:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Filler] O Dançarino Silencioso.  789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

Zeitgeist
Zeitgeist
Vilarejo Atual
[Filler] O Dançarino Silencioso.  789e0fc5dd4eb4bd8dab8250ccf4dcaf

[Filler] O Dançarino Silencioso. - Publicado 21/10/2019, 06:18

Abaixo do teto das construções silenciosas da nova Nação do Som as devidas formalidades de uma nova sociedade eram desenvolvidas. Após as respectivas apresentações necessárias, o homem que estava disposto a erguer um novo império se sentava sobre o trono de pedra que fora tomado por suas mãos sujas de sangue. Apesar dos meios, os fins já haviam sido justificados. Os homens ali presentes estavam cientes disso e a pequena população do vilarejo deveria ser informada. Não haveria tirania. Os camponeses teriam fiel apoio econômico em seu trabalho, tal como proteção de suas terras, os impostos cobrados seriam diminuídos a quase zero e o estado criado se ergueria a partir do trabalho árduo dos próprios soldados ali presentes, pelo trabalho individual. O que L pedia era o apoio da população em caso de guerra, através da alimentação produzida, nesse caso, ele lhes daria abrigo e a oportunidade de se refugiarem em locais protegidos pelo estado. Em tempos de paz, a comida comercializada dentro do vilarejo deveria ser cinquenta percentual mais barata do que o valor vendido nas exportações para outros locais, favorecendo assim a alimentação dos soldados. No caso de alguma incoerência em suas palavras, quaisquer duvida ou sugestão deveria ser passada para seus homens e assim ele poderia resolver da melhor maneira os problemas. Fora tudo que tinha a dizer naquela reunião. Enviou três homens até o vilarejo com as notícias passadas, deixando-lhes a missão principal de dar à população a segurança de que todos teriam apoio total em suas opiniões, desde que estivessem a favor do erguimento dessa nova nação, assim teriam direito de opinar. Caso contrário, teriam suas terras tomadas e seriam expulsos dali.

[...]

Ao fim de suas palavras, L se ergueu do trono, andando em direção a saída do salão. Sob o som dos seus passos que ecoavam pelo salão extenso, chamou um dos homens, dotado de conhecimentos científicos.  — Anakin.  — Como sempre era calmo e suave em seu modo de pronunciar suas palavras, apesar dos homens já terem percebido que pudesse ser feroz. O homem se ergueu, olhando-o.  — Sim, senhor.  — Se aproximou devagar.  — Me acompanhe, por favor. O resto de vocês pode fazer a ronda pelos arredores.  — Os homens acenaram positivamente e Anakin o acompanhou.

Anakin e L caminharam até um laboratório nos corredores nas estruturas da construção. L adentrou o local e sentou-se sobre uma maca, retirando seu manto e sua roupa superior, enquanto falava.  — Você tem algum conhecimento sobre linhagens sanguíneas?  — Perguntou, enquanto desabotoava sua camisa e a retirava logo em seguida. Anakin o olhou de maneira firme, era um homem sério.  — Sim, senhor, creio que o suficiente para ajuda-lo no que precisar.  — L então terminou de retirar suas roupas superiores, mostrando seu corpo tonificado.  — Ótimo. No passado, fim um pacto com um deus chamado Jashin, prometendo-me a imortalidade, mas não sei se realmente acredito em tal tipo de coisa. Poderia examinar meu corpo? Creio que tenha percebido a facilidade com que ele se regenera.  — Anakin, sorriu levemente, acenando positivamente.  — Logicamente.  — Ele pegou o bisturi e se aproximou dos ombros de L.  — Posso?  — Perguntou. L olhava para o chão.  — Faça o que tiver que fazer.  — Anakin acenou positivamente mais uma vez, fazendo um pequeno corte no ombro de L, retirando uma pequena quantidade de sangue do mesmo e deixando gotejar em uma pequena ampola. Uma substancia desconhecida fora misturada ao sangue fazendo-o coagular rapidamente, sendo colocada em uma espécie de equipamento de aquecimento.  — Esse método pode me dizer se seu sangue possui alguma linhagem avançada, mas como nossos dados são escassos, terei de fazer mais exames pra saber melhor do que se trata.  — Disse, Anakin, sentando-se à mesa frente ao equipamento, enquanto anotava algumas linhas que saiam em uma folha.  — Aqui está, realmente, há uma diferença grande do seu dna para o dna comum. Precisarei de mais sangue.  — Quando se aproximou, o machucado já havia se fechado.  Mas era irrelevante, ele precisava do liquido vindo da sua medula óssea.  — Dessa vez precisarei da sua medula óssea. Pode virar de costas, por favor?  — Pediu e L o fez sem questionar. Anakin pegou uma seringa com uma grande agulha, tocando-lhe os ossos, de súbito já percebeu uma diferença grotesca na espessura da medula. Quando tentou perfurar a agulha se quebrou.  — Desculpe, seu ossos parecem ser mais espessos que os que eu já vi.  — Anakin então pegou um bisturi e se abaixou, sem falar nada, tocando suas costas para sentir as vertebras da coluna, cortou então horizontalmente próximo a vertebra necessária, o mais profundo possível.  — Desculpe, foi necessário.  — L sorriu levemente, murmurando baixo.  — Tudo bem.  — Ele estava tranquilo, apesar de algumas dores que sentia com os procedimentos. Anakin enfiou a agulha pela articulação da vertebra e dessa vez conseguiu puxar um pouco de liquido. Tudo bem, creio que seu corpo irá se regenerar rapidamente, caso contrário, daremos alguns pontos. Espirrou o liquido dentro de uma segunda ampola esterilizada e adicionou álcool junto a substancia, desidratando-a. Colocou então dentro de um equipamento de observação e percebeu que o liquido começava a se recompor ao estado normal. Durante a observação ele tentou explanar o que via. — O liquido está se recompondo em uma velocidade impressionante. Apesar do estado de desidratação, o álcool parece não ter tido o efeito que normalmente ocorre nas pessoas comuns. — Ele parou de observar e se virou pra L, com a cadeira. — É como eu pensei. Inicialmente achei que fossem seus glóbulos sanguíneos que tivessem a habilidade de se recompor com facilidade, porém, apesar de pensar isso, o sangue continua em estado coagulado, ou seja, ele não mudou de estado desde que foi misturado a substancia que adicionei na ampola. — Disse ele mostrando a ampola onde estava o sangue. Em seguida, continuou. L o olhava atentamente. — Pensei em fazer o teste através da sua medula pra ter uma segunda experiência, mas logo percebi que seus ossos apresentam uma espessura totalmente diferente da vista em quaisquer pessoa que eu já tenha examinado. O liquido da sua medula óssea se regenerou em poucos instantes após a adição da substancia e voltou ao estado normal, apesar de estar fora do seu corpo, o que mostra que não é apenas seu metabolismo. É bem provável que seus osteoblastos e osteoclastos se regenerem com facilidade e até mesmo sejam capazes de crescer além do esperado. — Anakin respirou fundo, tossindo antes de continuar. — Senhor, não posso dar-lhe certeza alguma, já que as informações que tenho aqui são escassas, como disse anteriormente. Mas já ouvi falar de uma linhagem capaz disso e provavelmente o senhor tenha a mesma capacidade. —  

