>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno

Erza
Genin
Erza
Vilarejo Atual
Ícone : [FILLER] - A nova etapa no treinamento Asami-sato-40a725ea-2f50-4573-a298-4393288c70a-resize-750

https://www.narutorpgakatsuki.net/t69301-ficha-de-personagem-saori-miyamizu https://www.narutorpgakatsuki.net/t69331-gf-saori-miyamizu

[FILLER] - A nova etapa no treinamento - 13/11/2019, 14:10



Informações:

Filler para ganhar +100 pontos de Chakra e a qualidade Conhecimento Anatômico (1).
Palavras necessárias: 1400
Palavras escritas: 1476

Conhecimento Anatômico (1)
Tipo: Treinável.
Descrição: Alguns personagens estudam muito e com isso aprendem toda a noção anatômica de humanos e animais com perfeição, podendo atingir qualquer ponto vital ou não facilmente.
Bonificações: Compreensão de anatomia humana.

I - Prólogo.

O inverno em Kumogakure estava fazendo mal para o cabelo de Saori, e isso a incomodava muito mais do que devia. O sol se escondia atrás das nuvens pesadas e escuras, aparecendo raramente. A jovem Genin voltava do mercado com um enorme saco de papelão carregando de variados tipos de ingredientes para preparar o almoço, visto que ambos seus pais encontravam-se trabalhando. Felizmente, o turno de seu pai no hospital da vila acabava ao meio dia e ele voltaria para casa para dar continuidade no treinamento da filha. A cada dia a Miyamizu aprendia mais e mais sobre o corpo humano e seus sistemas pois queria um dia poder se tornar uma ninja médica tão boa quanto seu pai. Tinha acostumado-se a ler livros e pergaminhos com conhecimentos anatômicos e anotar toda e qualquer informação que podia obter sobre o corpo humano e de algumas espécies de animais, ainda se abismava quando lidava com questões em que as duas anatomias eram tão parecidas mas e ao mesmo tempo tão diferentes.

Trajando seu costumeiro avental a jovem de cabelos escarlate cantarolava pela cozinha de sua casa enquanto preparava o almoço para dois, ela e seu pai. A mãe, Yumi havia saído em uma missão de espionagem fora da aldeia ha alguns dias e até o momento não havia voltado, mas não havia nada a se preocupar, havia? Saori se forçava a acreditar que não. Isso já aconteceu outras vezes, mas sua mãe era muito habilidosa para ser pega ou algo pior. "Ela vai voltar logo", pensava consigo mesma toda vez que a risada ou os cabelos ruivos e esvoaçantes de Yumi lhe vinham à memória.

O devaneio da garota foi finalizado graças a um estalo alto da porta de correr batendo no canto quanto seu pai chegou em casa exatamente à meio dia e vinte e oito.  — Tadaima!  — Exclamou alto enquanto tirava os sapatos na entrada. Saori respondeu, terminando de cortar alguns legumes para o almoço. Kagayaki deixou a mochila sobre a mesa e depositou um beijo na testa da filha que retribuiu o afeto com um sorriso sincero. — Estou terminando, se quiser colocar a mesa...  — Sugeriu enquanto finalizava seu trabalho. Poucos minutos o almoço estava servido e, logo, os dois encheram a barriga. — Ah... Você está ficando cada vez melhor na cozinha. — Elogiou, o médico, abrindo o botão de sua calça para dar mais espaço à barriga extremamente cheia. — Obrigada. — Saori sorriu. Amava ser elogiada, ainda mais por seus pais. — Nem vai fechando esse olho não, você prometeu que continuaríamos nosso treinamento! — Agarrou o braço do mais velho e o arrastou para a sala.

II - Prova

Depois de uma longa conversa sobre o que decidiriam do treinamento a partir daquele momento, os dois chegaram à seguinte decisão: Saori faria uma prova teórica ministrada por seu pai, caso fosse aprovada eles seguiriam para a próxima etapa do treinamento que é a parte prática onde ela tentaria conjurar seu chakra de modo passivo afim de curar algum ferimento. Depois de muito reclamar é claro que a mais nova concordou, afinal não havia nada que podia fazer a respeito. Seu pai era seu mestre e ela devia fazer o que ele queria se quisesse continuar o treinamento. A prova, marcaram, no dia seguinte. Ao meio dia, assim que chegasse do trabalho Kagayaki faria uma série de perguntas orais à Saori e avaliaria seu desempenho e conhecimento adquirido nesses meses de estudo de anatomia.

A genin passou a noite em claro, estudando, revisando, lendo o máximo de conteúdo que podia ler e os assuntos que julgava serem mais importantes de se conhecer, como: sistema vascular e nervoso. Deixou o sistema ósseo de fora de sua revisão, imaginando que devia se aprofundar neste apenas quando já fosse uma Iryonin graduada, visto que fraturas são ferimentos mais difíceis de serem curados durante missões ou batalhas. A princípio, ficou no básico e deu um foco especial na teoria ninja de regeneração celular, a base de quase todos os iryoninjutsus conhecidos. A noite passou muito mais rápido do que ela gostaria e, quando se deu conta, acordou pela manhã. Esteve tão cansada que não percebeu quando caiu no sono em cima de sua escrivaninha. Sabia de duas coisas: primeiro, deu um mal jeito na musculatura do pescoço por dormir naquela posição; segundo, havia estudado o suficiente e se daria bem naquela prova. Assim esperava. Como dito, ao meio dia Kagayaki chegou em casa. Saori o esperou com o almoço pronto, sentada no sofá da sala para não permitir que ele fosse comer antes de aplicar-lhe a prova.  — Estou pronta! — Pediu para que o teste se iniciasse.

