Naruto RPG Akatsuki
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Bem-Vindo
Naruto rpgakatsuki
tópicos recentes
Inverno
O fim da guerra trouxe a paz, junto com a oportunidade das vilas prosperarem e crescerem. O Nascer do Sol se aproxima trazendo uma nova leva de Kages que querem expandir seu território. A primeira reunião dos Senhores Feudais está marcada, onde irão debater o futuro de Otogakure, atual colônia de Kumogakure e palco da última Grande Guerra.
11 DG
ShionFundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
AngeAnge, mais conhecida como Angell, é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
SenkoSenko, também jogador de RPG narrativo desde 2011, conheceu o Akatsuki em 2017, mas começou a jogar para valer em 2020, destacando-se pela sua prestatividade e suas habilidades em design e programação. É responsável por ajudar na criação de novos sistemas e regras além de fazer a manutenção do tema do fórum.
BlueJay#0529
BahkoBahko joga fóruns narrativos desde 2010. Após ficar muito tempo sem jogar, voltou em 2020 onde encontrou o Akatsuki. Desde então, vem auxiliando o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do fórum, é estudante de Engenharia Elétrica.
fransudo#7724
RavesJogador ativo desde 2020, Raves entrou pro Akatsuki RPG e desde então vem contribuindo para o engajamento interno do fórum. Atualmente, é o principal responsável pela organização geral, além da criação, revisão e adequação de regras e sistemas, auxiliando como pode nas demais áreas. Particularmente, é um grande apreciador de enredos e está constantemente pensando no futuro.
Revescream#5421

Ícone
Luxure
https://www.narutorpgakatsuki.net/t71736-f-hana-momoko https://www.narutorpgakatsuki.net/t71750-gf-hana-momoko
2 x Treino de databook
- Aquela… sinha, quem ela acha que é? Pegando chunin enquanto eu estava na academia, ela não pode ser menos… grr!

Para Luxure treinar era um saco, sempre foi, algo como o tédio de insistir em algo sem ver resultados palpáveis, parecia tão tediante. Mas ela sabia que sem isso não teria como provar-se e tampouco seria possível superar alguém se dedicando, como fazia Sayuri, então se empenhava também para não ficar ainda mais para trás.

Para a maioria dos ninjas escolheria algo simples, começaria por treinar e aquecer seu chakra e seu controle sobre ele. O que na academia foi-lhe descrito como ninjutsu. Mas, L. Power não era a maioria, pelo contrário tinha um corpo extremamente forte e ativo, mas, ainda que seu controle de chakra fosse excepcional não gostava daquilo. Não era divertido. Pular e socar algumas coisas parecia tão mais emocionante que sentar em uma rocha e meditar, que ela mal poderia descrever.

Em círculos e passos nervosos, bolava algum jeito menos chato que o método de seu sensei. E se? A garota pensou, se ao invés de sentar naquela rocha arredondada ao qual era levada para exercitar seu dom natural em aulas particulares anteriores em sua vida acadêmica, ela explodisse ela? Seu sensei certamente ficaria decepcionado, irritado talvez com métodos tão agressivos e ainda por destruir as suas memórias.

Não é como se L.P. Atsui desgostasse do homem, em verdade, se não fosse sua paciência com a aluna problemática que foi ela nem estaria ali como gennin. Era mais como um saudade de provocá-lo mesmo que fora tão recente sua deixa. Encosta suas mãos com um sorriso malicioso em sua face concentrando-se em sua então singela corrente de chakra. Pensando bem, aquele sorriso talvez fosse apenas sua expressão normal. Apesar do controle chamativo não tinha muitas reservas e por isso precisava treinar com cautela.

Acuidade e precisão, um controle que não demande muitas tentativas. Era chato ter de considerar isto, mas, para ela falhar muitas vezes representava o fim sem nada ganho e apenas exaustão para levar para a casa. Acumula seu chakra na ponta de suas mãos, com as palmas abertas e tocando a superfície da estrutura, fecha os olhos um instante e libera de forma intensa a energia buscando causa dano a rocha. Nada.

- Porra!

Não iria desistir de primeira, talvez, já até esperasse a falha, então tenta novamente. E novamente, e quando pela última vez uma gota de suor frio já descia por sua face, exausta, mais concentrada que nunca para não voltar de mãos abanando. Crec. Desta vez algo acontecia, uma pequena rachadura, pequena o bastante para não caber nem uma lagarta de verão, mas, talvez encontrara o caminho daquela manipulação.

