:: Mundo Ninja :: Mapa Mundi :: Kumogakure no Sato :: Centro da vila
12 Anos Online
Alvorecer
Arco 04
Ano 16 DG
Inverno
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[MISSÃO D] Aumentando as fronteiras. - Publicado Qua 20 Nov 2019 - 17:49


Rank D Calçamento das Ruas
Descrição: Algumas ruas estão sem calçamento, estão somente no barro e na terra batida. Ajude alguns trabalhadores na estrada ao norte da vila.

Rank DReformas da Vila
Descrição: Desde o último ataque a vila está sendo reconstruída, e você como um jovem ninja deve colaborar. Sua missão é pintar muros e cercas por toda a vila.

[MISSÃO D] Aumentando as fronteiras. Original

Vestimenta; Palavras: 608; O.B.J.: -

Respirar o ar fresco da periferia dava um prazer enorme. Aquele cheiro de carinho que transpassava toda e qualquer dificuldade e falsidade entre os irmãos de abrigo e briga era harmonioso ao meu olfato. Os braços esticavam-se para o lado enquanto buscava abraçar um mundo imaginário e ideológico que habitava somente em minha mente. "Pois bem, tão perto de casa..." As instruções passadas por Kuhn haviam sido claras e vinham à tona no alto daquela fábrica sentindo o ar rarefeito vagar pelas minhas vias aéreas. Tinha me enviado para a região norte visando o término rápido das tarefas e a proximidade de casa; poderia descansar bem, antes de entregar os resultados à ele. Ele que escutava constantemente minhas reclamações de como nossa periferia estava abandonada pela estrutura governamental do vilarejo havia movido as estruturas internas com as quais tinha contato para que eu fosse designado para as reforças de última hora naquela zona. Auxiliar nos calçamentos tudo bem, mas observar as tags feitas com tanto carinho sobre os muros abandonados me entristecia ao saber que iria embora não tão tarde.

-Olá Sayu. A senhora passou por mim e pelo maquinário empurrando seu carrinho de compras repleto de papelão. Eu, ao contrário dela, me envolvia em meio ao piche com uma pá em mãos que raspava as sobras que Kuri, o homem gordo e forte a minha frente deixava ao raspar o asfalto fresco moldando-o como uma pista lisa. O calor que emanava daquela substância negra oriunda do petróleo era insuportável; o suor pingava através de mim até o material. "Ser shinobi é trabalho escravo. Não tão longe estava o galpão que me servia de residência, a extensão asfaltada que fazíamos iria até lá e a única coisa que me motivava à continuar com aquilo era saber que aquelas redondezas teriam algum tipo de dignidade com uma parcela de participação minha. "Um dia poderei falar: Quando cheguei aqui, era tudo mato." Corria o risco de encontrar Uhtred no caminho, mesmo risco que ele zombasse da minha cara, porém, ele deveria estar traçando passos semelhantes senão piores.

-Acabamos aqui. Disse Kuri após um tapa consolador em minhas costas exaustas e curvada. -Kuhn disse que para quando eu terminasse fosse pintar alguns muros, isso me arrumaria um extra no quadro de missões. Ele carregado com seu sobrepeso deu de ombros. -Sei que precisa do dinheiro. Pode ir, eu e os rapazes terminamos de recolher o material. Sorri irônico mas agradecido lhe dando um leve soco no abdômen. -Obrigado Gordão.

O pincel subia. "Quanto tempo será que nós ainda temos?" Um trago no enrolado de cannabis. O pincel descia. "A vida tem sido boa demais para durar tanto tempo assim. A fumaça fugiu ao ar. A tinta fixava-se nitidamente, abraçada pela noite. "Quanto tempo ainda temos?" Meu corpo carregava as cicatrizes das torturas que essa jornada havia me subjugado; meu sorriso trazia consigo os traços das superações maiores que as falhas. Mais um trago. Prensei. O pincel subiu. Morar nas ruas, ser órfão, precisar viver de esmolas e roubos para sobreviver [...] A vida de fato começou a alavancar quando cruzei com Uhtred. Uma vastidão branca como o céu do dia mais cedo se erguia no infindável muro da fábrica já pintado. "Pelo menos essas missões estão servindo para que eu cuide de casa." Ter sido mandado para a zona norte do vilarejo, justamente no local onde morava parecia uma coincidência muito grande; grande demais para passar em branco por Kuhn. Imerso em pensamentos e naquele serviço constante mas terapêutico adentrei a madruga, partindo pela manhã, alterado o suficiente pelas ervas e com o serviço completo para apresentar os resultados ao mestre.

CH: 200/200; HP: 200/200; ST: 0/2

considerações:

Itens e afins:
[MISSÃO D] Aumentando as fronteiras. Dani10

Allen
Genin
Allen
Vilarejo Atual
[MISSÃO D] Aumentando as fronteiras. Dani10

Re: [MISSÃO D] Aumentando as fronteiras. - Publicado Qua 20 Nov 2019 - 18:37

@ - Recompensa máxima para cada uma. (10.000,00 Ryo's)