Naruto RPG Akatsuki
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Bem-Vindo
tópicos recentes
Verão
O fim da guerra trouxe a paz, junto com a oportunidade das vilas prosperarem e crescerem. O Nascer do Sol se aproxima trazendo uma nova leva de Kages que querem expandir seu território. A primeira reunião dos Senhores Feudais está marcada, onde irão debater o futuro de Otogakure, atual colônia de Kumogakure e palco da última Grande Guerra.
12 DG
ShionFundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
AngellAngell é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
Sr.LSr.L apelido recebido pelos players do fórum, devido ao seu sobrenome Sinhorelli, joga em fóruns narrativos desde 2010. Encontrou o Akatsuki no final de 2020, mas manteve-se ativo no início de 2021. Desde então se empenhou como player e se sentiu na obrigação de ajudar os demais e hoje auxilia o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do forum, trabalha e possui formações acadêmicas, voltadas a área de gestão de pessoas.
Sinhorelli#1549
OblivionOblivion é jogador do NRPGA desde 2019, mas é jogador de RPG a mais de dez anos. Começou como narrador em 2019, passando um período fora e voltando em 2020, onde subiu para Moderador, cargo que permaneceu por mais de um ano, ficando responsável principalmente pela Modificação de Inventários, até se tornar Administrador. Fora do RPG, gosta de futebol, escrever histórias e atualmente busca terminar sua faculdade de Contabilidade.
Indra#6662
SalvatoreSalvatore é parte da comunidade de RPG narrativo desde meados de 2013. Conheceu o Akatsuki nessa época, mas começou a fazer parte como jogador ativamente em 2021, sempre com muita dedicação e compromisso com o fórum. Hoje, atua no fórum como narrador e administrador, focado nas partes administrativas do ON. Fora do fórum se considera um amante de futebol, adora cozinhar pratos exóticos e é estudante de Engenharia Civil.
Salvatore#1234

Página 1 de 1
Ícone
Convidado



– O que diabos você está falando cara, essas crianças são mais fortes do que eu? – Indagou o primogênito da família Caramelo. – Sim, ele tem razão. – Indicou uma voz grossa, masculina, andando no meio das crianças monges até a direção de Amargo enquanto elas abriam passagem nobremente. Uma coisa era certa, eles possuíam muito bons modos. – Vamos lá, cara, elas batem no meu joelho praticamente. O que elas têm de experiência eu tenho em cada uma das pernas. – Dizia Amargo, colocando em dúvida a palavra do homem e do seu amigo. – Tudo bem, vamos tirar a prova dos 9 então.... Mūnbōi. – Esbravejou, fazendo com que uma das crianças presentes no grupo colocasse-se a frente dos seus colegas. – Presente, senhor. – Respondeu. – Por que não da às boas vindas ao nosso amigo, Amargo?! – Fez um pedido que soava mais como uma ordem, tendo o pleno entendimento do seu aluno. – Desculpe-me senhor pelos meus modos, é pra já.

Como Amargo não era bobo nem nada e estava confiante em sua habilidade em derrotar o garoto, levou aquilo mais para o lado da esportiva. O grupo de crianças e o professor fizeram um circulo em volta da dupla, formando um campo de batalha. O duelo iniciou com uma investida de Amargo em máxima velocidade que quando alcançou uma distância de um corpo do garoto desferiu um soco na região da barriga do jovem, confiante que iria desacordá-lo e acabar com aquela brincadeira o mais rápido possível. O corpo do garoto voou cerca de cinco metros até que parasse e após se levantar, sorriu, fazendo com que as outras crianças sorrissem também. – Tudo bem, agora eu sei até aonde você pode chegar. – Revelou-se o garoto, contra-atacando imediatamente e para a surpresa de Amargo, era extremamente veloz, não tendo nem a oportunidade de acompanhá-lo sofreu um soco na mesma região que havia desferido no jovem monge com uma força acima da que havia colocado em seu movimento. – AAAAARGH!! – Disse o Caramelo, recompondo-se."É como se ele estivesse um nível acima." Tateou as vestimentas do corpo. – O que é isso? Uma técnica copiadora? – Perguntou surpreso. – Esse é o principal estilo de luta de Mūnbōi, seu nome é Muon no Ken, e a partir do momento que ele envolveu-se com chakra você já não tinha a menor chance de combatê-lo. – Orientou o homem. "Envolver-se com chakra? Isso é fácil, não é apenas isso, esse garoto devia estar treinando mesmo quando estava na barriga da sua mãe. É resultado de muito esforço." Pensou. – Por favor, me ensine esse estilo de luta, eu posso raspar a minha cabeça e até mesmo usar esses kimonos que vocês usam, a cor me agrada, só o que não me agrada é deixar os mamilos de fora, mas eu faço esse esforço. – Disse entusiasmado. – Eu vejo que você é um ninja apaixonado e um palhaço de carteirinha. A verdade é que não podemos lhe transferir um estilo como esse sem antes saber se você é alguém de valor. – Continuou. – Olha, pode não aparentar, mas eu já sou um Jounin dentro do meu vilarejo. – Respondeu, certo de que iria encher os olhos do homem. – Aqui dentro o seu nível hierárquico pouco importa, todos são iguais, não somos piores ou melhores do que você. – O homem aguardava.

