos genjutsus (sim, ela posta depois de mim, mas as narrações estão todas devidamente com suas cronologias alinhadas). Mais informações na narração dela.’’

Todos esses trechos foram necessários para que o personagem dele pudesse entender quem seriam os invasores e conseguisse de fato realizar todas as ações de ataque. Já no tópico do Gabinete, aonde postaram saída:

@Angell escreveu:‘’– Kai-sensei, que é que está acontecendo na vila?! – ela irrompeu pelas portas da sala de seu sensei já um tanto alterada, tanto por ter subido as escadarias correndo quanto pela própria confusão que só crescia em sua mente. E se voltou para o ninja desconhecido ali dentro da sala, quase nem se importando se pareceria rude com ele agora: – ...você não tem nenhum envolvimento nisso, certo?’’

Fica claro que as informações não foram passadas no tópico do Gabinete. Por ter postado antes das informações descritas, me leva a crer que ele usou informações do off para se preparar o que configura um erro gravíssimo uma vez que este está usando formações que cronologicamente ainda não recebeu em seu post. Ele é um adivinho? É bom ter em vista que a cronologia correta se faz importante para o andamento da batalha. Kai postou antes da Angela e afirmou receber informações que de fato não tinha e não foram entregues à ele, cronologicamente, para que isso fosse válido, teria que ter ocorrido um post da Angell antes da do Kai. Não levaram em conta o fator temporal viajando de forma livre entre situações futuras e passadas que podem ou não ocorrer. Se ele de fato quisesse informações, deveria esperar o post da Angell para então concluir o dele.

Outro ponto é os efeitos de um Genjutsu narrado de maneira errônea, e um não considerado, vide:

Kai escreveu:‘’Foi então que uma doce — porém mortal — melodia transpassou por entre os ouvidos dos dois conforme progrediam, fazendo-os se sentirem como se estivessem portando uma doença febril: com pensamentos dificultados e mais lentos. Em poucos instantes, seus corpos não conseguiam mais se mover.

— Por que parou, garoto? — Esbravejou Sanbi, visivelmente confuso com a situação. — Kanashibari? — Indagou para si mesmo assim que sentiu seus músculos pararem de trabalhar: tendo usufruído da técnica diversas vezes, ela foi sua primeira suposição.’’

Descrição dos Genjutsus:

Sakanade [Ofensivo - Original]
Rank: S
Requirimentos: 6 em Genjutsu, Bom Controle de Chakra, Habilidade em Genjutsu (Inata), Perito em Ototon (Inato), Especialidade em Genjutsu, Dominio Psicologico.
Descrição: Sakanade é uma tecnica criada por Jyuu, na busca pela elevação de suas habilidades com o Som. A técnica possui naturalmente 120 metros de alcance, baseados na regra do Clã Shiin. O Mundo Invertido é um ambiente totalmente controlado por Jyuu, onde todas as suas ações possuem movimentos invertidos, trocando o sentido de ataque e machucados, podendo prejudicar a percepção de realidade e reflexo. Uma vez induzidos ao Sakanade, por ser uma técnica mentalmente agressiva, os alvos mantidos por dois turnos terão suas capacidades mentais prejudicadas durante o andamento da batalha pela vibração excessiva na região do ouvido, afetando o labirinto do alvo, atrapalhando reflexos, equilíbrio, e velocidade, reduzindo em um ponto suas características físicas (velocidade, força e stamina).
Observação: - Caso a permanência dentro da técnica se estenda para três turnos, são reduzidos dois pontos do alvo.
Se nos atentarmos a descrição do Genjutsu Bunkai, utilizado pelo clone e que de fato pegaria nos clones produzidos pelo Kai, podemos ter a certeza de que o Gen faz o alvo PARAR/PARALISAR fora da ilusão, porém, dentro dela ele age como se estivesse tudo ocorrendo de maneira normal. A forma como foi narrada destoe completamente dos efeitos reais do jutsu.

Bunkai [Ofensivo - Clone]
Rank: S
Requirimentos: 6 em Genjutsu, Hab. em Genjutsu Inata, Especialidade em Genjutsu, Domínio Psicológico, Bom Controle de Chakra e Perito em Ototom Inato.
Duração: Três turnos
Descrição: Bunkai (分解 lit. Decomposição) é um Genjutsu criado exclusivamente para membros do Clã Shiin após a execução das notas musicais de seus instrumentos. A doce melodia produzida com maestria pelo delicado sopro do membro do Cla Shiin é o suficiente para que os alvos do usuário estejam submetidos a um poderoso Genjutsu Sonoro, bastando o utilizador da técnica selecionar aqueles que sentiram o efeito de sua melodia, evitando que pessoas indesejadas adentrem na ilusão proposta pelo ilusionista. Ao soprar seu chakra em vibrações melódicas, a vítima terá seus sentidos retardados pelo efeito do Genjutsu em sua mente, atrapalhando o desenvolvimento de ideias. A técnica não impedirá o alvo de formular estratégias, mas retardará as percepções de realidade de sua vítima. De efeitos gerais, o corpo do alvo permanecerá imobilizado durante três turnos caso o efeito do Genjutsu não seja quebrado pelo mesmo. Sua mente trabalhará na copia exata do atual campo em que o alvo se encontra. Contudo, suas noções de espaço e tempo se atrapalharam, aumentando a distância do campo de maneira ilusória, dificultando ações. A batalha acontecerá normalmente na mente do alvo, contudo, caso ocorra danos em seu corpo fora da ilusão, suas sensações estarão dobradas, aumentando o desespero gerado pela intensa dor que a vítima poderá receber de quaisquer ataques. A intensidade da técnica é baseada na complexidade envolvida em sua execução, utilizando uma grande quantidade de chakra, obtendo um domínio psicológico sobre o alvo, além de habilidades inatas do utilizador em técnicas ilusórias e sua especialidade nas mesmas, o que torna o rankeamento de suas técnicas elevadas. Por regra, a técnica possui um alcance total de 120 metros.

Sobre a ilusão ignorada - Sakanade, se for validada a defesa do primeiro Genjutsu, existe um segundo propagado pelo corpo original de Jyuu. A técnica possui 120 metros de range e com a aproximação dos clones Kai na direção de Koga, clone de Jyuu e clone de Ouki, eles entrariam nesse range (vale frisar que o corpo original de Jyuu se encontra a 70m de distância de Koga). Com os fatos apresentados e os clones presos em mais uma ilusão, as ações ofensivas seriam desconsideradas e o player teria de sofrer uma punição cabível.


Desconto errado do chakra - ele está em contato com a samehada, e a própria suga cem pontos por post, não houve desconto e o mesmo está com ela completa.

Parte que ignora ataques - Segue os trechos;

Kai escreveu:Clones 2 e 3: Esses avançaram e adentraram a área do genjutsu, tendo o raciocínio utilizado por ambos para se livrar da ilusão descritos na narração (e o evento citado encontra-se aqui). Lembrando-se que o personagem possui Calmaria, Grande Controle de Chakra e ainda a interferência de chakra externo da Sanbi (do qual ele fez uso) para voltar para a realidade. O clone 2 avançou pela direita, posicionando-se a 40 metros de Chwan e utilizou o Kajukai Korin para liberar um gás que tirara a consciência de todos os inimigos que se encontrarem na área de efeito (a técnica possui força de 1080 pontos e 31 m/s de velocidade). O clone 3 avançou paralelamente e simultaneamente ao clone 2, também se posicionando a 40 metros do inimigo (dessa vez, o clone de Avocado), aproveitando-se da situação criada por seu parceiro e arremessando 6 shurikens direcionadas nas gargantas de Chwan, Ouki e Avocado. As estrelas ninja são lançadas com força 9 e velocidade de 32 m/s (o equivalente a 7 pontos e meio de velocidade). Não existe uma regra especificando exatamente o alcance do Kajukai Korin, mas como visto aqui, é bem grande. Devido a distância, não é necessário defender as ações coringas informadas, já que me encontro fora da zona de efeito de 20m especificada.

Ouki escreveu:-  O clone possui metade de meu chakra e se posiciona a 30m a esquerda de Koga a 50m no alcance do Genjutsu Sonoro do clone de Jyuu que estabelece o perimetro de 120m para todos os lados.
- Uma vez que exista alguma aproximação de um defensor numa área de 120m o clone irá usar o Doton: Yomi Numa em uma área de 20m abaixo de seus pés [21m/s] afim de prende-los para que os ataques de Koga se sucedam em velocidade máxima. Frisando que isso aconteceria imediatamente, uma vez dentro do alcance do Genjutsu de Jyuu.
- Na sequência o clone usaria de duas manipulações rank B do Shikigami no mai também em velocidade máxima [25m/s]
- Uma torrente de milhares de papeis partiria na esquerda e outro na direita do alvo e o perseguiriam dentro da área de 50m permitidas na regra de manipulações afim de lhe restringir os caminhos e opções de fuga. Uma vez atingindo seu alvo, eles se grudariam nele o asfixiando e restringindo movimentos.
- Sucedendo ou não seus ataques, ao termino deles o clone iria recuar novamente para trás de Koga [40m]
- Os ataques visariam sempre os inimigos que se aproximam.

Kai também esquece de narrar uma defesa para ambos seus clones mediante aos ataques realizados pelo clone de Ouki ao lado de Koga. Os ataques como enunciado seriam realizados exatamente no momento em que entrasse no alcance de 120m [o alcance do genjutsu]. Seus clones não só entraram nesse alcance, como caíram no genjutsu, dando por sua vez tempo suficiente para que o Doton Yomi Numa agisse [mesmo que por um segundo]. Não obstante, também não defendeu das duas manipulações do Shikigami no Mai realizadas em uma área de 50m.

Só deixando claro, w.o parado até conclusão do chamado. @Mako
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Ddimq210

Luxure
Chūnin
Luxure
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Ddimq210

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 8/12/2019, 20:15

Primeiramente gostaria de ressaltar que não esperava um chamada contra meu ataque, não defesa, que enfoca em uma ação completamente distante e de ausência de dano direto as vidas dos agredidos, mas prossigamos com a discussão.

Chwan escreveu:Luxure enuncia que se aproxima do golem utilizando prédios e casas como caminho, justamente construções que o golem visaria destruir em seu ataque como mencionado no post de Ouki.

A não ser que ele seja uma bomba atômica e não um ser que usa o próprio corpo para destruir os edifícios, e, ressaltando que as rochas seriam utilizadas contra os que aproximassem dele, sejam eles atacantes, ou com toda essa velocidade apresentada, 21 m/s, civis que não conseguiriam fugir do mesmo, ele não destrói todos os edifícios da área, sobrando muitos que permitiram a movimentação que foi citada como esperando o momento certo.

O mesmo escreveu:Quem atacava a criatura? Ao meu ver civis correriam dela e não iriam em sua direção retalhar. Esse é um ponto importante uma vez que também fora enunciado 'afim de atacar DEFENSORES'.  

Assim como vocês podem atribuir que há defensores em seus posts, eu também posso assumir o cenário, visto que se isso invalida meu post todos os posts de vocês contém o mesmo fator em comum. Novamente ressaltando que civis em si não correriam dele também, visto que considerando sua velocidade estes não conseguiriam fazê-lo tornando-se alvo de seus ataques.

Nunca foi enunciado que o golem manteria foco no solo ou em outro ponto.

Não precisa, mas se há civis ou defensores ali, e assumindo isto por razões obvias, e acrescentando ainda que mesmo um civil poderia ser um "defensor", já que são pessoas, com entes e algumas podem tentar salvar outras, mas não sendo relevante isto para esta defesa, pois, mesmo não sendo necessário que o mesmo focasse, é dito sim, que o seu foco estaria mais a esta direção, visto que suas mãos:

Ouki escreveu:[...]Seus dedos resvalavam de forma descuidada no solo, parando logo a minha frente[...] Sorria de canto enquanto observava suas costas, assistindo por alguns instantes o caminhar de minha criatura que se distanciava se interromper para que este passasse a mão novamente resvalando sob o solo, raspando sua mão no concreto e logo em seguida o arremessando.[..]

