>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 69DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera
Últimos assuntos

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[SOLO] Superação - em 9/9/2019, 17:32

Um arranhão no rosto e um chute na altura do seu abdômen foi o suficiente para fazer percorrer alguns metros de distância pelo terreno áspero em que estavam o jovem de cabelos brancos e seu irmão. – AARRGH! – Não só a dor física estava presente, mas o seu psicológico estava fortemente abalado.

Estavam tão próximos de conquistar aquela missão, mas ao mesmo tempo, para o jovem membro do clã Fuma, havia um abismo o separando da vitória. O seu defeito insegurança havia desencadeado nele uma forte crise em meio ao estágio avançado em que estavam. – E-e-stá ali. – Balbuciava com as pernas trêmulas e o corpo sem resposta. – Droga, porque eu não consigo me mover? Mova-se idiota – Por mais perto que estivesse de alcançar o seu objetivo, mais difícil acabava se tornando. O antagonista que estavam enfrentando havia feito um comentário a respeito de sua fraqueza e resultado do porque ele não conseguiu salvar sua mãe e ter servido como um escravo na maior parte de sua vida.

– Same-aniki, estou logo atrás de você. – Dizia em alto e bom som para o seu irmão, recuando em qualquer possibilidade de investida que a sua inteligência aguçada o trazia segundo após segundo. Não queria demonstrar um sinal de fraqueza, mas tinha certeza que havia chegado ao seu limite e não conseguiria mais colaborar para a conclusão da missão. Estava totalmente a mercê do seu irmão. – Merda, eu não vou me perdoar por isso. – Resmungava em um tom quase que inaudível visivelmente descontente e contrariado com sua ação.

HP: 850/850 CH: 850/850 ST: 05/05

Considerações:

Objetivo: RP para a superação do Defeito Insegurança (2), adotando o novo Sistema de Solos
Contador de Sorte: 2 pontos
Redutor: Nenhum

Jutsus Usados:

Bolsa de Armas escreveu:[Quantidade]x Item [Espaço]
[2]x Kunai [2]
[3]x Shuriken [3]
[1]x Fuma Shuriken [4]
[2]x Senbon [1]
[4]x Kibaku Fuuda [1]
[25]x Makibishi [5]
[2]x Hikaridama [2]
[10 metros]x Fios [2]
-


Layout por @Akeido Themes, @Loola Resources e Naru.