Prestes a desistir de adquirir o conhecimento acerca do estilo de luta, Amargo começou a relembrar o seu passado, algo que lhe mostrasse que estava no caminho certo. Começou então por tirar a parte de cima de sua roupa, deixando em destaque o cotoco em seu lado esquerdo onde deveria existir um braço. – Essa imagem pode chocar a muitos, mas pra mim é uma sequela de muito orgulho. No mesmo acidente que eu perdi o meu braço esquerdo eu também perdi os meus pais biológicos. Eles depositaram o fio de esperança que tinham de sair ilesos para salvar a minha vida e eu adoto desde então uma postura mais ética e humana possível. Eu enfrento as dificuldades do dia a dia da melhor maneira possível, não importando se eu vou perder o outro abraço, eu ainda terei as pernas para lutar, e se eu perder as pernas, eu ainda tenho a cabeça. Quando os meus braços não puderem mais alcançar aqueles que eu amo, eu irei abraçá-los com todo o meu coração. – Disse, na esperança de tocar o coração daqueles monges. – Muito bem, já temos o escopo do nosso treinamento. – Respondeu o homem positivamente em sinal de aceitação.

Para o inicio do treinamento o braço de Amargo foi preso em suas costas com um fio que se prendia em um cinto colocado estrategicamente. – Já que você não se importa de lutar sem os braços então vamos confirmar se é isso mesmo. – Disse o idealizador. – Seu primeiro objetivo é alcançar alguma das crianças e acertar a que estiver mais acessível de você com um jogo de corpo ou qualquer que for a sua manobra na hora. – Indicou o modulo do treinamento. – Tudo bem, isso vai ser fácil. – Respondeu o jovem.

As crianças começaram a correr pelo monastério usando de atalhos que eles conheciam muito bem como telhados e passagens como túneis. Com o braço amarrado a corrida de Amargo dificultava e muito, cansando-o mais do que o necessário. As crianças além de driblá-lo com facilidade ainda desferiam pequenas manipulações do elemento futon, já muito conhecidas do seu amigo Hyuken, que dificultavam ainda mais uma abordagem. A atividade durou por cerca de quatro horas sem o sucesso de Amargo em capturar alguma das crianças, mas não fora totalmente desperdiçada. Um padrão pode ser encontrado, onde as crianças estavam constantemente envolvendo-se com chakra, principalmente quando o Senju ficava próximo de capturá-las, aumentando ainda mais o abismo entre eles.

– Tudo bem, a primeira atividade foi encerrada. Para a segunda atividade você não vai usar nem o braço e nem as pernas, não disse que caso não tivesse nenhum desses membros usaria a sua cabeça? Então que assim seja. – Amargo então foi colocado amarrado em um tronco voltado olhando  para uma parede onde duas fileiras de monges com quatro integrantes cada estavam enfileiradas. A atividade era simples, sairiam ambos os da pontas, da fila a esquerda e da fila a direita, e seria dado a Amargo a função de responder qual iria atravessar o tronco primeiro. A atividade deu inicio e com o padrão encontrado na primeira atividade Amargo pôde notar quando o primeiro monge da fila da esquerda envolveu-se com chakra visível enquanto o da fila a direita não, e assim foi fácil chegar a um conclusão. – O da esquerda. – Respondeu confiante. – Errado. – Rebateu o homem. Durante o percurso o membro da segunda fileira também se envolveu com chakra, igualando a velocidade do seu colega e como Amargo não arredou o pé da sua resposta, errou mais uma vez.  Ao final da atividade, em um total de quatro corridas, apenas um único acerto por parte do Kumonin, exatamente o ultimo.

– Muito bem, agora é hora de você executar os conceitos aprendidos. – Exclamou o professor. Para passar pela primeira atividade, Amargo utilizou do mesmo conceito das crianças para efetuar uma abordagem certeira, onde uma das crianças talvez pela emoção, ficou encurralada em um trecho sem saída, ficando em um mano a mano com Amargo que se antecedeu ao movimento do pequeno monge e envolvendo o seu chakra com corpo, utilizando de todo o seu grande controle de chakra, conseguiu tocá-lo de raspão. Atividade concluída com sucesso. A segunda atividade foi uma corrida contra o próprio Mūnbōi. Como era de se esperar, a velocidade normal de Amargo era maior que a do monge, e agora, com a utilização do conceito do Muon no Ken, foi feliz em vencer o prodígio do monastério.
Considerações, Particularidades & Buffs:

One post para aprender o estilo de luta Muon no Ken.

[/b]
Bônus:

Habilidade em Taijutsu: 06 Pontos: São ninjas que alcançaram possuindo qualidades diferentes dos demais shinobis. Caso a qualidade seja inata, os danos ignoram até mesmo a Força dos seus alvos, atravessando a proteção natural, aumentando o dano de seus ataques físicos em 100 pontos.

Grande Controle de Chakra: Bonificações: Redução de todos os consumos de Chakra em 25%; arredonda-se em números quebrados para o maior valor.

Mestre Elemental: Pode usar técnicas do elemento em que é Perito sem necessidade de selos ou com um único selo. Além disso, técnicas do respectivo elemento tem sua força dobrada.

Vitalidade Sobre-humana: Bonificações: Tal como Uzumakis, são capazes de sobreviver até um turno após a extração de uma Bijuu, possuindo também uma notável resistência a mudanças climáticas. A força das técnicas são reduzidos em um rank, exceto para mortais.


HP: 1725/1725 | CH: 2175/2175 | ST: 0/6

Thanks Asami
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
ST: 1/6 [Correto]
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Convidado
Puta post bom, aprovado @
Convidado
Anonymous
Convidado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado
Vilarejo Atual

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos