Não é o único, mas simplesmente o melhor!
Naruto RPG
Akatsuki
A doce melodia dos ventos atravessando o deserto não era mais querida por absolutamente ninguém. Ele sabia muito bem disso, por mais que odiasse o fato. Concordava que sua vila estava morta há muitos anos, entendia que seu povo sofrera, e, mesmo assim, não entendia como. Parecia um absurdo sem precedentes como uma vila tão renomada como Sunagakure no Sato, organizador do primeiro Chunin Shiken mundial desde a formação das novas nações, havia sido destruída, afundada nos seus próprios desertos, graças a uma única entidade chamada Okina. Mas isso aconteceu. Muitas pessoas inocentes morreram, muitas fugiram, e os vastos desertos dentro de Kaze no Kuni tornaram-se morada de aldeias e mercenários, todos tentando sobreviver na jornada. Muitos ficavam nos arredores com esperança do retorno da gloriosa Sunagakure no Sato, outros porque não eram aceitos em outros lugares e, alguns ainda não tentavam, pois tinham idosos e doentes consigo. Um verdadeiro caos. A economia despencou; começaram os gastos com população, poucos impostos recebidos e mais gastos com mercenários contra outros mercenários. Acreditava que a iniciativa destrutiva de Okina não visava aquelas consequências, mas eram reais e ele precisava enfrentá-las.
Trama Atual:
Novo Horizonte
O Leilão de YamazakiOs líderes militares das três grandes nações ninja remanescentes se uniram em um leilão para auxiliar na reconstrução das capitais destruídas por Otsutsuki Okina. Em meio a lances de alto poder monetário, um homem misterioso surge com uma proposta ambiciosa para revolucionar o mundo shinobi.
Prelúdio da guerraAs três grandes vilas ninja sofrem com ataques. Os ninjas agora têm de lidar com criminosos da mais alta estirpe. Com a ausência da elite das vilas em função do leilão, é a hora de novos heróis nascerem e novas lendas serem contadas... ou um fim trágico recair sobre eles.
Estação: InvernoAno: 66DG


Treino - Ninshū

Treino - Ninshū em 25/7/2019, 02:12


Treino - Ninshū Japaogif8

OBJ.: +1p. em ninjutsu e +1p. em inteligência; Palavras: 1.440

A brisa suave do inverno em Iwagakure no Sato chocava-se contra o corpo do recém graduado ninja da vila, Aburame King. O jovem de cabelos descoloridos encontrava-se deitado sobre o telhado de seu pequeno apartamento, observando o céu nublado. Trajado com uma calça de moletom preta e um casaco de coloração rosa o genin perdia-se em pensamentos sobre seu passado e o quão difícil seria continuar lutando pelo nome de sua família buscando vinga-la dos homens mascarados e da vila que havia contratado ou ordenado os homens massacrarem toda sua família. Uma lagrima de saudade escorria sobre o rosto do jovem até ser eliminada ao esfregar uma das mãos na bochecha. Por você mãe, por você pai, por vocês familiares eu vou honra-los, vou honrar todos vocês. Jurava igual fazia todos os dias, abaixando o rosto enquanto exclamava baixo, suficiente para só ele escutar. Mais um dia se iniciava na vida do jovem, mais um dia em que ele buscaria aprimorar suas habilidades, que até então não passam de habilidades básicas. Descia do telhado e pendurando o peso do corpo por uma das mãos realizava um giro simples entrando pela janela do apartamento, mais precisamente a janela do quarto. O apartamento tratava-se de uma moradia simples, bem simples. Um quarto, um banheiro no corredor e mais dois cômodos, uma pequena sala contendo um sofá de três lugares e uma cozinha com os móveis necessários, nada mais que o necessário. Desde que refugiou-se em Iwa foi nesse apartamento que King cresceu e o apego do ninja com sua moradia era notável em como buscava deixar tudo bem organizado.

