>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 70DG
Hanatarō olha para a vila do topo do prédio do Departamento de Pesquisa. Há dois anos era uma salinha no fim do laboratório geral da vila, agora tinha seu próprio prédio tão alto quanto o próprio escritório do Kazekage. Hanatarō sorri vendo as pessoas andando felizes na nova vila construída graças aos avanços científicos realizados com a inteligência de Takura, sua mentora. Antes, ele só via uma vila pobre, com construções de areia frágeis, com um horizonte desértico, dependendo de outras vilas, inclusive de Konoha, para conseguir sobreviver, mas agora... Sunagakure estava grandiosa novamente e tinha comprado sua independência. As construções ainda tinham porções de areia, mas eram forjadas em metais nobres, em ouro, em prata, criando grandes casas e prédios. As lojas estavam cheias de especiarias únicas, pois o trabalho de encontrar certos ingredientes se tornou muito mais prático desde que a vegetação voltou a florescer nos arredores da vila; onde antes era só deserto agora possuía vielas de relva, florestas, rios e uma fauna cheia de roedores, mamíferos e carnívoros.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Inverno
Últimos assuntos

Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

[ Solo] O sapo fujão. - em 25/6/2019, 12:59


CH: 810/810 HP: 765/765 ST: 00/05

O sol irrompeu as janelas do quarto de Musashi e a acordou de súbito ao incidir sob sua bela face. A garota espreguiçou-se, levando a destra até o criado mudo próximo da cama em busca do sutiã que tirara na noite anterior. A mulher vestiu-o, e saiu pela casa portando nada mais que uma calcinha, além de claro, seu sutiã. Musashi fora em busca de algo para forrar o estômago, como uma pizza fria e um pouco de suco que havia sobrado em sua geladeira. A mulher, após saciar-se, rumou para o banheiro, fez suas necessidades básicas e tomou uma ducha: era hora de sair de casa para treinar. Ao término de seus afazeres no banheiro, a Kunoichi trajou suas vestes usuais, pegou seus itens básicos e suas armas e saiu rumo ao desconhecido, ou não tão assim: os arredores de Konohagakure Sato.

A caminhada da mulher parou de repente quando um coaxar captou sua atenção. A garota, ágil, levou a destra à bainha da espada negra, e observou a mata donde provinha aquele som, caminhando rumo à esta. Porém, quando Musashi aproximou-se, esta notou que o som de momentos antes não era de um simples animal pequeno, pelo contrário, era de um sapo tão grande quanto os portões de Konoha. Curiosa, a mulher caminhou até o sapo em questão, prostrando-se na frente do mesmo. — E aí. — disse Musashi por fim.


Considerações:
Aparência de Miyamoto Musashi.
vício 0/3

Nota:Ao término da SOLO postarei os redutores; peguei a vaga de sapo dum rapaz cujo nome não me vem a memória no momento - acho que é Athena.
Jutsus Usados:
aa
Equipamentos:
Kunai: 08/08
Kokutõ: 10/10 esp.média
Nome: Kokutõ
Rank: A
Descrição: A Kokutō (黒刀; Literalmente significa "Espada Negra") é uma espada única empunhada por Raidō Namiashi. A lâmina é uma katana com uma superfície escura, não-reflexiva e é fortemente revestido de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou-a em conjunto com a Técnica de Dispersão dos Mil Corvos de Aoba Yamashiro, se escondendo e com a sua espada, dispersando com sucesso Kakuzu um membro da Akatsuki.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [ Solo] O sapo fujão. - em 25/6/2019, 15:00


CH: 810/810 HP: 765/765 ST: 00/05

A resposta do Sapo não viera como a samurai da folha esperava, pelo contrário, sequer houve resposta alguma. O bicho franziu o cenho - se é que aquilo tinha cenho - ao observar a mulher prostrada diante de si. Os olhos cruzaram-se, e era notável a tensão que ambos mulher e sapo tinham um para com o outro. — Você fala? — Indagou a espadachim, apertando o cabo da lâmina negra com mais força enquanto dava um passo adiante, confrontando o sapo. Todavia, ao fazê-lo, notou que o mesmo possuía uma espada embainhada na cintura, coisa que por algum motivo estranho não notou momentos antes ao confrontá-lo. O sapo era um espadachim, afinal.

