:: Área de Mudanças :: Centro de Melhorias :: Treinamentos de Fillers
Alvorecer
Arco 04
Ano 17 DG
Verão
A queda do pastor cobrou um preço altíssimo do mundo ninja: o golpe final trouxe ao mundo um tempo de dor e sofrimento; fome e pobreza retornaram às ruas, a violência triplicou, os antigos heróis caíram ou ficaram desacreditados. Mas, um pouco perto do amanhecer, a Hydra, que até então se mantivera em silêncio, mostrou-se das sombras, trazendo oportunidades de emprego e uma esperança para salvar o mundo dessa mais nova calamidade. Líderes ninja não tiveram escolha senão se arriscarem em tratados suspeitos para conseguir manter firmes seus lares e seus soldados. No entanto, os reais planos da Hydra ainda continuam sendo um grande mistério.
... clique aqui para saber mais informações
Shion
Fundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
Angell
Angell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Indra
Oblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
Biskath
BisKath é jogador do NRPGA desde julho de 2020, tendo encontrado o RPG por meio de pesquisas e começado a jogar nele, sem pausas desde então. É jogador de RPG desde 2013, mas o Akatsuki foi o primeiro de Naruto em que se aventurou. Apenas começou como moderador em abril de 2022, se dedicando as funções da moderação até se tornar administrador em julho do mesmo ano, auxiliando também na avaliação da área de criações. Fora do fórum cursa desenho, pois tem interesse em artes de forma geral..
BisKath#0666
XXXXX
XXXXX
Discord#1234

[Filler] O Segundo Retorno C8hAtH9

Angell
Administradora
Angell
Vilarejo Atual
[Filler] O Segundo Retorno C8hAtH9

[Filler] O Segundo Retorno - Publicado Sab 22 Jun - 20:28


Angell Hyuuga
[ HP: 900/900 | CH: 920/925 | ST: 00/05 ]
[ Byakugou no In: 500/500 ]


Durante os dias que se seguiram, a azulada andou tentando conciliar a leitura dos três livros que Anatole tinha lhe entregado na biblioteca da igreja com os seus afazeres em Konohagakure, dentre eles, mais algumas missões – curiosamente todas com ninjas da Ryuketsu – e trabalhos no hospital. Dizemos, se aqueles livros não pertenciam à aldeia, então não deveriam ser vistos pelos moradores dela, certo?, ainda mais se estivessem nas mãos de uma descendente de um clã tão renomado como o Hyuuga; algo que com certeza traria problemas inimagináveis para os demais membros. Porém, ela não tinha como negar que queria entender o que estava acontecendo. Escondida no porão de sua casa, ela lia, enquanto, quando revelada pelas luzes do sol ou das luminárias lá fora, ela vivia normalmente.

E, aos poucos, parecia ir se convencendo de que esteve errada por todo aquele tempo. Dizemos, o atual kage da Folha – e ele ainda era o terceiro – era Hatake Shinji, sendo, convenientemente, líder do grupo Sanbantai também; como poderia então ter existido uma sétima kage?, que se dirá um oitavo kage? Fora que... não havia na Folha nenhum shinobi chamado Kai nem nenhuma kunoichi chamada Hipátia. Também não havia um Hitsugaya, não havia Sayuri, Morpheusa, Hiiku, Samael, Arthuria, nem existia qualquer bom relacionamento entre a Folha e a Nuvem. E, mais importante que tudo isso ainda, Angell nunca tinha estado no País das Ondas – até porque o bracelete misterioso que encontrou nos destroços do ex-dinossauro gigante nunca esteve em seu pulso. Então... talvez ela só andasse dando atenção demais a seus sonhos.

Claro!, porque a vida real era completamente diferente! Inclusive... na vida real, todo e qualquer contato entre ninjas de outras vilas era assunto exclusivo das patentes mais altas ou das expedições não-oficiais que ela andava acompanhando, por exemplo, com Ryoma. Em sua vida real e normal, Angell já estava intimamente ligada à Ryuketsu e a seus ninjas – especialmente a Inuzuka Zod, com seus fieis companheiros Umbra e Alba, a Sam, a Nara Zenna e a Hatake Gilthunder, que tinha se desvinculado da Absoluts há pouco tempo. As últimas missões que realizou junto deles tinham sido para encontrar e capturar um pequeno grupo de seis criminosos de rank baixo, foragidos da prisão da Folha, que badernaram a periferia da vila e se esconderam na floresta que a circunda. Depois, junto apenas de Sam, Angell precisou auxiliar na reconstrução de uma fração do Distrito Uchiha, e se deparou por acidente, por causa do uso de seu Byakugan, com um ANBU que... selava secretamente as chamas negras que ainda consumiam as casas do local – e não que isso fosse assunto dela, mas não tinha como ela não desconfiar do motivo daquele segredo.

Enfim, o que mais queremos dizer aqui é que a azulada andava se relacionando muito bem com os ninjas de sua vida de verdade, então não precisava se preocupar com seus sonhos malucos. Mas, falando em “sonhos malucos”... ela também conheceu um ninja maluco enquanto trabalhava para o hospital da Folha. Ele chegou afobado ao hospital, gritando (por favor!) que precisava de ajuda, que seu irmão estava morrendo, mas não podia ser levado até o hospital porque não tinha como se locomover. E ela, que estava disponível (e no saguão principal na hora), ofereceu-se para socorrê-lo. Ele a conduziu do centro da vila, passando pela floresta que a circunda, até uma espécie de caverna... bem, bastante diferente das convencionais. Parecia que o que havia dentro da mesma tinha sido construído há tempos e usado para conduzir experimentos em pessoas. Era escuro e cheio de cobras pequenas e fininhas, nas quais Angell e até mesmo o shinobi quase pisavam conforme caminhavam até uma sala com uma mesa metálica ao centro, sobre a qual havia algo que parecia ser um corpo coberto por um tecido fino. E o ninja apontava para a mesa e dizia que era seu irmãozinho quem estava ali. Mas Angell, que já estava desconfiada com o aspecto daquela caverna – ou deveríamos chamar o lugar de laboratório? –, lançou seu olhar direto para onde o shinobi apontou, ainda antes de começar a se aproximar lentamente. Dizemos, por que alguém que precisa de ajuda já estaria coberto daquela forma?, se só mortos são cobertos assim, seja para receberem autópsia, seja para ganharem seu enterro? A azulada ativou seu Byakugan para ganhar uma visão panorâmica de todo o lugar... e se deparou, além do real cadáver que era o corpo na maca, com um outro shinobi ali, aparentemente réplica do primeiro.

– ...seu irmão já está morto faz tempo, não? – ela murmurou ao mais próximo. – Fora que nem se parecem, vocês dois... O que você está tramando? Quem é você?

– Me escute, jovem... – a “réplica” começou a falar. – fui eu quem matou essa pessoa que está em sua frente. Eu não vou te machucar, apenas quero que você me escute sem me julgar com esses olhos. Preciso da sua ajuda para conservar o cadáver. Sabe, você não me parece do tipo que vai sair correndo assustada, então não vejo motivos para mentir para você como o homem que te chamou para vir até aqui fez. Eu quero descobrir os segredos da anatomia humana, quero explorar áreas que ninguém teve coragem de fazer. O conhecimento é algo eterno, e apenas nos arriscando podemos atingir patamares nunca imaginados. – E ele pausou por um instante, aproximando-se mais, aparentemente para criar confiança. – Você é médica, deve saber que se não fosse a coragem dos seus antepassados, a medicina não seria como é hoje. Mas ainda existe muito mais a ser descoberto e aprendido...

– O que me garante que você vai utilizar o que aprender com esse corpo para o bem? – ela rebateu apenas.

– Impossível eu te garantir isso, minha cara. Só posso te dizer que as motivações erradas não dão resultados. Minha vocação é a ainda mais quente que a Vontade do Fogo.

– Não tenho como acreditar nas palavras de alguém como você.

– Só vejo um jeito de resolver isso: com uma luta. Não tenho intenções de matá-la ou algo do tipo, afinal, preciso da sua ajuda. Quando eu ganhar, você me ajudará com as minhas pesquisas. E, caso você ganhe, prometo nunca mais te incomodar, e ainda te deixarei livre para decidir se quer contar para alguém o que aconteceu aqui ou manter o sigilo.

...e o shinobi maluco realmente atacou a azulada, sem nem esperar por uma resposta dela. Fez por onde não deixá-la fugir do laboratório, tampando a única saída – que era também a entrada – e partiu para cima. Então, mesmo contra sua vontade, ela teve de comprar a briga, defendendo-se em primeira instância e atacando-o em segunda, com cuidado para não feri-lo de verdade.

[...]

Agora Angell estava de volta à igreja. Precisava de um banho quente em seu corpo frio, de roupas secas no lugar daquelas molhadas, de uma cama para lhe ajudar a descansar daquele dia tão confuso, que enfim terminava. E sim, ela tinha conseguido escapar das garras do shinobi maluco, mas não sem vê-lo quase destruindo seu próprio laboratório enquanto tentava contê-la ali, não sem vê-lo quase se matando junto da destruição e o socorrendo nos últimos instantes, não sem ver a si mesma lhe dando uma chance e lhe ajudando com o que ele tinha pedido anteriormente. ...mas agora ela se perguntava se tinha feito o correto. Tinha resistido tanto, até mesmo discursando contra aquela ideia suspeita, para ceder depois? Só porque achava que todo mundo merece uma segunda chance, e o shinobi não tinha tido sequer uma primeira chance? Ou só porque tinha se deixado comover pelas outras personalidades que descobriu que ele tinha?

Ela não queria pensar naquelas coisas agora, definitivamente não queria. Limitou-se a deitar assim que saiu do banho, e dormiu na espera do começo do próximo dia. ...para novamente acordar em seu quarto de Konohagakure.


“But it’s the only thing that I have.”


Informações:

_______________________

[Filler] O Segundo Retorno Scre1755
[Filler] O Segundo Retorno LsGQvv3Olá, Convidado, eu sou a Angell.
Vim te trazer alguns conselhos que facilitarão o seu jogo aqui no Naruto RPG Akatsuki:

Admineiros Leia o nosso Sistema de Conduta e mantenha a paz tanto no seu ON quanto no seu OFF.
Admineiros Conheça o Akatsuki Shop!
Admineiros Fique atento às Notícias do nosso fórum!
Admineiros Em caso de dúvidas, visite a área de Dúvidas ou o tópico de Dúvidas Rápidas.
Admineiros Acesse a área de Sugestões para expor as suas ideias e incrementar o jogo de todo mundo!
Admineiros Entre no nosso servidor do Discord e socialize!
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [Filler] O Segundo Retorno - Publicado Sab 22 Jun - 21:18

@