Sempre que anda, ou lança uma rocha, tem seu movimento de partida vindo do solo conforme descrito pelo mesmo, então mesmo que seja constante, ainda vai vir dali, originando assim a ênfase dos seus ataques assim como seus movimentos com intervalos mais curtos os mais próximos do ponto de partida de suas mãos.

Uma vez indo na direção do golem através de construção na altura do mesmo é notável que sua presença seria percebida facilmente a distancia, e uma vez que fosse o modus operantis seria atacar a distância com pedaços do solo como enunciado no post de Ouki.

A defesa para aqui já tá nos posts anteriores, visto que essa acusação só se embasa nos argumentos de antes para se fazer. Se ele atacava outros, havia brecha para, e haveria outros, assumidos no post conforme um pensamento lógico, assim como vocês também o fizeram para alegar que mataram defensores.

A velocidade de luxure é de 22m/s contra 21m/s do golem [segundo regra de velocidade de jutsus]. Tendo a vantagem de alcance acredito que ele não só atacaria primeiro, como mesmo os destroços gerados pelo ataque pulando do prédio afetariam Luxure em sua ação.

Meu ataque não é a distância, é um soco, a distância de 10 metros é a onda de choque depois que o soco atinge. É corpo a corpo, o que em tese poderia até reforçar a sua defesa se as sentenças anteriores estivessem corretas e se não considerarmos que a minha personagem com todo seu dano pode só atravessar a rocha com o mesmo jutsu que atingir o golem, se esta fosse lançada contra si. Mas com a curta vantagem de velocidade, de distração e de percurso, visto que ela tem que cair alguns metros enquanto o golem tem que mover 35 metros pra tirar a mão do chão com uma rocha e jogar ele tem a desvantagem de ação. Fora isso um ser humano saltando por cima de um prédio alto não é percebido até uma certa angulação para deste com os observadores, em outras palavras, com um prédio tão robusto quanto 2/3 da altura do golem, pra não falar nem um maior ou similar, ele só veria a ação quando ela já estivesse encima dele.

A ordem cronológica do post de Kai é posterior ao de Luxure logo os acontecimentos se dariam antes do mesmo neutralizar o golem uma vez que o alcance da técnica utilizada pela mesma é de apenas 10m, indicando que a mesma teria que chegar a essa distância do ser humanoide.

Como não se trata da minha ação, não vou nem entrar nessa parte, só lembrar mais uma vez que meu jutsu é um soco em que ela mergulha nele, 10m é o alcance da onda de calor posterior.

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels 43597713
O que é que você tá olhando?

Ichigo
Genin
Ichigo
Vilarejo Atual
O que é que você tá olhando?

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 8/12/2019, 20:49

— Suposta narração de algo que não ocorreu:
Primeiramente, gostaria de ressaltar que o chamado foi convocado ainda com tempo restante para que os defensores realizassem seus posts de chegada. Agora, conforme explicado por mim em minhas próprias considerações:

Minhas considerações escreveu:Durante o início do avanço, Angell repassou as informações sobre os invasores e a área de efeito dos genjutsus (sim, ela posta depois de mim, mas as narrações estão todas devidamente com suas cronologias alinhadas). Mais informações na narração dela.

O post de Angell com as devidas informações simplesmente não ocorreu por conta do congelamento do tópico, assim como a ordem de postagem foi definida comigo sendo o primeiro apenas por organização (afinal, sou o líder). O sistema de combates do fórum funciona por turnos: ou seja, todos os jogadores que postarem no turno 1, presenciam e fazem as coisas simultaneamente aos outros jogadores que também estão no turno 1, se assim desejarem. Uma premissa básica, afinal de contas, caso contrário, jogadores que postam primeiro sempre possuiriam desvantagem por estarem "no passado", o que não acontece por motivos óbvios.

A confusão gerada se dá exclusivamente por uma falta de paciência, tendo em vista que o post de Angell seria postado logo em seguida. Se no post dela existir algum tipo de falha ou brecha na cronologia, aí a abertura de um chamado alegando que estou utilizando de informações das quais não possuo poderia sim, ser válido, mas por enquanto, não vejo coerência no ponto questionado.

Chwan escreveu escreveu:É bom ter em vista que a cronologia correta se faz importante para o andamento da batalha. Kai postou antes da Angela e afirmou receber informações que de fato não tinha e não foram entregues à ele, cronologicamente, para que isso fosse válido, teria que ter ocorrido um post da Angell antes da do Kai. Não levaram em conta o fator temporal viajando de forma livre entre situações futuras e passadas que podem ou não ocorrer. Se ele de fato quisesse informações, deveria esperar o post da Angell para então concluir o dele.

Conforme explicado anteriormente, ressalto que a afirmação de "Kai postou antes de Angela e afirmou receber informações que de fato não tinha e não foram entregues à ele" é falsa, visto que as cronologias minha e dela estão alinhadas: saímos do Gabinete juntos e percorremos o caminho juntos, mas o congelamento das postagens impediu que isso fosse visto e averiguado pelo próprio Chwan.  

Genjutsu narrado erroneamente:
Parte da descrição do Gen escreveu:Ao soprar seu chakra em vibrações melódicas, a vítima terá seus sentidos retardados pelo efeito do Genjutsu em sua mente, atrapalhando o desenvolvimento de ideias. A técnica não impedirá o alvo de formular estratégias, mas retardará as percepções de realidade de sua vítima. De efeitos gerais, o corpo do alvo permanecerá imobilizado durante três turnos caso o efeito do Genjutsu não seja quebrado pelo mesmo. Contudo, suas noções de espaço e tempo se atrapalham, aumentando a distância do campo de maneira ilusória, dificultando ações.

Creio que em minha narração, esses efeitos tenham sido devidamente descritos, conforme segue em citação, destacando em negrito o importante:

Minha narração escreveu:Foi então que uma doce — porém mortal — melodia transpassou por entre os ouvidos dos dois conforme progrediam, fazendo-os se sentirem como se estivessem portando uma doença febril: com pensamentos dificultados e mais lentos. Em poucos instantes, seus corpos não conseguiam mais se mover. As engrenagens de seu cérebro tentavam girar em constância, mas parecia que algo as enferrujava. Suas capacidades mentais estavam claramente deterioradas, além da sensação esquisita de estar percorrendo uma distância muito maior do que antes visto e planejado.

Chwan alega que o corpo permanece imobilizado apenas fora da ilusão, porém, não vejo evidências suficientes disso na descrição da técnica. No geral, caso seja um equívoco meu, ainda narrei todos os outros efeitos transmitidos pela ilusão (conforme marcado em negrito acima), ainda tendo respaldo para sair dela, creio eu.

Genjutsu desconsiderado:
O Genjutsu Sakanade foi desconsiderado simplesmente por meu clone se encontrar fora do range. A afirmação de Chwan, que diz que o corpo original de Avocado (o responsável por castar a ilusão) se encontra a apenas 70m dele, é um equívoco dele próprio, como pode ser averiguado nas próprias considerações do Avocado:

Considerações do Avocado escreveu:Setando distancias entre meu personagem e o personagem do Koga, estamos a 70m um do outro, sendo que estou a cinco metros do meu clone que está no chão, e eu com as asas do Shikigami no Mai estou 100m do solo com visão plena da vila e da viela principal citada pelo Chwan (Koga). Ambos meus genjutsus possuem uma área de ação simultânea de 120m tendo o caster como centro da técnica, vide a regra do próprio Clã Shiin.

Como pode ser lido, Chwan desconsiderou o fato de que Avocado está também à 100m do solo, ou seja, somando ambas as distâncias, ele se encontra, na verdade, a 170m totais do canibal. Como grifado acima, o genjutsu tem o usuário como centro da técnica, e dessa forma, os 120m de range do Sakanade não alcançam meus clones.

Defesa do Yomi Numa:
Aqui ocorre um erro clássico já presenciado em utilizações anteriores do jutsu em batalhas: de considerar que a lama surge automaticamente a partir do nada abaixo dos pés do alvo. Ouki, em suas considerações (já citadas por Chwan em seu chamado), especifica que utilizaria de 20 metros de lama: o ponto é que, o alvo escolhido precisa estar dentro desse alcance especificado para ser pego, afinal de contas, o chakra precisa ser canalizado pelo chão até a localização do inimigo para  alterar as propriedades do solo e convocar a lama. Como meu personagem se encontra a 40m, estou fora desse range, e por conta disso, não levei em conta o ataque.  Além disso, narrei especificadamente que avançaria pelas laterais, evitando o ser visto pelos inimigos:

Minha narração escreveu:As duas outras cópias seguiriam pelas laterais, sempre buscando evitar a percepção ocular dos adversários.

Também vale levar em conta que foram dois clones que adentraram o range, e Ouki não seria capaz de conjurar dois Yomi Numa simultaneamente.

Defesa das Manipulações:
Como citado acima, os clones avançaram pelas laterais evitando serem vistos pelos inimigos: sem nenhuma habilidade sensitiva, não faz sentido que os clones sejam atacados enquanto estiverem fora de vista. Durante a execução dos ataques dos clones, os ataques das manipulações pode sim ocorrer (e ai entra um erro meu, que confundi regras e pensei que o alcance das manipulações fosse de apenas 30m) e iriam de encontro com o Kajukai Korin criado por um dos clones, descontado pontos de sua força total.

Citação nas alegações contra Luxure:

Citação escreveu:A ordem cronológica do post de Kai é posterior ao de Luxure logo os acontecimentos se dariam antes do mesmo neutralizar o golem uma vez que o alcance da técnica utilizada pela mesma é de apenas 10m, indicando que a mesma teria que chegar a essa distância do ser humanoide.

Mais uma vez, a suposta "falha" da cronologia é citada, alegando que os acontecimentos de um turno ocorrem em tempos diferentes simplesmente por conta da ordem de postagem. Meus argumentos de defesa já foram citados lá em cima.

Recado:
Gostaria de ressaltar que, diante do chamado sendo realizado antes do tempo para que a entrada na Invasão fosse concluído, isso atrapalha profundamente os outros jogadores que ainda pretendem adentrar, mas que agora ficam a mercê do horário em que esse chamado for avaliado, pois, assim que o veredito for postado, o tempo restante para fechar 48 horas é curto, podendo conflitar com alguma restrição de horário de algum player.

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Nbf0RTh

"Eles são capazes de trapacear, roubar, bater na esposa, deixar morrer de fome a velha vovozinha ou matar a machadadas uma raposa pega numa armadilha. Por isso aos homens agrada inventar monstros e monstruosidades: sentem-se menos monstruosos.”
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels GQgddnh

Mako
Game Master
Mako
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels GQgddnh

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 8/12/2019, 22:14

Opa, mais um chamado e a luta nem começou!