- Porra! Porra! Caralha!

Bate o pé e parte irritada, não sem razão, mas, pois logo quando entende o princípio fica sem chakra para uma nova tentativa e precisa partir. Precisaria de uma noite longa de sono e voltaria novamente em outro momento que não aquele.

Um novo dia amanhece e a garota parte determinada para aquele mesmo local, com seu corpo recuperado e pronta para tentar novamente. Dá uns pulinhos, como se preparasse para algo mais agitado e até faz-se irônico quando apenas abaixa para tocar a rocha, estática. Novamente concentrando chakra através da palma de sua mão apoiada na rocha, mas, desta vez diferente de antes ela concentra-se em como aconteceu quando deu certo, em replicar a mesma execução de forma mais intensa.

Não dá certo, o som do estalar de línguas ecoa no ambiente com o vento úmido pela relva que balança os fios ouro róseos da jovem, olhando impaciente para a pedra. Talvez “intensidade” não fosse o problema. Coloca a mão imitando quando tinha pouco chakra e uma nova rachadura aparece, até maior que a de antes. Um novo estalar, mais animada, enquanto ela pensa algo. Eureka.

- Agora eu vou te fu* bem fundo suasinha.

Novamente colocando a mão, e percebendo que o problema era mais que por sua natureza de chakra e como o manipula a entrada tava sendo muito superficial, infunde o chakra fundo antes de expandir-lo como antes, para que ele não corra pela superfície e no lugar empurra as extremidades procurando causar uma ruptura interna e projetar para fora.

- Ae caralho!

O grito de euforia representa o sucesso de suas tentativas, a pedra é destruída com o ímpeto de seu chakra e pode sentir que o domina um pouco mais aquela vertente. Apesar de cansada, ainda assim se sente um tanto revigorada enquanto vai para a sua casa descansar. No próximo dia retornaria para sacramentar seu treino, agora de uma forma mais dinâmica.

Manhã, outro dia de treino que vai começar na mesma área. Três estalinhos breves de sua língua olhando para os fragmentos de rocha que estavam ali no chão, orgulhosa do seu feito e se propondo a ser mais ágil naquilo, usaria estes fragmentos espalhados em si para finalizar sua performance.

Como uma espécie de alternância rápida, o objetivo seria fazer uma atrás da outra com agilidade, replicando o que antes fez com a grande. A cada nova tentativa se tornava mais íntima, quase como tapas rápidos expandindo seu chakra no interior dos pequenos fragmentos, cada vez menores, terminando com quase poeiras. Isto pelo menos “limpava” a bagunça com as pedras. Deixando algo bem perto de um montinho.

- Me aguarde… eu ainda vou te fazer se sentir com a mesma in… digo, revolta que eu senti.

Exausta, mirando o céu em seus olhos a garota cochilava por ali mesmo, antes de finalmente acordar e partir.  


*923 palavras (2 x treino de atributo, espero ganhar 4 com o mês do up, acho que é assim que funciona neh?)
Data:

200/200 - 200/200 0/2
Mission:


Weapons:
Kunais: 5/5
Shuriken: 3/3
Hikaridama:3/3
Kemuridama: 2/2
Kibaku Fuda: 3/12
Fios de Aço: 2/10m
Makibishi: 2/10



Skills:


Fruto da noite densa
Sou uma vadia, sou uma amante

Sou uma criança, sou uma mãe

Sou uma pecadora, sou uma santa

Não sinto vergonha disso

Sou seu inferno, sou seu sonho

Não sou meio termo

Você sabe que não gostaria que fosse diferente





_______________________

[T] A loca desvairada (Possui linguagem explícita) 43597713
Luxure
Luxure
Chūnin
Vilarejo Atual
[T] A loca desvairada (Possui linguagem explícita) Ddimq210

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
@
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Luxure
https://www.narutorpgakatsuki.net/t71736-f-hana-momoko https://www.narutorpgakatsuki.net/t71750-gf-hana-momoko
Médicas também dão porrada


Os momentos de desespero haviam passado-se, Rose estava bem e parecendo um certo jonnin famoso, acho que foi kage também certo? Fios brancos e cicatriz no olho, apenas com alguns sintomas por isto como enjoos esporádicos, mas, recuperando-se e adaptando-se aos poucos. Aquele dia saiu do hospital apenas para acompanhar o que seria um treino da Garota que seguimos, Luxure, juntamente com sua mais nova instrutora. Aki tinha realmente se impressionado com o desempenho da garota nos eventos anteriores e adotou uma postura de auxiliar sua amiga a ensiná-la, entendendo também a razão de alguém como ela para estar acolhendo uma aluna.

