>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 71DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Verão

Blackfeather'
Genin
Blackfeather'
Vilarejo Atual
Ícone : [Filler] Sonho de uma noite de verão 100x100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72982-fp-amaterasu https://www.narutorpgakatsuki.net/t73004-gf-blackfeather#560002

[Filler] Sonho de uma noite de verão - em 6/7/2019, 22:23

[Filler] Sonho de uma noite de verão 126b0d10

Contos da academia
~1256 palavras


Asami-san é uma perdedora, dezesseis anos e ainda na academia! Eu com meus treze anos já me acho lixo, imagine ela?

— Ei Hiruko, você sabe que ela só começou a frequentar nossa escola no final do ano passado não é? E de qualquer forma, você não esperava que ela fosse gostar de você, né? Acredito que ela não goste nem dela! — o jovem riu, colocando a mão nos ombros do amigo tentando consolá-lo.

— O que foi Yuuhei, vai defender essa maluca agora? Não me diga que está apaixonado por ela também?

— Não diga isso ela pode...

Tarde de mais, a jovem Chinoike já estava junto aos dois rapazes, que conversavam atrás de uma colina situada a sul da academia de Kumo, escondida de tudo e todos.

Hiruko era um rapazote gordo, desajeitado e bastante atrasado em seus estudos, apesar de ser bom em shurikens e luta. Yuuhei ficou conhecido como um dos jovem mais promissores daquele ano da academia, com apenas dez anos já demonstrava domínio em quase todas as artes ninjas. Ambos tremeram, apesar de que Hiruko, para manter sua fama de valentão, ter se mantido completamente imóvel.

— Hiruko-chan, você é muito bisonho, não tem como eu achar você fofo, não, definitivamente você parece uma coisa... Como posso dizer, amorfa.

Manteve o dedo indicador direito sobre o queixo a medida que avaliava de cima em baixo Hiruko, que demonstrava uma reação de surpresa, desespero e terror. A menina abriu um sorriso que cortava quase todo seu rosto, a face assumiu um tom rubro enquanto os caninos ficavam visíveis a medida que abria a boca.

— Já você Yuu-chan, é o motivo das minhas paixões. — aproximou-se do jovem que corou, abaixando o rosto e tentando desviar o olhar o máximo que pôde.

— Tire as mãos dele sua louca!

Asami riu e voltou seu olhar para o gordo, o feio, o amorfo Hiruko.

— Está com ciúmes, Hi-ru-ko-chan? Ontem eu não era a pessoa que você sempre queria ter por perto? Patético! De todos as pessoas você vir até a mim...

Hiruko corou e sentiu lágrimas brotarem de seu rosto, as orelhas começaram a queimar com intensidade. Yuuhei olhou o desespero do amigo mas não conseguiu pronunciar uma palavra na frente de Asami, aquela que já havia ferido muitos dos seus colegas com uma técnica que todos desconheciam, mais temiam muito, o qual o garoto supunha ser manipulação (de Asami) e excesso de hormônios (dos alvos) o que, pela sua tenra idade, não lhe afetava tanto, por isso, mesmo que constrangido e com uma sensação de calor pelo corpo, não entendia o porquê do desconforto do amigo.

— Por favor, deixe-nos em paz! Pedimos desculpas pelo que ouviu, tentaremos recompensar de alguma forma. — o jovem inclinou num ângulo de quarenta e cinco graus.

— Não seja covarde Yuu-chan, covardia não é uma coisa fofa. — disse, segurando delicadamente o rosto do menino.

Mais uma vez estudante abaixou a cabeça tremendo de medo. Asami se aproximou do rosto de Hiruko e sussurrou nos ouvidos do menino, que sentia o hálito levemente adocicado da Chinoike.

— Devo confessar Hiru-chan que gosto dos grotescos apenas quando são corajosos e ambiciosos, que falam o que pensam sem medo dessa merda de ordem social, que matam e morrem, que alcançam a entropia! — a cada palavra que dizia sua voz saía mais alta, seu rosto parecia mais felino e selvagem, sua feição era cada vez mais lunática — Vamos seu pedaço de banha inútil, não quer que eu me apaixonei por você? Prove sua força derrotando o Yuu-chan!

Apontou para o garoto que olhava para o amigo tremendo.