Fitando o quarto por completo um livro chamava-o a atenção. Finalmente terei tempo de ler sobre o que se trata esse livro. Sorria pegando-o pela lateral na tentativa de analisar a média de folhas que possuía. ''Divisão do Inconsciente (無意識の部分).'' É um nome excelente. Acho que o senhor Takato acertou em cheio sobre o tipo de livros que eu gosto. Ele me disse que esse livro explicaria um pouco sobre como funciona a divisão do inconsciente, propondo uma estrutura particular. Talvez ajude a entender como funciona os pensamentos mundanos e como posso tirar proveito disso sobre como lidar com o meu próprio consciente e subconsciente. O jovem pensava consigo mesmo folheando aos poucos o livro, lendo com atenção toda a experiencia que o autor passava com suas palavras. O autor procurava remeter o consciente e o subconsciente a imagem de um iceberg, aonde o mesmo possuía três camadas. O consciente representava a parte clara (a parte que fica a mostra do iceberg), e o inconsciente corresponde à parte não visível, ou seja, à parte submersa do iceberg. Conforme lia sobre, mais aprofundado no assunto e concentrado ficava, chegando ao ponto de que horas pareciam passar em um piscar de olhos. A leitura facilitada deixava a experiencia ainda melhor.

Finalmente King terminava sua leitura, aonde conseguia um conhecimento vasto sobre o subconsciente humano. A passos lentos e com o livro em mãos caminhava na direção da cozinha. O jovem não perdia tempo e começava preparar um café pegando o pó no armário e passando o mesmo. Dez minutos foram o suficiente para que o café ficasse pronto. Com a caneca em mãos, King enchia-a quase até a boca, dando um gole em seguida. Amargo do jeito que eu gosto. Vociferava retirando com a outra mão o maço de cigarro que antes estava no bolso da calça. Retirava um tabaco de forma rápida, acendendo-o em seguida. A combinação perfeita. Gargalhava pensando em como passar o resto do tempo que faltava para o dia acabar. Havia tirado o dia para descansar e adquirir mais conhecimento, o que já havia feito em meio dia. Acho que vou devolver o livro pro senhor Takato e quem sabe não acabo encontrando com a filha dele. Seria perfeito. Imaginava a situação intercalando entre goles no café e tragos no cigarro.

Utilizando sua roupa preferida, King saia do apartamento rumando a passos lentos na direção central da vila, aonde o senhor Takato possuía uma churrascaria tradicional da vila. Sua filha, Kay, vivia entre ajudar seu pai e fazer seus afazeres como uma Kunoichi. King apesar de não expressar seus sentimentos é apaixonado por Kay, sendo que ela possui sentimentos confusos por ele. Apesar do frio hoje o centro esta bem movimentado. Será que ta acontecendo algum evento? Pensava enquanto caminhava e observava o fluxo da multidão. Pareciam formigas alienadas. A faixada do restaurante podia ser vista de longe, afinal, ela chamava bastante atenção. Licença. Dizia dando duas batidas na porta, abrindo-a em seguida. O restaurante encontrava-se fechado o que já era de se esperar, afinal, só funcionava pro jantar. Takato, o homem de aproximadamente cinquenta anos que se encontrava atrás do balcão principal fitava King entrando no restaurante e logo recebia-o com um sorriso no rosto. Bom te ver aqui, King. Pelo que parece já terminou de ler o livro, certo? O homem apontava pra mão que o jovem segurava o livro. Sim, e aproveitei pra vim devolver, Takato. E quem sabe conversar sobre, trocar experiencias e afins. Devolvia o sorriso como forma de educação. Enquanto esboçava o sorriso, King buscava fitar todo o hall do restaurante na esperança ver a mulher por quem é apaixonado. Se esta procurando por Kay, ela esta lá nos fundos, jovem. Takato dizia depositando as duas mãos no balcão provocando um pequeno barulho. Na verdade, eu só vim entregar o livro, velhote. E claro, vim na esperança de quem sabe aprender um pouco de ninjutsu com você. Seria possível? Pedia com educação, aproximando-se enquanto esperava a resposta do velho, depositando o livro em cima do balcão perto das mãos de Takato. Tem certeza que não veio ver a Kay? O homem pausava para gargalhar botando as mãos sobre o livro. Bom, se é isso o que você quer, vamos lá. Tenho um tempo até abrir o restaurante. Vai ao campo de treinamento, te encontro lá em menos. King acatava as ordens, saindo do restaurante o mais rápido possível.