Ponto 1: Luxure x Golem

Um detalhe importante deixado pelo Ouki é " resvalando a mão no solo e arremessando grandes quantidades de concreto em qualquer um que avistasse", sendo assim, a consideração sobre o golem feita pelo Luxure não é de toda errada, visto que a criatura, de fato, acabaria atacando outros também. É uma brecha que foi utilizada para a aproximação. O grande x da questão é que o movimento de ofensiva também abre brecha para o Golem realizar a consideração; no entanto, colocando-o acima, num movimento de salto, fica difícil acreditar que o Golem conseguiria abarcar um prédio pra cima dele. Já o lançamento de pedaços do solo, sim, é possível e plausível. No entanto aqui entra a questão de velocidade e angulação. Foi em salto, numa velocidade um pouco superior ao da criatura. Considerando os fatos e analisando ambas as considerações, narrativas e o cenário, acredito que o melhor veredito é esclarecer o seguinte: Luxure conseguiria mesmo acertar o Golem ou receberia danos antes de alcançá-lo? Ao meu ver, sinceramente, não haveria como. O Golem está atacando tudo e já teria os movimentos de pegar objetos do solo e enviar contra defensores (neste caso, um atacante) contra ele. O ângulo não favorece, tampouco a velocidade, mas a criatura tem reflexos suficientes para tal e as considerações abraçam essa possibilidade, não caracterizando um GM, antes que peçam, pois havia outras maneiras de driblá-lo. Desta maneira, o personagem de Luxure recebeu uma pedrada no meio das fuças no momento de seu ataque e seu soco acertou diretamente estes detritos, destruindo-os com sua força bruta, estando, a partir de então, em cima do Golem. Tudo realizado após isso é desconsiderado e agora Luxure está em cima do Golem.

Ponto 2: Kai x Cronologia

Tudo relacionado aos conhecimentos adquiridos por Kai através da Angell estão invalidados. Sim, é um jogo de turnos, porém, é como um "rolar iniciativa" em RPG de mesa; a sequência de quem narra determina o que pode acontecer. Angell precisaria ter postado primeiro e então Kai considerar chegar junto e receber a informação, não tirar essas informações de conversas em OFF e leitura dos posts (sim, foi isso, por mais que não queiram chamar assim, se não teve nenhuma ação ON sobre isso, não ocorreu). Sendo assim: localização de inimigos, genjutsus, e demais informações são anuladas. Desta maneira, as técnicas ilusórias aconteceriam naturalmente e o pegariam e os clones se desfariam uma vez que o usuário estivesse preso (isso já foi mostrado antes) ou simplesmente receberiam danos por seguirem e serem vistos.

Ponto 3: Kai x Genjutsu

Os Genjutsus que afetem a vítima e a induzem a uma ilusão ou desmaiam ou paralisam o alvo, pois afeta o sistema nervoso. Isso é da própria série, não é necessário transcrever em cada técnica. As únicas técnicas diferentes disso são de afetar somente o ambiente ou objetos. Sakanade é uma técnica que afeta o corpo físico da pessoa, enquanto que o Bunkai descreve a paralisia. 100 + 70 é 170m tá safe (confiarei nas contas porque sabem que odeio exatas). Sakanade seria defendido, não fosse o artifício "Angell" como informante. Como tudo informado por ela foi anulado, ele não teria o raciocínio para chegar a tal conclusão e não conseguiria anular a Sakanade ou qualquer outra. Preferi esclarecer dessa forma, mesmo o lance da cronologia já responder isto.

Resumo da Ópera

Luxure avançou contra o Golem e este o atacou, estando este em ofensiva, ele destruiu o enorme bloco rochoso atirado contra este, terminando em cima do Golem. O que acontecerá a ele? Descobriremos. Longe desse detalhe interessantíssimo da batalha, Kai teve suas considerações e conhecimentos inteiramente anulados. Angell devia ter feito o primeiro post e clarear o que estava transmitindo a ele; o motivo? Simples, tudo se passa junto mesmo, Kai mesmo respondeu isso, porém, é necessário ter uma ação para citá-la. Não tendo, tudo desconsiderado e seu post inteiro foi, basicamente, anulado. Kai foi pego pelas ilusões e demais efeitos marcados pelos invasores ocorrerão naturalmente (particularmente não li o que acontece aos que caírem nos Genjutsus). Vale ressaltar que embora sejam todos no mesmo turno, os fatos ocorrem com diferenciações mínimas, um milésimo de segundo que seja, dependendo inteiramente da narrativa, porém, para citar um fato, este precisa ter acontecido anteriormente, do contrário é uso de OFF em ON.

Divirtam-se!

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Scre1755
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels QF79TeWOlá, eu sou o Mako.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 8/12/2019, 22:37

Link da Batalha: Fake Gods and Angels
Jogadores Envolvidos: @GWYNBLEIDD
Motivos do Chamado:

@GWYNBLEIDD escreveu:O corvo invocado se moverá em velocidade máxima (3 pontos), e os flanqueará de modo que tente ao máximo que não o vejam ao tomar já de início uma altitude maior do que a de vocês, baseado na informação dada por Angell e na própria visão da ave, já que acompanhou todo o trajeto da criatura.

Correto afirmar que as ações ofensivas de GWYNBLEIDD também são desconsideradas uma vez que ele também usufruiu das mesmas informações em off que Kai. Correto? Fora isso, queria perguntar se por ter adquirido a informação off game não entraria na regra de metagaming, com devidas punições? Seguindo o trecho;

Regra Metagaming escreveu:Em resumo, metagaming é toda prática anti-rpg que mistura ou não os conhecimentos OFF em ON prejudicando o andamento do jogo ou tornando injustas as ações, evitando a necessidade de interpretação pedida em um ambiente de RPG.

Não sei como se caracterizaria essas informações off game descritas em on game, mas acredito que uma punição de GM por utilizar e narrar informações não obtidas deva acontecer, pra ambos os players que se utilizaram dela.

@Mako
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels 563f17735ad7f238db882f65d11a5af244b272bf

Gwynbleidd
Genin
Gwynbleidd
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels 563f17735ad7f238db882f65d11a5af244b272bf

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 8/12/2019, 23:49

Concordaria com o chamado não fosse a ausência de uma regra específica que exija a necessidade de todos os acontecimentos precisarem ser narrados na ordem específica, então isso meio que torna criação de estratégias completamente inútil e necessariamente focada em um só indivíduo, o que não é nosso caso, já que temos outras peças que fecham uma ofensiva entrelaçada.

Cronologia no RPG acaba sendo o fato de encaixarmos movimentos dentro de uma linha do tempo, em diversos acontecimentos por meio da narração, o turno ainda não acabou, então não significa que algo não ocorreu, mas que está ocorrendo em determinado ponto da narração, a ser confirmado pela jogadora citada. Caso a narração dela negasse ou sequer mencionasse, então seria sim considerada uma ação inválida por meio de informações em off. Isso é um turno afinal de contas.

Acho pertinente a comparação do juíz dos turnos com a iniciativa dos RPG de mesa, que pauta o primeiro a se mover por uma rolagem de dado, exceto pelo fato de que isso não existe aqui, então novamente prevalece narrativa e estratégia. Reforço novamente a inexistência de regra que obrigue os turnos a serem sequenciais e como membro da staff reconheço a necessidade disso.

Este é meu ponto sobre cronologia: punir jogador por convenção e não por rsgra é errado. Favor não confundir com a anulação do Kami no Shisha, que foi preparado errado. Caso o juíz não.mude sua visão, aceedito que GM não se aplicaria aqui, apenas anulação da ação.

@edit: eu esqueci de mencionar que a ordem de postagem não mudaria em nada, não favoreceria nenhum dos lados e não dificultaria a reação dos adversários à ofensiva. Reforço o ponto de estratégia, como por exemplo a Katsuyu invocada por Kai, que não poderia ser pega pela Angell caso esta postasse primeiro.

_______________________


[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Mirio-Togata-Arte-oficial-de-My-Hero-Academia-do-autor-do-mang%C3%A1-Artwork-Topo

"As flores nascem e depois murcham... As estrelas brilham, mas em alguns dias se extinguem... comparado com isso, a vida do homem não é nada mais do que um simples piscar de olhos, um breve momento.”
聖闘士星矢

O que é que você tá olhando?

Ichigo
Genin
Ichigo
Vilarejo Atual
O que é que você tá olhando?

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 9/12/2019, 18:27

Bom, em primeiro momento eu apenas aceitei e concordei com a avaliação dada, pois não pretendia estender ou complicar as coisas, mas em meio a crises de insônia e algumas discussões, acabei chegando na conclusão que, em minha opinião, a ordem de postagem definir a cronologia é um equívoco. O raciocínio usado por mim segue a lógica de que: eu postei primeiro por meu personagem ser o líder e também pelo fato de que parte da estratégia consistia em distribuir a Katsuyu pela vila e para os defensores. No entanto, se Angell postasse primeiro para, teoricamente, "fornecer as informações antes", ela não seria capaz de coletar uma das Katsuyus, já que meu post viria depois.

Ao meu ver, esse raciocínio prejudica completamente o trabalho e estratégias em equipe, visto que os membros da equipe montada para defender a invasão possuem habilidades que se complementam, e se a ordem de postagem influenciar na cronologia mesmo com tudo sendo narrado no mesmo turno e no mesmo tempo, essas estratégias tornam-se inviáveis.

Basta pensar na situação ridícula que meu personagem vai se encontrar: Angell narrou em seu post (que ainda não foi postado por conta desse chamado), que forneceu as informações ainda enquanto estávamos nos deslocando para o campo de batalha, juntos uns dos outros. Porém, por conta do aval dado, Kai, mesmo tendo ouvido os avisos, irá adentrar na zona de perigo já informada pela jogadora, e somente Sayuri (que seria a última a postar), poderia narrar que recebeu as informações.

Entende onde quero chegar? De toda a equipe, apenas um único membro será capaz de obter as informações que somente a Angell pode fornecer, e isso, ao meu ver, é prejudicial para o trabalho em equipe, conforme argumentei logo acima. Além disso tudo, ainda existe o fato de que não existe uma regra que proíba essas ações ou diga que elas não podem acontecer por x ou y, cabendo aos juízes pensarem a respeito do assunto e definir um caminho a ser seguido para essa batalha (e posteriormente, construir uma regra). Dessa forma, infelizmente estou dando mais um trabalho para o @Tenzou. Já peço desculpas de antemão pelo transtorno!

Não é porque o jogador posta primeiro, que ele age primeiro.

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Nbf0RTh

"Eles são capazes de trapacear, roubar, bater na esposa, deixar morrer de fome a velha vovozinha ou matar a machadadas uma raposa pega numa armadilha. Por isso aos homens agrada inventar monstros e monstruosidades: sentem-se menos monstruosos.”
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels GQgddnh

Mako
Game Master
Mako
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels GQgddnh

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 9/12/2019, 20:16

Serei sucinto.

Caso Único: Cronologia

Concordo com todos sobre a dificuldade de criar estratégias, porém, baseando-se nas capacidades de Angell, ela poderia ter dado informações antes mesmo de entrar no tópico, apenas narrando passagens por dentro da vila, é um RPG, sejam criativos. A ideia de postarem antes dela e terem suas informações é claramente um GM, pois, como vocês tem certeza de que ela conseguiria, de fato, todas as informações passadas e não teria erro algum? Isso é um pouco prepotente e também muito anti-jogo. Muito provavelmente, após essa invasão, novas normas sobre turnos e cronologia serão feitos, para evitar esses problemas, mas deixo de antemão, novamente, que podiam ter usado o fato da vila toda se interligar em tópicos para passarem informações antes mesmo de acessarem este tópico (afinal, vocês sabem que algo tá acontecendo e estão se dirigindo para cá, pois está conectado). @Tenzou nem precisa postar, sinceramente, mas caso queiram esperar, à vontade. Citar algo nunca antes dito em lugar algum é uso de OFF em ON. Acarretará em anulação das ações feitas por Gwynbleidd através das informações de Angell e um GM nele e em Kai.

É isto.
Perdão se ofende algum jogador, mas não tem como levar em conta com tantas possibilidades.

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Scre1755
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels QF79TeWOlá, eu sou o Mako.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Zeitgeist
Zeitgeist
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels 789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 11/12/2019, 19:21

@Mako

Postei com a conta errada, como proceder?? kkkkkkk

Peço perdão a todos, não percebi que estava com a conta principal.

