>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera
Últimos assuntos

Tenshin
Jonin | ANBU
Tenshin
Vilarejo Atual
Ícone : [Missão C] Calculando os danos - Throuper 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66477-fp-hakken https://www.narutorpgakatsuki.net/t66476p30-g-f-hakken

[Missão C] Calculando os danos - Throuper - 4/12/2019, 20:16

Era tarde da noite quando batiam na porta de Yuuki. Era um mensageiro oficial de Kumogakure, carregando um pergaminho que continha uma missão "relâmpago". Durante a madrugada um vazamento de gás tinha iniciado um incêndio em  um pequeno prédio residencial. Entretanto, diante de complicações, houve uma explosão que causou danos severos nas redondezas.

Uma vez que era uma atividade em larga escala, muitos ninjas estavam sendo chamados como reforço, e o jovem ninja era um deles. Deveria se aprontar e avançar até o local especificado no pergaminho, juntando-se aos demais e iniciando o auxílio.

- Considerações: Bem auto-explicativo. Como é uma missão C, vamos ser bem simples etc.

- Informações: Post 1 de 3
@Throuper


_______________________

[Missão C] Calculando os danos - Throuper Giphy
-
Throuper
Genin
Throuper
Vilarejo Atual
Ícone : [Missão C] Calculando os danos - Throuper Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t69587-ficha-yuuki

Re: [Missão C] Calculando os danos - Throuper - 5/12/2019, 00:59

Missão - Rank C: Calculando os Danos

Já estava pronto para me deitar, estava exausto do dia, apenas gostaria da minha cama, quando em meio ao silêncio ouço baterem na porta, para o meu espanto era um mensageiro da vila que me viera me entregar um pergaminho que prontamente tratei de abrir e ler o conteúdo que ali continha e para minha surpresa, uma missão, uma enorme explosão havia acontecido devido ao vazamento de gás.
Rapidamente trato de agradecer e correr novamente para dentro de casa para me preparar o mais rápido possível, a situação pedia urgência, poderiam ter muito feridos e alguns até mesmo presos de baixo de algum escombro que possa ter no local do incidente e ao redor dele. A situação ao mesmo tempo que parecia necessitar de urgência, parecia ainda mais necessitar de cautela e delicadeza, cada vida contava, cada uma era importante e precisava sempre ter isso em mente.

Após colocar minhas vestes e equipamentos eu sairia de casa em direção ao local, precisava chegar rápido, por isso usaria o “Jinton: Mueishõ”, assim aceleraria a minha chegada e poderia procurar aquele que estaria responsável pela situação no local que havia ocorrido o incidente. Procuraria analisar o local assim que chegasse, estaria atento aos locais que acabaram sendo destruídos pela explosão e no local que foi a origem do incidente.

Yuuki;
HP: 200
CH: 450
ST: 0/2


Considerações:
Bom, primeiramente me desculpe qualquer erro, é a minha primeira missão, primeiro post, primeiro tudo, então me perdoe se tiver algum erro, ainda estou um pouco perdido, inclusive segui a dica de um MOD que me sugeriu primeiro fazer uma missão com um narrador para ir me acostumando.
Bom, eu não sei muito bem o que colocar, o que não devo colocar, como agir nos posts, a questão da stamina por exemplo eu fiquei em dúvida, pois diz que eu aumento em um ponto se utilizar por exemplo, "velocidade máxima", não sei se o meu jutsu encaixaria nesse ponto e tudo mais.

Se puder me dando dicas, agradeceria de coração.

Novamente, me desculpe qualquer erro.
-
Tenshin
Jonin | ANBU
Tenshin
Vilarejo Atual
Ícone : [Missão C] Calculando os danos - Throuper 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66477-fp-hakken https://www.narutorpgakatsuki.net/t66476p30-g-f-hakken

Re: [Missão C] Calculando os danos - Throuper - 5/12/2019, 11:09

Correndo através da escuridão, Yuuki alcançou o local do acidente sem muita dificuldade, afinal, a fumaça negra e a iluminação do incêndio poderia ser vista de qualquer lugar da vila.

Ao apresentar-se a um superior, ele instruiria:

- Garoto, mexa-se! Há pessoas soterradas por entulhos em todo canto, comece a removê-los e a ajudar as pessoas saírem de lá!

Outros Genins apareciam no mesmo instante, cada um recebendo uma tarefa distinta.