— O que você está fazendo! Eu e Hiruko somos ami–

Foi interrompido por um soco no rosto, o impacto de tão forte havia lhe quebrado o nariz, o menino tremia ao sentir o sangue escorrendo, vendo a expressão felina e maliciosa da garota.

— Me diga Asami-san, agora é capaz de aceitar meus sentimentos?

— Eu... Não... Po-posso... Eu não consigo respirar... — agonizava Yuuhei.

— Pobre Hiru-chan, meu coração ainda não pode ser seu, Yuu-chan ainda é dono do meu amor!

A menina se aproximou do jovem caído, pôs o dedo indicador direito sobre a poça de sangue que se formava com o sangue jorrando do nariz quebrado e sugou a ponta do dedo exibindo uma feição de satisfação, tão desforme e demoníaca que poderia causa espanto até no mais corajoso dos homens.

— Yuuhei seu desgraçado!

Hiruko empurrou a Chinoike e a afastou de Yuuhei, o rapazote então se lançou sobre o amigo e se colocou a socar sua cabeça, foram mais de dez socos até que o que sobrou de rosto do amigo não fosse nada mais que uma massa uniforme, inumana e assustadora.

Hiruko chorava segurando parte daquela massa na mão, enquanto via o corpo de seu melhor amigo estirado, sem nem ao menos poder tido a chance de apresentar defesa. Lágrimas escorriam dos olhos do menino, agachado e com a face se virando para Chinoike.

— A-Asami... E então?

— Sinto muito Hiruko, mesmo assim ele ainda é mais bonito que você, além disso, não posso me juntar com um assassino, uma escória que não merece o respeito nem do demônio.

Os olhos do jovem arregalaram-se de pavor, sua mente se dobrou e redobrou até que se rompeu em fragmentos perdidos, caiu no chão se sujando na possa de sangue do amigo. Coloco a mão na cabeça e manteve seu olhar perdido em direção ao horizonte, sua mente já estava morta. A última coisa que lembra de ter visto foi o sorriso de Asami, aquele maldito sorriso que ele queria que fosse para ele, daquela companhia que ele queria que fosse eterna, mas não, tudo o que tinha feito foi perder o amigo e, agora, o demônio caçoaria dele com aquele rosto felino e demoníaco.

— Socorro! — gritou Asami, fingindo desespero.

A versão dela foi a única possível. Hiruko não era mais nada que uma casca de ovo e foi levado a uma clínica sanitária, Yuuhei teve um  enterro comovente, acompanhado por todos os colegas, inclusive, pela Chinoike, que tentou ao máximo esconder o sorriso ao longo do caminho.

— Na desordem que se faz a ordem. — disse olhando melancolicamente o céu.

Depois daquele dia não existiam mais valentões ou crianças excepcionais na sala que sempre havia sido uma chateação para todos, inclusive para Asami.

A maioria evitava falar com a Chinoike, mais por medo do que por saber qualquer coisa refente aquele trágico evento. Num dia desses uma menina de sua sala apareceu na porta de sua casa dizendo que Asami havia tentado alguma coisa com o namorado dela.

— Se refere a Juuzo-chan?

— Não seja dissimulada! — e a menina desferiu um tapa no rosto de Asami, a bochecha esquerda assumia uma tonalidade extremamente rubra.

A medida que a visitante indesejavel ia embora, uma gota de lágrima descia do rosto de Asami que sorria como um demônio, com a intensidade de um gato ao ver sua presa. As lágrimas, obviamente, eram de emoção, pela primeira vez tinha uma amiga, sentiu vontade de correr até ela e abraçá-la.

— Mei Ito...

Não passou duas semanas e Mei, num surto resultado de sua exaustão mental, teve que ser internada as pressas, tendo que abandonar o ano na academia e só retornando muito tempo depois, em outra turma.

Assim Asami passou seus dias na academia, treinando ninjutsu, genjutsu, taijutsu, se apaixonando e, principalmente, conhecendo novos brinquedos.





OFF

Filler
-
Mokaccino
Game Master
Mokaccino
Vilarejo Atual
https://www.narutorpgakatsuki.net/t67013-f-mokarzel

Re: [Filler] Sonho de uma noite de verão - em 6/7/2019, 22:42

Aprovado.
-


Edição de Natal por Loola e Senko.