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels C6f1eb56b985ada5babdba05b5ac6a4f

Ring
Genin
Ring
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels C6f1eb56b985ada5babdba05b5ac6a4f

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 11/12/2019, 19:41

Problema resolvido. Desculpe o Double Post.

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Source
[FP] | [CJ]


Template:

Código:
<center> <div style= "text-align: justify; width: 580px; font-family:Arial;">[center][img]https://i.imgur.com/BkVG5fF.png[/img][/center]

[right]200 HP
200 CH
ST: 00/02[/right]

[spoiler="Considerações"][/spoiler]

[spoiler="Outros"][/spoiler]

[spoiler=Bolsa de armas]
+ 4 - 4 Hikaridama
+ 4 - 20m Fio de Aço
+ 7 - 7 Kunai[/spoiler]
</div></center>


[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels 563f17735ad7f238db882f65d11a5af244b272bf

Gwynbleidd
Genin
Gwynbleidd
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels 563f17735ad7f238db882f65d11a5af244b272bf

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 11/12/2019, 22:35

Antes de tudo, perdão o chamado longo. Foi feito em colaboração de todos os defensores.

Link da Batalha: [Invasão] Fake Gods and Angels

Jogadores Envolvidos: @Chwan, @AKCL e @Ouki.

Motivos do Chamado:
Analisando o turno dos adversários, eu e meus companheiros enxergamos algumas incoerências, e por isso gostaríamos (mais uma vez) do veredito de um juiz de batalha. Seguem os erros:

— AKCL
Aqui vou direto ao ponto, os próprios trechos a seguir falam por si só. AKCL (Jyuu) tentou desviar, sem nenhum tipo de embasamento plausível, do ataque completamente furtivo da Kin. Conforme pode ser visto:

Kin escreveu:Kin parou a cerca de cem metros dos portões, ainda oculta pelas diversas arvores que se erguiam na floresta do Fogo e que rodeavam Konoha. A mulher encarou seu alvo, concluiu que estava o suficientemente próximo dele, e a seguir moveu seus braços com grande agilidade, destampando o jarro que segurava até então e direcionando a espada que se materializou contra o coração do falso anjo que se erguia nos céus de Konoha. Caso fosse necessário, Kin moveria seu punho para fazer com que sua espada acompanhasse uma eventual mudança de posição por parte de seu alvo.

@AKCL escreveu:[...] Minha atenção que o tempo todo estava reforçada, foi extremamente necessária para que minha vida não se esvaísse naquele momento. As minhas costas aparentavam estar sendo visadas, ao certo não poderia ter a certeza do que era, mas era grande e não poderia deixar ser atingido tão facilmente.

O pouco que restava do meu corpo implodia em papeis brancos, espalhados violentamente para os lados elevados ainda mais para os céus, visando dificultar o entendimento de meus movimentos. [...]

Jyuu (AKCL) tenta se defender por puro acaso, e ainda elege suas costas como alvo; isso não caracteriza um God-Mode ou mesmo um metagaming? Ele utiliza a qualidade "Grande Experiência em Batalhas" como justificativa, mesmo que a própria descrição da qualidade deixe claro que uma boa explicação é exigida na narração em si. Não há qualquer tipo de meio para ajudá-lo a perceber a presença de Kin (Kanchi, por exemplo). Ao que parece, essa defesa e essa forma de usar a qualidade estão erradas.

Além disso, mesmo que essa defesa no mínimo duvidosa de Jyuu fosse validada, há um outro agravante: as regras da Habilidade Única Shikigami no Mai e de manipulações gerais garantem ao usuário uma defesa de rank B, conforme pode ser comprovado a seguir:

Habilidades Especiais (Técnicas Únicas) escreveu:A técnica possui consumo de ativação equivalente ao seu nível original (B)

Naturezas & Manipulações escreveu:Shikigami no Mai: Limite de duas manipulações com força até rank-B e alcance de até 50m com volume infinito de papeis por post consumindo o equivalente ao nível.

Porém, a arma (a Totsuka no Tsurugi) utilizada por Kin para atingir Jyuu se trata de uma arma lendária de rank S. Imagino que uma defesa de rank B não consiga salvar o personagem de um ataque de uma arma rank S, certo?

— Chwan
1) O jogador Chwan (Koga) deixa claro em sua narrativa, em diversos momentos, que está atento a tudo e todos (e isso desde o seu primeiro turno, mas continua se repetindo agora no segundo). Em contrapartida, Sayuri está usando Genjutsu: Ketsuryūgan a todo o momento e olhando em direção ao local (sinalizado por Angell) onde estão os ditos invasores. Ainda assim, Chwan ignorou completamente as menções do dōjutsu ativo, tanto em sua narração quanto em suas considerações. E, seguindo a lógica das narrativas, creio que ele teria sido pego pela ilusão da Chinoike. Citarei partes do post da Sayuri e do Chwan, possibilitando o comparativo das situações:

@Sayuri escreveu:Escuto Angell, ainda por intermédio da senhorita Katsuyu, pedindo para eu ativar meu dōjutsu e lançar um Genjutsu contra os invasores. — Estou com ele ativado faz tempo. Pode deixar que, dependendo de mim, eles não darão nem mais um passo! — Respondo à garota. Junto à minha fala, ergo a cabeça com os olhos bem abertos em direção aos portões da vila. Usufruindo da minha linhagem sanguínea, a partir desse momento, qualquer um dos invasores que entrar em contato visual comigo estará sujeito a uma poderosa ilusão: suas mentes pararão de comandar os seus corpos, ficarão completamente paralisados, o céu tornar-se-á vermelho ao mesmo tempo em que a figura de um dragão oriental serpenteará seus respectivos eixos entrelaçando seus membros, o rugido da criatura trará terror às vitimas. Genjutsu: Ketsuryūgan será posto em prática.

Chwan escreveu:O caos reinava por boa parte do vilarejo. Koga, o canibal, se encontrava atento a qualquer tipo de aproximação, fosse inimigos ou aliados.

Chwan escreveu:Não tardou até que os defensores dessem as caras. Atento principalmente à sua frente, Koga observava com clareza animais indefesos pegos na ratoeira sonora de Jyuu. Seres com aparência idêntica ao Hokage da Folha tinham a intenção de se aproximar caindo sobre terra. De joelhos em contato direto com o solo arenoso, sumiam em um fumo esbranquiçado. Possuindo uma técnica similar de clonagem, Koga imaginava a estratégia que seria usada pelos seus oponentes. Mas, antes mesmo que pudesse concluir o pensamento sobre mais um ser de aparência idêntica entrava na zona de perigo. Seguindo os mesmos passos dos primeiros clones na tentativa falha, este batia com os joelhos no solo arenoso, porém, não sumia em fumo. A distância perante ao homem com aparência idêntica ao líder do vilarejo e o canibal era mínima, pelo menos em relação às grandes velocidades que poderia atingir.

Chwan escreveu:[...] Obtendo sucesso ou não, da mesma forma com que avançava, voltaria, buscando a mesma distância de antes, atento a tudo e a todos, tentando evitar ser pego de surpresa.

Esses trechos deixam claras a ação da Sayuri e a atenção de Koga no campo de batalha. Outro fator que trago para contribuir com essa ideia, é de que Sayuri estava o tempo todo (desde que saiu do gabinete) correndo logo atrás dos seus companheiros (Kai e Angell). Ela tem uma velocidade menor do que a deles, porém, ainda assim não desgrudou do seu time (inclusive, Kai narrou e Angell ressaltou em seu post na sequência, que o original se aproximou de suas alunas enquanto os clones partiam na frente). Enquanto Angell parou a 20m de Kai, a Chinoike continuou indo em frente para tirá-lo da técnica ilusória (resultado do chamado anterior). Tanto que o próprio Chwan levou em conta em suas considerações que a garota ficou presa logo atrás de seu mestre.

Sayuri (Considerações) escreveu:Paralelo a isso, escutei os avisos de que Kai está na área de um Genjutsu e foi pego pela ilusão. Já sabendo do risco, formei o selo manual tigre enquanto ainda correndo, para então me aproximar de Kai e o tirar da ilusão por meio do Genjutsu: Kai. Aqui vale ressaltar que a todo o momento eu estive correndo logo atrás de Angell (pois como ela é mais rápida ficou à frente). Ela parou cerca de 20m de distância do Kai, então, ao invés de parar junto, eu passei reto por ela até chegar nele.

Chwan (Considerações) escreveu:Com os devidos trechos destacados podemos tirar como conclusão que sim, o Kai entrou no range dos dois Genjutsus. Mas Coca, qual o motivo de você bater tanto nessa tecla? Simples, se o Kai caiu nos dois Genjutsus, Sayuri também, afinal, ambos estão dentro da área sonora e com o decorrer das explicações sobre minha narração, conseguirão entender aonde pretendo chegar.

Chwan (Considerações) escreveu:[...] Para que não destoa muito dos acontecimentos narrados, acho viável considerar a Chinoike cerca de três ou quatro metros distante do corpo do Hokage. Se pegar pra fazer a conta, verá que a distância seria muito maior vide tempo de reação do canibal ao visualizar o alvo de joelhos no chão.

Chwan (Considerações) escreveu:[...] Levando em conta que Angell está atrás do Kai e literalmente atrás, será necessário se defender, assim como Sayuri também muito por conta da dimensão da lâmina.

Nos trechos anteriores fica claro que o próprio Chwan cita Sayuri logo atrás de Kai, e que é onde ela realmente está. Levando em consideração a sua posição e o fato do personagem Koga estar evidentemente atento a todo momento, como em nenhum momento sequer ele viu os olhos da Chinoike (que estão acesos, de cor vermelha e brilhando)? E volto a repetir, nem na narração nem nas considerações o jogador citou o Genjutsu para dar uma desculpa de não ter sido pego, ele simplesmente ignorou a ação em on e em off. Isso também seria considerado God-Mode e metagaming ou se limita a um Auto-Hit?

2) Chwan, assim como AKCL, usou de forma indevida a qualidade "Grande Experiência em Batalhas".

Chwan escreveu:Utilizando a grande experiência em batalhas, Koga avançava materializando a espada mística. O jarro seguro pela canhota liberava seu próprio líquido em forma de lâmina que se estendia na mesma velocidade de seu portador.

Chwan (Considerações) escreveu:Agora vem a parte importante do ataque, aonde utilizou a grande experiencia em batalhas para antecipar a chegada da Sayuri, mesmo que não tivesse a informação dela ali, visando o corpo do Kai. Os motivos de Koga ter feito isso são simples, afinal, o principal alvo de toda essa invasão é o Hokage, símbolo e líder da aldeia.

Ele mesmo diz que não tinha informações dela ali, então como ele pôde supor que Sayuri apareceria? Mais uma vez, isso não seria considerado God-Mode ou mesmo metagaming? Vou quotar a própria qualidade aqui, para mostrar que apesar da sua capacidade de prever um movimento adversário, é necessário uma explicação plausível (que, como no caso do AKCL, não aconteceu; a qualidade foi apenas citada, nada mais, tanto na narração quanto nas considerações).

Grande Experiência em Batalhas (3 / 0)
Tipo: Treinável / Adquirível.
Descrição: Muitos personagens tiveram uma vida de combates desde muito cedo. Sejam por treinamentos precoces ou por viverem em meio a conflitos, eles foram obrigados pelas circunstâncias a se adaptarem aos esquemas de combate. É como uma se eles possuíssem instintos anormais, porém é apenas uma enorme experiência. Caso o personagem tenha dez batalhas vencidas em ON (ou que tenha sobrevivido no mínimo) contra outros usuários, o personagem recebe esta qualidade sem custos.
Bonificação: Podem uma vez a cada três turnos antecipar alguma ação sem receber punições, porém deve-se ainda assim explicar de modo plausível como antecipou.