Nos escombros próximos a Yuuki, um grito feminino poderia ser ouvido. Havia alguém ali. Uma vez que era um ninja recém-formado, teria que raciocinar e pensar em uma forma de retirar a mulher lá de dentro sem que alguma ruína se movesse a ponto de esmagá-la.

- Off: No primeiro post você agiu bem, fez o esperado. Narrou o que fazia, como reagiu ao ser chamado para missão, tudo correto.

Sim, o jutsu em questão tem Rank B, o que faz com que você automaticamente use Stamina. Portanto, seu contador vai de 0/2 para 1/2; A regra de Stamina está aqui, no spoiler que fala do atributo de Stamina: https://www.narutorpgakatsuki.net/t66723-03-sistema-de-databook.

Outra coisa que você deve fazer é, sempre que utilizar um jutsu, colocar a descrição desse jutsu nas considerações (preferencialmente dentro de um "spoiler").

Não se preocupe com erros, esta é uma missão simples, e irei lhe guiando com as dúvidas.

- Considerações: Bom, o que você deve fazer agora é narrar chegando no local e recebendo a tarefa. Como você quer receber mais um ponto de Inteligência, terá que escrever pelo menos 400 palavras no próximo post. Vai ser da seguinte forma: terá a liberdade de descrever a cena, a disposição dos escombros e o raciocínio lógico que usou para retirar a mulher de lá. Vale lembrar que esta é uma situação de pressão psicológica, onde a vida de alguém está em risco, então isso pode influenciar em suas ações. Se a narração for boa o suficiente, a gente considera o sucesso.

- Informações: Post 2 de 3
@Throuper


_______________________

[Missão C] Calculando os danos - Throuper Giphy
-
Throuper
Genin
Throuper
Vilarejo Atual
Ícone : [Missão C] Calculando os danos - Throuper Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t69587-ficha-yuuki

Re: [Missão C] Calculando os danos - Throuper - 5/12/2019, 23:17

Missão - Rank C: Calculando os Danos

Ao longe já podia observar a fumaça presente no local do acidente, precisava ser rápido, vidas estavam em jogo naquele momento.

Cheguei ao local ofegante, minha casa não parecia tão distante, mas o maior problema era minha resistência, estava suando, utilizar o jutsu de nível B ainda era algo complicado para mim, sentia que não poderia utiliza-lo novamente ou poderia ficar sem forças para mais nada e nessa situação, precisava me manter firme, não poderia descansar, apenas depois de todos estarem bem, precisava respirar fundo e seguir em busca de ordens. Me dirigi ao superior mais próximo para requisitar ordens e entender um pouco melhor a situação, porém imediatamente após o mesmo me ver ele já havia me ordenado a ir atrás dos escombros e ajudar as vítimas do incidente, algo que prontamente tratei de atender.

Estava pronto para ir atrás dos locais que foram afetados, assim iniciaria minha busca por sobreviventes, mas não precisei ir muito longe, bem próximo de onde estava já havia alguns escombros, logo tratei de ir até lá enquanto observava o local, a explosão foi extremamente potente pelo estado em que se encontrava os arredores em que eu estava, o que antes parecia ter uma casa, agora não passava de uma pilha de entulhos fora algumas paredes que pareciam ainda estar erguidas, estava tudo destruído e acabado, tinha uma árvore caída ao lado ou o que restou dela, um toco de árvore e seu tronco caído logo ao lado totalmente queimado, algumas ferragens espalhadas junto com três vigas de ferro encostadas em um canto próximo a casa, provavelmente iriam utiliza-la para alguma construção, próximo as vigas tinha uma longa corda, a cena daquele local, algumas casas ardendo em chamas, a fumaça que atrapalhava na respiração dos shinobis e dos civis, tudo isso misturado na sensação de medo que estava sentindo, junto com um nó na garganta de ter vidas dependendo de você, aquilo com certeza atrapalhava, era um empecilho psicológico, mas eu não podia me deixar atrapalhar e em meio aos escombros escuto uma voz gritando, pela voz parecia ser uma mulher, corri até lá e pude observar melhor a situação, da sua cintura para baixo ela estava presa no meio de duas pedras de pouco mais de 50cm de diâmetro, a parede que estava na frente da mulher estava um pouco caída e sendo sustentada por outra parede, porém essa estava suportando o peso da segundo para a mesma não cair, havia apenas uma certeza, se a parede que estava sustentando o peso da outra cedesse a outra iria ceder junto, precisava tomar cuidado com a situação e agir de forma rápida, não sabia o quanto aquela parede aguentaria.

