Naruto RPG
Akatsuki
A doce melodia dos ventos atravessando o deserto não era mais querida por absolutamente ninguém. Ele sabia muito bem disso, por mais que odiasse o fato. Concordava que sua vila estava morta há muitos anos, entendia que seu povo sofrera, e, mesmo assim, não entendia como. Parecia um absurdo sem precedentes como uma vila tão renomada como Sunagakure no Sato, organizador do primeiro Chunin Shiken mundial desde a formação das novas nações, havia sido destruída, afundada nos seus próprios desertos, graças a uma única entidade chamada Okina. Mas isso aconteceu. Muitas pessoas inocentes morreram, muitas fugiram, e os vastos desertos dentro de Kaze no Kuni tornaram-se morada de aldeias e mercenários, todos tentando sobreviver na jornada. Muitos ficavam nos arredores com esperança do retorno da gloriosa Sunagakure no Sato, outros porque não eram aceitos em outros lugares e, alguns ainda não tentavam, pois tinham idosos e doentes consigo. Um verdadeiro caos. A economia despencou; começaram os gastos com população, poucos impostos recebidos e mais gastos com mercenários contra outros mercenários. Acreditava que a iniciativa destrutiva de Okina não visava aquelas consequências, mas eram reais e ele precisava enfrentá-las.
Ano: 66DG
Estação: Inverno
Episódio: OFF.
~~~
01 / 06 Neste mês de Junho estaremos no nosso Mês do UP! Tudo em dobro: ryous, status, atributos, missões. Aproveitem esse período para fortalecer seus personagens e chegar até aonde almejam. Mais informações de como funciona neste link.

11 / 04 Tem alguma dúvida pequena que deseja retirar rapidamente? Utilize nosso tópico de dúvidas rápidas clicando aqui.

01 / 04 Olá, é sua primeira vez aqui? Caso a resposta seja sim desejo-lhe boas-vindas. Sugiro que antes de iniciar sua jogatina confira nossas regras e tutoriais e quando se sentir pronto lance sua ficha em inscrições. Nesse mês estamos com uma promoção exclusiva para novos jogadores, um pequeno pacote que concedem algumas vantagens no inicio de sua jornada dentro do RPG, confira clicando aqui.
.
.
.
.
Últimos assuntos


[Treinamento de Atributo] Jiro

[Treinamento de Atributo] Jiro em Qua 12 Jun - 4:38





F O C O
página única


Dias ensolarados estavam cada vez mais raros naquele inverno na Folha. Os céus cinzentos reinavam e traziam mais uma manhã fria. O despertar tornava-se mais duro, levantar da cama era quase um castigo. Olhou-se no espelho e jogou água em seu rosto buscando desembaçar a vista. Tirou seu pijama e entrou debaixo do chuveiro. Virou a chave e esperou água gelada lhe tocar a pele. Veio o contato, seus olhos se arregalaram. Seu corpo estremeceu todo, como se tivesse levado um choque de alta voltagem. Começou a saltitar numa frustrada tentativa de tornar aquela experiência menos desagradável. Era um mal necessário, precisava despertar.
  Deixou o banho também aos pulos, apanhou uma toalha branca e a esfregava pelo corpo com o desespero de um cão faminto diante de um pote de ração. Correu para o quarto apenas com a toalha tapando as intimidades e buscou com incomum impaciência por suas roupas, como uma mãe busca por seu filho perdido no mercado. Vestiu-se rapidamente em sua blusa de mangas longas preta, bermuda de igual cor e amarrou seu hitaiate frente a testa. Os batimentos diminuíam a medida que o corpo se aquecia pouco a pouco dentro do tecido. Estava pronto, restou apenas sair de casa. Calçou as sandálias que deixara próximas da porta de entrada e, enfim, partiu.
  Vigiado pelo céu nebuloso, rumou para um de seus lugares preferidos. Seus passos rápidos não o deixaram apreciar toda a beleza dos arredores de sua aldeia: estava focado. Se movia pelos telhados para evitar esbarrar nos cidadãos sem pressa. Passou os portões da vila por baixo, porém. Até que, então, seu destino estava a vista.
  Aquela bela paisagem.
  Ela, que aos seus olhos, parece um quadro famoso.
  Verde, marrom e azul.
  Um vasto gramado.
  Montanhas ao fundo.
  Um lago por entre estes.
  O campo de treinamento.
  Hoje o dia será longo.
  Respirou fundo. Estava um pouco ansioso. Andou calmamente até a beira da água enquanto sentia aquelas gélidas brisas lhe acariciarem a face como uma serpente que saboreia sua presa antes de devorá-la. Olhava atentamente para a água e para seu reflexo nela. Respirou fundo uma vez mais.
  Segundo os livros, a melhor forma de aprimorar as habilidades em ninjutsu é aprimorando o controle de chakra...
  Concentrava sua energia na planta de seus pés enquanto sua mente relembrava todas as leituras dos tempos de academia. Deu um passo a frente, com a sola firmando perfeitamente sobre a superfície da água como se esta fosse sólida. Calmamente, pôs o outro pé. Permaneceu ereto.
  Esta é a melhor técnica para se trabalhar controle de chakra, se eu a dominar completamente, certamente terei mais facilidade para realizar outros tipos de ninjutsu.
  Respirou fundo pela última vez.
  Vamos!
  Da posição estática, passou a mover seu corpo de forma acelerada. A cada passada, aumentava o ritmo e a intensidade. A respiração para não fadigar começava a ser controlada também. Sua mente trabalhava o triplo: respirar, correr e se concentrar. Uma falha e ficaria ensopado. E assim se foram dez minutos. Vinte. Meia hora. Uma hora. Tudo ia bem.