— Ouki
Assim como seus companheiros, Ouki esteve a todo momento atento no campo de batalha. E, da mesma forma que Chwan, ele provavelmente devia ter caído na ilusão da Sayuri. Trago as seguintes citações para fazer valer a acusação:

Ouki escreveu:Diante de uma presença tão ilustre e de um alvo tão valioso meus olhos se arregalavam. Podia imaginar que o Kage por certo trazia consigo seus figurantes, tais quais não despertavam o mínimo interesse e atenção. [...]

O termo "figurantes" se refere à Angell e à Sayuri, que estão logo atrás (como discutido anteriormente) de Kai, que é o dito "alvo tão valioso". Vale salientar que Sayuri está mais próxima ainda de Kai; se ele conseguiu até mesmo ver Angell, quem dirá a Chinoike que está logo atrás do Hokage. Mesmo que ele tenha narrado que não tem interesse nas garotas, ele as viu ali, de olhos arregalados. Mais uma vez, como ele não viu os olhos da Sayuri vermelhos e brilhantes por conta do Ketsuryūgan ativo? E, mais uma vez, uma narração como essa, que tenta fazer o personagem “ver, mas não se atentar” a todos os defensores (sendo que já havia sido narrado anteriormente pelo mesmo jogador que haveria essa atenção) por pura conveniência de saber em off que não se pode olhar para um Ketsuryūgan, não seria considerada God-Mode ou metagaming?

— Ouki e AKCL
Os jogadores Ouki e AKCL, durante suas narrações, ignoram completamente os portões invocados através do Myojinmon de Kai, sendo que Ouki ainda tenta realizar uma ofensiva contra Luxure. Isso também seria considerado God-Mode ou Auto-Hit?

Ouki (Considerações) escreveu:O golem
- O golem está se balançando com toda força e velocidade [21/ms] afim de derrubar Luxure
- Com esta relutando em descer, o golem iria investir contra os prédios afim de destruí-los e atingi-la com destroços.
- Uma vez que esta relute este iria usar de sua mão para captura-la e esmaga-la.
- Caso saia de cima do golem, o mesmo iria tentar esmagar Luxure com um golpe com as mãos, e pisões.

Com o Golem possuindo 21m/s (como citado por ele mesmo), e os portões possuindo uma velocidade superior a 30m/s, a esquiva por parte do monstro de pedra não é viável, ainda mais considerando o fato de que os portões sequer foram citados.

Kai (Considerações) escreveu:Considerando a velocidades dos Dokis como 3 (de acordo com a regra de Kuchyoses) e a do Golem equivalente ao de uma técnica Rank A (21 m/s), é plausível alegar que meu personagem seja capaz de alcança-los bem antes de retornem para os portões (sendo assim, chegando enquanto os ataques ao centro da vila ainda estão ocorrendo). Enquanto o clone 1 preparava o Myojinmon, o corpo original e os outros dois bunshins ficaram à sua frente, defendendo-o e destruindo os destroços arremessadas pelo homúnculo de madeira com chutes (tendo 9 pontos de força, creio que seja perfeitamente plausível também). O Myojinmon, sendo um Fuuinjutsu de Rank S, detém velocidade de 31 m/s e foi utilizado visando restringir por completo os movimentos das invocações: como descrito na própria narração, foram dois portões para cada Doki e quatro para o Golem.


— Todos
Mais uma vez, os jogadores deixam de considerar a distância vertical da qual o personagem de AKCL se encontra, afirmando que Sayuri e Kai estão presos nos dois Genjutsus sonoros. O Jyuu (AKCL) verdadeiro está a 100m do solo, voando, enquanto o seu clone está no solo; o Genjutsu tem um raio de 120m de alcance. Imaginando a área de ação dos Genjutsus como duas esferas de raio 120m, cujos epicentros são seus respectivos flautistas (um o original, o outro o clone), nota-se que uma esfera está em cima da outra, havendo uma área de interseção que denota os 20m a mais do jutsu em relação à distância do clone para com o original (120m - 100m = 20m).

O que está em discussão aqui não é um cálculo super detalhado para explicar a medida exata dessa área de interseção entre as esferas, decorrente dos 20m de diferença. Mas sim, o ponto-chave: Kai não foi pego pelos dois Genjutsus, visto que a distância entre ele e o Jyuu verdadeiro é de cerca de 156m, ou seja, 36m fora do alcance do Genjutsu no ar. Ressalta-se aqui que a interseção entre os Genjutsus está no ar, e não no solo, que é onde Kai foi pego. Sendo assim, nem ele e nem Sayuri foram pegos pelos dois Genjutsus, apenas por um: o do clone, de paralisia.

Outra coisa que foi desconsiderada por Chwan foi que a Chinoike estava preparada para quebrar a ilusão, pois a mesma, além de ser especialista em Genjutsu, já sabia dos riscos que corria ao chegar perto do seu sensei (afinal, foi alertada por Angell sobre a técnica ilusória). E, mais uma vez, a ação da garota foi desconsiderada, e Chwan assumiu que ela estava presa no Genjutsu, assim como Kai.

Chwan (Considerações) escreveu: Com os devidos trechos destacados podemos tirar como conclusão que sim, o Kai entrou no range dos dois Genjutsus. Mas Coca, qual o motivo de você bater tanto nessa tecla? Simples, se o Kai caiu nos dois Genjutsus, Sayuri também, afinal, ambos estão dentro da área sonora e com o decorrer das explicações sobre minha narração, conseguirão entender aonde pretendo chegar.

Sayuri escreveu: Todavia, é claro que fazendo isso eu correria o risco de entrar na área de ação do Genjutsu, e por consequência também cair na ilusão. Nesse caso, após ouvir uma música esquisita apoderando-se do ambiente, eu veria o cenário se distorcendo paulatinamente; Kai, que estaria logo à minha frente, começaria a tomar distância de uma forma estranha — o entorno agiria de forma inusitada. Eu, como especialista em Genjutsu e já sabendo dos riscos ao me aproximar, conseguiria facilmente identificar a situação, e com o selo do tigre — já formado anteriormente — usar da técnica de dissipação para quebrar a ilusão.

_______________________


[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Mirio-Togata-Arte-oficial-de-My-Hero-Academia-do-autor-do-mang%C3%A1-Artwork-Topo

"As flores nascem e depois murcham... As estrelas brilham, mas em alguns dias se extinguem... comparado com isso, a vida do homem não é nada mais do que um simples piscar de olhos, um breve momento.”
聖闘士星矢

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 11/12/2019, 23:36

— AKCL
Aqui vou direto ao ponto, os próprios trechos a seguir falam por si só. AKCL (Jyuu) tentou desviar, sem nenhum tipo de embasamento plausível, do ataque completamente furtivo da Kin. Conforme pode ser visto:

@Kin escreveu:
Kin parou a cerca de cem metros dos portões, ainda oculta pelas diversas arvores que se erguiam na floresta do Fogo e que rodeavam Konoha. A mulher encarou seu alvo, concluiu que estava o suficientemente próximo dele, e a seguir moveu seus braços com grande agilidade, destampando o jarro que segurava até então e direcionando a espada que se materializou contra o coração do falso anjo que se erguia nos céus de Konoha. Caso fosse necessário, Kin moveria seu punho para fazer com que sua espada acompanhasse uma eventual mudança de posição por parte de seu alvo.

@AKCL escreveu:
[...] Minha atenção que o tempo todo estava reforçada, foi extremamente necessária para que minha vida não se esvaísse naquele momento. As minhas costas aparentavam estar sendo visadas, ao certo não poderia ter a certeza do que era, mas era grande e não poderia deixar ser atingido tão facilmente.

O pouco que restava do meu corpo implodia em papeis brancos, espalhados violentamente para os lados elevados ainda mais para os céus, visando dificultar o entendimento de meus movimentos. [...]

Jyuu (AKCL) tenta se defender por puro acaso, e ainda elege suas costas como alvo; isso não caracteriza um God-Mode ou mesmo um metagaming? Ele utiliza a qualidade "Grande Experiência em Batalhas" como justificativa, mesmo que a própria descrição da qualidade deixe claro que uma boa explicação é exigida na narração em si. Não há qualquer tipo de meio para ajudá-lo a perceber a presença de Kin (Kanchi, por exemplo). Ao que parece, essa defesa e essa forma de usar a qualidade estão erradas.

Além disso, mesmo que essa defesa no mínimo duvidosa de Jyuu fosse validada, há um outro agravante: as regras da Habilidade Única Shikigami no Mai e de manipulações gerais garantem ao usuário uma defesa de rank B, conforme pode ser comprovado a seguir:

Habilidades Especiais (Técnicas Únicas) escreveu:
A técnica possui consumo de ativação equivalente ao seu nível original (B)

Naturezas & Manipulações escreveu:
Shikigami no Mai: Limite de duas manipulações com força até rank-B e alcance de até 50m com volume infinito de papeis por post consumindo o equivalente ao nível.

Porém, a arma (a Totsuka no Tsurugi) utilizada por Kin para atingir Jyuu se trata de uma arma lendária de rank S. Imagino que uma defesa de rank B não consiga salvar o personagem de um ataque de uma arma rank S, certo?

Eu deixei as explicações bem claras quanto a minha defesa tornando a plausiviel sim, ainda mais em minha narração que não a tornou acaso. No meu primeiro post eu deixo claramente explicito nas considerações que meu personagem esta atento a quaisquer ofensivas, sendo assim, não estaria completamente vulneravel nas costas. Outro ponto importante é o Kin ter narrado estar na floresta, e convenhamos que a Espada Totsuka não é nada pequena, e com certeza afetaria as árvores proximas. Não utilizei da qualidade citada para efetuar a minha defesa, somente narração e compreensão do proprio animemanga para tal. Meu corpo desmaterializado seria mais do que suficiente para evitar o ataque da Totsuka, ainda mais por conter apenas metade do corpo o que torna tudo mais rapido como citei em minha narração e considerações desde o primeiro turno. Outro ponto, tambem citado por mim, é a adaptação da Totsuka para os tamanhos humanos, então facilitaria ainda mais essa minha ação rapida de me espalhar em uma area de 50m com inumeros papeis.

— Ouki e AKCL
Os jogadores Ouki e AKCL, durante suas narrações, ignoram completamente os portões invocados através do Myojinmon de Kai, sendo que Ouki ainda tenta realizar uma ofensiva contra Luxure. Isso também seria considerado God-Mode ou Auto-Hit?

Devo lembra-lo que as ações do Kai foram desconsideradas e não sei pq me citar nesta parte do chamado sendo que ignorei completamente meus Dokis ao final do turno. Não continuei a utiliza-los mesmo que ainda estivessem invocados.

Resumo da Ópera

Luxure avançou contra o Golem e este o atacou, estando este em ofensiva, ele destruiu o enorme bloco rochoso atirado contra este, terminando em cima do Golem. O que acontecerá a ele? Descobriremos. Longe desse detalhe interessantíssimo da batalha, Kai teve suas considerações e conhecimentos inteiramente anulados. Angell devia ter feito o primeiro post e clarear o que estava transmitindo a ele; o motivo? Simples, tudo se passa junto mesmo, Kai mesmo respondeu isso, porém, é necessário ter uma ação para citá-la. Não tendo, tudo desconsiderado e seu post inteiro foi, basicamente, anulado. Kai foi pego pelas ilusões e demais efeitos marcados pelos invasores ocorrerão naturalmente (particularmente não li o que acontece aos que caírem nos Genjutsus). Vale ressaltar que embora sejam todos no mesmo turno, os fatos ocorrem com diferenciações mínimas, um milésimo de segundo que seja, dependendo inteiramente da narrativa, porém, para citar um fato, este precisa ter acontecido anteriormente, do contrário é uso de OFF em ON.

Apenas uma concientização sobre a parte dos Genjutsus, como destacado na avaliação do Mako, o Kai está nas ilusões, isso mesmo, ilusão no plural. Sendo assim quem se aproximasse tambem entraria no range de ambas as ilusões. Vale lembrar que são Genjutsus sonoros de 120m para TODOS os lados, pois som é uma vibração no ar e nem mesmo estruturas irão barrar a extensão das tecnicas. Acredito ações tomadas foram baseadas na avaliação do proprio Mako, aguarde a resposta dos colegas.

Respondi rapidamente entao me perdoe pela falta de atenção no português. Do mais, aguardem as respostas dos meus colegas e boa sorte para todos ^-^
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 11/12/2019, 23:40

@GWYNBLEIDD escreveu:— Ouki
Assim como seus companheiros, Ouki esteve a todo momento atento no campo de batalha. E, da mesma forma que Chwan, ele provavelmente devia ter caído na ilusão da Sayuri. Trago as seguintes citações para fazer valer a acusação:

Ouki escreveu:Diante de uma presença tão ilustre e de um alvo tão valioso meus olhos se arregalavam. Podia imaginar que o Kage por certo trazia consigo seus figurantes, tais quais não despertavam o mínimo interesse e atenção. [...]

O termo "figurantes" se refere à Angell e à Sayuri, que estão logo atrás (como discutido anteriormente) de Kai, que é o dito "alvo tão valioso". Vale salientar que Sayuri está mais próxima ainda de Kai; se ele conseguiu até mesmo ver Angell, quem dirá a Chinoike que está logo atrás do Hokage. Mesmo que ele tenha narrado que não tem interesse nas garotas, ele as viu ali, de olhos arregalados. Mais uma vez, como ele não viu os olhos da Sayuri vermelhos e brilhantes por conta do Ketsuryūgan ativo? E, mais uma vez, uma narração como essa, que tenta fazer o personagem “ver, mas não se atentar” a todos os defensores (sendo que já havia sido narrado anteriormente pelo mesmo jogador que haveria essa atenção) por pura conveniência de saber em off que não se pode olhar para um Ketsuryūgan, não seria considerada God-Mode ou metagaming?

Os trechos de meu post que justificam minhas ações e fazem tudo que você disse serem afirmações sem fundamento:

Em meu post escreveu:A atenção me fora roubada no instante em que percebia uma ilustre movimentação por terra indo de encontro ao perímetro de nosso Genjutsu - mais idiota que  um golem - Forçava meus olhos enquanto levava uma das mãos à testa para observar a figura que tomava a frente a Koga. - Ainda que distante, me parecia familiar - Rebuscava imediatamente em minhas memórias, para apenas encontrar a resposta esculpida no grande memorial que me tomava o horizonte - Então esse é o kage? nfufufufufu -

Diante de uma presença tão ilustre e de um alvo tão valioso meus olhos se arregalavam. Podia imaginar que o Kage por certo trazia consigo seus figurantes, tais quais não despertavam o mínimo interesse e atenção. - E apesar daquela ilustre presença - naquele momento meus pensamentos estavam focados no humanoide de tentáculos - Koga precisaria de ajuda? - Era hora de descobrir por fim o quão poderoso o Canibal em sua forma mais inumana poderia ser e se de fato a escolha de enfrenta-lo de frente era uma coragem tola ou uma decisão justificável.

- O cenário mudou Jyuu. Devemos tomar novas precauções, vamos nos distanciar ainda mais. - Indagava ao jovem enquanto meu corpo se desfazia no ar em papeis, e reunia-se - pelo menos parte dele - novamente em uma nova altura e com meu próprio par de asas. Agora que o Hokage havia se movido afim de lidar com a situação pessoalmente, o climax da batalha se aproximava. Até aquele momento, o jovem Jyuu havia demonstrado uma fibra moral impressionante, e suas habilidades eram de inestimável valor para a execução de nossa formação de combate como único usuário de Genjutsu que possuíamos.  Uma vez que Koga liderava a linha de frente, era minha responsabilidade manter o jovem seguro na retaguarda de nossa formação, logo não arriscaria manter uma posição em que pudêssemos ser alvejados, era necessário recuar o bastante para deixar Koga agir sem ter de preocupar-se conosco - Nunca em minha vida conheci alguém que morreu por excesso de precaução nfufufu - Advertia ao garoto. Se o mesmo fosse sábio o suficiente para ouvir meus conselhos por certo haveria de se dar bem enquanto Koga e meu clone dariam seu jeito na situação.

Eu narro em primeira pessoa, e em alguns momentos em segunda. Quase sempre o faço de forma que a narração flua em uma perfeita ordem de acontecimentos feitos por meu personagem, o golem ou o clone. Os parágrafos enunciados acima confirmam que em momento algum narrei ver de fato Angell ou Sayuri como você afirma, afinal não o fiz e deixei bem claro. Arregalar os olhos não significa nada além de que estava surpreso. Além de que devo lembrar que Kai chega primeiro no campo de batalha graças a discrepância de velocidade [Imensa] para com as outras duas que chegaram depois, para tentar retira-lo do genjutsu, e foi ele quem avistei se aproximando. O momento em que vi o Hokage fora antes de tentarem tira-lo da ilusão, e consequentemente bem anterior ao momento em que o genjutsu foi castado. Uma vez tendo o kage na frente de Koga, deixei claro que confiaria este combate a ele [como mencionado em meu post] e colocaria meu foco em outro ponto aquém de Sayuri [que haveria de perceber se lesse com alguma atenção].

Neste momento o que fiz foi supor que assim que alguém como ele chegasse, o combate chegaria a seu climax, tornando tudo mais perigoso. Temendo interferir e causar mais problemas para Koga usei de uma ação estratégica: Me reposicionar utilizando da perícia Grande experiência em batalha, e ordenaria para que Jyuu fizesse o mesmo uma vez que minha prioridade era defende-lo. Até mesmo proferi palavras de leveza afim de advertir o mesmo e passar alguma confiança ao jovem.

É novamente de extrema prepotência acreditar que em um campo de batalha meu foco de atenção seria esperar Sayuri tirar kai do genjutsu e utilizar seu próprio e estabelecer algum contato visual com a mesma uma vez que foi deixado claro minha preocupação principal com meu Kouhai em minha movimentação estratégica que foi o foco de quase toda minha narrativa, enquanto abandonei qualquer postura ofensiva as deixando unicamente para Koga. Não é porque um dos players no campo de batalha casta um genjutsu que instantaneamente todos vão olhar diretamente para ele obrigatoriamente. Em seu post devo lembrar que AKCL [Jyuu] cita:

@AKCL escreveu: Ouki, aquele que havia me recrutado e como um arauto me introduziu ao desespero de Konoha, em minhas percepções possuía claramente o semblante de um grande general, assim como transmitia livremente sua confiança até mim, desde de o momento em que dividimos aquelas doses da pior qualidade de saquê em um bar extremamente mal frequentado nas vielas da aldeia.

AKCL em suas considerações escreveu: Desde o início do post, me limitaria sempre a manter 2m ao lado de Ouki, assim como a mesma distância que este mantém do solo em todos os momentos.

Minhas considerações escreveu:- Assim que o Kai chega eu elevo minha altura me desmanchando em papeis do Shikigami no mai para me montar novamente 50m acima e consequentemente à 150m do solo.
- Minha constatação que justifica a ação é justamente a finalidade de distanciar-me ainda mais do combate em terra e retirar Jyuu de uma possível área de combate entre Koga e o Hokage ou qualquer outro possível defensor, preservando sua vida e a minha.
- Essa ação foi realizada com a perícia Grande Experiência em batalhas em conjunto dos 5 pontos de inteligencia de meu personagem, que por sua vez me permite antecipar um acontecimento tendo minha experiência em combate como justificativa. Dada minha narração, não foi difícil para que meu personagem tomasse como decisão o distanciamento ainda maior do solo afim de dar espaço e liberdade para que Koga agisse em terra. Nesse caso o acontecimento antecipado fora o momento em que Kin nos vira em seu alcance de ataque [180m]. Realizada essa ação, nossa distância do solo aumenta em 50m, criando uma nova distância para com Kin [230m]. Uma vez agindo com prudencia e ouvindo meus conselhos Jyuu se livraria do alcance máximo da espada Totsuka, que é de 200m.

Qualidade utilizada escreveu:Grande Experiência em Batalhas
Descrição: Muitos personagens tiveram uma vida de combates desde muito cedo. Sejam por treinamentos precoces ou por viverem em meio a conflitos, eles foram obrigados pelas circunstâncias a se adaptarem aos esquemas de combate. É como uma se eles possuíssem instintos anormais, porém é apenas uma enorme experiência. Caso o personagem tenha dez batalhas vencidas em ON (ou que tenha sobrevivido no mínimo) contra outros usuários, o personagem recebe esta qualidade sem custos.
Bonificação: Podem uma vez a cada três turnos antecipar alguma ação sem receber punições, porém deve-se ainda assim explicar de modo plausível como antecipou.

Ações estas que por sua vez também teria como intento livra-lo de possíveis ataques em um campo de batalha perigoso uma vez que este estivesse disposto a atender as ordens de meu personagem como enunciado pelo próprio Jyuu em diversos trechos. Novamente tudo foi explicado com todas as palavras e detalhes em meu post e também justificado no post do próprio.

Também fiz considerações bem claras no post quanto a Sayuri. Bastava ler com atenção e não tentando forçar erros que perceberia.  

Minhas considerações escreveu:- Ignorei o genjutsu lançado por Sayuri uma vez que sequer estabeleci contato visual, ou observei de algum modo a mesma. Apenas deixei que Koga eliminasse os tolos resolveram lhe enfrentar de uma distância tão ousada, tendo apenas algum foco momentâneo no Hokage que liderava a investida antes de voltar minha atenção para Jyuu.

@GWYNBLEIDD escreveu:— Ouki e AKCL
Os jogadores Ouki e AKCL, durante suas narrações, ignoram completamente os portões invocados através do Myojinmon de Kai, sendo que Ouki ainda tenta realizar uma ofensiva contra Luxure. Isso também seria considerado God-Mode ou Auto-Hit?

Ouki (Considerações) escreveu:O golem
- O golem está se balançando com toda força e velocidade [21/ms] afim de derrubar Luxure
- Com esta relutando em descer, o golem iria investir contra os prédios afim de destruí-los e atingi-la com destroços.
- Uma vez que esta relute este iria usar de sua mão para captura-la e esmaga-la.
- Caso saia de cima do golem, o mesmo iria tentar esmagar Luxure com um golpe com as mãos, e pisões.

Com o Golem possuindo 21m/s (como citado por ele mesmo), e os portões possuindo uma velocidade superior a 30m/s, a esquiva por parte do monstro de pedra não é viável, ainda mais considerando o fato de que os portões sequer foram citados.

Kai (Considerações) escreveu:Considerando a velocidades dos Dokis como 3 (de acordo com a regra de Kuchyoses) e a do Golem equivalente ao de uma técnica Rank A (21 m/s), é plausível alegar que meu personagem seja capaz de alcança-los bem antes de retornem para os portões (sendo assim, chegando enquanto os ataques ao centro da vila ainda estão ocorrendo). Enquanto o clone 1 preparava o Myojinmon, o corpo original e os outros dois bunshins ficaram à sua frente, defendendo-o e destruindo os destroços arremessadas pelo homúnculo de madeira com chutes (tendo 9 pontos de força, creio que seja perfeitamente plausível também). O Myojinmon, sendo um Fuuinjutsu de Rank S, detém velocidade de 31 m/s e foi utilizado visando restringir por completo os movimentos das invocações: como descrito na própria narração, foram dois portões para cada Doki e quatro para o Golem.

