>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 10:
RemanescentesAno: 69DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera
Últimos assuntos

iroet
Genin
iroet
Vilarejo Atual
Ícone : treino de velocidade e ninjutsu 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t68243-abe-kurita-ficha-de?nid=1#508002

treino de velocidade e ninjutsu - em Qua 21 Ago - 19:47

Não conseguia me lembrar de minha família. Os rostos deles já haviam desaparecido de minha memória. Isso era ocorrente na vida de um ninja. Muitos tinham partido do mesmo jeito tentando salvar pessoas que talvez nem se quer conheciam. Eu me orgulhava desse caminho, esperando que um dia pudesse morrer por algo tão nobre quanto. Por esse e mais alguns motivos, caminhava para mais um dia de treinamento.

Lento, muito lento. Meus superiores sempre reclamaram de eu ser uma pessoa devagar, pois nunca conseguia alcança-los nas missões e treinos, sempre atrasando-os. Isso era uma coisa que realmente estava me deixando puto. Não que me importasse com eles, quero mais que se explodam. Odiava o fato de ser julgado como inferior, e isso tinha que ser mudado. Era por isso que eu estava correndo, as quatro horas da manhã, num sábado.

Suor escorria de mim, pois mesmo que fizesse frio, calor irrompia meu corpo. Estava na terceira volta, já havia percorrido duas vezes todo o perímetro envolta do bairro e estava terminando este último. Meus números não estavam nem um pouco bons, a maioria da minha antiga turma teria terminado na metade do tempo que eu havia levado, ou antes ainda. Não tinha fôlego o suficiente nem para correr cinco voltas sem parar para descansar, apenas cinco voltas. Jamais conseguiria perseguir um inimigo, ou até mesmo fugir dele se continuasse assim. Teria que treinar muito mais.

Depois de descansar alguns minutos, beber um pouco de água e esticar novamente meus braços e pernas, voltei a correr. Duas, três....dez...quinze...vinte voltas, e eu ainda não havia conseguido diminuir sequer vinte segundos em meu tempo. Caí no chão de cansaço, meu corpo tremia e doía em todos os cantos. Não era de mim desistir, mas eu começava a considerar isso.

— Por que é tão difícil tornar-se forte? — interroguei-me. Tinha esperança de que um dia acordaria diferente, mais forte e rápido. Como dizem mesmo? Da noite pro dia. Seria tão simples. Mas se fosse realmente assim, todos tornar-se-iam fortes sem merecimento algum. Não, era preciso esforço e muito treino para o avanço nesse mundo. Se quisesse me tornar alguém mais poderoso, teria de continuar perseverando. Então eu continuei, corri como se minha vida dependesse daquilo, afinal, talvez um dia ela realmente dependesse. Não me importei com os tombos que levei ou com os machucados que tive ao cair. Mesmo que meus joelhos e pés sangrassem, prossegui com meu treinamento. Voltei para casa quando não aguentava mais. Decidi dormir um pouco e voltar na manhã seguinte para começar outro tipo de treinamento.

O campo ao qual cheguei estava vazio. O que acho excelente, pois não gosto de ser observado enquanto treino. Na verdade, não gosto de ser observado em momento nenhum. Parece que estão me julgando quando fazem isso, o que odeio com todas as minhas forças.

De toda forma, como estou sozinho, comecei imediatamente o meu treino. Respirei fundo e me concentrei, o que me fez sentir o chakra circular por meu corpo. Juntei minhas mãos e aumentei o fluxo de chakra presente em mim, em seguida uma fumaça dissipou ao meu redor, vindo junta de dois bunshins meus.

Eles não demoraram para desaparecer, pelo jeito eu não tinha tanto controle de tal jutsu. Refiz o preparo, aumentei o fluxo de chakra e com os selos necessários criei mais dois bunshins, então tentei fazer que eles durassem mais tempo que os outros. Contei os segundos que eles ficaram a mais que a tentativa anterior, o que não passou de meio minuto.

Fiquei frustado com isso, como não consigo manter dois bunshins por mais de dois minutos? Eu lembro que conseguia fazer isso quando estava na treinando com meus pais.

Droga, eu realmente estou decaindo. Mas, não vou me deixar abater por causa disso, irei melhorar não importa o que tenha de fazer. Assim, pela terceira vez, refiz os passos do jutsu e criei mais duas réplicas minha. E, finalmente, mesmo depois de cinco, dez, quinze....trinta minutos, elas não se desfizeram.

Agora, eu dificultei um pouco mais o treino. Juntei novamente minhas mãos, aumentei o chakra e usei de novo o Bunshin no Jutsu. Dessa vez, ao invés de criar apenas dois clones, eu criei cinco deles. O que resultou num esforço bem maior para mante-los vivos.

Infelizmente, o tempo decaiu para a metade ao criar cinco clones. Eu só conseguia os manter durante quinze minutos, nada a mais. Isso ainda era pouco, por isso decidi que voltaria a tentar de novo.

Fiz, refiz e voltei a fazer. E, ainda assim, não consegui passar da marca dos quinze minutos. Sustentar cinco clones é muito mais difícil do que apenas dois. Assim, parei o que estava fazendo e me joguei no chão, precisava descansar.

[...]

Em meus sonhos eu flutuava, mas não no céu. Eu, na verdade, estava caindo em direção a minha morte. O chão via-se cada vez mais perto, logo estatelaria minha cara nele. Mas, no momento que isso estava para acontecer...eu acordei.

O sol brilhou intensamente, irradiando o seu calor direto em mim. Levantei grogue do chão, adormeci no campo de treinamento e nem me dei conta. Que vergonha. Mas, em compensação, recobrei um pouco de minha resistência. Tão logo voltei ao meu treinamento.

E, sim, eu consegui fazer os clones durarem mais do que quinze minutos, eles agora chegavam a passar o dobro do tempo vivos. Alcancei minha meta com o Bunshin no Jutsu, melhorando exponencialmente.

Assim, voltei para minha casa. Conquistei os meus objetivos neste dia, queria melhorar o meu ninjutsu e fiz isso. Meus clones básicos são perfeitos agora e duram muito mais tempo que antes. Talvez eles conseguissem enganar alguns olhos despercebidos.

Tomei um banho para que tirasse o suor e a sujeira de meu corpo, afinal, areia entrou por toda minha roupa ao adormecer no meio do campo de treinamento. Por fim, joguei-me em minha cama, lá voltaria a ficar mais uns dois dias até que voltasse a fazer alguma outra coisa.

HP: 475 CH: 675

Treino para conseguir 1 ponto em ninjutsu e 1 ponto em velocidade. Ganho mais um ponto em cada atributo pela meta do mês ter sido batida.

_______________________

help me
-
'Schrödinger
Líder de Yugakure | Kinkaku Butai | ANBU
'Schrödinger
Vilarejo Atual
Ícone : treino de velocidade e ninjutsu 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

https://www.narutorpgakatsuki.net/t63640-fp-schrodinger-1-5#456006 https://www.narutorpgakatsuki.net/t62242-g-ficha-schrodinger

Re: treino de velocidade e ninjutsu - em Qui 22 Ago - 17:12

@

_______________________

treino de velocidade e ninjutsu ?imw=512&imh=288&ima=fit&impolicy=Letterbox&imcolor=%23000000&letterbox=true
O sistema me usa e eu uso o sistema.
King Of The Dead - B.B
One Who Has Triumphed Over Adversity
-


Layout por @Akeido Themes, @Loola Resources e Naru.