- Espere, irei retira-la o mais rápido possível, mas preciso que a senhora tenha calma – Dizia enquanto tentava lhe passar segurança. – Eu volto em um instante. – Disse o shinobi enquanto saia em direção ao local onde havia avistado as vigas e a cordas.

Peguei uma das vigas e a arrastei até os escombros, conseguia levanta-la por alguns momentos, porém não conseguia carrega-la em meus braços, por isso optei por arrasta-la, seria muito mais prático e pouparia minhas forças. As vigas possuíam 25cm de largura e 15cm de espessura, tinham 1 metro, eram vigas U, devido ao seu formato em U, caso a parede exercesse muita pressão a viga iria se firmar ainda mais ao chão, o U estaria virando para cima, então a viga seria como uma pá cravando o chão e foi exatamente o que fiz após trazer as outras duas vigas, as coloquei no chão em diagonal e as apoiei na parede que estava inclinada, em caso da outra parede ceder, cederia para o lado oposto, e as vigas fariam o papel de aguentar o peso enquanto tiraria a mulher.
Peguei a corda e a amarrei em volta do toco da árvore que ali se encontrava, após amarrar a corda peguei uma pedaço de ferro das ferragens espalhadas pelo chão, levei a ponta da corda até a mulher e pedi que a segurasse e comecei a orienta-la sobre o que deveria fazer.

- Veja moça, as vigas vão segurar a parede caso ela caia, eu vou utilizar esse pedaço de ferro para exercer uma força de alavanca nas pedras, enquanto isso, peço que a senhora puxe a corda, assim a senhora vai conseguir mais forças para puxar o seu corpo e assim sair com mais facilidade depois que eu levantar as pedras, tudo bem? Mas não conseguirei levanta-las por muito tempo a senhora deve ser rápida. – Disse enquanto dava um sorriso amigável, tentava transparecer tranquilidade, mas talvez eu que estivesse mais nervoso naquele momento, estava um pouco trêmulo. – Quando eu disser já, a senhora começa a puxar a corda, um, dois e...já!

A moça só precisaria puxar a corda, devido ao peso do tronco ela iria acabar sendo arrastada e era exatamente isso que ela tinha de fazer, puxar até não estar mais de baixo daquela parede, caso a perna dela estivesse machucada, não seria um problema.

Yuuki;
HP: 200/200
CH: 400/450
ST: 1/2

Palavras: 834
Considerações:
Bom, tentei imaginar uma situação que pudesse acontecer e que desse para fazer algo kkkkk. Desculpe-me qualquer erro, espero que tenha sido algo ao menos bom, fiquei muito pensativo de como poderia ocorrer a situação, acabei chegando nesse resultado "final".
Corrigi meus status quanto ao post anterior, esqueci de retirar o chakra também.

Ps; Me desculpe a demora pelo post.

Situação:
[Missão C] Calculando os danos - Throuper Situ10
-
Tenshin
Jonin | ANBU
Tenshin
Vilarejo Atual
Ícone : [Missão C] Calculando os danos - Throuper 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t66477-fp-hakken https://www.narutorpgakatsuki.net/t66476p30-g-f-hakken

Re: [Missão C] Calculando os danos - Throuper - 6/12/2019, 10:13

De maneira impressionante, o jovem Yuuki se destacava ao realizar um resgate com cuidado, precisão e sucesso.

Entretanto, o trabalho continuava. Os paramédicos atendiam as pessoas resgatadas, mas parte do prédio ainda estava de pé - por pouco tempo, pois as chamas o consumiam cada vez mais.

O prédio possuía cerca de quatro andares. Ninjas entravam e saíam a todo momento. Usavam uma máscara especial, entregue nas proximidades do acidente, e carregavam sempre uma toalha úmida, entregue no mesmo local.

A tarefa final de Yuuki era entrar num local praticamente destruído e conseguir retirar alguma vítima.

- Off: EXTREMA dedicação ao realizar seu post. Gostei MUITO. Tá de parabéns. Se continuar assim, vai muito longe.

- Considerações: Mais uma vez dou total liberdade para que narre o interior do prédio, o estado catastrófico de tudo, a pessoa e o modo que irá salvar essa pessoa (pode ser um animal também, um doguinho :D).

