Naruto RPG Akatsuki
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Bem-Vindo
Naruto rpgakatsuki
tópicos recentes
Inverno
O fim da guerra trouxe a paz, junto com a oportunidade das vilas prosperarem e crescerem. O Nascer do Sol se aproxima trazendo uma nova leva de Kages que querem expandir seu território. A primeira reunião dos Senhores Feudais está marcada, onde irão debater o futuro de Otogakure, atual colônia de Kumogakure e palco da última Grande Guerra.
11 DG
ShionFundador do RPG Akatsuki, Shion é responsável por manter o bom funcionamento de todas as áreas do fórum há mais de 10 anos. Completamente apaixonado por RPG e escrever, hoje é o principal responsável pelo desenvolvimento de toda a trama desse universo baseado na arte de Kishimoto.
Shion#7417
AngeAnge, mais conhecida como Angell, é jogadora de RPG narrativo desde 2011. Conheceu e se juntou à comunidade do Akatsuki em fevereiro de 2019, e se tornou parte da administração em outubro do mesmo ano. Hoje, é responsável por desenvolver, balancear, adequar e revisar as regras do sistema, equilibrando-as entre a série e o fórum, além de auxiliar na manutenção das demais áreas deste. Fora do Akatsuki, apaixonada por leitura e escrita, apesar de amante da música, é bacharela e licenciada em Letras.
Angell#3815
SenkoSenko, também jogador de RPG narrativo desde 2011, conheceu o Akatsuki em 2017, mas começou a jogar para valer em 2020, destacando-se pela sua prestatividade e suas habilidades em design e programação. É responsável por ajudar na criação de novos sistemas e regras além de fazer a manutenção do tema do fórum.
BlueJay#0529
BahkoBahko joga fóruns narrativos desde 2010. Após ficar muito tempo sem jogar, voltou em 2020 onde encontrou o Akatsuki. Desde então, vem auxiliando o fórum como Narrador, Moderador e Administrador. Fora do fórum, é estudante de Engenharia Elétrica.
fransudo#7724
RavesJogador ativo desde 2020, Raves entrou pro Akatsuki RPG e desde então vem contribuindo para o engajamento interno do fórum. Atualmente, é o principal responsável pela organização geral, além da criação, revisão e adequação de regras e sistemas, auxiliando como pode nas demais áreas. Particularmente, é um grande apreciador de enredos e está constantemente pensando no futuro.
Revescream#5421

Ícone
Urameshi
https://www.narutorpgakatsuki.net/t70850-berserker
Testemunhou o correr do vento com a pele alva. Era inverno e, portanto, gélido, provocara súbita alteração de temperatura. As correntes que a percorriam eram igualmente frias, eriçando pelos desde os nucais. – Que frio... – comentava solitariamente, contemplando as árvores que balançavam suas copas frígidas. Inspirava-se, seguindo o que havia escrito um gênio acerca do comportamento ideal de um pesquisador. Corria o pai. – Aiko-chan!!! – gritou ele se aproximando, esticando os braços a fim de abraçá-la. Ela respirou fundo e apontou o pé destro na direção de sua face, atingindo-o. – Que tipo de pai continua abraçando e paparicando a filha que tem catorze anos? – questionou irritada. - Hyahaha! Eu sou aquele que ama sua menina mais que tudo! – afirmou sorrindo. – Diga logo o que quer. – exigiu, intransigente. – Aiko-chan é tão linda quando está com raiva... O que quero é treiná-la. Posso não ser um grande pai, ainda sim posso ensinar a você uma coisa ou duas, baby... – disse retornando a posição de pé. – Agora que é uma Genin, é extremamente importante que se mantenha em forma, darling. Se não, quem sabe que tipo de perigos poderá correr quando estiver nas missões ninjas. – contou. – Entendo... Neste caso, eu aceito a proposta. Está decidido, vamos treinar juntos. – colocou seriamente, decidida a a exercitar-se.

Embora amasse os saberes, Aiko reconhecia a importância dos treinamentos físicos. Sobretudo quando se trata da conjuntura do mundo ninja, onde as valências físicas são tão cobradas dos shinobis e kunoichis em todos os quatro cantos. – E o que faremos? – questionou. – Curiosa como sempre. – riu. – Vou fazer com que se torne uma máquina de guerra, little dove. Será incansável. – complementou. Os olhos da outra arregalaram, surpresa com a colocação paterna. Jamais poderia imaginar aquela situação. – Por isso, devemos começar imediatamente. – pôs-se à frente, caminhando. Na retaguarda, seguiu. Dentre as árvores, um buraco gigantesco. Um espaço confinado há muito abandonado, onde, no passado, servira com o propósito de se tornar um abrigo aos civis que enfrentavam longos períodos de guerra. Escadas se posicionavam nas extremidades, rodeando-o em espiral. Acessaram-as e juntos desceram ao patamar inferior. No subsolo, confrontou-se pela primeira vez com uma condição completamente avessa à vida. A gravidade comportava-se distintamente no confinamento. Ampliava-se a força dela, ao ponto de acrescer a ação da força peso sobre as moléculas de oxigênio e, consequentemente, tornando complicada a ventilação. Não bastasse, a temperatura, apesar do inverno, era alta e demandava esforços diversos somente para manter-se ereta e bem postada.