Já no campo de treinamento King encontrava-se escorando sobre uma árvore fumando mais um cigarro. Ao longe conseguia notar Takato vindo ao seu encontro e quando finalmente ficaram poucos metros de distância um do outro, Takato sorriu. Isso um dia vai te matar, jovem. Vociferava com sua voz rouca apontando pro cigarro na mão de seu pupilo e amigo. Só espero que não te mate antes de você e Kay se casarem. Takato sabia a forma certa de deixar King sem graça e mais uma vez fazia. Bom, vamos lá. Se você leu e entendeu o livro, sabe quanto o subconsciente de uma pessoa pode ser explorado com ilusões. Vou tentar de mostrar como, realizando uma simples ilusão em você, ok? O jovem consentia com a cabeça, sinal suficiente para que o velho expelisse uma pequena quantidade de energia a sua volta, que logo ia de encontro ao jovem botando-o em uma ilusão. No mundo ilusório King se via cercado por homens armados e dois deles segurando Kay pelos braços. Botavam-a ajoelhada na frente do jovem e antes mesmo que ele pudesse reagir uma espada ia de encontro a jugular de Kay, matando-a na hora. King permanecia parado, estático, afinal sabia que tratava-se de uma ilusão. Aos poucos os homens armados sumiam como fumaça e King se via de joelhos na frente de Takato. O jovem havia usada uma dissipação de genjutsu básica, interrompendo de forma rápida e simples a circulação de chakra. Essa ilusão foi pesada em, velhote. Eu entendi o quão forte pode ser uma ilusão e com isso preciso treinar mais ainda minha inteligência e formas diferentes de dissipar uma ilusão. Dizia enquanto apoiava um joelho no chão pegando impulso para levantar. Então você entendeu o quão forte é conhecer sobre o psicológico de uma pessoa? Com ilusões somos capazes de destruir todos os sonhos e esperança de alguém, jovem. Você tem que estar preparado, existem vários manipuladores de ilusões perdidos pelo mundo e cada um deles pode ser perigoso. Nas mãos certas, tudo é possível. Eu te vejo com um futuro brilhante e você sabe disso. Tossia entre uma fala e outra. Com o treino certo com certeza você vai conquistar seu objetivo maior, King, e eu torço muito por isso. Agora preciso ir, o restaurante abre em vinte minutos. Antes que King conseguisse despedir-se o homem sumia a sua frente. Já de pé e com mais um cigarro aceso, começou sua caminhada de volta pro apartamento. Pretenderia dormir depois do estres.

Ch; 200 l Hp; 200 l St; 0/2


Considerações: Como já dito, treino voltado em inteligência e ninjutsu, e com o mês do up os pontos ao invés de 1 tornam-se 2 para cada atributo. Sobre Takato e Kay, eles fazem parte importante da história de meu personagem e serão apresentados mais pra frente, principalmente em fillers. Creio eu não ter problema em utilizá-los. Não descontei status por ir pra casa e descansar. Talvez tenha ficado meio confuso a narração já que infelizmente fiz com pressa. Sorry.

Ch; 200 l Hp; 200 l St; 0/2

_______________________

Treino - Ninshū 435fc52d2bf70a622be55661c8b353b8
Coca
Treino - Ninshū 7df8a64292c2f07828a4071d6f1c435c

Coca
Nukenin A
https://www.narutorpgakatsuki.net/t68615-f-illusion-blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino - Ninshū em 25/7/2019, 02:20

@

_______________________

Treino - Ninshū Giphy
"Peace will never
be won with
violence."
Platão
Treino - Ninshū 2661940-cristiano-ronaldo-do-portugal-foi-elei-100x100-3

Platão
Chūnin
https://www.narutorpgakatsuki.net/t68509-fp#510628

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo



Você não pode responder aos tópicos neste fórum