- Informações: Post 3 de 3
@Throuper


_______________________

[Missão C] Calculando os danos - Throuper Giphy
-
Throuper
Genin
Throuper
Vilarejo Atual
Ícone : [Missão C] Calculando os danos - Throuper Icon

https://www.narutorpgakatsuki.net/t69587-ficha-yuuki

Re: [Missão C] Calculando os danos - Throuper - 7/12/2019, 00:45

Missão - Rank C: Calculando os Danos

Alivio, satisfação e sensação de dever feito, era tudo o que eu sentia naquele momento, o cansaço e estresse psicológico causado pelo medo e insegurança, haviam sumido, eu havia conseguido ajudar, ao menos uma pessoa, havia conseguido salvar a vida dela a mulher havia conseguido, com sucessos, arrastar seu corpo utilizando a corda enquanto eu segurava a pedra, felizmente a parede não desmoronou, talvez devido as vigas ou apenas acabamos tendo sorte dessa vez.
Por perto eu estava vendo os paramédicos que rapidamente foram fazer o atendimento a moça e aos demais feridos no local, o trabalho parecia estar acelerado, nenhuma vida parecia estar sendo deixada de lado, muito pelo contrário, todas tinham seu grande peso e sua grande importância, era o que eu estava sentindo naquele momento com o esforço de todos, mas não era tempo de relaxar, ainda, o prédio ardia em chamas, parecia que a qualquer momento ele viria até o chão, ninjas entrando e saindo do edifício a todo momento e eu não podia ficar parado, me dirigi rapidamente a uma das pessoas que estavam distribuindo mascaras especiais para podermos suportar toda aquela fumaça e peguei uma, colocando-a em meu rosto e me preparando para entrar no prédio, estava com um pano bem molhado, deixe-o em meu bolso e fui até a entrada do prédio.

Ainda era possível entrar pela parte da frente, as chamas não estava tão densas naquele local, após parar em frente a entrada, respirei fundo e entrei no prédio, o local lembraria claramente a forma como descrevem o inferno, fogo por todos os lados, até onde a vista alcançava. Logo na entrada possuíam três escadas, uma central que e duas em cada ponto do prédio, a escada central apenas levava a um tipo de “camarote”, onde lá era possível visualizar o saguão de onde eu me encontrava, as duas escadas nas pontas levavam para os andares superiores, a escada da esquerda estava bloqueada com alguns destroços do prédio, enquanto a da direita possuía algumas chamas ao seu redor, mas era possível passar, a escada de emergência que estava do lado da escadaria central estava emperrada, algo prendia a porta do outro lado, tornando assim o único caminho acessível a escada da direita.

Já sentia meu corpo suando, estava muito quente, a cada degrau que eu subia, sentia cada vez mais o clima esquentando e o ar ficando mais pesado, dificultando ainda mais minha respiração apesar da máscara que eu possuía. Chegando ao primeiro andar, ele possuía dois corredores, segundo uma placa ou o que restou dela, ali era o andar que se encontrava a parte administrativa do local, algumas portas estavam totalmente quebradas, como se estivessem sido forçadas a quebrar, provavelmente devido ao desespero das pessoas. Enquanto passava por esses dois corredores, tratava de olhar as salas, ao total foram dez salas, cinco em cada corredor, mas já não havia mais ninguém no primeiro andar.

Subindo ao segundo andar, era semelhante ao primeiro, dois corredores, dez salas no total, mas diferente daquele de baixo, o segundo andar parecia queimar mais ardentemente, o motivo parecia óbvio, havia produtos inflamáveis no local, uma placa indicava claramente isso, assim como meu corpo que estava quente e suando cada vez mais, passei por algumas portas, tentava ser rápido, mas estava mais aliviado ao ver passar outros dois shinobis para os andares superiores, provavelmente eles iriam vasculhar, não precisa me preocupar tanto, mas após pensar isso, sinto um grande tremor no prédio, ele iria desabar a qualquer momento.

Após passar pela última porta, pensei não haver mais ninguém, provavelmente todos nos andares iniciais haviam sido resgatados sobrando apenas os andares superiores, mas já haviam outros shinobis lá, pois então, nada mais me restava fazer ali se não ir embora antes que algo pior acontecesse naquele local, mas logo após pensar em ir embora, ouço um som um tanto quanto estranho, era diferente, não parecia o som do fogo ou de algo caindo, era como uma respiração extremamente ofegante, estava parei por alguns momentos perto do final do corredor, estava tentando identificar o local daquele barulho, mas parecia sem sucesso, angustiado, comecei a andar lentamente e prestando atenção a cada barulho, foi quando parei na porta que estava a cerca de dois metros atrás de mim, o barulho ali parecia mais intenso, foi quando prestei atenção em um tipo de lona que estava no canto daquele cômodo que parecia um tipo de refeitório, da lona saia uma mão que estava preta, provavelmente devido a toda fuligem do local, retirando a lona eu pude ver um garoto ferido e respirando pesadamente, havia um pedaço de madeira em cima de seu corpo, a madeira não era pesado, mas parecia ter acertado a cabeça dele que estava sangrando, então tentei acorda-lo.