De toda forma, o sapo espadachim meneou a cabeça como forma de resposta a pergunta da mulher momentos antes. Observando-a de cima abaixo enquanto mantinha o semblante sério e rígido naquela mata aleatória nos arredores da folha; o anfíbio meneou a pata, que mais assemelhava-se à uma mão humana – o que explicava à espada que carregava consigo. Musashi deu outro passo a frente, retirando Kokutõ de sua bainha e mostrando o aço frio, negro, ao anfíbio que mantinha-se como uma rocha diante de si mesma.

— Está pronto? — Ela indagou. — Sim. — a voz rouca respondeu.


Considerações:
Aparência de Miyamoto Musashi.
vício 1/3

Nota:Ao término da SOLO postarei os redutores; peguei a vaga de sapo dum rapaz cujo nome não me vem a memória no momento - acho que é Athena.
Jutsus Usados:
aa
Equipamentos:
Kunai: 08/08
Kokutõ: 10/10 esp.média
Nome: Kokutõ
Rank: A
Descrição: A Kokutō (黒刀; Literalmente significa "Espada Negra") é uma espada única empunhada por Raidō Namiashi. A lâmina é uma katana com uma superfície escura, não-reflexiva e é fortemente revestido de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou-a em conjunto com a Técnica de Dispersão dos Mil Corvos de Aoba Yamashiro, se escondendo e com a sua espada, dispersando com sucesso Kakuzu um membro da Akatsuki.
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [ Solo] O sapo fujão. - em 25/6/2019, 21:46


CH: 810/810 HP: 765/765 ST: 00/05

O movimento fugaz e singular da espadachim chocou-se com o do anfíbio num instante seguinte após a troca de olhares. Ambas as armas de ambos espadachins chocaram-se no ar, tilintando e faiscando com a força de ambos monstros konohenses. Todavia, o sapo não conseguiu manter-se equiparado à Kunoichi, e sua lâmina fora arremessada para longe, próximo a um riacho há exatos dez metros de distância tanto do monstro quanto da mulher samurai. O sapo piscou, porém, diferente  das outras milhares de vezes que fizera isto, essa piscada em questão tinha um quê de aprovação.

— E então? — Musashi indagou, retornando Kokutõ à bainha. O anfíbio não respondeu, apenas permaneceu de pé, como uma estátua observando a mulher da folha. Musashi fora rápida, levou o polegar à boca e mordiscou-o, deixando o mesmo sangrar. — Firmemos o contrato. — disse o Sapo, tecendo um selo e jogando um pergaminho aos pés da Espadachim. Musashi tocou o mesmo, e firmou o contrato para com o anfíbio, deixando-a apto a invocá-lo quando esta quisesse. Não havia mais volta. O pacto havia sido concluído assim que o carmesim tocou o papiro branco e as ramificações do selo tocaram as pontas. Nada iria os separar, a não ser é claro, a morte.


Considerações:
Aparência de Miyamoto Musashi.
vício 2/3

Nota:https://www.narutorpgakatsuki.net/t65166p30-mod-ag-zekken
Jutsus Usados:
aa
Equipamentos:
Kunai: 08/08
Kokutõ: 10/10 esp.média
Nome: Kokutõ
Rank: A
Descrição: A Kokutō (黒刀; Literalmente significa "Espada Negra") é uma espada única empunhada por Raidō Namiashi. A lâmina é uma katana com uma superfície escura, não-reflexiva e é fortemente revestido de veneno que Raidō geralmente usa para realizar suas missões de assassinato. Ele usou-a em conjunto com a Técnica de Dispersão dos Mil Corvos de Aoba Yamashiro, se escondendo e com a sua espada, dispersando com sucesso Kakuzu um membro da Akatsuki.
-
Rocky
Shugonin Jūnishi
Rocky
Vilarejo Atual
Ícone : [ Solo] O sapo fujão. Tumblr_pse1kamKGv1w7ua6go1_100

https://www.narutorpgakatsuki.net/t65854-ivar#480928

Re: [ Solo] O sapo fujão. - em 25/6/2019, 22:07

Solo aprovada, mas suspeito. Bando de burguês safados.

_______________________

[ Solo] O sapo fujão. Original
-
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Re: [ Solo] O sapo fujão. -

-


Layout com edições de Halloween feito por @Akeido Themes e Senko.