L se levantou da maca e se virou para colocar sua camisa e manto. Anakin pode perceber que suas costas estavam curadas. L apenas colocou as mangas da camisa, mas não a fechou, colocando o manto sobre o ombro, caminhou até o lado de Anakin. — Agradeço pelas informações, Anakin. Seus conhecimentos me trouxeram clareza ao mundo mais uma vez. — Tocou-lhe o ombro, olhando-o nos olhos. Anakin sorriu levemente, esperando até que L deixasse o laboratório, mas acabou por interrompe-lo um pouco antes de chegar ao corredor. — Senhor? —  Perguntou, se virando. —  Sim? —  Respondeu, L, parando e se virando levemente, de lado. — Posso fazer-lhe uma pergunta um pouco pessoal? — Pediu, antes que continuasse. — Sim, Anakin. — Respondeu, o renegado e agora líder da Nação do Som. —  Que tipo de pesquisa o senhor está fazendo? —  Perguntou, enfim, colocando a mão fechada frente a boca, como se estivesse receoso de perguntar. L deu-lhe um leve sorriso antes de responder e respirou fundo, fechando os olhos. — Ótima pergunta. —  Seus olhos se abriram novamente, dessa vez olharam para Anakin. — Talvez seja isso que eu esteja procurando, Anakin. A verdade. — Respondeu de forma mansa. Os olhos de Anakin pareceram surpresos, ao mesmo tempo que brilharam. Talvez estivesse diante ao homem certo, pois era o que procurava, a verdade. L deixou a sala e Anakin sussurrou. — Obrigado, senhor. — De longe a voz de L ecoou os corredores. — Eu que agradeço, Anakin. — Dessa vez sua voz era firme, vinda de longe. Anakin então sorriu, como a muito tempo não fazia.

[...]

L fora para o lado de fora do templo, onde esperou a chegada dos homens enviados ao vilarejo. De certo modo, ao mesmo tempo que se sentia tolo, podia sentir uma liberdade tomar sua mente diante as informações que lhe foram passadas por Anakin. Em momento algum havia se questionado a cerca de seu passado e a partir do momento em que pensou no futuro, isso veio a tona. Tornou-se então capaz de enxergar o presente. Fora então que ouviu, o som de passos se aproximarem de vagar, eram os três homens voltando do vilarejo de Otogakure, a nova Nação do Som. — Então? — Perguntou, L. Um deles se aproximou. — Todos moradores aceitaram de prontidão os termos propostos pelo senhor, deixando claro que estão dispostos a ajudar no crescimento da nova Nação. — Falou o homem, com tom determinado e sem qualquer tremulação na voz. L sorriu levemente e caminhou rumo ao oeste. — Ótimo, a partir de hoje, nossa prioridade é a segurança e evolução da nação. — Após alguns metros de caminhada, chamou dois homens. — Roku, Hishiki, vamos até o abandonado dojo. Reabriremos as portas. — Os homens então lhe responderam em uníssono. — Sim. — Seguindo-o em direção ao local.

XXXX HP
1000 CH

ST: 02/05

Considerações:

OUTROS:

Bolsa de armas 05/70:

_______________________

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler] O Dançarino Silencioso. - Publicado 21/10/2019, 11:17

@

Resposta Rápida

Área para respostas curtas