Aquele ambiente adverso seria seu novo campo de treinamento. – E então, como está sua respiração? – provocou ele, aparentando uma calmaria absoluta. Ela, por outro lado, arfava e ofegante, mal conseguia se manter erguida sobre os membros superiores. – Mas que diabos de lugar é esse? Nunca estive em nada parecido... – resmungou. – Era aqui onde eu e sua mãe treinávamos... – disse num tom melancólico. – Agora, começaremos com uma curta corrida... – prosseguiu, iniciando passadas mais largas e com intervalos curtos. Desafiando os limites, colocou-se ao lado do homem como pôde. Implicou, sobre sua esguia fisionomia, um esforço absoluto. Não pudera suportar, inicialmente, faltara-lhe fôlego. Ofegou e deu-se de joelhos aparados no solo. Olhou ao alto e viu somente uma pequena fresta de raio solar invadindo a cobertura. O suor escorria. Enfim, viu miragens. Dali, desmaiou. Seus olhos se fecharam e, apagada, sonhou com o passado.

Despertou dois dias depois, quando finalmente recuperou a bateria consumida durante a estafa. – O que aconteceu? – indagou ao pai que permanecia inquieto ao lado dela. – Você apagou por causa do esforço, darling. Não é a primeira vez e provavelmente não será a última que isso acontece aos que aqui praticam sua resistência. Acostume-se. – instruiu pacientemente. Por mais seguro que tentasse transparecer, permanecia internamente preocupado com a condição da pequenina. Deveria confirmar, a seguir, se era verdadeiramente capaz de suportar toda a carga imposta. – Levante-se, agora passaremos à segunda etapa. Um combate real. – falou. Estabeleceu uma distância de alguns passos dela. Com dificuldade tremenda, obedeceu à ordem. Trêmula, firmou-se ereta diante dele. – Venha! – desafiou determinada a conseguir o impossível. Sorriu e então avançou numa ofensiva abrupta. Seu chakra especial assumia a forma do tigre e o encobria, estilo de luta o qual permitia se mover à velocidades altíssimas, bem como utilizar suas mãos como se tratassem de garras sólidas como o aço. Ela, por outro lado, garantiu-se com a potência móbil naturalmente herdada, acrescendo-a com um jutsu básico de academia.

O choque veio em seguida. Os punhos se encontravam. A canhota de uma e a destra do outro. A onda de choque se propagou e desabilitou a velocista. Por mais que calibrasse o seu poderio, o pai ainda causou dano à menina. Ele não cessou, atingiu-a com uma série de socos e pontapés, até que ela fosse completamente derrotada. – Eu não vou pegar leve, Aiko. Persista até que se torne resistente o suficiente para suportar este lugar. Do contrário, fatalmente sofrerá. – declarou num tom sério, demonstrando que não pegaria leve. Ela, por outro lado, só pôde sentir a dor que a maltratava. "Merda. Eu jamais imaginei que estaria numa situação dessas... Eu preciso dar tudo de mim!" refletiu quando do nada retirou uma determinação inabalável. Seu rosto se cerrou lentamente e, entregue a uma força de vontade inigualável, ergueu-se. Deu combate. Desta vez, progredindo. Aos poucos, sua constituição física se adaptava.

Um fenômeno inesperado. Defendeu-se com sucesso das várias investidas executadas. Ao fim do terceiro dia, concluiu o treinamento. Quando de volta à terra, compreendeu o abismo no qual se enfiava. Apesar de cansada, sorriu. Não poderia se mover pelos próximos dias, ou quem sabe semanas, ainda sim tudo aquilo havia valido a pena. – Obrigado, papai. – agradeceu confortavelmente apoiada em seus ombros. Nascera, ali, a guerreira incansável.

Aiko; 225/225 225/225 00/04

Considerações:
Aparência: Lan Fan - Fullmetal Alchemist, roupas como descritas na seção de aparência da ficha.

treinamento para dois pontos em stamina. 968 palavras.
Usados:
 

_______________________

treino  Susanoo-no-Mikoto-slaying-Yamata-no-Orochi-in-Kojiki
Urameshi
Urameshi
Chūnin
Vilarejo Atual
lathe biosas

Ir para o topo Ir para baixo

Ícone
Platão
https://www.narutorpgakatsuki.net/t68509-fp#510628
Sua escrita e ótima, belo treino!
@Aprovado (+2Stamina)

_______________________

treino  Giphy
"Peace will never
be won with
violence."
Platão
Platão
Chūnin
Vilarejo Atual
treino  2661940-cristiano-ronaldo-do-portugal-foi-elei-100x100-3

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos