>
Naruto RPGAkatsukiNão é o único, mas simplesmente o melhor!
Arco 11:
Reino de Lilith: PesadeloAno: 70DG
Após uma dura jornada, Shaka finalmente caiu e teve a maldição retirada de seu coração. No entanto, os problemas trazidos pela família Hattori não se extinguiram. Shion revelou ter ajudado a libertar Lilith, uma monarca da dimensão infernal, que agora está possuindo o corpo de Hyuga Katsura e libertando uma horda de seres infernais contra este mundo. O mundo corre risco de ser consumido pela maldade dessa criatura, mas não se o plano de Shion der certo: forçar Lilith a causar um evento chamado de O Grande Eclipse, onde as portas de todos os mundos e dimensões ficarão abertas, e assim permitir a ele ir ao submundo resgatar sua amada Katsura Grey para finalmente selar Lilith.
Sumário
Mapa
Staff
Discord
Facebook
Contos
Estação: Primavera

Tamashi
Genin
Tamashi
Vilarejo Atual
Ícone : [filler] Tamashi ECbhQux

https://www.narutorpgakatsuki.net/t72871-fp-okakura-kakuzo#558620 https://www.narutorpgakatsuki.net/t69760-gf-tamashi#523883

[filler] Tamashi - em 4/5/2019, 14:14






— Tamashi, o que faremos? — Amon
— Eu não sei, eu não sei, eu não sei! — Tamashi

Fazia pouco tempo que sua mãe tinha sido morta, estava morando na rua fazia algumas semanas, Amon sua primeira personalidade havia se desenvolvido, a vida se tornava cada vez pior.

— Crianças, eu vou ajudá-los — um nova voz surgia em Tamashi, era forte e destemida, mas ao mesmo tempo trazia medo, uma sensação ruim.

Desde que essa nova personalidade surgiu (se autodenominando Baal) a vida dos outros começaram a melhorar, agora envolvidos com pequenos delitos, como furto, Tamashi conseguia sobreviver, graças a Baal, isso se alongou por semanas, até que esse dia chegou.

— Baal,  O que faremos? Não temos comida, nem nada, vamos acabar morrendo assim

— Somo fortes, Amon, eu estive pensando, podemos ser ricos, porque estamos nos arriscando nossa vida por míseros pães? Somos incríveis, e devemos mostrar isso ao mundo

— O que está tentando dizer?

— Vamos roubar a casa daquele doutor, ela é gigante, podemos ficar ricos se roubarmos algumas jóias da sua mulher, assim iremos ficar ricos pra sempre! Ele com certeza tem dinheiro sobrando

— Mas, e se...

— Não, não... ele estar certo Amon, já nos trouxe até aqui, vamos segui-lo

O plano foi estruturado e tudo ocorreria naquela noite, armado de uma pequena faca o garoto tentaria invadir a mansão do doutor.

Chegando a noite o plano foi posto em pratica, já estava no limite da casa, a janela que estava entre aberta foi usada como forma de entrar —“Porque eu tenho que ir? Amon é melhor pra essas coisas”— Pensava enquanto andava pela casa, todos estavam dormindo, parecia um local perfeito para o roubo, e aquilo acalmava o garoto.

Já passava muito tempo que estava lá dentro, não tinha achado nada de valor que pudesse carregar, Baal então havia tomado o corpo —“Que grande incompetência, esse garoto não nos serve pra nada, Tamashi”— Pensava enquanto subia para o segundo andar da casa, era mais arriscado, mas era onde as cosias poderiam estar.

Pela falta de luz e sorte, Tamashi esbarrou em um vazo que caiu se rachando no chão, despertando todos na casa. — O que está acontecendo! — Gritava o doutor enquanto saia de casa com um pequeno florete na mão, Baal como era uma personalidade violenta se escondeu debaixo da escada, esperando que o senhor descesse, e abrisse sua guarda, para que um golpe fosse dado.

Esperou por alguns segundos, mas o homem desceu como se soubesse onde o garoto estava, assim que pisou no degrau onde o garoto se encontrava embaixo, enfiou seu florete, passando de raspão em sua bochecha e rasgando sua camisa — Eu vou te matar — gritou o garoto saindo da escada, e correndo em direção do homem

Uma pequena batalhada de espada começou a ser trava ali, o garoto atacava descontroladamente, enquanto o senhor se defendia de forma graciosa, e sem mostrar dificuldade para isso, foi quando Tamashi foi desarmado — Você não precisa morrer aqui, é so se render. — Dizia o homem enquanto abaixava a espada, já a espada da oportunidade, Tamashi pegou outra faca que estava escondido em sua bota e atacou o homem, que em um movimento leve fez um pequeno corte em sua mão, o desarmando novamente.

— Eu não quero morrer — Amon havia tomado o corpo de Tamashi, dizia enquanto chorava, se afastando do homem enquanto se arrastava no chão — Eu disse que você não precisa morrer, qual o seu nome — disse enquanto estendia a mão para o garoto

— Meu nome é Amon, quer dizer, Tamashi, me chamo Tamashi

— Ah, que belo nome, me chamo Doutor Beifong, porque invadiu a minha casa criança?
O garoto não respondeu o Doutor logo perguntou onde estava seus pais, as respostas do garoto sempre viam em ações com a cabeça, acenando positivo ou negativo.

— Pra onde irá agora que não tem mais pais?

— Eu não sei, talvez pra cadeia?
— Não precisa ir pra cadeia, você é bem rápido, eu gostei daqueles movimentos.

A conversa se estendeu pelo resto da noite, não sabia, mas ali nasceria uma família, durante a semana, o garoto foi apoiado pelo doutor, recebendo roupas, moradia e comida, chegando na quinta noite depois do ocorrido, um nova conversa se desenrola

— Estou indo pra Kumo, Tamashi, infelizmente não posso ficar mais aqui

— Tudo bem doutor, eu entendo, foi bom esse tempo, eu juro nunca mais roubar, ou deixar Baal nos usar

—Baal? De quem estar falando ?

— Nada senhor

— Quando vai começar a fazer as malas para irmos pro nosso novo lar?

—Como assim?

Nada naquele momento podia explicar mais o menino do que profunda alegria, chegando em Kumo, manteve sua nova vida, agora recebendo o segundo nome Beifong, mesmo que Baal as vezes complicasse a vida do garoto, ele se deu bem, e foi desenvolvendo todas suas habilidades no novo lar, se tornando até mesmo um parceiro de treino para o Doutor Beifong.
Assim que completou dez anos, foi influenciado pelo seu novo pai a entrar na academia, não era do interesse do garoto inicialmente, mas ele não ia contra aquilo que foi proposto, afinal era eternamente grato ao doutor Beifong.

Seu tempo de academia foi um pouco conturbado, levando em conta que algumas crianças o achavam estranho, mas nada que o afetou, ele continuou treinando, se destacava em relação aos outros quando se tratava de Taijutsu, mas em compensação era horrível nos ninjutsus básicos, mas sempre deu seu jeito para completar essas deficiências, foi gradualmente melhorando em relações as pessoas, Baal já não tomava mais controle do corpo, e não machucava pessoas em motivos, um controle já estava estabelecidos, e agora só faltava mais uma pessoa para completar o grupo interno de Tamashi, assim o tornando o Tamashi atual, e não apenas um velho fragmento do seu passado conturbado.

Assim que completou um ano na academia, foi graduado, como novo gennin trazendo orgulho para sua família, após sua graduação foi feita uma festa em sua casa, o Doutor ficou triste por não ter nenhum amigo de Tamashi para convidar, mas o sorriso do garoto o acalmava nada o deixava mais feliz.
HP=225CH=225
-
Convidado
Convidado
Anonymous
Vilarejo Atual

Re: [filler] Tamashi - em 4/5/2019, 14:27

-


Edição de Natal por Loola e Senko.