  Hora de intensificar!
  Em meio a corrida, saltou o mais alto que pode. Sua mente trabalharia ainda mais. No primeiro instante, concentrou-se para conseguir se impulsionar na água após desacelerar a corrida. No ar, relaxou por um segundo. Instantes antes de regressar os pés ao lago, tentou aplicar a técnica novamente; eis que veio a falha. Seu corpo afundou como uma pedra. A água gelada o abraçava como se fosse um cacto. Buscou desesperadamente a superfície. Nadou para cima e saiu da água no meio do lago, mas como se estivesse na borda. Ergueu-se aplicando corretamente a técnica que por um instante deixou falhar. E lhe custou caro.
  ── Droga! ── praguejou ── Me desconcentrei por um segundo na hora de aterrissar.
  Com o corpo e roupas encharcados, retomou ao treino sem se lamentar muito. Tornou a correr em círculos, desta vez tomou menos do seu tempo nesta parte e tornou a saltar após cinco minutos. Um salto. Seus pés descolaram, a mente relaxou, o corpo respirou. Tudo numa fração de segundos. Os pés voltaram a superfície. Desta vez, não caiu. Tornou a correr, agora sorridente.
  Beleza! Agora é só me certificar de que não foi apenas sorte.
  Rodou em círculos por um pouco mais. Cinco. Dez. Quinze minutos. Sentia o vento gelado fazer as roupas grudarem em seu corpo. Saltou novamente. Mais uma aterrissagem perfeita. Repetiu o ato logo após, sem tornar a correr. Plantou os pés na água, saltou em seguida. O fez uma, duas, três, dez vezes antes de afundar uma vez mais.
  Frio.
  Desespero.
  Nadou e saiu debaixo d'água como antes.
  Ofegava e sentia a cabeça latejar um pouco.
  É mais desgastante do que eu poderia imaginar. ── pensava, enquanto buscava normalizar a respiração ── Mas estou quase conseguindo dominar a técnica por completo.
  Ergue-se, até então pela última vez.
  Respirou fundo.
  Retomou.
  Correu em círculos por mais de dez minutos sem que sentisse qualquer tipo de desgaste. Os céus pareciam apreciar o que viam e respondiam abrindo uma pequena fresta no meio das tantas nuvens: um raio de Sol. Correu mais dez. Mais quinze. Mais meia hora. Estava fácil, mais até do que da primeira vez. Arriscou, portanto, o primeiro salto: aterrissou com sucesso. Emendou logo o segundo. O terceiro; passou a emendar um salto no outro, executando o trabalho de concentrar o chakra de uma forma para poder dar o impulso e de outra para retomar a superfície com maestria. Assim foi por uma hora inteira até que seu corpo implorou por uma pausa.
  Já está ótimo!
   A última aterrissagem foi vibrante.
  ── Consegui! ── bradou para si.
  O astro-rei parecia ter dado o ar da graça somente para saudar o sucesso. Alguns feixes de luz invadiam por entre as nuvens como uma salva de palmas. E como após uma salva de palmas, logo veio o fechar das cortinas. O cinza se fez soberano de novo, a alegria dos céus se fez tanta que este se pôs a chorar.
  ── Melhor eu voltar logo pra casa antes que pegue um resfriado.
  Como a última brisa que lhe tocou fazendo arrepiar até os ossos, ele deixou o belo campo à sós com a chuva e tomou o rumo de casa. Um banho quente agora seria muito bem vindo.


HP: 200/200 // CH: 200/200 // ST: 00/02


BOLSA DE EQUIPAMENTOS:

  • Kunai (5)
  • Shuriken (5)
  • Kemudirama (1)
  • Hikaridama (1)
  • Senbons (6)
  • Fio de Aço (20m)
  • Kibaku Fuuda (+4)
Jutsus Utilizados:
Suimen Hokō no Gyō
Rank: E
Descrição: Este método de treinamento é usado para obter um melhor controle de chakra. Para fazer isso, o utilizador tem de ser emitindo um fluxo constante de chakra a partir do fundo dos seus pés e usando a força repelente de atravessar a superfície da água. Esta técnica é muito mais difícil de dominar que a prática Ki Nobori no Shugyō, porque a quantidade de chakra que necessita de ser emitida muda constantemente.
Também foi mostrado que um pode usar seu chakra para "deslizar" em toda a superfície da água, como uma patinadora no gelo, em vez de apenas caminhar ou correr.
Treinamento:
Desenvolver o atributo NINJUTSU
Observação: Com o mês do Up, ao invés de +1, receberia +2 pontos.
[Treinamento de Atributo] Jiro Fb_img_1528715564715RT1cG

Fama : 20
Nero.
Jonin | ANBU
https://www.narutorpgakatsuki.net/t66841-ficha-jiro https://www.narutorpgakatsuki.net/t66916-tecnicas-jiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Treinamento de Atributo] Jiro em Qua 12 Jun - 8:17

Aprovado, +2 em ninjutsu.

_______________________

[Treinamento de Atributo] Jiro Original
[Treinamento de Atributo] Jiro Tumblr_pse1kamKGv1w7ua6go1_100

Fama : 41
Rocky
Shugonin Jūnishi
https://www.narutorpgakatsuki.net/t65854-ivar#480928 https://www.narutorpgakatsuki.net/t61262-noirskills

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo



Você não pode responder aos tópicos neste fórum