Mais uma demonstração de má fé, falta de atenção e tentativa de forçar possibilidades de erros aleatórios em posts simples. Devo lembrar antes de fazer qualquer constatação sobre auto hit ou god mode que foram as considerações impostas pelo Juiz da batalha no seguinte trecho:

@Mako escreveu:Luxure avançou contra o Golem e este o atacou, estando este em ofensiva, ele destruiu o enorme bloco rochoso atirado contra este, terminando em cima do Golem. O que acontecerá a ele? Descobriremos. Longe desse detalhe interessantíssimo da batalha, Kai teve suas considerações e conhecimentos inteiramente anulados. Angell devia ter feito o primeiro post e clarear o que estava transmitindo a ele; o motivo? Simples, tudo se passa junto mesmo, Kai mesmo respondeu isso, porém, é necessário ter uma ação para citá-la. Não tendo, tudo desconsiderado e seu post inteiro foi, basicamente, anulado. Kai foi pego pelas ilusões e demais efeitos marcados pelos invasores ocorrerão naturalmente (particularmente não li o que acontece aos que caírem nos Genjutsus). Vale ressaltar que embora sejam todos no mesmo turno, os fatos ocorrem com diferenciações mínimas, um milésimo de segundo que seja, dependendo inteiramente da narrativa, porém, para citar um fato, este precisa ter acontecido anteriormente, do contrário é uso de OFF em ON.

Fizemos posts simples de serem interpretados, um ataque, uma defesa e ações de suporte, basta ler com alguma atenção.
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 12/12/2019, 02:01

Defesa escreveu:
Estou aqui mais um dia, sobre o olhar sanguinário do vigia. Enfim, achei uma tentativa muito forçada de arrumar erros em um post de fácil entendimento e clean, mas né, estão no direito de fazer. Vou por partes, quotando as acusações e destrinchando elas já que pelo visto só fazer isso no post da invasão não surtiu efeito.

Acusações:

Acusação escreveu:— Chwan
1) O jogador Chwan (Koga) deixa claro em sua narrativa, em diversos momentos, que está atento a tudo e todos (e isso desde o seu primeiro turno, mas continua se repetindo agora no segundo). Em contrapartida, Sayuri está usando Genjutsu: Ketsuryūgan a todo o momento e olhando em direção ao local (sinalizado por Angell) onde estão os ditos invasores. Ainda assim, Chwan ignorou completamente as menções do dōjutsu ativo, tanto em sua narração quanto em suas considerações. E, seguindo a lógica das narrativas, creio que ele teria sido pego pela ilusão da Chinoike. Citarei partes do post da Sayuri e do Chwan, possibilitando o comparativo das situações:

@Sayuri escreveu:Escuto Angell, ainda por intermédio da senhorita Katsuyu, pedindo para eu ativar meu dōjutsu e lançar um Genjutsu contra os invasores. — Estou com ele ativado faz tempo. Pode deixar que, dependendo de mim, eles não darão nem mais um passo! — Respondo à garota. Junto à minha fala, ergo a cabeça com os olhos bem abertos em direção aos portões da vila. Usufruindo da minha linhagem sanguínea, a partir desse momento, qualquer um dos invasores que entrar em contato visual comigo estará sujeito a uma poderosa ilusão: suas mentes pararão de comandar os seus corpos, ficarão completamente paralisados, o céu tornar-se-á vermelho ao mesmo tempo em que a figura de um dragão oriental serpenteará seus respectivos eixos entrelaçando seus membros, o rugido da criatura trará terror às vitimas. Genjutsu: Ketsuryūgan será posto em prática.

Chwan escreveu:O caos reinava por boa parte do vilarejo. Koga, o canibal, se encontrava atento a qualquer tipo de aproximação, fosse inimigos ou aliados.

Chwan escreveu:Não tardou até que os defensores dessem as caras. Atento principalmente à sua frente, Koga observava com clareza animais indefesos pegos na ratoeira sonora de Jyuu. Seres com aparência idêntica ao Hokage da Folha tinham a intenção de se aproximar caindo sobre terra. De joelhos em contato direto com o solo arenoso, sumiam em um fumo esbranquiçado. Possuindo uma técnica similar de clonagem, Koga imaginava a estratégia que seria usada pelos seus oponentes. Mas, antes mesmo que pudesse concluir o pensamento sobre mais um ser de aparência idêntica entrava na zona de perigo. Seguindo os mesmos passos dos primeiros clones na tentativa falha, este batia com os joelhos no solo arenoso, porém, não sumia em fumo. A distância perante ao homem com aparência idêntica ao líder do vilarejo e o canibal era mínima, pelo menos em relação às grandes velocidades que poderia atingir.

Chwan escreveu:[...] Obtendo sucesso ou não, da mesma forma com que avançava, voltaria, buscando a mesma distância de antes, atento a tudo e a todos, tentando evitar ser pego de surpresa.

Esses trechos deixam claras a ação da Sayuri e a atenção de Koga no campo de batalha. Outro fator que trago para contribuir com essa ideia, é de que Sayuri estava o tempo todo (desde que saiu do gabinete) correndo logo atrás dos seus companheiros (Kai e Angell). Ela tem uma velocidade menor do que a deles, porém, ainda assim não desgrudou do seu time (inclusive, Kai narrou e Angell ressaltou em seu post na sequência, que o original se aproximou de suas alunas enquanto os clones partiam na frente). Enquanto Angell parou a 20m de Kai, a Chinoike continuou indo em frente para tirá-lo da técnica ilusória (resultado do chamado anterior). Tanto que o próprio Chwan levou em conta em suas considerações que a garota ficou presa logo atrás de seu mestre.

Sayuri (Considerações) escreveu:Paralelo a isso, escutei os avisos de que Kai está na área de um Genjutsu e foi pego pela ilusão. Já sabendo do risco, formei o selo manual tigre enquanto ainda correndo, para então me aproximar de Kai e o tirar da ilusão por meio do Genjutsu: Kai. Aqui vale ressaltar que a todo o momento eu estive correndo logo atrás de Angell (pois como ela é mais rápida ficou à frente). Ela parou cerca de 20m de distância do Kai, então, ao invés de parar junto, eu passei reto por ela até chegar nele.

Chwan (Considerações) escreveu:Com os devidos trechos destacados podemos tirar como conclusão que sim, o Kai entrou no range dos dois Genjutsus. Mas Coca, qual o motivo de você bater tanto nessa tecla? Simples, se o Kai caiu nos dois Genjutsus, Sayuri também, afinal, ambos estão dentro da área sonora e com o decorrer das explicações sobre minha narração, conseguirão entender aonde pretendo chegar.

Chwan (Considerações) escreveu:[...] Para que não destoa muito dos acontecimentos narrados, acho viável considerar a Chinoike cerca de três ou quatro metros distante do corpo do Hokage. Se pegar pra fazer a conta, verá que a distância seria muito maior vide tempo de reação do canibal ao visualizar o alvo de joelhos no chão.

Chwan (Considerações) escreveu:[...] Levando em conta que Angell está atrás do Kai e literalmente atrás, será necessário se defender, assim como Sayuri também muito por conta da dimensão da lâmina.

Nos trechos anteriores fica claro que o próprio Chwan cita Sayuri logo atrás de Kai, e que é onde ela realmente está. Levando em consideração a sua posição e o fato do personagem Koga estar evidentemente atento a todo momento, como em nenhum momento sequer ele viu os olhos da Chinoike (que estão acesos, de cor vermelha e brilhando)? E volto a repetir, nem na narração nem nas considerações o jogador citou o Genjutsu para dar uma desculpa de não ter sido pego, ele simplesmente ignorou a ação em on e em off. Isso também seria considerado God-Mode e metagaming ou se limita a um Auto-Hit?

2) Chwan, assim como AKCL, usou de forma indevida a qualidade "Grande Experiência em Batalhas".

Chwan escreveu:Utilizando a grande experiência em batalhas, Koga avançava materializando a espada mística. O jarro seguro pela canhota liberava seu próprio líquido em forma de lâmina que se estendia na mesma velocidade de seu portador.

Chwan (Considerações) escreveu:Agora vem a parte importante do ataque, aonde utilizou a grande experiencia em batalhas para antecipar a chegada da Sayuri, mesmo que não tivesse a informação dela ali, visando o corpo do Kai. Os motivos de Koga ter feito isso são simples, afinal, o principal alvo de toda essa invasão é o Hokage, símbolo e líder da aldeia.

Ele mesmo diz que não tinha informações dela ali, então como ele pôde supor que Sayuri apareceria? Mais uma vez, isso não seria considerado God-Mode ou mesmo metagaming? Vou quotar a própria qualidade aqui, para mostrar que apesar da sua capacidade de prever um movimento adversário, é necessário uma explicação plausível (que, como no caso do AKCL, não aconteceu; a qualidade foi apenas citada, nada mais, tanto na narração quanto nas considerações).

Grande Experiência em Batalhas (3 / 0)
Tipo: Treinável / Adquirível.
Descrição: Muitos personagens tiveram uma vida de combates desde muito cedo. Sejam por treinamentos precoces ou por viverem em meio a conflitos, eles foram obrigados pelas circunstâncias a se adaptarem aos esquemas de combate. É como uma se eles possuíssem instintos anormais, porém é apenas uma enorme experiência. Caso o personagem tenha dez batalhas vencidas em ON (ou que tenha sobrevivido no mínimo) contra outros usuários, o personagem recebe esta qualidade sem custos.
Bonificação: Podem uma vez a cada três turnos antecipar alguma ação sem receber punições, porém deve-se ainda assim explicar de modo plausível como antecipou.

A partir do momento que Koga (o personagem) percebe a presença dos clones de Kai, ele já tem total atenção naquela região da invasão, afinal, o primeiro alvo finalmente dava as caras. Em algumas passagens da narração eu dou a entender que o foco do canibal é totalmente o Hokage (estarei disponibilizando os trechos que não foram citados pelo acusador, de forma que o juiz consiga ter uma avaliação mais clara dos fatos) que aparece em sua visão, no mesmo local do qual os clones foram desfeitos, pouquíssimos segundos depois das réplicas adentrarem a área DOS GENJUTSUS.

Segundo parágrafo do post escreveu:Não tardou até que os defensores dessem as caras. Atento principalmente à sua frente, Koga observava com clareza animais indefesos pegos na ratoeira sonora de Jyuu. Seres com aparência idêntica ao Hokage da Folha tinham a intenção de se aproximar caindo sobre terra. De joelhos em contato direto com o solo arenoso, sumiam em um fumo esbranquiçado.

Com a citação em destaque, fica claro que os defensores narrados em minha primeira instância são os clones. Afinal, levando em conta a velocidade de 10 pontos (42m/s) eles seriam os primeiros a chagarem no alcance das ilusões, seguidos logo atrás pelo verdadeiro Kai. Com o ultimo veredito do juiz fica claro sobre TODO O POST do Kai ter sido desconsiderado, porém, também fica claro que ele, junto dos clones, entraram no range DAS ILUSÕES.

Primeira avaliação do Juiz sobre o caso informações off escreveu:Não tendo, tudo desconsiderado e seu post inteiro foi, basicamente, anulado. Kai foi pego pelas ilusões e demais efeitos marcados pelos invasores ocorrerão naturalmente (particularmente não li o que acontece aos que caírem nos Genjutsus).

Destaque pras palavras em negrito. Fica claro que o post foi completamente desconsiderado e ele caiu, de fato, nas duas ilusões. Citei nas considerações ele estar preso em duas ilusões por conta do veredito, destacando tanto no post da invasão quanto aqui. Lembrando, em nenhum momento na minha narração cito essas informações, somente nas considerações aonde eu explico melhor o que aconteceu tanto no chamado quanto os movimentos do meu personagem.