As perguntas foram das mais diversas e, como esperado, não havia muita coisa sobre sistema ósseo. Nomes de músculos, estruturas de fibras, funções de órgãos, potencial de ação, biologia celular e regeneração, esses foram os tópicos das perguntas e a ruivinha gabaritou. Cem por cento de acerto, nenhum erro. — Impressionante! Eu não poderia estar mais orgulhoso. — Disse Kagayaki enquanto tratava a torção no pescoço de sua filha. — Agora podemos começar o treinamento prático. — Finalizou. Com um gritinho de alegria, Saori saltou do sofá de punho levantado, comemorando a pequena vitória.

III - Gerando e mantendo

A nova fase de seu treinamento era o controle de chakra, coisa que não teria dificuldades, imaginou. Depois de sua prova a genin recebeu uma aula sobre a importância do controle de chakra e como a mínima oscilação do fluxo podia afetar a eficácia de todos os ninjutsus, especialmente os de cura. Todos os iryonin precisavam ser dotados de extremo controle e concentração para conseguir pensar e realizar suas obrigações como ninja médico em um esquadrão. Sabendo que sua filha sempre possuiu um excepcional controle de suas reservas de chakra, Kagayaki a levou para um campo de treinamento para lhe dificultar um pouco mais no que dis respeito a essa parte do treinamento.

Ao entardecer os dois membros da família Miyamizu se encontravam em uma área plana e gramada, coberta por neve em alguns locais. Havia poucas árvores e muitas rochas espalhadas pelo ambiente. — Eu preciso que você se concentre e consiga gerar e manter o fluxo de chakra contínuo e calmo enquanto te ataco. — O homem explicou como funcionaria essa parte do treino e a ruiva apenas assentiu e saltou para trás, aterrissando a cerca de dez metros dele. — Pode começar — Mal fechou a boca e foi atingida por uma lufada de vento lançada por seu pai, um jutsu não muito forte e conhecido por ela, aparentemente ele não pegaria leve.

O combinado era que ela não lançasse jutsus ofensivos e muito menos genjutsus que eram sua especialidade. Saori devia evitar ser atacada e concentrar seu chakra nas palmas sa mãos de forma calma e pacífica. "Se não posso ficar parada, vou fazer isso correndo." No segundo seguinte a ruiva começou correr o mais rápido que podia, descrevendo círculos de largo diâmetro ao redor de seu progenitor, hora ou outra fazia um selo de mãos, tentando não perder a concentração. Estava indo bem enquanto Kagayaki lançava apenas lufadas de vento contra si; o problema começou quando ele começou ataca-la com kunais e shurikens, aquilo sim iria a ferir se acertasse. A cada lâmina lançada a ruiva perdia a concentração para desviar e o chakra concentrado em suas mãos se esvaía.

Todo esse processo continuou por minutos até que Saori estava esgotada, quase sem chakra. Não adiantava, por mais que tentasse ela não conseguia se manter concentrada em infundir chakra enquanto estava focada em não ser atingida e nem ferida pelas centenas de armas que eram lançadas contra seu corpo. Ainda assim não queria parar por nada. Continuou tentando desviar e tentar ter êxito naquela fase de seu treinamento, não podia desistir assim de cara. Tudo bem, era seu primeiro dia nessa nova fase, mas ela tinha que dar tudo de si. Tinha que forçar até o limite. A cada minuto que se passava a jovem genin ficava mais lenta, mais cansada, e aparentava menos habilidosa. Seu pai teve que diminuir a quantidade de ataques lançados para acompanhar sua exaustão.

— Eu... Não... Vou... Parar... — Dizia, ofegante, seu chakra quase todo havia esvaído de sua rede. — Eu não vou parar! — Gritou alto, tentando focalizar o chakra que já era quase inexistente, até que, por fim, desmaiou. Seu corpo caiu sobre a grama e rolou por alguns metros. Kagayaki correu a seu socorro e viu que havia alguns arranhões espalhados por seu rosto, braços e joelhos. — Você precisa aprender qual é o seu limite. — Disse o moreno enquanto curava os pequenos ferimentos da filha desmaiada. Assim que terminou o homem levantou com Saori nos braços e voltou para casa. Sabia que ela iria demorar algumas horas para recuperar todo o chakra perdido, só acordaria no dia seguinte e pediria pra continuar o treinamento na mesma intensidade. Era uma garota persistente.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [FILLER] - A nova etapa no treinamento - 13/11/2019, 16:26

@
-


Edição de Aniversario por Shion e Senko.