- Hey, garoto, acorde! – Falava o shinobi próximo ao menino que logo deu um sinal mais claro de vida.

- Pa-papai – Falava o jovem com a pouca força que ele possuía – Me ajuda...

O garoto não se manteve por muito tempo e novamente desmaiou, precisava tira-lo dali ou ele morreria com aquelas chamas, que por sinal já estava começando a pegar no pedaço de madeira que estava em cima do garoto, logo tirei-a de cima dele, jogando-a para o lado, aquela lona que cobria o garoto me deu uma ótima ideia, iria rasga-la e dividi-la em dois, faria um tipo de pano, onde amarraria o corpo do garoto nas minhas costas, assim eu não precisaria segura-lo e poderia me concentra em evitar as chamas. Enquanto amarrava o garoto, novamente o prédio tremeu, parecia um grande terremoto e junto aquele tremor, um enorme barulho de queda de objetos pesados, alguma parte do prédio havia caído, aquilo era um péssimo sinal, logo retirei minha máscara e coloquei no garoto, a prioridade era ele, sua segurança. Utilizei o pano úmido para amarra-lo em meu rosto, assim evitaria boa parte da inalação de toda aquela fumaça tóxica. Logo após amarrar o garoto, sai do cômodo em que estávamos e fui em direção a escadaria por onde cheguei, mas ao chegar, pode ver que ela havia sido bloqueada, fiquei extremamente assustado e com medo, não sabia o que fazer.

- Mas que MERDA...droga, o que eu faço, o que eu faço. – Dizia o shinobi enquanto colocava as mãos na cabeça, porém, logo lhe surgiria uma ideia. – Tentarei a escada de emergência, ela estava bloqueada por dentro, talvez eu consiga tirar o que está bloqueando e sair por lá.

Rapidamente comecei a correr até a escada de emergência, o material daquela escada era diferente, resistia a maiores temperaturas, mas não por muito tempo, já possuía rachaduras visíveis em todo prédio, se eu não conseguisse sair por lá, não conseguiria sair por mais nenhum local. Chegando na escadaria, desci rapidamente, por ser um local mais fechado, a concentração de fumaça naquele local era ainda maior, dificuldade ainda mais minha respiração, que já começava a sentir como se estivesse queimando minha garganta, chegando ao final da escadaria eu estranhei, havia apenas um corpo ali, então por qual motivo eu não consegui abri-la, eu pensava, tentei empurra-la e não funcionava, a porta estava trancada, não é que havia algo impedindo sua abertura, mas sim que a porta estava trancada, alguém havia trancado ela de dentro, o desespero de antes havia retornado, o que eu iria fazer, eu poderia tentar voltar e procurar por outra saída, mas não tinha certeza se daria tempo, o prédio sofria tremores de tempos em tempos e a cada dois tremores ouvia-se um barulho de queda, o prédio desabaria em breve, mas eu não podia morrer ali, decidi retornar e procurar alguma outra saída, porém antes que pudesse começar a subir as escadas, um novo tremor e uma nova queda, mas dessa vez a queda foi na escada onde eu estava, bloco e pedras enormes havia caído impedindo minha passagem, eu estava preso, não tinha mais esperanças, em um ato de puro desespero comecei a chutar a porta ne tentativa de derruba-la de alguma forma, mas aquelas portas eram resistentes o suficiente e eu não possuía tanta força assim, o que eu estava pensando, eu era um genin recém-formado, jamais teria tal força, já estava cansado e me rendendo a decisão de que aquele seria sem duvida o meu fim, que por sinal, um final extremamente triste e trágico para dois jovens.
Sentei-me no chão do lado daquele corpo morto que ali se encontrava, aparentemente ele havia morrido devido a fumaça, já era um senhor de idade, não havia aguentado muito tempo, pelo seu uniforme, trabalhava ali, provavelmente na parte da segurança, talvez ele tivesse tentando sair pela escada de emergência como eu, mas morreu tentando abri-la, pobre coitado, mas agora eu o encontraria em outro mundo e talvez ele me contasse o que de fato aconteceu, era o que me restava.

Minhas esperanças já quase haviam se esvaído, me pegava preso em pensamentos, lembrava de minha família enquanto fixava meu olhar para o chão, também pensava naquele garoto na qual estava comigo, será que ele teve uma vida feliz? Será que teve momento em que ele pôde comer coisas gostosas, brincar com seus amigos até chegar em casa e simplesmente dormir até o dia seguinte de tanto cansaço? Talvez eu também pergunte a ele no outro mundo, também precisaria me desculpar com ele, talvez se ele estivesse lá ainda, outros ninjas poderiam encontra-lo, e em meio a todos esses pensamentos observei na cintura daquele senhor morto uma “mistureba” de chaves, me veio a mente algo que poderia parecer ridículo, mas aquele senhor talvez estivesse ali por ter a chave da porta e veio até aqui abrir a porta? SIM, ERA POSSÍVEL! Todas as demais portas de emergência estavam abertas, apenas essa estava trancada, talvez ele foi abrindo uma por uma e nessa ele não aguentou e acabou falecendo, sim, aquilo podia ser real, ou apenas uma fantasia dos meus resquícios ínfimos de esperança, mas não custava tentar.

Peguei aquelas chaves e fui tentar abrir a porta, estava difícil visualiza-las, a fumaça já cobria boa parte do local, estava bem escuro então aumentava ainda mais a dificuldade em achar aquela chave que seria “A PREMIADA” ou nós que seriamos os premiados? Eu não sei, eu só desejava salvar aquele garoto, ele tinha um futuro inteiro pela frente. Após diversas tentativas frustradas uma chave entrou e em meio a angustia, medo e o desespero, girei a chave que logo após podia-se ouvir um pequeno e sonoro “click”, a portava estava aberta, rapidamente tratei de abri-la e após abri-la a visão que tinha da entrada já havia sido distorcida, destroços para todos os lados, tremores mais constantes e intensos do que o normal, chamas para todos os lados, era um filme de terror onde eu participava dele, logo após sair da escada ouço um forte estrondo, a escada inteira havia desabado era um sinal claro que o prédio já estava começando a cair e foi exatamente isso que ocorreu, o prédio estava desabando de vez, tratei de correr o máximo que conseguia, não poderia utilizar o “Jinton: Mueishõ”, tinha medo de prejudicar o garoto e acabar machucando o mesmo devido a alta velocidade que causaria utilizando minha técnica, logo após passar pelo portão principal escuto um enorme barulho a parte da frente havia desabado logo após termos passado, um pouco mais distante do prédio, cai de joelhos no chão, estava cansado, e com a respiração pesada, desamarrei o garoto e o deixei deitado de lado enquanto desamarrava o pano que estava em minha cara, o mesmo já encontrava-se seco e totalmente preto pela fumaça, tudo o que pude fazer era cair no chão e tentar estabilizar minha respiração, agora bastava aguardar os paramédicos...meu trabalho até ali, estava feito.


- Obrigado... – Dizia o shinobi de forma rouca e ofegante – Seja lá quem olhe por mim ou por esse garoto, obrigado. – Dando um pequeno sorriso de alivio.

Yuuki;
HP: 200/200
CH: 400/450
ST: 0/0

Palavras: 1978
Considerações:
Bom...é isso, me desculpe qualquer erro, não sei se fantasiei demais algumas cenas ou se criei demais situações favoráveis, não era muito a intenção, me desculpe se parecer isso.

Obrigado por todos os conselhos e ajuda, fico feliz que tenha gostado do post anterior, espero que esse agrade da mesma forma kkkkk.
-
Harbinger
Harbinger
Vilarejo Atual
Ícone : [Missão C] Calculando os danos - Throuper 100x100

http://narutorpgakatsuki.net

Re: [Missão C] Calculando os danos - Throuper - 7/12/2019, 11:16

Missão Encerrada
Recompensa Máxima
@
p.s: Muito bom o post, completo, criativo. Só não se esqueça que a barra de Stamina deve ser sempre valor atual/valor máximo. No seu primeiro post, ela ficou 1/2 por ter usado um jutsu RanK B. No segundo post não usou nenhum jutsu, então consideramos que recuperou ela para 0/2, e no terceiro post usou jutsu novamente, encerrando em 1/2. Qualquer outra dúvida que possuir, estaremos sempre disponíveis.
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [Missão C] Calculando os danos - Throuper -

-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.