Aquele dia ela ensinaria uma parte agressiva das coisas que ela aprendeu antes, um estilo de luta baseado em uma força avassaladora capaz de, nas mãos de suas usuárias mais experientes, criar mesmo ondas de choque massivas e devastadoras. Por hora a aprendiz teria o bastante para potencializar sua força já considerada bem alta para alguém de sua experiência. - Bem, não sei se sou boa professora como Rose, mas, de agora em diante vai aprender uma coisa chamada kongoken. Um nome jogado ao vento não tinha muito valor, era apenas quando a mulher saltava no ar e mergulhava, com seus cabelos esvoaçando e deixando evidente a marca em seu rosto, assim como uma cratera no chão onde seu punho afundava com violência causando um pequeno tremor a distância que ela estava; Só neste momento ela entenderia o que significa.

-Ca-caralho, que porra foi essa? Está dizendo que vai me ensinar a quebrar o chão? Nem mesmo uma das duas podia manter-se séria com a pergunta da jovem, rindo, mas por vergonha alheia mesmo. - Não, mas te ensinarei a ter força o bastante para isso. Dizia a mulher calmamente caminhando até a jovem e segurando seus punhos gentilmente. - Lembre-se da sensação de usar seu chakra para acelerar a regeneração do corpo ou amenizar a dor, mas concentre-se em um membro do seu corpo e procure fortalecer suas fibras musculares com seu próprio chakra.

Ela seria levada até uma área onde havia um grande rochedo, um especial que pudesse resistir bastante, afinal, mesmo sem aquilo L. Power já era considerada extremamente forte e algo leviano se partiria mesmo se ela errasse o controle correto de sua energia interna. Ali seria sua área de treino e ela logo começaria, soco atrás de soco, esquerda, direita, escutando o som dos pássaros e do vento além da conversa de Rose e Aki em suas costas. Elas realmente pareciam próximas, de mais talvez? Não dizia respeito a garota que continuava seu treino, sem sucesso, até que já era hora de partir e o sol se punha.

O fracasso não a faria desistir, nunca fez, ela voltou no dia seguinte mesmo que ambas não a tivesse vendo. Lembra-se das palavras de sua mentora e busca executar, simples e sem relutância, concentrando chakra e tentando desferir socos. O maior problema é mudar como o chakra se comporta, na maioria parece que ela está "curando" a rocha, emanando de forma errada. Mesmo assim não desiste, seus músculos já estão trêmulos e suor escorre por sua testa, em uma junção de exaustão e falta de chakra quando ela finalmente decide ir para casa descansar.

No outro dia Aki novamente está ali, para coordenar sua atividade e de forma apressada ela começa mesmo sem muita conversa. Ela sequer percebeu mas Aki não aprovou muito essa postura, olhando desconfortável em primeiro momento e depois puxando a garota para aconselhá-la. - Sabe, você me lembra muito Rose nisto. Perdendo a calma e não pensando direito, só partindo pra ação, assim como fez nessa missão. Eu quase a perdi, de novo. Você não sente que só está repetindo mais do mesmo? Luxure olhava meio sem entender, já que, até ali tinha funcionado perfeitamente. Era normal porém que as coisas fossem tornando-se cada vez mais difíceis por outro lado conforme ela avançasse, era por isso mesmo que desta vez ela precisaria ser mais atenta.

- Vamos de novo, desta vez perceba que você não deve deixar o chakra escapar, ele será como um combustível para sua ação. Ao mesmo tempo a mulher fazia um movimento leve no ar, mais como demostração, depois chegava a mão perto da rocha e dava uma espécie de peteleco que trincava toda área ao redor. - Viu, o movimento nem precisa em si ser forte, mas sim o seu controle de chakra e isto você sabe fazer muito bem, só precisa de uma boa execução.

Era um novo gás que a garota precisava, e, isto ela conseguiu naquele momento, ia animado novamente para perto do rochedo, tomando ar profundamente e preparando-se para tentar novamente os ataques com os punhos que vinha praticando. Aki desta vez estava perto, Rose não estava junto para distraí-la e ficarem flertando gratuitamente sem nem preocupar-se com a criança ouvindo. Mas, este assunto foge ao foco daquele som de estrondo, o punho da garota tocando a estrutura violentamente. Mas, apesar de ter mais impacto ainda faltava poder de fogo o bastante para ser satisfatório.

Ela preparava-se e, mais uma vez, executava outro soco contra a rocha. Sua mente visualizando sua corrente de chakra como um rio fluido, um géiser contido por uma tampa, direcionando tudo para extremidade de seus braços, punhos, canalizando e acumulando. O chakra não deveria escapar como quando curava, era uma espécie de autobuff, a ênfase era a si mesma e para isso, tinha de voltar ao princípio quando pensava em si mesma. Ou devia criar algo bonito como pensar em alguém para proteger? Não, não fazia seu estilo, era muito mais motivante pensar. Vamo fingir que essa pedra é a maninha, vou esmagar aquela carinha arrogante em fragmentos. Certamente era mais do seu feitio.

Movia seu braço como uma boxeadora, em frente, de baixo para cima, com uma sutil arqueação e girando seus punhos em 90 graus involuntariamente e sem nenhuma intenção por trás de tal, seu foco estava no chakra antes descrito, um pouco de ar escapa entre teus lábios e seus fios róseo dourados balançam com o movimento intenso, finalizando na rocha se partindo ao som explosivo do impacto que a fazia inclusive deslizar um pouco sobre o solo abrindo uma pequena fenda no chão do espaço aberto por sua translocação, ela não era completamente atravessada, espessa e dura como era, mas, para uma primeira boa aplicação impressionava.

Ela não pararia por isso é claro, precisava polir, memorizar como usaria aquela técnica dali em diante em suas batalhas. Respirava, afinal demandou tanto esforço e concentração que prendeu o ar depois do breve suspiro. Tomou algum ar e retornou as atividades com uma expressão dedicada. Aki sorriu, deu de ombros e sentou-se para assistir a sua aluna incrivelmente dedicada. Parecia como se uma guerra tivesse acontecendo ali com tantas explosões, por vezes, não somente socos como chutes surgiam. Luxure estava testando as possibilidades e se descobrindo dentro daquele estilo. Uma pequena sinuosidade já havia se formado no rochedo, quase como uma caverninha, aberta por seus golpes que já quase a transpassavam e Aki começava a pensar que não era boa ideia destruir aquela estrutura que poderia ser até histórica, mas, já era tarde de mais. Com um golpe da palma da mão o rochedo vinha ao chão e um gosto ruim ficou na boca da instrutora a tirou correndo dali, era melhor não levarem a culpa se alguém estivesse vindo.

- Isso foi bem intenso. Dizia Aki, recebendo de Luxure apenas um. - Legal neh. Era claro que ela mal podia conter a empolgação, afinal, ela tinha descoberto uma nova forma de lutar naquele momento.

*Tentativa de aprender "kongoken" e ultimo treino de databook(2 pontos) totalizando todos seis que posso
1259 palavras (300 Kongoken + 900 atributos = 1200 mínimos)[/size]
>> Vestindo <<
.
Data:

375/375 - 200/200 0/2
Mission:


Weapons:
Kunais: 5/5
Shuriken: 3/3
Hikaridama:3/3
Kemuridama: 2/2
Kibaku Fuda: 3/12
Fios de Aço: 2/10m
Makibishi: 2/10



Skills:


Fruto da noite densa
Sou uma vadia, sou uma amante

Sou uma criança, sou uma mãe

Sou uma pecadora, sou uma santa

Não sinto vergonha disso

Sou seu inferno, sou seu sonho

Não sou meio termo

Você sabe que não gostaria que fosse diferente





_______________________

[T] A loca desvairada (Possui linguagem explícita) 43597713
Luxure
Luxure
Chūnin
Vilarejo Atual
[T] A loca desvairada (Possui linguagem explícita) Ddimq210

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
'Schrödinger
https://www.narutorpgakatsuki.net/t63640-fp-schrodinger-1-5#456006 https://www.narutorpgakatsuki.net/t62242-g-ficha-schrodinger
@

_______________________

[T] A loca desvairada (Possui linguagem explícita) ?imw=512&imh=288&ima=fit&impolicy=Letterbox&imcolor=%23000000&letterbox=true
O sistema me usa e eu uso o sistema.
King Of The Dead - B.B
One Who Has Triumphed Over Adversity
'Schrödinger
'Schrödinger
Vilarejo Atual
[T] A loca desvairada (Possui linguagem explícita) 8e54bf24474c86b68496ba784ed7878a

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos