>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Verão

Lived
Tokubetsu Jonin
Lived
Vilarejo Atual
Ícone : [Treino de Atributo: Força] Aranha Malhada NTYY48l

https://www.narutorpgakatsuki.net/t69553-ficha-de-personagem-kin

[Treino de Atributo: Força] Aranha Malhada - em Qua 4 Dez - 12:26

A variação das habilidades de um shinobi não se resume em seu conhecimento em determinada área ou em quão rápido ele pode ser para se locomover pelo ambiente em que atua. Muitos fatores influenciam na força de um ninja, exigindo do mesmo os mais vários treinamentos para se fortalecer e sobreviver neste ambiente hostil. Reclamar da hostilidade seria uma hipocrisia que estou farto de aguentar em outras pessoas, mas adaptar-me para intensificar os meios caóticos do mundo é algo excitante apenas de imaginar. Observando a partir do meu último treinamento, a criaturinha de oito pernas em meu ombro, parada, acomodada no tecido do meu manto. Levemente, ela permitia que meu dedo lhe providenciasse uma delicada caricia, brincando e tecendo sua teia por todo ele. Curiosamente, meu único afeto estava ali naqueles animais, quase como um afeto de irmão para irmão, imaginando viver entre estas criaturas como de fato um igual.

A floresta me acolhia como uma mãe preocupada, acalmando em mim a sensação de que sempre algo está em falta, que me obriga a agir das mais diversas maneiras para trazer esta tranquilidade, na maioria das vezes agindo de forma violenta para que este efeito tenha forças. A força, uma característica humana muito apreciada, símbolo de poder em muitos lugares e requisito para diversos caminhos ninja. Contudo, mesmo aqueles que não a utilizavam em seus princípios, devem mantê-la adequada para situações mundanas das quais não podem evitar. Carregando o presente divino de possuir as características de um aracnídeo, desenvolver meu físico utilizando os braços como suporte era umas das muitas possibilidades de evolução que esta maldição me entregou, que aos poucos deixava de ser um fardo tão pesado.

Diante aquela área limpa de folhagens e lama, respiraria durante alguns segundos para recompor toda a minha mente, retirando mais uma vez o manto que cobria meu corpo escondendo minha verdade natureza. Meu corpo e minha mente se preparava para diversos exercícios físicos, deixando meu próprio peso ser a base para intensificar resistência de força. Deixando a inclinação da maneira correta ao deitar meu corpo sobre o solo, posicionei apenas dois braços para trabalhar, flexionando de maneira continua meu corpo no exercício. Assim, conforme o ritmo ganhava continuidade, os pares eram trocados para serem fortificados por igual. Um após o outro, as dores e ardências que os músculos recebiam eram sinais claros de que todo o esforço realizado ganhava efeitos positivos em minha musculatura. Conforme me preparava, havia um momento em que minha resistência atingia seu limite, fraquejando todos os braços não podendo continuar, sentido o peso do meu próprio coro ser demais para a minha força atual e fazer o ritmo descer e posteriormente meu corpo ir de encontro ao chão, exausto pelo esforço. Me vi obrigado a retornar e devorar algumas calorias em comida, vestindo novamente meu manto e acendendo um cigarro.

200/200 - 200/200 - 00/05

Considerações:
Falas
Pensamentos

Treino para ponto em força. 472 Palavras.
Usados:
-
Armas:
- Kunai 7x [7]
- Shuriken 5x [5]
- Fuuma Shuriken 1x [4]
- Kibaku Fuuda 12x [3]
- Fios 5m [1]

_______________________

[Treino de Atributo: Força] Aranha Malhada TqthmkZ
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Treino de Atributo: Força] Aranha Malhada - em Qua 4 Dez - 15:37

@
-


Layout por @Akeido Themes, @Loola Resources e Naru.