Mas enfim, prosseguimos. Após perceber os clones e vê-los sumindo com um fumo branco, meu personagem percebe Kai caído de joelhos no mesmo local que seus clones. Agora, paramos pra pensar. Koga é um invasor que luta contra o sistema e isso é citado em todos os RP's do personagem (vocês conseguem ler melhor nos links comprobatórios) e além disso sempre deixou claro querer matar o Hokage atual do vilarejo pelos N's motivos que ele acredita. Ao olhar e ver o homem de joelhos no solo arenoso, parado e sem sumir (diferente do que aconteceu com os clones) é meio que consenso geral que o canibal iria partir direto, observando a presa indefesa. Claro, tudo isso tem respaldo na narração, como podemos ler a seguir.

Segundo parágrafo escreveu:Possuindo uma técnica similar de clonagem, Koga imaginava a estratégia que seria usada pelos seus oponentes. Mas, antes mesmo que pudesse concluir o pensamento sobre mais um ser de aparência idêntica entrava na zona de perigo. Seguindo os mesmos passos dos primeiros clones na tentativa falha, este batia com os joelhos no solo arenoso, porém, não sumia em fumo. A distância perante ao homem com aparência idêntica ao líder do vilarejo e o canibal era mínima, pelo menos em relação às grandes velocidades que poderia atingir.
Terceiro parágrafo escreveu:Sedento por sentir o sangue daquele homem nas próprias mãos...

E por qual motivos ele conseguiria partir pra cima do Kai sem que a Sayuri tivesse chego próximo ao Hokage na tentativa de salva-lo? Simples. Possuindo experiencia em batalhas e levando em consideração que em uma invasão, aonde o líder da aldeia se encontra vulnerável e paralisado, acreditar que Koga não partiria na direção dele sem sequer pensar é ter muita fé e pouco argumento contra. Com a qualidade, possui respaldo suficiente para antecipar uma ação, mas óbvio, o personagem não precisa de fato ver a ação que será realizada. Ter experiencia em batalhas quer dizer aproveitar de qualquer momento oportuno para conseguir alguma vantagem. Claro que na descrição da qualidade faz-se necessário um bom argumento pra antecipação e pois bem, já disponibilizei diversos argumentos para que a ação fosse feita.

Qualidade escreveu:Grande Experiencia em Batalhas - Muitos personagens tiveram uma vida de combates desde muito cedo. Sejam por treinamentos precoces ou por viverem em meio a conflitos, eles foram obrigados pelas circunstâncias a se adaptarem aos esquemas de combate. É como uma se eles possuíssem instintos anormais, porém é apenas uma enorme experiência. Caso o personagem tenha dez batalhas vencidas em ON (ou que tenha sobrevivido no mínimo) contra outros usuários, o personagem recebe esta qualidade sem custos. Podem uma vez a cada três turnos antecipar alguma ação sem receber punições, porém deve-se ainda assim explicar de modo plausível como antecipou.
Considerações escreveu:Agora vem a parte importante do ataque, aonde utilizou a grande experiencia em batalhas para antecipar a chegada da Sayuri, mesmo que não tivesse a informação dela ali, visando o corpo do Kai. Os motivos de Koga ter feito isso são simples, afinal, o principal alvo de toda essa invasão é o Hokage, símbolo e líder da aldeia. Tendo em vista o homem a sua frente, vulnerável e de joelhos no solo, o canibal não hesitaria (e isso configura sem pausa alguma no movimento de ir até o alvo) momento algum em partir na direção do alvo usando a maior velocidade permitida e tendo a possibilidade e antecipar uma ação, assim foi feito.

Fica evidente que o fato de ''antecipar a ação da Sayuri'' foi dito de forma com que eu conseguisse encaixar o movimento na cronologia descrita pelos defensores. O movimento anterior ao meu (se eu não tivesse a qualidade) seria da Sayuri indo na direção do Kai e entrando na zona do Genjutsu, porém, por ter uma velocidade menor (Lê-se 30m/s) e pelo Koga conseguir avançar na direção do LÍDER DA FOLHA, alvo de extremo ódio sentido pelo canibal que possui velocidade muito superior (Lê-se 46m/s) ao do player mencionado, não faz sentido algum o canibal ter caído no genjutsu, que seria executado caso alguém olhasse na direção do corpo (Vale ressaltar um ponto importante aqui que é sobre o Genjutsu funcionar com contato visual observando os olhos do usuário ou a pele. Pele esta que está completamente, ou quase coberta pelas veste, como podemos ver neste link aqui. Só uma ressalva pra utilização totalmente equivocada do player Sayuri com relação a seu genjutsu).

Ultima vez que vou frisar sobre esse lance de antecipação. Não faz sentido algum o personagem que possui ódio ao líder da Folha e consegue antecipar uma ação a cada três turnos esperar um retardatário se aproximar, retardatário do qual o canibal não possui visão por ele estar mais longe e o único foco ser o corpo do principal alvo. Esse lance do Kai narrar uma pausa é totalmente descartada vide que o post dele foi desconsiderado, por completo, como já foi citado por mim nos quotes do veredito anterior. E claro, essa pausa tão pouco foi citada pelo player Angell e Sayuri e caso tenham citado, configura narrar ações de outros personagens, do qual elas não possuem controle. Bom, a antecipação foi focada no ódio e na brecha do qual o personagem viu ao perceber o Hokage sozinho, paralisado. Foi tudo muito bem esclarecido tanto na narração quanto nas considerações, aonde havia destrinchado melhor a ideia.

Se for de fato fazer a contagem exata dos minutos que os players defensores levariam de um ponto ao outro da vila (sim, o Gabinete fica próximo ao monumento Hokage e o portão principal no ponto extremo a ele. Considerando que Konoha possui 20km em Boruto), a diferença de tempo e cronologia seria discrepante do Kai e Angell pra Sayuri. Questões de minutos, vale ressaltar.

Só um adendo antes que eu consiga prosseguir; é agir de muita má fé quotar uma parte totalmente desconexa da minha narração. A parte em que cito estar atento a tudo neste ultimo turno é após executar o ataque e retornar ao ponto de origem. Parece uma tentativa desesperada de conseguir resultados.

Por fim, fica claro que Sayuri se encontraria bem atrás de Kai. A citação nas considerações sobre tanto Angell quanto Sayuri se defenderem do ataque da lâmina é por conta do tamanho dela, vide os 200m. É óbvio que Sayuri não conseguiria acompanhar a velocidade dos dois e também é óbvio que mesmo atrás (muito atrás, se for fazer a conta) o range da espada ultrapassaria isso. Não que isso vá mudar os acontecimentos já que o canibal estava focando totalmente no Kai e na execução do ataque, vide as passagens da narração.

Pensei que fosse o fim, mas não foi. Sobre a citação dos Genjutsus, os invasores até tentaram contato direto com o juiz para que fosse esclarecido isso dos clones e do corpo original do Kai estar dentro das duas ilusões, porém, a resposta foi bem clara sobre seguir a luta sem choros. E levando em conta o veredito destacado e comentado por mim diversas vezes nessa defesa, o Genjutsu escrito no plural deixa claro a situação do Kai e posteriormente da Sayuri, que afirmou entrar na zona de perigo.

Desculpa se ficou algum trecho confuso, trabalhei o dia todo e to bêbado de sono.
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels GQgddnh

Mako
Game Master
Mako
Vilarejo Atual
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels GQgddnh

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado 12/12/2019, 21:40

putaquepariutododiaumchamadonovonessabirosca Olá, vou tentar ser rápido e sucinto.

Ponto 1: Vocês não sabem interpretar um texto?

Antes de iniciar tudo, gostaria de esclarecer algo que foi mal-interpretado, propositalmente ou não, pelos invasores. Kai não teve todo o post anulado, ele foi, basicamente todo, mas não inteiramente. Os únicos pontos anulados se referem às informações recebidas de forma errônea. Sobre isso, eu ainda destaquei: "As únicas técnicas diferentes disso são de afetar somente o ambiente ou objetos. Sakanade é uma técnica que afeta o corpo físico da pessoa, enquanto que o Bunkai descreve a paralisia. 100 + 70 é 170m tá safe (confiarei nas contas porque sabem que odeio exatas). Sakanade seria defendido, não fosse o artifício "Angell" como informante. Como tudo informado por ela foi anulado, ele não teria o raciocínio para chegar a tal conclusão e não conseguiria anular a Sakanade ou qualquer outra. Preferi esclarecer dessa forma, mesmo o lance da cronologia já responder isto.", indicando o que estava afetando-o e "Tudo relacionado aos conhecimentos adquiridos por Kai através da Angell estão invalidados." sobre quais pontos estavam sendo anulados. Por fim, resumi em "Longe desse detalhe interessantíssimo da batalha, Kai teve suas considerações e conhecimentos inteiramente anulados. Angell devia ter feito o primeiro post e clarear o que estava transmitindo a ele; o motivo? Simples, tudo se passa junto mesmo, Kai mesmo respondeu isso, porém, é necessário ter uma ação para citá-la. Não tendo, tudo desconsiderado e seu post inteiro foi, basicamente, anulado." (pontos destacados em negrito formulam a frase que vocês ignoraram e estão usando apenas parte dela, assim como estão acusando os defensores de fazer, diga-se de passagem).

Explicado isto, vamos seguir.

Ponto 2: AKCL x Clarividência

Ao abrir a ficha e pesquisar algum indicativo de poder ter essa noção de batalhas ao ponto de antecipar e raciocinar algo neste nível, encontrei um alto nível de inteligência e só. No entanto, isso não abre portas para antecipar desta maneira, tornando a defesa citada como "aparentar ser visado" como totalmente errôneo. Compreendo que seu personagem está focado, no entanto, ele não tem nenhuma qualidade que o torne suscetível à previsão dessas coisas tampouco uma especialidade em concentração ou habilidade que lhe permita ter clareza de todos os pontos ao seu redor; por mais que ele esteja atento, ele não tem como se manter atento em todos os cantos possíveis, tampouco adivinhar tais coisas. A defesa realizada foi incorreta e a lâmina acabou selando o vivente.

Ponto 3: Chwan x Tudo & Todos

Eu, sinceramente, não vi erro em seu ataque. Ele deixou claro na narração inteira como seu personagem estava focado inteiramente no Hokage. Ele não citou os demais defensores e esclareceu dois pontos: 1) o personagem focado em exterminar o Kage e 2) ele antecipando que viriam defensores. Sinceramente não encontrei erros neste ponto. Não vi erros e sua ficha indica possibilidades de entender do manejo de batalhas a este ponto, sim. Segue de boas, porém, caso ninguém ajude o Kai (ou ele mesmo se salve), ele será dado como morto (e sim, terá de chamar de novo o juiz para confirmar), mas como ainda é a vez dos defensores, não posso dar a morte agora.

Ponto 4: Ouki(doki) x Genjutsu

Pela cronologia no post dele, ele nem teria visto Sayuri chegando e quando ela entrou, só se ele tivesse uma visão magnífica para ver diretamente nos olhos dela. Não encontrei nenhum erro de defesa para dá-lo preso em nada.

Ponto 5: Ouki e AKCL x Interpretação de Texto

Fuin efetivo. Ouki teve um AH e AKCL já foi dado como morto (se não, tomaria AH).

Ponto 6: Todos x Sayuri?

Sayuri quebraria a ilusão como bem demonstrada pela mesma. Tá safe. De resto, já expliquei no começo sobre toda a avaliação do KAI.

Resumo da Ópera:

Leiam tudo, assim talvez não interpretam mal.

Ps.: AKCL está morto (leiam e descubram!)
Ps².: Estou cansado, caso tenha faltado alguma coisa, me cobrem no PV que eu averiguo hoje ou amanhã de manhã.

_______________________

[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels Scre1755
[Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels QF79TeWOlá, eu sou o Mako.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Chamado] Invasão de Konoha — Fake Gods and Angels - Publicado

Resposta Rápida

Área para respostas curtas

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte